Quarta-feira, 9 de Janeiro de 2019

Perishable thoughts...

 

“Do milhão de toneladas anuais de comida desperdiçada em Portugal, o projecto apurou que 324 mil perdem-se em casa dos consumidores.”

 

Já que no ano novo todos temos muito boa vontade e muito boas intenções acerca daquilo que podemos fazer nas 365 páginas em branco que se nos oferecem, deixo aqui uma sugestão para que, este ano, olhemos para o desperdício alimentar que cada um de nós faz em nossas casas.

Uma das razões para o que estragamos é: ah, não gosto de comida aquecida.

Muitos de nós não gostam, mas a comida que sobra não tem forçosamente que ser aquecida, pode ser reinventada, pode ser transformada, pode ser aproveitada.

Porque vejam bem lá em cima aquela frase que saiu de um artigo do National Geographic: “Do milhão de toneladas anuais de comida desperdiçada em Portugal”… um milhão de toneladas!

Já nem falo na fome em África, esse milhão de toneladas podia bem ajudar a sustentar os Bancos Alimentares, podia servir para que não gastássemos tanto dinheiro em comida, podia servir para gastarmos o mesmo dinheiro em comida mas em comida melhor…

Além de que não é só a comida que se perde, é o combustível que se gasta para a transportar de onde é produzida para onde é consumida, é a água gasta para regar os campos, são as embalagens.

E depois andamos aqui todos de saias à cabeça por causa do efeito de estufa, do ambiente, da pegada ecológica, dos recursos naturais.

 

“Se o desperdício mundial de géneros alimentares fosse um país, seria o terceiro maior responsável pela emissão de gases com efeito de estufa do mundo, logo a seguir à China e aos EUA!”

 

Não sou fundamentalista de causa nenhuma e também não tenho soluções para os probemas ou resoluções de ano novo mas que vou continuar a aproveitar o melhor que posso as sobras lá de casa, isso vou!

 

Croutons

 

20190102_202030.jpg

 

10 fatias de pão de forma

 

Cortar as fatias de pão de forma em quadrados uniformes. Levar a forno quente até estarem dourados e estaladiços. Deixar arrefecer e guardar num frasco para utilizar em sopas, saladas, fazer pão ralado, etc.

 

Nota: Usei fatias de pão de forma descongeladas e já com uns dias que acabaram por não ser necessárias na altura. E aproveitei o forno que já estava a ser utilizado para outra coisa para fazer estes croutons.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 94 seguidores

cuscar

digam qualquer coisa

coolinaria@sapo.pt

A Belita no Facebook!

My taste

mytaste.pt

favoritos

Amarelo vivo, amarelo neg...

armazém de receitas

tags

todas as tags

os meus livros de receitas, alguns...

blogs SAPO

subscrever feeds