Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Belita, a Rainha dos Couratos

Belita, a Rainha dos Couratos

Ter | 11.02.20

oh dear...

 

Há peixes que faço de muitas maneiras. Tirando o bacalhau, que é o mais óbvio e tem milhentas maneiras de ser preparado, a pescada também não lhe fica muito atrás na versatilidade. E ainda por cima dá para ter sempre no congelador, seja na versão filetes, postas, lombos, mimos, tranches, e mais o que lhe quiserem chamar.

Desta vez usei uns filetes que continuo a comprar apesar de raramente os fazer fritos. E com uma salteadela ao lume, o resto fez-se no forno e só posso dizer: que pena que já tenha acabado!

 

Empada de Pescada

 

IMG_20200125_200525.jpg

 

1 embalagem de massa folhada

4 filetes de pescada temperados com sal e sumo de limão

Azeite q.b.

1 cebola

1 cenoura

100 grs de ervilhas (usei congeladas)

100 grs de couves de Bruxelas (usei congeladas)

1 colher de sopa de farinha

250 ml de leite quente

1 colher de sopa de mostarda

100 ml de natas

Pimenta preta moída

Noz-moscada q.b.

1 ovo batido

 

Numa frigideira aquecer o azeite e alourar a cebola picada juntamente com a cenoura também picada. De seguida adicionar os filetes cortados em cubinhos. Deixar cozinhar por dois ou três minutos e juntar as ervilhas e as couves de Bruxelas. Cozinhar por mais uns dez minutos e de seguida polvilhar com a farinha mexendo para envolver. Adicionar o leite quente e mexer até engrossar. Ajustar a quantidade de leite se necessário.

Juntar a mostarda e as natas e temperar com a pimenta e a noz-moscada a gosto.

Retirar do lume e deitar numa forma de empada. Por cima estender a massa folhada e fazer um buraco no meio para que saia o vapor. Pintar com um ovo batido e levar ao forno por 30 minutos.

Servir com uma salada ou legumes salteados.

 

IMG_20200125_191431.jpg