Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Belita, a Rainha dos Couratos

Blogue de receitas flexitarianas (carne, peixe e assim-assim)

Belita, a Rainha dos Couratos

Blogue de receitas flexitarianas (carne, peixe e assim-assim)

Seg | 22.01.24

é pau, é pedra

 

“Na terra [Brasil] não há pão, supre-se este defeito com a farinha de pau que é o pó de uma raiz sativa, a que chamam de mandioca” - segundo o registo de Fran­cisco da Fonseca Henriques, médico de D. João V, no seu livro de 1721 'Âncora Medicinal para Conservar a Vida com Saúde'.

A farinha de pau, feita pelos índios, era assim chamada para a diferenciar da farinha de trigo que os colonizadores levavam de Portugal. De um modo geral acompanhava todos os alimentos: carne, peixe e fruta. Com a farinha os índios faziam pirão (que é uma espécie de papa - como na receita abaixo) e farofa.

A farinha de pau é rica em hidratos de carbono, fibra, vitaminas do complexo B e minerais como o manganês, magnésio, ferro, cálcio, zinco e potássio e não tem gordura nem glúten.

Quando era pequena era costume a minha mãe fazer um prato de farinha de pau com pescada. Há décadas que não comia disto e noutro dia em conversa com as minhas irmãs lembrámos a receita de antigamente e que elas continuam a fazer. Eu nunca a tinha experimentado mas as orientações foram muito fáceis de seguir. Recomendo!

 

Pescada com Farinha de Pau

 

20240113_200300.jpg

 

1 cebola picada

2 colheres de sopa de azeite

1 colher de chá de molho picante (opcional)

1 tomate grande maduro (usei congelado)

1/2 copo de vinho branco

2 postas de pescada

500 ml de água ou caldo de peixe

Farinha de Pau q.b.

Salsa picada

 

Num tacho alourar a cebola no azeite e molho picante, adicionar o tomate sem pele bem picado, o vinho e as postas de pescada. Temperar com sal e deixar refogar até que a pescada esteja cozinhada. Retirar a pescada do tacho e desfiar, descartando as peles e as espinhas.

Adicionar água ou caldo de peixe ao refogado e deixar levantar fervura. Rectificar os temperos se necessário e deixar cair a farinha de pau em chuva sobre o refogado, mexendo sempre para não criar grumos. Começa a engrossar de imediato por isso temos que estar atentos à quantidade de farinha (confesso que foi a ''olhómetro' mas devo ter usado umas 50 grs).

Adicionar a pescada desfiada, polvilhar com salsa picada e servir.

 

2 comentários

Comentar post