Segunda-feira, 18 de Março de 2019

quem quer ser agricultor?

 

Todos sabemos que os vegetais são uma parte muito importante da nossa alimentação. Se forem cultivados sem pesticidas e de forma não intensiva, ainda melhor.

Mas nem todos temos acessos a esses vegetais já que muitos de nós apenas podem comprar nos super e híper mercados e de um modo geral, ou temos que assaltar um banco para comprar os que estão classificados como ‘bio’ ou ‘orgânico’ ou temos mesmo que comprar os de agricultura intensiva.

No entanto todos podemos ter uma ‘micro’ horta para pelo menos salpicar as nossas refeições com vegetais. E podemos faze-lo ao longo de todo o ano.

Apresento-vos os microgreens ou microvegetais. Facílimos de cultivar, estão prontos a usar em cerca de cinco dias (dependendo do tipo usado) e cheios de benefícios. Alguns conseguem ter até 40 vezes mais nutrientes (vitaminas, minerais e antioxidantes) do que a mesma variedade no seu estado normal, ou seja, perfeitamente cultivada. E isso pode ajudar a combater algumas doenças tais como:

  • Doenças do coração
  • Diabetes
  • Certos tipos de cancro
  • Alzheimer

 

Microvegetais

 

IMG_20190315_174606.jpg

 

E agora mãos à obra:

Pegar num daqueles tabuleiros de plástico que costumam vir com os cogumelos por exemplo, ou numa caixa de gelados (que foi o que utilizei) e fazer alguns furos na base. De seguida pôr uma camada de substrato, cerca de dois centímetros de altura. Por cima espalhar as sementes e tapar com uma camada muito fina de substrato. De seguida borrifar com água, tapar bem com película aderente e pôr num sítio escuro por dois dias (eu pus na despensa).

Passado esse tempo retirar a película e pôr o tabuleiro onde apanhe luz, pode ser na beira da janela. Vão notar que as sementes já começaram a germinar mas ainda não têm nenhuma cor. Ao fim de mais dois ou três dias já estão com uma altura de cerca de dois a três centímetros e já podem ser cortados com uma tesoura, lavados e espalhados sobre a comida: saladas, sandes, omeletes, sopas, etc.

Nesta primeira ‘plantação’ utilizei sementes de agriões, rabanetes e beterraba, estas últimas são mais demoradas e ainda estão muito pequeninas.

Podem ser utilizados vários tipos de semente: couves, nabiças, girassóis, agriões, cenouras, aipo, chia, funcho, cebolinho, etc.

 

Nota: usei sementes das que tinha das minhas safras mas podem usar-se as de compra, de preferência sem químicos

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | favorito (1)
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 98 seguidores

cuscar

digam qualquer coisa

coolinaria@sapo.pt

A Belita no Facebook!

My taste

mytaste.pt

favoritos

Amarelo vivo, amarelo neg...

armazém de receitas

tags

todas as tags

os meus livros de receitas, alguns...

blogs SAPO

subscrever feeds