Sexta-feira, 19 de Maio de 2017

há sempre uma 1ª vez :)

 

Nunca me tinha acontecido! Após centenas ou mesmo milhares de fotografias de comida, deixei cair o telemóvel na massa do bolo!!!

Ficou bem saboroso (o bolo) e o telemóvel continua a funcionar 

 

Bolo de Ruibarbo e Morango

 

20170516_201404.jpg

(antes de ir ao forno [e já sem o telemóvel]) 

 

2 copos e ½ de farinha com fermento

1 colher de chá de bicarbonato de sódio

½ colher de chá de gengibre em pó

1 copo de açúcar amarelo

1 copo de leite c/ 1 colher de sopa de vinagre

2 ovos

½ copo de óleo de girassol

 

Para a ‘compota’

200 grs de ruibarbo

100 grs de morangos

2 colheres de sopa de açúcar amarelo

1 colher de chá de extracto de baunilha

 

Levar o ruibarbo e os morangos ao lume num tachinho com o açúcar e baunilha por dez minutos. Reservar.

Untar uma forma de bolo.

Numa taça juntar a farinha com o bicarbonato, o gengibre e o açúcar amarelo.

Noutra taça misturar o leite e vinagre com os ovos e o óleo. Misturar o conteúdo das duas taças sem bater demais, apenas para que fique sem bocados de farinha.

Envolver as colheradas de ‘compota’ de ruibarbo e morango na massa do bolo de modo a que fique marmoreado.

Deitar na forma e levar ao forno por cerca de 45 minutos (experimentar com um palito após os 30 minutos já que varia de forno para forno).

Retirar do forno depois de cozido e deixar arrefecer na forma por uns dez minutos. De seguida desenformar e deixar arrefecer.

 

download.png

 

IMG_20170515_101029_835.jpg

 Nota: pode ser feito apenas com morangos

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Sexta-feira, 28 de Abril de 2017

venha o fim de semana (grande!)

 

Para quem não sabe, o Ruibarbo é um vegetal que é tratado como uma fruta. Tem um sabor bastante ácido (ao estilo das maçãs Granny Smith). Usa-se apenas os talos (as folhas têm um elevado teor de ácido oxálico pelo que são toxicas) e faz umas sobremesas do melhor que há. Fica muito bem misturado com maçã ou morangos.

Não é muito comum ver à venda por cá, apenas em mercadinhos ou lojas de produtos biológicos. Eu cultivo-o na minha horta há anos e nunca me falha!

 

Tarte de Ruibarbo e Morangos

 

download.png

 

1 base de tarte de massa quebrada

200 grs de ruibarbo

200 grs de morangos

3 colheres de sopa de açúcar amarelo

1 colher de chá de extracto de baunilha

1 embalagem de 250 grs de queijo Mascarpone

1 lata de leite de coco fria

75 ml de xarope de ácer

 

Levar a base da tarte ao forno até estar bem dourada. Retirar e deixar arrefecer.

Levar um tachinho ao lume com o ruibarbo cortado em pedaços, os morangos cortados em quartos, o açúcar e a baunilha e deixar cozer por dez minutos. Deixar arrefecer.

Bater o queijo Mascarpone com o leite de coco (se pusermos uma lata no frigorífico por umas horas, fica muito espesso) e com o xarope de ácer. Pôr sobre a base da tarte e por cima a mistura de ruibarbo e morango.

Servir bem fresco.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Sexta-feira, 9 de Maio de 2014

em maio canta o gaio, o melro ou quem quiser

Os meus pés de ruibarbo estão a acordar para a primavera (ainda a medo, é certo…) e embora não deem tanto que possa ir cozinhar para um batalhão, dão mesmo à certa para fazer umas sobremesas em tamanho ligeiro. Por isso quando vi esta receita, juntei os vários ingredientes e cá está! 

 

Crocante de Frutas (e um vegetal)

 

 

200 grs de ruibarbo

200 grs de morangos

200 grs de mirtilos (usei congelados)

1 maçã

½ copo de açúcar amarelo

1 colher de sopa de farinha Maizena

1 copo de flocos de aveia

½ copo de nozes

2 colheres de sopa de gérmen de trigo

1 pitada de canela

1 pitada de sal

3 colheres de sopa de óleo de girassol

 

Numa taça juntar o ruibarbo cortado em cubos, os morangos cortados em pedacinhos, os mirtilos e a maçã cortada em cubos. Adicionar metade do açúcar e a farinha Maizena e misturar bem. Deitar esta mistura num pyrex e reservar.

Numa outra taça misturar os flocos de aveia, as nozes, o restante açúcar, o gérmen de trigo, a canela e o sal. Juntar o óleo e misturar bem. Deitar esta mistura sobre as frutas e levar ao forno por cerca de 30 a 45 minutos, dependendo se se quer mais ou menos crocante.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Sexta-feira, 16 de Agosto de 2013

cá coisas...

Quando tenho tempo gosto de fazer as receitas de base, com tudo aquilo a que se tem direito. Nem sempre é possível, é a vida…

Nessas vezes em que não há tempo para fazer uma massa de tarte, para fazer um leite-creme a sério, usamos atalhos que não desrespeitem o nosso gosto pela cozinha e pelas boas receitas.

Ou seja, a minha ideia é: não é por nunca ter comido num restaurante com estrelas Michelin que tenho comido mal, longe disso!

Vou ali num instante para fim-de-semana que parece que me está a fazer falta {#emotions_dlg.sarcastic}

 

Tarteletes de Ruibarbo

 

 

1 embalagem de massa quebrada

300 grs de ruibarbo

3 colheres de sopa de açúcar

0,5 litro de leite

3 colheres de sopa de custarda em pó

3 colheres de sopa de açúcar

1 colher de chá de extracto de baunilha

100 grs de iogurte grego

100 grs de queijo de barrar

Mel ou açúcar qb para adoçar

 

Dividir a massa pelas quatro formas de tartelete. Picar o fundo com um garfo e levar ao forno por uns 20 minutos até estar cozida e alourada.

Cortar o ruibarbo em rodelas e levar ao lume com o açúcar por uns cinco minutos, até amolecer. Reservar.

Fazer um creme com o leite, o pó de custarda, o açúcar e o extracto de baunilha. Em alternativa pode-se usar uma embalagem de leite-creme instantâneo. Deixar arrefecer.

Pôr o creme já frio nas tartes também frias.

Misturar numa taça o iogurte grego com o queijo de barrar e adoçar a gosto com mel ou açúcar. Pôr esta mistura sobre o creme de custarda e por cima dividir o ruibarbo. Levar ao frigorífico até servir.

 

Nota: o ruibarbo pode ser substituído por amoras, framboesas ou mirtilos

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quarta-feira, 14 de Agosto de 2013

perishable thoughts...

 

 Ruibarbo

 

 

Ao contrario do que se possa pensar, dado que é mais utilizado para fazer doces do que salgados, o ruibarbo (Rheum rhabarbarum) é um vegetal. Sim! Verdade (e o tomate é um fruto, já agora…).

Originário da China, usado principalmente na medicina mas também na culinária, nomeadamente em Inglaterra onde é sobejamente utilizado para fazer tartes, compotas, etc. tem ainda outra particularidade que é a de as suas folhas não serem comestíveis por terem grande quantidade de ácido oxálico, que actua como um veneno para os humanos (para os caracóis não deve ter esse efeito porque eles comem alegremente as folhas do meu ruibarbo).

Os talos podem-se comer à vontade, até há quem os coma crus envoltos em açúcar (!). Eu gosto de os usar para fazer bolos, compotas e tartes. Este é da minha horta e apesar de não ter aquela cor carmesim de que tanto gosto e que dá uma cor fabulosa aos doces, é muito saboroso.

Este serviu para umas tarteletes, receita para breve.

 

Nota: Nunca vi ruibarbo à venda por cá embora me tenham dito que por vezes há na makro e em mercados biológicos.

As plantas podem ser encontradas já em alguns hortos por esse país fora. Já as vi à venda num horto em Ovar.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Sexta-feira, 3 de Junho de 2011

bolo 'up-side-down'

Este bolo é mesmo bom. Pode usar-se maçã em vez do ruibarbo mas se puderem, façam mesmo com ruibarbo.

É excelente o travo ácido que o ruibarbo dá ao bolo, a contrastar com o doce meio caramelizado.

 

Bolo de Ruibarbo Caramelizado 

 

 

Para a base:

1/2 copo de açúcar amarelo

50 grs de manteiga

400 grs de ruibarbo

 

Para o bolo:

2 ¾ copos de farinha com fermento

1 copo de açúcar amarelo

1 colher de chá de bicarbonato de sódio

1 colher de chá de sal

1 ovo

1 copo de leite com uma colher de sopa de vinagre (repousar 5 minutos)

½ copo de óleo

1 colher de chá de baunilha

 

Untar uma forma redonda. No fundo colocar uma rodela de papel vegetal e untar novamente.

Por cima do papel salpica-se o açúcar amarelo e a manteiga cortada em pedacinhos. Dispôr o ruibarbo cortado em palitos.

 

Para o bolo:

Numa taça combinar os primeiros 4 ingredientes.

Noutra taça juntar os seguintes 4 ingredientes.

Misturar os conteúdos das duas taças e mexer ligeiramente.

 

Deitar sobre o ruibarbo e levar a forno médio por cerca de 40 minutos, verificar com um palito se o bolo está cozido e retirar do forno.

Deixar arrefecer por 10 minutos e desenformar.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 2 de Maio de 2011

bem bom

Estas tarteletes são mesmo simples e apenas levam fruta, açúcar e canela. Por isso podem perfeitamente ser acompanhadas de uma bola de gelado cremoso ou mesmo de umas natas batidas.

 

Tarteletes de Maçã e Ruibarbo

 

 

1 embalagem de massa folhada

100 grs de ruibarbo

2 maçãs

4 colheres de sopa de açúcar amarelo

1 colher de sobremesa de canela em pó

 

Cortar o ruibarbo e as maçãs descascadas em quadradinhos. Misturar o açúcar e a canela e envolver a fruta nesta mistura.

Cortar a massa folhada em quatro com ela forrar quatro forminhas de tartelete. Cortar o excesso e reservar.

Por cima da massa da tarte divide-se a mistura de maçãs e ruibarbo. Tapam-se com tirinhas da massa folhada que sobrou.

Vai a forno quente por cerca de 25 minutos, até estar tostado.

Servir morno com uma bola de gelado de nozes.

 

Nota: Pode ser feito apenas com maçã

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:30
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 7 de Março de 2011

ruibarbo

Cá está ele, lindo, os primeiros talos deste ano que nasceram assim tão vermelhinhos porque tapei a planta com vasos grandes.

Resulta!

Experimentei esta leva de ruibarbo com uma receita da Nigella Lawson que se chama Irish Tarte Tatin.

 

Tarte Tatin Irlandesa 

 

 

900 grs de ruibarbo

250 grs de açúcar

 

310 grs de farinha

20 grs de açúcar

1 colher de chá de fermento

55 grs de manteiga gelada

1 ovo

175 ml de leite

açúcar para polvilhar

 

Aquecer o forno.

No fundo de uma forma de tarte põe-se o açúcar e o ruibarbo cortado em pedaços.

Numa taça misturam-se os ingredientes secos. Junta-se a manteiga cortada em cubos e com as mãos mistura-se bem com a farinha para ficar parecido com migalhas.

No meio destas migalhas abre-se um buraco e deita-se o leite batido com o ovo. Amassa-se até ficar uma massa homogénea.

Estende-se a massa com o rolo para formar um disco redondo que se coloca sobre o ruibarbo. Polvilha-se com açúcar e leva-se ao forno por cerca de 40 minutos.

Retira-se do forno e vira-se para um prato com cuidado para não queimar as mãos já que o molho está muito quente.

Servir com uma bola de gelado ou com natas frescas batidas.

 

 

Notas: A massa da tarte fica um bocado grossa, parece mais um scone do que massa de tarte.

Esta receita está no livro How to Eat da Nigella Lawson. 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:30
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Sexta-feira, 3 de Setembro de 2010

em modo compota #4

A preguiça, associada à curiosidade, levaram-me a experimentar um doce de morango na máquina de fazer pão.

Sei, desde que a comprei, que dava para fazer compotas (dahhhh) mas achei sempre que era *treta*...

Ok, não era, pronto, assunto arrumado.

Ficou excelente!!!

 

Compota de Morango e Ruibarbo na MFP*

 

 

500 grs de morangos cortados em quadradinhos

500 grs de talos de ruibarbo cortados em bocados de 1 cm

750 grs de açúcar branco

 

Pôr os ingredientes na cuba da máquina e ligar no programa de compotas.

Como ao fim deste programa ainda estava um bocado líquido, voltei a accionar mais uma vez só que apenas deixei correr meio ciclo.

Ficou exactamente no ponto e não teve que levar pectina.

Já estou a imaginar a marmelada deste ano...

 

* MFP = Máquina de Fazer Pão

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Quinta-feira, 29 de Abril de 2010

tão fácil!

Para abrilhantar uns queijinhos frescos de cabra (pasteurizados) nada melhor do que um belo molho.

Fica uma sobremesa que além de não ser muito calórica, é rápida, fácil e a baixo custo.

Para esta usei ruibarbo mas pode ser com qualquer fruta: morangos, pêssegos, maçãs, etc.

 

Molho de Ruibarbo

 

 

1/2 copo de água

sumo de meio limão

2 colheres de sopa de mel*

6 talos de ruibarbo

 

Num tachinho põe-se a água, o sumo de limão e o mel* (usei 'maple syrup'). Deixa-se levantar fervura e adiciona-se o ruibarbo cortado em bocadinhos. Ferve por mais três minutos.

Retira-se o ruibarbo com uma escumadeira e deixa-de ferver o molho por mais 5 minutos.

Deitam-se colheradas de fruta e molho sobre os queijinhos.

É bom mesmo ao pequeno-almoço!

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 5 de Abril de 2010

fim de festa...

Este fim de semana alargado houve visitas, muitos cozinhados, algumas receitas novas e nenhuma foto... lá está, não se pode ter tudo e por isso as próximas receitas se calhar têm que se ficar apenas pelas palavras.

Vamos começar pela primeira, uma tarte de maçã e ruibarbo que não pude documentar em imagem. Foi servida com uma bola de gelado a acompanhar e segundo o 'ohohmetro' estava muito boa.

 

 

Tarte Tatin de Maçã e Ruibarbo

 

 

 

80 grs de açúcar

50 grs de margarina

3 maçãs

6 talos de ruibarbo

1 base de tarte de massa folhada

canela

 

Cortar os talos de ruibarbo em bocadinhos de cerca de 1 cm. Descascar as maçãs, descaroçar e cortar em meias luas fininhas.

Na base de uma tarteira polvilha-se o açúcar e por cima põem-se bocadinhos de margarina. Sobre esta base colocam-se as meias luas de maçã e por cima o ruibarbo. Tapa-se tudo com a massa folhada e leva-se a forno bem quente por cerca de 30 minutos.

Quando estiver cozido, tira-se do forno e vira-se para um prato. A massa folhada fica por baixo e as maçãs fazem o topo da tarte. Polvilha-se com canela.

É muito aromático!

 

Editado: afinal sempre apareceu uma foto que faz jus à tarte :))

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 19:48
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Domingo, 2 de Março de 2008

ruibarbo

Este foi o ruibarbo que apanhei da horta hoje de manhã. É muito jovem e por isso os talos, que são a única parte que se pode usar, são desta cor fabulosa. Quando crescem mais ficam verdes e perdem a graça. As folhas deitam-se fora porque contêm ácido oxálico, o que não é nada bom para a nossa saúde pois provoca intoxicações.




Este foi o Crumble de Ruibarbo que fiz para a sobremesa.




Este foi o aspecto final, abrilhantado por uma bola de gelado de nozes.




Crumble de Ruibarbo*

120 grs de farinha
100 grs de manteiga bem fria e cortada em cubinhos
3 colheres de sopa de açúcar amarelo
3 colheres de sopa de açúcar baunilhado
sal
3 colheres de sopa de aveia
especiarias (canela, noz moscada, gengibre)

Numa taça misturar a farinha e aveia com os açúcares, especiarias e uma pitada de sal. 
Misturar os cubos de manteiga e com os dedos esfarelar a mistura para que se pareça com migalhas grandes.

Num pyrex colocar os talos de ruibarbo cortados em bocados de 2 cm. cada. Por cima polvilhar com a mistura de farinha e manteiga. Vai ao forno bem quente cerca de 25 minutos.

* Pode-se usar maçã em vez do ruibarbo, que não é fácil de encontrar por cá. Esta receita é adaptada de uma da Nigella Lawson, do livro How to Eat.
publicado por belitaarainhadoscouratos às 16:19
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
|

mais sobre mim

cuscar

quantos são? quantos são?

HTML Hit Counter
pc computer components

digam qualquer coisa

coolinaria@sapo.pt

A Belita no Facebook!

My taste

mytaste.pt

armazém de receitas

tags

todas as tags

os meus livros de receitas, alguns...

blogs SAPO

subscrever feeds