Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Belita, a Rainha dos Couratos

Belita, a Rainha dos Couratos

Ter | 26.10.10

sem mastigar

De repente, houve a necessidade de fazer algumas refeições que não obrigassem a mastigar muito, ou mesmo, que não obrigassem a mastigar. Por outro lado, os rabos da pescada congelada são sempre 'pescada non grata' por estes lados e acabam por ficar por ali meio desamparados.

Então juntou-se o útil ao agradável e fez-se este

 

Soufflé de Pescada

 

 

5 rabos de pescada

2 colheres de sopa de manteiga

2 colheres de sopa de farinha

200 ml de água de cozer a pescada

200 m de leite

3 ovos

sal

pimenta

noz moscada

 

Cozer a pescada e reservar alguma água da cozedura. Retirar pele e espinhas e desfiar o peixe.

Num tachinho derrete-se a manteiga (pode ser usada margarina) e adiciona-se a farinha mexendo bem e depressa. Adiciona-se o líquido (água de cozer o peixe e leite) e mexe-se bem até engrossar, cerca de 10 minutos. Tempera-se de sal, pimenta e noz moscada.

Separam-se as gemas das claras e batem-se as claras em castelo.

Junta-se o molho branco ao peixe desfiado e adicionam-se as gemas. Rectificam-se os temperos e envolvem-se as claras nesta mistura.

Deita-se numa forma de soufflé untada com manteiga e leva-se a forno quente por 30 minutos.

Verificar se o centro não está a abanar e retirar do forno. Servir imediatamente com uma salada ou verdura cozida.

 

Nota: Na água onde vai cozer a pescada podem-se adicionar ervas aromáticas. Neste caso usei 2 raminhos de salsa e um talo de aipo.

 

1 comentário

Comentar post