Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Belita, a Rainha dos Couratos

Belita, a Rainha dos Couratos

Qui | 22.05.08

algumas receitas...

Quem me conhece sabe que apesar de adorar cozinhar e tudo relacionado com a cozinha (bem, dispensava ter que arrumar a louça...) não sou fã de receitas complicadas pois acabo sempre por me esquecer de algo que era fundamental na receita. Assim, sempre que acho uma receita fácil vou logo experimentar a ver se vale a pena.

Tenho uma pasta cheia de receitas que valem a pena, já experimentadas e onde acrescento alguma mudança que fiz. As outras, que só tiveram direito a serem experimentadas e não perderia tempo a fazê-las outra vez, vão para o lixo. Não é o caso desta.

 

Bolo de Canela

 

 

 

3 copo de farinha

2 copos de açúcar

1 colher de chá de sal

3 colheres de chá de canela

3 colheres de chá de fermento em pó

1 copo de óleo

1 copo de leite

2 ovos

 

Misturar todos os ingredientes numa tigela e mexer bem. Deitar numa forma (eu usei uma de Bolo Inglês) e levar ao forno cerca de 45 minutos. Depois de meia hora no forno tive que tapar com papel de alumínio pois estava a queimar a parte de cima. Este bolo é optimo ainda morno mas não se preocupem se não o conseguirem comer todo porque frio também é bom!

 

 

 

Dom | 18.05.08

feijoa

Tenho uma árvore que dá uns frutos chamados feijoa. Eu nunca tinha ouvido falar de tal até há uns anos quando uma amiga me trouxe uma vaso com essa plantita. Pois agora a menina cresceu e neste momento está carregada de flores, maravilhosas e diferentes de todas as flores que depois passam a fruto que já pude ver. Os frutos estão maduros por alturas dos Fiéis (Novembro) e têm um sabor muito exótico.

 

Algumas flores e botões:

 

 

 

Aqui a árvore, que já tem uns metros.

 

 

 

Qui | 15.05.08

tortilha

Adoro tortilha! Uma amiga, cuja mãe é espanhola, explicou-me o segredo que, pelo menos nas tortilhas da Galiza (a minha Espanha favorita), faz toda a diferença. E este é: por cada duas batatas, uma cebola. Isto é muita cebola mas é o que lhe dá aquele gostinho a "jeneséquá".

 

 

Tortilha de Batata

 

 

 

6 batatas cortadas às rodelas

3 cebolas picadas

óleo para fritar

4 ovos

sal e pimenta

 

Numa frigideira bastante grande fritam-se as batatas, mais ou menos a meio da fritura junta-se a cebola e deixa-se fritar até alourar tudo ligeiramente, não se quer muito tostado.

 

Numa taça batem-se os ovos e temperam-se com sal e pimenta moida na altura ou então, para quem tiver, em vez do sal e pimenta tempera-se com adobo, uma mistura de temperos que vai muito bem na tortilha. Juntam-se as batatas e cebola escorridas aos ovos, mexe-se bem e volta a colocar-se na frigideira de onde se tirou todo o óleo.

 

Deixa-se alourar, vira-se a tortilha (eu faço-a deslizar para um prato grande e depois viro-a 'do avesso' para a frigideira) e deixa-se alourar do outro lado mas sem deixar cozer demais porque é muito boa quando o centro ainda está meio líquido.

 

Haverá outras versões, algumas com mais ingredientes mas esta é a minha favorita e é também a mais simples. Como tenho vindo a descobrir ao longo dos anos, às vezes 'less is more'...

 

Seg | 05.05.08

Os alemães...

... não têm assim nada que me cative à excepção de uma salada de batata que vai muito bem num almoço ao ar livre ou num piquenique. Atenção à maionese que deve ser de compra porque, apesar da caseira ser melhor, o calor pode provocar estragos em ovos frescos e na de compra, em que os ovos são pasteurizados, não há esse problema.

 

Salada de Batata

 

Cozem-se as batatas com a pele em água e sal. Quando estiverem cozidas, escorre-se a água da cozedura, tira-se a pele às batatas e salpicam-se com vinagre e pimenta. Isto deve ser feito na véspera do dia em que vamos utilizar a salada.

No dia, cortam-se as batatas em cubos, junta-se cebola picada, cebolinho, pickles, cornichons, ovos cozidos picados, aipo às rodelas, enfim, o que quisermos adicionar é bem-vindo, a imaginação é o limite.

Depois fazemos um molho com maionese, azeite, vinagre (balsâmico) e uma pitada de molho inglês, mexe-se muito bem e envolve-se na salada. Levar ao frigorífico até servir, é muito boa para acompanhar carne grelhada, frango de churrasco e até vai bem sem mais nada.

 

As quantidades são a olho, eu sei que não ajuda muito mas esta é mesmo assim...