Sexta-feira, 3 de Maio de 2019

consultadoria à medida

 

Uma colega queixou-se de que a receita de pudim que tinha da Mãe não lhe saia bem, o pudim desfazia-se todo quando o desenformava.

Deu-me a receita e fiz tal e qual me indicou. A única diferença é que depois de arrefecer, guardei no frigorífico até ao dia seguinte.

Desenformou muito bem e de sabor ficou cinco estrelas, com um sabor bem forte a vinho do Porto.

Porque isto de ter um blogue de receitas também passa por ser consultora 

Sempre às ordens!

 

Pudim de Vinho do Porto e Laranja

 

IMG_20190421_131521.jpg

 

1 copo de ovos

1 copo de leite

1 copo de açúcar

1 laranja – raspa e sumo

1 cálice de vinho do Porto

Caramelo q.b.

 

Juntar todos os ingredientes numa taça (excepto o caramelo) e bater com a batedeira. Coar e deitar numa forma onde previamente se pôr o caramelo a toda a volta.

Levar ao lume a cozer em banho Maria por 50 minutos. Deixar arrefecer e depois colocar no frigorífico até ao dia seguinte.

Desenformar para um prato fundo.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Sexta-feira, 22 de Fevereiro de 2019

mimos...

 

Que o fim de semana vos seja doce.

 

Pudim de Abóbora

 

IMG_20190217_125000.jpg

 

250 grs de abóbora crua

1 lata de leite condensado

1 lata de leite

4 ovos

Raspa de 1 laranja

1 colher de chá de extracto de baunilha

Caramelo para a forma

 

Triturar a abóbora para que fique completamente moída.

Adicionar os restantes ingredientes e bater bem com a varinha mágica de modo a que fique aveludado.

Por o caramelo na forma e deitar a mistura do pudim até dois terços de altura da forma.

Tapar e levar a cozer no fogão em banho maria durante uma hora.

Retirar do lume e deixar arrefecer. Pôr a forma no frigorífico até ao dia seguinte.

Desenformar num prato fundo e servir fresco.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Sexta-feira, 8 de Fevereiro de 2019

Reaproveitar

 

Sobrou pão? Não podia haver melhor notícia!

Este pudim é super fácil de fazer e aproveita-se para gastar aqueles papos-secos, moletes, carcaças, pãezinhos que sobraram (na minha terra diz-se que cresceram mas crescer não crescem, quando muito ainda estão é mais mirrados  )

A receita é da Maria Rodriguez. Tem muitas receitas com um aspecto maravilhoso e as fotos são de babar!

 

Pudim de Pão

 

IMG_20190127_204907.jpg

 

3 pães secos

4 ovos

500 ml de leite

125 grs de açúcar amarelo

Raspa de 1 laranja

1 mão-cheia de uvas passas

1 cálice pequeno de Moscatel

Caramelo líquido

 

Barrar com caramelo uma forma de bolo inglês. Pôr as passas numa tacinha com o moscatel.

Partir o pão em pedacinhos e deitar numa taça com metade do leite para envolver.

Bater com a batedora o restante leite com os ovos, o açúcar e a raspa da laranja. Adicionar o pão demolhado e bater novamente. De seguida juntar as passas e algum moscatel que sobre.

Pôr na forma com o caramelo e levar ao forno num tabuleiro com água a ferver para cozer em banho-maria por uns 45 minutos. Verificar com um palito.

Retirar do forno e deixar arrefecer, de preferência até ao dia seguinte e desenformar.

 

Nota: a massa era muita para uma forma por isso untei outra com manteiga (já não tinha caramelo) e cozi no mesmo tabuleiro. Ficou muito bom mas o que tinha caramelo [na foto] ficou ainda melhor.

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
Sexta-feira, 27 de Julho de 2018

Cervejas à solta

 

Quando os planetas se alinham (e hoje até é dia de eclipse lunar) e somos convidados a participar num evento de comida (o que eu gosto de comida!) e de bebida (nem vos digo…) na Cerveja Vadia, só podem sair coisas boas, principalmente quando vamos pela mão do querido Amigo e Chefe Emídio Concha de Almeida.

Fizemos um ror de coisas, boas, muito boas. O mote era Peixe da Nossa Costa e Conservas e o desafio era fazer um ‘Beer Pairing’ que é como quem diz em português juntar uma boa cerveja Vadia aos pratos que confeccionámos.

Os peixes usados foram cavala e carapau (porque os peixes menos nobres também dão para fazer comida gourmet), e as conservas foram pota em caldeirada, filetes de cavala, filetes de carapau, sardinha em molho de tomate, entre outros. Tudo apresentado com grande esmero 

A sobremesa acabou por ser um desafio para usar a Fogaça que é típica daquela área, desde Santa Maria da Feira, onde é rainha, às terras mais próximas como Vale de Cambra e Oliveira de Azeméis. Optei por me inspirar num doce que a minha Mãe fazia quando eramos pequenos e que consistia em usar pão atrasado e que se chamava Pudim de Pão. Troquei o pão pela Fogaça e cá está, um Pudim de Fogaça!

O molho, além de abrilhantar o pudim, serviu para usar a cerveja também como ingrediente, e não apenas como acompanhamento (posso desde já dizer que a Vadia Rubi acompanha muito bem!)

 

Pudim 'Belita' de Fogaça

 

37888058_906898166164782_5786673119380897792_n.jpg

 

½ Fogaça de véspera cortada em fatias finas

2 copos de açúcar amarelo

4 ovos

200 ml de natas

600 ml de leite

1,5 colheres de chá de extracto de baunilha

 

Untar um pyrex e dispor as fatias de fogaça.

Numa taça bater o açúcar com os ovos e adicionar as natas, o leite e a baunilha. Deitar esta mistura sobre as fatias de fogaça e com uma colher empurrar as fatias para baixo de modo a que fiquem submersas. Deixar ensopar por uma hora (ou durante a noite) no frigorífico.

Aquecer o forno. Pôr o pyrex no forno e deixar cozer por 30 a 45 minutos (depende do forno). Servir com o molho.

 

Molho:

1 copo de açúcar amarelo

100 ml de natas

75 grs de manteiga

50 ml de cerveja preta (Vadia Preta)

1 colher de sopa de extracto de baunilha

1 pitada de sal

 

Levar o açúcar, as natas e a manteiga ao lume e deixar fervilhar em lume brando por cerca de 10 minutos.

Adicionar a cerveja, o sal e a baunilha e deixar ferver mais 2 minutos (atenção que faz muita espuma). Deixar arrefecer.

 

Nota: fiz um update para usar a foto da Vadia, muito melhor do que a que tirei 

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
Sexta-feira, 4 de Maio de 2018

venha!

 

Uma receita que mais fácil não podia ser e deliciosa. Limões a cair do limoeiro e a precisar de serem gastos? Esta é a solução!!!

A receita é da Donna Hay.

 

Pudim de Limão

 

20180414_210653.jpg

 

90 grs de manteiga

250 grs de açúcar

375 ml de leite

3 ovos

125 ml de sumo de limão

75 grs de farinha

1 colher de chá de fermento em pó

1 colher de chá de raspa de limão

Açúcar em pó para polvilhar

 

Aquecer o forno a 180ºC (o meu não tem como medir, ligo no máximo).

Colocar todos os ingredientes excepto o açúcar em pó numa taça e mexer bem. Deitar a massa para uma forma untada - usei uma de cerâmica.

Levar ao forno por cerca de 30 minutos (na receita original diz 45 minutos mas não foi necessário no meu forno).

Retirar e deixar arrefecer. Polvilhar com o açúcar em pó e servir fresco.

Como podem ver, esqueci-me do açúcar em pó… 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Quarta-feira, 31 de Janeiro de 2018

fácil e bom

 

Em cerca de uma hora (mas apenas 15 minutos de trabalho árduo (mentira!)  ) pomos este prato na mesa.

Fácil de fazer, com ingredientes de trazer por casa e muito saboroso, só falta experimentarem.

Esta receita (e ooutras variações) veio daqui.

 

Pudim Salgado de Pão (Strata)

 

IMG_20180113_165438_039.jpg

(antes de ir ao forno)

 

1 pão de cacete (de véspera se possível)

4 ovos

4 fatias de bacon

500 ml de leite

1 cebola

Sal e pimenta q.b.

150 grs de queijo ralado

Salsa picada

 

Cortar o bacon em tirinhas e saltear numa frigideira sem qualquer gordura. Retirar quando estiver dourado e reservar.

Na mesma frigideira saltear a cebola cortada em meias luas finas. Reservar.

Cortar o pão e separar cada fatia em pedaços mais pequenos. Juntar o bacon, a cebola, a salsa picada e o queijo ralado e temperar com sal e pimenta a gosto. Bater os ovos e o leite e deitar sobre a mistura do pão. Reservar umas horas ou de um dia para o outro no frigorífico. Levar ao forno por 45 minutos até estar lourinho.

Servir com uma salada ou vegetais cozidos.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Sexta-feira, 10 de Novembro de 2017

teve que ser

 

Uma colega minha falou-me deste pudim já há anos, que tem sempre muito sucesso e é sempre o primeiro a desaparecer da mesa.

Como se chama Pudim de Natas, fiquei sempre de pé atrás porque temos a mania que actualmente queremos comer coisas mais saudáveis, blá, blá, blá.

Mas já não a podia ouvir gabar o dito pudim. Por isso ca está. Autêntico veludo.

 

Pudim de Natas da Manela

 

20171029_111209.jpg

 

180 grs de açúcar

½ colher de sopa de farinha Maizena

3 ovos

3 gemas

250 ml de leite

200 ml de natas

Caramelo líquido q.b.

 

Misturar o açúcar com a Maizena e adicionar os ovos, as gemas, o leite e as natas. Bater bem sem ficar com grumos e deitar na forma previamente forrada com o caramelo líquido.

Levar ao lume em banho-maria e deixar cozer por 45 minutos.

Retirar do banho-maria e deixar arrefecer. Depois de frio colocar no frigorífico, de preferência de um dia para o outro.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (3) | favorito
Sexta-feira, 16 de Junho de 2017

é um festival!

 

Para os que ficaram curiosos com a receita que fiz na passada sexta-feira no Showcooking do festival do Pão de Portugal em Albergaria, aqui fica a dita.

E não, Regueifa não é uma localidade (como uma colega do sul questionou) mas sim um pão doce, muito típico aqui da zona, nomeadamente de Albergaria, Estarreja, Oliveira de Azeméis, Aveiro, etc. onde é muito vulgar encontrar a Regueifa de Canela (que foi a que usei nesta receita)

 

Pudim de Regueifa e Vinho do Porto

 

20170607_072454.jpg

 

500 ml de leite

100 grs de regueifa de canela

150 grs de açúcar

100 ml de vinho do Porto

4 ovos

 

200 ml de Caramelo Líquido para a forma

 

Misturar todos os ingredientes e triturar com a varinha mágica.

Forrar uma forma de pudim com caramelo líquido (pode ser de compra) e deitar a massa na forma. Levar a cozer em banho-maria por uma hora no fogão.

Deixar arrefecer e guardar no frigorífico por umas horas ou até ao dia seguinte.

Desenformar e servir.

 

20170610_113952.jpg

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Sexta-feira, 6 de Janeiro de 2017

a tempo

 

Para os que só hoje, Dia de Reis, se despedem das festividades (ahahahah), aqui fica uma sugestão para usar as sobras dos bolos.

 

Pudim de Sobras!

 

20161203_200853.jpg

 

6 fatias de bolo

Manteiga q.b.

2 copos e meio de leite (ou 2 de leite e meio de natas)
1/4 de copo de açúcar amarelo
baunilha
3 ovos grandes

 

Barrar as fatias de bolo com manteiga. Untar uma forma de pyrex ou outro material de ir ao forno com manteiga.

Bater o leite, as natas, o açúcar, a baunilha e os ovos numa taça. Pôr as fatias de bolo na forma e deitar a mistura de leite e ovos por cima. Com uma colher carregar nas fatias de bolo para que ensopem no líquido. Levar ao forno por cerca de 30 minutos (verificar já que os fornos variam).

Servir morno ou frio.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 12:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Sexta-feira, 11 de Novembro de 2016

São Martinho (prova o vinho)

 

Hoje é dia de magusto. Comem-se castanhas assadas (cozidas também, com erva-doce!) e bebe-se água pé e jeropiga, ou mesmo vinho do Porto (o meu favorito).

Apesar de saberem tão bem assim, apenas assadas ou cozidas, as castanhas dão também para preparar outras iguarias.

Neste caso foi um pudim e o que usei para o fazer foi um creme de castanhas que comprei aqui há uns tempos no lidl (passe a publicidade), aquando da sua semana de produtos franceses.

Nunca tinha provado e só posso dizer que é mesmo bom. Mas é muito guloso por isso arranjei maneira de gastar logo uma porção do frasco senão é uma estragação… 

 

Pudim de Creme de Castanhas

 

20161106_115858.jpg

 

600 ml de leite

200 grs de açúcar

5 ovos pequenos

1 colher de sopa de farinha Maizena

150 grs de creme de castanhas

Caramelo líquido q.b.

 

Misturar todos os ingredientes excepto o caramelo.

Forrar uma forma de pudim com caramelo e deitar a mistura do pudim na forma.

Levar ao lume em forma tapada, em banho-Maria num tacho também com a tampa, por cerca de uma hora e quinze minutos.

Retirar a forma do tacho e deixar arrefecer. Pôr no frigorífico por umas horas depois de frio. Desenformar num prato fundo abanando ligeiramente para descolar da forma.

 

Nota: se preferirem fazer o creme de castanhas, podem usar esta receita muito simples de fazer, do blogue As Minhas Receitas.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
Sexta-feira, 18 de Dezembro de 2015

sucesso portátil

 

Para quem não quiser ir de mãos a abanar para as festas de Natal que se avizinham, que tal levar um pudim destes?

Tem uma mais-valia (além de ser tão bom!): é que é super fácil de transportar.

E tem outra: é tão fácil de fazer que pode ser feito mesmo por quem não percebe nada disto 

 

Pudim de Café

 

pud.JPG

 

1 lata de leite condensado

1 medida da lata de leite

4 ovos

1 chávena de café forte (tamanho da bica)

[o café pode ser feito com café instantâneo]

Caramelo líquido (usei de compra)

 

Misturar os ingredientes do pudim com uma vara de arames.

Forrar a forma com caramelo e deitar a mistura do pudim na forma.

Levar a cozer no fogão em banho-maria por uma hora num tacho largo com tampa, com água até cerca de meio da forma.

Retirar depois de cozido e deixar arrefecer. Depois de frio pôr no frigorífico até desenformar.

Para desenformar basta virar a forma para um prato fundo e abanar com cuidado até o pudim desprender.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
Sexta-feira, 4 de Dezembro de 2015

hoje temos...

 

O pudim é uma sobremesa que é rápida de fazer, não requer a atenção de um bolo quando está a cozer e só temos é que pensar em fazê-lo na véspera pois ganha se ficar de um dia para o outro no frigorífico.

E depois é muito bom para transportar, se temos que levar uma sobremesa para qualquer lado, não desmancha porque vai dentro da forma e ao desenformar tem sempre (ou quase, de vez em quando há uns desastres) um excelente aspecto!

 

Pudim de Pão e Vinho do Porto

 

pudim.jpg

 

1 pão seco (carcaça)

500 ml de leite

1 cálice de Vinho do porto

4 ovos

10 colheres de sopa de açúcar (ou mais, a gosto)

Caramelo líquido q.b. para a forma

 

Pôr o pão de molho no leite e no vinho do Porto. Juntar os ovos e o açúcar e bater com a varinha mágica até estar o pão todo moído.

Forrar uma forma de pudim com caramelo líquido (usei de compra) e deitar a mistura na forma. Tapar e levar a cozer num tacho largo com tampa, em banho-maria, por cerca de uma hora.

Retirar do tacho e deixar arrefecer. Pôr no frigorífico por umas horas até desenformar.

Para desenformar basta virar a forma para um prato fundo e abanar com cuidado até o pudim desprender.

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 98 seguidores

cuscar

digam qualquer coisa

coolinaria@sapo.pt

A Belita no Facebook!

My taste

mytaste.pt

favoritos

Amarelo vivo, amarelo neg...

armazém de receitas

tags

todas as tags

os meus livros de receitas, alguns...

blogs SAPO

subscrever feeds