Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Belita, a Rainha dos Couratos

Belita, a Rainha dos Couratos

Qui | 26.10.06

bolo americano

O tempo não está para frescuras mas este bolo cai sempre bem. Tem uma coisa difícil, é que deve ser feito com um dia de antecedência e nem sempre apetece esperar. Força, vale a pena a espera...

New York Style Cheesecake  

 

Base:

200gr Bolachas digestivas (quaisquer bolachas servem, até Torrada)

100 gr  manteiga ou margarina derretida

 

Moer as bolachas, misturar com a gordura e colocar na base de uma forma com aro amovível. Levar ao forno por 10 minutos. Reservar.

 

Bolo:

4 pacotes de queijo Philladelphia  ou outro idêntico, 250 gr cada, sem estar gelado

1 3/4 copo açucar

1 colher de chá de raspa de laranja

1 colher de chá de raspa de limão

1 colher de sopa de sumo de limão

1/2 colher de chá de baunilha

5 ovos grandes

1 copo de natas sem ser muito líquidas

 

 

Bater todos os ingredientes do bolo numa batedeira. Deitar sobre a base da tarte e levar ao forno por 15 minutos em temperatura máxima e depois reduzir para média e deixar cozer por cerca de uma hora. Convém verificar de vez em quando e quando estiver douradinho por cima experimentar com um palito a ver se já não está líquido.

 

Retirar do forno, deixar arrefecer e levar ao frigorífico até ao dia seguinte (vale a pena a espera). Desenformar só quando for para servir.

 

Pode ser servido com frutos do bosque (num tachinho levar ao lume 300 gr frutos do bosque congelados com duas ou três colheres de sopa de açucar e deixar ferver cerca de 20 minutos) deixar arrefecer e deitar sobre o cheesecake ou servir sobre as fatias do bolo, individualmente. O sabor ácido das frutas contrasta com o doce do bolo.
Sex | 20.10.06

Chutney

Quem já foi a um restaurante Indiano de certeza que já experimentou esta pasta que é excelente para barrar em tostas, no pão, em bolachas de água e sal e até para tempero de outras comidas.  E sempre serve para deixarmos de lado a manteiga, que embora seja muito boa, não faz lá muito bem...

Chutney de Coentros

 
1 mão cheia de coentros
3 colheres de sopa de coco ralado
1 pimento verde cortado aos bocados
1 bocado de gengibre ralado (1 colher de sopa)
2 dentes de alho
1 cebola pequena
sumo de 1 limão
sal
 
Moer tudo no liquidificador até ober uma pasta boa para barrar.
Para que conste, a foto não é de minha autoria, mas também não consegui descobrir de quem é...
Qui | 19.10.06

spanaquê???

Spanakopita! É o nome de uma tarte de espinafres e queijo feta, grega (já tinham percebido por causa do queijo feta, não?) e que está no topo da lista dos 328 pratos gregos que eu adoro

Não se deixem abater pela dificuldade, não é nada difícil de fazer apesar de a massa phylo ser um bocadinho 'manienta' de trabalhar. A melhor dica para que não seque enquanto se usa é tapar a que não se está a usar com um pano da louça húmido (limpo!). Nos pacotes também vêm instruções muito fáceis de seguir por isso, mãos à obra. Se de todo não quiserem arriscar usar massa phylo podem substituir por massa folhada mas vão por mim, experimentem.

Spanakopita
1 pacote massa phylo
1 embalagem espinafres 300gr.
1 cebola amarela
1 cebola roxa
1 ramo de salsa
1 raminho de aneto (opcional)
200 gr. queijo feta
3 ovos
sal
azeite
 
 
Lavar os espinafres e cortar em juliana. Cortar as cebolas às rodelas fininhas e juntar aos espinafres. Juntar também a salsa e o aneto picados e uma pitada de sal. Misturar tudo numa taça grande e deixar repousar cerca de 30 minutos.
 
Espremer o líquido da mistura dos espinafres e juntar um pouco de azeite, o queijo esmigalhado e os ovos.
 
Untar uma forma ou tabuleiro fundo com azeite ou manteiga e colocar metade da massa , bem esticada, de modo a ficar também nas paredes da forma.
 
Espalhar a mistura de espinafres e tapar com a restante massa. Levar ao forno por 40 a 45 minutos (170ºC). Deixar arrefecer ligeiramente antes de cortar aos quadrados.

Para servir como entrada ou como prato principal. É mesmo bom!

 

Sex | 13.10.06

non perishable thougts

Todos nós gostamos muito dos nossos amiguinhos cães. Isso não quer dizer que lhes vamos dar chocolate para comer! Atenção que é perigosíssimo dar chocolate aos cães. É que o cacau tem um estimulante natural chamado teobromina que tem efeitos sobre o sistema nervoso central e coração dos cães, podendo mesmo levá-los à morte. Por isso já sabem, nada de dar chocolatinho aos cães. Eles até nem gostam!

Pelo contrário, a nós humanos só faz é bem, não é à toa que os Maias lhe chamavam Comida dos Deuses...

Qua | 11.10.06

latinha de biscoitos

Para encher a latinha dos biscoitos, aqui vai uma receita de uns de aveia que, além de serem muito bons, fazem muito bem à saude, para quem não saiba a aveia ajuda a baixar os niveís de colesterol. Assim, estamos mesmo a fazer-nos um favor ao comer estes biscoitinhos. Lá mais para a frente ponho aqui também uma receita de biscoitos de chocolate. O chocolate é um vegetal. Os vegetais fazem bem à saúde...

Biscoitos de Aveia

1 copo de margarina amolecida (pode ser daquelas de girassol)
1 copo açucar amarelo
1/2 copo açucar branco
2 ovos grandes
2 colheres de chá de baunilha
2 colheres de chá de canela
2 copos de farinha
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
1 colher de chá de sal
3 copos de aveia
1 copo de nozes aos bocadinhos
1/2 copo de passas
 
Bater margarina com açucares, ovos e baunilha, juntar a farinha, sal e bicarbonato. Acrescentar a aveia, nozes e passas e misturar tudo muito bem. Com uma colher de sopa retirar massa de modo a formar biscoitos que vão ao forno cerca de 10 minutos num tabuleiro que não precisa de ser untado. Deixar arrefecer e guardar numa lata. Se conseguirem...
Dom | 08.10.06

perishable thoughts...

Caso vos tenha passado despercebido, o nosso chefe Vitor Sobral venceu o concurso do I Encontro Internacional de Arroz que a Academia Internacional de Gastronomia organizou em Castellon (Valencia), Espanha, no passado fim de semana.

Estavam em competição 21 receitas de arroz de 17 países, desde a Síria à Polónia, passando por Grã-Bretanha, Perú e Turquia, entre outros.

A  vitória foi direitinha para o nosso Arroz de Cabidela, se me perguntarem este é o prato que eu quero para a minha última refeição (de preferência feito pela minha mãe, até hoje o melhor que comi).

Sab | 07.10.06

tarte salgada

Quando um jantar ligeiro está na ordem do dia (ou da noite) que tal recorrer a uma sopinha para aconchegar?. E para complemento uma tarte de alho francês! Bom, também pode ser de cebola, de cogumelos, de courgetes, enfim, o que interessa é ser tarte!

Tarte de alho francês

Não vamos complicar, o melhor mesmo é comprar uma daquelas bases que vêm enroladinhas num papel, prontas a colocar na forma, por mim uso mesmo o papel que vem a enrolar na base da tarteira pois assim evito fazer uma coisa que detesto mesmo e que é untar formas. No entanto deve-se cortar o excesso de papel à volta da massa, não queremos tarte flambée...

Numa frigideira com um pouco de azeite, salteamos 1 ou 2 alhos franceses cortados às rodelas e temperamos com um pouquinho de sal e pimenta.

Numa taça batem-se muito bem 4 ovos com 1 pacote de natas*. Temperam-se de sal e pimenta e coloca-se esta mistura na tarteira, sobre a massa. Por cima coloca-se o alho francês entretanto salteado e polvilha-se com umas nozes cortadas aos bocadinhos, vão ver que fica muito saboroso.

Vai ao forno cerca de 30 minutos, até dourar por cima.

*Normalmente substituo as natas por um iogurte natural e 1 copo de leite, fica tão cremoso como com as natas e muito mais saudável.
Qui | 05.10.06

lentilhas à Indiana

Com alguma regularidade faço refeições que não levam peixe ou carne, uma espécie de refeições vegetarianas. Uma das minhas favoritas é

Dahl

Num tacho salteiam-se uma cebola e dois dentes de alho picados em azeite. Quando estiver louro adiciona-se meia colher de chá de piri-piri, meia colher de chá de açafrão das indias e meia colher de chá de cominhos. Mexe-se bem e junta-se um copo de lentilhas* e dois copos de água. Deixa-se levantar fervura, tapa-se o tacho e deixa-se cozinhar durante 45 minutos. Mexer de vez em quando e quase no fim juntar sal a gosto. Se fôr necessário, junta-se mais água para não deixar secar. Serve-se sobre arroz basmati.

*as lentilhas devem estar de molho cerca de meia hora, basta colocá-las em água quando começamos os preparativos para começar a cozinhar.