Terça-feira, 7 de Novembro de 2017

na pressa

 

Vale a pena ter pacotinhos de marisco no congelador, daqueles que dão para tirar uma mão-cheia disto, outra mão-cheia daquilo e cá está uma refeição na mesa.

Simples e eficaz, para quem gosta de marisco mas em pequena quantidade…

 

Linguine com Camarões e Ameijoas

 

20171006_203347.jpg

 

150 grs de Linguine*

1 cebola picada

1 dente de alho picado

50 ml de azeite

100 grs de camarões congelados

100 grs de miolo de ameijoa

Piripiri q.b.

Sal q.b.

Salsa q.b.

Água de cozer a massa

 

Cozer o linguine em água abundante temperada de sal.

Enquanto a massa coze, aloura-se a cebola e o alho em azeite. Adicionam-se os camarões e o miolo de ameijoa, tempera-se com piripiri e sal a gosto e deixa-se  cozinhar por uns minutos. Adiciona-se um pouco da água de cozer a massa e a massa escorrida, envolvendo tudo muito bem.

Salpicar com salsa picada e servir de imediato.

 

*O linguine é uma massa tipo esparguete mas espalmada. Pode ser usado esparguete em sua substituição

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Terça-feira, 13 de Junho de 2017

quem não estorva já ajuda...

 

Quando temos uma ‘ajudanta’ a ver o que é que vai sair dali… (não cheira a peixe, isso não é bom)

 

Tagliatelle com nozes

 

download (1).png

 

1 cebola grande picada

100 ml de azeite

1 punhado de nozes

Salsa picada

200 grs de massa tagliatelle de espinafres

Sal q.b.

 

Cozer a massa conforme indicação da embalagem.

Alourar a cebola no azeite, adicionar as nozes picadas, sal e um pouco de água de cozer a massa. Envolver a massa cozida e escorrida com a cebola e nozes e salpicar com a salsa picada.

 

download.png

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 23 de Março de 2017

check!

 

De vez em quando aparecem umas receitas interessantes no meu ‘feed’ do Pinterest. (só eu é que vejo a ironia de se chamar ‘feed’???)

No outro dia apareceu esta. Vinha eu de comboio do Porto, já a passar das sete e ainda sem saber o que fazer para o jantar.

Ingredientes em casa, check! Vontade de ter pouco trabalho, check! Maravilha, check!

 

Macarrão com Cebola Caramelizada

 

download.png

 

Macarrão q.b.

2 cebolas grandes

2 colheres de sopa de azeite

50 ml de vinho branco

125 ml de água de cozer o macarrão

½ colher de chá de orégãos

2 colheres de sopa de manteiga

1 pitada de sal

1 pitada de pimenta

1 colher de sopa de salsa picada

Queijo parmesão ralado (opcional)

 

Cozer o macarrão

Cortar as cebolas ao meio e depois em fatias finas. Pôr o azeite numa sertã e alourar as cebolas mexendo de vez em quando até começarem a ficar castanhas. Adicionar o vinho e deixar levantar fervura. Juntar os orégãos e a água de cozer o macarrão, mexer e deixar evaporar quase todo o líquido. Juntar a manteiga, voltar a mexer e adicionar o macarrão cozido.

Polvilhar com a salsa picada e servir com queijo ralado.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 26 de Janeiro de 2017

numa corrida

 

Esta receita é do mais fácil que há. Como em relação a muitas receitas há várias explicações para o nome, carbone é carvão em italiano, crê-se que os mineiros de carvão comiam esta comida. Também há quem diga que Carbonara tem a ver com a pimenta preta, enfim, verdade ou não está tudo aqui.

Certo, certo, é que é fácil e se prepara num instantinho quando há lugares extra à mesa e não estamos a contar.

 

Esparguete à Carbonara

 

20170114_195710.jpg

 

200 grs de esparguete

100 grs de bacon cortado em tiras finas

2 ovos

2 colheres de sopa de azeite

30 grs de queijo parmesão ralado

Pimenta preta moída

 

Cozer o esparguete.

Fritar o bacon numa frigideira com o azeite até estar estaladiço. Reservar.

Numa taça bater os ovos com o queijo ralado. Escorrer o esparguete quando cozido e pôr na frigideira onde está o bacon. Envolver bem e retirar do lume. Deixar arrefecer ligeiramente (uns dois ou três minutos). Adicionar os ovos batidos e envolver bem e rapidamente de modo a não ficar ‘ovos mexidos’. Servir de imediato salpicado com pimenta preta.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 17 de Novembro de 2016

100% bom

 

Sempre que vejo almondegas à venda e vou ler a composição, nunca é 100% carne, normalmente é uma parte de carne, farinhas, etc.

Gosto de fazer a minha própria mistura, quer seja para almondegas, hambúrgueres ou bolonhesa. Normalmente peço para picarem no talho carne de peru, porco e vitela. Depois misturo à minha vontade, às vezes sai só de um tipo, outras vezes é mesmo tudo misturado, como neste caso.

 

Almondegas com Manjericão

 

20160909_121845.jpg

 

1 dl de azeite

Sal q.b.

1 cebola picada

1 dente de alho picado

1 malagueta em rodelas (sem as sementes)

¼ de pimento vermelho picado

1 dl de polpa de tomate

1 dl de água

10 folhas de manjericão

350 grs de almondegas*

 

Alourar a cebola e o alho em azeite. Juntar a malagueta, o pimento e o tomate e deixar refogar, adicionando um pouco de agua para ter mais molho (usei água de cozer a massa). Juntar as almôndegas e as folhas de manjericão e temperar de sal. Deixar cozinhar por cerca de 30 minutos. Verificar se é necessário mais um pouco de água mas o molho deve ficar grosso.

Servir com massa cozida.

 

* usei uma mistura de vitela + porco + peru, temperei com sal

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Quinta-feira, 10 de Novembro de 2016

prato do dia

 

Canelones é mais complicado de fazer do que lasanha porque temos que encher os canudinhos de massa e isso dá um bocadinho de trabalho. Mas o resultado final compensa o esforço.

Nestes dias que se avizinham frios e chuvosos, nada melhor para ocupar o tempo

 

Canelones de Peru

 

download.png

 

350 grs de peito de peru picado

2 colheres de sopa de azeite

2 dentes de alho picados

1 talo de aipo

1 beringela pequena (cerca de 150 grs)

150 grs de cogumelos

1 dl de polpa de tomate

2 dl de água

Sal q.b.

Orégãos e basílico, q.b.

12 canelones

 

Molho bechamel

650 a 750 ml de leite morno

50 g de farinha

1 noz de manteiga

1 pitada de noz-moscada

sal & pimenta preta moída no momento

 

No azeite aloura-se o alho ligeiramente junto com o aipo picado. Adiciona-se a carne picada e deixa-se cozinhar por uns minutos até perder o aspecto de cru.

Adiciona-se a beringela (pode ser curgete) e os cogumelos picados finamente. De seguida junta-se a polpa de tomate, a água e os temperos a gosto. Deixa-se apurar por 25 minutos.

Entretanto faz-se o molho bechamel. Derreter a manteiga numa caçarola e juntar a farinha. Adicionar o leite e mexer vigorosamente com uma vara de arames de modo a não formar grumos até engrossar. Não deve ficar muito espesso porque depois vai ao forno e ainda engrossa mais. Temperar com sal, pimenta preta e noz-moscada moída no momento.

Quando a carne estiver pronta põe-se dentro dos rolos de massa com uma colher de chá até ficarem bem cheios.

No fundo de um tabuleiro de pyrex põe-se um pouco de molho bechamel. Por cima dispõem-se os canelones recheados e tapa-se com o restante molho bechamel.

Leva-se ao forno por cerca de 45 minutos.

Serve-se com uma salada.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 18 de Outubro de 2016

novos ingredientes

 

O Nigel Slater tem um livro que se chama ‘The Little book of fast food’. É um livro bem pensado e tem inúmeras sugestões para fast food, da boa.

Esta receita foi adaptada de uma das que está no livro. Mais rápida não podia ser e fica mesmo saboroso.

Foi a primeira vez que usei massa Soba, de que já tinha ouvido falar muitas vezes mas que na minha ‘merdaleja’ nunca encontrei à venda. Até que um dia destes o Lidl promoveu uma semana asiática e desta vez tinha à venda esta massa. Não escapou! É diferente mas tem bastante sabor.

 

Salmão com massa Soba

 

20160908_131145.jpg

 

1 pacote de massa Soba (200 grs)

2 lombos de salmão

1 malagueta

3 colheres de sopa de molho de soja

1 colheres de sopa de molho de peixe

2 colheres de sopa de óleo de sésamo (ou de girassol, amendoim, milho, etc)

Coentros e/ou cebolinho picados

Sementes de sésamo

 

Cozer a massa (cerca de 6 minutos) escorrer e passar por água fria.

Cortar os lombos de salmão em quadradinhos.

Num wok ou frigideira larga aquecer o óleo e fritar os bocadinhos de salmão. Adicionar a malagueta cortada em rodelas fininhas e a massa cozida e escorrida. Mexer e deitar molho de soja e molho de peixe envolvendo bem. Salpicar com as ervas e com as sementes de sésamo.

Servir de imediato.

 

Nota: a massa pode ser outra qualquer, esparguete ou massa chinesa.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito (1)
|
Quinta-feira, 25 de Agosto de 2016

que penne...

 

Ninguém sabe bem que apareceu com esta receita. O mais certo é ter sido algum americano. Não sei nem me interessa, interessa que isto é bom, sabe bem e é outra maneira de fazer um molho com carne picada, para variar.

Qualquer entendido das receitas que ande por aí e saiba quem criou esta, agradeço 

 

Penne alla Vodka

 

download.png

 

1 cebola picada

3 colheres de sopa de azeite

300 grs de carne picada (usei novilho e porco)

Sal q.b.

60 ml de vodca

400 grs de tomate triturado (de lata, congelado ou fresco, tanto faz)

50 ml de natas

Macarrão cozido q.b.

 

Alourar a cebola no azeite e adicionar a carne. Temperar com sal a gosto e deixar fritar mexendo para não ficar em grumos e juntar a vodca. Deixar evaporar por um ou dois minutos e de seguida juntar o tomate triturado. Fica a fervilhar por uns 20 minutos em lume brando. Juntar as natas. Mexer e adicionar o macarrão cozido.

Servir de imediato.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 11 de Agosto de 2016

mac&cheese

 

Aqui está um prato que é uma espécie de ex libris da cozinha italo-americana.

Este tipo de cozinha foi-se formando ao longo dos anos com a chegada aos Estados Unidos da América de vagas de emigrantes provenientes de Itália, e que foram ajustando a sua maneira de confeccionar os pratos aos ingredientes disponíveis nessa nova terra. Claro que se formos perguntar a um italiano de gema se na terra dele há disto… é como algumas receitas supostamente portuguesas que já vi e que de português só têm o nome no título 

 

Mac&Cheese

 

macheese.JPG

 

200 grs de cotovelinhos

2 colheres de sopa de manteiga

2 colheres de sopa de farinha

2 copos de leite

1 gema batida

1 colher de chá de mostarda em pó

1 pitada de sal

1 pitada de noz-moscada raspada na altura

1 pitada de pimenta preta moída na altura

150 grs de mistura de queijo ralado

1 fatia pequena de pão seco, ralado

 

Cozer a massa em água abundante com sal.

Num tacho derreter a manteiga e misturar a farinha, mexendo sempre. Adicionar o leite continuando a mexer sem parar para não fazer grumos (se ainda não repararam, estamos a fazer um molho bechamel ).

Adicionar a gema batida e continuar a mexer com o lume no mínimo até começar a engrossar. Nesta altura junta-se a mostarda em pó, a noz moscada e a pimenta e mexe-se. De seguida adicionar dois terços do queijo ralado e mexer até derreter (usei mistura de queijo gouda, queijo mozarela e queijo cheddar).

Juntar a massa bem escorrida ao molho de queijo e deitar numa forma de ir ao forno. Polvilhar com o restante queijo ralado e com o pão ralado e levar ao forno por cerca de 20 minutos, até alourar.

 

Nota: o queijo pode ser ralado de compra, ralado em casa (sobras de queijos que andem pelo frigorífico), mistura, só uma variedade… é ao gosto de cada um

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 5 de Julho de 2016

estilo vitaminas :)

 

Mais uma ideia para a lancheira. Agora que apetece comer ao ar livre, qualquer parque pode ser o nosso restaurante. E com comidas frias não há desculpa para não se fazer um piquenique numa sombra qualquer. Se o que falta são ideias, aqui está uma.

 

Salada de Lacinhos e Queijos

 

salada.jpg

 

Massa de lacinhos, cozida

1 queijo fresco (dos de longa duração)

1 pedaço de queijo feta

4 fatias de fiambre de frango

¼ de abacate

Passas q.b.

Grãos de aveia tostados q.b.

Molho de mostarda

 

Numa taça põem-se os lacinhos já frios, o queijo fresco cortado em quadrados, as fatias de fiambre também cortadas em quadrados, o queijo Feta esfarelado e o abacate cortado em dados pequenos. Salpica-se com algumas uvas passas e com grãos de aveia tostados (são muito crocantes!).

À parte faz-se um molho com mostarda, azeite e vinagre.

Serve-se a salada bem fria com o molho.

 

Notas:

podem usar-se nozes em vez dos grãos de aveia

o queijo que usei é do tipo Queijo de Burgos

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2016

simples e bom

 

Na altura em que os espargos estavam a bom preço, acabei por comprar alguns para congelar e ir gastando quando apetecesse.

Eu sei que cada época tem os seus produtos mas gosto muito de guardar alguns para ir gastando ao longo do ano. No caso dos espargos, que normalmente estão ‘pela hora da morte’, de vez em quando baixam de preço e consegue-se um bom negócio. Ou então trazem-se de Espanha, em podendo, já que por lá costumam estar bem mais em conta.

 

Massa com Espargos, Pinhões e Chouriço Crocante

 

download (1).png

 

150 grs de massa a gosto

1 cebola picada

Azeite q.b.

150 grs de espargos (usei congelados)

1 colher de sopa de pinhões

50 grs de chouriço picante

Sal e pimenta q.b.

 

Cozer a massa juntamente com os espargos. Escorrer e reservar, bem como um pouco da água de cozer.

Numa sertã fritar o chouriço cortado em rodelas finas mas sem adicionar qualquer gordura de modo a que derretam a que têm e fiquem crocantes. Reservar.

Na mesma sertã aquecer o azeite e alourar a cebola. Adicionar os pinhões, deixar alourar e juntar também a massa e os espargos e um pouco da água de cozer. Temperar com sal e pimenta a gosto e servir com as rodelas de chouriço crocante.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Terça-feira, 2 de Fevereiro de 2016

cá ideias...

 

Descobri esta receita e achei que era uma das boas para os jantares das sextas-feiras. O único senão, para mim, era pimento a mais. Muito pimento a mais.

Mas como isto das receitas é como os conselhos que os outros nos dão, nós registamos mas depois escolhemos apenas o que nos convém (até porque se os conselhos servissem para alguma coisa, não os davam, vendiam-nos!), escolhi alterar esta de modo a ficar ao meu agrado.

E muito ao meu agrado!

  

Massa com Queijo no Forno

 

massa.png

 

200 grs de esparguete fino

5 colheres de sopa de azeite

1 dente de alho grande ralado

1 colher de sopa de orégãos

1 raminho de salsa picada

1 colher de sopa de piripiri

12 azeitonas

5 metades de tomate seco em azeite

½ pimento vermelho

100 grs de queijo mozarela ralado

25 grs de queijo parmesão em lascas ou ralado

 

Cozer o esparguete em água temperada com sal até estar quase cozido. Escorrer (reservar um pouco da água)

No fundo de um pyrex ou outro tipo de tabuleiro de ir ao forno e à mesa põe-se azeite, até cobrir o fundo. Juntar o dente de alho ralado e os orégãos, salsa e o piripiri.

Retirar os caroços às azeitonas e picar, cortar o pimento e os tomates secos em quadradinhos. Pôr as azeitonas, tomates, pimento e queijo mozarela no tabuleiro e adicionar a massa cozida e um pouco da água de cozer, duas ou três colheres. Com dois garfos envolver tudo muito bem e polvilhar com o queijo parmesão.

Levar ao forno por 20 minutos, até o queijo estar derretido. Servir com pão estaladiço e vinho tinto ou cerveja fresca.

 

Nota: pode acrescentar-se quadrados de salpicão, bacon, frango, etc. para uma versão não vegetariana.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quarta-feira, 13 de Janeiro de 2016

não é do chinoca

 

Embora seja feito com massa este prato é bastante leve.

Além disso dá para gastar aquelas miudezas que andam lá pelo frigorífico ou pela arca, um bocadito de pimento vermelho, um restito de brócolos, três ou quatro cogumelos e por aí fora.

Eu sei que leva ingredientes pouco comuns como o molho de ostras, o molho de peixe ou mesmo o óleo de sésamo. Mas se querem a minha opinião, vale a pena comprar um frasco de cada um destes molhos, não são caros e como se usa só um bocadinho de cada vez, duram um ano ou mais. É um investimento que vale a pena fazer e sempre ajuda a variar o sabor da comida que fazemos. E estão à venda nos supermercados ou lojas de produtos naturais.

 

Massa chinesa com vegetais

 

chines.JPG

 

Quanto baste de:

Cebola, cenoura, pimento vermelho, brócolos, couve portuguesa, cogumelos e curgete

Molho:

3 colheres de sopa de molho de soja

1 colher de sopa de molho de peixe

2 colheres de sopa de molho de ostras

1 colher de chá de vinagre chinês (ou de cidra)

1 colher de chá de manteiga de amendoim

2 colheres de sopa de óleo de girassol

1 colher de sopa de óleo de sésamo

1 colher de chá de azeite picante (ou uma malagueta)

150 grs de massa chinesa

Folhas de coentros

 

Cortar a cebola em meias-luas. Cortar a cenoura em lâminas com o descascador de vegetais. Cortar o pimento vermelho em tiras finas, os cogumelos e curgete em fatias e os brócolos em raminhos pequeninos. A couve (usei apenas as folhas pequenas de dentro) não precisa de ser cortada, apenas se corta o talo ao alto para cozer mais rápido.

Cozer a massa (coze muito rápido).

Numa taça misturar a soja, molho de peixe, molho de ostras, vinagre e manteiga de amendoim. Adicionar um pouco da água de cozer a massa, bem quente, para amolecer a manteiga de amendoim.

Num wok ou frigideira larga, aquece-se o óleo de sésamo com o de girassol e o azeite picante. Salteia-se a cebola e adicionam-se os restantes vegetais. Vai-se mexendo e ao fim de uns minutos adiciona-se o molho. Mexe-se novamente e deixa-se apurar, adiciona-se a massa cozida e escorrida e mistura-se mais um pouco da água de cozer a massa, se necessário. Apura por mais um minuto e serve-se de imediato, salpicado com folhas de coentros.

Serve-se com mais molho de soja para quem desejar.

 

Nota: estes vegetais querem-se crocantes e não demasiado cozidos, por isso este é um prato rápido de fazer a partir do momento que vai ao lume.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Segunda-feira, 14 de Dezembro de 2015

rápido e bem

 

As massas de tarte prontas a usar à venda nos supermercados são mesmo úteis, estão ali tão à mão que por vezes pensamos que fazer a nossa massa nem merece o trabalho.

Pois  não é bem assim, há massas que se fazem em tão pouco tempo quanto levamos a retirar da embalagem e desenrolar uma de compra… além de que levam incomparavelmente menos gordura e ingredientes de que não sabemos dizer o nome sem ser a ler com muita atenção!

 

Massa de Azeite para Tarte

 

massa.jpg

 

250 grs de farinha (usei metade normal, metade integral)

1 pitada de sal

1 pitada de ervas aromáticas secas (opcional)

60 ml de azeite extra virgem

120 ml de água fria

 

Numa taça misturar a farinha o sal e as ervas aromáticas (usei tomilho).

No meio deitar o azeite e misturar com um garfo, de seguida a água (deve estar bem fria) e continuar a mexer com o garfo até envolver e depois mexer com a mão mas sem amassar demais. Formar uma bola e estender com o rolo da massa numa superfície lisa enfarinhada. Forrar a forma que se vai usar e reservar no frigorífico enquanto se prepara o recheio.

 

Nota: pode-se usar farinha de trigo normal, de espelta, mistura de centeio, etc.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
|
Terça-feira, 24 de Novembro de 2015

porque sim

 

Este é um prato recorrente para aqueles dias em que é preciso algo na mesa super rápido e super saboroso.

Escolho normalmente fazer isto com esparguete integral, não porque precise de usar essa variedade de esparguete devido a questões de saúde mas por ser a minha favorita. Quem já comeu esparguete integral sabe que tem um sabor mais rico, como se soubesse a frutos secos.

Experimentem!

 

Esparguete Integral com Pinhões

 

pinhoes.jpg

 

200 grs de esparguete integral

1 cebola grande picada

3 colheres de sopa de azeite

3 colheres de sopa de pinhões

Sal & pimenta q.b.

Salsa picada

Queijo parmesão q.b.

 

Cozer a massa até estar no ponto desejado. Escorrer, reservando um pouco da água de cozer.

Entretanto aloura-se a cebola muito bem picada no azeite e quando estiver a dourar juntam-se os pinhões e tempera-se com sal e pimenta a gosto.

Junta-se o esparguete cozido à frigideira, mexe-se bem e se necessário junta-se um pouquinho da água de o cozer. Salpica-se com salsa picada e serve-se.

Por cima ralar algum queijo parmesão.

 

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (5) | favorito
|
Quinta-feira, 5 de Novembro de 2015

conforto

 

Há comidas que nos remetem para um imaginário de mantas de malha quentinhas, meias grossas, vagar, um bom copo de vinho e não tarda, uma lareira acesa…

  

Costeletas de Porco com Salva

 

IMG_4817.JPG

 

Costeletas:

2 costeletas

8 folhas de salva

2 colheres de sopa de azeite

2 colheres de sopa de manteiga

Sumo de ½ limão

½ copo de vinho branco

Sal e pimenta fresca e noz-moscada q.b.

Cogumelos:

200 grs de cogumelos (usei Shiitake e Portobello)

2 dentes de alho picados

2 colheres de sopa de azeite

Sal e pimenta fresca q.b.

1 colher de sopa de manteiga

150 grs de massa tagliatelle de espinafres

 

Temperar as costeletas com sal e pimenta.

Cozer a massa conforme indicações da embalagem (pode ser feito com outro tipo de massa).

Numa frigideira aquecer o azeite e fritar as costeletas dos dois lados, apenas para alourar. Retiras da frigideira e reservar. Adicionar ao líquido que está na frigideira a manteiga e a salva. Juntar o sumo de limão e o vinho branco, temperar com noz-moscada, deixar ferver e voltar a pôr as costeletas neste líquido, baixando para o mínimo para cozerem lentamente, mantendo molho.

Entretanto salteiam-se os cogumelos em azeite e alho noutra frigideira. Deixam-se perder o líquido e temperam-se a gosto com sal e pimenta. Põem-se para um dos lados da frigideira e no espaço livre põe-se a massa escorrida juntamente com a colher de sopa de manteiga e envolve-se tudo muito bem.

Serve-se a massa com os cogumelos e a costeleta com folhas de salva e molho.

 

Nota: Receita muito adaptada desta (na calha para experimentar tal e qual como ela é)

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
|
Terça-feira, 22 de Setembro de 2015

piscos

 

Daquelas receitas que não têm grande figura mas que ficam muito saborosas.

E são rápidas e fáceis de fazer, põem-se na mesa num piscar de olhos.

E para quem gosta de atum (gostar é minimizar a coisa, no meu caso ) não podia calhar melhor!

 

Massa com Cogumelos e Atum

 

20150818_194925.jpg

  

250 grs de laços coloridos

1 cebola picada

1 malagueta sem as sementes

2 dentes de alho picados

300 grs de cogumelos pequenos

3 tomates bem maduros, picados

12 azeitonas sem caroço em rodelas

¼ de copo de vinho branco

Água de cozer a massa q.b.

2 latas de atum em azeite

Sal

Orégãos

 

Cozer a massa em água abundante temperada de sal.

Numa frigideira alourar a cebola num bocado do azeite das latas de atum. Adicionar a malagueta e os alhos. De seguida juntar os cogumelos cortados em quartos, o tomate picado, as azeitonas e o vinho. Deixar refogar até o tomate estar desfeito e os cogumelos cozinhados. Adicionar alguma água de cozer a massa (uma concha ou duas) e também o atum. Temperar com sal e com os orégãos e adicionar a massa entretanto escorrida. Envolver bem, rectificar os temperos se necessário e servir.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (6) | favorito
|
Terça-feira, 28 de Julho de 2015

frescura

 

Não há muito a dizer.

É fácil de fazer, rápido, fresco e sabe muito bem para quem, como eu, adora atum.

Não me canso!

 

Massa com atum e aipo

 

 

Esparguete cozido frio

1 lata de atum

2 talos de aipo em rodelas

1 cebola roxa picada

Tomates cereja

Azeitonas

Maionese qb.

 

Escorrer o atum do líquido (usei ao natural).

Numa taça misturar todos os ingredientes e envolver na maionese.

 

Notas:

o aipo pode ser substituído por cebolinho ou mesmo salsa picada

pode-se usar uma mistura de maionese e abacate esmagado para uma refeição igualmente calórica mas com gorduras melhores 

 

tags: , ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (6) | favorito
|
Quinta-feira, 18 de Junho de 2015

massas e tal

 

Para quem achar que isto são hidratos de carbono a mais num só prato, substituam a massa integral (que adoro!) por fios de curgete, o tão badalado ‘espargete’ 

 

Massa com Pão Ralado

 

IMG_4124.JPG

 

1 copo de pão de véspera, bem seco

1 dente de alho

Azeite

Piripiri

Salsa picada

Sal

Massa integral

 

Cozer a massa conforme instruções da embalagem.

Triturar o pão no robot de cozinha ou num moinho.

Alourar o dente de alho picado em azeite e juntar o pão ralado e fritar até alourar. Temperar com sal a gosto e adicionar a massa escorrida mas ainda com um pouco de líquido agarrado.

Rectificar os temperos e polvilhar com salsa picada.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Terça-feira, 13 de Janeiro de 2015

ligeirinho

Enquanto a massa coze, faz-se isto.

Rápido.

Eficaz.

Saboroso.

 

Camarão Scampi

 

scampi.JPG

 

1 colher de sopa de manteiga

2 colheres de sopa de azeite

250 grs de camarão grande descascado

3 dentes de alho

1 pitada de piripiri

¼ de copo de vinho branco

¼ de copo de sumo de limão

Sal q.b.

1 colher de chá de raspa de limão

1 colher de sopa de salsa picada

Massa à escolha (usei esparguete colorido)

 

Enquanto a massa coze em água abundante temperada com sal, põe-se o azeite e manteiga numa sertã e quando derretido junta-se o camarão, os dentes de alho picados e o piripiri.

Cozinhar até os camarões ficarem rosados e juntar o vinho e o sumo de limão. Deixar evaporar por uns minutos e temperar com sal a gosto.

Envolver com o esparguete escorrido e salpicar com salsa e raspa de limão.

Servir de imediato.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (3) | favorito
|
Terça-feira, 12 de Agosto de 2014

da cor...

Há um cantinho na minha horta que parece um arco-íris!

As acelgas são tão coloridas que dá mesmo gosto ver e até já pensei foi em apanhar uma mão-cheia delas e meter numa jarra!

Mas depois pensei melhor e ná… isto é bem melhor.

 

Massa com Acelgas e Ovo 

 

 

Azeite q.b.

1 cebola

2 dentes de alho

1 ramo de acelgas

Sal e pimenta

2 ovos

Esparguete

 

Cozer o esparguete.

Numa frigideira aquecer o azeite e alourar a cebola. Juntar o alho picado e deixar estalar. Adicionar primeiro os talos das acelgas, por serem mais duros do que as folhas demoram um pouco mais a ficarem tenros. Vai-se remexendo de modo a não queimar, se necessário acrescenta-se um pouco da água de cozer o esparguete. Adicionam-se as folhas cortadas grosseiramente e deixam-se amolecer.

Entretanto estrelam-se dois ovos.

Mistura-se o esparguete cozido às acelgas e envolve-se bem. Servir a massa e por cima pôr um ovo estrelado.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 20 de Maio de 2014

inventora, ou não

Depois de ter visto a dica no blogue Casal Mistério, fui ver o original e são mesmo muitas as ideias para preparar esparguete. 19, nem mais.

Tantas que achei logo que uma seria sem dúvida a minha cara. Mas devo ser muito esquisitinha porque com tanta opção, nem assim fui capaz de seguir uma à risca.

Lá me pus a inventar e o que saiu foi isto, que bem poderia ser a 20ª maneira de preparar esparguete.

Experimentem e se gostam de massa, este post é para vocês!

 

Esparguete com tomates secos ao sol 

 

 

1 cebola picada

1 talo de aipo em rodelas finas

Azeite q.b.

5 filetes de anchova

6 metades de tomate seco ao sol

Piripiri q.b.

Esparguete cozido

 

Saltear a cebola no azeite juntamente com as rodelas de aipo. Quando a cebola estiver translucida, adicionam-se os filetes de anchova e esmagam-se com a colher de pau.

Juntam-se os tomates secos ao sol picados e o piripiri e envolve-se. Adiciona-se o esparguete cozido e um bocadinho da água de cozer, se necessário.

 

Nota: Usei tomate seco ao sol que pus num frasco com azeite. Para esta receita usei também o azeite do frasco

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 20 de Março de 2014

do.melhor.que.há!

Ainda hei-de fazer esta receita completa. Sim, hei-de!

Mas enquanto isso não acontece, fiquei-me pela versão fácil que foi fazer o molho e os ovos escalfados (que aliás, até comia sozinhos e sem mais nada!)

E ficou uma maravilha.

  

Esparguete com ovo escalfado

 

 

Esparguete q.b.

2 ovos

2 chalotas picadas finamente

1 colher de sopa de azeite

3 colheres de sopa de vinho branco

185 ml de caldo de galinha

100 grs de manteiga sem sal fria e cortada em quadradinhos

Sal

Pimenta preta

 

Cozer o esparguete em água abundante com sal.

Numa frigideira, salteiam-se as chalotas no azeite por uns quatro minutos. Junta-se o vinho e deixa-se evaporar. Juntar o caldo de galinha e deixar fervilhar até reduzir a menos de metade, cerca de uns dez minutos embora confesse que não estive a medir o tempo.

Neste ponto começa-se a adicionar quadradinhos de manteiga, um bocadinho de cada vez, vai-se remexendo para derreter e junta-se  mais um bocadinho, repetindo até acabar a manteiga e o molho estar cremoso. Junta-se o esparguete a este molho e envolve-se.

Entretanto, numa panela com água a ferver com uma colher de sopa de vinagre, deita-se com cuidado um ovo para escalfar. Retira-se ao fim de quatro minutos e faz-se o mesmo ao outro.

Põe-se o esparguete nos pratos, por cima os ovos escalfados e polvilha-se com pimenta preta moída na hora (e, se tiverem, umas gotinhas de azeite trufado).

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quarta-feira, 12 de Fevereiro de 2014

la donna è mobile...

Este prato tem um nome estranho. Apareceu cerca de milnovecentosecoisapouca e foi feito por um Chef de Hotel em honra de uma cantora de ópera italiana chamada Luisa Tetrazzini, que vivia nesse hotel. É o que dizem, que eu não sou de intrigas…

Tem uma coisa boa: dá para usar sobras de frango ou peru e á facílimo de fazer. E tem outra coisa: é mesmo bom!!!

 

Frango Tetrazzini

 

 

200 grs de esparguete

1 alho francês
azeite q.b.

½ pimento vermelho

250 grs de cogumelos frescos
1 mão cheia de azeitonas

300 grs de frango desfiado
1 colher de sopa bem cheia de farinha

1 copo de água de cozer o esparguete

pimenta e noz moscada q.b.

50 grs de queijo creme

 

Cozer esparguete em água com sal.

Saltear o alho francês cortado em rodelas (ou uma cebola picada) em azeite juntamente com o pimento vermelho cortado em quadradinhos. Juntar os cogumelos e as azeitonas picadas e o frango desfiado. Mexer e deixar apurar por uns minutos.

Salpicar a farinha sobre o refogado e mexer para envolver, adicionar água de cozer a massa mexendo para não ficar com grumos. Se o molho estiver muito espesso, juntar mais água para que fique mais líquido.

Temperar com pimenta moída na altura e noz moscada também ralada na altura. Verificar o sal e adicionar o queijo creme, mexendo bem para se desfazer.

Deitar num tabuleiro para ir ao forno (eu usei uma caçarola de paella que dá para ir ao lume e ao forno pelo que foi directo do fogão para o forno).

Deixar em forno quente 20 minutos e servir.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Quinta-feira, 23 de Janeiro de 2014

ingredientes asiáticos

Uma receita fácil de fazer e muito rápida.

Os molhos de ostras e peixe existem actualmente à venda em muitos super ou hipermercados. São um bom investimento (cada frasco deve andar à volta dos 2 ou 3 euros) porque como se usa apenas uma ou duas colheres de cada vez, duram imenso tempo.

Já o de soja, compra-se até de marca branca, em qualquer supermercado.

Portanto, não há desculpas para não experimentar!

 

Chow Mein de Porco

 

 

2 colheres de sopa de óleo de girassol

1 cebola cortada em meias luas

300 grs de febras de porco cortadas em tirinhas

1 alho francês cortado em tiras

½ pimento vermelho cortado em tiras

1 cenoura cortada em lascas

 

2 colheres de sopa de vinho do Porto

50 ml de molho de soja

2 colheres de sopa de molho de ostra

2 colheres de sopa de molho de peixe

2 placas de massa chinesa

 

Cozer a massa de acordo com as instruções e reservar.

Num wok alourar a cebola no óleo. Juntar as tiras de porco e saltear por uns minutos. Adicionar os restantes ingredientes (excepto os líquidos) e ir mexendo para não pegar. Misturar no wok a massa cozida.

Numa taça misturar o molho de soja, o vinho do Porto, o molho de ostras e o molho de peixe. Deitar sobre a carne e a massa cozida e envolver. Se necessário adicionar mais um pouco de molho de soja.

Servir de imediato.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 10 de Dezembro de 2013

vruuuummmm

Ora cá está mais uma receitinha de massa.

Massa vai sempre bem com qualquer coisa mas a minha preferência é mesmo em pratos vegetarianos, como este.

 

Torcidinhos com Requeijão

 

 

Massa de torcidinhos cozida q.b.

1 alho francês

2 dentes de alho

Azeite q.b.

6 cogumelos

1 requeijão de ovelha

1 mão-cheia de salsa picada

25 grs de queijo da Ilha

Sal, pimenta e noz-moscada

 

Cozer a massa em água com sal, escorrer e reservar.

Cortar o alho francês em rodelas finas e picar os alhos. Saltear em azeite o alho francês e os alhos picados apenas até amolecerem, adicionar os cogumelos cortados em fatias e temperar com sal, pimenta e noz-moscada.

Baixar o lume e adicionar a massa cozida e o requeijão e se necessário duas ou três colheres de água de cozer a massa. Juntar também a salsa picada e envolver bem.

Polvilhar com o queijo da Ilha ralado e servir.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 3 de Dezembro de 2013

chinesices

As receitas asiáticas, sejam chinesas, indianas ou outras, têm normalmente uma lista de ingredientes de tal tamanho que tira logo a vontade de as experimentar.

Mas na realidade são facílimas de fazer, só temos é que colocar ali à mão tudo o que vai levar, picar o que for para picar, cortar em tiras, rodelas, etc. e depois de se começar a fazer ao fogão, é mesmo rápido.

Esta é a prova disso.

 

Camarão à Tailandesa 

 

 

1 colher de sopa de óleo de sésamo

2 colheres de sopa de óleo de girassol

1 colher de sopa de gengibre ralado

1 colher de chá de açafrão das índias

1 malagueta picada

5 cogumelos cortados em rodelas

½ pimento vermelho cortado em tiras

1 cenoura cortada em lascas

150 grs de camarão

2 colheres de sopa de molho de soja

2 colheres de sopa de molho de ostra

1 colher de sopa de vinagre de arroz ou de cidra

hastes de cebolinho

Massa chinesa

 

Cozer a massa chinesa e reservar.

Fritar nos óleos o gengibre com a malagueta, os cogumelos e o açafrão. Adicionar o camarão, o pimento e as cenouras. Mexer e temperar com a soja, o molho de ostra e o vinagre.

Verificar de sal, se necessário usar uma pitada, atenção que o molho de soja é bastante salgado.

Juntar a massa e envolver tudo muito bem. Deitar mais molho de soja se ficar muito seco.

Servir bem quente enfeitado com as hastes de cebolinho.

 

Nota: Receita (ligeiramente adaptada) do livro Chinese Food Made Easy

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:39
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 22 de Outubro de 2013

outras inspirações

Inspirado numa receita encontrada no blogue Pratos e Travessas, fiz esta massa com os ingredientes que tinha à mão. Ficou muito bom e sempre foi mais uma maneira de gastar tomatinhos pequeninos que apesar de já não estrem bem na época deles, não param de dar, e eu agradeço!

 

Esparguete com bacon e tomatinhos

 

 

4 tiras de bacon

1 cebola

2 dentes de alho

Tomates cherry

Azeitonas pretas

Caldo de carne

Salsa picada

Azeite

 

Numa frigideira larga fritam-se as tiras de bacon, sem adicionar qualquer gordura, até ficarem bem estaladiças.

Retiram-se da frigideira e reservam-se.

Na mesma frigideira adiciona-se uma ou duas colheres de sopa de azeite e salteia-se a cebola picada e os dentes de alho, até estarem lourinhos.

Juntam-se os tomatinhos e as azeitonas e um bocadinho de caldo de carne (ou mesmo de água de cozer o esperguete) e deixa-se amolecer. Escorre-se o esparguete e adiciona-se à frigideira, juntamente com a salsa picada. Por cima põe-se o bacon cortado em pedacinhos e serve-se.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 1 de Outubro de 2013

comida rápida

Os tomates secos têm um sabor mais adocicado do que os frescos. Para mim, devem ser em pouca quantidade numa receita para não ficar muito doce. Neste caso ficou perfeito.

 

Carbonara com Alho Francês e Tomates Secos

 

 

50 grs de bacon

1 alho francês

1 curgete pequenina

4 metades de tomate seco

3 colheres de sopa de azeite

2 ovos

50 ml de natas

Sal q.b.

Pimenta preta q.b.

Esparguete

 

Cozer o esparguete em água com sal.

Numa frigideira saltear o bacon em tiras muito fininhas, até ficar estaladiço. Retirar da frigideira e reservar.

Escorrer o excesso de gordura da frigideira, adicionar o azeite e saltear o alho francês e a curgete em rodelas até alourar. Adicionar o tomate seco picado.

Juntar o esparguete cozido e escorrido à frigideira e misturar também o bacon. Desligar o lume.

Numa taça bater os ovos com as natas e envolver na massa. Temperar com pimenta preta moída e servir de imediato.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 23 de Setembro de 2013

na volta

Para o regresso, uma coisa simples, sem dar muito trabalho, que isto das férias também cansa…

 

Camarão ao Alho com Tagliatelle

 

 

200 grs de camarão descascado congelado

3 dentes de alho

50 ml de azeite

Sal q.b.

1 colher de sopa de piripiri

1 colher de sopa de chili em pó

200 grs de Tagliatelle

 

Cozer a massa em água abundante temperada com sal. Escorrer e reservar.

Saltear os alhos em azeite, juntar os camarões e temperar com sal e piripiri ou malagueta. Fritar até os camarões ficarem rosados, cerca de cinco minutos.

Servir sobre a massa cozida.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 13 de Agosto de 2013

não é maçada nenhuma

Fico mesmo contente quando descubro estas receitas! E penso, como é que ninguém se lembrou antes? É tão fácil!

Vai-se a ver e parece que alguém se lembrou antes.

Aliás, antes que os puristas da verdadeira Pasta Italiana comecem a hiperventilar, o segredo desta receita é italiano, da zona da Púglia, e tem muito muito tempo e ao que parece também há uma versão parecida na zona da Ligúria.

Experimentei e só posso dizer que vai rodar muitas vezes no fogão lá de casa!!!

 

One Pot Pasta

 

 

180 grs de esparguete

160 grs de tomates maduros

½ cebola grande cortada em meias luas

1 dente de alho grande

2 ou três raminhos de manjericão

2 colheres de sopa de azeite

1 colher de chá de orégãos

1 pitada de piripiri

Sal e pimenta

2 copos de água

 

Colocar todos os ingredientes num tacho (talvez seja melhor partir a massa ao meio).

Tapar o tacho e levar ao lume até levantar fervura. Mexer e baixar o lume e deixar cozer por cinco minutos. Destapar o tacho e deixar acabar a cozedura mexendo de vez em quando para misturar bem todos os ingredientes. O líquido acaba por evaporar ficando uma mistura cremosa.

Servir com queijo parmesão ralado (opcional).

 

Nota: A receita diz para usar dois copos de água mas ao longo da cozedura tive que acrescentar mais um, aos poucos (usei água a ferver) para ficar ao meu gosto.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Quinta-feira, 1 de Agosto de 2013

mais uma salada!

Não é que esteja assim calor, calor, calor, mas uma saladinha cai sempre bem!

 

Salada de Macarrão com Tomate Seco

 

 

Macarrão cozido, frio

Fiambre de frango em tiras

Queijo em tiras

Queijo de Burgos em cubinhos

Azeitonas descaroçadas

Tomate seco (6 metades) picados

Ovos cozidos cortados em quartos

Cebolinho picado

Menta vietnamita picada

 

As quantidades são a gosto. Esta é apenas uma sugestão para uma salada a consumir fresquinha.

Numa taça misturam-se todos os ingredientes e enfeitam-se com os ovos. Tempera-se com um molho a gosto (usei uma mistura de azeite, mostarda, vinagre e pimenta) e serve-se frio.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 7 de Maio de 2013

chinesices...

Apesar da quantidade de ingredientes, esta massa é super fácil e rápida de fazer.

Basta ter os ingredientes todos à mão e é um instante a pôr na mesa.

 

Massa Chinesa com Camarões e Shiitake

  

 

10 camarões

1 cebola

10 cogumelos shiitake fatiados

200 grs de massa chinesa (noodles)

2 cms de gengibre ralado

2 dentes de alho ralados

1 colher de chá de piripiri

5 colheres de sopa de óleo de girassol

5 colheres de sopa de molho de soja

2 colheres de sopa de molho de peixe

1 colher de sopa de vinagre de arroz (opcional)

1 colher de chá de piripiri

2 colheres de sopa de sementes de sésamo

 

Cozer a massa de acordo com as instruções da embalagem. Reservar.

Retirar a casca e a veia escura aos camarões (ou usar congelados já descascados).

Num wok aquecer o óleo e alourar a cebola cortada em meias luas. Adicionar o alho e o gengibre ralados e mexer. Juntar as fatias de cogumelos e os camarões juntamente com o piripiri e mexer deixando fritar até os camarões estarem rosados.

Deitar os molhos (de soja e de peixe) sobre os camarões e envolver juntamente com a massa. Deitar um esguicho de vinagre de arroz.

Se necessário adicionar mais molho de soja.

Polvilhar com sementes de sésamo e servir.

 

Notas:

Usei cogumelos shiitake secos que demolhei em água quente por cerca de 30 minutos mas podem ser frescos.

Usei uma mistura de óleo de girassol com óleo de sésamo.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Terça-feira, 9 de Abril de 2013

mais que carbonara...

Só vou dizer isto uma vez: Experimentem!

 

Esparguete Carbonara com Espargos

  

 

50 grs de bacon

50 ml de natas

2 gemas

Pimenta preta

10 espargos

Sal q.b.

200 grs de esparguete

 

Cozer o esparguete em água temperada com sal. Quando ferver juntar os espargos cortados em três e deixar cozer com o esparguete por cerca de seis ou sete minutos. Escorrer e reservar.

Numa taça bater as gemas com as natas e temperar com pimenta moída.

Saltear o bacon cortado em tirinhas numa frigideira.

Juntar o esparguete e os espargos ao bacon e misturar rapidamente com a mistura das natas e gemas. Envolver bem e servir.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (3) | favorito
|
Segunda-feira, 1 de Abril de 2013

feitios

Esta massa chama-se Lumaca em italiano e tem esse nome porque se assemelha à concha de um caracol.

É óptima para rechear e o recheio pode ser qualquer um, desde carne picada a queijos, como neste caso.

 

Conchas Recheadas 

 

(antes de ir ao forno) 

 

300 grs de conchas

1 requeijão

100 grs de queijo Feta

50 grs de queijo parmesão ralado

1 ovo

Pimenta q.b.

Folhas de manjericão picadas

Molho de tomate

 

Cozer a massa em água abundante temperada com sal. Escorrer e reservar.

Numa taça misturar os queijos, o ovo, a pimenta (sal não deve ser necessário porque o queijo Feta tem bastante) e o manjericão.

Rechear as conchas com este preparado e dispor num tabuleiro onde já se colocou um fundo de molho de tomate.

Deita-se o restante molho de tomate sobre as conchas e vai ao forno por cerca de 20 minutos.

Servir com uma salada.

 

Nota: Pode-se usar molho de tomate caseiro ou de compra, cerca de meio litro

 

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Terça-feira, 12 de Março de 2013

rapidez & engenho

As noites durante a semana pedem jantares mais rápidos e leves mas nem por isso sensaborões! 

 

Esparguete com Presunto e Azeitonas 

 

 

Esparguete q.b.

1 cebola picada

Azeite q.b.

6 fatias finas de presunto

12 azeitonas pretas

3 tomates maduros

¼ de copo de vinho branco

Sal q.b.

Salsa picada

 

Cozer o esparguete em água abundante, temperada com sal.

Entretanto aloura-se a cebola no azeite. Juntam-se as azeitonas cortadas em pedaços e mexe-se. Seguidamente juntam-se os tomates cortados em dados (com a pele) e o vinho branco. Mexe-se e tempera-se de sal. Juntam-se as fatias de presunto e envolve-se com o esparguete cozido. Se necessário adicionar um pouco de água da cozedura da massa.

Servir polvilhado com salsa picada.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 14 de Fevereiro de 2013

xau ou chow?

Com esta receita nem é preciso ir ao Chinês, fica tal e qual e neste caso sabemos mesmo que estamos a comer porco e cogumelos (que mazinha…) {#emotions_dlg.angel}

A massa chinesa encontra-se em qualquer supermercado, ao pé das massas.

 

Chow Mein de Porco e Camarão 

 

 

1 embalagem de massa chinesa

2 febras de porco pequenas cortadas em tirinhas

100 grs de camarão descascado (congelado)

3 dentes de alho picados

1 alho francês

1 cenoura

2 colher de sopa de molho de soja

1 colher de sopa de molho de ostras

1 colher de sopa de molho de peixe

1 pitada de açúcar

2 colheres de sopa de água

2 colheres de sopa de óleo

Sal q.b.

 

Cozer a massa em água a ferver (3 ou 4 minutos é suficiente). Reservar.

Numa tacinha misturar o molho de soja, o molho de ostras, o molho de peixe, o açúcar e a água.

Cortar o alho francês em tiras com 5 cms de comprimento.

Cortar a cenoura em fatias finas (com o descascador é fácil, fazer como se se estivesse a descascar a cenoura e depois cortar essas fatias ao meio).

No wok aquecer o óleo (usei de girassol e de sésamo) e alourar a carne de porco com o alho picado. Juntar a cenoura e alho francês e continuar a mexer. Depois adicionam-se os camarões que fritam por um ou dois minutos.

Junta-se a massa entretanto cozida e por cima põe-se o molho que está reservado. Dá-se mais uma mexedela para misturar bem todos os ingredientes e verificar se é necessário temperar com sal.

Serve-se com mais molho de soja à disposição para quem gostar de um sabor mais apurado.

 

Nota: a embalagem de massa que comprei tinha três placas, para esta receita foram necessárias apenas duas

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Terça-feira, 5 de Fevereiro de 2013

É mesmo cozinha rápida

Em vez de ir ao ‘técauei’ no regresso a casa porque não fazer uma coisinha destas?

Em menos de meia horita está a comida na mesa!

E as embalagens de tortellinis que há nos supermercados são bastante em conta e mesmo as frescas têm um prazo de validade muito alargado.

Vá lá, toca a poupar!

Ou não, mas façam na mesma que isto fica muito bom…

 

Tortellini com molho de tomate 

 

 

1 embalagem de tortellini com recheio de queijo e espinafres

1 cebola picada

2 alhos picados

Azeite q.b.

4 tomates maduros (ou enlatados)

1 esguicho de vinho branco

Sal q.b.

1 pitada de açúcar

Queijo parmesão (opcional)

 

Cozer os tortellini e escorrer. Reservar

Numa frigideira aloura-se a cebola e os alhos no azeite, junta-se o tomate bem picadinho e salpica-se com o vinho branco. Tempera-se com sal e uma pitada de açúcar para retirar a acidez do tomate.

Deixa-se cozer até borbulhar. Junta-se a massa cozida e serve-se polvilhado com queijo parmesão ralado de fresco.

 

Nota: Existem outros recheios mas este, de queijo e espinafres, é o meu favorito

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Terça-feira, 22 de Janeiro de 2013

la bella napoli

Um prato com poucos ingredientes mas pleno de sabor. E com massa, o que se pode pedir mais?

 

Esparguete à Napolitana

 

 

Esparguete q.b.

¼ de copo de azeite

4 dentes de alho picados

6 filetes de anchova (enlatados)

Sal e pimenta q.b.

30 grs de nozes picadas

Salsa picada

 

Cozer o esparguete em água com sal. Usei esparguete integral que é o meu favorito mas pode ser com esparguete normal.

Tostar as nozes numa frigideira sem gordura. Reservar.

Na mesma frigideira, saltear o alho picado em azeite apenas até estalar e juntar os filetes de anchova. Com a colher de pau, esmagar os filetes até ficarem desfeitos.

Escorrer o esparguete e reservar alguma água da cozedura. Juntar o esparguete aos alhos e anchovas e envolver. Adicionar as nozes tostadas e alguma água da cozedura do esparguete para não pegar.

Polvilhar com a salsa picada e servir.

 

Nota: Atenção ao sal porque os filetes de anchova são bastante salgados.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 8 de Janeiro de 2013

caril

Não cozinho muito com leite de coco por isso quando se abre uma embalagem, há que encontrar duas ou três receitas que precisem deste ingrediente para que não acabe por se estragar.

Se há coisa que abomino é desperdiçar, comida principalmente, por isso enquanto houver um bocado de leite de coco para gastar lá se vão inventando maneiras…

 

Caril de Cogumelos

 

 

1 cebola picada

3 colheres de sopa de óleo de girassol

1 colher de sopa de caril em pó

2 colheres de sopa de molho de peixe (nam pla)

250 grs de cogumelos Portobello frescos

Sal q.b.

100 ml de leite de coco

200 grs de macarrão colorido

Água de cozer a massa q.b.

 

Cozer o macarrão em água abundante temperada de sal.

Saltear a cebola picada no óleo e quando começar a alourar juntar o caril em pó e o molho de peixe.

Adicionar os cogumelos cortados em quartos e temperar com sal se necessário.

Deixar amolecer os cogumelos por dois ou três minutos mexendo bem e juntar o leite de coco. Adicionar um pouco de água de cozer a massa para que o molho não fique muito grosso e rectificar os temperos.

Servir com a massa cozida.

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 29 de Novembro de 2012

das massas...

De todas as massas que já comi até hoje acho que não houve nenhuma de que não tivesse gostado. Gosto mesmo de massas, de qualquer tipo, feitio e tamanho.

Mas sou particularmente fã de massas coloridas, quer porque são mais bonitas à vista quer porque normalmente a cor é-lhes dada por algum vegetal, o que as enriquece em termos nutritivos.

As verdes são normalmente de espinafre; as laranja, de tomate; as vermelhas de beterraba; entre outras.

E estou a falar apenas daquelas básicas porque depois também há as pretas, normalmente de tinta de choco; há umas de pesto, outras de malaguetas e por aí fora.

Um verdadeiro festim!

 

Tagliatelle de Espinafres com Peru

 

 

200 grs tagliatelle de espinafres

3 dentes de alho

3 peitos de peru cortados em tirinhas

3 colheres de sopa de azeite

1 colher de chá de coentros em pó

1 colher de chá de mostarda em pó

1 malagueta picada

Sal q.b.

¼ de copo de vinho Moscatel

250 grs de cogumelos frescos fatiados

1 dl de natas de soja

1 dl de água de cozer a massa

 

Cozer o tagliatelle em água abundante temperada com sal de acordo com as instruções da embalagem.

Saltear os alhos no azeite e quando estalarem juntar o peru. Temperar com coentros, mostarda, a malagueta em pedacinhos e sal. Deixar alourar as tirinhas de peru e juntar o vinho Moscatel e os cogumelos.

Deixar apurar rectificando os temperos e quando o peru estiver cozido, adicionam-se as natas e se necessário um pouco de água de cozer a massa para aligeirar o molho.

Servir sobre o tagliatelle cozido.

 

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Terça-feira, 20 de Novembro de 2012

macarrão

Não sei porquê mas cozo sempre mais massa do que a necessária para uma refeição. E depois sobra massa cozida, que pode sempre ser usada numa salada ou noutra coisa qualquer.

Também é costume ter sempre molho de tomate feito (congelado da abundância do verão) e com pouco mais sai um belo de um prato sem peixe nem carne, que às vezes é preciso desenjoar.

 

Macarrão com Requeijão no Forno

 

 

 

Macarrão cozido q.b. para duas pessoas

1 copo de molho de tomate caseiro (ou de compra)

1 requeijão

200 grs de cogumelos picados e salteados em azeite

2 colheres de sopa de margarina

2 colheres de sopa de farinha

2 1/2 copos de leite

Sal

noz moscada

 

Fazer o Molho Bechamel:

Faça um molho bechamel com 2 colheres de sopa de margarina derretida num tachinho, adicione-lhe 2 colheres de farinha mexendo sempre e adicione o leite, um bocado de cada vez. Mexa sempre até engrossar, ajuste o líquido se necessário (pode usar água da cozedura da massa) e tempere com sal, pimenta e noz moscada. 

Adicionar o requeijão ao molho bechamel e mexer bem para incorporar. Reservar.

Misturar a massa cozida com o molho de tomate e os cogumelos salteados.

Deitar a mistura num tabuleiro de pyrex ou cerâmica. Por cima espalhar o molho bechamel com o requeijão.

Levar ao forno até alourar, cerca de 20 a 25 minutos.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 25 de Outubro de 2012

mais um dia mundial

 

Hoje é o Dia Mundial das Massas.

O objectivo deste dia é promover o consumo de massa que além de económica é muito versátil na cozinha, e é também um alimento transversal aos cinco continentes.

Pelo que me diz respeito, sou verdadeira fã de qualquer tipo de massas.

Existe um livro de receitas que se chama Arte de Cozinha (a primeira edição é de 1680, leram bem, 1680!) e que foi escrito por um Cozinheiro chamado Domingos Rodrigues.

Este senhor foi cozinheiro do Rei D. Pedro II de Portugal e nesse livro podem encontrar-se já receitas de massa, então denominadas Fidéus.

Os fidéus são qualquer tipo de massa fina e curta (como se fosse esparguete mas sem ser comprido). Actualmente já não se usa essa denominação mas antigamente era assim que era conhecida, por exemplo, a aletria.

Cá não existe à venda mas em Espanha podem-se encontrar fideos em qualquer supermercado (mesmo naqueles que também existem por cá, como por exemplo o Dia, o Lidl ou o Supercor).

Quem não encontrar, pode sempre partir o esparguete em pedacinhos de cerca de 3 cms.

 

Vitela com Fidéus 

 

 

400 grs de vitela em cubos

Farinha q.b.

Azeite q.b.

1 cebola picada

1 cenoura

½ cerveja

3 tomates

1 colher de café de colorau

1 malagueta

Água

100 grs de vagens

Massa

Sal q.b.

 

Passar a vitela pela farinha e sacudir o excesso.

Alourar a vitela em azeite bem quente. Adicionar a cebola picada e a cenoura em rodelas e juntar meia cerveja branca. Deixar evaporar a cerveja e adicionar o colorau, a malagueta e o tomate cortado em pedaços. Temperar com sal a gosto.

Mexer bem e deixar apurar até a vitela estar cozinhada, depois adicionar água, rectificar os temperos e logo que ferva junta-se a massa e as vagens cortadas em pedaços com dois ou três centímetros. Deixar ferver novamente e baixar o lume.

Logo que a massa esteja cozida, retira-se do lume. Deve ficar com um molho cremoso devido ao uso da farinha.

 

Nota: Se quiserem espreitar o livro Arte de Cozinha, podem ver aqui.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 11 de Junho de 2012

Ervilhas Tortas

A época das ervilhas tortas, ou de quebrar, já acabou, pelo menos na minha horta em que o leirão delas já deu lugar a um de feijão riscado e uma carreira de grão de bico para ver se é desta que o consigo criar.

Mas as ervilhas não se foram sem terem dado para algumas preparações embora na sua maioria fossem gastas a acompanhar peixe cozido.

Estas serviram para dar cor e sabor a uma salada já que mal começa o tempo a aquecer as saladas vêm em força substituir as sopas de inverno…

 

Salada de Frango com Ervilhas Tortas e Couve-Flor

 

 

1 coxa e pernas de frango desfiadas

1 mão cheia de ervilhas tortas

1 mão cheia de ramos de couve-flor

1 ovo

200 grs de massa (laçarotes ou outra)

1 talo de aipo

1 ramo de salsa

1 mão cheia de azeitonas

Pimenta preta

Molho feito com azeite e vinagre balsâmico

 

Cozer a massa e o ovo e quando estiverem a ferver há cinco minutos, juntam-se à panela as ervilhas tortas e a couve-flor.

Deixar cozer até a massa estar a gosto e escorrer. Passar por água fria até esfriar completamente ou apenas amornar, conforme a preferência. Descascar o ovo e cortar em quadradinhos.

Numa taça grande põe-se o aipo cortado em rodelas finas, a salsa picada, as azeitonas, o frango desfiado e restantes ingredientes. Temperar com pimenta acabada de moer e por cima deitar o molho.

 

Nota: usei frango que tinha assado mas pode ser cozido e podem ser acrescentados ingredientes como uvas passas, nozes ou sementes, etc.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 29 de Maio de 2012

Puttanesca???

É isso, o nome não engana e mesmo em italiano é isso mesmo que quer dizer! {#emotions_dlg.blink}

Agora porque é que tem este nome? Há quem diga que era uma receita fácil de preparar entre ‘clientes’. Outros dizem que ‘elas’ faziam este prato cujo aroma cativava os ‘clientes’.

Enfim, explicações para todos os gostos e esta receita também é para todos os gostos. É mesmo boa!

 

Pasta Puttanesca

  

  

3 colheres de sopa de azeite

8 filetes de achova (de lata, escorridos)

2 dentes de alho ralados

½ colher de chá de piri-piri

1 lata de 400 grs de tomate picado

150 grs de azeitonas pretas sem caroço ligeiramente esmagadas

2 colheres de sopa de alcaparras

3 colheres de sopa de salsa picada (opcional)

Sal e pimenta, a gosto

Esparguete q.b.

 

Cozer o esparguete em água a ferver temperada de sal.

Aquecer o azeite numa frigideira funda, num wok ou num tacho. Juntar as anchovas e cozninhar por três minutos esmigalhando com a colher de pau até que as anchovas estejam numa pasta. Depois juntam-se os alhos e o piri-piri e deixa-se apurar por mais um minuto.

Juntar tomates, azeitonas e alcaparras. Mexer e deixar cozinhar por dez minutos, mexendo de vez em quando. O molho vai engrossar.

Quando a massa estiver cozida, escorrer e reservar um bocadinho da água de cozer, cerca de meio copo. Juntar a massa ao refogado e envolver bem, se necessário acrescentar a água da cozedura que reservámos.

Polvilhar com a salsa picada e servir.

 

Nota: mais uma receita retirada do livro “Nigella Kitchen: Recipes From the Heart of the Home”

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:43
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Quinta-feira, 26 de Abril de 2012

surpresa!

Encontrei esta receita na revista Australian Good Taste (pág. 111). Tinha os ingredientes todos em casa excepto a couve chinesa e tive que fazê-la logo que comprei a couve. Ficou muito boa, apenas substitui o caju por pistachos e acrescentei o molho de soja porque combina bem, embora não estivesse na receita original.

 

Surpresa de Sésamo

 

 

250 grs massa chinesa (noodles)

250 grs de bife em tirinhas

2 cebolas roxas cortadas em meias luas largas

2 colheres de chá de gengibre ralado

2 dentes de alho ralados

1 colher de chá de óleo de sésamo

1 mão cheia de couve chinesa em tiras

80 grs de caju tostado (usei pistachos)

125 ml de molho de ostra

Sementes de sésamo tostadas

Molho de soja q.b.

 

Cozer a massa, escorrer e reservar.

Tostar as sementes de sésamo numa frigideira antiaderente. Cuidado que têm tendência a saltar, como pipocas. Reservar.

Misturar o bife com o gengibre cebola e alho numa taça.

Aquecer o óleo no wok em lume quente até largar fumo. Juntar a mistura do bife. Deixar fritar e juntar a couve, mexer e adicionar a massa e os cajus e o molho de ostras. Fritar por mais uns minutos até tudo estar cozinhado.

Servir em taças e polvilhar com as sementes de sésamo tostadas e molho de soja.

 

Notas: pode-se juntar uma malagueta para dar picante.

A couve chinesa encontra-se à venda nos supermercados bem como o molho de ostras

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 12 de Março de 2012

gosto disto/almoços portáteis #8

Se fizer bem as contas, a maioria das refeições que faço actualmente são capazes de ser vegetarianas.

Antigamente tinha a ideia de que a comida vegetariana era ‘comida de grilo’. Em Lisboa, na brincadeira com colegas há uns anos costumávamos dizer que íamos comer arame farpado quando íamos a um restaurante vegetariano {#emotions_dlg.sarcastic}

Claro que agora não penso nada disso e embora não fosse capaz de deixar de comer carne e peixe voluntariamente, há comida vegetariana que bate aos pontos as outras comidas. Esta é uma delas. Podia viver disto…

Ah, e faz umas sobras excelentes para ‘Almoços Portáteis’.

 

Macarrão Gratinado com Requeijão e Queijo da Ilha

 

 

250 grs de macarrão riscado

1 cebola

4 colheres de sopa de azeite

2 dentes de alho

2 colheres de sopa de farinha, bem cheias

2 e ½ copos de leite

½ requeijão (cerca de 100 grs)

100 grs de queijo da Ilha ralado

Sal

Pimenta preta de moinho

Pão ralado

 

Cozer o macarrão em bastante água com sal por 10 minutos. Escorrer e reservar. Aquecer o forno.

Numa tacho aloura-se a cebola picada em 2 colheres de sopa de azeite. Juntam-se os alhos picados e deixam-se alourar também. Adicionam-se mais duas colheres de sopa de azeite, deixa-se ferver e junta-se a farinha mexendo sempre. Acrescenta-se o leite sem parar de mexer para fazer um molho branco e tempera-se de sal e pimenta, se o molho estiver muito grosso mistura-se mais um pouco de leite ou mesmo água de cozer o macarrão.

Retira-se o molho do lume e junta-se o requeijão. Mexe-se bem para dissolver e ficar sem grumos e adiciona-se o queijo da ilha ralado. Mexe-se e envolve-se este molho com o macarrão. Deita-se num tabuleiro que possa ir ao forno e à mesa e polvilha-se com o pão ralado.

Vai ao forno até alourar, cerca de 25 minutos.

 

Nota: Usei meio pão rijo picado no moinho de café em substituição do pão ralado

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 24 de Janeiro de 2012

simplicidade e rapidez

Esta é uma receita que é super rápida de pôr em prática e quando se come parece que estivemos ali horas a batalhar com o fogão para fazer uma coisa tão boa. Não contem às visitas que não dá trabalho nenhum a fazer... {#emotions_dlg.sarcastic}

 

Tortellinis com molho de salsa

 

 

1 embalagem de tortellinis frescos

Água

Sal

 

1 cebola

4 colheres de sopa de azeite

1 dl de natas

Sal & pimenta

1 raminho de salsa

 

Cozer os tortellinis em água a ferver temperada com sal.

Escorrer e reservar um pouco da água (cerca de uma concha).

Entretanto salteia-se a cebola bem picadinha em azeite até alourar. Tempera-se com sal e pimenta e junta-se as natas e um pouco da água de cozer a massa, se necessário, para que o molho não fique grosso demais. Mistura-se a salsa bem picada e mexe-se.

Envolvem-se os tortellinis no molho e servem-se bem quentes.

 

Nota: Existem tortellinis com vários tipos de recheio, escolha o que mais lhe agradar.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:15
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 24 de Novembro de 2011

almoços portáteis #7

Mais uma sugestão para comer em casa ou levar para o trabalho. Feita com sobras de frango de churrasco (ganho numa rifa!!!) e, claro, com massa colorida. Tenho um fraquinho por massas às cores {#emotions_dlg.sarcastic}

 

Salada de Frango e Massa Colorida

 

 

Para o Molho:

2 colheres de sopa de maionese

1 colher de sopa de iogurte natural

1 colher de sopa de mostarda

1 colher de chá de sumo de limão

 

Massa cozida (torcidinhos)

Frango desfiado

Maçã cortada em quadradinhos

Aipo cortado em rodelas

Amêndoas em lascas, tostadas

Queijo Manchego (uma fatia grossa cortada em quadradinhos

Sal

Pimenta

 

Misturar todos os ingredientes para o molho.

Numa taça põe-se o frango desfiado, o aipo cortado em rodelas, a maçã cortada em quadradinhos (quanto mais ácida for, melhor), o queijo cortado em quadradinhos (pode ser outra qualidade de queijo) e as amêndoas em lascas, tostadinhas. Juntar a massa cozida, temperar com sal e pimenta e misturar bem. Envolver o molho na salada e servir à temperatura ambiente.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:30
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 22 de Novembro de 2011

antes e depois

Aqui há uns dias fui ao supermercado (um supermercado local, não pertence a uma cadeia) e descobri que tinham uma massa tricolor chamada Tulipas. Nunca tinha visto e era da marca Caçarola. O preço era o mesmo das outras massas tricolores (torcidinhos ou lacinhos) e como era tão gira tive que a trazer.

Para a estrear fiz esta receita. Penso que qualquer prato com molho vai bem com esta massa porque devido ao seu feitio é excelente para absorver os sabores.

 

Vitela com Massa

 

(antes) 

 

250 grs de vitela

6 dentes de alho

Azeite q.b.

Sal & Pimenta

3 colheres de sopa de vinho Moscatel

1 colher de sopa de molho Inglês

1,5 dl de natas

Massa Cozida (Tulipas tricolores)

 

Cozer a massa em água abundante temperada de sal.

Saltear os alhos esmagados (com a casca) em azeite e juntar a carne cortada em tirinhas finas. Deixar fritar até perder a cor rosada. Juntar o Moscatel e deixar evaporar. Temperar com sal e pimenta e deixar fervilhar em lume brando por 10 minutos.

Verificar o molho para que não seque. Salpicar com o molho Inglês e juntar as natas e um pouco de água de cozer a massa.

Juntar a massa na frigideira e envolver.

Servir rapidamente.

 

 (depois)

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 87 seguidores

cuscar

quantos são? quantos são?

HTML Hit Counter
pc computer components

digam qualquer coisa

coolinaria@sapo.pt

A Belita no Facebook!

My taste

mytaste.pt

armazém de receitas

tags

todas as tags

os meus livros de receitas, alguns...

blogs SAPO

subscrever feeds