Terça-feira, 9 de Maio de 2017

que alhada!

 

No outro dia comprei raia no mercado, bem fresca. Encontrei esta receita e experimentei.

Não tive tempo de fotografar o repasto por isso ficam aqui com uma foto dos alhos usados para a confeccionar (alguns) 

 

Raia Alhada (à moda de Olhão)

  

IMG_20161126_141651.jpg

 

4 postas de raia

5 dentes de alho
1 molhinho de coentros
6 colheres de sopa de azeite
2 colher de vinagre
4 batatas
Sal q.b.

 

Lavar bem a raia em água corrente e vinagre. Temperar com sal e deixar durante 2 horas. Antes de pôr no tacho voltar a lavar a raia.
Pôr a raia num tacho com água a ferver e com uma pitada de sal.
Noutro tacho cozem-se as batatas.
Numa tigela pomos os alhos muito bem esmagados, o azeite, o vinagre e 3 colheres de sopa da água de cozer a raia.
Depois da raia cozida escorre-se a água da raia e das batatas, junta-se o preparado anterior e vai novamente ao fogo cerca de cinco minutos.
Serve-se de seguida.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 18 de Abril de 2017

selvagem

 

Quase todo o peixe que consumo é congelado, tirando o que compro ao sábado na praça e que normalmente é da nossa costa, como aqueles carapaus gigantes que adoro e que não troco por outros peixes e que as peixeiras dizem que são vivinhos da Póvoa de Varzim.

O salmão, de que aprendi a gostar há poucos anos (nem é ter aprendido a gostar, eu nunca tinha comido antes por isso nem sabia se gostava ou não) costumo comprar congelado e apesar de inicialmente comprar qualquer um, agora escolho sempre o ‘selvagem’ e a diferença no sabor vale bem a troca e o mais que se paga por ele.

Apesar de ser mais clarinho do que o de viveiro, tem uma textura mais rija e com muto mais sabor.

 

Salmão com Ervas Aromáticas

 

download (1).png

 

1 lombo de salmão com a pele

1 talo de aipo

3 hastes de cebolinho

1 talo de erva-príncipe (opcional)

½ limão

2 colheres de sopa de azeite

 

Cortar o aipo, o cebolinho e o talo de erva-príncipe em rodelas fininhas.

Pôr o salmão sobre um pedaço de papel de ir ao forno, com a pele virada para baixo.

Temperar com a raspa e o sumo de limão e espalhar as ervas sobre o salmão.

Deitar um fiozinho de azeite por cima de tudo e levar ao forno por cerca de 15 minutos (depende da grossura do salmão e do forno).

Servir com batatas cozidas com a pele e salada de alface, rúcula e agriões com cebola roxa.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 7 de Fevereiro de 2017

autoplágio?

 

Uma receita que é praticamente cópia de outra feita com raia mas que também levou umas ameijoas para abrilhantar. Pode ser feito sem as ameijoas mas com elas fica mais saboroso.

 

Pescada Estufada com Ameijoas

 

20170203_201750.jpg

 

1 cebola grande

2 dentes de alho

1 folha de louro

1 malagueta

Azeite q.b.

1 cerveja mini (25 cl)

Sal q.b.

Pimenta q.b.

6 mimos de pescada (congelados)

Coentros picados

Sumo de ½ limão

1 mão cheia de ameijoas brancas

 

Forrar o fundo de uma frigideira ou wok com uma boa camada de cebola às rodelas, os dentes de alho picados, a folha de louro e a malagueta. Por cima colocar os mimos de pescada e temperar com sal e pimenta. Rega-se tudo com azeite e com a cerveja mini e leva-se ao lume.

Quando começar a ferver, baixa-se o lume e tapa-se a frigideira, deixando cozer por cerca de 20 minutos. De seguida juntam-se as ameijoas (usei congeladas), tapa-se novamente e deixam-se abrir, mais uns cinco minutos.

Estando pronto, espreme-se meio limão sobre o peixe e salpica-se com coentros picados.

Serve-se com batatas cozidas ou puré de batata.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 17 de Janeiro de 2017

outras sugestões

 

Aqui está uma opção que com muito pouco trabalho faz um vistaço e até aprece que se esteve ali na cozinha horas. Nada disso, simples, rápido e eficaz!

 

Rolinhos de Filetes com Alheira

 

download.png

 

6 batatas

4 filetes (usei de pescada)

1 alheira (usei de caça)

2 fatias de pão de centeio, raladas

1 raminho de salsa

100 ml de vinho branco

100 ml de água

Azeite q.b.

Sal e pimenta q.b.

 

Cozer as batatas cortadas em quartos e novamente ao meio em água com sal. Escorrer e pôr num tabuleiro de ir ao forno.

Retirar a pele à alheira, desfazer e misturar com o pão previamente ralado e a salsa picada. Pôr alguma desta mistura sobre cada filete e enrolar, prendendo com um palito. Pôr os rolinhos de filete sobre as batatas no tabuleiro e por cima espalhar a restante mistura de alheira e pão. Temperar com sal e pimenta a gosto.

Deitar o vinho e a água no tabuleiro e deitar um fio de azeite sobre todos os ingredientes. Levar ao forno até dourar e servir com legumes cozidos.

 

Notas:

Podem ser usados quaisquer filetes, pescada, solha, peixe espada, etc.

A alheira pode ser de caça, da tradicional ou até das mais ‘modernas’ vegetarianas

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito (1)
|
Terça-feira, 19 de Julho de 2016

tachos e panelas

 

Uma amiga emprestou-me uma cataplana que tem e não usa.

Eu queria ver se valia a pena investir numa (que não são assim tão baratas quanto isso!) e após uma experiência, que correu muito bem, conclui que não, não vale a pena investir numa cataplana. Faz-se a mesma coisa num tacho.

É mais bonito, é certo, mas não vale o preço.

Posto isso, quem a tiver que a estime    

 

Cataplana de Peixe

 

cataplana.jpg

(antes de ir ao forno)

 

1 cebola em rodelas

4 batatas em rodelas

Postas de peixe (usei pescada, maruca e tintureira)

Tomate descascado em rodelas

Sal grosso

Nêveda

Vinho branco

Azeite

 

Colocar por esta ordem na cataplana (o nome do prato é o nome da panela, como com a paella espanhola) e fechar. Levar a lume brando por cerca de 30 minutos.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 7 de Junho de 2016

manias

 

Conheço uma pessoa que é incapaz de comer salmão, apenas pela sua cor. Nunca provou, não sabe se gosta ou não, mas não consegue sequer provar por causa da cor! É estranho mas é daquelas aversões que não se conseguem explicar.

Tenho a certeza que se provasse este salmão, não iria fazer tanta fita!

 

Salmão com Crosta de Pistachos

 

D:\Documents and Settings\u015202\Desktop\salmao.j

 

2 tranches de salmão

Sal e pimenta q.b.

4 rodelas de limão

1 fatia grande de pão de centeio ou mistura

2 colheres de sopa de pistachos

2 colheres de sopa de azeite

 

Temperar o salmão com sal, pimenta e as rodelas de limão.

Ralar o pão (ou usar pão ralado de compra, embora fique muito melhor com pão esfarelado ou ralado no moinho do café ou picadora). Picar os pistachos e misturar ao pão.

Panar as tranches de salmão na mistura de pão e pistachos e fritar num pouco de azeite, Depois de frito de um lado, virar com cuidado para não desfazer a crosta e acabar de fritar do outro lado.

Servir com espargos e couve chinesa salteados e batatas novas cozidas.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
|
Terça-feira, 29 de Março de 2016

nem tudo o que parece...

 

Sou pouco apreciadora de marisco, não corro atrás de um arroz de marisco nem de uma mariscada. Gosto de camarões mas a maior parte das vezes até os dispenso só por ter de os descascar.

Gosto de ameijoas, daquelas malhadas que há na Ria de Aveiro e que são muito difíceis de encontrar. Não me apanham a comer ameijoas vietnamitas e muito menos sou vista perto daquele sucedâneo de marisco que dá pelo enganador nome de delícias do mar.

Não sou fundamentalista, apenas há coisas que aprecio, e outras não 

E este arroz? Uma maravilha!

 

Arroz de Peixe e Marisco

 

20160319_131605.jpeg

 

Azeite q.b.

1 cebola

1 dente de alho

3 tomates (usei congelados, podem ser de lata)

¼ de pimento vermelho

1 malagueta ou piripiri

1 filete de pescada médio

1 raminho de salsa picada

1 medida de arroz carolino

3 a 4 medidas de água ou caldo de peixe

Sal q.b.

100 grs de camarão congelado, descascado

100 grs de ameijoas (usei congeladas)

Coentros picados q.b.

 

Cortar o peixe em pedaços. Reservar.

Num tacho alourar a cebola e alho picados em azeite. Adicionar o tomate pelado e cortado em pedacinhos, o pimento também cortado e a malagueta ou piripiri e deixar refogar. Juntar o peixe, mexer e juntar também o arroz e a água a ferver (apenas 3 medidas, se necessário junta-se mais um pouco, mais tarde).

Deixar levantar fervura, baixar o lume e deixar cozer por uns 15 minutos. Adicionar o camarão e as ameijoas, se necessário acrescentar mais água a ferver para se manter malandrinho, e rectificar os temperos.

Logo que o arroz esteja cozido, servir salpicado com coentros picados.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:35
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Terça-feira, 8 de Março de 2016

hoje há salmão, amanhã não sabemos

 

Comidas simples, rápidas e se não estivermos para o preciosismo dos bolinhos, podem acompanhar apenas com as batatas cozidas e a couve-flor. É só que um prato enfeitado anima mais 

 

Salmão com Limão

 

download (1).png

 

2 lombos de salmão (congelados)

Sal q.b.

4 rodelas de limão

2 colheres de sopa de azeite

 

Pôr duas colheres de sopa de azeite numa frigideira e por cima o salmão temperado com sal e as rodelas de limão.

Levar a lume brando e tapar com uma tampa que seja do tamanho da frigideira. Demora cerca de 12 a 15 minutos a fazer, a meio tempo viram-se os lombos de salmão.

Servir com bolos de vegetais.

 

Bolinhos de Vegetais

 

2 batatas

1 batata doce

1 cenoura

½ couve-flor pequena

1 alho francês pequeno

Sal q.b.

 

Cozer todos os ingredientes em água com sal. Escorrer, esmagar e moldar bolos tipo hambúrgueres. Levar a uma frigideira untada com azeite ou manteiga e deixar alourar um bocadinho de cada lado.

 

Nota: não descongelei os lombos de salmão

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Terça-feira, 16 de Fevereiro de 2016

de outras paragens

 

Quando vi esta receita decidi logo que a ía experimentar. Só fui uma vez à Noélia (em Cabanas de Tavira), já foi há uns anos valentes e do que me lembro é de um arroz de coentros como nunca tinha comido.

Além disso, tenho encontrado na praça uns belos robalos do mar e nada melhor para esta receita do que um robalo a sério.

Pedi à peixeira para separar os filetes e após algumas explicações (é como se estivesse a escalar o peixe, só que é dos dois lados… é para separar os lombos da espinha…) lá fui ao resto das compras passando novamente na banca do peixe à saída para pagar e levar a minha encomenda.

Quando cheguei a casa ia-me dando um treco porque ela tinha deitado fora as espinhas!!!! Oh minha senhora, desse peixe só não quero as escamas e as tripas! O resto levo tudo, logo vejo o que lhe faço!!! Vou ter que ter uma conversinha com ela 

Mas pronto, lá me safei com a cabeça, o rabo e a parte da barriga para fazer um caldo.

Experimentem, nem que seja com um robalito de ‘aviário’. Esta receita vale mesmo a pena!

 

Arroz de Limão com Robalo

 

robalo.jpg

 

6 colheres de sopa de azeite

1 ou 2 dentes de alho picados

1 cebola picada

1 copo de arroz carolino

3 copos de caldo de cozer o peixe

1 limão

1 vagem de cardamomo

1 molho de coentros

1 robalo

 

Pedir na peixaria para retirarem os filetes ao robalo e aproveitar a cabeça e espinhas para fazer um bom caldo (com 1 folha de louro, sal). Cortar os filetes em bocados grandes e temperar com umas pedras de sal.

Aquecer o azeite num tacho e adicionar os alhos picados, deixar alourar, juntar a cebola e continuar a  estrugir. Adicionar o arroz, mexer para não pegar e juntar também o caldo de peixe, o sumo do limão, um bocado da casca do limão e o cardamomo. Deixar levantar fervura e baixar o lume, mexendo de vez em quando para ir envolvendo bem o azeite no arroz.

Quando já faltar pouco, adicionam-se os bocados de peixe (eu pus com a pele) e uma mão-cheia de coentros picados grosseiramente. Mexe-se e deixa-se acabar de cozinhar. Deve ficar um arroz caldoso. Serve-se com mais coentros.

 

Nota: A receita original também leva ameijoas e com certeza fica ainda melhor com elas mas eu não tinha e recuso-me a usar daquela praga vietnamita que anda por aí…

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Segunda-feira, 1 de Fevereiro de 2016

recomecemos

 

Esta sopa é boa mesmo para os que dizem que não gostam de peixe. Eu sei, eu também costumava sofrer desse mal 

 

Sopa de Peixe com Ovo e Coentros

 

sopapeixe.png

 

1 cebola picada

¼ de pimento vermelho

3 tomates

2 colheres de sopa de massa de tomate (daquela que vem numa bisnaga)

1 posta de maruca

1 posta de tintureira

Sal q.b.

1 colher de chá de colorau

1 colher de chá de açafrão da Índias

1 colher de chá de chilli em pó

½ copo de vinho branco

2 colheres de sopa de azeite

 

1 litro de água

100 grs de cotovelinhos

1 ovo cozido

Coentros frescos

 

Numa panela larga põem-se a cebola grosseiramente picada, o pimento, os tomates em pedaços, a massa de tomate e o peixe. Tempera-se com sal, colorau, açafrão das Índias e chilli em pó (ou piripiri) e por cima deita-se o vinho e o azeite.

Leva-se ao lume e quando ferver põe-se em lume brando e deixa-se refogar por 20 minutos.

Retiram-se as postas de peixe e passa-se o restante com a varinha mágica.

Desfia-se o peixe, retirando peles e espinhas.

Volta-se a pôr a panela ao lume, junta-se água e deixa-se levantar fervura. Adiciona-se o peixe desfiado e a massa. Rectificam-se os temperos e deixa-se fervilhar até a massa estar cozida (cerca de 12 a 15 minutos).

Serve-se com o ovo e os coentros picados.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Terça-feira, 22 de Dezembro de 2015

brilharete!

 

Esta receita tem uma bela apresentação e no entanto é facílima de fazer. Encontrei-a aqui e podem ver o vídeo que é muito explicativo. Eu aligeirei a preparação e mesmo assim ficou excelente!

 

Folhado de Salmão com Espinafres e Pinhões

 

salmao.jpg

 

1 placa de massa folhada rectangular

2 tranches de  salmão

200 grs de espinafres

2 colheres de sopa de pinhões

sal e pimenta q.b.

1 ovo

2 colheres de sopa de azeite

 

Cortar a massa ao meio.

Numa frigideira aquecer uma colher de azeite e saltear os espinafres temperados com uma pitada de sal. Retirar e na mesma frigideira passar os pinhões de modo a tostarem ligeiramente.

Temperar o salmão com sal e pimenta e alourar dos dois lados na frigideira untada com uma colher de azeite. Pôr cada tranche sobre a massa folhada e por cima põe-se os espinafres e os pinhões.

Dobrar a massa de modo a formar um embrulho e juntar bem as extremidades de modo a ficar bem fechado. Com uma faca fazer uns cortes no topo para ventilar.

Pincelar com o ovo batido e levar ao forno por cerca de 25 minutos, até a massa estar douradinha.

Servir com uma salada.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Terça-feira, 15 de Dezembro de 2015

venham elas!

 

Nada melhor para experimentar a massa de ontem do que esta receita, tão prática e fácil.

E faz um vistaço!

 

Tarteletes de Pescada e Pinhões

 

download (1).png

 

1 receita desta massa
3 filetes pequenos de pescada
1 cebola picada
2 colheres de sopa de pinhões
1 colher de sopa de raspa de limão
1 colher de sopa de salsa picada

1 colher de sopa de cebolinho picado
1 ovo

3 colheres de sopa de natas (usei de soja)
sal e pimenta q.b.

Azeite q.b.

Divide-se a massa da tarte em quatro e forram-se as formas de tarteletes.
Numa taça põem-se os filetes de pescada cortados aos bocadinhos pequeninos, tipo dados minúsculos. Junta-se a cebola picada, os pinhões, a raspa de limão, a salsa e o cebolinho picados, o ovo, as natas, o sal e a pimenta. Mexe-se bem e distribui-se pelas formas. 
Salpica-se cada uma com um fiozinho de azeite e levam-se ao forno cerca de meia hora até ficarem douradinhas.


Nota: Esta receita é muito versátil e dá para modificar os ingredientes, se não houver pinhões, usam-se nozes, amêndoas, cajus, etc. Se não houver cebolinho, põe-se apenas salsa, etc. Como em tudo o resto na cozinha, a imaginação de quem está a cozinhar e o estado de espírito é que ditam o que entra na receita.

 

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito (1)
|
Terça-feira, 13 de Outubro de 2015

para variar

 

Gosto muito de peixe-espada mas tem que ser do preto. Não acho piada nenhuma ao cinzento, que acho muito mais seco.

No forno não é a maneira mais vulgar de preparar este peixe mas fica muito bom.

Experimentem.

 

Peixe- Espada Preto no Forno

  

download.png

 (antes de ir ao forno)

 

4 postas de peixe-espada preto sem pele

5 dentes de alho esmagados, com a casca

Sal q.b.

Sumo de um limão

1 ramo de salsa

Algumas hastes de cebolinho

Azeite q.b.

 

Dispor as postas do peixe no tabuleiro com um fio de azeite no fundo. Temperar com o sal, o sumo de limão e por cima espalhar os dentes de alho e a salsa e cebolinho. Regar com mais um fio de azeite e levar a forno médio por cerca de 30 minutos. A meio da cozedura deitar umas colheradas do molho sobre as postas de peixe para não secar.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Quinta-feira, 24 de Setembro de 2015

ouch....

 

Ai o que eu gosto destes bolinhos!

Picaaaaaantes!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Já aviso, PI.CAN.TES!!!

 

Bolinhos de Pescada à Tailandesa

 

20150901_193823.jpg

 

3 rabos de pescada, crus

1 batata

1 alho

1 cebola

Sumo de 1 limão pequeno

Sal q.b.

1 colher de sopa de molho de peixe (opcional)

1 colher de sopa rasa de gengibre ralado

1 malagueta sem as sementes, picada (de preferência sem ser seca)

Cebolinho e coentros picados q.b.

1 ovo

2 colheres de sopa de farinha + farinha para envolver

Azeite q.b.

 

Retirar as peles e espinhas ao peixe com uma faca bem afiada. Corta-se com a faca encostada à espinha para separar os lombos e depois com a faca encostada à pele, segurando numa ponta. Se a faca for bem afiada, é muito fácil de fazer.

No robot de cozinha pica-se a pescada com a batata, o alho e a cebola descascada. Põe-se esta mistura numa taça e adicionam-se os restantes ingredientes excepto o azeite.

Mistura-se bem e moldam-se bolinhos achatados, tipo hambúrgueres (deu oito). Envolvem-se em farinha e fritam-se numa frigideira com um fundo de azeite.

Escorrer em papel de cozinha e servir com uma salada.

 

untitled.PNG

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Terça-feira, 4 de Agosto de 2015

novas oportunidades

 

Não sou muito fã de alguma cozinha asiática, nomeadamente da que vem do Japão e da Tailândia. Não é que as conheça muito bem mas assim à primeira vista não me agradam e pronto.

Mas de vez em quando é preciso dar novas oportunidades aos nossos preconceitos e por isso aqui está um prato ao estilo japonês que ficou mesmo bom.

 

Salmão Teriyaki

 

IMG_4548.JPG

 

2 tranches de salmão

2 colheres de sopa de molho de soja

2 colheres de sopa de vinho de arroz

1 colher de chá de mel

1 colher de sopa de óleo de sésamo (opcional)

1 colher de sopa de gengibre ralado

1 colher de sopa de azeite

Sementes de sésamo q.b.

 

 

Misturar o molho de soja com o vinho de arroz, o óleo de sésamo, o mel e o gengibre ralado. Envolver nas tranches de salmão e deixar tomar gosto por uns 20 minutos.

Numa frigideira aquecer o azeite e fritar o salmão em lume brando para não queimar (como tem mel tem tendência a ficar logo bastante escuro). Quando estiver de um lado vira-se para o outro e deixa-se estar mais um ou dois minutos.

Servir com batata e feijão verde cozidos polvilhado com sementes de sésamo.

 

Nota: se não tiver vinho de arroz pode ser usado vinho branco

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 23 de Julho de 2015

do nosso mar

 

No mercado onde faço compras há várias bancas de venda de peixe fresco ‘do nosso mar’. A pescada é normalmente da Póvoa de Varzim e de vez em quando há por ali uns exemplares de meter respeito, enormes!

Quando compro uma peço com pouco mais de um quilo. Depois peço para retirarem os lombos inteiros mas que ponham tudo no saco pois tudo vai ser usado, inclusive as espinhas e cabeça, seja para um arroz, uma sopa de peixe ou outra coisa qualquer.

A peixeira onde compro é muito terra-a-terra e apesar de já saber escalar um peixe, o conceito de retirar os lombos inteiros ainda é um bocado à frente por isso costumo sair de lá com pedaços… isto porque é daqueles sítios onde não estamos à espera que nos arranjem o peixe. Vamos lá, escolhemos, dizemos o que queremos e vamos ao resto das compras. No fim é pagar e pegar. E ver que não são lombos, são bocados. Mas tudo se aproveita 

 

Filetes em capa de ervas aromáticas

 

IMG_4507.JPG

  

2 filetes de pescada fresca

1 fatia de pão seco

1 ramo de ervas aromáticas

Sal e pimenta q.b.

Sumo de limão

Azeite

 

Temperar os filetes com sal e pimenta e umas gotas de sumo de limão.

Ralar o pão num moinho ou esfarelar muito bem. Cortar as ervas (usei salsa, aneto, menta vietnamita) e adicionar ao pão ralado. Passar bem os filetes nesta mistura pressionando com as mãos para agarrar bem.

Aquecer um fundo de azeite numa frigideira e fritar os filetes até estarem dourados e estaladiços.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Quinta-feira, 2 de Julho de 2015

dos tempos...

 

Adoro a Grécia.

Já gostava antes quando eram uns despreocupados, como nós, com as carradas de dinheiro a fluir via Fundo Social Europeu e a ser gasto à tripa forra em tudo menos naquilo em que devia ser, como nós, e gosto agora, quando estão a sofrer na pele uma Europa que antes dos seus cidadãos prefere salvar os bancos… (basicamente como nós…).

E da Grécia, uma das coisas de que mais gosto é mesmo a sua gastronomia, devo ter sido grega noutra encarnação pois todos os sabores gregos se me colam como se de mim fizessem parte.

Aqui fica uma receita em jeito de homenagem singela.

 

Tranches de Pescada à Grega

 

IMG_4447.JPG

 

Azeite q.b.

1 cebola cortada em meias luas

2 dentes de alho picados

2 tomates bem maduros

1 malagueta

4 tranches de pescada

Sal q.b.

Orégãos q.b.

½ copo de vinho branco

 

Colocar os ingredientes numa caçarola na ordem indicada. Refogar em lume brando durante cerca de 20 minutos (vai formar bastante molho). Depois aumentar o lume para ferver um bocado e engrossar o molho.

Servir com puré ou batatas cozidas e uma salada.

 

Nota: usei tomates congelados

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
|
Terça-feira, 16 de Junho de 2015

à Galega

 

Uma receita muito fácil e que apesar de parecer peixe cozido comum, fica bem diferente com a utilização deste molho.

A receita original leva ervilhas mas como tenho tido abundância de ervilhas tortas e como as prefiro às normais, usei as tortas.

De resto é comer e chorar por mais…

 

Pescada à Galega

 

IMG_4328.JPG

 

2 postas de pescada

4 batatas

1 mão-cheia de ervilhas tortas

½ cebola

2 dentes de alho

Azeite q.b.

Sal

1 colher de pimentão em pó

 

Cozer as batatas cortadas em rodelas grossas juntamente com a cebola. Quando estiverem quase cozidas, adicionar as postas de pescada e deixar levantar fervura. De seguida adicionam-se as ervilhas tortas e deixa-se acabar de cozer, cerca de cinco minutos ou um pouco mais, dependendo da grossura das postas de pescada.

Entretanto numa frigideira salteiam-se os alhos amachucados, com pele, no azeite apenas até dourar. Retira-se a frigideira do lume e retiram-se os alhos. Deixa-se arrefecer ligeiramente o azeite e adiciona-se o pimentão, mexendo. Deita-se esta mistura para uma taça para repousar o pimentão no fundo.

Escorre-se a água às batatas, ervilhas e pescada e servem-se com o molho de azeite e pimentão.

 

Nota: esta forma de cozinhar o peixe é muito usual na Galiza e pode-se usar, além de pescada, raia, bacalhau fresco, tamboril, etc.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito (1)
|
Terça-feira, 19 de Maio de 2015

Ui!

 

A primeira vez que comi salmão sem ser à posta, grelhado, foi há cerca de um mês… pois, nem eu sei debaixo de que pedra é que andava mas é assim, só há um mês comi pela primeira vez salmão feito de outra maneira.

E gostei tanto que tive que experimentar em casa uma coisa parecida. Ficou mesmo bom e parece-me que brevemente haverá mais variações.

‘Me aguardem!’

 

Salmão assado com aneto

 

IMG_4273.JPG

 

2 tranches de salmão

1 colher de sopa de azeite

Raspa e sumo de meio limão

Sal e pimenta preta moída de fresco

Aneto (endro) picado

 

Numa tacinha misturar o azeite com o sumo e raspa de limão, o sal e pimenta e o aneto picado. Deitar esta mistura sobre as tranches de salmão e deixar marinar por uma hora.

Levar ao forno quente por cerca de 15 minutos.

Servir com medalhões de vegetais e com couve salteada, ou espargos ou uma salada.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (6) | favorito
|
Terça-feira, 14 de Abril de 2015

das revistas

 

Esta receita estava na revista Good Food de março. Estava numa página de publicidade a uma espécie de mistura de manteiga e azeite que nem existe cá à venda (já agora a marca é a Lurpak, para quem quiser saber). Mas parecia mesmo boa e acabei por fazer, substituindo essa mistura por azeite que, diga-se, é o que faço quase sempre que uma receita que não seja doce pede por manteiga. Manias…

Mas gosto tanto de azeite (e o que uso até conheço quem o faz) que prefiro sem dúvida usá-lo na vez de outras gorduras.

Mas não se percam nestes considerandos. Experimentem esta receita porque vale mesmo a pena, é fácil de fazer e é cinco estrelas. Com azeite 

 

Rosti de batata com salmão defumado

 

IMG_4186.JPG

  

2 batatas grandes

40 ml de azeite

1 colher de sopa cheia de farinha

½ colher de chá de sementes de erva-doce (funcho)

Sal e pimenta q.b.

1 colher de chá de vinagre

2 ovos

4 cornichons fatiados

½ cebola roxa cortada em fatias finas

4 colheres de sopa de beterraba cozida, em cubinhos

2 fatias de salmão defumado

Cebolinho picado q.b.

2 colheres de sopa de iogurte grego

Raspa de meio limão

 

Ralar a batata e espremer o excesso de líquido.

Misturar com a farinha, sementes de funco, azeite e temperar com sal e pimenta.

Fritar esta mistura espalmada numa frigideira antiaderente em lume brando por 5 ou 6 minutos, depois vira-se para um prato e volta-se a pôr na frigideira para fritar do outro lado. Deve ficar bem tostado, entre o dourado e o castanho. Reserva-se.

Pôr um tachinho ao lume com água e o vinagre. Quando ferver escalfam-se os ovos por 3 ou 4 minutos. Retiram-se com uma escumadeira e reservam-se.

Dividir o rosti de batata por dois pratos. Por cima pôr uma fatia de salmão. Por cima do salmão, o ovo escalfado. À volta espalham-se as fatias de cornichon, as rodelas de cebola roxa e o cebolinho picado.

Põe-se a beterraba e uma colherada de iogurte grego na beira do prato. Salpica-se tudo com sal e pimenta e raspa de limão.

Serve-se.

 

Notas: pode-se substituir os cornichons por outros picles, a cebola roxa por cebola branca (foi o que fiz) e a beterraba por outra salada. Fica bom na mesma.

  

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 17 de Março de 2015

outros peixes

 

Boa aposta!

 

Gratinado de Peixe-galo e Batatas

 

IMG_4014.JPG

2 filetes de peixe-galo
2 ou 3 batatas
1 cebola
100 ml de natas (usei de soja)
Pimenta preta q.b.
Sal q.b.
Azeite
Salsa picada para polvilhar

Ligar o forno. Untar um pyrex com azeite.
Lavar bem as batatas e cortar em rodelas muito finas (de preferência com o robot de cozinha).
Descascar a cebola e cortar em rodelas finas. Cortar os filetes em pedaços.
No fundo do pyrex coloca-se uma camada de batatas, tempera-se com sal e pimenta e de seguida põe-se metade da cebola. Dispõem-se os pedaços de filetes, novamente cebola e termina-se com outra camada de batatas. Temperar novamente com sal e pimenta e regar com as natas.
Levar ao forno até estar cozido. No meu forno, que não tem medidor de temperatura, levou cerca de 45 minutos.
Servir polvilhado com salsa picada (esqueci-me de usar).

Nota: a receita original leva filetes de rodovalho. Usei de peixe-galo (não confundir com peixe-gato (pangasius) porque não é a mesma coisa. Pode ser feito com quaisquer filetes

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 3 de Março de 2015

outros bolinhos

 

Esta receita disse: tens que me experimentar!

E eu respondi: o teu desejo é uma ordem…

 

Bolinhos de Peixe

 

20150131_202715.jpg

 

400 grs de filetes de pescada

2 colheres de sopa de pinhões picados

1 raminho de salsa picada

1 raminho de endro (aneto) picado

1 dente de alho ralado

1 cebola picada

2 colheres de sopa de pão fresco ralado

1 ovo grande

1 limão (raspa e sumo)

Sal & pimenta q.b.

 

1 copo de pão ralado

azeite q.b. para fritar

 

Num robot de cozinha picar os filetes de modo a ficar uma massa homogénea.

Juntar os restantes ingredientes (pode ser no robot pulsando repetidamente apenas para incorporar).

Com as mãos molhadas moldar pequenas bolas achatadas e passar por pão ralado.

Fitar em azeite até ficarem bem tostadinhos dos dois lados.

Servir com mais limão.

 

Notas:

a receita foi ligeiramente adaptada

em vez de pinhões podem-se usar outros frutos secos (nozes, amêndoas, cajus, etc.)

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 24 de Fevereiro de 2015

variações

 

Aqui há uns tempos vi uma receita que me soou muito bem. Tomei nota mental e fiz logo que pude.

Não sei se ficou igual porque nunca mais a encontrei a dita receita por mais pesquisas que fizesse.

Mas valeu a pena, igual ou não esta ficou excelente e é mais uma maneira, diferente, de fazer filetes.

 

Filetes com vinagre balsâmico e mostarda

 

IMG_3940.JPG

 

2 filetes (usei de alabote)

2 colheres de sopa de azeite

1 colher de sopa de manteiga (usei Becel)

1 colher de sopa de vinagre balsâmico

1 colher de sopa de mostarda

1 colher de chá de mel

Sal e pimenta q.b.

 

Cortar os filetes ao meio e temperar com sal e pimenta.

Fritar numa frigideira com o azeite e a manteiga. Quando estiverem fritos, retirar para um prato e reservar.

Juntar ao líquido da frigideira o vinagre balsâmico, o mel e a mostarda. Aquecer e deixar fervilhar. Deitar sobre os filetes e servir.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
|
Terça-feira, 6 de Janeiro de 2015

entrar nos eixos...

O alabote é um peixe magro, de carne muito branca e textura muito suave.

Vende-se em supermercados ou casas de peixe congelado.

Uma boa alternativa aos filetes de pescada. A receita veio daqui.

 

Filetes de Alabote

 

IMG_3866.JPG

 

4 filetes de alabote

3 colheres de sopa de manteiga

¾ de copo de pão de véspera ralado

1 dente de alho ralado

1 colher de sopa de salsa picada

1 colher de sopa de azeite

Sal e pimenta preta q.b.

 

Numa pequena caçarola ou frigideira derrete-se a manteiga em lume brando. Após ter derretido começa a formar uma espuma, continua ao lume até que a parte sólida da manteiga fique no fundo da frigideira e a parte líquida esteja bem dourada.

Vira-se a parte líquida para uma taça e reserva-se (a parte castanha deita-se fora).

Limpa-se a frigideira com um papel de cozinha e vai novamente ao lume com o pão ralado e o alho ralado. Vai-se mexendo até estar tostado, cerca de 5 minutos. Adiciona-se a salsa picada, retira-se do lume e adiciona-se a manteiga derretida. Reserva-se.

Temperam-se os filetes com sal e pimenta preta e fritam-se no azeite por dois ou três minutos de cada lado, dependendo da grossura dos filetes.

Põe-se a mistura de pão ralado tostado e manteiga por cima dos filetes e servem-se com batata cozida e verduras.

 

Nota: esta receita pode ser feita com outro tipo de filetes

 

 

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Terça-feira, 2 de Dezembro de 2014

tchanan!

Quando pensei em gastar umas postas de peixe daquelas para as quais não olhamos duas vezes, lembrei-me desta receita que andava para experimentar há bastante tempo.

Saiu muito bem.

Deu para duas formas de soufflé, uma redonda daquelas mais tradicionais e esta da foto.

 

Soufflé de Peixe

IMG_3781.JPG

 

300 grs de peixe (usei pescada, abrótea e maruca)

50 grs de margarina (usei Becel Cozinha)

50 grs de farinha

400 ml de mistura de água e leite

salsa e cebolinho q.b.

4 ovos

Sal, pimenta e noz moscada, q.b.

 

Cozer o peixe numa mistura de água e leite temperado de sal. Escorrer, reservando o líquido e retirar peles e espinhas, desfiando o peixe.

Num tacho derreter a margarina e adicionar a farinha, mexendo bem. Adicionar o líquido de cozer o peixe aos poucos mexendo sempre, de preferência com uma vara de arames, até engrossar. Pode não ser preciso todo o líquido, tem que se ver a consistência que deve ser leve.

Juntar as ervas picadas, as gemas e o peixe desfiado e temperar com pimenta e noz moscada e mais sal se necessário.

Bater as claras em castelo e envolver no creme. Deitar numa forma refractária untada e levar ao forno bem quente até alourar e subir na forma.

Ao retirar deve-se ter cuidado para que não apanhe correntes de ar senão pode baixar de repente e perde-se o efeito visual.

Servir com uma salada.

 

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 10 de Julho de 2014

que bons bolinhos

Quando cozo pescada para uma refeição (adoro pescada cozida!) aproveito para meter mais uma ou duas postas no tacho (normalmente são os mal amados rabos) e mais umas batatas para depois ter a desculpa de já ter meio caminho andado para fazer destas delícias!

 

Bolinhos de Peixe

  

 

2 batatas cozidas

2 postas de pescada cozidas

1 ovo

1 fatia de pão, ralado

1 cebola picada

1 molho de cebolinho

1 raminho de endro (aneto)

1 pitada de sal

1 malagueta

Sumo de um limão pequeno

Farinha q.b.

Azeite para fritar

 

Esmagar as batatas e desfiar o peixe cozido. Misturar com o ovo, a fatia de pão ralado, a cebola picada muito miudinha, o cebolinho e o endro picados, o sal, a malagueta picada e o sumo de limão. Misturar tudo bem e moldar uns bolos como se fossem hambúrgueres. Passam-se por farinha e fritam-se em pouco azeite, até ficarem dourados de ambos os lados.

 

Nota: pode-se substituir o endro por salsa picada

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 24 de Junho de 2014

vai dar raia...

Tenho um colega de trabalho que é instrutor de vela e pescador nas horas vagas. No outro dia deu-me uma receita que disse ser infalível, e que era muito boa para fazer com robalo ou dourada.

Sinceramente, não são os meus peixes de eleição e como torci o nariz ele disse: e raia, gostas de raia? Gosto. Então faz com raia que não te arrependes.

Não me arrependi mesmo!

 

Raia com cerveja

 

 

1 cebola grande

2 dentes de alho

1 folha de louro

1 malagueta

Azeite q.b.

1 cerveja mini

sal

4 postas de raia (podem ser congeladas)

Coentros picados

Sumo de ½ limão

 

Forrar o fundo do tacho com uma boa camada de cebola às rodelas, os dentes de alho picados, a folha de louro e a malagueta. Por cima colocar as postas de raia e temperar com sal. Rega-se tudo com azeite e com a cerveja mini e leva-se ao lume.

Quando começar a fervilhar, baixa-se o lume e tapa-se o tacho, deixando cozer por cerca de 35 minutos.

Estando pronto, espreme-se meio limão sobre a raia e salpica-se com coentros picados.

Serve-se sobre fatias de pão torrado (ou então com batatas cozidas).

 

Nota: A receita original também levava ameijoas no fim, mas como não tinha fiz assim e não achei que lá fizessem falta.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 11 de Fevereiro de 2014

já se comia :)

Uma sugestão muito saborosa.

Pode ser feita com lombos, tranches, filetes e, não havendo pescada pode ser feito com peixe-espada, peixe-galo, ou outro peixe branquinho.

 

Pescada no forno com Espinafres

 

 

4 lombos de pescada

Sal q.b.

Pimenta q.b.

1 pitada de orégãos

Sumo de um limão

2 dl de leite

5 dentes de alho

1 molhada de espinafres

2 fatias de pão de centeio

1 ramo de salsa picada

Azeite q.b.

 

Temperar os lombos de pescada com sal e pimenta, orégãos e sumo de limão e cobrir com o leite. Reservar por 30 minutos.

Saltear os espinafres com 3 dos dentes de alho e 2 colheres de sopa de azeite, apenas para murcharem, 3 ou 4 minutos.

Ralar as fatias de pão e misturar o miolo do pão com 2 dentes de alho ralados e a salsa picada.

No fundo de um pyrex ou forma refractária põem-se os espinafres, por cima os lombos de pescada escorridos da marinada e por cima dos lombos a mistura de pão com alho e salsa. Salpicar de sal.

Deitar umas goladas de azeite a toda a volta dos lombos e levar ao forno por cerca de 30 minutos, até estar tostado e a pescada cozinhada.

Servir com puré de batata ou batatas cozidas.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Terça-feira, 4 de Fevereiro de 2014

outras sobras

Olhem só o que umas sobras de peixe assado, que infelizmente não valeu o seu preço, podem fazer.

Do melhor!!!

 

Bolinhos de peixe ao estilo Tailandês

 

 

150 grs de sobras de truta salmonada assada

150 grs de batata cozida ou assada

Sumo e raspa de uma lima

1 malagueta picada (sem as sementes)

1 pedaço de gengibre ralado

1 ovo

1 ramo de salsa picada

Pão ralado q.b.

Azeite q.b.

 

Misturar os ingredientes à excepção do pão ralado e azeite.

Amassar bem para que fique bem misturado e moldar bolinhos do tamanho desejado.

Passar os bolinhos por pão ralado e fritar num fundinho de azeite até estarem dourados.

 

Nota: podem ser usadas sobras de outro peixe

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Segunda-feira, 23 de Dezembro de 2013

simplicidade

Em tempo de festas e mesas fartas (ou assim o desejamos…) também há lugar para refeições simples.

 

Arroz de Peixe com Camarões e Grelos

 

 

1 cebola picada

3 alhos picados

1 tomate maduro, grande, cortado

1 dl de vinho branco

2 filetes de peixe galo

1 raminho de salsa

1 folha de louro

1 malagueta

Azeite q.b.

1 copo de arroz carolino

Sal q.b.

3 copos de água ou caldo de peixe

100 grs de camarões

1 mão cheia de grelos

 

Alourar a cebola e o alho em azeite, adicionar o tomate e o vinho branco e os filetes bem como a salsa, o louro e a malagueta e deixar refogar por uns 20 minutos.

Retirar os filetes e adicionar o arroz e temperar de sal a gosto. Juntar a água e deixar levantar fervura. Adicionar os grelos, o camarão e os filetes em pedaços e deixar fervilhar até o arroz estar cozido (se necessário vai-se acrescentando mais água a ferver para manter o arroz malandrinho).

Servir de imediato.

 

Nota: Podem ser usados outros filetes

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 28 de Novembro de 2013

receitas dos outros

Nas férias fui a um restaurante em São Jacinto onde, como nos outros que por lá há, o peixe é rei! Peixe fresco, a maioria pescado ali mesmo ao pé, na Ria. E peixe foi o que se comeu, grelhado ali à vista e bem acompanhado.

O que é que esta receita tem a ver com isso? É que foi a senhora do restaurante que me disse que fazia muitas vezes, em casa, fricassé de pescada. Deu-me a receita por alto, eu acrescentei mais qualquer coisita e cá está.

 

Fricassé de Pescada

 

 

4 tranches de pescada

1 cebola picada

2 dentes de alho picados

Azeite q.b.

Sal

Pimenta preta

50 ml de vinho branco

250 ml de água

1 gema de ovo

Sumo de 1 limão

1 colher de café de açafrão das Índias

Salsa picada

 

Num tacho alourar a cebola e os alhos picados em azeite. Dispor as tranches de pescada sobre a cebola e temperar com sal e pimenta. Adicionar o vinho branco e deixar refogar por uns minutos. Juntar a água, rectificar os temperos e tapar o tacho. Apurar por uns quinze minutos ou até a pescada estar cozida.

Numa taça mistura-se a gema de ovo com o sumo de limão e o açafrão das Índias. Logo que a pescada esteja cozida, retira-se do tacho e ao molho junta-se a mistura de ovo e limão. Mexe-se bem, volta a pôr-se a pescada no tacho e polvilha-se com a salsa picada.

Servir com puré de batata.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 5 de Novembro de 2013

sanduba

Quando sobra pouco de uma coisa, há sempre a possibilidade de lhe dar nova cara e de se tornar, por direito próprio, o prato principal.

É que ninguém quer ouvir falar de comer sobras de carapau frito à posta…

 

Sandes de Sobras

  

 

2 postas de carapau frito

1 talo de aipo em rodelas

1 malagueta picada

1 tâmara picada

2 colheres de sopa de mostarda

1 colher de sopa de maionese

 

Rúcula

Capuchinhas ou alface

 

Retirar a pele e as espinhas às postas de carapau e esmagar com um garfo. Adicionar os restantes ingredientes para formar uma pasta. Barrar esta pasta em padas e completar com folhas de rúcula e capuchinhas ou alface.

 

Nota: Pode-se usar qualquer peixe frito

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 17 de Outubro de 2013

receitas d'amigos

Uma amiga deu-me esta receita: que fazia muito sucesso lá em casa, que era excelente para quem não gostava muito de peixe e por aí.

Eu, para quem pescada cozida é um manjar, não liguei lá muito e passaram-se meses sem experimentar. Até que um destes dias, com todos os ingredientes à mão e o papelinho onde tinha escrito a receita sempre a aparecer como quem diz: faz-me!, lá me decidi.

RE.CO.MEN.DO!!!

 

Filetes no Forno

 

 

4 filetes

Sumo de um limão

200 ml de leite

1 cebola

2 dentes de alho

Tomilho (opcional)

1 embalagem de cogumelos

Sal

Pimenta

Noz moscada

150 ml de natas

Azeite

 

Uma ou duas horas antes de começar a cozinhar temperar os filetes com sal, sumo de limão e cobrir com o leite. Reservar.

No fundo de um tabuleiro dispõem-se a cebola e os dentes de alhos cortados em rodelas finas. Cobre-se o fundo do tabuleiro de azeite e por cima da cebola põem-se os filetes escorridos da marinada e o tomilho.

Salteiam-se os cogumelos cortados em fatias num pouquinho de azeite, apenas 3 ou 4 minutos. Temperam-se com sal, pimenta e noz moscada. Adicionam-se as natas e duas ou 3 colheradas do líquido da marinada e mexe-se. Deita-se este preparado sobre os filetes e leva-se a forno médio por cerca de 30 minutos.

Serve-se com arroz e brócolos cozidos ou esparregado.

 

Nota: usei filetes de maruca mas qualquer tipo de filetes serve

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quarta-feira, 7 de Agosto de 2013

rápido e bem...

Uma receita rapidinha de por na mesa, saudável e muito apetitosa.

 

Filetes de Pescada de cebolada 

 

 

1 cebola cortada em meias luas

1 alho cortado em rodelas

1 colher de café de mostarda em pó

1 colher de café de coentros em pó

1 colher de café de açafrão das Índias

Filetes de Pescada

Sal q.b.

Azeite

Vinho

Água

 

Colocar os ingredientes num tacho pela ordem indicada.

Levar ao lume até ferver, depois baixar o lume e deixar cozinhar por 20 a 30 minutos, dependendo da grossura dos filetes (usei filetes ainda congelados).

Servir com batata cozida e feijão verde.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 29 de Julho de 2013

que escabeche!

Quando nos dão carapaus fresquinhos, vivinhos, acabados de sair da rede, temos duas opções: ou os comemos logo, ou os comemos depois!

 

Carapauzinhos de escabeche à minha moda

 

 

1 dúzia de carapaus

Óleo para fritar

 

1 dente de alho

1 dl de azeite

1 folha de louro

2 folhas de aipo

2 pés de salsa

1 colher de chá de colorau

1 esguicho de vinagre de vinho tinto

 

Fritar os carapauzinhos em óleo bem quente e escorrer.

Numa frigideira alourar o dente de alho no azeite e juntar o louro, o aipo e a salsa. Adicionar o colorau e deixar ferver. Deitar um bom esguicho de vinagre e desligar o lume.

Deitar este molho sobre os carapaus fritos e guardar até ao dia seguinte, pelo menos.

Comer como petisco, assim à guloso com pão ou cozer umas batatas e acompanhar com uma salada, como refeição principal.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 4 de Junho de 2013

sandocha

Os enlatados deviam fazer parte da nossa alimentação de muitas maneiras pois são saudáveis, moderadamente baratos e fáceis e rápidos de usar.

Aqui está uma opção, das mais fáceis.

 

Sandes de Filetes de Sardinha

 

 

1 lata de filetes de sardinha (sem peles nem espinhas)

2 padas de centeio

Manteiga q.b.

Alface

Rúcula

Coentros

 

Barrar a manteiga nas padas e por cima dispor os filetes de sardinha e um pouco do molho. Por cima as verduras e tapar com a outra metade do pão.

Acompanhar com uma bebida fresca.

 

Nota: Usei sardinhas em azeite da Comur Fábrica de Conservas da Murtosa

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 28 de Maio de 2013

pensar com tempo...

De vez em quando faço uma refeição já a pensar noutra qualquer. Aproveito a boleia de um tabuleiro de peixe para assar e lá vai mais uma cavala metida para depois poder fazer uma pasta para barrar ou estes bolinhos.

Muito à frente!!!

 

Bolinhos de Peixe 

 

 

2 batatas cozidas

filetes de cavala

1 cebola picada

1 dente de alho ralado

1 ramo de aneto

1 ramo de salsa

2 colheres de sopa de farinha

1 colher de sopa de raspa de limão

1 fatia de pão de véspera, ralado

Azeite q.b.

 

Ralar as batatas e esmagar o peixe. Juntar numa taça e adicionar a cebola finamente picada e o alho ralado, o aneto e a salsa picados, a farinha e a raspa de limão.

Moldar rodelas com a massa e passar pelo pão ralado.

Fritar em azeite até estar dourado de ambos os lados.

Servir com uma salada.

 

Nota: Usei cavala que tinha assado no forno mas, para ser mais prático, podem-se usar filetes de cavala enlatados (uma lata é suficiente para esta receita)

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 2 de Abril de 2013

hmmmm...

Esta receita foi inspirada numa encontrada no Garficopo.

Gostei da ideia de não ter que cozer o polvo antes, que basicamente é o que se vê em todas as receitas de polvo no forno.

Sim, confesso: Sou preguiçosa! Mas compensou, ficou mesmo bom!

 

Polvo no Forno

 

 

1 polvo médio (800 grs)

Batatas miúdas q.b.

4 dentes de alho picados

½ folha de louro

1 colher de chá de colorau

Sal q.b.

¼ de copo de vinho

Azeite, umas boas goladas

 

No fundo de um tabuleiro de cerâmica põe-se um pouco de azeite e o louro. No meio o polvo e à volta as batatinhas descascadas e com um golpe a meio. Salpica-se o colorau e  o sal sobre as batatas. Por cima de tudo espalham-se os alhos bem picadinhos, verte-se o vinho (pode ser branco ou tinto) e rega-se com mais azeite.

Tapa-se o tabuleiro com uma folha de papel de alumínio e leva-se a forno médio por uma hora. Destapa-se e deixa-se apurar por mais uns 20 a 30 minutos, o molho evapora e fica praticamente só o azeite.

Servir com grelos cozidos e azeitonas.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (3) | favorito
|
Quarta-feira, 27 de Março de 2013

para o jejum

Concordo com a mãe de uma amiga minha que diz que na Quaresma [e na vida], pecado é o que sai da boca e não o que entra…

Mas para quem estiver a fazer jejum, aqui está uma receita bem singela.

 

Filetes de Maruca Estufados

  

 

5 filetes de maruca

Sal q.b.

Sumo de um limão

Salsa picada

1 cebola picada

Azeite q.b.

1 colher de sopa de caril em pó

1 colher de sopa de farinha

400 ml de caldo de peixe

Salsa picada

 

Temperar os filetes com sal, sumo de limão e salsa picada. Reservar.

Numa frigideira alourar a cebola picada em azeite e juntar o caril e a farinha mexendo bem. Adicionar o caldo de peixe e deixar levantar fervura.

Dispor os filetes sobre este molho e deixar cozer por cerca de 15 minutos. Rectificar os temperos se necessário.

Servir com puré de batata e salada de beterraba.

 

Nota: podem ser usados outros filetes

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Terça-feira, 19 de Março de 2013

que bom!

Quando vi esta receita quis logo experimentar.

E ainda bem, fica excelente e é uma maneira de gastar filetes de pescada sem ser os eternamente fritos. Uma maravilha!

 

Almondegas de Pescada 

 

 

400 grs de filetes de pescada

1 ovo

100 ml de leite

1 fatia grossa de pão rijo

3 dentes de alho picados

Sal q.b.

Farinha q.b.

Azeite q.b.

1 raminho de salsa picada

1 cebola picada

50 ml de vinho

500 ml de caldo de peixe

 

Demolhar o pão no leite. Reservar.

Cortar os filetes em tiras finas e depois em quadradinhos pequeninos. Juntar numa taça com o ovo, o pão demolhado no leite e escorrido, um dente de alho bem picadinho e uma pitada de sal. Moldar bolas do tamanho desejado e passar por farinha. Fritar em pouco azeite (ou óleo) apenas para alourar, dois ou três minutos. Reservar.

Num tacho leva-se a cebola e os restantes dentes de alho ao lume, a alourar em azeite. Junta-se o vinho e deixa-se evaporar. Adiciona-se a salsa e o caldo de peixe e dispõem-se a almondegas no fundo do tacho. Deixa-se cozinhar por dez a quinze minutos, de modo a que o molho reduza e engrosse um pouco.

Servir com puré, arroz branco ou com outro acompanhamento à escolha.

Estas foram acompanhadas de arroz de hortos.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 10 de Janeiro de 2013

reinventar receitas

Desde que experimentei esta receita, pensei logo que tinha muito potencial e que podia ser experimentada de outras formas.

E assim nasceu este prato, com as batatas cortadas em rodelas bem fininhas para assarem rápido e depois com os filetes por cima, mais um bocado no forno e uma refeição maravilhosa.

A repetir, sem dúvida!

 

Montinhos de Batata e Filetes

 

 

6 batatas

2 colheres de sopa de azeite

Sal e pimenta q.b.

4 filetes (pescada, solha, palmeta, etc.)

1 colher de sopa de orégãos

Raspa de limão

2 colheres de sopa de azeite

1 colher de sopa de manteiga

 

Cortar as batatas em rodelas muito finas, temperar com sal e pimenta e envolvê-las em duas colheres de sopa de azeite.

Colocar em oito montinhos mais ou menos rectangulares num tabuleiro forrado com papel de ir ao forno e levar a forno bem quente por meia-hora.

Misturar duas colheres de sopa de azeite com uma de manteiga, a raspa de limão e os orégãos.

Cortar os filetes em metades, salpicar de sal e pimenta e barrar com a pasta formada com o azeite e manteiga.  Colocar os filetes sobre os montinhos de batatas já meio cozidos e levar ao forno até acabar de assar, mais ou menos 20 minutos.

Retirar do forno e servir com esparregado ou uma salada.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 27 de Dezembro de 2012

mimos

Quando vi esta receita pensei que o leite de coco era capaz de dar um gosto muito adocicado ao peixe e andei vai-não-vai durante algum tempo até me decidir mesmo a experimentar. E em boa hora!

Ficou espectacular, mais uma maneira invulgar (e fácil) de preparar pescada (ou outro peixe à escolha). Adaptada ao meu gosto.

 

Mimos de Pescada com Leite de Coco

 

 

4 mimos de pescada (ou lombos, ou tranches, ou postas…)

Sumo de um limão

Sal e pimenta

1 raminho de salsa

1 raminho de cebolinho

1 colher de sopa de caril em pó

1 copo de leite de coco

4 colheres de sopa de água

 

Temperar a pescada com sal e pimenta e sumo de limão. Polvilhar com salsa e cebolinho picados e reservar.

Num tacinha mistura-se uma colher de sopa bem cheia de caril em pó e um copo de leite de coco. Adicionar três ou quatro colheres de sopa de água para deslaçar um pouco.

Num recipiente que possa ir ao forno e à mesa, colocam-se as mimos de pescada e por cima deita-se a mistura de caril e leite de coco.

Vai ao forno por cerca de meia hora.

Servir com arroz basmati ou sobre batatas cozidas com esparregado a acompanhar.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 27 de Novembro de 2012

peixe escondido

 

No outro dia tive que gastar uns rabitos de pescada que se andavam a amontoar no congelador. Não apetecia salada de peixe, não apetecia fritos, eis que descobri esta receita e decidi experimentar.

 

Soufflé de Pescada 

 

 

4 postas de pescada

100 grs de pão de trigo

1 dl de leite

4 ovos

Manteiga e Pão ralado

Noz moscada, Sal e Pimenta q.b.

1 raminho de aneto

 

Cozer a pescada em água temperada com sal e azeite. Depois de cozida retirar as peles e espinhas.

Pôr o pão a demolhar num pouco de leite morno. Escorrer e reservar.

Numa taça misturar a pescada com aneto picado, o pão e as gemas de ovo e temperar com sal, pimenta e noz-moscada.

Bater as claras em castelo e envolver na pescada.

Deitar numa forma untada com manteiga e pão ralado.

Levar ao forno a cozer em banho-maria até estar sequinho (experimentar com um palito, como nos bolos). Leva perto de meia-hora a cozer.

Servir com uma salada de alface e coentros e tomates cereja.

 

Nota: Pode substituir-se o aneto por outra aromática como salsa, cebolinho, coentros, etc.

 

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 19 de Novembro de 2012

little jacks :)

Este é o tipo de prato que está quase em desuso.

Felizmente, na zona onde vivo, ainda se faz a pesca artesanal em que as redes usadas, dado que capturam pouco peixe de cada vez, têm a malha fina o que permite a captura destes carapauzinhos.

Comprados ali ao sair da rede, cheios de areia e a dar um bocado de trabalho a arranjar, não deixam de mesmo assim ser maravilhosos!

 

Jaquinzinhos Fritos

 

 

Carapauzinhos amanhados e limpos de areia

Sal grosso

Farinha q.b.

Óleo para fritar

 

Salpicar o peixe com o sal.

A maneira mais prática de os enfarinhar é meter um bocado de farinha num saco de plástico, meter os peixinhos lá dentro, abanar bem (fechando o saco, claro, senão é farinha por toda a cozinha!) sacudir o excesso e meter na frigideira com o óleo já bem quente.

Deixar fritar até estarem dourados e escorrer em papel de cozinha.

Acompanhar com um belo arroz de tomate e agradecer ainda ser possível comer coisas destas.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 5 de Novembro de 2012

cozinhar em papelote

Para variar dos filetes fritos, que nem sempre são uma boa opção nomeadamente se houver problemas com a ingestão de gorduras, esta maneira de cozinhar qualquer tipo de filetes é fácil e o resultado final é muito saboroso.

 

Filetes em Papelote

 

 

2 filetes de pescada

Mostarda ou Molho Pesto

Limão

Sal

Pimenta

Tomates cereja

Azeite

 

Numa folha de alumínio (ou vegetal) grande que possa fazer um envelope dispõe-se a mostarda ou o molho pesto, por cima põe-se um filete de pescada, volta-se a pincelar com mostarda ou pesto e sobre o filete põem-se umas rodelas bem fininhas de limão. Salpica-se de sal e pimenta e a toda a volta dispõem-se os tomatinhos. Fecha-se o papel de modo a formar envelopes ou trouxas e leva-se ao forno por cerca de 20 minutos.

Serve-se com cuscuz ou puré de batata.

 

Nota: Fiz um com mostarda e um com molho pesto, qualquer um ficou muito bom.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Segunda-feira, 29 de Outubro de 2012

reutilizar

É muito raro fazer rissóis. Acho que há mais de dez anos não me metia a uma empreitada destas.

Mas, como me deram uma sacada de ameijoas da ria de Aveiro, fiz Ameijoas à Bulhão Pato. Só que eram mesmo muitas e as que sobraram tiveram que levar destino, que foram uns belos de uns rissóis.

 

Rissóis de Ameijoas à Bulhão Pato

 

 

2 copos de água a ferver

1 colher de sopa bem cheia de manteiga

Sal

2 copos de farinha

Molho Bechamel

1 malga de miolo de ameijoas à Bulhão Pato

Ovo batido

Pão ralado

Óleo para fritar

 

Fazer a massa dos rissóis deitando a farinha na água a ferver com o sal e a manteiga. Retirar do lume e mexer rapidamente com uma colher de pau até a massa se despegar da panela e formar uma bola. Deixar arrefecer até se poder mexer na massa com as mãos. Dá-se uma amassadela na massa para ficar maleável e brilhante.

Entretanto faz-se o recheio. Faz-se um molho bechamel com duas colheres de sopa de margarina derretida num tachinho, adicione-lhe duas colheres de farinha mexendo sempre e adicione meio litro de líquido (usei leite misturado com molho das ameijoas), um bocado de cada vez. Mexa sempre até engrossar, ajuste o líquido se necessário e ajuste os temperos se necessário. Adiciona-se o miolo das ameijoas juntamente com os alhos e coentros sobrantes ao molho bechamel e mexe-se.

Com um rolo estende-se a massa para os rissóis, deita-se uma colherada de recheio em cada e dobra-se ao tamanho desejado. Passam-se por ovo batido e seguidamente por pão ralado e fritam-se em óleo bem quente.

Servir com salada russa, arroz de tomate, arroz de legumes ou outro acompanhamento a gosto.

 

Notas:

Fiz as Ameijoas à Bolhão Pato seguindo esta receita

Se forem muitos rissóis, podem-se congelar os restantes sem fritar. Depois é só retirar do congelador quando forem necessários e fritar, ainda congelados.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Terça-feira, 23 de Outubro de 2012

assados

Para mim a maneira mais fácil e rápida de preparar uma refeição é meter ingredientes num tabuleiro, levar ao forno e ir à minha vida até estar pronto. Ainda por cima aquece a casa e deixa no ar um aroma bem agradável. 

 

Solha Assada no Forno

 

 

1 cebola

3 tomates

4  batatas

2 solhas cortadas em postas

2 pimentos doces

1 colher de café de coentros em pó

1 colher de café de colorau em pó

½ copo de vinho rosé

½ copo de água

½ copo de azeite

Sal q.b.

 

Cortam-se a cebola, os tomates e as batatas em rodelas finas e colocam-se no fundo de um tabuleiro de ir ao forno.

Por cima dispõem-se as postas das solhas e tempera-se tudo com coentros em pó, colorau e sal.

Mistura-se o vinho (pode ser do branco) com a água e deita-se no tabuleiro. Por cima verte-se o azeite e leva-se ao forno por 40 minutos ou até as batatas estarem cozidas.

 

Nota: Quanto mais finas forem as rodelas das batatas mais rápido cozem

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 21 de Junho de 2012

não perca esta...

 

Um peixe que é excelente para levar ao forno.

 

Perca do Nilo Assada no Forno

 

 

4 postas de perca do Nilo

1 cebola grande

4 dentes de alho

Rodelas finas de limão

Raminhos de salsa

Orégãos

Sal

Piri-piri

½ copo de vinho

½ copo de água (ou caldo de peixe)

½ copo de azeite

Batatas com uma cozedura de 10 minutos

 

Cortar a cebola em rodelas e os alhos em palitos.

Põem-se no fundo de um tabuleiro e por cima dispõem-se as postas de peixe, as rodelas de limão e os raminhos de salsa. À volta dispõem-se as batatas escorridas. Polvilha-se tudo com sal, piri-piri e orégãos. Por cima deita-se o vinho, a água e o azeite.

Vai ao forno por 30 minutos. Se necessário junta-se mais água (ou caldo de peixe) para manter o molho.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 21 de Maio de 2012

um belo petisco

Quando fazemos peixe cozido normalmente é na medida certa e raramente sobra mas por vezes, quando o que sobra no congelador são aquelas postas 'non gratas' como os rabos e as postas do início do peixe, mais vale cozer logo tudo, uma ou duas batatas a mais e depois deliciarmo-nos com estes bolinhos, um belo petisco!

 

Bolinhos de Peixe 

 

 

2 postas de pescada cozidas (ou outro peixe cozido)

2 batatas cozidas

1 ovo

1 fatia de pão de véspera ralada

Sal e pimenta fresca

1 raminho de salsa, endro e cebolinha picados

Óleo para fritar

 

Com um garfo esmigalham-se as batatas e o peixe, temperam-se com sal e pimenta e adiciona-se o ovo. Mexe-se bem e junta-se o pão ralado e as ervas picadas.

Aquecer o óleo numa frigideira e fritar bolinhos moldados com duas colheres.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 17 de Maio de 2012

tintureira

Uma receita rápida e bastante prática. Não sei bem se se pode chamar-lhe caldeirada já que só tem uma qualidade de peixe mas é feito da mesma maneira das caldeiradas.

Tudo dentro do tacho, lume, abanar, comer.

Com pão, para aproveitar o molho!

 

Caldeirada de Tintureira com Açafrão das Índias 

 

 

1 cebola grande cortada às rodelas

2 dentes de alho cortados às rodelas

1 colher de chá de açafrão das Índias

1 colher de chá de colorau

2 postas de tintureira

4 batatas cortadas às rodelas

2 raminhos de salsa

Sal

Vinho branco

Água

Azeite

 

Deitar os ingredientes num tacho largo pela ordem dada.

Levar ao lume e quando começar a ferver baixar o lume. Deixar apurar até estar cozido sem mexer. Se necessário abana-se o tacho para não pegar mas não se deve mexer.

 

Nota: A medida de vinho, água e azeite é cerca de meio copo de cada

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 14:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|

mais sobre mim

cuscar

quantos são? quantos são?

HTML Hit Counter
pc computer components

digam qualquer coisa

coolinaria@sapo.pt

A Belita no Facebook!

My taste

mytaste.pt

armazém de receitas

tags

todas as tags

os meus livros de receitas, alguns...

blogs SAPO

subscrever feeds