Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Belita, a Rainha dos Couratos

Belita, a Rainha dos Couratos

Qui | 10.11.11

lá e cá

No Brasil, quando se fala em castanhas, toda a gente pensa logo em ‘castanhas do Maranhão’ ao passo que as castanhas que nós cá conhecemos são lá chamadas de ‘castanhas Portuguesas’.

Por cá, quando falamos em castanhas toda a gente pensa logo naquelas dos ouriços e para falar das outras temos mesmo que lhes chamar ‘castanhas do Maranhão’.

Confuso? Este é um dos casos em que a mesma língua nos separa em vez de nos unir {#emotions_dlg.amazed}

 

Biscoitos de Aveia e Castanhas do Maranhão

 

 

200 grs de margarina

1 copo de açúcar amarelo

2 ovos

1 ¾ de copos de farinha

1 colher de chá de bicarbonato de sódio

1 pitada de sal

¼ de colher de chá de noz-moscada

1 colher de chá de canela

2 copos de flocos de aveia

½ copo de castanhas do maranhão bem picadinhas

½ copo de sultanas douradas

¼ copo de rum

 

Numa tigela deita-se o rum por cima das sultanas e reserva-se.

Entretanto numa taça junta-se a farinha, bicarbonato, sal, noz-moscada, canela e aveia.

Na batedeira bate-se a margarina com o açúcar até estar bem cremoso. Juntam-se os ovos, um de cada vez, batendo bem entre cada adição. Junta-se a mistura da farinha e aveia aos poucos ao creme e mexe-se até estar completamente incorporado.

Escorrem-se as sultanas do rum e juntam-se à massa bem como as castanhas do maranhão.

Esta massa pode reservar-se por umas horas no frigorífico ou cozer de imediato.

Deitam-se colheradas da massa em tabuleiro forrado com papel de ir ao forno e leva-se a forno bem quente por cerca de 18 minutos.

Quando os biscoitos estiverem cozidos, retiram-se do forno e deixam-se arrefecer numa rede.

 

Nota: as castanhas do maranhão podem ser substituídas por nozes, avelãs ou amêndoas.