Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Belita, a Rainha dos Couratos

Belita, a Rainha dos Couratos

Qui | 19.04.18

Menina da Ria

 

Um amigo meu deu-me esta receita que é costume fazer-se em Pardilhó. Dado que é uma terra com tradição de pesca, esta caldeirada é normalmente feita com Robalo ou Enguias pescados nas Ribeiras da Ria de Aveiro.

Na praça que frequento costuma haver robalo da Ria ou do Mar e foi num desses sábados de praça que trouxe um peixe para experimentar a receita. Ficou excelente, com pouco molho mas isso não é inconveniente para mim já que não aprecio aquelas caldeiradas onde anda tudo a nadar no molho.

E para acompanhar, esta música dedicada à Ria, do grande Caetano Veloso.

 

Caldeirada da Ria

 

20180324_122416.jpg

(antes de ir ao lume)

 

Azeite q.b.

Cebola

Batatas

Cebola

Batatas

Tomate

Peixe (Robalo da Ria)

Dentes de alho

Sal q.b.

Açafrão das índias q.b.

Vinho branco q.b.

 

Colocar por esta ordem num tacho largo o azeite, as cebolas em rodelas finas, as batatas também em rodelas finas, novamente cebola seguida de batatas, depois o tomate em rodelas finas (usei congelado, em pedaços pequenos), o peixe cortado em postas, dentes de alho bem picadinhos, salpicar com sal, açafrão das Índias e borrifar com vinho.

Tapar e levar a lume brando cerca de 30 minutos sem abrir o tacho. Abanar de vez em quando para não pegar, não esquecer que o líquido é apenas o azeite e o vinho.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.