Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Belita, a Rainha dos Couratos

Belita, a Rainha dos Couratos

Qui | 24.09.20

seguir as instruções

 

Quando faço alguma sobremesa meio a ‘olhómetro’ costumo apontar mal acabo que é para não me esquecer de como fiz.

Às vezes sou tão críptica que mais tarde, quando vou ler para passar a receita para o blogue, não faço ideia do que é que aquilo quer dizer e tento recorrer à memória (que ei, também já não é o que era!) para transcrever todos os passos.

Muitas receitas já ficaram de fora deste espaço por não me lembrar de como as fiz. Não é o caso desta, mais fácil não podia ser e as instruções até são claras.

Aqui fica quer o rascunho quer os passos mais bem explicados.

 

Tarte de Maracujá

 

IMG_20200903_111758.jpg

 

250 grs de bolachas Digestive

75 grs de margarina (usei Becel Cozinha)

1 lata de leite condensado

12 maracujás (polpa)

4 folhas de gelatina

 

Triturar as bolachas, adicionar a margarina e misturar bem. Pôr sobre a base de uma tarteira de fundo móvel, calcando bem.

Coar a polpa dos maracujás e reservar algumas sementes (2 colheres de sopa).

Amolecer as folhas de gelatina em água fria por cinco minutos, de seguida escorrer e dissolver em duas colheres de sopa de água a ferver.

Deitar o leite condensado numa taça adicionar a gelatina derretida e a polpa escorrida. Juntar as sementes reservadas e deitar sobre a base da tarte. Levar ao frigorífico por três ou quatro horas para solidificar.

 

IMG_20200903_112200.jpg

 

Nota: usei folhas de gelatina das pequenas, se forem das grandes (mais compridas) bastam duas

 

2 comentários

Comentar post