Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Belita, a Rainha dos Couratos

Belita, a Rainha dos Couratos

Qui | 30.10.08

ainda as maçãs...

Quando no verão estive a estagiar na cozinha de um hotel, tive a oportunidade de provar um doce do qual gostei muito, ou não levasse maçãs!

 

Pedi a receita à pessoa que o fez, outro estagiário, e ele gentilmente cedeu-ma.

 

Aqui vai, na versão original e abaixo, as modificações que fiz.

 

Leite Creme com Maçã Caramelizada

 

 

 

 

Bebida de soja com açúcar, cálcio, sal e aromas 500 ml
Amido de milho (farinha maizena) 15 gr
Gemas de ovo 8
Maçã reineta 300 gr
Canela em pau 5 gr
Casca de limão 5 gr
Açúcar light - 70 gr
Chá verde folhas 1 gr

 
Cortar a maçã aos cubos e saltear com um pouco de canela e açúcar.
Colocar a maçã num recipiente onde irá colocar o leite creme.
Levar o leite ao lume com o pau de canela e a casca de limão a aquecer até cerca de 70/75º C. Retirar do lume, colocar o chá, tapar e deixar de infusão 3 a 4 minutos.
À parte, bater as gemas com o açúcar e a maizena.
Adicionar o leite quente aos poucos às gemas com a ajuda das varas.
Levar ao lume a cozer sem deixar ferver, mexendo sempre.
Depois de cozido colocar no recipiente, já com a maçã e deixar arrefecer.
Polvilhar com açúcar e queimar

 

Agora, a minha versão:

Em vez da bebida de soja, usei leite meio gordo.

Em vez de 8 gemas, usei apenas 4.

Às maçãs, acrescentei 300 gr de ruibarbo e salteei tudo em açúcar e canela.

Usei 100 grs de açúcar já que o leite não era doce, ao contrário da bebida de soja da receita.

Polvilhei apenas com canela em pó e não queimei.

 

A foto é da minha versão.

 

Sab | 25.10.08

Já cheira...

Quando o tempo arrefece faço biscoitos. depois, apetece estar sempre a entrar em casa para levar com uma lufada de cheiro de coisas boas acabadas de cozer...

 

Biscoitos de Aveia e Gergelim

 

 

1 copo de aveia

1 copo de farinha

1 copo de açúcar amarelo

1/2 copo de côco

1 copo de sementes de gergelim (sésamo)

100 grs. de margarina

3 colheres de 'golden syrup' (ou mel)

1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio

2 colheres de sopa de água a ferver

 

Num tachinho misturar a margarina e o golden syrup e levar ao lume até derreter. Juntar a soda misturada com a água a ferver. Vai fazer uma espuminha mas é mesmo assim.

 

Numa taça grande juntar todos os outros ingredientes, adicionar a mistura da margarina e mexer. Moldar bolinhas do tamanho de nozes e achatar. Colocar num tabuleiro com uma folha de papel vegetal e levar ao forno por cerca de 12 minutos. Deixar arrefecer numa rede e guardar numa lata.

 

 

 

 

 

Sex | 24.10.08

pesos e medidas

 

Prefiro as receitas cujas medidas vêm em copos. Ter que tirar a balança do armário, depois lavar e arrumar é muita complicação... Sou pela simplicidade, por isso uso isto:

 

 

Qua | 22.10.08

Portobello Mushrooms

Estes cogumelos em Itália chamam-se "cappellone", que significa chapéu grande. É mesmo o que parecem e são muito saborosos. Gosto deles grelhados, apenas pincelados de um cheirinho de azeite e polvilhados com, é isso, adivinharam, Adobo!

 

Bastam uns 5 minutos de cada lado para ficarem tenrinhos. Quanto mais tempo estiverem ao lume mais a sua textura de assemelha a carne. É um excelente prato para vegetarianos.

 

Quando a preguiça é muita, que é, pronto, vá lá, quase sempre, faço aquilo a que os ingleses chamam 'mushroom sarnie', ou seja, na versão pós acordo ortográfico, sandocha de cogumelos.

 

 

 

 

 

Dom | 12.10.08

chuchus p'ra chuchu

Perto de minha casa há um terreno baldio que todos os anos se enche de chuchus. Ontem fui lá buscar alguns (a foto apenas mostra uma parte da colheita) e resolvi experimentar este fruto da família das abóboras, melão e pepino, cuja origem é a América Central, ali para os lados da Costa Rica.

 

 

 

Como é rico em fibras e pobre em calorias, costumo usar na sopa, em vez das batatas. Mas, achando que usá-lo apenas dessa maneira era diminuir as suas potencialidades, decidi experimentar em nova versão.

 

Descasquei um chuchu, estes são muito grandes, retirei o caroço e cortei aos cubinhos pequeninos. Salteei alho em azeite e misturei os cubinhos de chuchu, temperei com sal e pimenta moida e deixei refogar aí uns 10 minutos. Serviu como acompanhamento do jantar e estava 'mui rico'. Não esquecer de lavar bem porque ao descascar são pegajosos.

 

 

Dom | 05.10.08

coisas simples

Para um jantar ligeiro de fim de semana, acompanhado de uma sopinha, agora que o frio já 'apetece' uma lareira acesa, estas tostas são excelentes.

 

Tostas de cogumelos gratinadas

 

 

É necessário um pão tipo baguete, porque fica mais estaladiço no final; 1 lata de cogumelos laminados; 2 colheres de sopa de azeite; 3 dentes de alhos picados; 1 colher de chá de oregãos; uma pitada de sal e meio pacote de queijo mozarela ralado.

 

Num tachino salteia-se o alho no azeite, misturam-se os cogumelos, o sal e os orégãos, mexe-se bem e deixa-se refogar aí uns 5 minutos.

 

Entretanto corta-se o pão às fatias, cerca de um dedo de espessura, e põem-se num tabuleiro. Por cima põem-se os cogumelos e polvilha-se com o queijo ralado. Vai a forno quente cerca de 20 minutos.