Quarta-feira, 27 de Setembro de 2017

vamos lá então!

 

Ainda estamos a tempo de guardar os excessos de produção deste verão.

Neste caso aproveitei para guardar pimentos para usar mais tarde como acompanhamento de refeições ou mesmo para incorporar noutras receitas.

Ficam muito saborosos, parecem picles mas não tão avinagrados.

Fiz duas versões, uma com pimentos mais verdes (mas não aqueles pimentos tradicionais, são uns mais finos e longos) e outra com pimentos vermelhos e pimentos amarelos.

Fica a sugestão.

 

Pimentos de Conserva

 

20170911_174025-COLLAGE.jpg

 

350 ml de vinagre

150 ml de azeite

1 dente de alho

1 folha de louro

600 grs de pimentos já sem sementes

 

Num tachinho pôr o vinagre, o azeite, o alho e o louro. Deixar levantar fervura e adicionar os pimentos cortados em tiras.

Deixar levantar fervura novamente e cozinhar por cerca de dez minutos.

Transferir de imediato para frascos esterilizados e tapar. Deixar arrefecer e guardar pelo menos por uma semana para apurar sabores.

Após abertura deve ser guardado no frigorífico.

 

Nota: a receita veio daqui

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 29 de Setembro de 2016

inspirações

 

Esta salada foi inspirada nesta receita. Muito ligeiramente inspirada já que acabei por não fazer quase nada igual. Mas é para isso que servem os milhões de receitas que encontramos por aí, são ideias que usamos para por à prova a nossa criatividade. E funciona (na maioria das vezes…) 

Como qualquer salada, é muito versátil e podem ser usados outros ingredientes e mesmo assim ficar tão maravilhosa como esta ficou.

E apesar de ser uma salada, com frango grelhado, tem um ar perfeitamente outonal, ora digam lá.

 

Salada de Frango Mediterrânica

 

20160911_131633

 

Peitos de frango grelhados

Legumes salteados

Macarrão cozido

Molho

 

Temperar os peitos de frango com sal, mistura de ervas aromáticas secas e sumo de limão. Grelhar de modo a que fique bastante tostado por fora (grelhei numa frigideira antiaderente sem gordura).

Pôr azeite no fundo de uma frigideira e adicionar: cebola roxa em meias-luas, beringela em rodelas, curgete em rodelas (também usei flores de curgetes!), cogumelos fatiados, pimento vermelho em tiras, sal e pimenta q.b.

Levar ao lume, tapado, de modo a refogar esta mistura de vegetais por cerca de meia hora.

Fazer o molho misturando uma colher de sopa de tahini com uma colher de sopa de mostarda à antiga (daquela com grãos), uma colher de sobremesa de mel e vinagre de vinho tinto e azeite q.b.

Põe-se o macarrão cozido e escorrido numa taça grande e por cima dispõem-se os vegetais refogados e rega-se com o molho.

Cortar o frango grelhado em fatias e dispor sobre a salada.

 

Notas:

a mistura de ervas aromáticas pode ser de compra ou feita em casa (ex: orégãos, tomilho, salsa, etc); podem ser usadas Ervas da Provença

O tahini é uma pasta de sésamo que já existe à venda na maioria dos supermercados. Pode ser substituída por manteiga de amendoim ou de amêndoas

 

download

 flores de curgete e mini curgetes

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 25 de Agosto de 2015

da horta

Gosto de preparar receitas em que a maioria dos ingredientes sejam da minha horta.

Algumas vezes, têm que se gastar quer se queira ou não queira porque são muitos, dão quase todos ao mesmo tempo e também se estragam todos com rapidez.

Foi aí que vi esta receita e assim nasceu este crumble de vegetais apanhados da horta. Ficou mesmo bom e foi o suficiente para acompanhar umas tirinhas de porco. Nada de arroz, massa, batatas. Apenas isto.

  

Crumble de Vegetais

 

20150814_203325.jpg

  

2 curgetes médias

2 beringelas pequenas

1 cebola roxa

1 dente de alho ralado

2 tomates chucha vermelhos

2 tomates pera amarelos (novidade deste verão!)

½ pimento vermelho

Sal e pimenta q.b.

3 colheres de sopa de azeite

 

Cobertura:

1 copo de farinha

50 grs de manteiga fria cortada em cubos

1 raminho de tomilho

Sal e pimenta q.b.

1 colher de sopa de água fria

 

Cortar os vegetais em pedaços pequenos e uniformes. Misturar com o azeite e temperar com sal e pimenta a gosto e pôr num pyrex ou tabuleiro refractário.

Fazer a cobertura misturando a farinha com a manteiga. Esfarelar com as mãos de modo a parecer migalhas. Adicionar o sal e pimenta e as folhinhas de tomilho (pode ser com orégãos). Salpicar a água por cima e misturar com um garfo.

Deitar estas migalhas sobre os vegetais e levar o tabuleiro ao forno até estar bem dourado, cerca de uma hora.

É bom quente ou frio.

 

Nota: Pode-se substituir metade da farinha por flocos de aveia

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 10 de Fevereiro de 2015

acessórios...

 

Este molho é bom para acompanhar comida chinesa, carnes, peixes, é bom para temperar saladas, para mergulhar crepes (quelepes, como dizem no restaurante chinês) e se calhar para mais coisas de que não me lembro.

A autora da receita diz que só não o usa como creme facial. Para mim não dava, tenho a pele oleosa 

 

Molho agri-doce-picante (Sweet Chilli)

 

download (1).png

 

3 dentes de alho picados

2 pimentos picantes, sem sementes

¼ de copo de vinagre de cidra

½ copo de açúcar amarelo

¾ de copo de água

1 pitada de sal 

1 colher de sopa mal cheia de farinha Maizena

2 colheres de sopa de água

 

Picar bem os alhos e os pimentos (usei um pimento de Padrón maduro e 3 malaguetas pequenas).

Pôr num tachinho juntamente com o vinagre, o açúcar amarelo e a água e a pitada de sal. Deixar levantar fervura e ferver por três minutos.

Misturar num copo a farinha Maizena e a água e juntar à mistura que está ao lume. Mexer e deixar ferver mais um minuto.

Pôr num frasco e guardar no frigorífico quando frio.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:29
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 1 de Dezembro de 2014

no aproveitar...

Ainda a gastar o resto da produção deste verão, houve uns pimentos que deram que se fartaram. Chamam-lhes pimentos italianos, e embora sejam compridos a parecer malaguetas gigantes, não têm qualquer picante e são muito mais suaves em sabor do que os pimentos tradicionais.

Depois de usados em cru, em cozinhados e congelados para ir gastando, ainda sobravam bastantes pelo que decidi fazer massa de pimentão, que é coisa que raramente uso porque nunca compro. Valeu!

 

Massa de Pimentão

IMG_3833.JPG

 

6 pimentos vermelhos

Sal

Azeite

 

Cortar os pimentos em tiras largas e retirar as sementes e os veios.

Pôr em camadas num coador com bastante sal a cobrir cada camada. Usei um coador de plástico onde pus uma folha de papel de cozinha, sal, pimentos, sal, pimentos e sal.

Deixar escorrer por duas semanas (sim, duas semanas, não é gralha).

Passar os pimentos por água para remover o sal que ainda tiverem, escorrer e pôr no copo da varinha mágica ou noutro recipiente. Triturar com a varinha mágica até estar em puré e deitar num frasco. Por cima pôr uma camada de azeite e guardar.

 

Notas:

Reduz muito a quantidade de pimentos quando transformado em massa;

Pode ser usado para temperar carne ou peixe, assados, etc.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Segunda-feira, 7 de Novembro de 2011

delicioso

O atum é um ingrediente recorrente na minha cozinha. Quem me conhece sabe que não me importava de comer atum todos os dias.

E ovos também!

Claro que não faço isso porque há muita coisa boa para experimentar mas de vez em quando lá sai uma variação em atum. Como esta.

 

Atum com Pimentos

 

(para 2 pessoas)

 

1 cebola picada

1 dl de azeite

1 lata de atum escorrido

2 tomates maduros sem peles

1/2 copo de vinho branco

1 pimento cortado em tiras

1/2 copo de água

sal

piri-piri

macarrão cozido q.b.

 

Na frigideira salteia-se a cebola no azeite. Junta-se o atum desfiado e salpica-se com o vinho branco. Adicionam-se os tomates picados e o pimento cortado em tiras. Junta-se a água (pode ser da de cozer o macarrão) e tempera-se de sal e piri-piri. Deixa-se apurar e quando pronto para servir adiciona-se macarrão cozido e envolve-se bem.

 

Nota: Usei pimento de Arnoia mas pode ser de outra variedade, vermelho ou amarelo

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Quinta-feira, 4 de Novembro de 2010

pementos rellenos

Os pimentos ainda estão a produzir, apesar do frio que já se sente e nota-se que já não crescem tanto, ficam mais pequenos mas ainda assim excelentes.

Para experimentar outras maneiras de os confeccionar, lembrei-me de os rechear, nada de muito elaborado, apenas atum e queijo fresco. Usei a variedade de Arnoia, de que já aqui falei e que não são picantes.

Ficaram muito bons.

 

Pimentos Recheados

 

 

1 lata de atum

1 queijo fresco

pimenta fresca moida

azeite

 

Escorrer o líquido do atum e pôr numa taça (o atum, claro!). Misturar o queijo fresco e com um garfo esmigalhar bem e misturar tudo. Temperar de pimenta e dividir esta pasta por quatro pimentos já limpos de sementes.

Forrar um tabuleiro com papel de alumínio e untar com azeite. Colocar os pimentos recheados no tabuleiro e por cima deitar um fio de azeite.

Levar ao forno por 30 minutos até os pimentos estarem amolecidos.

Servir como entrada ou como prato principal acompanhado de arroz.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 87 seguidores

cuscar

quantos são? quantos são?

HTML Hit Counter
pc computer components

digam qualquer coisa

coolinaria@sapo.pt

A Belita no Facebook!

My taste

mytaste.pt

armazém de receitas

tags

todas as tags

os meus livros de receitas, alguns...

blogs SAPO

subscrever feeds