Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Belita, a Rainha dos Couratos

Belita, a Rainha dos Couratos

Sex | 26.02.21

que não faltem ideias

 

Carne picada é carne picada e parece ser sempre recurso de quem não tem imaginação. Mas há tanta coisa que se pode fazer com ela, desde rolos a empadões, hambúrgueres, almôndegas.

E os meus favoritos, koftas. É uma comida típica do Médio Oriente e já cá deixei algumas receitas.

Esta é da Delicious Magazine, o original pode ser encontrado aqui.

 

Koftas de Peru e queijo Feta

 

IMG_20200614_125820.jpg

 

2 colheres de sopa de azeite

1 pequena cebola picada

500 grs de carne de peru picada

100 gra de queijo Feta esfarelado

2 colheres de sopa de salsa picada

8 palitos grossos de madeira

 

Amolecer os palitos em água enquanto se preparam os ingredientes.

Aquecer o azeite numa frigideira e saltear a cebola apenas até amolecer. Misturar com os restantes ingredientes e formar uma espécie de croquetes à volta de palitos grossos.

Na mesma frigideira ou num grelhador cozinhar as koftas até a carne estar cozida, cerca de quinze a vinte minutos.

Servir com uma salada.

 

Seg | 22.02.21

remediar

 

Aqui há uns tempos sobrou um lombo de bacalhau de uma refeição. Estava muito salgado e dificilmente se podia comer sem lhe dar outra vida.

Decidi fazer um empadão e já vos digo que ficou para lá de bom.

 

Empdão de Bacalhau com Esparregado

 

IMG_20210220_193508.jpg

(antes de ir ao forno)

1 lombo de bacalhau (assado, cozido)

1 cebola

600 grs de batata

100 ml de leite

Noz-moscada q.b.

200 grs de esparregado congelado

Azeite q.b.

 

 

Cozer as batatas em água abundante sem sal.

Fazer um puré passando as batatas e juntando leite e temperando com noz-moscada. Não adicionar sal já que o do bacalhau é suficiente.

Preparar o esparregado seguindo as instruções da embalagem.

Alourar a cebola cortada em meias-luas no azeite e adicionar o bacalhau bem desfiado. Juntar o puré e envolver bem.

Deitar esta mistura num recipiente que vá ao forno e por cima espalhar o esparregado. Levar ao forno por vinte minutos e servir com azeitonas e broa.

 

Ter | 16.02.21

Bom Carnaval (ou bom trabalho)

 

Em teletrabalho desde Março do ano passado, não sou eu que cozinho ao almoço durante a semana. E tenho sido surpreendida com pratos que apenas não coloco aqui porque não fui eu que os fiz e não sei a receita já que sei que foram feitos ‘a olho’.

Todos são uma surpresa mas há um que é maravilhoso, tanto que eu própria já tive que o cozinhar algumas das vezes em que me calha a mim tratar da janta.

Deixo-vos aqui a receita, mais ou menos alterada, mais ou menos a olhómetro também, mas com indicações que não deixam espaço para falhas.

 

Massa com Sementes

 

IMG_20210129_201520.jpg

 

Uma mão-cheia de cada:

Sementes de girassol

Pevides de abóbora

Nozes pecãs

Passas de uvas

 

1 cebola

1 ramo de salsa

Sal q.b.

Massa cozida (usei talharim picante)

Azeite q.b.

Queijo Feta (opcional)

 

No robot de cozinha ou picadora triturar (mas sem ficar em pó) as sementes de girassol, pevides de abóbora e nozes pecãs. Reservar e picar a cebola e a salsa.

Deitar a cebola e a salsa numa frigideira com abundante azeite já aquecido e deixar alourar até os bocadinhos de cebola quase ficarem acastanhados, isso vai dar-lhe um sabor caramelizado. Adicionar os frutos secos picados e as passas e mexer. Temperar com sal e adicionar a massa cozida bem como alguma água da cozedura para não ficar completamente seco.

Servir de imediato e polvilhar com queijo Feta esfarelado.

 

Nota: as sementes podem ser substituidas por amêndoas, pinhões, etc.

 

Sex | 12.02.21

gostos

 

Quando sobra um bocadinho disto e um bocadinho daquilo e não dá para fazer grande coisa por si só, há sempre uma salvação. Um pudim. Dão para fazer de quase tudo e são, na maioria das vezes, muito descomplicados.

Eu gosto daqueles que ficam cheios de buracos como um queijo suíço (ou como a minha conta do banco). E vocês?

 

Pudim de Laranja

 

IMG_20210207_102612.jpg

 

½ lata de leite condensado

½ lata de leite evaporado

400 ml de leite de amêndoa

3 ovos

Raspa de uma laranja

½ colher de chá de essência de baunilha

½ colher de chá de água de flor de laranjeira

Caramelo líquido para forrar a forma

 

Misturar todos os ingredientes e deitar sobre uma forma de pudim previamente forrada com caramelo líquido.

Levar a cozer em banho-maria por cerca de uma hora.

Deixar arrefecer completamente e levar ao frigorifico por, pelo menos, quatro horas. desenformar e servir.

 

Ter | 09.02.21

mal-amados

 

Os malfadados rabos das pescadas que compramos e pedimos para cortar às postas nunca se perdem, acabam sempre por encontrar um destino digno; e quem olhe por vezes para a sua apresentação nunca diria que certas receitas são levadas a cabo usando tão pouco nobres partes daquele peixe.

 

Soufflé de Pescada com Coentros

 

IMG_20210123_132317.jpg

 

400 grs de pescada cozida e limpa de peles e espinhas

1 cebola

2 colheres de sopa de azeite

2 colheres de sopa bem cheias de farinha

400 ml de água de cozer a pescada misturada com leite

1 ramo de coentros picados

Pimenta moída

Sal q.b.

3 ovos

½ limão

Pão ralado para polvilhar

 

Aquecer o azeite num tacho e juntar a cebola deixando alourar. Adicionar a farinha e mexer bem, de seguida juntar o líquido aos poucos para que engrosse sem ficar com grumos. Temperar com sal e pimenta e adicionar a pescada desfiada e os coentros picados.

Separar as gemas das claras e mexer as gemas no preparado anterior, rápido de modo a que não cozam.

Bater as claras em castelo e envolver no preparado anterior. De seguida deitar numa forma untada e polvilhar com o pão ralado.

Levar ao forno até estar lourinho e ter quase duplicado de volume. Servir de imediato acompanhado de uma salada, azeitonas e broa.

 

Nota. a receita original é esta.

 

Sex | 05.02.21

Conforto imediato

 

Para quando precisamos de mimos e não há outros à mão. Ou quando há e este bolo serve para partilha de bons momentos.

 

Bolo de Canela

 

IMG_20210123_181709.jpg

 

2 copos de farinha de trigo

2 colheres de chá de fermento em pó

2 colheres de chá de canela em pó

1 pitada de sal

1 copo de leite com uma colher de sopa de vinagre

1/3 de copo de óleo de girassol

2 colheres de chá de extracto de baunilha

2 ovos

 

2 colheres de sopa de açúcar amarelo

1 colher de sopa de canela em pó

 

Aquecer o forno e untar uma forma de bolo inglês.

Numa taça misturar todos os ingredientes e mexer com uma vara de arames ou colher de pau. Deitar na forma preparada e por cima polvilhar a mistura de açúcar amarelo e canela.

Levar ao forno por cerca de uma hora ou até estar seco no meio. Tapar com papel de alumínio a meio da cozedura se começar a ficar muito escuro.

Retirar do forno e deixar arrefecer.

 

Nota: Receita original aqui.

 

Ter | 02.02.21

que não vos falte

 

Quando estão com saudades de comer uma piza mas o ‘teikóei’ da vossa zona não tem. Aqui está a solução.

O receheio pode ser outro qualquer, não faltam aqui ideias. Aprumem-se.

 

Piza de Cogumelos e Ovo

 

IMG_20210109_192036.jpg

 

2 e ½ copos de farinha de trigo

2 colheres de chá de fermento em pó

1 pitada de sal

1 colher de sopa de azeite

¾ de copo de água

 

200 grs de cogumelos pleurotos

1 colher de sopa de azeite

1 dente de alho

Sal e pimenta q.b.

 

100 ml de molho de tomate

150 grs de queijo ralado (usei mistura mozzarella e emmental)

2 ovos

 

Misturar a farinha, o fermento e o sal numa taça, adicionar o azeite e a água (se necessário pôr mais alguma água). Amassar numa superfície enfarinhada por cerca de cinco minutos e deixar repousar enquanto se preparam os restantes ingredientes.

Saltear os cogumelos em bocados uniformes no azeite e alho e temperar com sal e pimenta a gosto.

Estender a massa numa forma própria para a piza ou num tabuleiro, pôr o molho de tomate por cima e espalhar os cogumelos salteados deixando dois espaços para onde se abrem os ovos. Polvilhar tudo com o queijo ralado e levar a forno quente por cerca de vinte a trinta minutos, depende do forno.

Servir com uma salada e uma cerveja fresquinha.

 

Nota: esta massa usa fermento de bolos, não é fermento de padeiro