Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Belita, a Rainha dos Couratos

Belita, a Rainha dos Couratos

Sex | 29.06.12

agora os frascos

Nos Estados Unidos está muito na moda servir comida em frascos, daqueles de compota. A ideia é engraçada e sempre varia das taças ou copos e acaba por dar uma apresentação mais terra-a-terra do que as que são feitas em copos de vinho, de pé alto, que parecem coisa de estrela Michelin...

Esta receita deu para quatro frascos e foi a primeira vez que usei os frascos sem ser para guardar compotas.

Parece que daqui para a frente se apresentam inúmeras possibilidades, doces, salgadas, de bebidas. Pelo menos enquanto os frascos não tiverem que ser usados na sua real função que é guardar as compotas para o inverno.

 

Sobremesa de Fisális e Requeijão

 

 

100 grs de fisális (também conhecidas como tomatinhos de capucho)

2 colheres de sopa de açúcar amarelo

2 colheres de sopa de Moscatel

 

1 requeijão de cabra

6 colheres de sopa de iogurte grego

2 colheres de sopa de açúcar em pó

1 colher de sopa de água de flor de laranjeira

Bolachas de manteiga (usei Palets Bretons)

 

Cortam-se as bagas de fisális ao meio e numa caçarola juntam-se ao açúcar amarelo e ao moscatel. Levam-se ao lume e deixam-se cozinhar por cinco minutos. Mexer para não pegar.

Esmigalham-se as bolachas (podem-se usar as que se quiserem mas devem ser bem doces para contrastar com a acidez das fisális). Para esmigalhar as bolachas ou se põem no robot de cozinha ou então num saco de plástico que se bate com o martelo da carne (é muito relaxante esta operação...).

Numa taça mistura-se o requeijão com o iogurte grego e o açúcar em pó. Adiciona-se a água de flor de laranjeira e mexe-se bem.

Dividem-se os ingredientes por quatro copos, taças ou frascos começando com a bolacha ralada, por cima as fisális e por cima o creme de requeijão.

Leva-se ao frio durante uma ou duas horas.

Enfeitar com fisális ao natural.

 

 

Notas:

as fisális (Physalis) têm propriedades anti-inflamatórias, antialérgicas e anticancerígenas, entre outros benefícios para a saúde

a planta pode ser uma praga, crescendo por todo o lado e onde menos se espera, mas os frutos que dá compensam essa sua independência