Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Belita, a Rainha dos Couratos

Belita, a Rainha dos Couratos

Qui | 09.06.16

hoje...

 

Dez anos!

Andei a cuscar os arquivos e reparei que houve vários anos em que ou nem me apercebi de que o blogue fazia anos ou se me apercebi, não o referi. Se calhar não pensava que isto ía ser tão duradouro… de qualquer modo também não sou muito dada a introspecções do tipo ‘nunca pensei chegar até aqui!’ e coisas do género.

Eu gosto de comer. Gosto bastante. E gosto de coisas diferentes, era incapaz de andar sempre a comer feijoada, cozido, cabidela, caldeiradas, estufados e assim. Não que não goste bastante dessas coisas, que gosto (cabidela é o meu prato favorito e estaria na lista da minha última refeição se a pudesse escolher!) mas gosto ainda mais de experimentar outros sabores de outras culturas, algumas tão diferentes da nossa e outras não tão diferentes assim.

Por isso, e enquanto houver coisas para experimentar, e disposição para escrever qualquer coisinha, cá estarei.

Muito obrigada a todos que cá vêm!

 

Bolo de Bolacha

 

IMG_5194a.JPG

 

200 grs de manteiga

200 grs de açúcar

400 ml de café forte

2 pacotes de bolacha torrada

 

Bater a manteiga com o açúcar até estar completamente cremoso e sem grãos, cerca de vinte minutos na batedeira (a manteiga deve estar à temperatura ambiente). Também se pode usar açúcar em pó, nesse caso não é necessário bater por tanto tempo. Adicionar, uma a uma, cerca de oito colheres de sopa de café na mistura da manteiga e açúcar, batendo sempre.

Demolhar as  bolachas no café quente até ficarem ensopadas mas sem se desfazer e pôr num prato de servir de modo a formar uma flor (sete bolachas, uma no meio e as restantes à volta). Barrar cada camada com um pouco do creme e ir repetindo até acabar as bolachas. Barrar todo o bolo com o restante creme e enfeitar com umas rosetas feitas com o saco de pasteleiro.

Guardar no frio de preferência de um dia para o outro para assentar os sabores.

 

Nota: obrigada à Néné pela receita de família

 

6 comentários

Comentar post