Quinta-feira, 25 de Maio de 2017

bons ventos

 

Vi esta receita que me inspirou a fazer também (ao estilo não posso é ver nada...)

Ficou excelente! Não custa nada a pôr ao forno e também não demora demais fazer e no fim parece mesmo que uma pessoa sabe o que é que anda a fazer 

 

Pescada no Forno com Batatas à Padeiro

 

20170428_204240.jpg

 

2 lombos de pescada com pele

6 batatas pequenas

1 cebola

10 espargos

Sal, pimenta e erva aromáticas q.b.

Azeite q.b.

 

Cortar a cebola em meias luas e as batatas descascadas em rodelas muito finas. Temperar com sal e pimenta.

Dividir por dois pratos fundos de ir ao forno e por cima deitar azeite q.b. Levar ao forno por cerca de 25 minutos.

Retirar do forno, dar a volta às batatas e por cima colocar os lombos de pescada com a pele virada para baixo. Temperar também a pescada com um pouco de sal e com as ervas aromáticas picadas (usei salsa e cebolinho).

À volta colocar os espargos e voltar a levar ao forno por mais uns quinze/vinte minutos até que a pescada esteja cozinhada.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 11 de Abril de 2017

¡Qué bien!

 

Esta receita é do Instagram. Uma das pessoas que sigo (@mariaa_roro), espanhola, tem receitas muito práticas e com excelente aspecto. Esta é uma delas mas já tenho outras na calha para experimentar.

Adaptei ligeiramente, ora vejam lá.

 

Tortilha de Pescada

 

download (1).png

 

1 alho francês

1 cebola

1 raminho de salsa

2 filetes de pescada

4 ovos

Azeite q.b.

 

Cortar o alho francês em rodelas e picar a cebola. Alourar ambos no azeite e de seguida juntar os filetes de pescada cortados em pedacitos. Envolver, temperar de sal e pimenta e deixar cozer até que os filetes já não estejam crus.

Bater os ovos e adicionar a salsa picada. Deitar sobre a mistura dos filetes na frigideira e quando a base estiver, virar a tortilha para cima de um prato e voltar a pôr na frigideira para fritar a outra parte.

Servir de imediato com legumes cozidos ou uma salada. 

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 28 de Março de 2017

sol de empréstimo

 

Não me canso de usar o açafrão das Índias, é uma das minhas especiarias preferidas e até em doces a utilizo. Adoro a cor vibrante e, à falta do sol primaveril, alegro-me a contemplar os pratos que ajuda a produzir 

 

Filetes com Açafrão das Índias

 

download.png

 

4 filetes de pescada, cortados ao meio

Sal q.b.

2 dentes de alho ralados

1 limão (sumo e raspa)

100 ml de natas

1 colher de chá de açafrão das Índias

1 fio de azeite

Coentros picados q.b.

 

Temperam-se os filetes com sal, os alhos ralados e sumo e raspa de limão. Deixam-se tomar gosto por meia ou uma hora.

Põe-se azeite no fundo de uma frigideira e fritam-se os filetes juntamente com o resto da marinada. Viram-se os filetes com cuidado para não desmanchar e acabam de fritar. Misturam-se as natas com o açafrão das Índias e deitam-se por cima dos filetes. Deixa-se levantar fervura e serve-se polvilhado com coentros picados.

Acompanhar com puré de batata ou batatas cozidas.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Terça-feira, 7 de Fevereiro de 2017

autoplágio?

 

Uma receita que é praticamente cópia de outra feita com raia mas que também levou umas ameijoas para abrilhantar. Pode ser feito sem as ameijoas mas com elas fica mais saboroso.

 

Pescada Estufada com Ameijoas

 

20170203_201750.jpg

 

1 cebola grande

2 dentes de alho

1 folha de louro

1 malagueta

Azeite q.b.

1 cerveja mini (25 cl)

Sal q.b.

Pimenta q.b.

6 mimos de pescada (congelados)

Coentros picados

Sumo de ½ limão

1 mão cheia de ameijoas brancas

 

Forrar o fundo de uma frigideira ou wok com uma boa camada de cebola às rodelas, os dentes de alho picados, a folha de louro e a malagueta. Por cima colocar os mimos de pescada e temperar com sal e pimenta. Rega-se tudo com azeite e com a cerveja mini e leva-se ao lume.

Quando começar a ferver, baixa-se o lume e tapa-se a frigideira, deixando cozer por cerca de 20 minutos. De seguida juntam-se as ameijoas (usei congeladas), tapa-se novamente e deixam-se abrir, mais uns cinco minutos.

Estando pronto, espreme-se meio limão sobre o peixe e salpica-se com coentros picados.

Serve-se com batatas cozidas ou puré de batata.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 17 de Janeiro de 2017

outras sugestões

 

Aqui está uma opção que com muito pouco trabalho faz um vistaço e até aprece que se esteve ali na cozinha horas. Nada disso, simples, rápido e eficaz!

 

Rolinhos de Filetes com Alheira

 

download.png

 

6 batatas

4 filetes (usei de pescada)

1 alheira (usei de caça)

2 fatias de pão de centeio, raladas

1 raminho de salsa

100 ml de vinho branco

100 ml de água

Azeite q.b.

Sal e pimenta q.b.

 

Cozer as batatas cortadas em quartos e novamente ao meio em água com sal. Escorrer e pôr num tabuleiro de ir ao forno.

Retirar a pele à alheira, desfazer e misturar com o pão previamente ralado e a salsa picada. Pôr alguma desta mistura sobre cada filete e enrolar, prendendo com um palito. Pôr os rolinhos de filete sobre as batatas no tabuleiro e por cima espalhar a restante mistura de alheira e pão. Temperar com sal e pimenta a gosto.

Deitar o vinho e a água no tabuleiro e deitar um fio de azeite sobre todos os ingredientes. Levar ao forno até dourar e servir com legumes cozidos.

 

Notas:

Podem ser usados quaisquer filetes, pescada, solha, peixe espada, etc.

A alheira pode ser de caça, da tradicional ou até das mais ‘modernas’ vegetarianas

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito (1)
|
Terça-feira, 30 de Agosto de 2016

mesmo a calhar

 

Este é o tipo de comida que eu considero fast food. É rápida de fazer, sabe muito bem e não é lá do mais saudável que há…

Mas de vez em quando é mesmo disto que precisamos!

 

Pescada à Brás

 

20160730_200609.jpg

 

4 lombos/tranches de pescada

1 cebola

1 dente de alho

Azeite q.b.

200 grs de batata palha

4 ovos

Sal e pimenta q.b.

Salsa picada

Azeitonas

 

Cortar a cebola em meias luas finas e alourar em azeite juntamente com um dente de alho picado. Juntar as tranches de pescada e tapar. Deixar cozer por uns dez minutos e com a colher de pau esfarelar a pescada em bocados pequenos. Juntar a batata palha e envolver. Tapar novamente e deixar amolecer por uns três ou quatro minutos. Adicionar os ovos batidos e envolver rapidamente. Temperar com sal e pimenta (atenção que a batata já vem com sal) e salpicar com a salsa picada.

Servir com azeitonas e uma salada de tomate.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 29 de Março de 2016

nem tudo o que parece...

 

Sou pouco apreciadora de marisco, não corro atrás de um arroz de marisco nem de uma mariscada. Gosto de camarões mas a maior parte das vezes até os dispenso só por ter de os descascar.

Gosto de ameijoas, daquelas malhadas que há na Ria de Aveiro e que são muito difíceis de encontrar. Não me apanham a comer ameijoas vietnamitas e muito menos sou vista perto daquele sucedâneo de marisco que dá pelo enganador nome de delícias do mar.

Não sou fundamentalista, apenas há coisas que aprecio, e outras não 

E este arroz? Uma maravilha!

 

Arroz de Peixe e Marisco

 

20160319_131605.jpeg

 

Azeite q.b.

1 cebola

1 dente de alho

3 tomates (usei congelados, podem ser de lata)

¼ de pimento vermelho

1 malagueta ou piripiri

1 filete de pescada médio

1 raminho de salsa picada

1 medida de arroz carolino

3 a 4 medidas de água ou caldo de peixe

Sal q.b.

100 grs de camarão congelado, descascado

100 grs de ameijoas (usei congeladas)

Coentros picados q.b.

 

Cortar o peixe em pedaços. Reservar.

Num tacho alourar a cebola e alho picados em azeite. Adicionar o tomate pelado e cortado em pedacinhos, o pimento também cortado e a malagueta ou piripiri e deixar refogar. Juntar o peixe, mexer e juntar também o arroz e a água a ferver (apenas 3 medidas, se necessário junta-se mais um pouco, mais tarde).

Deixar levantar fervura, baixar o lume e deixar cozer por uns 15 minutos. Adicionar o camarão e as ameijoas, se necessário acrescentar mais água a ferver para se manter malandrinho, e rectificar os temperos.

Logo que o arroz esteja cozido, servir salpicado com coentros picados.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:35
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 4 de Fevereiro de 2016

party!!!!

 

Tenho uma amiga que deve ser a maior admiradora/campeã/divulgadora/vendedora da Bimby. Da Bimby, não das imitações. Mas, por melhores amigas que sejamos, e somos, não me consegue convencer a querer uma. Não consegue, sabe disso, e gosta de mim na mesma 

Mas de vez em quando, insidiosa, lá me oferece um livro de receitas da Bimby. E não é que algumas receitas são mesmo boas? E melhor, porque antes de haver essas máquinas já há milénios se dominava a arte de cozinhar, essas receitas dão para fazer de forma convencional.

Esta é uma das melhores receitas que pude experimentar nos últimos tempos. Tem um nome que lhe cai mesmo a jeito, é verdadeiramente de Festa!

É do livro ‘Velocidade Colher’, da autora do blogue No soup for you e deixou-me rendida. À receita!

 

Pescada de Festa

 

pescada.JPG

 

Cobertura:
2 fatias de pão integral seco
1 mão-cheia de coentros
2 dentes de alho
raspa de 1/2 limão
Recheio:
4 lombos de pescada (usei congelada)
sumo de 1 limão
sal e pimenta preta  q.b.

2 cebolas
2 dentes de alho
1 raminho de salsa
3 cenouras
azeite q.b.
200 grs de batata frita palha (usei de compra)
Molho Béchamel:
600 ml de leite
2 colheres de sopa de farinha de trigo
2 colheres de sopa de manteiga (usei Becel Cozinha)
sal e noz moscada q.b.

 

Temperar o peixe com sumo de limão, sal e pimenta. Reservar

No robot de cozinha ou picadora triturar o pão com os coentros, o dente de alho e a raspa de meio limão. Reservar.

Fazer o molho bechamel derretendo a manteiga numa caçarola e adicionando a farinha. Mexer com uma vara de arames e adicionar o leite tendo o cuidado de continuar a mexer para não fazer grumos. Quando começar a engrossar, tempera-se com sal e noz-moscada a gosto. Reservar.

Num tacho largo alourar no azeite a cebola cortada em meias-luas, os alhos picados e a cenoura ralada. Deixar amolecer um pouco e acrescentar os lombos de pescada. Tapar e deixar cozinhar uns minutos. Com a colher de pau partir grosseiramente os lombos de pescada e adicionar a batata palha e a salsa picada. Envolver com mais de metade do molho bechamel. Deitar esta mistura num tabuleiro, cobrir com o restante molho bechamel e polvilhar com a mistura de pão que se triturou.

Levar ao forno até estar lourinho, cerca de 25 minutos.

Servir com verduras cozidas.

 

Notas:

Adaptei ligeiramente a receita original;

Atenção ao sal porque as batatas palha já são salgadas;

Não usei mas penso que pode ser usado molho bechamel de compra;

A receita original refere que este prato pode ser feito com carne, bacalhau ou outros tipos de peixe

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 19 de Janeiro de 2016

de outro modo

 

Estes filetes ficaram uma maravilha. Se não tiverem sementes de linhaça não faz mal, o pão de sementes já tem bastantes. E se não houver avelãs à mão, podem usar nozes, amêndoas ou outro fruto seco. Não é essencial mas dá um toque extra ao prato. E assim, uns *míseros* filetes de pescada transformam-se num prato cinco estrelas!

 

Filetes de Pescada panados no forno

 

filetes.JPG

 

2 filetes de pescada grandes (cortar ao meio)

1 limão pequeno

1 dente de alho

1 colher de chá de orégãos

Sal q.b.

1 fatia grande de pão de sementes

1 colher de sopa de sementes de linhaça raladas

1 colher de sopa de avelãs raladas

1 ovo batido

2 colheres de sopa de azeite

 

Temperar os filetes com o dente de alho em rodelas, sal, orégãos e sumo de limão e deixar por uma hora.

Ralar a fatia de pão e misturar com a linhaça e as avelãs também raladas.

Passar os filetes pelo ovo e de seguida passar pela mistura de pão.

No fundo do tabuleiro espalhar o azeite e pôr os filetes panados.

Levar ao forno por cerca de 20 minutos, até estar tostado.

Servir com couve portuguesa salteada e batatas no forno.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
|
Quinta-feira, 24 de Setembro de 2015

ouch....

 

Ai o que eu gosto destes bolinhos!

Picaaaaaantes!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Já aviso, PI.CAN.TES!!!

 

Bolinhos de Pescada à Tailandesa

 

20150901_193823.jpg

 

3 rabos de pescada, crus

1 batata

1 alho

1 cebola

Sumo de 1 limão pequeno

Sal q.b.

1 colher de sopa de molho de peixe (opcional)

1 colher de sopa rasa de gengibre ralado

1 malagueta sem as sementes, picada (de preferência sem ser seca)

Cebolinho e coentros picados q.b.

1 ovo

2 colheres de sopa de farinha + farinha para envolver

Azeite q.b.

 

Retirar as peles e espinhas ao peixe com uma faca bem afiada. Corta-se com a faca encostada à espinha para separar os lombos e depois com a faca encostada à pele, segurando numa ponta. Se a faca for bem afiada, é muito fácil de fazer.

No robot de cozinha pica-se a pescada com a batata, o alho e a cebola descascada. Põe-se esta mistura numa taça e adicionam-se os restantes ingredientes excepto o azeite.

Mistura-se bem e moldam-se bolinhos achatados, tipo hambúrgueres (deu oito). Envolvem-se em farinha e fritam-se numa frigideira com um fundo de azeite.

Escorrer em papel de cozinha e servir com uma salada.

 

untitled.PNG

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Quinta-feira, 2 de Julho de 2015

dos tempos...

 

Adoro a Grécia.

Já gostava antes quando eram uns despreocupados, como nós, com as carradas de dinheiro a fluir via Fundo Social Europeu e a ser gasto à tripa forra em tudo menos naquilo em que devia ser, como nós, e gosto agora, quando estão a sofrer na pele uma Europa que antes dos seus cidadãos prefere salvar os bancos… (basicamente como nós…).

E da Grécia, uma das coisas de que mais gosto é mesmo a sua gastronomia, devo ter sido grega noutra encarnação pois todos os sabores gregos se me colam como se de mim fizessem parte.

Aqui fica uma receita em jeito de homenagem singela.

 

Tranches de Pescada à Grega

 

IMG_4447.JPG

 

Azeite q.b.

1 cebola cortada em meias luas

2 dentes de alho picados

2 tomates bem maduros

1 malagueta

4 tranches de pescada

Sal q.b.

Orégãos q.b.

½ copo de vinho branco

 

Colocar os ingredientes numa caçarola na ordem indicada. Refogar em lume brando durante cerca de 20 minutos (vai formar bastante molho). Depois aumentar o lume para ferver um bocado e engrossar o molho.

Servir com puré ou batatas cozidas e uma salada.

 

Nota: usei tomates congelados

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
|
Terça-feira, 16 de Junho de 2015

à Galega

 

Uma receita muito fácil e que apesar de parecer peixe cozido comum, fica bem diferente com a utilização deste molho.

A receita original leva ervilhas mas como tenho tido abundância de ervilhas tortas e como as prefiro às normais, usei as tortas.

De resto é comer e chorar por mais…

 

Pescada à Galega

 

IMG_4328.JPG

 

2 postas de pescada

4 batatas

1 mão-cheia de ervilhas tortas

½ cebola

2 dentes de alho

Azeite q.b.

Sal

1 colher de pimentão em pó

 

Cozer as batatas cortadas em rodelas grossas juntamente com a cebola. Quando estiverem quase cozidas, adicionar as postas de pescada e deixar levantar fervura. De seguida adicionam-se as ervilhas tortas e deixa-se acabar de cozer, cerca de cinco minutos ou um pouco mais, dependendo da grossura das postas de pescada.

Entretanto numa frigideira salteiam-se os alhos amachucados, com pele, no azeite apenas até dourar. Retira-se a frigideira do lume e retiram-se os alhos. Deixa-se arrefecer ligeiramente o azeite e adiciona-se o pimentão, mexendo. Deita-se esta mistura para uma taça para repousar o pimentão no fundo.

Escorre-se a água às batatas, ervilhas e pescada e servem-se com o molho de azeite e pimentão.

 

Nota: esta forma de cozinhar o peixe é muito usual na Galiza e pode-se usar, além de pescada, raia, bacalhau fresco, tamboril, etc.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito (1)
|
Terça-feira, 5 de Maio de 2015

bolsas...

 

Uma boa opção para aqueles filetes de pescada que não queremos fritar. Fica muito bom e, confessem, as batatas assim em forminhas de queque fazem um vistaço! (e ficam muito melhor do que batatas fritas).

 

Filetes em Bolsa com Batatas em Rodelas

 

IMG_4147.JPG

 

Para as batatas:

4 batatas

1 dente de alho ralado

Sal e pimenta q.b.

Azeite

 

Para os filetes:

2 filetes de pescada

1 dente de alho

2 colheres de chá de mostarda em grão

Sal e pimenta q.b.

Azeite

 

Aquecer o forno.

Lavar bem as batatas e cortar em rodelas bem finas com a pele. Ralar um dente de alho grande ou dois pequenos e com as mãos envolver nas batatas juntamente com o sal e pimenta ou outro tempero a gosto (ervas aromáticas) e um fio de azeite. Misturar bem e dividir por seis formas de queque previamente untadas com azeite.

Levar as batatas ao forno enquanto se preparam os filetes.

Estender um pedaço de papel de alumínio na bancada. No sítio onde se vai pôr o filete esfregar o dente de alho no alumínio e por cima espalhar uma colher de mostarda. Pôr o filete sobre a mostarda, esfregar com o dente de alho, temperar com sal e pimenta e um fio de azeite. Fechar bem o alumínio de forma a fazer uma bolsa estanque, para não sair o vapor. Fazer o mesmo para o outro filete.

Cerca de meia hora depois de as batatas estarem no forno, pôr as bolsas com os filetes também no forno.

Deixar por cerca de 20 minutos e depois retirar e servir com uma salada de agriões e rúcula ou alface.

 

Nota: parece mais trabalhoso do que na realidade é e combina muito bem

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 28 de Outubro de 2014

belas receitas!

Há certas receitas que só a fotografia já nos faz querer fazê-las. Claro que no meu caso, o resultado final fica a anos luz daquilo que vi porque:

  1. Adoro cortar caminho e leio as receitas de modo enviesado;
  2. Tenho a mania de alterar ingredientes e até modo de fazer;
  3. As minhas fotografias… está tudo dito!

Mas no geral, as coisas até ficam muito boas. É o caso desta receita que era capaz de fazer outra vez seguindo exactamente as instruções. Ou não… (não seguindo as instruções, que esta vou fazer mais vezes!)

 

Tarte de Pescada com Alho Francês e Sementes de Papoila 

IMG_3706.JPG

1 embalagem de massa folhada

250 grs de filetes de pescada

1 alho-francês

50 ml de natas

3 ovos

1 folha de louro

3 colheres de sopa de azeite

½ copo de água

Sementes de papoila

Sal e pimenta q.b.

 

Numa frigideira põe-se a pescada com uma folha de louro, uma pitada de sal e uma colher de sopa de azeite. Tapa-se e deixa-se cozer em lume brando por uns dez minutos.

Retira-se a pescada da sertã, deixando algum líquido no fundo e põem-se as rodelas do alho-francês com mais duas colheres de sopa de azeite, ½ copo de água e sal.

Deixa-se cozer tapado por três minutos, retira-se a tampa e coze mais um bocadinho até evaporar o líquido. 

Estende-se a massa e polvilha-se com sementes de papoila e com o rolo da massa passa-se sobre as sementes para que adiram à massa. Põe-se a massa na tarteira e recorta-se o excesso de massa (no meu caso, que usei uma forma de tarte rectangular) e enrola-se num rolinho que se corta aos bocados para fazer as espirais de massa que se põem por cima da tarte. 

Com as mãos despedaça-se a pescada e põe-se no fundo da tarteira pondo as rodelas de alho francês por cima. Batem-se os ovos com as natas e tempera-se com sal e pimenta e deita-se na tarteira. Por cima espalham-se as espirais de massa folhada. Vai ao forno por meia hora ou até estar bem dourado.

Servir com uma salada para um jantar ligeiro.

 

Nota: usei uma massa rectangular do Lidl que dá para a minha tarteira mas sobra um pedaço de lado pelo que usei esse excesso para fazer as espirais. Se usarem uma base de massa redonda, é necessário outra para fazer as espirais.

 

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Terça-feira, 11 de Fevereiro de 2014

já se comia :)

Uma sugestão muito saborosa.

Pode ser feita com lombos, tranches, filetes e, não havendo pescada pode ser feito com peixe-espada, peixe-galo, ou outro peixe branquinho.

 

Pescada no forno com Espinafres

 

 

4 lombos de pescada

Sal q.b.

Pimenta q.b.

1 pitada de orégãos

Sumo de um limão

2 dl de leite

5 dentes de alho

1 molhada de espinafres

2 fatias de pão de centeio

1 ramo de salsa picada

Azeite q.b.

 

Temperar os lombos de pescada com sal e pimenta, orégãos e sumo de limão e cobrir com o leite. Reservar por 30 minutos.

Saltear os espinafres com 3 dos dentes de alho e 2 colheres de sopa de azeite, apenas para murcharem, 3 ou 4 minutos.

Ralar as fatias de pão e misturar o miolo do pão com 2 dentes de alho ralados e a salsa picada.

No fundo de um pyrex ou forma refractária põem-se os espinafres, por cima os lombos de pescada escorridos da marinada e por cima dos lombos a mistura de pão com alho e salsa. Salpicar de sal.

Deitar umas goladas de azeite a toda a volta dos lombos e levar ao forno por cerca de 30 minutos, até estar tostado e a pescada cozinhada.

Servir com puré de batata ou batatas cozidas.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 10 de Janeiro de 2013

reinventar receitas

Desde que experimentei esta receita, pensei logo que tinha muito potencial e que podia ser experimentada de outras formas.

E assim nasceu este prato, com as batatas cortadas em rodelas bem fininhas para assarem rápido e depois com os filetes por cima, mais um bocado no forno e uma refeição maravilhosa.

A repetir, sem dúvida!

 

Montinhos de Batata e Filetes

 

 

6 batatas

2 colheres de sopa de azeite

Sal e pimenta q.b.

4 filetes (pescada, solha, palmeta, etc.)

1 colher de sopa de orégãos

Raspa de limão

2 colheres de sopa de azeite

1 colher de sopa de manteiga

 

Cortar as batatas em rodelas muito finas, temperar com sal e pimenta e envolvê-las em duas colheres de sopa de azeite.

Colocar em oito montinhos mais ou menos rectangulares num tabuleiro forrado com papel de ir ao forno e levar a forno bem quente por meia-hora.

Misturar duas colheres de sopa de azeite com uma de manteiga, a raspa de limão e os orégãos.

Cortar os filetes em metades, salpicar de sal e pimenta e barrar com a pasta formada com o azeite e manteiga.  Colocar os filetes sobre os montinhos de batatas já meio cozidos e levar ao forno até acabar de assar, mais ou menos 20 minutos.

Retirar do forno e servir com esparregado ou uma salada.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 27 de Dezembro de 2012

mimos

Quando vi esta receita pensei que o leite de coco era capaz de dar um gosto muito adocicado ao peixe e andei vai-não-vai durante algum tempo até me decidir mesmo a experimentar. E em boa hora!

Ficou espectacular, mais uma maneira invulgar (e fácil) de preparar pescada (ou outro peixe à escolha). Adaptada ao meu gosto.

 

Mimos de Pescada com Leite de Coco

 

 

4 mimos de pescada (ou lombos, ou tranches, ou postas…)

Sumo de um limão

Sal e pimenta

1 raminho de salsa

1 raminho de cebolinho

1 colher de sopa de caril em pó

1 copo de leite de coco

4 colheres de sopa de água

 

Temperar a pescada com sal e pimenta e sumo de limão. Polvilhar com salsa e cebolinho picados e reservar.

Num tacinha mistura-se uma colher de sopa bem cheia de caril em pó e um copo de leite de coco. Adicionar três ou quatro colheres de sopa de água para deslaçar um pouco.

Num recipiente que possa ir ao forno e à mesa, colocam-se as mimos de pescada e por cima deita-se a mistura de caril e leite de coco.

Vai ao forno por cerca de meia hora.

Servir com arroz basmati ou sobre batatas cozidas com esparregado a acompanhar.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 18 de Outubro de 2012

escolher peixe

Eu sei que há peixes maravilhosos por aí. Chamem-me simples mas a Pescada é um dos meus favoritos e não a troco por Douradas, Robalos, Tamboris, etc.

É boa de imensas maneiras, desde cozida (a minha favorita) a frita, assada, estufada. De qualquer maneira é boa só não se deve abusar nos temperos porque tem um sabor muito suave e perde-se no meio de receitas muito complicadas.

Esta é super fácil e não demora nada a fazer.

 

Pescada Estufada

 

 

1 cebola

Salsa

2 alhos

3 postas de pescada

1 colher de chá de colorau

1 colher de chá de coentros em pó

Sal

Azeite q.b.

Vinho q.b.

 

Num tachinho põe-se a cebola cortada em meias luas ou picada, os alhos em rodelas e a salsa. Por cima dispõem-se as postas de pescada e temperam-se com o sal, o colorau e os coentros. Deita-se um pouco de vinho (cerca de 50 ml) e o azeite e leva-se a fogo lento a estufar até estar cozinhado.

Servir com um puré de batata e verduras.

 

Nota: A pescada que usei era congelada

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 13 de Março de 2012

roupinha nova

Ter no congelador lombos de pescada, prontos a usar, sem peles nem espinhas, é uma solução prática para quando estamos sem muito tempo para cozinhar.

Uma refeição com estes ingredientes fica pronta em cerca de 30 a 40 minutos o que é excelente para as noites durante a semana em que chegamos a casa e o tempo parece que entra num buraco negro e logo a seguir são horas de ir deitar (tarde...).

 

Lombos de Pescada com Camarão

 

 

4 lombos de pescada
100 grs de camarões
1 cebola
1 colher de café de coentros em pó
1 colher de café de colorau
1 colher de sopa de vinagre de arroz
1 colher de sopa de molho de peixe (opcional)
1/4 de copo de vinho branco
1/2 de copo de água
1 dl de azeite
sal


Cortar a cebola em meias luas e pôr num tacho. Por cima põem-se os restantes ingredientes e leva-se a lume médio durante 25 minutos, até o molho ter engrossado. Não se deve mexer com uma colher mas sim abanar o tacho ao longo da cozedura.
Servir com arroz basmati e bróculos roxos cozidos.

 

Nota: O vinagre de arroz pode ser substituído por vinagre de cidra

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 5 de Abril de 2011

leve e saboroso

Para quando não sabemos o que fazer, mas sabemos que tem que ser rápido. E bom!!!

 

Lombos de Pescada Suada

 

 

1 cebola cortada em meias luas

1 raminho de salsa

2 Lombos de Pescada

Raspa de um limão

Sal q.b.

¼ de copo de vinho branco

¼ de copo de água

1 colher de sopa de molho de peixe

1 dl de azeite

 

Num tachinho colocar os ingredientes na ordem indicada. Tapar e levar a lume médio até levantar fervura, depois baixar o lume para o mínimo e deixar apurar por 20 minutos.

Servir com puré de batata.

 

Nota:

A raspa do limão é em tirinhas fininhas. Se não tiver o utensílio que o permite fazer, corte a casca do limão bem fininho e depois corte em tirinhas também muito finas.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Segunda-feira, 13 de Dezembro de 2010

incertezas

Os almoços de domingo querem-se mais especiais do que os do resto da semana, até porque normalmente temos mais tempo para estar de volta do fogão. Mas às vezes é quase hora do almoço e nem sei nem sabemos ainda o que fazer.

Confesso já aqui que quando estou a cozinhar muitas vezes começo com uma ideia  daquilo que vou fazer e esta vai mudando tanto ao longo da confecção que o que poderia ser um assado chega à mesa como um soufflé. Ok, estou a exagerar mas é próximo disto

Infelizmente não sou nada boa a programar com antecipação, nem com listas lá vou.

Este prato foi mais um daqueles ao sabor do momento. Pesquisei receitas de Pudim de Pescada quer na net quer em livros e para além de algumas muito trabalhosas havia uma recorrente (Pudim de Pescada à Francesa) que levava batatas fritas. Que é coisa que não costumo fazer em casa por isso essa receita ficou logo posta de parte.

À falta de melhor, pus-me a inventar. E com excelentes resultados, if I may say so

 

Pudim de Pescada

 

 

6 batatas

3 cenouras

4 postas de pescada

1 molhinho de nabiças

sal q.b.

4 ovos

2 dl de leite

pimenta fresca

 

1 cebola cortada em rodelas

1 alho francês em rodelas

3 dentes de alho em rodelas

2 dl de azeite

 

Num tacho levam-se as batatas, as cenouras e a pescada a cozer em água temperada de sal.

Quando ferver juntam-se as nabiças e deixa-se cozer tudo, cerca de 15 minutos. Depois de tudo cozido retira-se do tacho.

Tiram-se as espinhas e peles à pescada.

Na picadora colocam-se as batatas, cenouras, pescada, nabiças, ovos e leite e pica-se tudo até ficar uma massa homogénea. Se não couber tudo de uma vez, faz-se por duas vezes. Tempera-se com a pimenta.

Entretanto alouram-se em azeite a cebola, alho francês e dentes de alho.

Deita-se metade desta cebolada no fundo de uma forma de buraco e com o azeite untam-se também as paredes da forma. Despeja-se a massa para a forma e por cima coloca-se a restante cebolada.

Vai a forno bem quente por 30 minutos.

Desenforma-se e serve-se.

 

Nota: A pressa e a falta de cuidado levaram a que se partisse ao desenformar mas isso não lhe retirou um grama de sabor.

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Terça-feira, 26 de Outubro de 2010

sem mastigar

De repente, houve a necessidade de fazer algumas refeições que não obrigassem a mastigar muito, ou mesmo, que não obrigassem a mastigar. Por outro lado, os rabos da pescada congelada são sempre 'pescada non grata' por estes lados e acabam por ficar por ali meio desamparados.

Então juntou-se o útil ao agradável e fez-se este

 

Soufflé de Pescada

 

 

5 rabos de pescada

2 colheres de sopa de manteiga

2 colheres de sopa de farinha

200 ml de água de cozer a pescada

200 m de leite

3 ovos

sal

pimenta

noz moscada

 

Cozer a pescada e reservar alguma água da cozedura. Retirar pele e espinhas e desfiar o peixe.

Num tachinho derrete-se a manteiga (pode ser usada margarina) e adiciona-se a farinha mexendo bem e depressa. Adiciona-se o líquido (água de cozer o peixe e leite) e mexe-se bem até engrossar, cerca de 10 minutos. Tempera-se de sal, pimenta e noz moscada.

Separam-se as gemas das claras e batem-se as claras em castelo.

Junta-se o molho branco ao peixe desfiado e adicionam-se as gemas. Rectificam-se os temperos e envolvem-se as claras nesta mistura.

Deita-se numa forma de soufflé untada com manteiga e leva-se a forno quente por 30 minutos.

Verificar se o centro não está a abanar e retirar do forno. Servir imediatamente com uma salada ou verdura cozida.

 

Nota: Na água onde vai cozer a pescada podem-se adicionar ervas aromáticas. Neste caso usei 2 raminhos de salsa e um talo de aipo.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Segunda-feira, 22 de Março de 2010

para variar

Quando se pensa em filetes de pescada normalmente associamos a filetes passados por farinha e ovo e fritos em óleo. É muito bom, então acompanhado de uma salada russa, maravilha mesmo.

Para não ficar com a casa a cheirar a fritos, optei por dar uma roupa nova a uns filetes de pescada. Esta receita pode também ser feita com medalhões, tranches, postas, lombos e outros nomes que basicamente querem dizer o mesmo: pescada congelada.

 

Filetes de Pescada Gratinados

receita para duas pessoas

 

 

 

 

3 filetes de pescada congelados

sumo de 1 limão

sal para temperar

2 ovos

molho

1 colher de sopa de margarina

1 colher de sopa de farinha

1/2 copo de água de cozer os filetes

1/2 copo de leite

pimenta

noz moscada

 

Temperam-se os filetes com o sal e o sumo de limão e reservam-se por cerca de uma hora.

Cozem-se os filetes num tachinho com água por 10 minutos. Retiram-se da água e separam-se em lascas.

Põe-se dois ovos a cozer retirando da água 4 minutos depois de começar a ferver para que o centro dos ovos esteja ainda líquido.

Noutro tachinho faz-se um molho bechamel. Derrete-se a margarina e junta-se a farinha mexendo bem. Adiciona-se a água de cozer os filetes (meio copo) e o leite (meio copo). Tempera-se de pimenta moida na altura e noz moscada também ralada no momento. Se necessário adiciona-se mais água ou leite, o molho não deve ficar muito grosso pois ainda vai ao forno. Ajustar os temperos, se necessário.

Num tabuleiro de barro dispõem-se as lascas da pescada, por cima os dois ovos cortados ao meio (depois de descascados...) e com a parte da gema virada para cima.  Sobre os ovos e a pescada verte-se o molho bechamel. Polvilhar novamente com noz moscada.

Vai ao forno a gratinar cerca de 20 minutos.

 

Servido com arroz de bróculos roxos.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 08:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (3) | favorito
|

mais sobre mim

cuscar

quantos são? quantos são?

HTML Hit Counter
pc computer components

digam qualquer coisa

coolinaria@sapo.pt

A Belita no Facebook!

My taste

mytaste.pt

armazém de receitas

tags

todas as tags

os meus livros de receitas, alguns...

blogs SAPO

subscrever feeds