Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Belita, a Rainha dos Couratos

Belita, a Rainha dos Couratos

Qua | 22.01.20

perishable thoughts...

 

Os brócolos não são amados por toda a gente. Não, lá isso é verdade.

Mas também se pode dizer que os brócolos não amam toda a gente por isso ficam quites. Eu gosto tanto que prefiro pô-los em jarras 

Estou a brincar, até como brócolos embora não sejam a verdura que prefiro (vagens yeah!!!!)

A melhor maneira de cozinhar os brócolos é em vapor porque assim retêm muito mais vitamina C do que quando cozidos directamente em água. Mas mesmo assim são bastante ricos em nutrientes e a água de os cozer pode sempre ser aproveitada para sopas ou outras confecções culinárias.

São muito ricos em minerais como cálcio, potássio, fósforo, zinco, ferro, vários tipos de vitaminas, entre as quais a C, além de serem ricos em fibra. E pobres em calorias! O que podia ser melhor? (o sabor, vá…)

Segundo os estudiosos, os brócolos podem ajudar a reduzir o risco de várias doenças entre as quais o malfadado cancro por serem antioxidantes. Ajudam ao fortalecimento dos ossos, previnem problemas nas articulações, reduzem o risco de diabetes, da inflamação e ajudam à digestão, entre outros.

Claro que estes benefícios não são apenas dos brócolos, na realidade são da maioria das plantas da família Brassica olerácea (couve portuguesa, repolho, couve-de-bruxelas, couve galega, entre outras) e quanto mais escuras forem as folhas melhor.

E esta é a altura ideal para os comer frescos, normalmente de Janeiro a Abril encontram-se por todas as bancas do mercado. E quando já não houver, recorre-se aos congelados que são sempre uma boa ajuda.

Se já estão convencidos, experimentem esta receita que, não sendo chocolate, é muito boa!

 

IMG_20180122_170019_348.jpg