Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Belita, a Rainha dos Couratos

Belita, a Rainha dos Couratos

Seg | 31.07.06

Cheesecake à preguiçosa

Como ía ter uns amigos a almoçar lá em casa ontem, optei por finalizar o repasto com um Cheesecake de limão. Mas, o calor tem destas coisas, estava tão preguiçosa no sábado à tarde que não me apetecia nada fazer a base do bolo, ou seja, moer as bolachas para misturar com a manteiga para pôr no fundo da tarteira. Como se costuma dizer, a necessidade aguça o engenho, neste caso foi a preguiça mesmo... Fiz o seguinte:

 

Cheesecake reinventado

 

1 pacote (250 gr) de queijo mascarpone

2 iogurtes sabor a limão*

Raspa de limão

2 colheres bem cheias de açúcar

1 pacote de bolachas Digestive

 

Misturar muito bem todos os ingredientes excepto as bolachas.

 

Num prato de torta, daqueles rectangulares, colocar 4 bolachas em linha ou desencontradas, e por cima de cada bolacha uma colher do creme de queijo. Bolachas por cima novamente e mais creme, por aí adiante até se esgotarem as bolachas (no meu caso sobraram 3, não dava outra camada) e barra-se tudo com o resto do creme. Por cima salpica-se mais um bocadinho de raspa de limão. Vai ao frigorífico até ao dia seguinte, isto é essencial pois as bolachas vão ter que absorver a humidade do creme de queijo, senão ficam secas e não deve ser muito agradável.

 

Ok, podem dizer: Mas isto é bolo de bolacha! Não é. Provem e vão ver que não tem nada a ver

 

 

*agora há umas novidades de iogurtes, uns são mesmo sabor a cheesecake de limão, foi destes que usei e são marca Minipreço, passe a publicidade.

Sex | 28.07.06

frutas de verão

E que tal uma sobremesa que é fruta? Sempre dá para enganar a balança e é Oh tão boa!!! Esta receita veio de um folheto de um supermercado chamado Sainsburys, de Inglaterra e, como tantas outras, chegou-me às mãos via pessoas que sabem que eu adoro receitas...

 

Pêssegos recheados com iogurte

 

Vamos precisar de 4 pêssegos (para duas pessoas), os quais vamos cortar ao meio e retirar o caroço – a melhor maneira é com uma faca cortar ao alto, seguindo o recorte natural da fruta, e depois com uma mão em cada metade torce-se, uma das metades sai logo, da outra retira-se o caroço – e vamos pôr as metades num tachinho ou frigideira onde já está a ferver uma mistura de 4 dl de água e 250 gr. de açúcar, amarelo é melhor mas isto sou eu que sou fã de açúcar amarelo, podem usar do outro. Deixa-se ferver os pêssegos aí uns dez minutos, viram-se as metades e deixa-se mais 5 minutos. Retiram-se do tacho que continua a ferver por mais uns 5 minutos. Deixa-se arrefecer e põe-se no frigorífico para ficar mesmo fresquinho. Esta é daquelas sobremesas que faz um vistaço e pode ser feita bem antes de ser servida, até na véspera. Para acompanhar as metades da fruta, vamos bater um iogurte natural ou, se quisermos atentar contra as nossas artérias, umas natas, com 2 colheres de sopa de açúcar e uma pitada de gengibre e/ou canela em pó. Colocamos uma colherada desta mistura dentro do sítio do caroço e à volta regamos com o restante molho.

Podemos usar outras frutas com caroço em vez dos pêssegos: nectarinas, ameixas...

Qua | 26.07.06

laaazy

Confesso! Tenho andado preguiçosa... é do calor. Para me redimir aqui vai uma receita com carne de porco, um bocadinho diferente do habitual. Chama-se 'Pork Biryani' e tirei-a de uma revista inglesa que promovia a carne de porco.

Pork Biryani

Num tacho ou frigideira larga, do género das usadas para fazer paelha, refoga-se uma cebola picada em azeite. Deixa-se alourar e mistura-se uma colher de chá de sementes de coentros esmagadas, uma colher de chá de caril (apenas esta quantidade, este não é um prato de caril) e deixa-se refogar mais uns minutos. Depois junta-se a carne, aí umas 300 grs de carne de porco cortada às tirinhas muito finas, a ideia é cortar bifanas em tirinhas fininhas. Mexe-se e deixa-se cozer uns minutos, depois junta-se cerca de 50 grs de sultanas, um pimento verde às tirinhas e uma medida de arroz (copo), de preferência arroz basmati. Mexe-se e mistura-se água ou um caldo de carne, o dobro da quantidade do arroz. Temperar de sal e pimenta e deixar cozer, tapado, cerca de 15 a 20 minutos, até absorver todo o líquido. Guarnecer com coentros frescos picados.

Mesmo quem não gosta de caril, vai apreciar este prato pois o sabor é muito subtil. Vai bem com um vinho branco seco fresquinho, por exemplo Fonte do Nico, um vinho da zona de Setúbal.
Qui | 20.07.06

Doces...

Pronto! É disto que eu falo quando falo de excessos do fim de semana:

Flan Espanhol

Não sei quem deu o nome a este pudim mas a meu ver o nome não lhe dá crédito nenhum pelo que prefiro chamar-lhe:

Pudim de 3 Leites

 

1 lata de leite condensado; 1 lata de leite evaporado; a mesma lata cheia de leite de vaca; 4 ovos.

Numa tigela juntar todos os ingredientes e mexer muito bem. Deitar numa forma de pudim onde já se pôs caramelo líquido (nem sequer me vou dar ao trabalho de explicar como é que se faz, há muitos frascos de caramelo líquido à venda nos supermercados...) e colocar a tampa na forma. Põe-se num tacho com água aí até meio da forma, deixa-se levantar fervura, põe-se no mínimo e deixa-se cozer durante uma hora. Depois deixa-se arrefecer e leva-se ao frigorífico até ao dia seguinte - esta é a parte mais difícil, resistir! Desenforma-se e serve-se bem frio. Escusam de agradecer, sempre ao dispôr...

 

 

Ter | 18.07.06

O meu alka seltzer

Eu tenho uma rotina! Todas as terças-feiras como peixe cozido ao jantar... seja pescada, maruca, corvina, whatever, mas é sempre peixe cozido 'com todos'. É a minha rotina mais saudável e serve de purga para os excessos dos fim de semana, geralmente muita comida e muuuuuuita bebida. E com este calor, é mesmo muuuuuuuuita bebida...
Sab | 15.07.06

perishable thoughts...

Comprar umas sardinhas pequenas, acabadas de pescar e ainda cheias de areia..., arranjá-las, salpicar de sal e fritar em azeite! Acompanhar com um arroz de tomate, malandrinho, assim como nós ficamos com este calor... vinho branco fresco e a sombra de uma tangerineira.

Isto é ser rico...
Qua | 12.07.06

gravanços

Grão de Bico é uma excelente escolha quando queremos algo de sustança para a nossa refeição. Agora que está calor, uma maneira óptima e facílima para o consumir é a seguinte:

Grão de Bico com Atum

Num tacho refoga-se uma cebola em azeite até alourar. Junta-se uma lata de atum, escorrida - é só o atum, a lata deita-se fora, nunca é demais lembrar... - mexe-se bem e junta-se uma lata ou frasco de grão de bico cozido. Mais uma vez, apenas o conteúdo... Mexe-se bem e 'vuálá' , como escreve uma amiga minha americana.

Pode-se enfeitar juntando ovo cozido cortado aos quartos e salsa picada mas só assim já é bom demais! Frio ou Quente.

 

Sex | 07.07.06

Bananices

Sabem quando temos bananas na fruteira e elas já estão meias acastanhadas, e com um ar melado que nem apetece pegar nelas para deitar ao lixo?

Bom, NÃO AS DEITEM FORA!!!

Há um bolo fantástico que se faz com as bananas muito maduras. É uma receita americana - vá lá experimentem, lá por a receita ser americana, eles não têm culpa de ter o presidente que têm, ou pelo menos metade deles não tem... sei lá.

Lá chamam a este tipo de bolos 'Quick Bread'  e realmente é rápido de fazer. E de comer... hmmmm. Óptimo ao pequeno almoço ou quando calha, que a goludice não tem horas.


Bolo rápido de banana

3 bananas bem maduras esmagadas
1 copo de açucar
meio copo de óleo
2 ovos
1 1/2 copos de farinha com 1 colher de chá de bicarbonato de sódio
nozes partidas (opcional)
 
Numa tigela grande deitar o puré das bananas, o açucar, o óleo e os ovos. Mexer tudo e juntar a farinha, bicarbonato e nozes. Deitar numa forma de bolo inglês, untada. Levar ao forno por cerca 30 a 45 minutos. Se alourar muito rápido cobrir com papel de alumínio. Verificar com um palito.

 

Qua | 05.07.06

Refrescar as ideias

Já ouviram falar de Lassi? É uma bebida feita à base de iogurte,  e é Indiana. É muito refrescante e se o verão se dignar a comportar como é suposto da sua estação, vamos precisar de bebidas que nos refresquem. Eu sei que uma caipirinha também refresca mas é que dessas não dá para beber muitas seguidas...

Lassi de Manga

2 copos de iogurte natural
1 copo (de iogurte) de leite gelado
1 copo (de iogurte) de água gelada
200 gr de polpa de manga madura
4 colheres de chá de açucar
 
Bater tudo no liquidificador cerca de 2 minutos. Podem-se juntar cubos de gelo.
Framboesa, morango, pêssego, banana, etc. são outras opções.
Ter | 04.07.06

Ah, os prazeres de cultivar uma horta II

Eu disse para não me fazerem falar de espinafres... quando dão, DÃO!!!

Que fazer ao excesso dos ditos, que quanto mais se cortam mais crescem? Aqui vai uma ideia. Para quem não tiver horta, pode sempre comprar uma embalagem, até já estão lavadinhos e tudo.

Espinafres com Ninhos de Ovos

Numa frigideira põe-se azeite e muitos dentes de alho picados e deixa-se alourar (atenção que os alhos quando começam a ficar muuuuito louros, mais para o castanho até, ficam mal saborosos). Adicionam-se as folhas dos espinafres bem lavadinhas e escorridas e vão-se mexendo com uma colher de pau. Isto de quantidades é um bocado a olho mas lembrem-se de que os espinafres quando cozidos perdem muito do volume pelo que, para duas pessoas, diria que uma embalagem de 300 gr. é suficiente. Tempera-se com sal e pimenta. Quando os espinafres já 'baixaram a crista' arranjam-se 4 ninhos na frigideira e nesses espaços vamos abrir 4 ovos. Se quiserem uma coisa ainda mais rica, podem pôr umas fatias de queijo Feta sobre os ovos, vai derreter e ficar maravilhoso. Quando os ovos estiverem ao vosso gosto, desliga-se o fogão. Isto, acompanhado com um pão para fazer barquinhos no molho...