Sexta-feira, 17 de Novembro de 2017

viva a sexta!

 

Aqui está uma versão de uma sobremesa que já fiz há uns anos e que agora fiz mais ao meu gosto. Ficou ainda melhor do que me lembrava.

 

Maçã no forno com Merengue

 

20171104_182954.jpg

 

6 Maçãs
Açúcar amarelo, canela e noz-moscada para polvilhar

50 ml de vinho do Porto ou Moscatel
4 Ovos
1/2 Litro de Leite
2 colheres de sopa rasas de Maizena
180g de açúcar

Descascam-se as maçãs, tira-se o caroço e cortam-se em oitavos.
Dispõem-se num tabuleiro refractário polvilhando com açúcar, canela e noz-moscada a gosto. Borrifa-se com o vinho do Porto e leva-se ao forno a assar.
Enquanto assa, batem-se as claras em castelo bem firme, às quais se adicionam 130g de açúcar e volta-se a bater para fazer o merengue.
Tiram-se as maçãs do forno, cobrem-se com o merengue e voltam  ao forno até insuflar e alourar.
Por fim faz-se um leite creme com as gemas, o restante açúcar, a Maizena e o leite que se leva ao lume até engrossar, mexendo sempre.

Retira-se o tabuleiro do forno e cobre-se o merengue com o leite-creme.
Para terminar polvilha-se com canela (e noz-moscada, quem apreciar).

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 16 de Maio de 2017

pequenas refeições

 

Não há novidade nenhuma numa salada. É uma salada, cada um faz ao seu gosto e nem se pode bem dizer que haja receitas para tal. É uma inspiração. Esta foi a do momento.

 

Salada com Grão e Espargos Brancos

 

20170414_131528.jpg

 

1 lata de atum

150 grs de grão de bico

1 alface pequena

1 mão-cheia de folhas de rúcula

1 raminho de salsa,

4 hastes de cebolinho

2 espargos brancos (de frasco)

4 rabanetes

10 azeitonas

Sementes de sésamo

1 ovo cozido

Azeite, vinagre e mostarda q.b.

 

Numa taça põe-se a alface, a rúcula, folhas de salsa, cebolinho cortado em bocados com cerca de três centímetros, os espargos cortados também com esse tamanho, os rabanetes cortados em rodelas fininhas e as azeitonas. Por cima espalhar lascas de atum.

Misturar o azeite, vinagre e mostarda num frasco de modo a fazer um molho espesso. Deitar sobre a salada.

Enfeitar com um ovo mal cozido (este era mega gigante por ser de pata!) e salpicar com as sementes de sésamo (usei pretas).

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 21 de Março de 2017

estão de volta

 

Uma das coisas boas da Primavera é que começam a aparecer os espargos nos supermercados, a preços que não é preciso empenhar a volta de ouro da herança 

E um ovo escalfado, convenhamos, fica bem com tudo!!! E esta forma de o fazer é tão fácil que só mesmo quem não gostar é que passa ao lado.

 

Sanduiche com Espargos

 

20170312_201557.jpg

 

2 fatias de pão de centeio

1 queijo fresco (usei de Burgos)

2 fatias de fiambre de peru

Espargos finos grelhados

1 ovo escalfado

Pimenta moída q.b.

 

Tostar ligeiramente as fatias de pão. Pôr as fatias de fiambre de peru e o queijo em rodelas. Por cima os espargos grelhados e o ovo escalfado. Polvilhar com pimenta moída na altura.

 

Nota: para fazer o ovo escalfado, abre-se um ovo para dentro de uma chávena e põe-se água a cobrir (pode-se acrescentar umas gotas de vinagre). Leva-se ao micro-ondas por cerca de um minuto e meio (ou um pouco menos se quisermos a gema líquida).

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito (1)
|
Segunda-feira, 20 de Março de 2017

já chegou!

 

Porque a Primavera chega hoje mesmo que ainda esteja meio envergonhada (ou mesmo muito!) e porque a Primavera é sinónimo de cor, aqui fica uma homenagem à cor e às coisas que sabem bem.

 

Omelete de Cogumelos

 

download.png

 

300 grs de cogumelos (usei marron)

2 colheres de sopa de azeite

4 ovos

6 hastes de cebolinho

Sal e pimenta q.b.

 

Cortar os cogumelos em fatias e saltear no azeite. Temperar com sal e pimenta. Retirar da frigideira e reservar.

Bater os ovos e acrescentar o cebolinho picado. Temperar com sal e pimenta.

Na mesma frigideira onde se saltearam os cogumelos, fazer uma omelete com metade dos ovos batidos. Quando estiver quase pronta, espalhar metade dos cogumelos em metade da omelete. Dobrar a restante omelete sobre os cogumelos e retirar do lume. Fazer o mesmo com os restantes ingredientes.

Servir com uma salada (usei rúcula, capuchinhas e cebolinho).

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito (1)
|
Terça-feira, 13 de Dezembro de 2016

Das sobras...

 

Quando sobra um pouco de bacalhau cozido e depois de bem olhado e remirado sabemos que não dá para mais que dois ou três bolinhos, e quando o salmão também só teria como destino uma sandes que não apetece e, mais grave ainda, quando a massa folhada já passou do prazo há dois dias, há que ser inventivo e fazer coisas lindas!

 

Tarteletes, duas versões (bacalhau e salmão)

 

IMG_20161202_125505.jpg

 

1 embalagem de massa folhada

1 alho francês (apenas a parte branca)

2 colheres de sopa de azeite

4 ovos

150 ml de natas de soja

120 ml de iogurte natural

Sal e pimenta q.b.

½ posta de bacalhau cozido, em lascas

2 colheres de sopa de uvas passas

1 malagueta pequena

50 grs de salmão defumado

2 ovos pequenos

 

Saltear o alho francês no azeite apenas até amolecer. Reservar.

Numa taça bater os ovos com as natas e o iogurte e temperar a gosto com sal e pimenta.

Dividir a massa folhada por quatro formas de tartelete. Pôr o alho francês salteado sobre a massa folhada.

Em duas tarteletes, põe-se o bacalhau em lascas, salpica-se com as uvas passas e a malagueta cortada em rodelas muito finas. Noutras duas tarteletes põe-se o salmão em lascas.

Deita-se a mistura de ovos e natas sobre o recheio das tarteletes. Nas de salmão põe-se também um ovo em cada.

Levam-se ao forno até estarem douradas, cerca de 25 minutos.

Servem-se com uma salada como prato principal.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 22 de Novembro de 2016

se tudo fosse assim tão fácil

 

Perco algum tempo a olhar para dentro do frigorífico como se me fosse resolver os problemas… e depois vejo lá uma sobra de arroz cozido e penso: problema do jantar resolvido!

Tão fácil como isso 

 

Arroz Frito

 

20161109_201249.jpg

 

Arroz cozido q.b. (usei Basmati)

2 ovos

3 colheres de sopa de molho de soja

½ cenoura picada

30 grs de ervilhas congeladas

Fiambre de peru

Aipo q.b.

Pimento vermelho q.b.

Cebolinho

1 colher de sopa de óleo de girassol

1 colher de sopa de óleo de sésamo

 

Primeiro coze-se a cenoura picada com as ervilhas por cerca de cinco minutos. Escorrem-se e reservam-se.

Bater os ovos com uma colher de sopa de molho de soja e fritar no wok ou numa frigideira com uma colher de sopa de óleo de girassol de modo a fazer uma omelete. Cortar em tirinhas e reservar.

No mesmo wok põe-se acolher de sopa de óleo de sésamo (ou de girassol se não houver de sésamo) e salteia-se o aipo e o pimento picados. Junta-se o arroz cozido, as cenouras e ervilhas cozidas e o fiambre de peru e a omelete cortados em tirinhas. Junta-se mais duas colheres de sopa de molho de soja, mexe-se e polvilha-se com o cebolinho picado.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 1 de Agosto de 2016

seguindo

 

Não, não estou de férias mas sinceramente, apetece enganar o trabalho e comer coisas de dias bons 

 

Salada de Vagens

 

salada.jpeg

 

350 grs de vagens

1 cenoura

2 ovos

1 lata de atum

10 azeitonas descaroçadas

1 raminho de manjericão

4 colheres de sopa de azeite

2 colheres de sopa de vinagre de vinho tinto

 

Cozer as vagens cortadas em pedaços com cerca de dois cms juntamente com as cenouras cortadas em tiras pequenas e os ovos que se juntam à água da cozedura mais para o fim (cozem por sete ou, oito minutos apenas).

Escorrer e passar por água fria ou deixar arrefecer.

Num almofariz pisar o manjericão com o azeite até ficar completamente esmagado e depois adicionar o vinagre.

Colocar as vagens e as cenouras numa taça, por cima o atum em lascas, as azeitonas e os ovos cortados em quartos.

Servir com o molho de manjericão.

 

molho.jpg

 

Nota: podem-se substituir duas das colheres de sopa de azeite por azeite da lata de atum

 

 

tags: , ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Segunda-feira, 20 de Junho de 2016

Almoços portáteis #14

 

Já apetece, seja para almoçar ao ar livre ou mesmo no refeitório do trabalho. E não pensem que lá por ser uma salada é comida de grilo, não senhor! Ora façam e confirmem.

 

Salada de Arroz

 

salarroz1.jpg

 

Arroz basmati (ou outro arroz solto) cozido

2 fatias de fiambre de frango ou peru

1 ovo mal cozido

1 colher de sopa de nozes picadas

2 colheres de sopa de queijo Feta esfarelado

Sementes de nigela ou de sésamo

Folhas de rúcula ou alface

Tomate em quadradinhos

 

Pimenta, azeite e vinagre balsâmico

 

Enrolar as fatias de peru e cortar em rodelas fininhas. Misturar todos os ingredientes da salada e temperar com a pimenta, o vinagre e o azeite a gosto.

Servir frio.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 6 de Junho de 2016

posto isto...

 

Eu gosto das segundas-feiras. São dias como os outros e serão aquilo que fizermos deles. Quem nos garante que uma sexta-feira, só porque está colada ao fim de semana, não pode ser um dia mau?

E também não tenho por hábito gastar parte do meu domingo a sentir-me angustiada porque no dia a seguir tenho que ir trabalhar. Tenho outras prioridades. Como por exemplo fazer disto!

 

Fetamole

 

IMG_20160507_133709.jpg

 

1abacate

50 grs de queijo Feta

1 raminho de coentros

Sumo de ½ lima ou limão

 

Esmagar o abacate grosseiramente e juntar o queijo Feta esfarelado, os coentros picados e o sumo de lima. Envolver e servir fresco.

Serve para barrar em tostas, para comer com broa frita, gressinos e também sobre uma fatia de pão com um ovo escalfado.

 

20160505_202519.jpg

 

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 28 de Abril de 2016

parece bem

 

Isto nem sequer é uma receita, é apenas uma sugestão, mais de apresentação do que de outra coisa.

Às vezes fazemos saladas e misturamos tudo. Ficam boas na mesma mas não são tão apelativas. E como dizem que os olhos também comem, aqui fica uma versão de uma salada tipo salada Niçoise.

As quantidades são a gosto.

 

Salada Colorida

 

D:\Documents and Settings\u015202\Desktop\salada.j

 

Batatas

Ovos

Beterraba

Rúcula

Alface

Picles

Azeitonas

Cebolinho

Salsa

Atum

Molho de mostarda ou vinagrete

 

Dispôr artisticamente  e pôr o molho por cima.

Feito!

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Segunda-feira, 11 de Abril de 2016

almoços portáteis #13

 

Quando olhamos para o frigorífico e só há lá uma sobra de arroz, o cenário para o almoço a levar para o trabalho no dia seguinte perece tenebroso… depois é olhar com olhos de ver para as coisitas que por lá andam e olhem, sai uma salada, que embora o tempo não esteja de feição, Abril vai quase a meio!

 

Salada de arroz

 

salada.jpg

 

Arroz basmati cozido

Folhas de rúcula

Tomate sem sementes picado

Abacate em pedaços

Pistachos

Funcho em rodelas

Ovo cozido em rodelas

Queijo Feta esfarelado

Azeitonas picadas

Damascos secos picados

Sumagre ou pimenta para polvilhar

Molho de mostarda, vinagre e azeite

 

Misturar todos os ingredientes da salada e temperar com a o sumagre ou a pimenta e por cima deitar o molho de mostarda, vinagre e azeite.

 

Nota: para o molho juntar uma colher de mostarda, duas de vinagre e quatro de azeite e agitar num frasco

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 7 de Abril de 2016

por cá

 

Em Aveiro há uma casa de hambúrgueres que é a Meca dos estudantes de liceu, universitários e população em geral. Chama-se Ramona e tem os melhores hambúrgueres que se possam desejar: bons e baratos.

Os meus não são tão concorridos, mas também são muito bons!

 

Hambúrguer com Queijo e Ovo

 

 

download (1)

  

1 fatia de pão

½ copo de leite

400 grs de carne picada (usei mistura de vitela e porco)

1 cebola picada

1 colher de chá de piripiri

1 colher de chá de molho inglês

Sal q.b.

Azeite e manteiga q.b.

Fatias de queijo flamengo

 

Para servir:

Pão da Avó

Ovos estrelados

Mostarda

Maionese

Alface

 

Pôr o pão de molho no leite até amolecer. Misturar com a carne, a cebola picada, o piripiri, o molho inglês e o sal numa taça e envolver com um garfo. Moldar os hambúrgueres à mão ou com um molde.

Fritar numa frigideira com um pouco de azeite e de manteiga (usei Becel Cozinha) e com uma tampa para não salpicar e não secar. Quando estiver quase pronto pôr uma fatia de queijo (usei Gouda) sobre o hambúrguer.

Servir em pão com ovo estrelado, alface, mostarda e maionese (ou acompanhar com arroz e um ovo estrelado).

 

Nota: Quantidade para 4 hambúrgueres

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
|
Terça-feira, 5 de Abril de 2016

um destes dias...

 

Lanches rápidos mas tão saborosos que bem podiam substituir um jantar.

Fica para a próxima…

 

Tosta de Abacate, Queijo e Ovo

 

D:\Documents and Settings\u015202\Desktop\IMG_2016

  

2 fatias de pão de mistura

½ abacate maduro

Queijo Feta q.b.

1 ovo cozido

Za’atar para polvilhar, q.b.

 

Torrar ligeiramente as fatias de pão.

Barrar o abacate nas fatias de pão e por cima esfarelar o queijo Feta. Cortar um ovo cozido em rodelas e pôr sobre o queijo. Polvilhar com za’atar ou com sal e pimenta.

 

Caso queiram fazer o za’atar, é muito fácil:

4 colheres de sopa de sementes de sésamo

1 colher de sopa de tomilho seco

Sal fino aromatizado com raspa de limão

 

Tostar as sementes de sésamo numa frigideira, com cuidado para não queimarem. Depois de frias misturam-se num almofariz com as folhas secas de tomilho e o sal aromatizado com raspa de limão. Esmaga-se com o pilão de modo a ficar um pó solto mas com algumas sementes de sésamo visíveis.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Terça-feira, 1 de Dezembro de 2015

eggcellent

 

Para aqueles jantares em que apetece só sopa e mais qualquer coisinha…

 

Broa Frita com Ovos mexidos

 

20151118_201728.jpg

 

4 fatias de broa cortadas finas

2 ovos

1 pitada de sal

2 colheres de sopa de azeite

Orégãos q.b.

Sementes de sésamo q.b.

 

Numa sertã aquecer o azeite e fritar as fatias de broa dos dois lados.

Retirar a broa e na mesma sertã mexer os ovos até estarem ao gosto, com uma pitada de sal

Pôr sobre as fatias de broa e polvilhar com orégãos ou outra erva a gosto.

 

Nota: usei za’atar para polvilhar

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 22 de Outubro de 2015

coisas simples

 

Este é o tipo de refeição que mais me agrada. Ir ao frigorífico em modo raide e ver o que por lá anda. Começar a imaginar associações, se calhar põe-se também disto, não que tem um sabor muito forte, o melhor é mesmo usar aquilo, ah e que tal também uma pitada de coiso???  Olha que boa ideia. Cá está!

 

Cogumelos Recheados

 

 

download (1).png

 (antes de ir ao forno)

 

4 cogumelos grandes

2 ovos pequenos

1 mão cheia de espinafres

1 dente de alho bem pequeno

2 rodelas de paio York

2 colheres de sopa de queijo mozarela ralado

Adobo q.b. (ou sal e pimenta ou outro sal aromatizado)

Azeite q.b.

 

Retirar os pés aos cogumelos (usar noutra receita ou em sopa).

Pincelar o interior dos cogumelos com azeite. Picar os espinafres, o dente de alho e o paio York.

Dividem-se os espinafres e o dente de alho por dois dos cogumelos e tempera-se com Adobo ou com sal e pimenta a gosto. Por cima põe-se os ovos com cuidado para não cair clara fora do cogumelo (o melhor é abrir um ovo de cada vez numa tacinha e com uma colher retirar apenas o que se pretende já que a clara inteira pode ser demais para rechear o cogumelo).

Nos outros dois põe-se o paio picado e o queijo mozarela por cima. Não é necessário temperar estes pois o paio já tem sal suficiente.

Põe-se num tabuleiro forrado com papel de ir ao forno e com um fio de azeite no fundo.

Vão a forno médio até o queijo estar alourado e os ovos cozidos.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Terça-feira, 11 de Agosto de 2015

Siga!

Costuma-se dizer que na perfeição não se mexe mas sinceramente, com tantas acelgas tão coloridas para gastar, tive que as acrescentar a uma ‘espécie’ de Shakshuka, já que a original leva muito mais pimento.

Adoro este prato, é tão simples e no entanto é do mais reconfortante que há.

Shakshuka forever!!!

 

Shakshuka de Acelgas Coloridas

 

IMG_4622.JPG

 

1 cebola picada

2 colheres de sopa de azeite

2 tomates bem maduros

¼ de pimento vermelho

1 mão-cheia de talos de acelgas

1 colher de chá de piripiri

1 pitada de sal

3 ovos

Pimenta q.b.

 

Picar a cebola e alourar no azeite. Adicionar o pimento picado, os talos de acelgas cortados em rodelas e o tomate picado sem pele. Temperar com sal e piripiri.

Deixar refogar em lume brando até engrossar um pouco. Se necessário adicionar um pouquinho de água.

Quando estiver com um molho grossinho, adicionar os ovos, um de cada vez e tapar a frigideira com um testo grande. Deixar cozer os ovos de acordo com a preferência (mais ou menos líquidos), polvilhar com pimenta e servir com bastante pão estaladiço e um copo de vinho!

 

IMG_20150726_121814.jpg

(acelgas coloridas)

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 10 de Agosto de 2015

cenas da vida da horta

 

As minhas acelgas são bastante produtivas. O problema é que há quem na horta goste mesmo muito delas e se consiga antecipar a mim na sua recolha. Falo dos caracóis, não sei se é o cheiro ou o que é mas não há folha de acelga que resista às suas investidas, ficam a parecer uma renda daquelas de bilros.

Nada que me incomode já que ponho na horta coisas suficientes para todos, até para dar, e arranjo sempre maneira de gastar o que sobra, que neste caso são os talos das acelgas.

Não digam nada aos caracóis, que é para mantermos esta harmonia, mas prefiro os talos às folhas 

 

Fitada de Acelgas

 

IMG_20150710_084526.jpg

 

1 cebola pequena

1 mão cheia de talos de acelgas

4 ovos

Salsa picada

Sal e pimenta q.b.

2 colheres de sopa de azeite

 

Picar a cebola e alourar no azeite. Adicionar os talos de acelga cortados em rodelas finas e temperar com o sal e a pimenta. Saltear até estar tenro, uns cinco minutos. Entretanto bater os ovos com uma pitada de sal e deitar sobre os talos de acelgas. Por cima polvilhar com salsa picada e tapar com um testo grande, deixando cozinhar em lume brando.

Verificar se parte de cima já não está líquida e retirar do lume.

Servir de imediato com uma salada de tomate bem maduro.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
|
Segunda-feira, 6 de Julho de 2015

Uma coisa nova por dia…

 

Não é possível fazer omeletes sem ovos mas já se podem bater claras em castelo sem… claras???

A comunidade vegan [ao contrário do que muitos imaginam, é mais uma maneira de estar na vida do que apenas não comer carne e peixe] na sua senda de encontrar alternativas a todo e qualquer produto com origem animal acabou por desencantar uma maneira de fazer ‘claras em castelo’ sem usar claras.

Claro que esta descoberta acaba por vir beneficiar também aqueles que têm alergias aos ovos e que procuram outros produtos que os substituam.

Eu não sou vegan, felizmente não tenho alergias alimentares, mas gosto de experimentar coisas que parecem mágicas, aliás, acho que muita coisa na cozinha é pura magia… (ou então sou como o Zé da Carriça, tudo o que vê, tudo cobiça  )

É aqui que entra a Aquafaba (do latim aqua (água) + faba (feijão, grão)). A aquafaba é o líquido de cozer grão ou feijão e um engenheiro com muito tempo livre  descobriu que era o ideal para fazer merengues, suspiros, pavlovas, etc.

É facílimo, só temos que escorrer o líquido de cozer grão por exemplo (que foi o que usei), pô-lo na batedeira e esquecer que aquilo está a fazer a sua magia aí por uns dez minutos. Depois junta-se açúcar, bate-se mais uns dois minutos e voilà, prontíssimo a usar! E pode-se virar a taça ao contrário que não cai.

 

Merengue

 

IMG_20150702_110532.jpg

 

200 ml de líquido de uma lata de grão

3 colheres de sopa de açúcar

5 gotas de limão

 

Pôr o líquido de cozer o grão-de-bico coado na taça da batedeira e ligar. Deixar bater em velocidade média por cerca de dez minutos. Juntar o açúcar e as gotas do limão e continuar a bater mais uns minutos até estar com uma consistência idêntica às das claras batidas em castelo.

De seguida usar da maneira preferida, pode ser no forno para fazer suspiros ou numa mousse de chocolate, que foi a maneira que usei. A receita virá em breve.

 

Nota: Tanto pode ser usado o líquido de latas, frascos ou dos legumes cozidos em casa;

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (8) | favorito (1)
|
Segunda-feira, 29 de Junho de 2015

Combinações inusitadas…

 

Quando com pouco se faz muito…

Estas tostas são o exemplo de que nem sempre é preciso fazer refeições de prato cheio para ficarmos completamente saciados.

 

Tosta de Abacate e Salmão Defumado

 

IMG_4384.JPG

 

2 fatias de pão rústico

½ abacate

2 fatias de salmão

2 ovos estrelados

1 raminho de aneto (endro)

Sal e pimenta q.b.

 

Tostar ligeiramente o pão.

Esmagar o abacate e temperar de sal e pimenta a gosto. Barrar as tostas com o abacate. Por cima pôr uma fatia de salmão defumado e polvilhar com aneto picado. Em cima do salmão põe-se o ovo estrelado (ou escalfado) e polvilha-se com pimenta preta moída na altura.

 

tags: , ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
|
Terça-feira, 23 de Junho de 2015

jantar leve

 

Nem é carne nem é peixe, faz-se num instante, pode ser com qualquer ingrediente que esteja à mão e normalmente ajuda a safar um jantar em grande estilo.

 

Quiche de Curgete e Pistachos

 

quiche.PNG

 

1 base de massa folhada

1 curgete grande

1 dente de alho grande

Azeite q.b.

Sal e pimenta q.b.

3 ovos

100 ml de natas (usei de soja)

15 pistachos picados

 

 

Aquecer o forno. Estender a massa e forrar uma forma de tarte.

Numa frigideira aquecer um pouco de azeite com o alho picado e saltear a curgete cortada ao alto com o descascador de batatas (para fazer umas fatias finas e longas).

Dispôr as tiras de curgete salteadas sobre a massa. Bater os ovos com as natas e temperar com sal e pimenta e deitar esta mistura sobre as curgetes. Por cima espalhar os pistachos picados.

Levar ao forno por cerca de 30 minutos, até estar dourada.

Servir com um chá preto fresco de limão e menta.

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 28 de Maio de 2015

colorida

 

Uma salada para os dias que já pedem frescura e pouco tempo na cozinha.

Fica bonita se for feita numa taça de vidro, conseguem ver-se as camadas. Só me lembrei disso depois de comer, é a história da minha vida… 

 

Salada em Camadas

 

IMG_4332.JPG

 

Mistura de alfaces

3 batatas cozidas com a pele, frias

Feijão verde cozido, frio

1 tomate maduro

Azeitonas

Ovo cozido

Atum em conserva desfiado

Azeite e vinagre q.b.

 

 

Numa taça põe-se a alface em pedacinhos, bem escorrida. Pode ser usada uma embalagem das pré-lavadas. Usei a da horta.

Retira-se a pele às batatas e cortam-se em cubos. Põem-se sobre a alface. Espalha-se também as vagens cozidas e o tomate cortado em cubos. Por cima o ovo cozido bem picado e as azeitonas. A última camada é de atum desfiado mas sem estar esfarelado.

Tempera-se com uma mistura de azeite e vinagre e serve-se frio.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Terça-feira, 21 de Abril de 2015

Uau!

 

Esta salada bem podia chamar-se salada de ‘o que é que há no frigorífico?’.

Porque pode ser feita com sobras (usei sobras de arroz, sobras de grão-de-bico), com quaisquer verduras (usei folhas de beterraba e rúcula da horta mas pode ser com alface, espinafres, etc). Até pode ser com sobras de frango, uma lata de atum e por aí fora. É mesmo ao gosto do freguês.

E num frasco, só porque fica mais bonitinha (e porque o Pinterest é uma grande fonte de inspiração ).

 

Salada em Frasco

 

salada.png

  

Arroz 

Rabanetes

Folhas de beterraba

Rúcula

Coentros

Aipo

Queijo Feta

Grão-de-bico

Sementes de girassol tostadas

Ovo cozido

Sal e pimenta

Molho vinagrete

 

Pôr em camadas num frasco largo.

Temperar com sal e pimenta e o molho vinagrete (fiz com azeite e vinagre e molho de soja).

 

Nota: usei arroz com açafrão das Índias

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito (1)
|
Quarta-feira, 15 de Abril de 2015

perishable thoughts...

 

Quando era miúda a minha mãe criava patos e galinhas (às vezes também perus). Eu adorava os ovos de pata. Correcção: Eu adoro todos os ovos e como os de pata eram ainda maiores do que os de galinha, gostava mais.

Mas sim, adorava e há muito tempo que não os comia.

Na praça onde faço compras há uma senhora que me vende as sementes para a minha horta e aqui há uns tempos, em conversa, disse-me que tinha uma pata. Foi a deixa ideal para lhe pedir que me trouxesse ovos.

A pata apareceu em casa dela num dia de natal há 3 anos. Não sabe de onde veio nem porque se decidiu a ficar em casa dela mas mal apareceu, juntou-se às galinhas e por lá ficou. Chama-se Natalina. E põe ovos 

 

Agora os ovos:

  • São maiores do que os de galinha;
  • Têm perto do dobro do valor nutricional dos ovos de galinha (e também do colesterol… está mal!);
  • Têm mais gorduras Omega 3 do que os ovos de galinha;
  • Têm mais quantidade de vitaminas (A, B12, D e E {têm 6 vezes mais vitamina D});
  • São ricos em selénio e em ferro e outros minerais;
  • Deixam o ph do sangue mais alcalino do que ácido (as células cancerígenas não prosperam em ambientes alcalinos);
  • A sua casca é mais dura e por isso conservam-se mais tempo;
  • Têm uma gema maior (Yey!!!!);
  • Têm mais calorias (Oh não!!!!);
  • São melhores para utilizar em pastelaria (os bolos crescem mais);
  • Sabem bem!

Ovos de Pata e de Galinha

 

 IMG_4209.JPG

 O ovo de pata é o maior.

 

Nota: Atenção a cozinhar (fritar ou cozer) pois se estiverem muito tempo ao lume a sua clara fica a parecer borracha.

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 6 de Abril de 2015

fim de festa...

Embora ainda em modo Pascal (se bem que a trabalhar, ao contrário de muito boa gente neste dia…),nesta segunda-feira já não há muito espaço para grandes comezainas.

Mas no caso de ainda haver muitos ovos dos que vinham a enfeitar os folares, podem bem ser usados para um petisco rápido.

Nem se lhe pode chamar receita, é mais uma sugestão, ou duas.

 

Ovos Recheados

 

download.png

  

Cortar ovos cozidos ao meio e retirar as gemas para uma taça. Esmigalhar as gemas e misturar:

Opção um: uma colher de sopa de maionese, uma colher de café de caril, salsa ou aneto muito picadinhos, sal e pimenta q.b.

Opção dois: uma colher de sopa bem cheia de queijo creme ou queijo quark, uma colher de sopa de iogurte natural, cebolinho picado, sal e pimenta q.b.

Mexer bem os cremes e rechear as metades dos ovos.

O creme que sobrar pode ser servido com tostas.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (3) | favorito
|
Segunda-feira, 2 de Março de 2015

nada a declarar

 

Cogumelos… podia comer a todas as refeições que decerto demorava a cansar-me.

E ovos, bem, dos ovos não há mais nada a dizer a não ser que se tivesse que escolher apenas um ingrediente entre todos os que existem, seriam os ovos.

Estamos esclarecidos quanto ao que eu gosto de ovos, portanto 

 

Tostas com Cogumelos e Ovo

 

20150218_202641.jpg

  

200 grs de cogumelos

1 colher de sopa de azeite

1 dente de alho

Sal e pimenta preta q.b.

2 fatias de pão de centeio

 2 ovos

 

Saltear os cogumelos no azeite com o alho. Temperar com sal e pimenta. Reservar.

Torrar ligeiramente o pão.

Escalfar os ovos em água a ferver com um bocadinho de vinagre.

Servir os cogumelos sobre as tostas e por cima o ovo. Salpicar com sal e pimenta.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 26 de Fevereiro de 2015

caixinhas...

 

Esta receita parece complicada pois tem vários passos mas não é mesmo nada difícil de fazer.

Requer um pouquinho de perícia mas até eu que sou bastante trapalhona consegui por isso experimentem que toda a gente consegue. E vale mesmo a pena!

 

Crepes com alho-francês, cogumelos e ovo

 

IMG_4021.JPG

  

Para os crepes:

½ copo de farinha

¾ de copo de leite

1 ovo

1 colher de sopa de manteiga derretida

 

Bater tudo com a varinha mágica.

Numa frigideira levemente untada com manteiga (apenas para o primeiro crepe) e quente deita-se um pouco de massa e espalha-se por toda a frigideira. Deixa-se cozer de um lado por cerca de 2 minutos, depois vira-se e coze mais um minuto. Repete-se até acabar a massa (deu para seis crepes com cerca de 20 cms).

 

Para o alho-francês:

2 alhos franceses pequenos (ou 1 grande)

2 colheres de sopa de azeite

Sal e pimenta q.b.

50 ml de natas

 

Cortar os alhos-franceses em rodelas finas e levar ao lume a saltear numa frigideira com azeite. Temperar de sal e pimenta e quando estiverem moles juntar as natas e envolver bem. Reservar.

 

Para os cogumelos:

150 grs de cogumelos

2 colheres de sopa de azeite

 

Saltear os cogumelos cortados em rodelas no azeite por dois ou três minutos. Reservar.

 

Para finalizar os crepes:

2 ovos

Pimenta q.b.

50 grs de queijo ralado (usei Cheddar e da Ilha)

 

Num tabuleiro forrado com papel de ir ao forno colocam-se lado a lado dois crepes.

Dividem-se os cogumelos sobre o centro dos crepes. Por cima põe-se os alhos-franceses cremosos. Faz-se um buraco no meio para deitar o ovo. Polvilha-se com pimenta e com o queijo ralado e unem-se as pontas dos crepes de modo a fazer uma caixa, prende-se cada ponta com palitos.

Vai ao forno até o ovo estar cozido mas sem estar muito passado, cerca de 20 minutos.

Servir com uma salada.

 

Nota: A receita foi adaptada desta.

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 23 de Dezembro de 2014

saúde!

Ao dizer o nome deste prato até parece que estamos a espirrar e de repente alguém nos vai dizer ‘santinho!’

É um prato típico de todo o Médio Oriente e Norte de África e esta receita (que adaptei ligeiramente) é do livro Jerusalem, não me canso!

 

Shakshuka

 

shakbom.PNG

 

½ colher de chá de cominhos em pó

½ colher de chá de coentros em pó

100 ml de azeite

1 cebola grande

1 pimento vermelho

1 pimento amarelo

1 pitada de açúcar amarelo

1 colher de sopa de salsa picada

2 tomates maduros grandes (usei congelados)

1 malagueta

100 ml de vinho branco

100 ml de água

2 ovos

 

Para acompanhar: queijo Feta e pão

 

Numa sertã alourar a cebola no azeite. Juntar os cominhos e os coentros em pó e mexer. Adicionar os pimentos picados em quadradinhos pequenos, o açúcar, o tomate, a salsa e a malagueta e deixar refogar. Juntar o vinho e a água, temperar de sal e deixar fervilhar.

Verificar a água para que quede um molho espesso. Arranjar dois espaços com a colher de pau e deitar neles os ovos. Tapar com um testo até os ovos estarem no ponto desejado (com a gema molinha!).

Servir com pedacinhos de queijo Feta e pão, muito pão, este molho é divinal.

 

 

 

 

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (6) | favorito
|
Terça-feira, 9 de Dezembro de 2014

lanches...

O nome da receita demora quase tanto tempo a dizer como a fazer 

Fácil e bem apetitosa, experimentem.

 

Tosta com ovos mexidos, espinafre e queijo Feta

  

untitled.PNG

 

4 fatias de pão de centeio

2 ovos

1 mão-cheia de espinafres

Queijo Feta

Azeite q.b.

1 dente de alho

 

Numa frigideira pequena com azeite e um dente de alho picado, saltear os espinafres até murcharem. Reservar.

Na mesma frigideira e com um fio de azeite mexer os dois ovos temperados com pimenta. Não é necessário sal porque o queijo Feta é bastante salgado.

Tostar as fatias de pão na torradeira.

Pôr os ovos mexidos sobre duas fatias, por cima espalhar os espinafres e por cima esfarelar queijo Feta a gosto. Tapar com as restantes fatias de pão tostadas e servir.

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Terça-feira, 2 de Dezembro de 2014

tchanan!

Quando pensei em gastar umas postas de peixe daquelas para as quais não olhamos duas vezes, lembrei-me desta receita que andava para experimentar há bastante tempo.

Saiu muito bem.

Deu para duas formas de soufflé, uma redonda daquelas mais tradicionais e esta da foto.

 

Soufflé de Peixe

IMG_3781.JPG

 

300 grs de peixe (usei pescada, abrótea e maruca)

50 grs de margarina (usei Becel Cozinha)

50 grs de farinha

400 ml de mistura de água e leite

salsa e cebolinho q.b.

4 ovos

Sal, pimenta e noz moscada, q.b.

 

Cozer o peixe numa mistura de água e leite temperado de sal. Escorrer, reservando o líquido e retirar peles e espinhas, desfiando o peixe.

Num tacho derreter a margarina e adicionar a farinha, mexendo bem. Adicionar o líquido de cozer o peixe aos poucos mexendo sempre, de preferência com uma vara de arames, até engrossar. Pode não ser preciso todo o líquido, tem que se ver a consistência que deve ser leve.

Juntar as ervas picadas, as gemas e o peixe desfiado e temperar com pimenta e noz moscada e mais sal se necessário.

Bater as claras em castelo e envolver no creme. Deitar numa forma refractária untada e levar ao forno bem quente até alourar e subir na forma.

Ao retirar deve-se ter cuidado para que não apanhe correntes de ar senão pode baixar de repente e perde-se o efeito visual.

Servir com uma salada.

 

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Terça-feira, 12 de Agosto de 2014

da cor...

Há um cantinho na minha horta que parece um arco-íris!

As acelgas são tão coloridas que dá mesmo gosto ver e até já pensei foi em apanhar uma mão-cheia delas e meter numa jarra!

Mas depois pensei melhor e ná… isto é bem melhor.

 

Massa com Acelgas e Ovo 

 

 

Azeite q.b.

1 cebola

2 dentes de alho

1 ramo de acelgas

Sal e pimenta

2 ovos

Esparguete

 

Cozer o esparguete.

Numa frigideira aquecer o azeite e alourar a cebola. Juntar o alho picado e deixar estalar. Adicionar primeiro os talos das acelgas, por serem mais duros do que as folhas demoram um pouco mais a ficarem tenros. Vai-se remexendo de modo a não queimar, se necessário acrescenta-se um pouco da água de cozer o esparguete. Adicionam-se as folhas cortadas grosseiramente e deixam-se amolecer.

Entretanto estrelam-se dois ovos.

Mistura-se o esparguete cozido às acelgas e envolve-se bem. Servir a massa e por cima pôr um ovo estrelado.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 22 de Julho de 2014

outras sandes

O pan bagnat é uma sandes típica da região de Nice, em França e quer dizer ‘pão molhado’. Pode-se fazer com alguma antecedência, é óptimo para um piquenique ou para um jantar de domingo.

Esta versão tem orégãos e queijo Feta, daí o nome à Grega… Pode ser feito com outros ingredientes, o pão não tem que ser de centeio, pode levar cornichons ou picles, pepino, usem a imaginação.

 

Pan Bagnat à Grega

 

 

Fatias de pão rústico de centeio

Atum

Queijo Feta em fatias finas

Orégãos

Cebola em rodelas finas

Ovo cozido cortado em rodelas

Azeitonas sem caroço

Tomate em rodelas sem sementes

Alface

Beldroegas ou rúcula

Azeite

 

Torrar as fatias de pão e deitar um fio de azeite sobre cada uma.

Sobre as fatias põem-se os ingredientes da forma desejada (alface, atum, tomate, queijo, ovo, cebola, azeitonas, beldroegas) polvilhando com orégãos sobre o queijo.

Por cima deita-se mais um fio de azeite. Tapa-se com mais fatias de pão torrado e embrulha-se em papel vegetal.

Põe-se algum peso sobre as sandes (usei uma lata de ananás e um quilo de arroz) e deixa-se ficar por uma hora com o peso em cima. Isto ajuda os sabores a misturarem.

Servir acompanhado de uma bebida fresca.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Terça-feira, 13 de Maio de 2014

tocam os sinos...

 

Não há muito mais a dizer sobre esta receita a não ser que é muito boa. E tem uma história lindíssima a acompanhar, por isso vão ver e experimentem. Vale a pena!

 

Bacalhau à Noiva

 

 

3 postas de bacalhau

1 cebola grande

2 dentes de alho

Vinagre

Azeite

2 cenouras

250 grs de feijão-verde

2 ovos cozidos (usei os dos folares)

Sal e pimenta q.b.

1 ovo batido

 

Puré:

Batatas

Leite

Manteiga

Noz-moscada

 

Cozer as cenouras cortadas em fatias finas e o feijão-verde também cortado em tiras finas. Aproveitar para cozer também os ovos se necessário.

Noutro tacho cozer o bacalhau por uns dez minutos. Retirar e na mesma água cozer as batatas para o puré.

Desfiar o bacalhau e descartar peles e espinhas.

Numa frigideira levar ao lume a alourar a cebola cortada em rodelas bem como o alho picado finamente. Adicionar o bacalhau desfiado e um esguicho de vinagre e reservar.

No fundo de um tabuleiro põem-se as cenouras e vagens cozidas. Por cima dispõe-se o bacalhau com a cebola e por cima os ovos em rodelas.

Com as batatas cozidas faz-se um puré a que se junta leite e manteiga e se tempera com noz-moscada. Espalhar o puré sobre o preparado do tabuleiro e pincelar com um ovo batido.

Levar ao forno por 20 minutos a dourar o ovo.

Servir com salada de beterraba e azeitonas.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 20 de Março de 2014

do.melhor.que.há!

Ainda hei-de fazer esta receita completa. Sim, hei-de!

Mas enquanto isso não acontece, fiquei-me pela versão fácil que foi fazer o molho e os ovos escalfados (que aliás, até comia sozinhos e sem mais nada!)

E ficou uma maravilha.

  

Esparguete com ovo escalfado

 

 

Esparguete q.b.

2 ovos

2 chalotas picadas finamente

1 colher de sopa de azeite

3 colheres de sopa de vinho branco

185 ml de caldo de galinha

100 grs de manteiga sem sal fria e cortada em quadradinhos

Sal

Pimenta preta

 

Cozer o esparguete em água abundante com sal.

Numa frigideira, salteiam-se as chalotas no azeite por uns quatro minutos. Junta-se o vinho e deixa-se evaporar. Juntar o caldo de galinha e deixar fervilhar até reduzir a menos de metade, cerca de uns dez minutos embora confesse que não estive a medir o tempo.

Neste ponto começa-se a adicionar quadradinhos de manteiga, um bocadinho de cada vez, vai-se remexendo para derreter e junta-se  mais um bocadinho, repetindo até acabar a manteiga e o molho estar cremoso. Junta-se o esparguete a este molho e envolve-se.

Entretanto, numa panela com água a ferver com uma colher de sopa de vinagre, deita-se com cuidado um ovo para escalfar. Retira-se ao fim de quatro minutos e faz-se o mesmo ao outro.

Põe-se o esparguete nos pratos, por cima os ovos escalfados e polvilha-se com pimenta preta moída na hora (e, se tiverem, umas gotinhas de azeite trufado).

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 18 de Março de 2014

cestinhos

Não dá trabalho, é rápido, leva ovos, vai muito bem com uma cerveja gelada (ou duas…), que mais há a pedir?

 

Ovos escondidos

 

 

4 fatias de pão tipo baguete

4 fatias de bacon

4 ovos

Sal e pimenta preta

 

Retirar o miolo das fatias de pão mas deixando um bocadinho na base.

Forrar quatro forminhas de queques com as fatias de bacon. Pôr as fatias de pão já sem miolo dentro das forminhas de modo a que o bacon fique a envolve-las. Dentro de cada buraco no miolo abre-se um ovo que se salpica com sal e pimenta moída na altura.

Leva-se a forno quente até o pão estar tostadinho e o ovo cozinhado a gosto, cerca de 15 minutos.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Quinta-feira, 13 de Março de 2014

está frito!

Embora não seja muito apreciadora de doces misturados com salgados, e ainda por cima não ser a fã número um de abacaxi, esta mistura saiu muito bem.

A receita original encontrei-a aqui e dei-lhe uns toques para ficar mais ao meu gosto.

Façam a vossa versão, experimentem que fica muito bom!

 

Arroz Frito com Porco e Ananás

 

 

50 grs de arroz selvagem

100 grs de arroz basmati

350 grs de carne de porco cortada em cubinhos

2 colheres de sopa de molho de soja

1 colher de sopa de azeite picante

1 alho ralado

2 colheres de sopa de azeite

1 alho francês fino em rodelas

2 ovos batidos

1 colher de chá de óleo de amendoim (usei de sésamo)

¼ de copo de molho de soja

1 copo de abacaxi em pedaços

1 mão-cheia de castanha de caju

Salsa picada

 

1 - Numa taça mistura-se a carne de porco com 2 colheres de sopa de molho de soja, azeite picante e alho ralado. Reservar.

2 - Pôr o arroz selvagem a cozer em água abundante temperada com sal. Deve cozer por 30 minutos e depois junta-se o arroz basmati à cozedura (demora muito menos a cozer) e deixa-se cozer por mais dez minutos. Coar a água da cozedura e reservar.

3 - Num wok ou frigideira larga, saltear a carne de porco numa colher de sopa de azeite. Deixar cozer, mexendo, por uns dez minutos, mais se os pedaços de carne forem grandes. Retirar a carne frita do wok para uma taça, adicionar ao wok a restante colher de sopa de azeite e saltear o alho francês, quando estiver alourado juntar os ovos batidos e remexer para não pegar até os ovos estarem cozinhados. Retirar do wok e juntar à carne de porco.

4 – No mesmo wok, pôr a colher de chá de óleo de amendoim, o restante molho de soja e o abacaxi. Mexer e adicionar o arroz cozido, a carne de porco com os ovos mexidos e os cajus. Mexer bem para que tudo fique misturado e polvilhar com salsa picada.

 

Nota: pode ser feito com qualquer arroz cozido que tenha sobrado. Como tive que cozer propositadamente, optei por misturar o arroz selvagem com arroz basmati

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Sexta-feira, 21 de Fevereiro de 2014

que lindins :)

Nem costumo fazer sobremesas que levem muitos ovos. Sou comedora ‘compulsiva’ de ovos de todas as maneiras e feitios (ao ponto de me perguntarem como é que ainda tenho fígado {#emotions_dlg.sarcastic} ) por isso evito receitas que levem muitos ovos na sua composição.

Mas quando vi esta receita soube que tinha que a experimentar, até porque estes foram partilhados pelo que o estrago não foi demais.

 

Quindins

 

 

5 gemas (usei apenas 4)
2 ovos inteiros
1 chávena de açúcar
1 colher de sopa de manteiga amolecida
100 grs de coco ralado
2 colheres de sopa de água
1 colher de chá de essência de baunilha

Manteiga e açúcar para as forminhas

 

Numa taça bater os ingredientes pela ordem apresentada.

Deitar a mistura em forminhas de queque untadas com manteiga e polvilhadas de açúcar (deu para 9 forminhas).

Levar ao forno em banho-maria num tabuleiro com água a ferver por cerca de 40 minutos.

Desenformar com a ajuda de uma faca quando estiverem mornos e pôr em forminhas de papel plissado.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Segunda-feira, 2 de Dezembro de 2013

um patê

Um ovo cozido. Uma indecisão. Um lanche domingueiro. Um patê…

 

Patê de Ovo

 

 

1 ovo cozido

1 talo de aipo (sem as folhas)

1 colher de chá de mostarda

1 colher de chá de tahini (ou manteiga de amendoim)

1 colher de sopa de iogurte grego

Sal

Pimenta preta

 

Picar muito bem o ovo e o talo de aipo. Adicionar os restantes ingredientes e mexer muito bem de modo a ficar uma pasta que seja fácil de barrar.

Servir com tostas e tomates cereja.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 4 de Julho de 2013

ovinhos

Embora vá ao forno, é rapidinho de fazer e para quem adora ovos, é das melhores receitas dos últimos tempos!!!

 

Ovos Gratinados 

 

 

4 ovos cozidos

1 lata de atum

2 colheres de sopa de maionese

1 colher de sopa de cebolinho picado

250 ml de leite

1 colher de sopa de manteiga

1 colher de sopa de farinha

Sal q.b.

Noz moscada q.b.

Pimenta q.b.

50 grs de queijo da Ilha ralado

 

Cortar os ovos ao meio e retirar as gemas. Esmagar as gemas juntamente com o atum (escorrido) e adicionar o cebolinho.

Rechear as metades dos ovos com este preparado (sobra um bocado, dá para usar como pasta para barrar em tostas). Poem-se os ovos com o recheio para baixo num recipiente para ir ao forno.

Entretanto faz-se o molho: numa caçarola derrete-se a manteiga, junta-se a farinha, mexe-se e adiciona-se o leite mexendo sempre para não formar grumos. Quando tiver engrossado tempera-se de sal, noz-moscada e pimenta e junta-se o queijo.

Deita-se este molho sobre as metades dos ovos e leva-se ao forno quente por 20 minutos até alourar.

Servir com uma boa salada.

 

Adaptada desta receita.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 16 de Abril de 2013

invenções?

O inverno é sinónimo de molhadas de grelos nas bancas do mercado. No outro dia comprei um molho deles que eram tão grandes e tão tenros que deram para aproveitar de várias maneiras.

Dos talos mais grossos mas ainda bem tenros, saiu este aproveitamento já que esta não é uma época de desperdícios (a bem dizer, nenhuma é…)

 

Ovos mexidos com talos verdes 

 

 

Talos grossos de grelos

1 colher de sopa de azeite

4 ovos

Sal q.b.

Pimenta moída q.b.

 

Descascar os talos dos grelos e cortar com cerca de 2 cms. Dar-lhes uma fervura em água temperada com sal, por quatro ou cinco minutos.

Aquecer o azeite numa frigideira e juntar os talos fervidos. Adicionar os ovos e mexer bem. Temperar a gosto com sal e pimenta e mexer até estar no ponto desejado.

Servir sobre tostas ou torradas com manteiga.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Sexta-feira, 1 de Março de 2013

pavlovinhas

Meus amores e minhas amoras, é só para dizer que a Belita também já está no Facebook.

Vejam ali ao lado a ligação e ‘amiguem-se’ se quiserem.

 

Posto isto, ainda bem que é sexta-feira.

Cá está um doce!

 

Mini Pavlovas 

 

 

3 claras

150 grs de açúcar

1 colher de chá de farinha Maizena

1 colher de chá de vinagre

8 colheres de sopa de iogurte grego

2 colheres de sopa de açúcar em pó

4 colheres de sopa de doce de cereja

Açúcar em pó para polvilhar (opcional)

 

Bater as claras em castelo. Adicionar o açúcar continuando a bater as claras, adicionar também a farinha Maizena e por fim o vinagre, sem parar de bater.

Fazer 4 montes de claras batidas num tabuleiro forrado com papel vegetal. Alisar o topo de modo a ficar com espaço para colocar o recheio mais tarde.

Levar ao forno a 120ºC por cerca de quarenta minutos. Desligar o forno e deixar arrefecer sem retirar as pavlovas (como fiz à noite, deixei até ao dia seguinte).

Bater o iogurte com o açúcar em pó e dividir pelas pavlovas. Por cima deitar o doce de cereja e polvilhar com açúcar em pó imediatamente antes de servir.

 

Nota: Pode ser usado outro doce qualquer ou mesmo fazer uma compota rápida de frutos vermelhos com um pouquinho de açúcar

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Segunda-feira, 22 de Outubro de 2012

e agora na versão mexidos!

 

Esta é uma sopa para os que gostam muito de tomate maduro. Fica muito boa, com o seu sabor forte e, em vez dos ovos escalfados leva ovos mexidos na própria sopa.

Uma receita antiga, que só agora descobri, e que traz muito boas memórias a quem dela me falou, como a boa comida deve fazer.

 

Sopa de Tomate e Ovos Mexidos

 

 

1 cebola média

2 dentes de alho

3 tomates maduros

4 colheres de sopa de azeite

4 colheres de sopa de vinho branco (ou água)

Sal

2 ovos

Orégãos

 

Num tachinho aloura-se a cebola bem picadinha no azeite, junta-se o alho e deixa-se estalar. Por cima põem-se os tomates pelados e cortados em bocadinhos. Salpica-se de sal e rega-se com o vinho. Deixa-se ferver, baixa-se o fogo e refoga por cerca de 15 minutos mexendo de vez em quando, até o molho engrossar.

Partem-se os ovos para um recipiente e mexem-se. Deitam-se no molho de tomate e mistura-se bem.

Servir com pão (para aproveitar o molho todo!)

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 25 de Junho de 2012

almoços portáteis #9

Esta é mesmo uma salada de aproveitamento mas que ficou tão boa que não me importava de passar a vida a comer disto. E não sou arrozeira!!!

O ovo, que quase não se nota, é caseiro como os outros que normalmente uso e que são tão amarelos que até ferem a vista. O que me leva a crer, numa quase científica certeza, que os ovos também podem ser albinos… digo eu…

 

Salada de Arroz Frito 

 

 

 

1 ovo

1 colher de sopa de azeite

1 copo de arroz cozido

3 fatias de fiambre de frango

2 colheres de sopa de queijo Feta esfarelado

4 hastes de cebolinho

 

Aquecer o azeite numa frigideira. Juntar o ovo e mexer para ficar ovo mexido. Adicionar o arroz cozido e o fiambre cortado em quadradinhos e mexer. Juntar o queijo esfarelado e o cebolinho em rodelinhas fininhas e envolver.

Servir quente ou frio.

 

Nota: Usei arroz basmati

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quarta-feira, 30 de Maio de 2012

com ovos

Para gastar uns camarõezinhos que não davam nem para tapar a cova de um dente… e assim deram para fazer duas sandochas!

E a cor destes ovos...{#emotions_dlg.tongue}

 

Omelete de Camarão e Salsa

 

 

 

3 ovos

10 camarões cozidos

Sal e pimenta

1 raminho de salsa

Azeite q.b.

 

Descascar os camarões e cortá-los ao meio, ao alto. Picar a salsa.

Bater os ovos, temperar e juntar os camarões e a salsa.

Levar uma frigideira ao lume e deitar um fiozinho de azeite no fundo. Quando estiver quente, deitar os ovos batidos e deixar fritar por dois minutos. Virar a omelete para fritar do outro lado por mais um minuto.

Servir em sandes com alface ou rúcula

 

Nota: Deu para duas omeletes pequenas.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Sexta-feira, 18 de Maio de 2012

nigella e eu

As minhas semelhanças com a Nigella Lawson são apenas os quilinhos a mais  e o gosto por comer aquilo que cozinho. De resto qualquer comparação é como se estivesse a comparar a feira da Palhaça com o mês de Agosto… ou qualquer coisa do género {#emotions_dlg.blink}

O que não me impede de experimentar o máximo das suas receitas e devorar (não literalmente) os seus livros como se de bons policiais se tratasse.

 A última aquisição foi o “Nigella Kitchen: Recipes From the Heart of the Home” e esta foi a primeira receita que fiz desse livro.

 

Baked Egg Custard/Leite-Creme no Forno

 

 

600 ml de leite

4 ovos

50 grs de açúcar

2 colheres de chá de extracto de baunilha

Noz Moscada para ralar

Manteiga para untar a forma

 

Aquecer o forno a 140ºC e untar com manteiga uma forma refractária (usei uma de soufflé). Pôr água a ferver no fogão para o banho-maria.

Aquecer o leite mas sem deixar ferver.

Numa taça bater os ovos com o açúcar e a baunilha. Adicionar o leite em fio batendo sempre. Coar esta mistura num passador e deitar na forma untada. Polvilhar com noz moscada ralada de fresco.

Pôr a forma num tabuleiro e deitar a água a ferver no tabuleiro até mais ou menos metade da altura da forma. Levar ao forno por cerca de hora e meia (90 minutos). Retirar e deixar arrefecer.

 

Nota: O meu forno não tem controle de temperatura pelo que ficou em forno médio/baixo e demorou apenas 60 minutos a ficar pronto.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 1 de Maio de 2012

ovinhos

Às vezes há receitas que vejo e: Tenho mesmo que experimentar esta! E depois experimento e fico muito feliz porque afinal acabou por ser ainda melhor do que o que eu imaginava e a minha vida nunca mais vai voltar a ser a mesma depois disso!!!

Ou então não é nada disso mas fico feliz na mesma porque uma receita com ovos… só pode ser maravilhosa.

 

Ovos no Pão

 

(antes de ir ao forno) 

 

4 pãezinhos redondos

8 azeitonas

Espinafres salteados

50 grs de queijo Feta

4 ovos

Azeite

Pimenta fresca

 

Retirar uma tampa em cada pão e remover o miolo do interior (reservar para outro uso).

Salpicar com um fio de azeite a parte de dentro do pão e as tampas e polvilhar com pimenta moída. Colocar as azeitonas cortadas em bocadinhos, os espinafres, o queijo Feta esfarelado. Por cima põe-se um ovo e polvilha-se com bastante pimenta.

Põem-se os pães e as tampas num tabuleiro forrado com folha de alumínio e leva-se ao forno até ficar no ponto desejado, cerca de 15 a 20 minutos. A meio pode-se tapar com mais folha de alumínio para não tostar demais.

 

Nota: Podem ser usados outros ingredientes para fazer o recheio dos pães como fiambre, outro tipo de queijo, curgetes ou cogumelos salteados, tomate, pimentos, etc. Pode ser usado queijo de cabra em vez do queijo Feta.

 

(hmmmmmm)

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 18:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Segunda-feira, 6 de Fevereiro de 2012

a culpa era da varinha...

Aprendi a fazer maionese com a varinha mágica em casa de uns amigos de Almada onde me alojei por uns tempos aquando da minha ida para a capital, há muitos anos atrás. E saía-me sempre bem.

Passados uns anos, a minha varinha magica avariou e tive que comprar outra. A partir daí, nunca mais consegui fazer maionese como deve ser. Ficava sempre muito líquida, deslaçada, prontinha para o lixo…

Após inúmeras tentativas, chegou-se à conclusão que o problema era mesmo da anatomia da maquineta já que a receita, embora a olho, era sempre a mesma.

Nova varinha mágica, problema resolvido!

 

Maionese Caseira 

 

 

1 ovo

1 colher bem cheia de mostarda

1 pitada de sal

250 ml de azeite (ou óleo, ou uma mistura dos dois)

Sumo de meio limão

 

Colocar os ingredientes no copo da varinha mágica. Meter a varinha mágica no copo e ligá-la de modo a começar a trabalhar de baixo para cima até estar tudo em creme. Demora cerca de 30 segundos.

 

Nota: Pode ser guardada no friogrífico por três dias. O melhor é fazer quantidades pequenas de modo a não sobrar e fazer fresca sempre que necessário.

Pode-se juntar um dente de alho ou ervas aromáticas para outros sabores.

 

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (3) | favorito
|
Sexta-feira, 2 de Dezembro de 2011

outras gastronomias

Há mais de 20 anos fui a França e estive na zona da Bretanha por uma semana. Uma das duas refeições que ainda recordo com saudade foi esta que comi numa Galetterie. A outra foi um pato caseiro assado numa quinta rural.

As outras, infelizmente não me consigo esquecer delas, de tão más que foram…

 

Galettes Bretonnes

 

 

Para fazer os crepes:

250 grs de farinha de trigo-sarraceno

1 ovo

Sal

4 a 5 dl de água

 

Numa taça põe-se a farinha de trigo-sarraceno e o sal, faz-se um buraco no meio e parte-se o ovo. Mistura-se bem, adicionando a água pouco a pouco. Esta mistura fica sem grumos e deve ser batida no mínimo por cinco minutos para que entre bastante ar na massa. Deixa-se repousar por uma hora ou mais.

 

Para fazer os crepes, aquece-se uma frigideira grande (untar com um bocadinho de gordura antes de fazer o primeiro crepe), mexe-se bem a massa novamente e deita-se uma concha de massa na frigideira. Roda-se para espalhar a massa e deixa-se cozer por dois ou três minutos (fica com uns furinhos na massa). Vira-se o crepe para o outro lado e deixa-se acabar de cozer, mais dois minutos.

Fazer crepes até gastar a massa. Guardam-se num prato largo tapado com papel de alumínio para se manterem quentes. Os crepes que sobrarem podem ser congelados ou usados noutras preparações.

 

Para cada Galette Bretonne

1 ovo

Fiambre

Queijo ralado

 

Põe-se um crepe na frigideira, espalha-se o fiambre no centro, por cima abre-se um ovo e cobre-se com queijo ralado. Dobra-se o crepe no formato desejado e deixa-se estar ao lume até o ovo estar ‘frito’ e o queijo derretido.

 

Nota: O trigo-sarraceno, também conhecido como trigo mourisco, não contém glúten. Pode ser comprado em lojas de produtos naturais.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 28 de Novembro de 2011

Uma receita para a Maria ou como nem sempre 'less is more'...

Esta receita é muito simples mas muito saborosa. Tanto serve de entrada como de prato principal e a inspiração veio de uma Sopa de Tomate à Alentejana que a Suspeita uma vez publicou.

Agora vai servir para responder ao desafio da Moira, que pedia receitas para a Maria, voluntária das Nações Unidas em Timor Leste e que tem acesso a muito poucos ingredientes e ainda menos utensílios de cozinha.

  

Ovos em Tomatada

 

 

 

1 cebola média

3 tomates maduros

1 raminho de salsa

4 colheres de sopa de azeite

4 colheres de sopa de vinho branco (ou água)

Sal

2 ovos

Orégãos

 

Num tachinho põe-se a cebola bem picadinha. Por cima os tomates pelados e cortados em bocadinhos e a salsa (inteira). Salpica-se de sal e rega-se com o vinho e azeite.

Leva-se ao lume até começar a ferver, baixa-se o fogo e deixa-se refogar por cerca de 15 minutos mexendo de vez em quando, até o molho engrossar.

Parte-se um ovo de cada vez para um recipiente e deita-se sobre o molho de tomate cuidadosamente. Salpica-se com os orégãos e deixa-se acabar de cozer (cerca de 5 minutos). 

Servir com pão (para aproveitar o molho todo!)

 

Nota: Os ingredientes utilizados fazem parte da lista de ingredientes a que a Maria tem acesso

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 17 de Outubro de 2011

das sobras

Como esta é uma época de não se desperdiçar nada, as sobras são bem-vindas e dão sempre para vestir uma roupa nova. Aqui, uma sobra de vitela assada equivalente a um bife transformou-se num belo pastelão (ou numa frittata, se quisermos ser cosmopolitas).

Buon Appetito !!!

 

Pastelão de Vitela e Cogumelos

 

 

100 grs de vitela assada

100 grs de cogumelos

1 cebola picada

1 malagueta fresca

3 colheres de sopa de azeite

4 ovos

1 colher de sopa de natas (ou leite)

Sal

Salsa

 

Saltear a cebola e a malagueta no azeite. Juntar os cogumelos cortados em quartos e a carne cortada em quadradinhos.

Saltear, juntar a salsa picada e temperar com sal.

Bater os ovos com as natas e deitar na frigideira. Deixar cozer de um lado por cerca de 5 minutos. Virar e deixar alourar do outro lado por mais três minutos.

Servir com uma salada de tomate.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quarta-feira, 28 de Setembro de 2011

cool gadgets

Actualmente quase só se veem batedores de ovos ou de claras daqueles ovais e compridos que se utilizam rodando o braço em circulo.

Este é muito mais prático, é como uma mola que se utiliza carregando para baixo e soltando.

Não custa tanto a bater os ovos e é muito mais giro {#emotions_dlg.happy}

 

 

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:30
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 87 seguidores

cuscar

quantos são? quantos são?

HTML Hit Counter
pc computer components

digam qualquer coisa

coolinaria@sapo.pt

A Belita no Facebook!

My taste

mytaste.pt

armazém de receitas

tags

todas as tags

os meus livros de receitas, alguns...

blogs SAPO

subscrever feeds