Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Belita, a Rainha dos Couratos

Belita, a Rainha dos Couratos

Ter | 20.12.16

receitas avulso

 

Esta receita encontrei-a na parte de trás de uma embalagem de lombos de salmão. Não levava o alho mas achei que era capaz de ficar bem por isso cá está ele. Ficou muito bom.

 

Salmão com Orégãos

 

20161210_125548.jpg

  

2 tranches de salmão

1 dente de alho

1 colher de sopa de orégãos

3 colheres de sopa de azeite

Sal q.b.

 

Pôr metade do azeite no fundo da frigideira. Por cima dispor as tranches de salmão e temperar com o alho bem picado, os orégãos e o sal. Por cima deita-se mais um fiozinho de azeite. Tapa-se a frigideira e leva-se ao lume por cerca de 15 minutos.

Servir com medalhões feitos com puré de batata, cenoura e brócolos.

 

Seg | 19.12.16

uma delícia!

 

Vi esta receita que a Mar partilhou e se não experimentei logo no mesmo dia, foi no dia a seguir.

É maravilhosa pela simplicidade e tanto serve para uma entrada como para uma refeição mais ligeira.

Experimentem, agora que os frutos secos estão de feição 

 

Salada de queijo fresco e nozes

 

download.png

 

250 grs de queijo fresco

2 colheres de sopa de uvas passas douradas

4 nozes

3 colheres de sopa de azeite

1 colher de sopa de vinagre

1 colher de sopa de mostarda de Dijon

1 colher de chá de mel

Flor de sal q.b.

 

Cortar o queijo em triângulos e por cima espalhar as uvas passas e as nozes partidas em pedaços. Polvilhar com umas pedrinhas de flor de sal.

Num frasco põem-se os ingredientes do molho (azeite, vinagre, mostarda e mel) e agita-se muito bem. Deitar o molho sobre o queijo e servir com uma mistura de alface e agriões (ou outra a gosto).

 

Sex | 16.12.16

a fazer!

 

No ano passado estes biscoitos fizeram mega sucesso. Por isso, aqui está a receita, ainda a tempo das ofertas deste ano.

 

Biscoitos Coloridos

 

20151220_175903.jpg

 

Biscoitos:

200 grs de margarina

1 copo de açúcar

1 ovo grande

60 grs de queijo-creme (tipo Philadelphia)

1 colher de chá de extracto de amêndoa (ou de baunilha)

1 colher de chá de raspa de limão

3 copos de farinha

1 e ½ colheres de chá de fermento em pó

1 pitada de sal.

 

Cobertura:

3 copos de açúcar em pó

3 – 4 colheres de sopa de leite

1 colher de chá de extracto de amêndoa (ou de baunilha)

Corantes, a gosto

 

Bater a margarina com o açúcar por cerca de três minutos. Juntar o ovo, bater; juntar o queijo-creme, bater;  juntar o extracto e a raspa de limão e voltar a bater.

Adicionar a farinha previamente misturada com o fermento em pó e o sal. Bater a baixa velocidade até estar completamente incorporada.

Retirar a massa da batedeira e dividir em quatro. Espalmar, envolver cada bocado em película aderente e guardar no frigorífico desde uma até 24 horas.

Quando for para fazer os biscoitos, aquecer o forno e forrar os tabuleiros com papel de ir ao forno. Estender a massa de modo a ficar com cerca de meio centímetro. Cortar nos formatos desejados.

Levar ao forno por cerca de dez minutos (cada forno é diferente, é necessário verificar se é preciso mais ou menos tempo de cozedura, estes biscoitos não ficam dourados). Retirar do forno e deixar arrefecer completamente antes de decorar.

 

Para fazer a cobertura juntar o açúcar em pó com o leite e o extracto de amêndoa até ficar uma pasta brilhante e grossa mas que dê para pintar os biscoitos. Se necessário põe-se mais uma ou duas colheres de leite. Dividir por taças e adicionar os corantes preferidos. Enfeitar os biscoitos e deixar secar completamente antes de arrumar, de preferência de um dia para o outro.

 

Nota: não se deixem influenciar pela minha falta de jeito para as artes, os biscoitos são mesmo, mesmo bons!

 

Qui | 15.12.16

castanho, castanhas

 

A carqueja é uma erva que sempre associei a cozinhar com coelho. Também dá para fazer chá, e ao que parece até para emagrecer!

A carqueja existe à mão de semear por esses bosques e pinhais, é uma questão de estarem atentos e apanharem um ramo dela quando a virem. Guarda-se na despensa e pode ir sendo usada, até para fazer arroz é boa.

 

Coelho com Carqueja e Castanhas

 

20161113_130316.jpg

 

1 coelho pequeno

200 ml de vinho tinto

Sal q.b.

2 colheres de sopa de farinha

3 colheres de sopa de azeite

1 cebola picada

1 raminho de carqueja

200 ml de água

1 malagueta

100 grs de castanhas cozidas

 

Temperar o coelho cortado em pedaços com sal e marinar no vinho por uma ou duas horas. Escorrer e passar na farinha. Reservar a marinada.

Aquecer o azeite e alourar os pedaços de coelho. Retirar do tacho e alourar a cebola picada (se necessário pôr mais um pouco de azeite). Retornar o coelho ao tacho, adicionar a carqueja, a marinada, a malagueta e a água. Rectificar o sal e deixar cozinhar por 40 minutos a uma hora (dependendo da rijeza da carne) e de seguida juntar as castanhas e deixar apurar por mais dez minutos.

Servir com puré ou arroz branco.

 

Ter | 13.12.16

Das sobras...

 

Quando sobra um pouco de bacalhau cozido e depois de bem olhado e remirado sabemos que não dá para mais que dois ou três bolinhos, e quando o salmão também só teria como destino uma sandes que não apetece e, mais grave ainda, quando a massa folhada já passou do prazo há dois dias, há que ser inventivo e fazer coisas lindas!

 

Tarteletes, duas versões (bacalhau e salmão)

 

IMG_20161202_125505.jpg

 

1 embalagem de massa folhada

1 alho francês (apenas a parte branca)

2 colheres de sopa de azeite

4 ovos

150 ml de natas de soja

120 ml de iogurte natural

Sal e pimenta q.b.

½ posta de bacalhau cozido, em lascas

2 colheres de sopa de uvas passas

1 malagueta pequena

50 grs de salmão defumado

2 ovos pequenos

 

Saltear o alho francês no azeite apenas até amolecer. Reservar.

Numa taça bater os ovos com as natas e o iogurte e temperar a gosto com sal e pimenta.

Dividir a massa folhada por quatro formas de tartelete. Pôr o alho francês salteado sobre a massa folhada.

Em duas tarteletes, põe-se o bacalhau em lascas, salpica-se com as uvas passas e a malagueta cortada em rodelas muito finas. Noutras duas tarteletes põe-se o salmão em lascas.

Deita-se a mistura de ovos e natas sobre o recheio das tarteletes. Nas de salmão põe-se também um ovo em cada.

Levam-se ao forno até estarem douradas, cerca de 25 minutos.

Servem-se com uma salada como prato principal.

 

Seg | 12.12.16

a aquecer

 

Por esta altura aparecem na praça uns molhinhos de agriões, a cinquenta cêntimos cada (uma pechincha!) que são do tamanho ideal para fazer uma sopa ou creme de agriões. Sempre que há levo um molhinho porque apesar de gostar de variar nas sopas que faço, nunca me canso desta.

 

Creme de Agriões

 

download.png

 

1 alho francês

1 curgete

1 batata doce

1 chuchu pequeno

3 batatas

1 molhinho de agriões

1 litro de água ou caldo de galinha, a ferver

Sal q.b.

Azeite q.b.

 

Numa panela com um fundinho de azeite alourar ligeiramente a cebola. Juntar a curgete com a casca, a batata doce, o chuchu e as batatas cortados em quadrados, mexer e adicionar a água a ferver. Temperar com sal a gosto e deixar cozer por uns 15 minutos.

Adicionam-se os agriões bem escolhidos mas ainda com alguns talos, deixa-se ferver novamente por mais uns cinco minutos e passa-se com a varinha mágica.

Servir bem quente.

 

Sex | 09.12.16

é isto!

  

Por esta altura encontram-se em qualquer supermercado ou mercearia frutos secos, inteiros, partidos, ralados, moídos… tudo a que temos direito!

Com uma farinha de avelã fiz estes biscoitos cuja receita encontrei aqui. Ficaram excelentes, do mais guloso que pode haver.

Não sei se chegam a presentes, se não chegarem, azarito  

 

Biscoitos de Avelã

 

20161201_180345.jpg

 

3 e ¼ copos de farinha

1 pitada de sal

1colher de chá de bicarbonato de sódio

½ colher de chá de fermento em pó

175 grs de manteiga sem sal

½ copo de açúcar

1 copo de açúcar mascavado

1 colher de chá de extracto de baunilha

2 ovos grandes

150 grs de chocolate picado em pedacinhos

150 grs de avelãs moídas (em farinha)

 

Numa taça misturar a farinha, sal, bicarbonato e fermento. Reservar

Na taça da batedeira bater a manteiga por um minuto (deve estar à temperatura ambiente). Juntar os açúcares e bater por dois minutos. Adicionar a baunilha e os ovos, um a um. De seguida, em velocidade baixa, adicionar a mistura da farinha em três ou quatro vezes. Depois adicionam-se os pedacinhos de chocolate e a avelã ralada. Logo que estejam incorporados, deixa de se bater. Põe-se a massa no frigorífico pelo menos por duas horas. Pode esperar até três dias.

Quando for para cozer os biscoitos, aquece-se o forno e forram-se os tabuleiros com papel de ir ao forno. Moldam-se bolas do tamanho de nozes grandes, achatam-se ligeiramente e põem-se nos tabuleiros. Vai ao forno por cerca de oito minutos e depois viram-se os tabuleiros e deixa-se estar mais sete minutos (verificar se é necessário mais tempo, depende dos fornos). Retirar quando alourados e deixar arrefecer numa rede. Guardar em latas forradas com papel vegetal.

 

Ter | 06.12.16

é isto que queremos!

 

Uma sugestão rápida e bem eficaz.

Quatro cogumelos destes fazem um prato principal para duas pessoas e ninguém fica com fome 

 

Cogumelos Portobello Recheados

 

20161111_192919.jpg

(em preparação)

 

4 cogumelos Portobello

1 cebola picada

1 dente de alho picado

1 fatia grossa de pão de centeio

12 rodelas finas de chouriço de carne caseiro

4 fatias de queijo de cabra

2 colheres de sopa de azeite

Sal e pimenta q.b.

 

Ralar o pão e reservar.

Saltear a cebola e o alho picados no azeite, apenas até amolecer. Juntar o pão ralado e envolver bem. Retirar da sertã e alourar o chouriço bem picadinho por dois ou três minutos.

Remover os pés dos cogumelos (podem ser usados numa sopa ou noutro prato) e pincelar a parte de dentro dos cogumelos com azeite. Por cima distribui-se o chouriço, o queijo e a mistura de cebola e pão ralado.

Tempera-se com sal e pimenta e põe-se num tabuleiro forrado com papel. Leva-se ao forno por 20 ou 25 minutos.

 

Seg | 05.12.16

mais ideias para o natal

 

Isto dos presentes caseiros… nem todos gostam, ao que parece.

Eu adoro fazê-los (e recebê-los também) e quem os recebe das minhas mãos, é bom que goste senão, paciência, para o ano há mais!

O de hoje é muito apreciado (álcool, quem não???) e a receita foi encontrada aqui.

Um sucesso garantido.

 

Licor Caseiro de Chocolate

 

download.png

 

1 litro de leite (usei meio gordo)

1 colher de chá de extracto de baunilha

750 grs de açúcar

200 grs de chocolate em pó

2 colheres de chá de cacau em pó

300 ml de rum envelhecido

 

Numa panela misturam-se 750 ml de leite com o extracto de baunilha e com o açúcar. Mexe-se e leva-se ao lume mexendo de vez em quando até o açúcar dissolver e o leite começar a fervilhar (atenção não deixar vir por fora).

No restante leite mistura-se o chocolate e o cacau em pó até ficar sem grumos. Adiciona-se esta mistura ao leite e mexe-se bem. Deixa-se fervilhar por uns 20 minutos mexendo de vez em quando.

Retira-se do lume e deixa-se amornar. Junta-se o rum à mistura de leite e deita-se em garrafinhas bonitas.

 

Notas:

Ao fim de algum tempo, o licor fica com duas cores devido à separação do álcool e do leite. Agita-se e volta a ficar perfeito.

Pode-se guardar por meses no frigorífico.

Pode-se fazer com outro tipo de bebida alcoólica.

 

Sex | 02.12.16

não tarda é o ano que vem...

 

E pronto, estamos naquela época que lá para setembro começamos a dizer: não tarda é Natal! E não tardou e este mês vai passar num instantinho.

Para que não vos faltem ideias para presentinhos, pôr na mesa, ou comer porque também merecemos, vou deixar algumas sugestões. Começo por estes biscoitos, ficam excelentes e podem ir fazendo porque aguentam muito bem guardado numa lata, bem fechadinhos.

 

Biscoitos de Cacau e Gengibre

 

IMG_20151218_084328.jpg

 

½ copo de açúcar amarelo

100 grs de manteiga

½ copo de golden syrup ou melaço

1 ovo

1 colher de chá de raspa de laranja

3 copos e meio de farinha

½ copo de cacau

2 colheres de chá de canela em pó

1 colher de chá de gengibre em pó

1 pitada de pimenta preta

1 pitada de cravinho

1 pitada de sal

1 colher de chá de bicarbonato de sódio

 

Bater a manteiga com o açúcar até estar cremoso e misturar o golden syrup ou melaço, o ovo e raspa de laranja. Mexer bem e adicionar a farinha amassando com a mão para incorporar. A massa é um pouco esfarelada mas é mesmo assim. Fazer um disco espalmado com a massa, embrulhar em película aderente e levar ao frigorífico por uma hora ou até três dias.

Quando for para fazer os biscoitos, retirar a massa do frigorífico e amassar novamente. Estender com o rolo numa base enfarinhada e cortar com as forminhas dos moldes desejados (usei apenas árvores de natal).

Pôr os biscoitos num tabuleiro forrado com papel de ir ao forno e cozer em forno quente por cerca de 10 minutos. Retirar do forno e deixar arrefecer.

 

Estes biscoitos podem ser decorados com a seguinte pasta:

1 clara de ovo

150 grs de açúcar em pó

Bater com a batedeira por cerca de 5 minutos. Decorar os biscoitos do modo desejado.

 

Nota: a receita veio daqui