Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Belita, a Rainha dos Couratos

Belita, a Rainha dos Couratos

Qui | 25.10.12

mais um dia mundial

 

Hoje é o Dia Mundial das Massas.

O objectivo deste dia é promover o consumo de massa que além de económica é muito versátil na cozinha, e é também um alimento transversal aos cinco continentes.

Pelo que me diz respeito, sou verdadeira fã de qualquer tipo de massas.

Existe um livro de receitas que se chama Arte de Cozinha (a primeira edição é de 1680, leram bem, 1680!) e que foi escrito por um Cozinheiro chamado Domingos Rodrigues.

Este senhor foi cozinheiro do Rei D. Pedro II de Portugal e nesse livro podem encontrar-se já receitas de massa, então denominadas Fidéus.

Os fidéus são qualquer tipo de massa fina e curta (como se fosse esparguete mas sem ser comprido). Actualmente já não se usa essa denominação mas antigamente era assim que era conhecida, por exemplo, a aletria.

Cá não existe à venda mas em Espanha podem-se encontrar fideos em qualquer supermercado (mesmo naqueles que também existem por cá, como por exemplo o Dia, o Lidl ou o Supercor).

Quem não encontrar, pode sempre partir o esparguete em pedacinhos de cerca de 3 cms.

 

Vitela com Fidéus 

 

 

400 grs de vitela em cubos

Farinha q.b.

Azeite q.b.

1 cebola picada

1 cenoura

½ cerveja

3 tomates

1 colher de café de colorau

1 malagueta

Água

100 grs de vagens

Massa

Sal q.b.

 

Passar a vitela pela farinha e sacudir o excesso.

Alourar a vitela em azeite bem quente. Adicionar a cebola picada e a cenoura em rodelas e juntar meia cerveja branca. Deixar evaporar a cerveja e adicionar o colorau, a malagueta e o tomate cortado em pedaços. Temperar com sal a gosto.

Mexer bem e deixar apurar até a vitela estar cozinhada, depois adicionar água, rectificar os temperos e logo que ferva junta-se a massa e as vagens cortadas em pedaços com dois ou três centímetros. Deixar ferver novamente e baixar o lume.

Logo que a massa esteja cozida, retira-se do lume. Deve ficar com um molho cremoso devido ao uso da farinha.

 

Nota: Se quiserem espreitar o livro Arte de Cozinha, podem ver aqui.