Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Belita, a Rainha dos Couratos

Belita, a Rainha dos Couratos

Ter | 29.01.08

fácil e barato

De repente não sei mais quantos dias sem aqui vir... o tempo livre parece que diminui à medida que a nossa idade aumenta... essa é pelo menos a minha desculpa

Esta receita é de uma amiga, é muito versátil, dá para ir aumentando consoante o número de pessoas à mesa e dá para fazer com antecedência, o que é sempre bom para se poder estar a confraternizar com os amigos em vez de às voltas com os tachos.


Macarrão com Pesto e Requeijão (receita para 6)

Macarrão cozido q.b.
3 embalagens de requeijão
1 frasco de molho Pesto (pode ser do Pingo Doce)
3 tomates cortados às rodelas (retirar as sementes)
6 fatias finas de presunto aos pedaços

3 bolas de queijo mozarela fresco

Numa taça misturar o macarrão, o requeijão e o molho pesto. Deitar um terço desta mistura num tabuleiro, por cima colocar pedaços de fatias de presunto e rodelas de tomate, voltar a deitar a mistura de macarrão, mais uma vez presunto e tomate, nova camada de macarrão e por último rodelas de tomate. Finalizar com as fatias do queijo mozarela fresco a tapar todo o tabuleiro.


Vai ao forno até derreter o queijo (cerca de 30 minutos).

Servir com um bom vinho tinto.

Esta receita presta-se a muitas variações. Se se quiser que seja vegetariana, retira-se o presunto. Podem-se juntar nozes picadas à mistura de requeijão, cogumelos, courgetes, etc.






Dom | 06.01.08

finíssimo...

Ok, reparei agora que Novembro foi a última vez que aqui vim escrever. Onde é que se mete o tempo?

Bom, avancemos para o que interessa e hoje receito-vos isto:

Tarteletes de Peixe

1 embalagem de massa quebrada (de tarte)
2 filetes de peixe
4 chalotas picadas
2 colheres de sopa de pinhões
1 colher de sopa de raspa de limão
1 colher de sopa de salsa picada ou cebolinho
1/2 copo de pão fresco ralado
3 colheres de sopa de natas
1/2 copo de iogurte natural
sal e pimenta q.b.

Divide-se a massa da tarte em 4 e forram-se 4 formas de tarteletes (são umas forminhas de tarte pequenas). Eu usei massa do Pingo Doce, aquela que já vem pronta a usar.

Numa taça põem-se os filetes de peixe cortados aos bocadinhos pequeninos, tipo dados. Eu usei filetes de palmeta mas já fiz com filetes de pescada e é igualmente bom. Juntam-se as chalotas picadas, à falta destas, que foi o que me aconteceu hoje, usa-se uma cebola picada.

Adicionam-se os pinhões, o pão fresco ralado (miolo de pão), a raspa de limão, a salsa e o cebolinho picados, o iogurte, as natas e sal e pimenta. Mexe-se bem e distribui-se pelas tarteletes.

Salpica-se cada uma com um fiozinho de azeite e levam-se ao forno cerca de meia hora até ficarem douradinhas. Se for preciso, a meio da cozedura tapa-se com papel de alumínio para não tostar muito.

Servi com bróculos cozidos, os primeiros que tirei da minha horta esta 'saison'.

Esta receita é muito versátil e dá para modificar os ingredientes, se não houver pinhões, usam-se nozes ou amêndoas. Se não houver chalotas, usam-se cebolas. Se não houver cebolinho, põe-se apenas salsa, etc. Como em tudo o resto na cozinha, a imaginação de quem está a cozinhar e o estado de espírito é que ditam o que entra na receita.

Bom proveito. Eu tive!