Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Belita, a Rainha dos Couratos

Belita, a Rainha dos Couratos

Sex | 30.07.10

em modo compota #1

O pessegueiro, talvez devido às muitas ameaças de que, se este ano não desse coisa que se visse ía desta para melhor, lá nos presenteou com uma carrada de belos pêssegos.

 

 

O senão  é que como estão maduros todos ao mesmo tempo, temos que inventar maneiras de os preservar.

É como se guardássemos o verão em frascos.

 

Compota de Pêssego e Lúcia-Lima

 

 

 

1,200 kg de pêssegos maduros, descascados e cortados em bocados

900 grs de açúcar

12 folhas de Lúcia-Lima (Limonete)

1/2 pacote de pectina*

 

Numa taça grande junta-se o açúcar com os pêssegos e as folhas de Lúcia-Lima. Deixa-se macerar por algumas horas.

 

 

Deita-se esta mistura para um tacho largo retirando as folhas. Leva-se ao lume e deixa-se levantar fervura. Baixa-se o lume. Retira-se a espuma que vai formando.

Ao fim de cerca de 45 minutos mais ou menos adiciona-se a pectina. Deixa-se ferver por mais dez minutos e desliga-se o lume.

Deita-se o doce em frascos e tapam-se imediatamente (cuidado porque está muito quente).

 

 

 

* à venda em lojas de produtos naturais (ex: Pectigel, da Diese) 

 

Qui | 29.07.10

big sandocha

Não há dúvida, o calor tardou mas quando veio, veio infernal. Em terras muito próximas lavram fogos há vários dias e o ar tem estado irrespirável.

E só apetecem coisas frescas, mesmo mesmo frescas.

Como esta… hã…coisa…

 

Sanduichão

 

 

9 fatias de pão de forma integral

3 fatias de mortadela com azeitonas

3 fatias de fiambre de peru

6 fatias de queijo Gouda

1 ovo cozido

6 folhas de alface

1 tomate grande em rodelas finas

2 colheres de sopa de maionese

1 colher de sopa de mostarda

 

Forrar uma forma de bolo inglês com película aderente, deixando um bocado a mais para tapar no fim.

Retirar a côdea às fatias de pão de forma.

Misturar a maionese com a mostarda.

No fundo da forma colocam-se 3 fatias de pão. Barram-se com a mistura de maionese e mostarda. Sobre as fatias de pão, rodelas de mortadela, depois fatias de queijo, por cima folhas de alface e sobre estas, rodelas de tomate. Terminar com fatias de ovo cozido.

Nova camada de fatias de pão barradas com a mistura de maionese e mostarda. Por cima fatias de fiambre de peru, queijo, alface e tomate. Uff, cansativo…

Tapa-se tudo com uma camada de fatias de pão de forma barradas com a mistura de maionese e mostarda mas desta vez a parte barrada fica virada para baixo.

Cobre-se com a restante película aderente e leva-se ao frigorífico umas horas para refrescar bem.

Cortar às fatias e servir.

 

Ter | 27.07.10

rápido e eficaz

 

Há receitas que, de tão fáceis, são mais sugestões do que propriamente receitas. É o caso desta.

Com uma embalagem fresca de tortelini de espinafres e requeijão de uma marca bem conhecida e que diz 'venha cá' e um belo molho de tomate bem maduro, aqui está uma versão de Itália num prato.

 

Tortelini de Espinafres e Requeijão com Molho de Tomate

 

(receita para duas pessoas)

 

1 embalagem de Tortelini de Espinafres e Requeijão 250 grs

 

1 cebola picada

1 haste de aipo

3 colheres de sopa de azeite

2 tomates bem maduros (retirar a pele e cortar em quadrados pequenos)

1 raminho de salsa

Folhas de manjericão

Queijo parmesão

 

Cozer os Tortelini em água a ferver por 3 minutos. Escorrer.

Numa frigideira aloura-se a cebola com o aipo em azeite, junta-se o tomate e deixa-se cozer por 5 minutos. Acrescenta-se a salsa e o manjericão picados e retira-se do lume.

Põe-se este molho sobre os tortelini cozidos e polvilha-se com queijo parmesão ralado na altura.

 

Sex | 23.07.10

quente ou frio

Muito bom agora que o tempo pede devia pedir coisas práticas e ligeiras para comer... Mais um que é portátil.

 

Salada de Couscous

 

 

1 copo de couscous

1 copo de água

meio caldo de galinha

sumo de meia laranja

1 mão cheia de passas

1 mão cheia de frutos secos (pinhões, caju, pistachio, etc.)

1 copo de frango cozido

 

Ferver a água e adicionar o caldo de galinha. Deitar sobre o couscous e reservar, tapado.

Depois de 5 minutos, mexer bem e acrescentar os restantes ingredientes.

Podem ser usados outros ingredientes, ou acrescentar mais a estes que menciono (ex: cornichons, ovos cozidos, azeitonas, quadrados de queijo, fiambre, maçã, etc).

 

Qua | 21.07.10

já que o calor não vem...

Uma receita para suar. Não a fazer, mas a comer {#emotions_dlg.smile}

 

Frango Indiano

 

 

3 peitos de frango cortados em cubinhos

1 cebola picada

2 colheres de sopa de azeite

1 colher de sopa de óleo de sésamo

1 colher de sopa de garam masala *

1 colher de chá de açafrão das Índias

1/2 colher de chá de cominhos

Sal q.b.

250 grs de cogumelos laminados

200 ml de leite de côco

Salsa ou coentros picados para enfeitar

 

Numa frigideira salteia-se a cebola picada no azeite e óleo de sésamo. Quando estiver lourinha, adicionam-se as especiarias e mexe-se bem. Junta-se o frango e deixa-se ganhar cor, mexendo de vez em quando. Tempera-se com sal e deixa-se cozer cerca de 5 minutos.

Adicionam-se os cogumelos. Deixa-se apurar por 20 minutos e junta-se o leite de côco.

Quando ferver retira-se do lume e serve-se sobre arroz basmati.

Polvilha-se com salsa ou coentros picados.

 

*Significa "mistura quente"

 

Ter | 20.07.10

coisas que se comem

Normalmente não pensamos nas flores de courgette, ou de abóbora, como sendo comestíveis. Cá não há esse hábito mas em França e Itália, apenas para referir uns países próximos, as flores destas plantas são muito utilizadas, sendo até vendidas nos mercados.

E nem sequer podemos pensar que ao gastá-las enquanto flor, estamos a evitar que cresça a planta porque existem flores macho e flores fêmea. As que dão a courgette são as fêmea e as que apanhamos para estas receitas são macho. As flores macho apenas estão ali para polinizar as outras pelo que não há problema se roubarmos algumas.

 

Tartelettes de Flor de Courgette e Queijo Palhais

 

 

1 base de tarte de massa folhada

1 embalagem de queijo Palhais Entradas e Saladas (em azeite, azeitonas e óregãos)

1 colher de sopa de mostarda

1 tomate maduro

12 flores de courgete

2 ovos

1 dl de leite

cebolinho q.b.

pimenta fresca q.b.

 

Cortar a massa folhada em quatro e forrar as formas de tartelette com a massa.

Mergulhar as flores de courgette muito rapidamente em água a ferver. Escorrer.

Pincelar a massa com mostarda. Sobre a mostarda, põem-se rodelas muito finas de tomate.

Sobre as rodelas de tomate, espalham-se as flores de courgette e sobre estas bocados de queijo e azeitonas.

Verter os ovos batidos com o leite sobre o recheio das tartelettes e polvilhar com cebolinho cortado em bocadinhos e pimenta fresca. Não necessita de sal porque o queijo já é apetitoso.

Levar a forno médio por cerca de 20 a 25 minutos.

Servir morno com uma salada.

 

Seg | 19.07.10

Multivitaminas

Para enfrentar a semana que se apresenta!

 

 

3 ameixas brancas

1 pera

1 laranja

1 pêssego careca

4 morangos

1 maçã

1 banana

2 folhas de menta

 

Colocar todas as frutas e a menta na máquina de fazer sumos (aquela que extrai o sumo e descarta as cascas) e ligar.

Adicionar uns cubos de gelo ao sumo e enfeitar com raminhos de menta.

Dá para dois copos grandes.

 

Qui | 15.07.10

Sunny side up...

Esta é uma das melhores formas de comer espinafres que conheço. Nem sequer lhe posso chamar receita, é mais uma maneira excelente de comer espinafres e ovos, duas coisas que me agradam muito. 

Foi uma Canadiana que me ensinou e estou mesmo mesmo agradecida.

Embora não seja vegetariana, nem nada que pareça, gosto de fazer refeições onde não entre carne ou peixe. São igualmente boas e nutritivas e além disso aproveito para gastar os excessos da horta. E toda a gente sabe que os espinafres são tipo erva daninha...

 

Espinafres Salteados com Ovos

 

 

Salteiam-se espinafres numa frigideira com azeite e bastante alho.

Não esquecer que os espinafres diminuem muito de volume quando cozinhados.

Temperam-se com sal e pimenta. Quando estiverem murchos, arranja-se espaço para os ovos que se deixam fritar mas mantendo a gema bem líquida.

Comem-se com muito pão.

 

Qua | 14.07.10

Sobremesa à Verão

Esta é mesmo fresquinha e os dias quentes estão mesmo a pedir que nos deliciemos com doces de colher, frescos, cremosos, hmmmm…

A ideia saiu daqui. Mais uma vez, a vontade de simplificar o que já de si é simples, fez-me substituir o creme de natas e leite por um creme de custarda, instantâneo, de que gosto muito e não fez ‘cair os parentes na lama’ a esta receita.

 

Sobremesa Fresca de Morangos

 

 

Creme de custarda

1 litro de leite
4 colheres sopa custarda em pó
5 colheres sopa açucar
Retirar um bocado do leite para uma taça e aquecer o restante. Numa taça mexe-se o pó de custarda e o açúcar e adiciona-se o leite frio. Quando o leite que está ao lume estiver quase a ferver, adiciona-se a mistura de custarda mexendo sempre para não criar grumos e deixa-se levantar fervura. Deixar cozer por um ou dois minutos e retirar do lume. Deixar arrefecer.

 

Morangos

500 grs de morangos

2 colheres de sopa de açúcar

2 colheres de sopa de licor Triple Sec

Cortar os morangos em rodelas, polvilhar com o açúcar e o licor. Mexer e reservar.

 

24 biscoitos de champanhe

50 grs de amêndoa pelada e tostada

 

Numa taça ou forma de vidro põe-se um pouco do creme de custarda no fundo. Por cima põem-se biscoitos de champanhe. Sobre os biscoitos, os morangos às rodelas. Novamente por esta ordem até se acabarem os ingredientes. A última camada é de creme de custarda. No final deve-se polvilhar com a amêndoa tostada.

Reservar no frigorífico por algumas horas, de preferência até ao dia seguinte.

Comer em boa companhia…

 

Seg | 12.07.10

almoços portáteis #1

Costumo trazer almoço para o trabalho, algumas vezes por semana pelo menos. Coisas simples, normalmente sobras de outras refeições.

Ao fim de muitos anos a almoçar fora, uma pessoa tende a ficar saturada da fraca oferta (qualquer coisa com arroz e batatas!!!) e das gorduras normalmente associadas.

Para além do $$$.

Enquanto a horta dá em abundância, aproveitemos {#emotions_dlg.blink}

 

Macarrão com molho de courgete

 

 

Macarrão cozido q.b.

 

Para o molho:

2 colheres de sopa de azeite

3 dentes de alho

1 courgete ralada

sal

pimenta (mistura de 5 bagas)

1 colher de chá de tahini*

 

A courgete deve ser ralada na parte mais grossinha do ralador (fica com o feitio de umas tirinhas).

Numa frigideira alouram-se os alhos cortados em lâmina, ao alto. Não deixar queimar porque dá um travo amargo.

Adiciona-se a colher de tahini. Pode ser substituído por manteiga de amendoim ou mesmo omitir embora dê um gosto muito agradável.

Junta-se a courgete ralada e tempera-se com sal e pimenta. Deixa-se cozer cerca de 5 minutos, não é necessário mais tempo.

Deita-se sobre o macarrão e mistura-se.

Para enriquecer mais este prato pode juntar-se queijo parmesão ralado ou queijo feta esfarelado.

 

*O Tahini é uma pasta de sementes de sésamo e pode ser encontrado à venda em lojas de produtos naturais.

Sex | 09.07.10

Super Size Meal

 

Não é que uns investigadores americanos (who else?) se debruçaram sobre o tamanho das porções de comida nos retratos da Última Ceia e descobriram que ao longo de mais de 1000 anos esse tamanho tem aumentado?

Bem, segundo os senhores, e após análise às 52 pinturas mais conhecidas da Última Ceia, o tamanho das porções de comida tem vindo a aumentar desde o século X mas é desde a época dos descobrimentos que se verifica o maior crescimento.

Até hoje, a comida do prato principal teve um aumento de tamanho de cerca de 70% e o pão aumentou em 23%.

 

                                               gráfico retirado daqui

  

Afinal, não é só na marca que começa por um M e acaba num Donald's que as porções são SUPER SIZE!!!

Qua | 07.07.10

mais aveia

Este bolo é um dos meus favoritos. Já tenho a receita há alguns anos, dada por uma amiga de Inglaterra e a verdade é que apesar de gostar de experimentar novas receitas, há algumas a que volto invariavelmente porque valem mesmo a pena e esta é uma delas.

Para quem não aprecia os bolos de aniversário tradicionais, esta é uma excelente variante.

 

Bolo de Aveia com Cobertura de Nozes e Côco

 

 

Para o bolo:

 

1 copo de flocos de aveia

1 e 1/2 copos de água a ferver.

 

Pôr a aveia numa taça com a água a ferver por cima, mexer e deixar repousar por 20 minutos.

 

Bater, por esta ordem:

1/2 copo de manteiga (100 grs)

1 copo de açúcar branco

1 copo de açúcar mascavado escuro

2 ovos ligeiramente batidos

 

A este creme junta-se a aveia, alternadamente com os seguintes ingredientes já preparados:

1 e 1/2 copos de farinha

1 colher de chá de bicarbonato de sódio

1 colher de chá de canela

 

Coloca-se a mistura do bolo numa forma untada. Vai a forno médio cerca de 30 minutos. Enquanto o bolo coze, faz-se o molho.

 

Para o molho:

 

6 colheres de sopa de manteiga

1/2 copo de leite

1/2 copo de açúcar mascavado escuro

1 copo de nozes aos bocados

1 copo de côco ralado

 

Levar estes ingredientes ao lume num tachinho, mexendo após levantar fervura e deixar apurar por 10 minutos. Se necessário junta-se mais um bocadinho de leite para não ficar grosso demais.

 

Põe-se sobre o bolo mal se retira do forno.

Deixa-se arrefecer completamente antes de servir, de preferência no dia seguinte.

 

Ter | 06.07.10

outros usos para a aveia

Mais uma bebida, neste caso mais nutritiva do que refrescante embora seja excelente quando bem geladinha.

É super simples de fazer e uma boa opção para quando vamos fazer esforços ou quando ainda falta muito tempo para a refeição já que ‘enche’ e dá uma sensação de saciedade.

Como não sei o nome, chamo-lhe:

 

Bebida de Aveia

 

 

 

2 copos de leite gelado

1 copo de água fresca

½ copo de flocos de aveia

1 colher de sopa de açúcar amarelo

1 colher de chá de canela em pó

Canela para polvilhar

 

Põem-se os ingredientes no liquidificador e liga-se na posição rápida por dois minutos.

Verter para copos e polvilhar a espuma que se formou com canela em pó.

  

Seg | 05.07.10

saladinhas de verão

Nova sugestão de feijão verde, não me canso...

 

Feijão-verde com queijo Feta e aneto

 

 

500 grs de feijão-verde

1 chalota picada

3 colheres de sopa de azeite

1 colher de sopa de vinagre de vinho tinto

1 colher de sopa de aneto (endro) picado

2 colheres de sopa de queijo Feta esfarelado

 

Coze-se o feijão-verde em água e pouco sal.

Numa tacinha faz-se o molho vinagrete: misturam-se o azeite, o vinagre a chalota picada e o endro picado.

Põe-se sobre o feijão-verde. Por cima de tudo, espalha-se o queijo esfarelado.

Serve-se quente ou frio.

 

 

 

Dom | 04.07.10

com este calor...

só bebidas bem frescas... ou geladas mesmo...

 

Chá gelado com Limão e Menta

 

 

1 pacote de chá preto

1/2 litro de água a ferver

3 colheres de sopa de açúcar amarelo

1 litro de água fria

1 limão

ramos de menta

gelo

 

Numa jarra de vidro põe-se o pacote de chá e a água a ferver. Junta-se o açúcar, mexe-se e deixa-se estar em infusão até a água estar fria.

Retira-se o pacote de chá e adicionam-se as rodelas de limão, a água fria, a menta e o gelo. Muito!

 

Sex | 02.07.10

fruta da época

Mais uma receita retirada do baú das antiguidades. Mais de 20 anos na minha pasta das receitas e talvez perto disso desde que a fiz pela última vez.

Tantas receitas e tão pouco tempo...

 

Tarte de Pêssego

 

 

Massa

1 ovo

125 grs açúcar

100 grs margarina

1 colher de chá de fermento

200 grs farinha de trigo

50 grs de miolo de amêndoa

 

Recheio

4 pêssegos bem maduros

2 gemas

1 dl de natas

5 colheres de açúcar

Raspa de um limão

50 grs de miolo de amêndoa

 

Bate-se o açúcar com a margarina, junta-se o ovo e a farinha, fermento e miolo de amêndoa. Amassa-se bem e forra-se uma tarteira com esta massa. A consistência da massa não permite estender com um rolo. Põe-se a massa na tarteira e com as mãos espalha-se até forrar toda a forma.

 

Batem-se as gemas com o açúcar, junta-se o miolo de amêndoa, as natas e a raspa do limão.

Descascam-se os pêssegos e cortam-se em fatias finas. Põem-se sobre a massa da tarte e por cima deita-se o preparado anterior. Vai ao forno médio até ficar douradinho, cerca de 40 minutos.

Polvilhar com açúcar em pó.