Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Belita, a Rainha dos Couratos

Belita, a Rainha dos Couratos

Sex | 28.04.17

venha o fim de semana (grande!)

 

Para quem não sabe, o Ruibarbo é um vegetal que é tratado como uma fruta. Tem um sabor bastante ácido (ao estilo das maçãs Granny Smith). Usa-se apenas os talos (as folhas têm um elevado teor de ácido oxálico pelo que são toxicas) e faz umas sobremesas do melhor que há. Fica muito bem misturado com maçã ou morangos.

Não é muito comum ver à venda por cá, apenas em mercadinhos ou lojas de produtos biológicos. Eu cultivo-o na minha horta há anos e nunca me falha!

 

Tarte de Ruibarbo e Morangos

 

download.png

 

1 base de tarte de massa quebrada

200 grs de ruibarbo

200 grs de morangos

3 colheres de sopa de açúcar amarelo

1 colher de chá de extracto de baunilha

1 embalagem de 250 grs de queijo Mascarpone

1 lata de leite de coco fria

75 ml de xarope de ácer

 

Levar a base da tarte ao forno até estar bem dourada. Retirar e deixar arrefecer.

Levar um tachinho ao lume com o ruibarbo cortado em pedaços, os morangos cortados em quartos, o açúcar e a baunilha e deixar cozer por dez minutos. Deixar arrefecer.

Bater o queijo Mascarpone com o leite de coco (se pusermos uma lata no frigorífico por umas horas, fica muito espesso) e com o xarope de ácer. Pôr sobre a base da tarte e por cima a mistura de ruibarbo e morango.

Servir bem fresco.

 

Qui | 27.04.17

já a seguir!

 

Já toda a gente experimentou fazer tostas de cogumelos gratinadas, certo?

Não??? Então não percam tempo porque é do melhor que há!

 

Tostas de Cogumelos Gratinadas

 

20170414_201019.jpg

 

1 embalagem de cogumelos brancos

2 colheres de sopa de azeite

1 dente de alho

1 colher de chá de orégãos

1 colher de sopa rasa de farinha

100 ml de leite

Sal e pimenta q.b.

100 grs de queijo ralado (usei mozarela)

8 fatias de pão de Valongo

 

Cortar os cogumelos em fatias e saltear no azeite com um dente de alho picado e os orégãos, até perder o líquido. Polvilhar com a farinha e mexer, adicionando também o leite de modo a formar um molho cremoso. Temperar com sal e pimenta a gosto.

Dividir esta mistura sobre as fatias de pão e polvilhar com queijo ralado. Levar ao forno até alourar o queijo e servir com espargos grelhados.

 

Qua | 26.04.17

começar a semana a meio

 

Quando há bananas a ficarem maduras demais na fruteira, a opção costuma ser bolo de banana. Só que às vezes não há tempo para isso ou mesmo disposição. Por isso descasco-as, corto às rodelas e congelo até serem necessárias. Servem para fazer uns gelados muito bons e muito saudáveis e servem também para uns sumos, batidos e a coqueluche do momento, os smoothie bowls, onde o sumo é tão espesso que se come à colher!

 

Sumo Cremoso

 

20170425_093701.jpg

 

1 banana congelada

½ manga pequena

1 laranja pequena

100 ml de leite de coco

1 colher de café de açafrão das Índias

 

Triturar os ingredientes acima com a varinha mágica (ou no liquidificador). Deitar numa taça e decorar a gosto (usei sementes de chia, morangos, mirtilos e granola).

 

Sex | 21.04.17

é o que há!

Os feriados que aí vêm adivinham fins de semana lazeirões, de convívio, de celebração. Nada que não acompanhe perfeitamente com um bolo daqueles ahhhhh ohhhh…

Este!

 

Bolo de Cenoura e Coco

 

20170416_104016.jpg

 

Bolo:

2 copos de farinha de trigo com fermento

2 colheres de chá de bicarbonato de sódio

1 pitada de sal

2 colheres de chá de canela em pó

3 ovos grandes

1 e ½ copos de açúcar amarelo

¾ de copo de óleo de girassol

¾ de copo de leite com uma colher de sopa de vinagre

2 colheres de chá de extracto de baunilha

2 copos de cenoura ralada

150 grs de ananás ralado

¾ de copo de coco ralado

 

Cobertura:

400 grs de queijo-creme

100 grs de manteiga

200 grs de açúcar em pó

Flocos de coco para enfeitar

Amores-perfeitos para enfeitar

 

Untar duas formas redondas de 20 cms de diâmetro e forrar o fundo com papel de ir ao forno, voltar a untar.

Numa taça juntar farinha, bicarbonato, sal e canela. Reservar.

Bater os ovos com o açúcar amarelo, o óleo, o leite com vinagre e a baunilha. Adicionar a mistura da farinha, sem bater demais. De seguida juntar a cenoura, ananás e coco. Deitar a massa nas formas e levar ao forno por cerca de 30 a 40 minutos (depende do forno, verificar com um palito se o centro está cozido).

Retirar do forno e deixar arrefecer na forma por uns minutos, depois virar para uma rede e deixar arrefecer completamente (pode ser feito na véspera).

Bater o queijo-creme com a manteiga e o açúcar em pó por uns minutos até ficar um creme liso e brilhante.

Pôr um dos bolos num prato e por cima espalhar a mistura de queijo-creme. Por o outro bolo por cima e voltar a espalhar queijo-creme por cima (e se quiserem também à volta). Por cima polvilhar com flocos de coco tostados e enfeitar com os amores-perfeitos.

 

Nota: a receita original veio daqui

 

Qui | 20.04.17

alquimista

 

Aqui há uns dias vi esta receita e como me pareceu uma maneira diferente de fazer Strogonoff, experimentei. Ficou muito bom, adaptei ao que tinha em casa e não é nada complicada de fazer.

Tem uma parte mais complicada para quem não está habituado que é o flamejar.

Eu gosto imenso de atear o fogo a uma frigideira e ver aquilo a fazer chama, é mais uma daquelas coisas em que a cozinha parece mesmo a gruta de um mago e tudo o que lá se passa é pura alquimia 

 

Strogonoff de Frango

 

download.png

  

2 peitos grandes de frango costados em cubos

1 pitada de sal

1 colher de chá de pimentão em pó

4 dentes de alho ralados

1 colher de sopa de farinha

1 cebola picada

2 colheres de sopa de azeite

1 colher de sopa de manteiga

2 colheres de sopa de molho Inglês

2 colheres de sopa de brandy

2 colheres de sopa de mostarda Dijon

3 colheres de sopa de polpa de tomate

100 ml de natas

 

Misturar os cubos de frango com o sal, o pimentão, os alhos e a farinha.

Aquecer o azeite e a manteiga numa sertã grande e saltear a cebola até dourar. Misturar o frango e deixar alourar de todos os lados.

Adicionar o molho Inglês e o brandy, deixar evaporar por uns segundos e depois chegar um fósforo aceso de modo a ficar tudo em chamas. Deixar as chamas apagarem por si, isto demora uns segundos, e depois juntar a mostarda e a polpa de tomate. Mexer bem e deixar cozer por uns minutos. Se necessário acrescentar um pouco de água de modo a que fique um molho espesso. Adicionar as natas, envolver e servir com arroz branco e espargos grelhados.

 

Nota: fazer a parte do flamejar com muito cuidado e apenas se se sentirem confortáveis com esta cena de ter a frigideira a arder, senão não cheguem fósforo nenhum e deixem apenas evaporar o álcool! E nunca, NUNCA, virar o álcool directamente da garrafa para a frigideira. Retirar a quantidade pretendida (neste caso duas colheres de sopa) para um recipiente e é isso que vamos deitar na frigideira.

 

Ter | 18.04.17

selvagem

 

Quase todo o peixe que consumo é congelado, tirando o que compro ao sábado na praça e que normalmente é da nossa costa, como aqueles carapaus gigantes que adoro e que não troco por outros peixes e que as peixeiras dizem que são vivinhos da Póvoa de Varzim.

O salmão, de que aprendi a gostar há poucos anos (nem é ter aprendido a gostar, eu nunca tinha comido antes por isso nem sabia se gostava ou não) costumo comprar congelado e apesar de inicialmente comprar qualquer um, agora escolho sempre o ‘selvagem’ e a diferença no sabor vale bem a troca e o mais que se paga por ele.

Apesar de ser mais clarinho do que o de viveiro, tem uma textura mais rija e com muto mais sabor.

 

Salmão com Ervas Aromáticas

 

download (1).png

 

1 lombo de salmão com a pele

1 talo de aipo

3 hastes de cebolinho

1 talo de erva-príncipe (opcional)

½ limão

2 colheres de sopa de azeite

 

Cortar o aipo, o cebolinho e o talo de erva-príncipe em rodelas fininhas.

Pôr o salmão sobre um pedaço de papel de ir ao forno, com a pele virada para baixo.

Temperar com a raspa e o sumo de limão e espalhar as ervas sobre o salmão.

Deitar um fiozinho de azeite por cima de tudo e levar ao forno por cerca de 15 minutos (depende da grossura do salmão e do forno).

Servir com batatas cozidas com a pele e salada de alface, rúcula e agriões com cebola roxa.

 

Seg | 17.04.17

outra

 

Testada e aprovada, esta receita com ligeiras alterações!

 

Granola com Sementes

 

download.png

 

3 copos de flocos de aveia

½ copo de sementes de sésamo

½ copo de sementes de linhaça

½ copo de sementes de girassol

½ copo de flocos de coco

½ copo de nozes

2 colheres de sopa de mel

2 colheres de sopa de açúcar amarelo

2 colheres de sopa de água

¼ de copo de óleo de girassol

1 pitada de sal

1 colher de chá de extracto de baunilha

Bagas goji, alperce, passas (opcional)

 

Aquecer o forno.

Misturar os flocos de aveia com as sementes de linhaça, as de sésamo, as de girassol, o coco e as nozes.

Numa taça misturar o mel, o açúcar, a água, o óleo de girassol, o sal e a baunilha. Levar ao micro-ondas por cerca de 30 segundos. Mexer bem e deitar sobre a mistura de aveia. Envolver bem e virar para um tabuleiro forrado com papel de ir ao forno.

Levar ao forno por cerca de 20 minutos ou um pouco mais se ainda não estiver bem dourado. Mexer de dez em dez minutos.

Retirar e acrescentar as bagas goji ou passas ou alperce se pretenderem. Desta vez optei por não acrescentar mais nada pelo que ficou apenas flocos e sementes e nozes.

Muito bom mesmo!

 

Qui | 13.04.17

em modo compota #16

 

Fim de semana grande, laranjas ainda na época, toca a aproveitar!

 

Geleia de Laranja

 

download.png

 

Laranjas q.b. (800 ml de sumo)

1 pedaço de gengibre

800 ml de água

800 grs de açúcar

 

Espremem-se laranjas suficientes para fazer 800 ml de sumo.

Retira-se a polpa e as sementes das laranjas e põem-se numa musselina ou numa gaze de modo a fazer uma trouxa.

Cortam-se as cascas de uma ou duas laranjas em tirinhas muito fininhas (como se fosse caldo verde).

Num tacho põe-se o sumo das laranjas com a água, as cascas fininhas da laranja, o gengibre descascado e cortado em dois e a trouxa com as polpas e sementes bem amarrada com um nó.

Deixa-se ferver por 40 minutos e retira-se a trouxa. Junta-se o açúcar e deixa-se levantar fervura novamente até ganhar ponto, cerca de 45 minutos a uma hora.

Retira-se o gengibre e deita-se o doce em frascos esterilizados que se fecham de seguida.

 

Ter | 11.04.17

¡Qué bien!

 

Esta receita é do Instagram. Uma das pessoas que sigo (@mariaa_roro), espanhola, tem receitas muito práticas e com excelente aspecto. Esta é uma delas mas já tenho outras na calha para experimentar.

Adaptei ligeiramente, ora vejam lá.

 

Tortilha de Pescada

 

download (1).png

 

1 alho francês

1 cebola

1 raminho de salsa

2 filetes de pescada

4 ovos

Azeite q.b.

 

Cortar o alho francês em rodelas e picar a cebola. Alourar ambos no azeite e de seguida juntar os filetes de pescada cortados em pedacitos. Envolver, temperar de sal e pimenta e deixar cozer até que os filetes já não estejam crus.

Bater os ovos e adicionar a salsa picada. Deitar sobre a mistura dos filetes na frigideira e quando a base estiver, virar a tortilha para cima de um prato e voltar a pôr na frigideira para fritar a outra parte.

Servir de imediato com legumes cozidos ou uma salada. 

 

Seg | 10.04.17

eu faço :)

 

No meu local de trabalho há uma cantina que serve pequenos-almoços, almoços e lanches. Café, pingo, galão, meia de leite, iogurtes, pães e pasteis não faltam.

Mas eu quero coisas diferentes por isso opto por trazer também os meus lanches de meio da manhã e de meio da tarde. Tenho mais trabalho? Sim, porque tenho que tratar das coisas antes de sair de casa ao passo que ir à cantina e tirar o dinheiro da carteira é mais fácil. Mas por outro lado, vou muito mais bem servida com os meus lanches!

 

Iogurte Grego e Coisas

 

download.png

 

100 grs de iogurte grego

1 colher de sopa de Morangos em Conserva

1 colher de chá de mel

1 colher de sopa de Granola

 

Por esta ordem