Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Belita, a Rainha dos Couratos

Belita, a Rainha dos Couratos

Seg | 29.09.14

desculpas...

Todas as desculpas para comer cogumelos me servem. E também as desculpas para comer queijo Feta.

Agora arranjar um desculpa para as duas coisas, isso é de mestre!

 

Tostas de cogumelos e queijo Feta

 

 

Duas fatias de pão rústico

Cogumelos salteados

Queijo Feta

Salsa

Tomates cereja

 

Torrar ligeiramente as fatias de pão.

Por cima dispor os cogumelos (que foram salteados em azeite e cebola, por uns minutos).

Polvilhar com salsa picada e com o queijo Feta esfarelado.

Servir com tomates cereja.

 

Sex | 26.09.14

olá fim de semana!

Por estas alturas, costumo estar desejosa do frio para acender o forno sem restrições. Neste ‘verão’ o forno não foi um problema, com o tempo que esteve até se agradecia que aquecesse a casa!

Estes queques além disso aqueceram a alma…

 

Queques de Pera e Avelã

 

 

2 copos de farinha de trigo

1 copo de açúcar amarelo

1 colher de chá de fermento em pó

1 colher de chá de bicarbonato de sódio

½  colher de chá de cardamomo (ou canela) em pó

1 copo de leite com uma colher de sopa de vinagre

½ copo de óleo

2 ovos

3 peras

75 grs de avelãs

 

Descascar as peras e cortar em quadradinhos.

Numa taça juntar a farinha, o açúcar, o fermento, bicarbonato e cardamomo.

Noutra taça bater o leite e vinagre com o óleo e os ovos.

Juntar à farinha e mexer.

Adicionar a pera e as avelãs.

Deitar em formas de queque untadas e levar ao forno por cerca de 25 minutos até ficarem douradas.

 

Qui | 25.09.14

almoços portáteis #10

Sempre preferi a expressão ‘levar na lancheira’ do que a expressão ‘levar na marmita’ que agora está tão em voga.

Não sei se é apenas cá para cima mas a primeira expressão tem um outro sentido, e que não tem nada a ver com comida.

Expressões à parte, esta receita é fácil de fazer, pode ser feita em quantidade para poder guardar e, quando necessário, levar… onde quiserem {#emotions_dlg.sarcastic}

 

Almondegas em molho de tomate

 

 

300 grs de almondegas (podem ser de porco, peru, mistura)

1 cebola picada

3 dentes de alho picados

4 tomates maduros

1 dl de vinho

Salsa picada

 

Refogar a cebola e o alho em azeite, misturar o tomate cortado em pedaços e o vinho. Deixar ferver e adicionar as almondegas. Temperar com sal e pimenta e polvilhar com a salsa picada.

Deixar fervilhar por 20 a 30 minutos mexendo entretanto para que as almondegas cozam por todo.

Servir com esparguete cozido.

 

Qua | 24.09.14

coisas do outono

Todos os anos é a mesma coisa: aproveitar os marmelos que o marmeleiro cá de casa, apesar da vetusta idade, ainda vai produzindo.

Para a marmelada gastam-se alguns, depois de muito bem aproveitados já que a partilha também é feita com lagartixas e outra bicharada…

Para a geleia, a favorita de todos, vai o resto.

 

Geleia de Marmelo

 

 

Marmelos

Água

Açúcar

 

Numa panela põe-se as cascas, os caroços e as pevides dos marmelos. Cobrem-se com água e levam-se ao lume, deixando ferver em lume brando por uma hora ou um pouco mais.

Coar o líquido através de uma gaze (deitar fora as cascas) e por cada 600 ml de líquido juntam-se 450 grs de açúcar.

Levar ao lume e deixar fervilhar em lume baixo até ganhar ponto, cerca de duas horas.

Deitar em frascos esterilizados e fechar de imediato.

 

Ter | 23.09.14

devagarinho...

Para jantares rápidos e com pouca vontade de estar ao alto com o fogão, a velha receita italiana de ‘aglio, olio e peperoncino’ é uma salvação.

Feita com malaguetas frescas então, sabe ainda melhor. Mas à falta delas pode-se usar piripiri que fica bom na mesma.

 

Esparguete com Alho e Malagueta

 

 

200 grs de esparguete tricolor

4 dentes de alho

1 malagueta picante

Azeite q.b.

 

Cozer o esparguete em água abundante com bastante sal.

Numa frigideira larga alouram-se os alhos esmagados em bastante azeite e junta-se também a malagueta sem as sementes e cortada em pedacinhos muito pequenos.

Adiciona-se o esparguete cozido e escorrido e envolve-se bem deixando fritar por dois ou três minutos.

Servir de imediato.

 

Seg | 22.09.14

De regresso…

Foram umas férias de descanso, também em novidades culinárias.

 

 

Hoje vou responder ao desafio de A Rapariga do Autocarro. Aqui ficam algumas informações aleatórias a meu respeito, maioritariamente ligadas à comida, que é do que aqui se trata.

Vou fazer um bocadinho de batota porque não vou nomear ninguém como é pedido. O resto confere, mais ou menos {#emotions_dlg.blink}

 

  • Não gosto de iscas de fígado! É a única comida que conheço que de facto não consigo comer.
  • Apesar de não me considerar supersticiosa, se vir talheres cruzados tenho imediatamente que os descruzar.
  • O primeiro bolo que fiz, quando era miúda, foi Bolo de Batata.
  • Se tivesse que escolher a minha última refeição seria Arroz de Cabidela seguido de uma qualquer Tarte de Maçã.
  • Quando vou a outro país gosto de ir cuscar os supermercados.
  • Não tenho nenhuma alergia a qualquer comida mas não sou por aí além fã de marisco.
  • Se tivesse que escolher apenas um ingrediente para o resto da minha vida seriam os ovos.
  • Sou a mais nova de nove irmãos.
  • Adoro sushi.
  • Quando sei de alguém que vá ao estrangeiro, peço para me trazerem revistas de culinária do aeroporto.

Nota: uma destas é mentira, qual será?