Terça-feira, 17 de Maio de 2016

vai um arrozinho

 

As novidades, como chamam na praça às coisas da estação (por agora favas, ervilhas tortas, etc) começam a estar na época, bastante atrasadas para o que é costume mas ainda a tempo de as podermos aproveitar em diversas preparações.

As primeiras favas deste ano serviram para fazer um arroz, para acompanhamento de peixe frito.

Muito bom!

 

Arroz de Favas

 

arrozdefavas.jpg

 

1 cebola picada

1 alho picado

1 fatia de presunto (fina) picada

¼ de copo de vinho branco

1 copo de arroz agulha

3 copos de água

1 copo de favas descascadas e descamisadas

Sal q.b

Coentros q.b.

Azeite q.b.

 

Num tachinho alourar a cebola e o alho picados em azeite.

Juntar o presunto e o vinho e mexer. Deixar evaporar e adicionar o arroz, mexendo para não pegar.

Juntar a água a ferver e as favas e temperar com sal a gosto.

Deixar cozer o arroz (se necessário adicionar mais água para que fique cremoso) e no fim juntar os coentros.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Segunda-feira, 10 de Novembro de 2014

deixem passar!

 

Arrumem-se saladas, deem lugar às sopas!

 

Creme de Favas

 

IMG_20141106_204252.jpg

 

1 cebola

1 chuchu

1 nabo

1 batata doce

3 batatas

200 grs de favas

1 colher de chá de garam masala

Azeite q.b.

Sal q.b.

1 litro de água

 

Alourar a cebola em quartos no azeite, adicionar o garam masala e mexer. Juntar os restantes ingredientes e água a ferver. Deixar cozer por cerca de 20 minutos e passar com a varinha mágica.

Servir com torradas com azeite e polvilhadas com orégãos ou za’atar*.

 

Notas:

Usei favas congeladas a que tirei a camisa

 

* Za’atar caseiro

4 colheres de sopa de sementes de sésamo

1 colher de sopa de tomilho seco

Sal fino aromatizado com raspa de limão

Tostar as sementes de sésamo numa frigideira, com cuidado para não queimarem. Depois de frias misturam-se num almofariz com as folhas secas de tomilho e o sal aromatizado com raspa de limão. Esmaga-se com o pilão de modo a ficar um pó solto mas com algumas sementes de sésamo visíveis.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 6 de Fevereiro de 2014

Sí, cómo no?

Ainda bem que não sou espanhola senão era capaz de ser crucificada por chamar Paella a esta receita.

Sim, que em Espanha, nomeadamente em Valencia, eles levam muito a sério o que é uma receita de paella. Por exemplo: se levar ervilhas é considerado crime lesa majestade! Vá-se lá entender.

E se for feita ao lume, fogueira mesmo, é que é a sério. Mas as achas da lenha têm que ser de laranjeira (e se calhar quem as põe na fogueira tem que estar a fazer o pino ou vestido de azul…).

E também tem que queimar o fundo, criando uma crosta a que chamam ‘socarrat’. Ainda falam dos preciosistas {#emotions_dlg.blink}

Esta receita pareceu-me bem. Gosto de coelho, não gosto muito de favas, dei a minha volta à receita e no conjunto ficou excelente. Paella ou não…

 

Paella de Coelho e Favas

 

 

½ coelho cortado em bocados pequenos

3 dentes de alho inteiros e com casca

1 copo de arroz

1 litro de água ou caldo de carne quente

2 tomates pequenos

½ pimento vermelho

150 grs de favas pequenas descamisadas

Azeite

Sal

Pimentão doce

1 malagueta

Orégãos

Açafrão das Índias

1 ramo de alecrim

 

Numa paella ou tacho largo aquece-se o azeite e aloura-se o coelho com os dentes de alho. Corta-se o pimento e o tomate em quadrados e adiciona-se ao coelho juntamente com as favas, mexendo. Deixa-se refogar um pouco e tempera-se com sal, uma colherita de chá de pimentão doce, uma de orégãos e uma malagueta inteira. Deita-se a água ou calde de carne, mexe-se e deixa-se cozer por uns 20 minutos.

Ao fim desse tempo, adiciona-se o arroz e o açafrão das Índias, mexe-se e deixa-se cozer por cerca de 20 minutos.

Convém ter mais água a ferver e se repararmos que começa a secar antes de o arroz estar cozido, vai-se acrescentando um pouco de água. No fim deve ficar sem molho.

Quando pronto, põe-se o ramo de alecrim sobre o arroz e cobre-se com um pano de cozinha ou um jornal e deixa-se repousar por cinco minutos antes de servir.

 

Nota: usei um arroz chamado ‘bomba’ que em Espanha é muito usado em paellas. Se não tivesse deste arroz, teria usado arroz agulha.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 29 de Abril de 2013

haja paciência...

Seis meses na terra, uma praga de pulgão, chuva sem parar e no fim lá se conseguiram juntar favas suficientes para um petisco.

 

Favinhas salteadas 

 

 

1 mão cheia de favas pequenas

2 colheres de sopa de azeite

2 dentes de alho picados

1 colher de chá de coentros em pó

Sal q.b.

1 dl de água

 

Numa frigideira pequena estalar o alho no azeite sem deixar alourar e juntar as favas e os coentros em pó. Temperar com sal e abanar a frigideira de quando em quando.

Se necessário acrescentar água aos bocadinhos. Deixar apurar por dez a quinze minutos, as favas são frescas, pequeninas, não precisam de muito tempo ao lume.

 

 

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Segunda-feira, 9 de Maio de 2011

favas contadas

Está na altura delas e vêem-se pelos mercados, debulhadas ou ainda dentro da casca.

As minhas já estão prontas para usar, umas maiores outras mais pequenas. As maiores serão usadas para fazer Favas Com Chouriço ou sopa (ando curiosa para experimentar uma receita de sopa onde as cascas também entram!).

As mais pequenas são para petiscos como este.

 

Favinhas Suadas

 

 

250 grs de favas pequeninas

4 dentes de alho

Azeite

Coentros

 

Alourar ligeiramente os alhos bem picadinhos em azeite e juntar as favinhas. Tapar o tachinho e baixar o lume para o mínimo. Deixar suar por cerca de 10 minutos (até as favas estarem tenrinhas) mexendo de vez em quando.

Servir polvilhado de coentros picados.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (3) | favorito
|
Terça-feira, 5 de Janeiro de 2010

sopinha

Para desenjoar dos excessos da época, aqui está uma sugestão para o jantar.

Para acompanhar, torradas de pão saloio em que se barrou tomate maduro e por cima se deitou um fio de azeite. Depois foi só polvilhar com orégãos. Maravilha.

 

Creme de Favas

 

 

250 gr de favas congeladas*

1 cebola

1 courgete

4 batatas

1 litro de água

azeite

sal

 

Numa panela aloura-se a cebola em azeite, apenas para estalar. Juntam-se as favas, a courgete e as batatas cortadas aos bocados e mexe-se. Tempera-se com sal. Se gostarem, podem acrescentar meio caldo de galinha, dá outro sabor.

Acrescenta-se a água, deixa-se levantar fervura e coze por cerca de 30 minutos. Derrete-se tudo com a varinha mágica e está pronto a servir.

 

*as favas que eu tinha eram da horta e por isso tive que as deixar amolecer um bocadinho para lhes tirar as camisinhas

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 20:07
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|

mais sobre mim

cuscar

quantos são? quantos são?

HTML Hit Counter
pc computer components

digam qualquer coisa

coolinaria@sapo.pt

A Belita no Facebook!

My taste

mytaste.pt

armazém de receitas

tags

todas as tags

os meus livros de receitas, alguns...

blogs SAPO

subscrever feeds