Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Belita, a Rainha dos Couratos

Belita, a Rainha dos Couratos

Qua | 02.06.10

desconstrução de um cheesecake

O cheesecake é uma sobremesa que não é difícil de fazer e costuma sempre gerar muitos ahhs e oohs de satisfação. Mas às vezes, até o que não é difícil de fazer pode ser ainda mais simplificado. Foi o que fiz, inspirada nesta receita.

Ficou excelente e será testada novamente daqui a muito pouco tempo. Só para que não restem dúvidas

 

Taças de Cheesecake de Morangos

 

(receita para 4 taças)

 

8 bolachas digestive

250 grs de natas espessas*

4 colheres de sopa de açúcar

8 morangos grandes

1 colher de sopa de açúcar amarelo

1 colher de chá de vinagre balsâmico

 

Cortar os morangos em quadradinhos, salpicar com o açúcar amarelo e o vinagre balsâmico e reservar.

Bater as natas com as 4 colheres de sopa de açúcar na batedeira.

Ralar as bolachas de modo a ficarem parecidas com pão ralado (pode-se fazer colocando as bolachas dentro de um saco de plástico e bater-lhes com o rolo da massa. Parece muito violento mas para esta pequena quantidade não é necessário estar a desarrumar a picadora…)

Pode-se montar o doce numa taça grande ou em pequenas taças. Eu optei por umas taças de champanhe antigas que não são usadas para mais nada e permitiram um efeito visual muito giro.

Na base da taça põe-se bolacha ralada. Por cima as natas, sobre as natas os morangos e assim sucessivamente até terminar os ingredientes. Finaliza-se com natas e para enfeitar uns raminhos de menta.

 

* usei natas ‘crème fraîche epaisse’, marca Paturages

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.