Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Belita, a Rainha dos Couratos

Belita, a Rainha dos Couratos

Sex | 29.01.16

das boas!

 

Esta receita estreou no Natal e já foi feita mais vezes desde então.

Também já foi dada, distribuída, comentada, agradecida.

Fica aqui no original, com a permissão da ‘dona’ e porque em equipa ganhadora não se mexe, como se costuma dizer 

E não me agradeçam, agradeçam à Mar

 

Tarte de Amêndoa e Caramelo

 

tarteamendoa.jpg

  

Para a base:

150 g de açúcar + 150 g de manteiga (tem que ser manteiga) + 2 ovos inteiros + 100 g de farinha + leite e sal q.b. 

 

Para a cobertura:

 150 g de açúcar + 1 pacote de natas + 150 g de amêndoas (costumo usar laminadas) + uma pitada de sal. 

 

Bate-se o açúcar com a manteiga e com os dois ovos durante 5 minutos. Entretanto, junta-se a farinha e continua a bater-se, reduzindo a velocidade da batedeira, para harmonizar melhor. A seguir, acrescenta-se um pouco de leite (menos de metade de um copo será o suficiente, mas é melhor avaliar-se no momento, que a quantidade pode variar consoante o tamanho dos ovos, por exemplo). Bate-se mais um pouco (cerca de três minutos) e leva-se ao forno a 180º C, durante cerca de 10 minutos (na dúvida, faz-se o teste do palito), numa forma redonda com fundo amovível.

Enquanto a base está no forno, leva-se ao lume o açúcar numa caçarola, até começar a fazer caramelo. Mexe-se continuamente, até ficar dourado-claro (não importa se houver alguns "grumos"). A seguir, acrescenta-se o pacote de natas. Ultrapassada a efervescência natural, mexe-se de imediato, para que as natas se integrem bem no caramelo. Vai formar-se uma espécie de torrão, mas não há problema. É inevitável. Basta tentar dissolver o que pudermos e retirar da caçarola o que restar desse torrão. Por fim, as amêndoas e um pouco de sal. Mantém-se ao lume durante mais dois minutos, mexendo sempre. A seguir, retira-se. Com alguma sorte, estes dois tempos vão coincidir e vai ser só cobrir a tarte com este caramelo delicioso e deixar arrefecer.

 

Notas minhas: 

  • Usei uma forma de tarte com fundo amovível mas forrei-a por fora com papel de alumínio para não passar nada para fora e queimar no forno
  • A minha base demorou cerca de 15 minutos a cozer
  • Usei amêndoas palitadas
  • O caramelo com as natas fica a parecer uma bola mas vai-se mexendo que acaba por se dissolver quase todo (o que ficar agarrado à colher de pau basta pôr de molho que sai)

6 comentários

Comentar post