Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Belita, a Rainha dos Couratos

Belita, a Rainha dos Couratos

Sex | 24.08.18

do que é bom

 

Quase Setembro e as amoras silvestres ainda não estão maduras, nem sequer lá perto. Acho que este ano não vou andar a apanhá-las nos silvados nas beiras das estradas.

Mas mesmo assim consegui umas amoras bem doces e madurinhas, estas não são silvestres, são de uma amoreira que a minha irmã tem.

Pode ser feito também com mirtilos.

 

Tarte ‘Bakewell’ de Amoras

 

IMG_20180823_110602_487.jpg

 

1 embalagem de massa areada

100 grs de manteiga

100 grs de açúcar

1 ovo grande

½ colher de chá de extracto de amêndoa (opcional)

100 grs de amêndoa moída

15 grs de farinha

150 grs de amoras

30 grs de amêndoa em lascas

 

Dividir a massa por quatro formas de tarteletes (ou uma forma de tarte). Reservar.

Bater o açúcar com a manteiga até ficar uma massa fofa. Adicionar o ovo e o extracto de amêndoa bem como a amêndoa moída e a farinha. Envolver bem e deitar em colheradas nas tarteletes. Dispor as amoras por cima e polvilhar com a amêndoa laminada.

Levar ao forno por cerca de 20 minutos. Retirar e deixar arrefecer antes de servir.

 

Nota: a receita veio daqui.