Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Belita, a Rainha dos Couratos

Belita, a Rainha dos Couratos

Seg | 24.05.10

refrescante

Há certas frutas das quais gosto muito, mas têm que ser ao natural, como os morangos, a manga, o maracujá. Adoro maracujá acabado de apanhar, com uma colherinha tirar aquela polpa deliciosa e comer. Mas acho que nunca iria comprar uma lata de polpa de maracujá. Não saberia o que fazer com aquilo e não sou muito apreciadora de doces feitos com alguns frutos e o maracujá é um desses exemplos. Nem gosto de refrescos ou sumos de maracujá.

O que é certo é que tive mesmo que me desenrascar e gastar uma lata da dita polpa. No papel que envolve a lata vinha uma receita e foi mesmo essa que experimentei, depois de ter procurado outras e todas me parecerem dar trabalho demais.

Ficou boa, até era capaz de repetir outra vez (daqui a uns anos ).

 

Doce de Maracujá

 

 

1 lata de polpa de maracujá (500grs)

1 lata de leite condensado

1 pacote de natas

4 folhas de gelatina*

 

As folhas de gelatina devem ser demolhadas em água fria por cerca de 5 minutos. Entretanto, passa-se a polpa de maracujá por uma passador de rede para que as sementes se separem do líquido (reservar duas ou três colheres da polpa para enfeitar).

Leva-se esse líquido ao lume até aquecer e dissolvem-se aí as folhas de gelatina. Deixa-se arrefecer.

Batem-se as natas com a batedeira até ficarem firmes, adiciona-se o leite condensado e o sumo de maracujá com as folhas de gelatina dissolvidas.

Deita-se este preparado em taças, enfeita-se com alguma polpa e leva-se ao frigorífico até solidificar.

 

* para a próxima uso apenas 3 folhas

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.