Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Belita, a Rainha dos Couratos

Belita, a Rainha dos Couratos

Sex | 29.04.11

bolinhas

Estes foram mais uns aperitivos que fiz para um evento.

Para a próxima há mais, se me pedirem com jeitinho {#emotions_dlg.blink}

 

Trufas de peixe com queijo creme e passas douradas

 

 

1 lata de filetes de cavala (ou atum)

100 grs de queijo creme (tipo philadelphia)

3 colheres de sopa de pão fresco ralado

2 colheres de sopa de passas douradas

2 colheres de sopa de salsa picada

Sal e pimenta

3 colheres de sopa de cebolinho e endro picados e misturados

 

Esmagar o peixe e misturar o queijo, pão ralado, a salsa picada e as passas cortadas em bocadinhos pequeninos. Temperar com sal e pimenta e moldar bolinhas que se passam por uma mistura de cebolinho e endro picados.

 

Para completar fiz também este Lanche, cuja receita já divulguei aqui

 

 

 

Qui | 28.04.11

folhadinhos

Foi-me pedido que fizesse uns aperitivos para um evento a decorrer numa Associação local.

Haveria lugar às palestras do costume com ilustres convidados e, antes de seguirem para o almoço, seriam então apresentados uns aperitivos e umas bebidas.

Preparei alguns que se podiam apreciar frios (tinham que ser feitos na véspera) e pelo que me contaram, foram muito bem recebidos.

(não sei se foi porque àquela hora já estava tudo esgalgado de fome… {#emotions_dlg.sarcastic} )

 

Hoje deixo-vos dois dos que fiz, amanhã há mais.

 

Rolinhos de Mostarda e Salsicha

 

 

1 embalagem de massa folhada

1 lata de salsichas

2 colheres de sopa de mostarda

 

Saltear as salsichas cortadas ao meio numa frigideira apenas para alourarem (sem acrescentar gordura).

Desenrolar a massa e cortar em quatro tiras ao alto. Cortar cada tira em quatro.

Em cada rectângulo pincela-se mostarda e coloca-se meia salsicha. Enrola-se e coloca-se num tabuleiro forrado com papel vegetal.

Vai ao forno até se apresentar fofo e dourado, cerca de 20 a 25 minutos.

 

 

Almofadinhas de Queijo Brie e Sementes de Sésamo

 

 

1 embalagem de massa folhada

200 grs de queijo Brie

½ copo de leite

3 colheres de sopa de sementes de sésamo

 

Desenrolar a massa e cortar em quatro tiras ao alto. Cortar cada tira em quatro. Cortar o queijo em quadrados.

Em cada rectângulo põe-se um bocado de queijo e fecha-se como se fosse uma almofadinha. Fechar bem as pontas para que o queijo não saia ao derreter.

Pincelam-se as almofadinhas com leite e salpicam-se com sementes de sésamo. Põem-se num tabuleiro forrado com papel vegetal e vai ao forno até se apresentar fofo e dourado, cerca de 20 a 25 minutos.

 

Nota:

Escolhi massa folhada do Lidl porque não é redonda e para o efeito que pretendia era a melhor.

 

Qua | 27.04.11

para desenjoar...

Os excessos cometidos por estes dias à mesa, apesar do jejum de sexta-feira, foram mesmo muitos...

Por um lado é bom sinal, de que há fartura e de que houve boa companhia para partilhar bons momentos, ao ar livre, dentro de casa, conforme o tempo permitiu.

Agora, para desenjoar dos tais excessos, nada melhor do que acompanhar um grelhadinho apenas com uma bela salada, nesta altura em que as alfaces se apresentam viçosas na horta e os coentros crescem a olhos vistos.

 

Salada de Alface e Coentros

 

1 pé de alface (ou uma mistura de vários tipos, frisada, lisa, roxa, etc)

1 ramo de coentros

1 cebola

sal  grosso

1 parte de vinagre

3 partes de azeite

 

Numa taça mistura-se a alface em pedaços com as folhas dos coentros e a cebola cortada em rodelas.

Salpica-se com umas pedrinhas de sal grosso e tempera-se com o vinagre (ou sumo de limão) e o azeite bem misturados.

 

Ter | 26.04.11

cenourinha, faz bem aos olhos...

 

Este bolo não dá trabalho nenhum a fazer e é um conciliador de opiniões!!!

Toda a gente adorou e embora tenha havido alguns percalços na montagem (tudo porque fui um bocadinho avarenta nas quantidades  da cobertura…) e o aspecto não dê para ganhar o concurso do bolo mais lindo, o que é certo é que é mesmo, mesmo bom.

A receita veio daqui.

 

Bolo de Cenoura com Cobertura

 

 

 

Bolo

2 copos de cenoura finamente ralada

2 copos de farinha

2 colheres de chá de fermento em pó

1 ½ colheres de chá de bicarbonato de sódio

1 colher de chá de sal

2 colheres de chá de canela em pó

2 copos de açúcar

1 ½ copos de óleo vegetal

4 ovos grandes

1 copo de ananás em calda

1 copo de coco ralado

½ copo de nozes

1/3 copo de sultanas douradas

 

Cobertura

2 embalagens de queijo creme

100 grs de manteiga

1 colher de chá de extracto de baunilha

2 ½ copos de açúcar em pó

 

Ligar o forno e untar duas formas de bolo, redondas e sem buraco. Reservar.

 

Para o bolo: Peneirar a farinha com o fermento o bicarbonato, a canela e o sal para uma taça grande. Juntar o açúcar, óleo, ovos, cenoura, ananás em pedaços, coco, nozes e sultanas. Mexer bem.

Dividir a massa pelas duas formas e levar ao forno por cerca de 30 a 40 minutos (verificar a partir dos 25 minutos).

Deixar arrefecer os bolos nas formas por cinco minutos e depois desenformam-se e deixam-se arrefecer completamente.

 

Para a cobertura: Misturar os ingredientes à temperatura ambiente numa taça e bater com a batedeira por uns minutos até estar cremoso e leve.

Cortar os dois bolos ao meio e colocar uma parte num prato, barrar com creme, deitar outra rodela de bolo por cima, novamente creme e assim consecutivamente até estarem as quatro rodelas sobrepostas. Por cima cobre-se com o restante creme.

Leva-se ao frigorífico por umas horas.

 

Nota: As quantidades da cobertura que estão na receita são as correctas, eu é que usei menos, daí o mau aspecto resultado...

 

Qui | 21.04.11

Boludim...

E para abrilhantar o final de um repasto, nada melhor do que este bolo pudim.

Foi uma bela surpresa cuja receita descobri aqui

Agora que a Páscoa está aí à porta e até nos esmeramos um bocadinho mais nas sobremesas, recomendo!

 

Bolo Pudim de Chocolate 

 

 

Bolo: 

1 copo de açúcar

100 grs de manteiga

3 ovos

1 1/2 copo de farinha de trigo

1 colher de sopa de fermento em pó

1/2 copo de cacau em pó

1/2 copo de leite

 

Pudim:

4 ovos

1 lata de leite condensado

2 copos de leite

1 colher de chá de baunilha

 

Caramelo Líquido

 

Untar uma forma de buraco com o caramelo. Reservar. 

 

Bolo:

Bater a manteiga com o açúcar e as gemas. Adicionar a farinha com o fermento e o cacau, alternando com o leite.

Bater as claras em castelo e acrescentar as claras à massa do bolo, misturando delicadamente.

Despejar a massa na forma.

 

Pudim:

Bater no liquidificador os ovos, o leite condensado, o leite e a essência de baunilha.

 

Deitar com cuidado a mistura sobre a massa do bolo (usar uma concha para evitar que faça buracos na massa).

Cozer em banho-maria, no forno, em temperatura média, por cerca de 50 minutos.

Deixar arrefecer e desenformar, de preferência após umas horas no frigorífico.

 

Qua | 20.04.11

nem todos gostam de feijoada...

E como nem todos gostam de feijoada, acrescentei este empadão à mesa da Feijoada à Brasileira

As adolescentes (ou aborrecentes, como dizem os brasileiros) aprovaram! {#emotions_dlg.blink}

 

Empadão de Frango e Macarrão

 

 

1/2 frango cozido e desfiado

250 grs de macarrão cozido

1 cebola

azeite

2 colheres de sopa de farinha

água de cozer o frango

1 dl de natas

sal e pimenta

 

Numa frigideira aloura-se a  cebola cortada em meias luas no azeite. Deixa-se amolecer e adiciona-se o frango desfiado. Mexe-se bem e polvilha-se com a farinha. Deita-se a água de cozer o frango ou caldo feito com um cubo de caldo de galinha e mexe-se muito bem até ficar cremoso.

Tempera-se de sal e pimenta se necessário e adiciona-se o macarrão cozido e envolve-se bem.

Deita-se num pyrex para ir ao forno e por cima espalham-se as natas.

Leva-se a forno quente por 20 minutos e serve-se com uma salada.

 

Ter | 19.04.11

sabores de outras latitudes

Já estive no Brasil. Com a sorte de ter pessoas amigas a viver lá e ter podido usufruir do Brasil que não é para turistas, do Brasil mais rural e mais terra-a-terra.

Gostei. Tanto, que não me importava de me mudar para lá.

Enquanto isso não acontece (dream on...) mato saudades das feijoadas que lá comi e que aprendi a fazer por quem sabia do assunto!

 

Feijoada à Brasileira 

 

 

1 kg de carne de porco, da barriga

500 grs de carne defumada

1 chouriço vermelho

1 chouriça de carne

4 latas grandes de feijão preto

 

Cheiro Verde

1 raminho de salsa

1 raminho de coentros

1 haste de aipo

1 raminho de cebolinho

Picar tudo finamente.

 

Cozer as carnes e os enchidos em água temperada com sal. Escorrer a água e cortar as carnes e enchidos em bocados pequenos. Juntar o feijão preto cozido e temperar de sal. Adicionar alguma água se necessário para ter bastante molho, pode ser da água de cozer as carnes. Deixar ferver e baixar o lume. Deixar apurar por uma hora.

Mais ou menos a meio da cozedura junta-se o 'cheiro verde'.

A feijoada deve servir-se com arroz branco, farofa, couve frita e laranja fatiada.

 

Seg | 18.04.11

fa, faro faro faro, faro faro faro, faro faro faro, fafa

Ontem foi dia de feijoada à Brasileira na versão simples e eficaz que aprendi com uma amiga brasileira.

Para hoje deixo-vos a receita da farofa, um acompanhamento que faz parte integrante de uma feijoada que se preze.

Posso dizer-vos que está a anos-luz daquela farinha sensaborona que nos servem nos restaurantes ‘brasileiros’ de cá.

 

Farofa 

 

 

1 cebola bem grande
1 colher de sopa bem cheia de margarina
3 colheres de sopa de azeite
3 colheres de sopa de banana passa cortada em bocadinhos
500 grs de farinha de mandioca

 

Numa frigideira frita-se a cebola até ficar castanha. Adiciona-se a banana passa e mexe-se.

Junta-se a farinha de mandioca e vai-se mexendo e deixando fritar. A farinha vai ficando mais dourada, deve-se ir mexendo para dourar por todo.
Servir com feijoada à brasileira; couve galega cortada em juliana e frita com alho e azeite e laranja às rodelas.

 

Nota: Em vez de banana passa, que não é fácil de encontrar, podem ser usadas uvas passas.

 

Sex | 15.04.11

o tempo já pede...

Já começaram a aparecer morangos nas bancas do mercado.

Ainda com um ar de estufa que não engana ninguém e por isso, para mim, têm que ser bem disfarçados para não saberem apenas a água. 

 

Sobremesa de Morango e Requeijão

 

 

10 morangos grandes

2 colheres de sopa de açúcar amarelo

1 colher de sopa de vinagre balsâmico

1 requeijão

100 grs de queijo-creme

4 colheres de sopa de açúcar em pó

100 grs de bolachas digestive

 

Numa taça põem-se a marinar os morangos cortados em rodelas com o açúcar amarelo e o vinagre balsâmico.

Noutra taça bate-se o requeijão com o queijo-creme e o açúcar em pó para ficar uma pasta cremosa.

Esmagam-se as bolachas para ficar em pó (usei um martelo da carne para esta operação).

 

Em taças ou copos altos dispõe-se a sobremesa do seguinte modo:

1ª camada bolacha moída

2ª camada creme de requeijão

3ª camada morangos e molho

Repetir.

Estas quantidades deram para 4 copos.

 

Qui | 14.04.11

B&B

Uma variação no tradicional bacalhau com broa.

Esta receita leva couve coração de boi embora também possa ser usada couve lombarda ou outra qualquer, afinal as receitas são apenas sugestões que podermos recriar ao nosso modo!

 

 

2 postas de bacalhau

1 cebola roxa

5 dentes de alho

2 cenouras raladas

1 couve coração pequena (300 grs)

175 grs de broa

2 ovos cozidos

azeite q.b.

vinagre q.b.

oregãos

 

Cozer o bacalhau e os ovos. Desfiar o bacalhau em lascas e reservar.

Na água de cozer o bacalhau dá-se uma fervura por três ou quatro minutos na couve cortada em juliana grossa, escorre-se e reserva-se.

Alourar a cebola cortada em meias luas grossas em bastante azeite (pode-se misturar azeite de orégãos) e os alhos cortados em palitos.

Salpicar com vinagre e juntar as lascas do bacalhau.

Mexer e adicionar a cenoura ralada e a couve coração. Deixar apurar por uns minutos e adicionar a broa previamente esmigalhada.

Salpicar com orégãos e deitar tudo num tabuleiro. Enfeitar com os ovos cortados às rodelas e levar a forno quente por 15 minutos até alourar.

Acompanhar com legumes cozidos e azeitonas.

 

Nota: usei um tacho de paella para fazer esta receita, assim evitei sujar louça extra já que a paellera vai também ao forno.

 

Qua | 13.04.11

febras ou fêveras?

Muitas vezes dou comigo no momento em que está na hora de fazer qualquer coisa para o jantar e está tudo congelado!

É que, ao contrário de muita gente, não consigo antecipar o que vou fazer para uma determinada refeição ou o que vou vestir no dia seguinte…

Por isso, quando é preciso, lá vão as coisas congeladas para a panela ou frigideira. E não é por isso que deixam de ficar muito boas, como estas.

 

Febras com Laranja

 

 

1 tira de casca de laranja

4 febras de porco

4 dentes de alho

1 malagueta

1 colher de sopa de molho inglês

1 colher de sopa de óleo de sésamo

1 colher de sopa de óleo de girassol

1 colher de sopa de margarina de cozinha Becel

sal

 

Salpicar o molho inglês e o sal nas febras.

Numa frigideira colocam-se todos os ingredientes e tapa-se, deixando cozer lentamente por 25 minutos.

Servir em sandes com alface e rabanetes às rodelas ou com arroz branco e uma salada.

 

Ter | 12.04.11

que pastelão!!!

Das minhas memórias de infância não podia faltar o pastelão! Não, não é um pastel grande (e informo aqui que por cá temos o hábito de chamar pastel àqueles bolos que se vendem nas pastelarias).

O pastelão era o que agora se chama Frittata, muito mais na moda e com mais impacto numa ementa.

A minha Mãe costumava fazer pastelões com sobras de carne ou mesmo com chouriço e era um belo de um petisco.

Parecia comida de domingo!!!

 

Pastelão de Frango

 

 

1 alho francês

1 dl de azeite

100 grs de peito de frango desfiado

1 ramo de salsa picada

3 ovos + 3 colheres de sopa de leite

Sal e pimenta

 

Cortar o alho francês em rodelas finas. Saltear no azeite até alourar.

Juntar o frango desfiado e a salsa picada e temperar com sal e pimenta. Mexer.

Numa taça batem-se os ovos e o leite. Adicionam-se à frigideira e deixam-se cozinhar por 5 minutos. Vira-se o pastelão para que frite também do outro lado mais 3 minutos.

Servir com salada de alface e coentros.

 

Seg | 11.04.11

novos ingredientes

Acho que é apenas a segunda vez que cozinho com alcaparras. Têm um sabor acre mas são agradáveis.
Nesta mistura de ingredientes ficam mesmo bem e dão um toque diferente a um prato comum 

 

Esparguete com Atum e Alcaparras

 

 

1 cebola picada

1 raminho de salsa

1 lata de atum

1 dl do óleo ou azeite do atum

3 colheres de sopa de alcaparras

1 dl de azeite

250 grs de esparguete integral

 

Cozer o esparguete.

Enquanto coze põem-se as alcaparras de molho em água para retirar o excesso de sal.

Aloura-se a cebola na mistura do óleo do atum e azeite. Junta-se o atum desfiado e as alcaparras escorridas.

Adiciona-se o esparguete escorrido e envolve-se bem. Polvilha-se com a salsa picada e serve-se.

 

Sex | 08.04.11

gostas de amoras? vou dizer ao teu pai que já namoras...

Quem não se lembra desta lenga-lenga que dizíamos na Primária?

No verão passado apanhei amoras em silvados perto de casa. Estas são das bravias, que têm picos daqueles que nos arranham todos se não tivermos cuidado mas as amoras são excelentes e eram grandes e bem madurinhas. Guardei algumas na arca e de vez em quando servem para uma gulodice, como esta.

 

Bolo de Amoras

 

 

1 e ½ copos de farinha

1 colher de chá de fermento em pó

½ colher de chá de bicarbonato de sódio

2/3 de copo de açúcar amarelo

½ copo de óleo de girassol

½ copo de leite

1 ovo

1 colher de sopa de sumo de limão

Raspa de 1 limão

1 copo de amoras

Açúcar em pó

 

Numa taça maior juntar a farinha, o fermento, o bicarbonato e o açúcar.

Numa taça mais pequena misturar o óleo, o leite, o sumo e raspa do limão e o ovo.

Juntar aos ingredientes secos e mexer até incorporar. Juntar as amoras, mexer novamente e deitar numa forma untada.

Vai ao forno a cozer por 30 minutos.

Polvilhar com açúcar em pó.

 

Qua | 06.04.11

café de comer à colher

Uma sobremesa ligeira, para quando não há muito tempo ou mesmo ingredientes mais sofisticados mas mesmo assim apetece um doce...

 

creme de café e cacau

 

 

 

¾ de copo de açúcar

¼ de copo de farinha maizena

2 colheres de sopa de cacau

2 colheres de sopa de café solúvel

1 colher de sopa de licor de café

2 e 1/2 copos de leite

 

Misturar o açúcar com a maizena o cacau e o café. Juntar o leite e o licor de café e mexer bem.

Levar ao lume e deixar engrossar sempre a mexer para não pegar ao fundo do tacho.

 

Ter | 05.04.11

leve e saboroso

Para quando não sabemos o que fazer, mas sabemos que tem que ser rápido. E bom!!!

 

Lombos de Pescada Suada

 

 

1 cebola cortada em meias luas

1 raminho de salsa

2 Lombos de Pescada

Raspa de um limão

Sal q.b.

¼ de copo de vinho branco

¼ de copo de água

1 colher de sopa de molho de peixe

1 dl de azeite

 

Num tachinho colocar os ingredientes na ordem indicada. Tapar e levar a lume médio até levantar fervura, depois baixar o lume para o mínimo e deixar apurar por 20 minutos.

Servir com puré de batata.

 

Nota:

A raspa do limão é em tirinhas fininhas. Se não tiver o utensílio que o permite fazer, corte a casca do limão bem fininho e depois corte em tirinhas também muito finas.

 

Seg | 04.04.11

ricota

Comprei uma embalagem de queijo Ricota e andava a imaginar que beleza de doce ou salgado iria fazer com este ingrediente.

Foi para o frigorífico e por lá ficou esquecido, o pobre. Quando dei por ela, já estava no limite do prazo e teve que ser feita a primeira receita que apareceu, esta, que veio daqui.

Apesar de ser uma solução de última hora, foi muito bem recebida!

 

Pudim de Queijo Ricota

 

 

250 grs de ricota

1 lata de leite condensado

4 ovos

200 ml de leite

2 colheres de sopa de farinha

1 colher de chá de fermento em pó

 

Misturar todos os ingredientes na batedeira ou à mão. Deitar numa forma untada e levar ao forno por cerca de 45 minutos.

Desenformar ainda morno.

Servir com doce de morango ou outra compota.

 

Nota:

O queijo Ricota pode ser substituído por requeijão