Sexta-feira, 30 de Novembro de 2018

Quando foi a última vez que fizeste uma coisa pela primeira vez…

 

Uma amiga minha viveu S. Tomé e Príncipe entre os três meses e os sete anos de idade e 45 anos depois regressou.

Foi ‘A’ viagem da sua vida e além de redescobrir os lugares de então, levou malas e malas cheias de ofertas que conseguiu angariar entre amigos e conhecidos. De regresso, trouxe frutas tropicais e lembranças.

A única coisa que lhe pedi se tivesse lugar na bagagem (as malas ficaram lá) foi uma vagem de cacau.

Trouxe-me duas, da  Roça Monte-Café da sua infância e depois de as ‘namorar’ durante uma semana (são tão lindas) achei que iam acabar por se estragar e por isso mais valia fazer alguma coisa com elas.

Aqui há uns tempo no supermercados começaram a aparecer na parte dos produtos naturais pepitas de cacau (cacao nibs). Não confundir com pepitas de chocolate, as últimas são processadas com gorduras e açúcares, as primeiras são apenas cacau.

E se achamos que comer chocolate com 70% de cacau faz bem, e faz!, então comer cacau sem qualquer tipo de processamento faz ainda melhor.

  • É antidepressivo (só por isso já merece uma estrela);
  • Inibe o apetite (duas estrelas!!!);
  • Tem 40 vezes mais antioxidantes do que os mirtilos;
  • É a planta com a maior taxa de ferro;
  • Carregadinho de Magnésio, o que é bom para o coração e para o cérebro.

Isto são só alguns dos benefícios, tem muitos mais mas só estes já me convenceram a preparar as pepitas. Não fiz chocolate porque a quantidade dava apenas para uma amostra, e com tantos candidatos a provar era capaz de ser complicado 

 

Pepitas de Cacau

 

IMG_20181126_093557.jpg

 

Retirar as sementes de dentro da vagem do cacau e deixar ao ar livre em temperatura ambiente quente até 72 horas (deixei 24 horas) para fermentar.

De seguida pôr num tabuleiro sobre papel vegetal e levar ao forno até estarem tostadas mexendo de vez em quando, no meu forno demorou cerca de 45 minutos em forno baixo.

Retirar do forno e deixar arrefecer até se poder mexer sem queimar os dedos.

Retirar as sementes das cascas (aperta-se e a casca abre) e partem-se em bocadinhos.

Guardar num frasco bem fechado e usar com granola, em bolos, sobremesas, etc.

 

Nota: Não deitem fora as cascas,  podem ser usadas para fazer chá (parece pele de amendoim mas mais grossa)

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito (1)
4 comentários:
De Inês - Desenhos e Desenhos a 1 de Dezembro de 2018 às 19:16
Só hoje descobri o seu blog.
Obrigada pelas dicas do cacau, o resultado certamente que será delicioso!
De belitaarainhadoscouratos a 2 de Dezembro de 2018 às 21:37
Obrigada pela visita e volte sempre. O cacau ficou mesmo bom, embora eu não tenha termo de comparação :)
De Mãe Maria a 6 de Dezembro de 2018 às 15:48
desconhecia de todo. Não imaginava o cacau assim.
De belitaarainhadoscouratos a 6 de Dezembro de 2018 às 16:32
Nem eu! Foi uma descoberta. E agora a saborear as pepitas juntamente com as papas de aveia ou granola, mesmo bom!

Comentar post

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 94 seguidores

cuscar

digam qualquer coisa

coolinaria@sapo.pt

A Belita no Facebook!

My taste

mytaste.pt

favoritos

Amarelo vivo, amarelo neg...

armazém de receitas

tags

todas as tags

os meus livros de receitas, alguns...

blogs SAPO

subscrever feeds