Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Belita, a Rainha dos Couratos

Belita, a Rainha dos Couratos

Seg | 14.09.20

de volta a setembro

 

O teletrabalho, que ainda mantenho e com poucas saídas, faz-nos parecer que vivemos numa espécie de bolha em que cada dia se repete, chuva ou sol.
Aplica-se também à comida. Com o passar dos dias, dos meses, dei por mim a não retirar tanto prazer em cozinhar como antes, em que passava algum do tempo nos transportes a procurar e alinhavar algumas receitas que me pareciam ser interessantes. A escolher ingredientes. E nos supermercados a ver as novidades, coisa que agora não faço porque vou em modo: põe máscara, passa as mãos pelo gel, preciso disto e daquilo, pago, põe gel, tira a máscara.

Não dá gozo nenhum!
Além disso agora, com o tempo destinado de outra maneira (acaba por se estar mais tempo a trabalhar em teletrabalho, acreditem ou não) falta-me essa parte do que antes ajudava a vir aqui pôr as receitas escolhidas e experimentadas.
E, à semelhança desta foto onde substituí uma das ervas da canção de Simon & Garfunkel [parsley, sage, rosemary and thyme] pela carqueja já que era para
estufar coelho e a carqueja é o melhor condimento, melhor que a salsa neste caso, percebo que para o futuro algumas coisas vão ser diferentes. Talvez passe menos tempo a escrever para aqui.
Nunca fui de fazer planos a longo prazo, nem a médio sequer, sou daquelas pessoas que não consegue escolher de véspera a roupa que vai vestir de manhã. E embora por vezes sentisse inveja das pessoas que conseguem fazer isso, planear as suas vidas, saberem onde querem estar daqui a um, dois ou cinco anos, acho que por vezes isso pode ser motivo de ansiedade quando estamos a ficar à deriva dos nossos planos.
Por isso o melhor [para mim] é ir vivendo e ajustando a vontade de fazer coisas a cada dia que chega.

Em modo: "Come as you are".


Coelho Estufado com Vinho do Porto

 

IMG_20200913_104310.jpg

 

1 coelho cortado em bocados grandes
1 cebola grande, cortada em meias-luas
2 dentes de alho esmagados com a pele
1 raminho com carqueja, salvia, alecrim e tomilho
1 colher de sopa de colorau em pó
1 colher de chá de noz-moscada
Sal
200 ml de vinho do Porto
2 colheres de sopa de molho Inglês
100 ml de azeite

Pôr todos os ingredientes num tacho largo de modo a que as peças da carne não fiquem sobrepostas.
Vevar ao lume em fogo alto até começar a ferver e depois baixar o lume e tapar o tacho. Ir verificando a evolução e adicionando água a ferver sempre que o molho
pareça desaparecer. Estufar por hora e meia pelo menos.

 

7 comentários

Comentar post