Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Belita, a Rainha dos Couratos

Belita, a Rainha dos Couratos

Qui | 30.08.07

faz uma tarte

Esta receita, no seu original, chama-se 'Key Lime Pie' e é de Key West, uma bela localidade perto de Miami. Confesso que quando lá estive, many moons ago, estava mais interessada em provar as bebidas do que as comidas pelo que não provei esta tarte no seu habitat natural. Mas cá em casa também não vai nada mal...

 

Tarte de Lima Merengada

 

 

 

6 ovos (separar as claras para o merengue)

1 lata de leite condensado

40 ml de sumo de lima

4 colheres de sopa de açucar

 

Mexer os ingredientes com muito cuidado para não talhar a mistura. Colocar numa base de tarte feita com bolachas esmagadas e manteiga (as bolachas digestive são muito boas para este efeito).

 

Levar a tarte a forno médio, cerca de 15 minutos. Entretanto batem-se as claras em castelo com o açúcar e coloca-se às colheradas sobre o creme da tarte. Leva-se novamente ao forno para alourar o merengue.

 

Servir fria.

 

Claro que à falta de sumo de lima, o bom velho limão dá um excelente substituto.

Qua | 29.08.07

Ganda Sandocha

Uma amiga pediu-me ideias para um piquenique e lembrei-me logo desta sanduíche. É um sucesso quer em sabor quer nos passos a dar antes da apresentação...

 

 

‘Sit Down Sandwich’

 

1 pão redondo grande (tipo pão saloio)

Manteiga

Maionese

Azeitonas sem caroço, às rodelas

1 cebola cortada às rodelas muito finas

2 tomates cortados às rodelas muito finas

200 gr de vários tipos de charcutaria (salame, mortadela, fiambre, peito de peru, paio, etc) em rodelas finas

200 gr de vários tipos de queijo (flamengo, gouda, mozarela, etc) em rodelas finas

 

Cortar uma tampa no pão e retirar a maior parte do miolo. Barrar manteiga nas paredes do pão e depois fazer camadas com os restantes ingredientes entremeados com maionese.

Tapar o pão com a tampa também barrada no interior com manteiga.

Embrulhar o pão muito bem embrulhado com película aderente e papel de alumínio. Vai ao frigorífico, de preferência deve ser feito na véspera de ser consumido mas duas horitas já são suficientes.

No local do repasto e quando for para se servir deve-se colocar um peso ‘pesado’ em cima da sanduíche (embrulhada, claro). Eu segui as instruções da receita e sentei-me em cima da dita. Acho que me posso qualificar como um peso ‘pesado’...

Corta-se às fatias e serve-se.

 

Fonte: www.recipezaar.com

 

Ter | 28.08.07

potatos, potatoes

Não é muito vulgar cozinhar batatas em leite mas esta receita vale a pena pois fica muito cremoso. E se acham estranho, não se esqueçam de que há muitos pratos cozinhados com natas que não são mais do que um derivado do leite. Tendo dito isto, aqui vai a receita:

 

Batatas Gratinadas

 

cerca de 750 gr de batatas às rodelas finas

2 copos de leite

3 dentes de alho, esmagados

sal, pimenta e noz moscada

1 dl de natas

 

Num tacho levar ao lume as batatas com o leite, alhos e temperos. Deixar ferver mas atenção para não deitar fora quando ferve. Mexer de vez em quando até as batatas estarem cozidas. Mudar para um tabuleiro para ir ao forno e deitar as natas por cima. Polvilhar com o pão ralado e deixar alourar cerca de 20 minutos no forno.

 

Tenho a leve sensação de que estou a esquecer algum ingrediente... estou a escrever de memória e essa já não é o que era...

 

Seg | 20.08.07

hmmmm....mensagem subliminar...

Pensando bem é uma mensagem mesmo ostensiva. FAÇAM ESTA RECEITA!!! Vão agradecer-me para o resto da vida, embora as balanças possam não estar de acordo... É a coisinha mais fácil de fazer e é OH TÃO BOM!!!

 

 

Brownies de cacau


 

¾ copo de farinha

5 colheres de sopa de cacau em pó

1 copo de açúcar

uma pitada de sal

½ copo de óleo

2 ovos

1 colher de chá de baunilha (opcional)

½ copo de nozes picadas (opcional)

Numa tigela misturar todos os ingredientes. Sim, todos ao mesmo tempo!

Levar ao forno numa forma quadrada (untada) por cerca de 30 minutos mas convém ver antes, aí aos 20 minutos pois depende do forno.

Não esperar para arrefecer. A vida passa muito depressa.

 

Qui | 16.08.07

Arroz à Grega... tem tudo a ver

Esta receita é brasileira, ou pelo menos é servida em muitos restaurantes no Brasil a acompanhar vários tipos de pratos. O que é engraçado é que já estive na Grécia e nunca vi por lá este arroz... mas não seja por isso, é mesmo muito bom e também já vi receitas supostamente à portuguesa que não tinham nada a ver com aquilo que consideramos típico do nosso país. Como se costuma dizer, quem conta um conto acrescenta um ponto e nas receitas isso também é verdade.

 

 

Arroz à Grega

 

4 colheres de sopa de azeite

1 cebola picada

1 dente de alho picado

2 copos de arroz (pode ser vaporizado)

4 copos de água ou caldo de galinha

½ pimentão vermelho picado

1 cenoura grande picada

100 gramas de vagens picadas

sal q.b.

 

Num tacho alourar a cebola e alho no azeite. Juntar o arroz e deixar refogar um bocadinho, juntar os legumes picados, mexer bem e juntar a água ou caldo de galinha (pode usar-se meio cubo de caldo de galinha na água). Quando voltar a ferver temperar de sal e deixar cozer cerca de 15 a 20 minutos até o líquido evaporar. Pode ser servido quente ou frio. Quando não há vagens, pode usar-se ervilhas e se pimento não é dos seus legumes favoritos, então é melhor usar menos quantidade pois tende a ser o sabor dominante.

Qui | 02.08.07

até parecem panquecas...

No verão a minha horta costuma ser pouco produtiva, ainda por cima este ano pude dispensar-lhe muito pouco tempo, mas quem conhece as courgetes sabe bem que não deixam que isso as abale e lá estão elas, que se nos distraímos, crescem desmesuradamente.

 

Uma maneira boa de as gastar é a seguinte receita, da Nigella Lawson:

 

Fritos de courgetes

 

2 courgetes raladas com a casca (espremer o excesso de líquido)

1 cebola ralada

3 ovos

4 colheres de sopa de farinha

1 colher de chá de fermento

salsa e menta picadas

150 gr de queijo feta cortado aos bocadinhos

pimenta q.b.

azeite ou óleo para fritar

 

Numa tigela misturar todos os ingredientes. Mexer bem.

 

Numa frigideira aquecer um bocado de azeite e fritar esta mistura às colheradas, deixar alourar de um lado por um ou dois minutos, virar, deixar alourar do outro lado e retirar da frigideira. Colocar num prato com papel de cozinha para escorrer o excesso de azeite.

 

Pode ser comido quente ou frio, como refeição principal ou apenas como petisco. Confesso que nunca comi como refeição principal pois vou petiscando e quando dou por ela já não há que chegue para uma refeição...