Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Belita, a Rainha dos Couratos

Belita, a Rainha dos Couratos

Qui | 31.08.17

das lembranças

 

Há uma data de anos estive em Maiorca e comi disto.

Foi uma autêntica descoberta e o nome, além do mais, é engraçado!

 

Pinchos Morunos

20170818_202640.jpg

 

300 grs de febras

Sumo de limão

2 alhos ralados

1 colher de chá de pimentão doce

1 pitada de cominho

1 pitada de pimenta preta

1 pitada de canela em pó

Sal q.b.

1 pitada de estames de açafrão

Azeite q.b.

 

Cortar as febras em pedaços com cerca de três centímetros e temperar com sumo de limão, os alhos ralados, pimentão doce, pimenta, canela, sal e os estames de açafrão tostados (põem-se num bocado de papel de alumínio e por baixo passa-se a chama de um isqueiro por uns segundos até soltar a fragrância).

Misturar tudo muito bem e deixar repousar por uma hora ou mesmo até ao dia seguinte.

Pôr os bocados de carne em espetos (usei dos de madeira) e grelhar numa chapa ou numa frigideira sem gordura. Ir virando para que grelhem por todos os lados. Quando estiverem tostadinhos, estão prontos.

Servir com uma salada de tomate.

 

Ter | 29.08.17

continuando

 

Mais uma receita adaptada da revista BBC Good Food Healthy.

Muito boa mesmo e embora frito, é um frito ligeiro, em azeite que mal não faz.

 

Hambúrgueres de Peixe

 

20170819_201849.jpg

 

4 filetes (usei de pescada)

Sal q.b.

Piripiri q.b

Sumo de um limão

1 dente de alho

1 colher de chá de coentros

1 colher de chá de gengibre ralado

Farinha q.b.

Azeite q.b.

 

Pôr os filetes cortados em pedaços com o sal, piripiri, sumo de limão, coentros, alho e gengibre na picadora e triturar até ficar uma pasta.

Moldar hambúrgueres e passar por farinha. Fritar numa frigideira com um pouco de azeite por uns minutos de um lado, virar para o outro lado e acabar de fritar.

Servir com vegetais salteados e uma mistura de maionese, iogurte e mostarda.

 

Seg | 28.08.17

surpresas boas

 

Adoro ver revistas de receitas, são mais ligeiras do que os livros mas mesmo assim encontram-se lá belíssimas receitas e opções.

No outro dia trouxeram-me de Inglaterra uma revista de receitas BBC Good Food Healthy. Ainda não conhecia esta revista com versões saudáveis e gostei muito de a descobrir.

Esta receita foi uma das primeiras que fiz, muito boa! E começar um dia e uma semana com um pequeno almoço destes só pode ser bom, mesmo à segunda!

 

Muesli de Framboesa

 

 20170821_072539.jpg

 

35 grs de flocos de aveia

1 colher de sopa de sementes de linhaça

200 ml de água a ferver

1 banana esmagada

1 mão-cheia de framboesas esmagadas (reservar duas ou três inteiras)

Iogurte grego natural

Mel q.b.

 

Misturar a aveia com a linhaça e adicionar a  água a ferver. Mexer e adicionar a banana esmagada e as framboesas, também esmagadas. Deixar no frigorífico até ao dia seguinte.

Quando for para preparar o pequeno-almoço, deitar numa taça em camadas a mistura de aveia e o iogurte. Decorar com umas framboesas e um fio de mel. Servir bem fresco.

 

Sex | 25.08.17

em modo compota #18

 

Para aproveitar a época e as feiras, mercados, hortas e vizinhos que dão, fazemos coisas. Destas 

 

Doce de Tomate com Gengibre e Lima

 

20170820_084810.jpg

  

1 kg de tomates maduros já limpos de pele e sementes

650 grs de açúcar amarelo

1 colher de sopa de gengibre fresco ralado

Sumo de uma lima pequena

 

Triturar os tomates com a varinha mágica. Adicionar os restantes ingredientes e levar ao lume, a fogo alto até ferver, depois baixar a chama e deixar fervilhar até ganhar o ponto, para esta quantidade demorou cerca de uma hora e quinze minutos.

Deitar em frascos esterilizados e tapar de imediato.

 

Qui | 24.08.17

dá-se sempre um jeito

 

Quando fazemos uma receita que sabemos que vai sair mesmo bem e depois nos esquecemos de fotografar!

Felizmente que houve quem fosse acompanhando o processo e por isso aqui fica o registo de algumas imagens.

Para ver melhor, é favor ir aqui onde se vê a receita original, que essa sim, está muito bem documentada!

 

Wraps de Alface à Tailandesa

 

20799006_10214702476861304_5262298720518962005_n-C

 

1 colher de sopa de óleo de sésamo (ou azeite)

500 grs de peito de frango picado

2 alhos franceses fininhos em rodelas

1 colher de sopa de erva-príncipe ralada

1 colher de sopa de gengibre ralado

1 colher de sopa de alho ralado

1 colher de sopa de molho picante (usei Tabasco)

Sumo de meia lima (ou limão)

3 colheres de sopa de molho de soja

2 colheres de sopa de vinagre de arroz

1 colher de sopa de molho de peixe

¼ de copo de coentros picados

2 colheres de sopa de hortelã picada

1 alface (bola de manteiga é melhor neste caso)

½ copo de amendoins grosseiramente esmagados

 

Numa frigideira aquecer o óleo ou azeite e saltear a carne picada por uns cinco minutos até perder a cor de cru. Juntar o alho-francês em rodelas fininhas, a erva-príncipe ralada, o gengibre ralado, o alho ralado e o molho picante. Deixar cozinhar uns minutos e entretanto numa taça juntar o sumo de lima, o molho de soja, o vinagre de arroz e o molho de peixe. Deitar sobre a carne e mexer bem e deixar mais uns minutos ao lume.

Retirar do lume e adicionar os coentros e a hortelã picados. Deitar colheradas desta mistura nas folhas de alface e salpicar com amendoins picados. As folhas de alface podem-se enrolar como tortilhas ou fazer como se fossem embrulhos.

Servir com batata frita no micro-ondas, uma sala de tomate e uma sangria fresca.

 

Nota: a receita original leva açúcar mas não achei necessário

 

Ter | 22.08.17

mau para a 'ingrícola'

 

Não foi um ano daqueles de tanta produção que tivesse que andar atrás das pessoas para lhes dar curgetes, tomates, fruta, etc.

Não, este ano foi muito fraco, muito seco, nada cresceu como é costume e o que foi dando é em tamanho mini e em pouca quantidade, até põe uma pessoa a pensar se vale a pena a trabalheira… mas pronto, alguma coisa deu e uma das curgetes gastei-a inspirada nesta receita.

 

Panquecas de Curgete e Queijo Feta

 

20170805_192345.jpg

 

1 curgete ralada (ou duas pequenas)

1 cebola ralada

1 colher de sopa de aneto picado

1 colher de sopa de salsa picada

1 ovo grande

100 grs de queijo Feta esmigalhado

½ copo de farinha

½ colher de chá de fermento em pó

Pimenta preta moída

Sal q.b.

2 colheres de sopa de Azeite

 

Molho de iogurte

250 grs de iogurte grego

½ colher de chá de hortelã ou menta seca

Sumo de meio limão

 

Misturar o iogurte, a menta seca e o sumo de limão e reservar no frigorífico.

Ralar as curgetes e a cebola. Espremer bem e pôr numa taça com as ervas aromáticas, o ovo e o queijo Feta. Misturar e adicionar a farinha, o fermento e a pimenta. Verificar o sabor e se necessário acrescentar sal, não esquecer que o  queijo Feta é bastante salgado.

Fritar colheradas desta massa no azeite quente por 3 ou quatro minutos de um lado, depois virar e acabar de fritar. Quanto mais espalmadas menos tempo levam a fritar.

Se necessário, pôr mais azeite na sertã para fritar toda a massa, no meu caso deu umas quinze panquecas.

Servir morno ou frio com o molho de iogurte.

 

Seg | 21.08.17

também mas não só...

 

Embora isto seja uma sobremesa, também pode ser usado como pequeno-almoço ou lanche já que acaba por ter ingredientes saudáveis e que não são normalmente associados a sobremesas, pelo menos com esta confecção.

Serve também para mostrar que a Granola não tem que ser sempre feita no forno e não tem que obrigatoriamente ser servida apenas ao pequeno-almoço.

Esclarecidos?

 

Granola de Coco e Amêndoa

(não é no forno!)

 

20170813_124957.jpg

 

3 copos de flocos de aveia

1 copo de amêndoas com a pele

1 copo de coco ralado

1 pitada de sal

2 colheres de sopa de óleo de coco

1 colher de sopa de manteiga de amêndoa

3 colheres de sopa de mel (ou xarope de ácer, xarope de agave ou outro adoçante a gosto)

1 colher de chá de extracto de amêndoa (opcional)

 

Numa taça misturar os flocos de aveia, as amêndoas cortadas em bocadinhos, o coco ralado e o sal.

Numa taça pequena misturar o óleo de coco, a manteiga de amêndoa e o mel (e o extracto de amêndoa, se usar).

Levar ao micro ondas por 20 segundos, mexer e misturar com os flocos. Envolver bem e deitar num wok ou numa frigideira grande, antiaderente.

Levar ao lume por uns vinte minutos mexendo de quando em quando para não pegar. Retirar do lume, deixar arrefecer e guardar num frasco hermético.

 

Para servir como nesta imagem grelhar metades de pêssegos por cerca de dez minutos numa frigideira anti-aderente ou numa chapa de grelhar. Servir morno ou frio com iogurte grego, mel e granola.

 

Sex | 18.08.17

e é isto

 

Nada a fazer, raramente consigo que as coisas que faço fiquem com o excelente aspecto daquelas de onde tiro as receitas. Mas enfim, salva-se o sabor e isso já é qualquer coisa.

Não se deixem afugentar pela imagem, esta tarte de peras é das melhores que já fiz!

 

Tarte Fofa de Pera e Amêndoa

 

20170730_092457.jpg

 

90 grs de manteiga amolecida

90 grs de açúcar amarelo

2 ovos

100 grs de amêndoa moída (em farinha)

35 grs de farinha com fermento

¼ de colher de chá de fermento em pó

2 colheres de sopa de raspa de casca de limão

4 peras pequenas cortadas em fatias finas (descascadas)

Lascas de amêndoa para polvilhar

 

Aquecer o forno e untar uma forma rectangular.

Bater a manteiga e o açúcar com a batedeira. Juntar os ovos, a farinha de amêndoa, a farinha, o fermento em pó e a raspa de limão. Bater até envolver.

Deitar a massa na forma de tarte e por cima dispor as fatias de pera empurrando ligeiramente para dentro da massa. Salpicar com as lascas de amêndoa.

Levar ao forno por cerca de 35/40 minutos (verificar com um palito se o centro está cozido).

Retirar do forno, deixar arrefecer por dez minutos e desenformar.

 

Nota: acrescentei as lascas de amêndoa que não estão na receita original.

 

Qui | 17.08.17

da abundância

 

Por estas alturas começam a aparecer os tomates maduros seja na horta, seja na praça, sejam os colegas a distribuir as suas colheitas.

E porque tudo fica bem melhor com um molho de tomate bem refogado, aqui fica uma sugestão.

 

Filetes com Tomate

 

20170812_123914.jpg

 (antes de ir ao lume)

 

4 filetes de pescada

Sumo de 1 limão

Sal q.b.

2 dentes de alho

1 alho-francês pequeno

1 talo de aipo

1 malagueta

1 tomate coração de boi, grande, maduro

¼ de pimento vermelho

Azeite q.b.

 

Temperar os filetes de pescada (pode ser ainda congelados) com sumo de limão e sal.

Numa frigideira pôr o alho picado, o alho-francês em rodelas, o aipo em rodelas, a malagueta cortada em quatro, o tomate em pedaços e o pimento em tiras finas.

Pôr os filetes por cima e regar com um fio de azeite. Levar ao fogão com o lume no máximo até levantar fervura e depois baixar o lume e deixar cozinhar tapado por vinte minutos virando os filetes a meio.

Servir com batatas e vagens cozidas.

 

Qua | 16.08.17

boa ideia

 

Mais uma sugestão para gastar os peitos do frango de churrasco, que são uns mal amados. 

 

Salada de Frango

 

20170811_203708.jpg

 

1 peito de frango de churrasco desfiado

2 talos de aipo em rodelas

1 mão-cheia de tomates cherry vermelhos e amarelos cortados ao meio

1 mão-cheia de uvas brancas cortadas ao meio

1 cebola roxa cortada em meias luas

1 maçã descascada e cortada em quadradinhos

1 mão-cheia de nozes picadas

1 raminho de aneto picado

 

Molho:

Iogurte grego, mostarda, maionese em partes iguais

Sumo de ½ limão

1 colher de chá de mel

½ colher de chá de caril em pó

 

Misturar todos os ingredientes do molho e reservar.

Numa saladeira misturar os ingredientes da salada e servir com o molho à parte.

 

Seg | 14.08.17

ai a sério!

 

No sábado fui à praça e encontrei batata-doce roxa. Batata-doce roxa! Estão a ver bem?

Ali, naquela pracita onde ingredientes exóticos não são propriamente o que mais aparece. Ali, onde até há poucos anos as curgetes eram um ingrediente exótico…

Mas sim, encontrei e não deixei passar. E logo experimentei umas torradas que já por várias vezes tinha visto no Instagram. Aquilo é um mundo!

A sério, torradas de batata-doce???

 

Torradas de batata-doce

 

20170812_181259.jpg

 

Batata-doce

Manteiga de amendoim

Banana

Sementes de sésamo

 

Cortar a batata-doce em fatias com cerca de meio centímetro de espessura e pôr na torradeira na potência máxima. A minha torradeira faz saltar as torradas ao fim de um tempo e no caso da batata-doce voltei a torrar por mais duas vezes. A ‘torrada’ não fica com ar queimado, fica meio empolada mas quando se retira da torradeira e se deixa arrefecer um bocadinho fica lisinha.

Barra-se com manteiga de amendoim e por cima põem-se rodelas de banana que se salpicam com sementes de sésamo.

Esta foi a minha opção mas na ‘torrada’ pode-se pôr o que se quiser, queijo fresco, compotas, abacate, ovo escalfado, etc.!

É mesmo à escolha do freguês. Até dá para acompanhamento de refeições salgadas, fica pronto muito mais rápido do que ligar o forno.

 

Sex | 11.08.17

só vos digo...

 

Parece que vai estar quente no fim de semana por isso nada de fornos ligados nem nada que nos acrescente calor, apenas calorias! 

 

Cheesecake de Morangos e Ruibarbo

 

IMG_20170713_135119_947.jpg

 

300 grs de bolacha digestive ou torrada

100 grs de manteiga derretida

200 grs de queijo Mascarpone

250 grs de queijo Quark

250 grs de iogurte grego

50 grs de açúcar em pó

4 folhas de gelatina

150 grs de morangos

150 grs de ruibarbo

3 colheres de sopa de açúcar amarelo

½ colher de chá de extracto de baunilha

 

Num tachinho levar ao lume por cerca de dez minutos os morangos cortados em pedacinhos, o ruibarbo em rodelas, o açúcar e a baunilha mexendo de quando em quando. Reservar até estar frio e depois guardar no frigorífico até usar.

Triturar a bolacha e misturar com a manteiga derretida. Pôr no fundo de uma forma com fundo amovível.

Bater os queijos e iogurte com o açúcar em pó até ficar cremoso.

Demolhar as folhas de gelatina numa taça com água fria por cinco minutos. Escorrer e pôr numa tacinha com duas colheres de sopa de água a ferver. Mexer e deitar as folhas de gelatina derretidas na mistura dos queijos. Mexer bem e deitar sobre a bolacha ralada.

Levar ao frigorífico por umas horas.

Quando for para servir pôr a mistura de morangos e ruibarbo sobre o cheesecake e servir.

 

Ter | 08.08.17

receitas dos outros

 

Estas receitas, são estas receitas de gente que sabe o que está a fazer, que inventa, que não tem medo de surpreender, de arriscar.

Esta é talvez a melhor receita de curgete que já tive oportunidade de fazer.

Agradeço a quem tem o trabalho de as descobrir, inventar e testar para que, quando as fazemos, saiam uma maravilha.

Uma Maravilha!

 

Trouxas de Curgete e Três Queijos

  

20170729_191758.jpg

  (antes de ir ao forno)

 

1 tomate grande maduro, coração de boi

1 mão-cheia de tomates cherry

4 dentes de alho picados

2 colheres de sopa de azeite

2 colheres de sopa de vinagre balsâmico

2 ou 3 raminhos de manjericão

4 raminhos de tomilho

1 pitada de piripiri

1 pitada de sal e pimenta

2 curgetes médias

1 requeijão

100 grs de queijo Feta

1 queijo mozarela fresco

1 colher de chá de orégãos

Azeite q.b.

 

Num tabuleiro que possa ir ao forno e à mesa põe-se o tomate cortado em pedaços e os tomates cherry inteiros ou cortados ao meio. Junta-se o alho picado, o azeite, o vinagre, o manjericão, o tomilho, o piripiri e uma pitada de sal. Misturar ligeiramente para que tudo fique envolvido.

Com um descascador fazem-se tiras de curgete. Numa taça misturam-se o requeijão, o queijo Feta esfarelado, o queijo mozarela em pedacinhos e os orégãos. Temperar com sal e pimenta (atenção que o queijo Feta é bastante salgado).

Pôr quatro tiras de curgete desencontradas como se fosse uma estrela. No meio põe-se uma colherada da mistura de queijos e sobrepõem-se as pontas das curgetes como se fizéssemos um embrulho. Pôr sobre o tomate no tabuleiro com a união das pontas das curgetes para baixo. Repetir até acabar os ingredientes. Por cima de tudo pôr um pouco de sal e pimenta e regar com um fio de azeite.

Levar o tabuleiro ao forno por cerca de 30 minutos. Servir com bastante pão tostado para ensopar no molho.

 

Seg | 07.08.17

sai uma de migas!

 

Ultimamente têm-me dado repolhos como se o mundo fosse acabar. Ele é brancos, roxos… E já nem sabia mais que fazer com eles além de saladas, chucrute, sopas e cozidos. Depois lembrei-me de experimentar uma versão aldrabada de migas e não é que ficaram mesmo boas?

 

Migas de Repolho

 

20170714_205337.jpg

 

¼ de couve branca

2 dentes de alho

50 ml de azeite

100 grs de feijão frade

100 grs de broa

Sal e pimenta q.b.

 

Cortar a couve com uma faca afiada em juliana.

Aquecer o azeite numa frigideira e saltear os alhos picados. Juntar a couve e deixar amolecer, mexendo de quando em quando.

(Eu prefiro fazer num wok porque como é largo e fundo, dá para fazer saltar os ingredientes de modo a que não seja preciso mexer com a colher de pau, assim como faz o Jamie Oliver dando um jeito ao pulso. Sou expert a fazer isso, só não consigo ainda dar a volta a panquecas J)

Quando a couve estiver molinha, depois de uns dez minutos, adiciona-se o feijão e a broa e tempera-se com sal e pimenta. Deixa-se misturar os sabores mexendo de vez em quando e deixa-se apurar por mais uns minutos.

Servir como acompanhamento de peixe frito ou carnes grelhadas.

 

Sex | 04.08.17

3! só 3 ingredientes

 

Ora cá está algo fresquinho para ajudar a passar os dias quentes.

Do melhor que há.

 

Gelado de Queijo Quark com Morangos 

  

20170723_221157.jpg

  

250 grs de queijo Quark

100 ml de leite condensado

3 colheres de sopa de morangos em conserva

 

Misturar o queijo e o leite condensado. De seguir juntar os morangos mas sem mexer muito, para que fique a parecer mármore.

Deitar numa taça e levar ao congelador por duas horas.

Servir em cone de bolacha ou em taças.

 

Qui | 03.08.17

de outras paragens

 

Há anos que não vou a um restaurante chinês. São como as lojas de chineses, aqui há uns anos era uma debaixo de cada pedra e agora parecem ter desparecido todas.

Mas continuo a gostar de alguns pratos que comia nos restaurantes sendo que o principal é mesmo galinha com amêndoas.

Não apreciava muito o frango agridoce porque o achava mais doce do que outra coisa mas quando vi esta receita apeteceu-me experimentar e realmente não tem nada a ver com o que me lembrava do que comia nos restaurantes chineses. Esta versão é muito melhor!

 

Frango agridoce

 

 20170728_204959.jpg

 

Ingredientes:

2 peitos de frango cortados em cubos

2 colheres de sopa de vinho branco

½ pimento verde cortado em quadradinhos

½ pimento vermelho cortado em quadradinhos

1 alho francês cortado ao meio e em pedaços

2 dentes de alho picados

100 ml de óleo de girassol

 

Polme:

4 colheres de sopa de farinha

2 colheres de sopa de farinha Maizena

½ copo de água

½ colher de chá de fermento em pó

 

Molho agridoce:

3 colheres de sopa de ketchup

3 colheres de sopa de molho picante (tabasco ou piripiri)

1 colher de sopa de molho de soja

½ colher de chá de molho Inglês

½ colher de chá de vinagre de arroz (ou de cidra)

½ colher de sopa de molho de ostra

3 colheres de sopa de água

½ colher de chá de farinha Maizena

2 colheres de sopa de óleo de amendoim (ou girassol)

 

Misturar o frango com o vinho e reservar enquanto se preparam os restantes ingredientes.

Numa taça misturar os ingredientes do polme e juntar os cubos de frango.

Noutra taça misturar os ingredientes do molho agridoce.

Num wok aquecer 100 ml de óleo e fritar os cubos de frango que estão no polme. Retirar para um prato com papel absorvente e reservar.

Deitar o excesso de óleo fora e deixar apenas duas colheres de sopa de óleo no wok. Adicionar o alho e saltear. De seguida juntar os pimentos e o alho francês. Dar uma volta ou duas com a colher de pau e adicionar a mistura de molho agridoce. Deixar ferver e juntar o frango. Envolver bem no molho (se estiver grosso demais juntar mais uma ou duas colheres de sopa de água).

Servir de imediato sobre arroz basmati.

 

Nota: pode ser feito com carne de porco

 

Ter | 01.08.17

fresco e bom

 

Uma sugestão fresquinha para os dias quentes da época.

 

Salada Pera e Nozes

 

20170722_202233.jpg

 

Alface

Rúcula

Menta vietnamita

Aipo

Tomates amarelos

Tomates vermelhos

1 pera cortada em bocadinhos

Nozes em bocadinhos

1 queijo fresco de cabra cortado em quadradinhos

6 fatias de paio esfarrapadas em bocadinhos

 

Molho:

Mel, mostarda, vinagre, azeite e sal q.b

 

Pôr todos os ingredientes da salada numa taça.

Misturar os ingredientes do molho num frasco e agitar bem.

Deitar sobre a salada e servir.