Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Belita, a Rainha dos Couratos

Belita, a Rainha dos Couratos

Sex | 02.12.11

outras gastronomias

Há mais de 20 anos fui a França e estive na zona da Bretanha por uma semana. Uma das duas refeições que ainda recordo com saudade foi esta que comi numa Galetterie. A outra foi um pato caseiro assado numa quinta rural.

As outras, infelizmente não me consigo esquecer delas, de tão más que foram…

 

Galettes Bretonnes

 

 

Para fazer os crepes:

250 grs de farinha de trigo-sarraceno

1 ovo

Sal

4 a 5 dl de água

 

Numa taça põe-se a farinha de trigo-sarraceno e o sal, faz-se um buraco no meio e parte-se o ovo. Mistura-se bem, adicionando a água pouco a pouco. Esta mistura fica sem grumos e deve ser batida no mínimo por cinco minutos para que entre bastante ar na massa. Deixa-se repousar por uma hora ou mais.

 

Para fazer os crepes, aquece-se uma frigideira grande (untar com um bocadinho de gordura antes de fazer o primeiro crepe), mexe-se bem a massa novamente e deita-se uma concha de massa na frigideira. Roda-se para espalhar a massa e deixa-se cozer por dois ou três minutos (fica com uns furinhos na massa). Vira-se o crepe para o outro lado e deixa-se acabar de cozer, mais dois minutos.

Fazer crepes até gastar a massa. Guardam-se num prato largo tapado com papel de alumínio para se manterem quentes. Os crepes que sobrarem podem ser congelados ou usados noutras preparações.

 

Para cada Galette Bretonne

1 ovo

Fiambre

Queijo ralado

 

Põe-se um crepe na frigideira, espalha-se o fiambre no centro, por cima abre-se um ovo e cobre-se com queijo ralado. Dobra-se o crepe no formato desejado e deixa-se estar ao lume até o ovo estar ‘frito’ e o queijo derretido.

 

Nota: O trigo-sarraceno, também conhecido como trigo mourisco, não contém glúten. Pode ser comprado em lojas de produtos naturais.