Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Belita, a Rainha dos Couratos

Belita, a Rainha dos Couratos

Qui | 28.02.19

Omega3

 

O salmão foi um peixe que experimentei tarde, há poucos anos, e desde logo gostei. Prefiro o selvagem ao de ‘aviário’, embora a cor deste último seja mais viva e mais bonita. E gosto de o preparar de muitas maneiras, seja no forno, seja no fogão.

Esta foi a última. Um sucesso!

 

Salmão com Capa de Nozes

 

IMG_20190223_130529.jpg

 

2 tranches de salmão

Sumo de ½ lima

Sal q.b.

2 colheres de sopa de nozes

1 fatia de pão rijo, sem côdea

1 colher de sopa de aneto fresco *

Azeite q.b.

 

Temperar as tranches de salmão com sal e com o sumo de lima.

Triturar as nozes com o pão rijo e o aneto. Dispôr esta mistura sobre as tranches de salmão e regar com um fio de azeite.

Aquecer azeite numa frigideira antiaderente e com cuidado pôr o peixe com a capa de pão e nozes.

Tapar a frigideira (pode ser com papel de alumínio) e deixar cozinhar por oito a dez minutos, dependendo da grossura das tranches.

Servir com ‘arroz’ de couve-flor (triturar a couve-flor e saltear com um dente de alho ralado e um fio de azeite ) e brócolos salteados.

 

Nota: em vez de aneto pode-se usar salsa, coentros, cebolinho, etc.

 

Ter | 26.02.19

É tão simples ser feliz...

 

Estes dias primaveris dão vontade de passeios, viagens, caminhadas por campos verdes e floridos, estar fora de casa, fazer piqueniques...

Resumindo: eu gosto é de comer, se for com ovos então, melhor ainda 

 

Feijocas ao estilo da Toscana

 

IMG_20190201_203208.jpg

 

1 frasco de feijocas

1 cebola

2 dentes de alho

1 talo de aipo

Azeite q.b.

2 cenouras

½ pimento vermelho

1 malagueta

1 ramo de alecrim

Sal q.b.

1 frasco de molho de tomate (500 ml)

2 ovos

 

Picar a cebola, os dentes de alho e o talo de aipo e alourar no azeite.

Adicionar a cenoura cortada em pedacinhos e o pimento também cortado em bocadinhos, a malagueta e o alecrim. Deixar suar por uns minutos e adicionar o molho de tomate e as feijocas. Temperar com sal a gosto e deixar fervilhar até engrossar o molho, uns dez minutos.

Adicionar dois ovos e tapar a frigideira de modo a ‘escalfar’ os ovos.

Servir com pão fresco e um copo de vinho.

 

Seg | 25.02.19

5 estrelas

 

Quem diz que as segundas-feiras não merecem pequenos-almoços dignos dos melhores hotéis???

As minhas merecem!

 

Iogurte com Quivis

 

IMG_20190222_200303.jpg

 

400 ml de iogurte natural (grego)

2 colheres de sopa de mel

4 quivis grandes descascados e cortados em pedacinhos

6 framboesas esmagadas

2 colheres de chá de flocos de coco

 

Misturar o iogurte com duas colheres de sopa de mel. Dividir por dois copos ou taças começando com duas colheradas, por cima pôr quivis, mais iogurte, mais quivis, o resto do iogurte e as framboesas esmagadas. Polvilhar com os flocos de coco e mais um fio de mel e servir de imediato.

 

Sex | 22.02.19

mimos...

 

Que o fim de semana vos seja doce.

 

Pudim de Abóbora

 

IMG_20190217_125000.jpg

 

250 grs de abóbora crua

1 lata de leite condensado

1 lata de leite

4 ovos

Raspa de 1 laranja

1 colher de chá de extracto de baunilha

Caramelo para a forma

 

Triturar a abóbora para que fique completamente moída.

Adicionar os restantes ingredientes e bater bem com a varinha mágica de modo a que fique aveludado.

Por o caramelo na forma e deitar a mistura do pudim até dois terços de altura da forma.

Tapar e levar a cozer no fogão em banho maria durante uma hora.

Retirar do lume e deixar arrefecer. Pôr a forma no frigorífico até ao dia seguinte.

Desenformar num prato fundo e servir fresco.

 

Qui | 21.02.19

hic...

 

Gosto tanto de cozinhar com bebidas alcoólicas que às vezes até as ponho na comida!

 

Coxas de Frango com Laranja e Alecrim

 

IMG_20190127_130421.jpg

 

3 coxas + 3 pernas de frango

50 ml de vinho Moscatel

Sumo de 1 laranja grande

3 dentes de alho picados

Folhas de 1 ramo de alecrim, picadas

Sal qb

 

Misturar todos os ingredientes e levar ao forno, tapado com papel de alumínio, por cerca de uma hora e meia. A meio da assadura baixar um pouco o lume.

Quando pronto retirar e servir com migas de grelos.

 

Ter | 19.02.19

de vez em quando

 

Quando uso o forno para assados ou bolos ou o que for e sobra espaço para mais qualquer coisa, aproveito para adiantar serviço e asso logo abóboras ou batatas-doces que mais tarde são usadas noutras refeições. Esta abóbora foi um desses casos e depois de assada guardei no frigorífico o que ia ser usado em breve e no congelador o que vai ser usado mais tarde.

Não é que seja muito organizada mas de vez em quando lá me dão uns ‘vaipes’ e acabo por fazer coisas acertadas  

 

Sopa de Abóbora Assada

 

20190108_205030.jpg

 

½ abóbora manteiga assada

1 cenoura

1 batata-doce

1 nabo

1 batata

1 alho-francês

2 colheres de sopa de azeite

750 ml de água a ferver

Sal

Croutons

Pevides de abóbora tostadas

 

Cortar a abóbora, a cenoura, batata-doce, nabo, batata e alho-francês em bocados do mesmo tamanho.

Alourar por um minuto no azeite e acrescentar a água a ferver e o sal a gosto. Deixar levantar fervura novamente e baixar o lume. Cozer por vinte minutos e triturar com a varinha mágica de modo a ficar um creme aveludado.

Servir com croutons, pevides de abóbora tostadas e um fio de azeite.

 

20190106_202433.jpg

 

Seg | 18.02.19

quem gosta?

 

Começar a semana nem sempre é fácil e se bem que eu não diferencio os dias de trabalho (a segunda pode ser tão má ou tão boa quanto a quinta), o que é certo é que se tiver um incentivo logo ao começo do dia a coisa até parece que vai correr melhor. Por isso levanto-me um bocadinho mais cedo e aprecio com calma o que é bom.

Experimentem!

 

Papas de Aveia

 

IMG_20190215_072613.jpg

 

4 colheres de sopa de flocos de aveia

1 pitada de sal

Água q.b.

Pasta de Tâmaras

Manteiga de Amêndoa

Flocos de Coco

Sementes de Cânhamo

Bolinhas de Energia, opcional

Framboesas

 

Pôr num tachinho os flocos de aveia e o sal e cobrir com água de modo a ficar com mais de um centímetro de água acima dos flocos. Levar ao lume e deixar levantar fervura, mexendo para não pegar, durante uns cinco minutos. Se ficar muito grosso adicionar mais um pouco de água.

Retirar do lume e acrescentar uma colher de sopa de pasta de tâmaras (ou de açúcar amarelo, mel, xarope de ácer, o que preferirem). Mexer bem e deitar as papas numa taça. Por cima dispor uma colher de chá de manteiga de amêndoa, flocos de coco tostados, sementes de cânhamo, bolinhas de energia e framboesas.

Apreciar.

 

Sex | 15.02.19

quando me pedem com jeitinho

 

Não sei quem é que diz que de Espanha nem bom vento nem bom casamento.

De todas as vezes que lá vou (e convém dizer que ‘a minha Espanha’ fica a pouco mais de 150 kms) não me lembro de não ter gostado seja do que for. Mas isto como se costuma dizer, a opiniões são como os narizes… todos temos um 

Mas que não restem dúvidas quanto a esta receita!

É do melhor e só conheço uma pessoa que não iria gostar porque não gosta de queijo (eu nem sabia que havia pessoas dessas!).

Nunca fui ao restaurante La Viña em San Sebastián mas garanto que quando lá for só vou querer disto, esqueçam lá o resto dos pratos 

 

Tarta de Queso de La Viña

 

IMG_20190210_121543.jpg

 

450 grs de queijo-creme

200 grs de açúcar

4 ovos pequenos

1 colher de sopa de farinha de trigo

250 ml de natas

 

Molhar um papel de ir ao forno e amachucar numa bola. Abrir e com este papel todo enrugado forrar uma forma de 20 cms de diâmetro, de preferência de aro mas as outras também dão. Não é preciso untar.

Pôr todos os ingredientes numa taça e mexer com a batedeira ou com uma vara de arames até estar uma massa lisa e sem quaisquer grumos.

Deitar a massa na forma forrada e levar ao forno 40 minutos. Apagar o forno e entreabrir a porta deixando arrefecer (retirei ao fim de 20 minutos e deixei arrefecer completamente fora do forno). Levar ao frigorífico até ser necessário.

Servir frio mas sem estar gelado (ou seja, deve-se retirar do frigorífico uma meia hora antes de servir).

 

Nota: a receita adaptei-a da que encontrei no Directo al Paladar

 

Qui | 14.02.19

choco, não é chocolate

 

Na praça da terrinha há cinco bancas de peixe que não variam muito a oferta: carapauzinhos, carapaus, fanecas, pescada, robalos, douradas e de vez em quando raia, lulas e chocos.

Aqui há uns tempos havia choco mas já em tiras, deviam pertencer a um choco gigante porque eram bem grandes mas, segundo a peixeira, eram tenrinhos e cozinhavam-se num instante.

Aproveitei e fiz uma Jardineira, embora do que eu goste mesmo é de ‘choco frrrrito’!

 

Jardineira de Choco

 

IMG_20190126_131118.jpg

 

Azeite q.b.

1 cebola

2 dentes de alho

1 tomate grande (usei congelado)

350 grs de choco

Sal q.b.

Coentros em pó

Colorau em pó

Noz-moscada

1 cenoura

50 grs de ervilhas

4 batatas

1 colher de sopa de molho inglês

1 colher de sopa de pasta de tomate

Água a ferver

Salsa e coentros picados

 

Alourar a cebola e os dentes de alho picados no azeite. Adicionar o tomate e o choco cortado em quadrados (usei choco do grande). Temperar com sal, coentros, colorau e noz-moscada a gosto.

Adicionar a cenoura picada, as ervilhas e as batatas cortadas em quadrados. Misturar o molho inglês, a pasta de tomate e a água a ferver e deitar no tacho até quase cobrir as batatas. Deixar ferver, baixar o lume e cozer por cerca de meia hora.

Acrescentar água se necessário para ter molho mas não em excesso. Rectificar os temperos e servir polvilhado com salsa e coentros picados.

 

Ter | 12.02.19

dádivas

 

Deram-me um ror de tâmaras! Deu para fazer muitas coisas, mesmo muitas, e estas bolinhas foram apenas uma das coisas que fiz.

Tão bom! 

 

Bolinhas de Tâmaras

 

IMG_20190202_200348.jpg

 

1 copo de tâmaras sem caroço

100 grs de amêndoa ralada

1 colher de chá de essência de amêndoa (opcional)

100 grs de coco ralado + algum para polvilhar

25 grs de chocolate negro ralado

 

Triturar as tâmaras na picadora. Adicionar a amêndoa ralada, a essência e o coco e voltar a triturar. Acrescentar o chocolate ralado e moldar bolinhas com as mãos que se passam por coco ralado.

Guardar no frio.

Duram pouco porque são mesmo boas e desaparecem num instante mas se não fosse isso, aguentavam à vontade um mês no frigorífico.

 

IMG_20190202_181458.jpg

 

Seg | 11.02.19

Uma quê?

 

Embora já tivesse ouvido falar muito de Miso, nunca tinha experimentado. É uma pasta de soja fermentada, de origem Japonesa e vende-se em saquetas. Serve para fazer um caldo que pode ser consumido como sopa ou como ingrediente em receitas asiáticas e tem o tão falado sabor Umami.

Como é muito rico em ‘bactérias boas’ (probióticos) não podia estar mais na moda entre os entusiastas de comida saudável pois ajuda à digestão e é uma excelente fonte de vitaminas B, E, K e ácido fólico. Além de ser uma espécie de super sabor instantâneo!

Experimentem, já há à vendas nos supermercados.

 

Massa Japonesa com Frango e Miso

 

IMG_20190208_201336.jpg

 

1 embalagem de massa japonesa grossa

1 colher de sopa de óleo de amendoim

1 colher de sopa de óleo de girassol

2 chalotas

1 pedaço de gengibre 

2 dentes de alho 

1 bife de frango 

150 grs de rebentos de soja

½ pimento vermelho 

1 cenoura grande

1 saqueta de Miso

150 ml de água a ferver

150 ml de molho de soja

Cajus picados para polvilhar

 

Cozer a massa (cerca de 4 minutos) e escorrer.

Numa taça misturar a pasta de Miso com a água a ferver. Mexer e reservar.

Cortar as chalotas em meias luas. Ralar os dentes de alho e o gengibre. Cortar em tiras o pimento e a cenoura e também o bife de frango.

Aquecer os óleos no wok. Alourar as chalotas e adicionar os alhos e gengibre ralados. De seguida juntar as tiras de frango, os rebentos de soja, o pimento e cenouras. Adicionar o molho de soja, mexer e deixar cozinhar uns minutos.

Adicionar a massa escorrida e a mistura de Miso e envolver bem sem deixar ferver. Polvilhar com cajus tostados.

 

Sex | 08.02.19

Reaproveitar

 

Sobrou pão? Não podia haver melhor notícia!

Este pudim é super fácil de fazer e aproveita-se para gastar aqueles papos-secos, moletes, carcaças, pãezinhos que sobraram (na minha terra diz-se que cresceram mas crescer não crescem, quando muito ainda estão é mais mirrados  )

A receita é da Maria Rodriguez. Tem muitas receitas com um aspecto maravilhoso e as fotos são de babar!

 

Pudim de Pão

 

IMG_20190127_204907.jpg

 

3 pães secos

4 ovos

500 ml de leite

125 grs de açúcar amarelo

Raspa de 1 laranja

1 mão-cheia de uvas passas

1 cálice pequeno de Moscatel

Caramelo líquido

 

Barrar com caramelo uma forma de bolo inglês. Pôr as passas numa tacinha com o moscatel.

Partir o pão em pedacinhos e deitar numa taça com metade do leite para envolver.

Bater com a batedora o restante leite com os ovos, o açúcar e a raspa da laranja. Adicionar o pão demolhado e bater novamente. De seguida juntar as passas e algum moscatel que sobre.

Pôr na forma com o caramelo e levar ao forno num tabuleiro com água a ferver para cozer em banho-maria por uns 45 minutos. Verificar com um palito.

Retirar do forno e deixar arrefecer, de preferência até ao dia seguinte e desenformar.

 

Nota: a massa era muita para uma forma por isso untei outra com manteiga (já não tinha caramelo) e cozi no mesmo tabuleiro. Ficou muito bom mas o que tinha caramelo [na foto] ficou ainda melhor.

Qui | 07.02.19

à antiga

 

Esta receita foi estreada no Natal e repetida agora mais recentemente, desta vez assada em fogão de lenha. Uma maravilha.

É preciso pensá-la com alguma antecedência embora não dê trabalho nenhum a fazer.

Primeiro é pedir no talho que desossem uma coxa de peru, mais vale grande que assim dá para a refeição e sobra para sandes!

Depois é só pôr a carne numa salmoura e um dia depois está pronta a cozinhar.

A foto, mais uma vez, não faz jus ao bom que isto ficou!

 

Perna de Peru Recheada

 

IMG_20190203_170257.jpg

 

2 laranjas

1 limão

1 lima

Sal q.b.

1 perna de peru desossada

2 alheiras de caça

 

Pasta:

4 dentes de alho ralados

1 colher de chá de colorau em pó

1 colher de sopa de ervas aromáticas secas, a gosto

Sal q.b.

1 dl de azeite

1 dl de vinho

 

Um dia antes de se cozinhar põe-se a perna de peru já desossada numa bacia com as rodelas das laranjas, limão e lima e um punhado de sal. Fica de preferência por 24 horas neste banho. Depois retira-se e seca-se a carne muito bem.

Estende-se a perna de peru desossada e recheia-se com o conteúdo de duas alheiras bem espalhado.

Enrolar e atar com um fio de cozinha bem apertado.

Misturar todos os ingredientes da pasta e barrar o rolo atado.

Pôr num tabuleiro e levar a forno forte por cerca de 30 minutos, depois baixar o lume, tapar com papel de alumínio e deixar estar a cozer por mais cerca de uma hora ou hora e meia se a perna for muito grande (a que usei era).

Retirar do forno e deixar repousar uns cinco minutos antes de retirar o fio e cortar em fatias finas. Recolher o molho do tabuleiro para uma molheira.

Servir com legumes assados e arroz.

 

IMG_20190203_164629.jpg

 

 

Ter | 05.02.19

brrrrrr

 

Vamos aquecer por dentro?

 

Creme de Lentilhas Vermelhas

 

IMG_20190122_195819.jpg

 

1 colher de sopa de óleo de coco

100 grs de lentilhas vermelhas

1 batata-doce laranja

1 cebola

1 nabo

2 batatas

750 ml de água a ferver

Sal q.b.

Endro picado

 

Aquecer o óleo de coco e adicionar as lentilhas e batata-doce, cebola, nabo e batatas cortadas em pedaços.

Mexer e adicionar a água a ferver, temperar com sal a gosto e deixar cozer por cerca de 25 minutos.

Triturar com a varinha mágica e servir salpicado com endro picado.

 

 

Seg | 04.02.19

Vai um galão?

 

Para aquecer numa tarde gelada um chá vai sempre bem mas por vezes queremos algo com mais substância e aí entram estes galões modernos e de nome estrangeiro, com a espuma do leite a fazer um bigode dos lindos 

 

Galão de Canela (Cinnamon Latte)

 

IMG_20190202_102950.jpg

 

250 ml de leite ou bebida vegetal

1 colher de chá de açúcar de coco

1 colher de café de canela

1 café expresso

 

Aquecer o leite com o açúcar e a canela. Deitar numa caneca 2/3 do leite. Com o restante fazer espuma de leite (usei um aparelho apilhas que tenho e que faz super espuma, mas pode ser feito com a varinha mágica também).

Fazer um café forte e deitar sobre o leite na caneca. Por cima pôr a espuma de leite e polvilhar com canela.

Beber bem quente.

 

Sex | 01.02.19

tempestade?

 

Deram-me abacates maduros. Aconteceu isto.

 

Brownies de Abacate e Chocolate Negro

 

IMG_20190130_230732.jpg

 

Brownies:

60 grs de chocolate negro ou pepitas

2 abacates maduros

¾ de copo de açúcar de coco

2 colheres de chá de café instantâneo

2 colheres de chá de extracto de baunilha

2 ovos

½ copo de cacau em pó

½ copo de farinha de amêndoa

1 pitada de sal

Caju torrado (opcional)

 

Molho:

½ copo de xarope de ácer

¼ de copo de óleo de coco

40 grs de chocolate negro

¼ de copo de cacau

 

Forrar uma forma quadrada 20x20 cm com papel de ir ao forno.

Derreter o chocolate ou pepitas no micro-ondas. Mexer até ficar liso e reservar.

No robot de cozinha colocar a polpa de abacate, o açúcar de coco, o café instantâneo, a baunilha e os ovos. Triturar e de seguida adicionar o cacau em pó, a farinha de amêndoa e o sal. Dar mais umas voltas à lâmina do robot, apenas para envolver tudo bem.

Deitar a massa às colheradas na forma e espalhar com a ajuda da colher. Levar a forno quente por cerca de 20 a 30 minutos, dependendo do forno. Ter cuidado para não deixar cozer demais, no meu forno foram só 23 minutos, com um palito vi que já estava cozido.

Retirar do forno e deixar arrefecer.

Pôr o xarope de ácer, o óleo de coco e o chocolate numa caçarola e levar a lume muito brando para derreter tudo. De seguida adicionar o cacau em pó e mexer bem.

Deitar sobre os brownies e por cima espalhar caju picado. Cortar em quadrados e apreciar

 

Esta receita foi inspirada/copiada desta e é boa demais!

Se quiserem podem ver o filminho que ajuda a perceber como isto é fácil de fazer: https://www.facebook.com/hbharvest/videos/fudgy-avocado-brownies-with-chocolate-fudge-frosting/1407667132630311/

 

IMG_20190130_203642.jpg