Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Belita, a Rainha dos Couratos

Belita, a Rainha dos Couratos

Seg | 30.09.13

outros pães

Para um lanche ou jantar ligeiro, e quando não apetece sandes em pão normal, o pão Pita é uma excelente opção que já existe à venda na maioria dos supermercados, na versão normal ou na versão integral.

O pão Pita é originário do médio oriente e tem um feitio redondo ou oval e pode ser recheado como um bolso.

Aqui está uma sugestão de utilização.

 

Sandes em Pão Pita

 

 

Rodelas finas de cebola roxa

1 lata de atum

Folhas de alface

Rodelas finas de tomate

Tzatziki ou Molho de iogurte

 

Escorrer o atum do líquido e separar em lascas.

Aquecer os pães Pita na torradeira, forno ou micro-ondas.

Dentro do pão põem-se rodelas de cebola, rodelas de tomate, folhas de alface e lascas de atum. Tempera-se com o molho e serve-se

 

Nota: o molho pode ser substituído por maionese

 

Sex | 27.09.13

minha doce maçã...

Esta receita foi ‘A’ descoberta destas férias!

Mesmo a calhar para gastar as ditosas maçãs que caem ou com o vento, ou bichadas, ou porque sim…

E para mim, melhor do que maçã, só maçã e chocolate!

E mais, dá para fazer com antecedência, o que é um ponto a favor.

 

Doce de Maçãs

 

 

1 kg de maçãs

½ copo de açúcar ou mel

1 dl de água

1 colher de chá de gengibre fresco ralado

200 ml de natas espessas

2 colheres de chá de sumo de limão

Açúcar (ou mel) a gosto

Chocolate negro q.b.

 

Descascar e limpar as maçãs e cortar em pedaços. Juntar com o açúcar, a água e o gengibre e levar a lume brando até estarem cozidas. Esmagar e deixar arrefecer.

Entretanto adicionar o sumo de limão e o açúcar ou mel às natas e reservar.

Raspar o chocolate em pedacinhos.

 

Numa taça ou copo pôr a maçã esmagada, por cima a mistura das natas e a polvilhar, bocadinhos de chocolate.

Serve-se bem frio.

 

Nota: Receita ligeiramente adaptada da original

 

Qui | 26.09.13

estrangeirices

Uma versão rápida de um clássico da cozinha russa que data do século dezanove!

Muito fácil de fazer e excelente para servir grande quantidade de pessoas em tempos de crise...

 

Strogonoff

 

(pronto, a foto não é a melhor...)

 

1 malagueta

3 dentes de alho

1 raminho de aipo (sem as folhas)

¼ de copo de vinho tinto

200 grs de vitela cortada em tirinhas

200 grs de cogumelos cortados em quartos

1 tomate grande picado (bem maduro, sem pele nem sementes)

1 colher de sopa de molho inglês

50 ml de natas

Sal q.b.

Azeite q.b.

 

Numa frigideira larga saltear o alho picado juntamente com o aipo e a malagueta no azeite. Juntar a carne e o molho inglês e deixar alourar. Adicionar o vinho e o tomate deixando fervilhar por uns minutos.

Juntar os cogumelos e temperar com sal a gosto. Deixar cozinhar por mais 10 a 15 minutos, até a carne estar tenra. Se necessário adicionar uns goles de água para manter molho.

Antes de servir, juntar as natas à carne, mexer e servir com arroz branco.

 

Nota: Pode-se substituir o aipo por salsa picada.

 

Qua | 25.09.13

em modo formiguinha...

Por estas alturas, a produção de tomate já não é o que foi aqui há uns tempos mas mesmo assim vai dando mais do que o que se consegue consumir no momento.

Por isso cá está uma opção, rápida e bastante simples, que permite conservar para uso futuro.

A escolha do recipiente é ao critério de cada um, usei os saquinhos porque, além de me terem dado uma carrada deles próprios para conservar alimentos, ocupam menos espaço na arca do que as caixinhas de plástico.

Se procurarem nos mercados locais podem ainda encontrar tomates a muito bom preço, tenho visto a 0,50€ o quilo, muito maduros, ideiais para fazer este molho.

 

Molho de Tomate

 

 

2 kgs de tomates bem maduros

½ copo de água

 

Cortar os tomates em pedaços se forem grandes. Pôr num tacho juntamente com a água.

Amachucar com as mãos um bocado de papel vegetal (ou de ir ao forno) debaixo da torneira com a água a correr, para amolecer.

Pôr por cima dos tomates de modo a que fiquem bem tapados (esta operação vai permitir que sejam cozidos mais ou menos como se fosse em vapor).

Tapar o tacho com o testo e levar ao lume.

Depois de cozidos os tomates (cerca de 30 minutos) passar com a varinha mágica.

Deixar arrefecer e guardar.

 

Nota: usei mistura de todos os tomates que este ano tive na horta (coração de boi, xuxa, maçã e cereja, entre outros).

 

Ter | 24.09.13

espetadas

Eu juro que não como só frango mas é verdade que é a carne que prefiro e sempre que posso, é frango.

Feito desta maneira, ficou um primor!!!

 

Espetadas de Frango 

 

 

 

 

500 grs de bifes frango

1 pedaço de gengibre fresco

1 dente de alho grande

Sal

Sumo de 1 limão

Mistura de aromáticas secas (orégãos, salsa, tomilho, sementes de coentros, colorau e pimenta)

Pauzinhos para espetadas

 

Cortar os bifes de frango em pedaços/tiras. Temperar com os restantes ingredientes e reservar por umas horas ou até ao dia seguinte.

Colocar os pedacinhos de frango marinados nos pauzinhos e grelhar em chapa ou grelhador de carvão.

Servir com cuscuz e com molho de iogurte.

 

Nota: demolhar os paus de espetadas por meia hora antes de usar

 

Seg | 23.09.13

na volta

Para o regresso, uma coisa simples, sem dar muito trabalho, que isto das férias também cansa…

 

Camarão ao Alho com Tagliatelle

 

 

200 grs de camarão descascado congelado

3 dentes de alho

50 ml de azeite

Sal q.b.

1 colher de sopa de piripiri

1 colher de sopa de chili em pó

200 grs de Tagliatelle

 

Cozer a massa em água abundante temperada com sal. Escorrer e reservar.

Saltear os alhos em azeite, juntar os camarões e temperar com sal e piripiri ou malagueta. Fritar até os camarões ficarem rosados, cerca de cinco minutos.

Servir sobre a massa cozida.