Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Belita, a Rainha dos Couratos

Belita, a Rainha dos Couratos

Sex | 29.04.16

do contra

 

Nós queremos, estamos fartinhos de pedir e não há meio.

Estou a falar do bom tempo, dos dias de sol e calor (também não é preciso exagerar nas temperaturas, quaisquer 26 grauzinhos estão bem para mim), dos dias em que vamos para a sombra de uma árvore comer, ler, dormir a sesta (ah, espera, estou a falar dos fins de semana!). Dos dias em que apetecem sobremesas coloridas.

 

Parfaits de Framboesas

 

D:\Documents and Settings\u015202\Desktop\IMG_5115

 

100 grs de bolachas

200 grs de queijo-creme

30 grs de açúcar

100 grs de framboesas (podem ser congeladas)

 

Triturar as framboesas e reservar.

Bater o queijo-creme com o açúcar.

Triturar as bolachas e pôr uma colherada no fundo de um copo ou de uma taça. Por cima, pôr duas colheres de queijo-creme e um pouco do molho de framboesas. Repetir mais uma camada de cada.

 

Nota: Esta quantidade deu para três copos

 

Qui | 28.04.16

parece bem

 

Isto nem sequer é uma receita, é apenas uma sugestão, mais de apresentação do que de outra coisa.

Às vezes fazemos saladas e misturamos tudo. Ficam boas na mesma mas não são tão apelativas. E como dizem que os olhos também comem, aqui fica uma versão de uma salada tipo salada Niçoise.

As quantidades são a gosto.

 

Salada Colorida

 

D:\Documents and Settings\u015202\Desktop\salada.j

 

Batatas

Ovos

Beterraba

Rúcula

Alface

Picles

Azeitonas

Cebolinho

Salsa

Atum

Molho de mostarda ou vinagrete

 

Dispôr artisticamente  e pôr o molho por cima.

Feito!

 

Ter | 26.04.16

sai um refresco

 

Agora que o tempo já pede outras bebidas, e embora continue a favorecer o chá quente ou frio, aqui fica uma sugestão bem agradável e fácil de fazer.

Também foi uma surpresa para mim quando vi uma amiga fazer limonada com o limão todo, casca e tudo. Mas a verdade é que esta limonada não fica tão ácida como aquelas que fazemos quando apenas esprememos o sumo. Experimentem!

 

Refresco de limão com hortelã

 

download.png

 

1 limão

1 litro de água

50 grs de açúcar

5 folhas de hortelã

 

Lavar o limão, retirar as pontas e cortar em quadradinhos. Pôr no liquidificador juntamente com os restantes ingredientes. Liquidificar até não se verem bocados, cerca de 20 segundos. Coar para uma garrafa ou caneca e servir fresco ou com gelo.

 

Sex | 22.04.16

como o da Império

 

De vez em quando vou ao Porto em formação, ali à Praça da Batalha. Nesses dias almoço com uma amiga na mítica Confeitaria Império que fica em Santa Catarina. É um sítio excelente para fazer um almoço ligeiro - normalmente não me contenho e provo um rissol de cada (lá se vai a ligeireza..). Segundo um dos empregados que me atende não são os melhores, os melhores são os da mãe dele!!! Mas como os da mãe dele não estão à venda, lá vão os da Império

Mas do que eu queria falar era mesmo do leite-creme de lá. Uma perdição, dos melhores que já comi. E gabo-o tanto que essa amiga, que já não me podia ouvir falar do leite-creme da Império, me deu a sua receita que se não é igualzinha, anda lá muito perto.

Cá está ela. Uma maravilha!

 

Leite-creme da Manela

 

D:\Documents and Settings\u015202\Desktop\IMG_5085

 

1 litro de leite

1 pau de canela

1 casca de limão

150 grs de açúcar

4 gemas

3 colheres de sopa bem cheias de farinha Maizena

Açúcar amarelo para queimar

 

Levar o leite a ferver (reservando um pouco para desfazer a farinha) com o pau de canela e a casca de limão.

Entretanto, dissolver a farinha Maizena no leite reservado e juntar as gemas e o açúcar.

Retirar o pau de canela e a casca de limão ao leite fervido e verter sobre a mistura de gemas, Maizena e açúcar, mexendo sempre para não criar grumos.

Levar a lume brando mexendo, sem deixar ferver, até engrossar.

Deitar em travessas ou taças baixas e deixar arrefecer ligeiramente.

Polvilhar com açúcar e queimar com um ferro ou com um queimador a gás.

 

Qui | 21.04.16

casamento perfeito

 

A salva e a maçã casam muito bem e as duas juntas com carne de porco então é como dizem os americanos ‘a match made in heaven’. Mas a três

 

Costeletas com Salva e Maçã

 

D:\Documents and Settings\u015202\Desktop\IMG_5122

 

2 costeletas de porco com osso

Sal com raspa de limão

8 folhas de salva

1 maçã

1 cebola pequena

Azeite q.b.

 

Temperar as costeletas com o sal aromatizado com a raspa de limão. Devem ser grossas e com um pouco de gordura. Deixar ganhar sabor por uma hora.

Aquecer o azeite numa sertã larga e fritar as folhas de salva. Reservar as folhas e no mesmo azeite fritar as costeletas (tapar com um testo para não salpicar).

A meio da cozedura, que depende da grossura das costeletas, viram-se e por cima põem-se as folhas de salva reservadas e a maçã com casca e a cebola cortadas em oito pedaços. Deixar acabar de fritar as costeletas e amolecer a maçã e cebola.

Servir com puré de batata e com beterraba cozida.

 

Nota: as costeletas que usei tinham cerca de 2,5 cms de espessura e demoraram cerca de 25 minutos a ficar prontas. Deve-se ajustar a cozedura à grossura das costeletas

 

Ter | 19.04.16

para acompanhar, ou não

 

Para mim, pode ser só com salada!

 

Batatas Gratinadas

 

D:\Documents and Settings\u015202\Desktop\gratinad

 

½ litro de leite

1 dente de alho

4 folhas de salva

1 raminho de tomilho

1 pitada de sal

1 batata-doce média

500 grs de batatas

150 grs de queijo mozarela ralado

30 grs de queijo parmesão ralado

 

Aquecer o forno. Ferver o leite com o dente de alho, a salva, o tomilho e sal. Reservar.

Cortar as batatas e a batata-doce em rodelas finas (com ou sem casca). Usar o robot de cozinha ou então uma faca bem afiada de modo a cortar rodelas mesmo finas.

Pôr uma camada de batatas num pyrex, por cima queijo ralado e voltar a repetir até esgotar os ingredientes. Por cima deitar o leite sem o alho e as ervas. Tapar com uma folha de papel de alumínio e levar ao forno por cerca de uma hora ou um pouco mais. Retirar o papel de alumínio e deixar alourar o queijo, mais uns dez minutos.

Servir como acompanhamento de carne ou peixe ou apenas com uma salada para um prato vegetariano.

 

Seg | 18.04.16

assim de repente...

 

Esta receita de panquecas básica é para quando não queremos perder tempo a procurar uma mais elaborada.

Sem frufrus, sem complicações, sem ingredientes, quase

Mas boa!

Ora vejam.

 

Panquecas 1+1+1

 

IMG_5101.JPG

 

1 copo de farinha com fermento

1 copo de leite

1 ovo

 

Misturar os ingredientes sem mexer demais (fica com grumos, mas é mesmo assim).

Aquecer uma frigideira pequena e untar com manteiga ou óleo.

Fritar as panquecas do tamanho desejado (estas têm cerca de 12 cms, deu oito)

Servir com frutas, mel, xarope de ácer, manteiga ou com outros ingredientes a gosto.

 

Nota: se se pretenderem umas panquecas doces, acrescentar 1 colher de sopa de açúcar amarelo à massa

 

Ter | 12.04.16

receitas dos outros

 

Por altura da Páscoa tive uns amigos a passar uns dias em minha casa. Foi casa cheia! Até uma Bimby ocupou espaço na minha bancada

Alguém se lembrou de fazer uma sopa tailandesa (no fogão!!!) e com mais isto e mais aquilo (que bom ir ao quintal e trazer um pé de erva-príncipe) a sopa veio para a mesa, a fazer concorrência com uma canja.

Eu que não sou lá grande apreciadora de canja optei pela sopa tailandesa. Estava excelente (podia ser ainda mais picante) e um dia destes lá experimentei a minha versão. A deles estava melhor, esteve a apurar mais tempo. Para a próxima já sei!

 

Sopa Tailandesa com Leite de Coco

 

 

D:\Documents and Settings\u015202\Desktop\thai2.jp

 

1 colher de sopa de óleo de girassol

1 colher de sopa de óleo de sésamo

1 cebola picada

1 dente de alho picado

1 talo de erva-príncipe

1 pedaço de gengibre em rodelas

1 malagueta

1 colher de chá de caril em pó

1 colher de chá de açafrão das Índias

1 embalagem de cogumelos

½ cenoura

½ curgete

¼ de pimento vermelho picado

1 colher de sopa de molho de peixe

1 colher de sopa de molho inglês

Água (cerca de 600 ml)

200 ml de leite de coco

Sumo de ½ lima

1 raminho de coentros

Sal q.b.

 

Num tacho fazer suar a cebola, alho, erva-príncipe e gengibre sem deixar alourar. Adicionar a malagueta, o caril e o açafrão das Índias mexendo para não pegar. Juntar os cogumelos cortados em quartos, a cenoura picadinha, a curgete também picadinha (com ou sem casca) e o pimento vermelho também em quadradinhos. Juntar os molhos de peixe e inglês e deixar refogar em lume brando. Adicionar água, o leite de coco e o sumo de lima, juntar também os coentros picados e deixar apurar a sopa por cerca de 20 ou 30 minutos. Verificar os temperos, se necessário rectificar com sal.

 

Seg | 11.04.16

almoços portáteis #13

 

Quando olhamos para o frigorífico e só há lá uma sobra de arroz, o cenário para o almoço a levar para o trabalho no dia seguinte perece tenebroso… depois é olhar com olhos de ver para as coisitas que por lá andam e olhem, sai uma salada, que embora o tempo não esteja de feição, Abril vai quase a meio!

 

Salada de arroz

 

salada.jpg

 

Arroz basmati cozido

Folhas de rúcula

Tomate sem sementes picado

Abacate em pedaços

Pistachos

Funcho em rodelas

Ovo cozido em rodelas

Queijo Feta esfarelado

Azeitonas picadas

Damascos secos picados

Sumagre ou pimenta para polvilhar

Molho de mostarda, vinagre e azeite

 

Misturar todos os ingredientes da salada e temperar com a o sumagre ou a pimenta e por cima deitar o molho de mostarda, vinagre e azeite.

 

Nota: para o molho juntar uma colher de mostarda, duas de vinagre e quatro de azeite e agitar num frasco

 

Sex | 08.04.16

rolando

 

Eles aí estão, não se pode escapar, é morangos por todo o lado!

E eu que agora tenho por missão fazer A torta mais fofa de que há memória, experimentei noutra versão. A massa ficou melhor, mas mesmo assim há lugar a melhorias.

O recheio, esse, ficou supimpa!

 

Rolo com recheio de morangos

 

IMG_5068.JPG

  

Bolo:

3 ovos

100 grs de açúcar

100 grs de farinha

1 colher de chá de fermento em pó

Recheio:

150 grs de queijo-creme

150 grs de queijo fresco batido

50 grs de açúcar em pó

200 grs de morangos picados

 

Bater os ovos por cinco minutos até ficarem esbranquiçados e aumentarem de volume.  Juntar o açúcar e bater por mais dois minutos.

Adicionar a farinha peneirada com o fermento envolvendo com uma espátula.

Deitar num tabuleiro rectangular untado e enfarinhado.

Levar ao forno por cerca de 8 a 10 minutos.

Polvilhar um pano da louça (limpo, nunca é demais lembrar!!!) com açúcar em pó e deitar o bolo sobre o pano. Enrolar com cuidado juntamente com o pano (ou seja, o pano fica também enrolado como se fizesse parte do bolo) e reservar até estar frio.

Entretanto faz-se o recheio batendo o queijo-creme (tipo Philadelphia) com o queijo fresco batido (usei Printiligne, da Paturages) e o açúcar. Adicionar os morangos e reservar.

Quando o rolo estiver frio, desenrolar com cuidado para não rachar e espalhar o recheio. Voltar a enrolar (agora já não é necessária a ajuda do pano porque o rolo mantém mais ou menos a forma. Pôr num prato para servir e polvilhar com açúcar em pó.

Manter no frio até gastar.

 

Qui | 07.04.16

por cá

 

Em Aveiro há uma casa de hambúrgueres que é a Meca dos estudantes de liceu, universitários e população em geral. Chama-se Ramona e tem os melhores hambúrgueres que se possam desejar: bons e baratos.

Os meus não são tão concorridos, mas também são muito bons!

 

Hambúrguer com Queijo e Ovo

 

 

download (1)

  

1 fatia de pão

½ copo de leite

400 grs de carne picada (usei mistura de vitela e porco)

1 cebola picada

1 colher de chá de piripiri

1 colher de chá de molho inglês

Sal q.b.

Azeite e manteiga q.b.

Fatias de queijo flamengo

 

Para servir:

Pão da Avó

Ovos estrelados

Mostarda

Maionese

Alface

 

Pôr o pão de molho no leite até amolecer. Misturar com a carne, a cebola picada, o piripiri, o molho inglês e o sal numa taça e envolver com um garfo. Moldar os hambúrgueres à mão ou com um molde.

Fritar numa frigideira com um pouco de azeite e de manteiga (usei Becel Cozinha) e com uma tampa para não salpicar e não secar. Quando estiver quase pronto pôr uma fatia de queijo (usei Gouda) sobre o hambúrguer.

Servir em pão com ovo estrelado, alface, mostarda e maionese (ou acompanhar com arroz e um ovo estrelado).

 

Nota: Quantidade para 4 hambúrgueres

 

Ter | 05.04.16

um destes dias...

 

Lanches rápidos mas tão saborosos que bem podiam substituir um jantar.

Fica para a próxima…

 

Tosta de Abacate, Queijo e Ovo

 

D:\Documents and Settings\u015202\Desktop\IMG_2016

  

2 fatias de pão de mistura

½ abacate maduro

Queijo Feta q.b.

1 ovo cozido

Za’atar para polvilhar, q.b.

 

Torrar ligeiramente as fatias de pão.

Barrar o abacate nas fatias de pão e por cima esfarelar o queijo Feta. Cortar um ovo cozido em rodelas e pôr sobre o queijo. Polvilhar com za’atar ou com sal e pimenta.

 

Caso queiram fazer o za’atar, é muito fácil:

4 colheres de sopa de sementes de sésamo

1 colher de sopa de tomilho seco

Sal fino aromatizado com raspa de limão

 

Tostar as sementes de sésamo numa frigideira, com cuidado para não queimarem. Depois de frias misturam-se num almofariz com as folhas secas de tomilho e o sal aromatizado com raspa de limão. Esmaga-se com o pilão de modo a ficar um pó solto mas com algumas sementes de sésamo visíveis.

 

Seg | 04.04.16

raides

 

Chamo-lhe batido misto mas é quase que se podia chamar ‘Batido Resto da Fruteira ao Sábado de Manhã’!

Por norma faço as compras ao sábado de manhã, na praça local e em supermercados. Antes de sair de casa dou uma vista de olhos no que ainda há e às vezes deparo-me com meia banana, uma pera já meia tocada, duas ou três fisálias que apanhei e não se comeram... daí a um batido, é só meter tudo no liquidificador!

 

Batido Misto

 

 

D:\Documents and Settings\u015202\Desktop\download

 

1 banana

5 framboesas (ou morangos)

½ pera madura

2 tâmaras

1 copo de leite (usei deste)

1 colher de chá de sementes de chia

 

Pôr todos os ingredientes no liquidificador e triturar.

 

Sex | 01.04.16

estreias

 

E para estrear as formas ‘muffin tops’ adaptei esta receita.

Saíram tão bem que quase podia jurar que isto é comida saudável (tirando o efeito muffin top)!!!

 

Muffins de Limão e Mirtilos

 

mufftops1.jpg

 

2 copos de farinha com fermento

1 copo de açúcar amarelo

1 ovo

¾ de copo de iogurte natural

½ copo de óleo de girassol

2 colheres de sopa de sumo de limão

Raspa de ½ limão  

100 grs de mirtilos (usei congelados)

 

Aquecer o forno a 180º.

Pôr forminhas de papel plissado em formas de queque (ou usar formas de silicone).

Numa taça juntar a farinha com o açúcar. Adicionar os restantes ingredientes da massa e mexer até estarem envolvidos. Juntar os mirtilos e envolver de modo a que não pintem a massa toda de roxo.

Deitar colheradas da massa nas formas e levar ao forno por cerca de 25 minutos.