Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Belita, a Rainha dos Couratos

Blogue de receitas flexitarianas (carne, peixe e assim-assim)

Belita, a Rainha dos Couratos

Blogue de receitas flexitarianas (carne, peixe e assim-assim)

Qua | 09.02.11

velhas receitas

Esta receita parece dar muito trabalho mas na realidade é até bem fácil de fazer. É mesmo daqueles pratos que se não experimentamos devíamos ter que prestar contas sobre a razão porque não o fizemos.

A sério! 

Costeletas com molho no forno 

 

 

6 costeletas de porco

 

2 cebolas grandes

 

3 talos de aipo

 

1 laranja

 

1 limão

 

Caldo de carne

 

1 colher de chá de pó de caril

 

3 colheres de sopa de farinha

 

Sal

 

Azeite para fritar

 

1 dl de natas espessas

 

Picar muito finamente as cebolas (devem ficar muito miudinhas para melhor se dissolverem no molho).

 

Alourar em azeite, em lume brando juntamente com o aipo cortado também em rodelas muito fininhas. Entretanto retira-se um bocado de casca da laranja mas apenas o vidrado, cerca de 5 cms2, corta-se em juliana muito fininha e depois novamente para ficar com uns pedacinhos mínimos, quase raspa (este é um trabalho de paciência!). Junta-se estes bocadinho mínimos de casca de laranja ao refogado.

 

Entretanto liga-se o forno.

 

Numa frigideira larga alouram-se as costeletas num bocadinho de azeite, não é para ficarem completamente cozinhadas, apenas alouradas.

 

Numa caneca dissolve-se o sal e o caril em pó no caldo de carne, talvez uns três decilitros. Junta-se a farinha ao refogado das cebolas e mexe-se juntando o caldo de carne com o sal e o caril misturados. Mexe-se bem para criar uma espécie de molho bechamel.

 

Num tabuleiro põem-se as costeletas no fundo e cobrem-se com este molho espesso. Vai ao forno por cerca de 30 minutos. Ao fim deste tempo, espalham-se as natas sobre o tabuleiro e mexe-se ligeiramente para misturar.

 

É nesta altura que se prova e se necessário, adicionam-se umas gotinhas de sumo de limão. Vai novamente ao forno por mais uns 5 minutos. 

 

Excelente servido com um esparregado de nabiças e arroz branco.

 

2 comentários

Comentar post