Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Belita, a Rainha dos Couratos

Belita, a Rainha dos Couratos

Qui | 30.11.17

em modo compota #19

 

Conheço pessoas que já andam a participar em jantares de Natal.

Gente, ainda estamos em Novembro!!! Eu sei que qualquer desculpa serve para mais um jantar de grupo mas isto é exagero.

No entanto, sei que é cedo que se deve começar a preparar a lista de presentes a oferecer pelas Festas. Eu por norma marcha tudo a presentes de Natal feitos na cozinha, alguns já têm lugar cativo como a Granola e o Baileys de mentirinha embora as compotas tenham sempre lugar de destaque.

Também, compota de abóbora e RUM! Quem não???

 

Compota de Abóbora, Amêndoa e Rum

 

20171119_190038.jpg

 

2 kgs de abóbora cortada em quadradinhos

1,200 grs de açúcar

Casca de uma lima

2 vagens de baunilha, cortadas ao alto

75 grs de amêndoas em lascas

5 colheres de sopa de Rum

 

Numa panela grande põe-se a abóbora, o açúcar, a casca de lima e a baunilha. Deixa-se levantar fervura, baixa-se o lume e deixa-se fervilhar por uma hora.

Com uma colher de pau esmagar ligeiramente os pedaços de abóbora e juntar as lascas de amêndoa e o Rum. Deixar ferver mais uns minutos para evaporar o álcool e deitar de imediato em frascos esterilizados, tapando-os de seguida.

Deixar arrefecer e verificar se criou vácuo (as tampas normalmente fazem barulho ao criar o vácuo, dão uma espécie de estalido e não ficam soltas no meio).

 

Ter | 28.11.17

por entre o nevoeiro

 

London Fog é o nome de uma bebida feita com chá Earl Grey e espuma de leite. Também é o nome dado ao ar acinzentado da cidade de Londres, uma mistura de nevoeiro com ar frio e com poluição.

Esta bebida é, para quem gosta de chá, uma maravilha porque é saborosa, é reconfortante e até parece que em vez de chá estamos a beber uma coisa mesmo especial. E é, nem que seja só pela apresentação.

 

London Fog

 

20171126_094611.jpg

 

1 saqueta de chá Earl Grey

200 mls de água a ferver

2 gotas de extracto de baunilha

Adoçante a gosto

50 ml de leite quente

Canela em pó (opcional)

 

Pôr a saqueta de chá numa caneca com a água a ferver e deixar repousar por três minutos.

Entretanto aquece-se o leite até ficar bastante quente. Com um utensílio de fazer espuma (são a pilhas, existem à venda em todo o lado e são baratíssimos) bater o leite até que fique quase todo em espuma (deve ser feito numa vasilha grande para ter espaço para criar a espuma).

Retirar a saqueta do chá e adicionar a baunilha e o açúcar ou outro adoçante. Por cima pôr a espuma do leite e polvilhar com uns pozinhos de canela (também pode ser polvilhado com umas migalhas de bolacha).

 

Seg | 27.11.17

apanhado

 

Há uns dias tive o prazer de participar num workshop no meu local de trabalho cujo tema foi ‘Snacks Saudáveis’.

Apresentei duas ou três sugestões mas verifiquei que é um tema que agrada a muita gente que pretende fazer uns lanchinhos, seja em casa seja no trabalho, mas que sejam mais saudáveis, com menos gorduras das más e mais gorduras daquelas que fazem o nosso colesterol bom bater palmas de contente.

Convém notar que comer saudável não quer dizer comer até chegar a mulher da fava rica! Tem que ser saudável não só na qualidade mas também na quantidade…

Esclarecimentos feitos, aproveito para fazer aqui uma pequena lista de alguns dos snacks saudáveis que andam espalhados aqui pelo blogue e que muitas vezes até passam despercebidos no meio das gordices que também por aqui andam 

 

Ora então temos, em 1º lugar, a descoberta do ano!

 

20468365_a1KSD.jpeg

 

Continuamos por aqui

 

20690105_cJhmK.jpeg

 

Quem deixou escapar esta, não tem perdão!

  

20588582_gtYzZ.jpeg

 

Mais uma a não perder

 

20544373_a01kV.jpeg

 

E por hoje terminamos com esta, mas há mais, muitas mais, de onde estas vieram. 

 

20373236_JWAa4.png

 

 Quem não me conhecesse até era capaz de pensar que eu me preocupo com o que como…

 

 

Qui | 23.11.17

que riquezas...

 

Julho! A sério que foi em Julho a última receita de biscoitos? Tsk, tsk, tsk, imperdoável.

Estes são de inspiração holandesa, e chamam-se Kruidnoten. São pequenos biscoitos de especiarias.

Por lá há mesmo à venda nos supermercados uma mistura de especiarias específica para estes bolinhos. Por cá não há mas tratamos nós disso.

São muito bons e pensem numa latinha forrada com papel de seda cheia destes coisinhos, com um laçarote à volta. Dá um excelente presente para a festa que é daqui a pouco mais de um mês…

 

Biscoitos Holandeses de Especiarias

 

20171119_205643.jpg

 

2 copos de farinha

1 copo de açúcar amarelo

1 pitada de sal

1 colher de sopa de canela em pó

½ colher de chá de cravinho em pó

½ colher de chá de noz-moscada em pó

½ colher de chá de cardamomo em pó

½ colher de chá de gengibre em pó

4 colheres de sopa de leite (ou água)

100 grs de manteiga

 

Numa taça misturar a farinha, o açúcar, o sal e as especiarias. Juntar o leite e a manteiga e misturar com as mãos de modo a ficar uma massa homogénea.

Retirar colheradas da massa e rolar nas mãos, mais ou menos do tamanho de uma noz pequena. Pôr num tabuleiro forrado com papel de ir ao forno e espalmar cada bolinha ligeiramente.

Levar ao forno e cozer por cerca de 15 minutos (dependendo do forno, no meu demorou cerca de 12 minutos, a receita diz à volta de 15).

Retirar do forno e deixar uns minutos no tabuleiro, depois passar para uma rede para acabar de arrefecer.

 

Notas:

a receita original é com farinha de trigo normal mas usei integral e dá um sabor a frutos secos

pode-se juntar raspa de laranja à receita base

 

Ter | 21.11.17

crocante

 

Uma alternativa aos panados fritos. Fica muito saboroso e é feito no forno, ao mesmo tempo que se assam também uns tomatitos cherry que servem de acompanhamento.

 

Rolinhos de Frango Panados com Aveia (no Forno)

Acompanhados de Tomates Cherry

 

20170826_202602.jpg

 

4 bifinhos de frango

4 fatias de fiambre de frango

100 grs de queijo ralado (usei mozarela)

1 mão-cheia de folhas de espinafre

Sal e pimenta q.b.

Sumo de limão

1 ovo batido

Flocos de aveia q.b.

Azeite q.b.

 

Temperar os bifinhos com sal e pimenta a gosto e com o sumo de limão. Espalmar com a ajuda do rolo da massa para que fiquem bem finos.

Pôr as folhas de espinafre sobre os bifes, as fatias de fiambre de frango e o queijo ralado e enrolar bem apertado.

Passar pelo ovo batido, escorrer e envolver nos flocos de aveia. Colocar num pyrex ou outro tabuleiro que vá ao forno untado com azeite. Por cima borrifar com mais azeite e levar ao forno até estar bem cozinhado, cerca de 40 minutos.

Servir com tomates cherry assados no forno com azeite, alho e vinagre balsâmico.

 

Sex | 17.11.17

viva a sexta!

 

Aqui está uma versão de uma sobremesa que já fiz há uns anos e que agora fiz mais ao meu gosto. Ficou ainda melhor do que me lembrava.

 

Maçã no forno com Merengue

 

20171104_182954.jpg

 

6 Maçãs
Açúcar amarelo, canela e noz-moscada para polvilhar

50 ml de vinho do Porto ou Moscatel
4 Ovos
1/2 Litro de Leite
2 colheres de sopa rasas de Maizena
180g de açúcar

Descascam-se as maçãs, tira-se o caroço e cortam-se em oitavos.
Dispõem-se num tabuleiro refractário polvilhando com açúcar, canela e noz-moscada a gosto. Borrifa-se com o vinho do Porto e leva-se ao forno a assar.
Enquanto assa, batem-se as claras em castelo bem firme, às quais se adicionam 130g de açúcar e volta-se a bater para fazer o merengue.
Tiram-se as maçãs do forno, cobrem-se com o merengue e voltam  ao forno até insuflar e alourar.
Por fim faz-se um leite creme com as gemas, o restante açúcar, a Maizena e o leite que se leva ao lume até engrossar, mexendo sempre.

Retira-se o tabuleiro do forno e cobre-se o merengue com o leite-creme.
Para terminar polvilha-se com canela (e noz-moscada, quem apreciar).

 

Qui | 16.11.17

preservar

 

Esta receita se calhar já não vem a tempo de ajudar a gastar a produção de tomate deste ano mas fica a sugestão, mesmo para quem precise de libertar espaço de tomates que estejam a atafulhar o congelador.

Este molho aguenta meses nos frascos, num local frio e seco. Depois de abertos devem ser guardados no frigorífico e consumidos em quatro ou cinco dias.

O segredo é frascos bem esterilizados (lavo os meus na máquina da louça e uso-os logo a seguir) e pôr as tampas de imediato. Logo que crie vácuo, está pronto para aguentar bastante tempo.

 

Molho de Tomate

 

20170824_194227.jpg

 

2 kgs de tomate

3 cebolas

2 hastes de aipo

2 dentes de alho

Azeite q.b.

1/2 copo de vinho branco

1 colher de sopa de molho Inglês

1/2 copo de água

Sal q.b.

 

Refogar as cebolas, alhos e aipo picados no azeite.

Juntar o tomate cortado aos bocados ao refogado com a água, o vinho e o molho Inglês. Tempera-se com sal e deixa-se ferver. Baixa-se o lume deixando cozinhar por cerca de 45 minutos.

Triturar com a varinha mágica e de imediato transferir para frascos esterilizados. Fechar logo com as tampas e deixar arrefecer. Verificar se criou vácuo. Podem ser guardados por meses na despensa.

Depois de aberto guardar no frigorífico.

 

Ter | 14.11.17

imitações

 

Não sou muito apreciadora de pizzas, até é bastante raro comer. Mas há um restaurante na Murtosa que tem as segundas melhores que já comi. A minha favorita de lá chama-ze Pizza Algarve, imagino que seja por levar amêndoas. É mesmo boa e é a que peço quando lá vou.

Quando não vou, tento imitar em casa 

 

Pizza de Frango e Amêndoa

 

20171103_203900.jpg

 

1 base de pizza fresca

6 colheres de sopa de molho de tomate caseiro

200 grs de frango desfiado (usei de churrasco)

Orégãos q.b.

150 grs de queijo mozarela ralado

1 mão-cheia de amêndoas tostadas

 

Estender a base de piza e espalhar o molho de tomate sobre a superfície. Por cima colocar o frango e polvilhar com os orégãos. Espalhar as amêndoas e o queijo ralado sobre o frango.

Levar ao forno por cerca de 30 minutos ou até estar dourado e o queijo derretido.

Sex | 10.11.17

teve que ser

 

Uma colega minha falou-me deste pudim já há anos, que tem sempre muito sucesso e é sempre o primeiro a desaparecer da mesa.

Como se chama Pudim de Natas, fiquei sempre de pé atrás porque temos a mania que actualmente queremos comer coisas mais saudáveis, blá, blá, blá.

Mas já não a podia ouvir gabar o dito pudim. Por isso ca está. Autêntico veludo.

 

Pudim de Natas da Manela

 

20171029_111209.jpg

 

180 grs de açúcar

½ colher de sopa de farinha Maizena

3 ovos

3 gemas

250 ml de leite

200 ml de natas

Caramelo líquido q.b.

 

Misturar o açúcar com a Maizena e adicionar os ovos, as gemas, o leite e as natas. Bater bem sem ficar com grumos e deitar na forma previamente forrada com o caramelo líquido.

Levar ao lume em banho-maria e deixar cozer por 45 minutos.

Retirar do banho-maria e deixar arrefecer. Depois de frio colocar no frigorífico, de preferência de um dia para o outro.

 

Qui | 09.11.17

HOT!

 

Agora que as temperaturas atinaram com a época do ano, já sabem bem pratos quentes. E quando digo quentes, é mesmo picantes. Neste caso um caril, adoro caril e quanto mais quente melhor!

 

Caril de Porco e Cogumelos

 

20171001_131937.jpg

 

500 grs de carne de porco

1 cebola

3 colheres de sopa de óleo de amendoim ou girassol

2 ou 3 colheres de sopa de caril

4 vagens de cardamomo

2 colheres de sopa de massa de tomate

400 ml de água

1 maçã reineta ralada

1 embalagem de cogumelos

100 ml de leite de coco

Sal q.b.

Coentros picados q.b.

 

Picar a cebola e alourar no óleo. Juntar a carne cortada em pequenos bocados e deixar ganhar cor. Adicionar o pó de caril e as vagens de cardamomo ligeiramente esmagadas de modo a melhor libertarem a fragrância. Juntar também a massa de tomate, a maçã ralada e a água e temperar com sal a gosto.

Deixar cozinhar por cerca de uma hora e juntar os cogumelos cortados em quartos. Passado uns dez minutos adiciona-se o leite de coco, deixa-se levantar fervura e serve-se com arroz basmati, tudo  salpicado com coentros picados.

 

Ter | 07.11.17

na pressa

 

Vale a pena ter pacotinhos de marisco no congelador, daqueles que dão para tirar uma mão-cheia disto, outra mão-cheia daquilo e cá está uma refeição na mesa.

Simples e eficaz, para quem gosta de marisco mas em pequena quantidade…

 

Linguine com Camarões e Ameijoas

 

20171006_203347.jpg

 

150 grs de Linguine*

1 cebola picada

1 dente de alho picado

50 ml de azeite

100 grs de camarões congelados

100 grs de miolo de ameijoa

Piripiri q.b.

Sal q.b.

Salsa q.b.

Água de cozer a massa

 

Cozer o linguine em água abundante temperada de sal.

Enquanto a massa coze, aloura-se a cebola e o alho em azeite. Adicionam-se os camarões e o miolo de ameijoa, tempera-se com piripiri e sal a gosto e deixa-se  cozinhar por uns minutos. Adiciona-se um pouco da água de cozer a massa e a massa escorrida, envolvendo tudo muito bem.

Salpicar com salsa picada e servir de imediato.

 

*O linguine é uma massa tipo esparguete mas espalmada. Pode ser usado esparguete em sua substituição

 

Qui | 02.11.17

imitações

 

Nunca fui à Starbucks.

Nunca, embora já tenha estado muitas vezes perto de algumas dessas lojas. Mas sempre pensei que pagar uma exorbitância por um café ou um galão não era para mim. Não é para mim.

Por isso e porque tenho visto algumas receitas que tentam imitar certas bebidas servidas nessa cadeia, decidi experimentar uma ao meu gosto (por uma fracção do preço da original, tenho a certeza!).

E porque fica mesmo a jeito para experimentar ao fim de semana, nas calmas, e ao que parece, com chuva, cá está ela. (Dubest, como diz uma colega minha )

 

Leite com Café e Aveia (Oatmeal Latte)

 

20171022_100757.jpg

 

1 copo de flocos de aveia

2 e ½ copos de leite

1 pitada de sal

1 pitada de canela

1 colher de chá de extracto de baunilha

3 colheres de sopa de açúcar amarelo

2 chávenas de café expresso (usei instantâneo)

Granola para polvilhar

 

Pôr os flocos de aveia e dois copos de leite numa caçarola ao lume. Adicionar o sal e a canela em pó e mexer até que os flocos absorvam o leite e fiquem cremosos. Retirar do lume e juntar o açúcar e a baunilha.

Entretanto bater o restante leite de modo a que fique todo em espuma, pode ser feito com uma vara de arames, com a batedeira ou com um aparelho próprio.

Dividir a mistura de flocos de aveia por duas canecas grandes, adicionar um café expresso, por cima colocar a espuma de leite e no fim polvilhar com a granola (ou apenas canela se não tivrem granola à mão). 

Beber e/ou comer à colherada.