Quinta-feira, 8 de Junho de 2017

prato du jour

 

Vi esta receita e decidi experimentar já que é diferente da que costumo fazer e também porque gosto bastante de cozinhar com mostarda à antiga, daquela que tem os grãos, acho-a menos ‘agressiva’ do que a normal e costuma enriquecer os molhos.

Experimentem.

 

Strogonoff com Molho de Mostarda

 

20170528_131440.jpg

 

1 colher de sopa de azeite

1 colher de sopa de manteiga

1 cebola finamente picada

300 grs de cogumelos cortados em quartos

450 grs de bife de vaca, cortado em tiras

75 ml de brandy ou whiskey

Sal e pimenta q.b.

125 ml de água ou caldo de carne

1 folha de louro

1 colher de sopa de mostarda à antiga (com grão)

125 grs de natas

1 raminho de salsa picada

 

Aquecer o azeite numa frigideira e alourar a cebola. De seguida adicionar os cogumelos e deixar evaporar o líquido. Retirar da frigideira e reservar.

Na mesma frigideira põe-se a manteiga e fritam-se as tiras do bife por uns cinco minutos. Adiciona-se o brandy e deixa-se evaporar. Junta-se a mostarda, a folha de louro, a água ou caldo de carne e tempera-se tudo com sal e pimenta. Junta-se também os cogumelos e cebola, mexe-se, verifica-se o tempero e deixa-se apurar mais uns minutos. Se necessário acrescenta-se mais um pouco de líquido para ter molho suficiente.

Quando a carne estiver tenra adicionam-se as natas e a salsa e retira-se do lume. Serve-se com arroz branco ou puré de batata e uma salada.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 23 de Maio de 2017

Manitaropita??? OPA!

 

Recentemente veio a público um estudo da Organização Mundial de Saúde onde consta que a obesidade infantil/adolescente aumentou em países europeus como Grécia, Itália, Espanha, Malta e Portugal. Estes são países que de um modo ou de outro seguiam a Dieta Mediterrânica que se crê ser benéfica para a saúde e limita o aparecimento de doenças ligadas ao coração, entre outras.

É surpreendente que estes países, logo estes!, estejam a braços com um grave problema de obesidade infantil que se não for brevemente tratado vai com certeza acabar em adultos mais propensos a doenças.

Uma das explicações é a de que a crise que assolou alguns países europeus nos últimos anos acabou por alterar o estilo alimentar e passámos a comer mais comida processada e menos frutas e vegetais.

Ainda vamos a tempo de mudar e embora cada um saiba de si, a desculpa de que a fruta ou os vegetais são caros pode não ser toda a resposta, se pensarmos que muitos dos que dão essa desculpa fazem outras opções nas suas vidas em que não são tão avaros com os gastos (não generalizando, claro…)

Posto isto, vamos experimentar esta receita!

 

Empada Grega de Cogumelos (Manitaropita)

 

download.png

 

2 colheres de sopa de azeite

2 alhos franceses (usei pequenos)

450 grs de cogumelos (usei mistura de brancos e castanhos)

Sal e pimenta q.b.

2 dentes de alho

2 colheres de sopa de vinagre balsâmico

1 colher de sopa de aneto picado

100 grs de queijo Feta esfarelado

100 grs de requeijão

2 ovos

8 folhas de massa Filo

50 ml de azeite

 

Aquecer o azeite numa frigideira e alourar o alho francês cortado em rodelas finas. Adicionar os cogumelos cortados em fatias e temperar a gosto com sal e pimenta. Deixar alourar até perderem o líquido e juntar os alhos picados. Mexer e juntar o vinagre balsâmico deixando ao lume até evaporar.

Retirar do lume e adicionar o aneto, o queijo Feta, o requeijão e os ovos. Envolver bem e reservar.

Estender uma folha de massa Filo e pincelar de imediato com o azeite (as restantes devem ser tapadas com um pano de cozinha limpo, húmido). Pôr essa folha na forma (usei uma de 20 cms de fundo amovível) deixando o excesso de massa pendurado para fora da forma e repetir o procedimento com mais cinco. Deitar a mistura de cogumelos e queijo na forma e por cima pôr as duas restantes folhas de massa, também pinceladas de azeite. Com a massa que ficou pendurada virar para dentro da forma de modo a ficar com um rebordo mais grosso.

Levar ao forno cerca de 30 minutos ou até estar completamente dourado. Retirar e deixar arrefecer.

 

Nota: a massa Filo é muito frágil e deve estar tapada com um pano húmido a que não está a ser usada

 

Kali Orexi

καλή όρεξη

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 27 de Abril de 2017

já a seguir!

 

Já toda a gente experimentou fazer tostas de cogumelos gratinadas, certo?

Não??? Então não percam tempo porque é do melhor que há!

 

Tostas de Cogumelos Gratinadas

 

20170414_201019.jpg

 

1 embalagem de cogumelos brancos

2 colheres de sopa de azeite

1 dente de alho

1 colher de chá de orégãos

1 colher de sopa rasa de farinha

100 ml de leite

Sal e pimenta q.b.

100 grs de queijo ralado (usei mozarela)

8 fatias de pão de Valongo

 

Cortar os cogumelos em fatias e saltear no azeite com um dente de alho picado e os orégãos, até perder o líquido. Polvilhar com a farinha e mexer, adicionando também o leite de modo a formar um molho cremoso. Temperar com sal e pimenta a gosto.

Dividir esta mistura sobre as fatias de pão e polvilhar com queijo ralado. Levar ao forno até alourar o queijo e servir com espargos grelhados.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 20 de Março de 2017

já chegou!

 

Porque a Primavera chega hoje mesmo que ainda esteja meio envergonhada (ou mesmo muito!) e porque a Primavera é sinónimo de cor, aqui fica uma homenagem à cor e às coisas que sabem bem.

 

Omelete de Cogumelos

 

download.png

 

300 grs de cogumelos (usei marron)

2 colheres de sopa de azeite

4 ovos

6 hastes de cebolinho

Sal e pimenta q.b.

 

Cortar os cogumelos em fatias e saltear no azeite. Temperar com sal e pimenta. Retirar da frigideira e reservar.

Bater os ovos e acrescentar o cebolinho picado. Temperar com sal e pimenta.

Na mesma frigideira onde se saltearam os cogumelos, fazer uma omelete com metade dos ovos batidos. Quando estiver quase pronta, espalhar metade dos cogumelos em metade da omelete. Dobrar a restante omelete sobre os cogumelos e retirar do lume. Fazer o mesmo com os restantes ingredientes.

Servir com uma salada (usei rúcula, capuchinhas e cebolinho).

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito (1)
|
Terça-feira, 14 de Março de 2017

ora vejam

 O que me agrada este tipo de comida!

 

Empadas de Cogumelos

 

20170210_201425.jpg

  

1 embalagem de massa folhada

300 grs de cogumelos

1 cebola

2 colheres de sopa de azeite

1 colher de sopa de farinha

200 ml de leite

1 colher de sopa de mostarda à antiga

 

Cortar os cogumelos em fatias.

Alourar a cebola cortada em meias-luas no azeite e adicionar os cogumelos. Saltear até estarem cozidos, cerca de cinco minutos. Polvilhar com a farinha, mexer e de seguida juntar o leite mexendo sempre para não ficar com grumos. Juntar a mostarda e verificar o tempero, se necessário adicionar sal.

Estender a massa (rectangular) e cortar em dois. Em cada metade da massa mas sem ser no meio colocar metade da mistura de cogumelos, dobrar a massa e pressionar a toda a volta com um garfo. Cortar duas ou três aberturas em cada ‘embrulho’ para libertar o vapor e levar ao forno até estar dourado. Servir com verduras cozidas.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 2 de Fevereiro de 2017

mãos à obra!

 

Esta receita parece ser trabalhosa (até pode ser um bocadinho…) mas vale tanto, tanto a pena que nem sei que vos diga.

Sou suspeita: adoro lentilhas! E cogumelos! E batatas! Por isso neste prato estão três dos ingredientes de que muito gosto e neste caso o resultado é muito maior do que a soma das partes.

Atrevam-se!

 

Lentilhas com Cogumelos e Alecrim

 

20161209_203603.jpg

 

2 colheres de sopa de azeite

400 grs de cogumelos (usei marron)

Sal e pimenta moída de fresco q.b.

1 cebola picada

1 cenoura picada

1 talo de aipo em rodelas fininhas

1 alho-francês em rodelas fininhas

1 raminho de alecrim picado

4 dentes de alho picados

1 copo de lentilhas

1 colher de sopa de vinagre balsâmico

1 colher de sopa de molho de soja

4 copos de caldo de vegetais (ou água)

2 batatas grandes

 

Aquecer o forno. Descascar as batatas e cortar rodelas muito fininhas com uma faca ou um robot de cozinha.

Saltear os cogumelos numa colher de sopa de azeite e temperar de sal e pimenta. Reservar.

Na mesma frigideira põe-se mais uma colher de sopa de azeite e salteia-se a cebola, a cenoura, o aipo e o alho-francês por uns cinco minutos até a cebola amolecer. Junta-se o alecrim e os dentes de alho picados, e deixa-se apurar por mais um minuto. De seguida juntam-se as lentilhas, mexe-se e adiciona-se também o vinagre balsâmico e o molho de soja. A seguir adicionam-se 3 copos de caldo e deixa-se cozer as lentilhas até quase não restar líquido no fundo. Ajustar os temperos se necessário e retirar do lume.

Às lentilhas juntam-se os cogumelos salteados e o restante copo de caldo vegetal. Deita-se esta mistura num tabuleiro. Por cima espalham-se as rodelas de batatas e sobre estas deita-se um fio de azeite, sal e pimenta e alecrim.

Leva-se ao forno até as batatas ficarem lourinhas, uns 30 a 40 minutos.

 

Nota: vejam a receita original que ficou muito mais bonita do que a minha 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 6 de Dezembro de 2016

é isto que queremos!

 

Uma sugestão rápida e bem eficaz.

Quatro cogumelos destes fazem um prato principal para duas pessoas e ninguém fica com fome 

 

Cogumelos Portobello Recheados

 

20161111_192919.jpg

(em preparação)

 

4 cogumelos Portobello

1 cebola picada

1 dente de alho picado

1 fatia grossa de pão de centeio

12 rodelas finas de chouriço de carne caseiro

4 fatias de queijo de cabra

2 colheres de sopa de azeite

Sal e pimenta q.b.

 

Ralar o pão e reservar.

Saltear a cebola e o alho picados no azeite, apenas até amolecer. Juntar o pão ralado e envolver bem. Retirar da sertã e alourar o chouriço bem picadinho por dois ou três minutos.

Remover os pés dos cogumelos (podem ser usados numa sopa ou noutro prato) e pincelar a parte de dentro dos cogumelos com azeite. Por cima distribui-se o chouriço, o queijo e a mistura de cebola e pão ralado.

Tempera-se com sal e pimenta e põe-se num tabuleiro forrado com papel. Leva-se ao forno por 20 ou 25 minutos.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 24 de Novembro de 2016

simplicidade

 

Esta receita convenceu-me. Ainda por cima agora tenho fornecimento semanal de cogumelos de vários tipos.

Neste caso, os Eringy que nunca tinha experimentado mas sobre os quais tinha muita curiosidade.

Valeu!

 

Cogumelos com molho Teriyaki

 

download.png

 

3 cogumelos Eringy

2 colheres de sopa de molho de soja

2 colheres de sopa de Sake

1 pitada de açúcar (opcional)

2 colheres de sopa de óleo de amendoim

1 colher de sopa de óleo de sésamo (opcional)

Cebolinho picado

Sementes de sésamo

 

Cortar os cogumelos ao alto em fatias finas. Num prato fundo misturar o molho de soja, o sake e o açúcar, se usar. Passar as fatias de cogumelo nesta mistura e deixar repousar no prato por uns quinze minutos.

Escorrer os cogumelos e reservar a marinada. Aquecer o óleo numa frigideira larga e fritar as fatias de cogumelos, sem se sobreporem umas sobre as outras. Depois de uns minutos, viram-se para fritar do outro lado. No todo leva cerca de dez minutos.

Adiciona-se a marinada à frigideira e se necessário adicionar mais uma colher de sopa de molho de soja. Deixar apurar por dois minutos.

Servir com arroz basmati cozido e polvilhar com cebolinho picado e sementes de sésamo.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 11 de Outubro de 2016

opções

 

Nunca são demais as opções para tartes, quiches ou outras sugestões de refeições vegetarianas. Confesso que cada vez menos me apetece comer carne e muitas das refeições, principalmente ao jantar, variam entre sopas e mais qualquer coisinha para aconchegar. 

 

Tarte de Cogumelos

 

IMG_20150720_125221.jpg

 

1 embalagem de cogumelos castanhos (300 grs)

2 dentes de alho

1 colher de sopa de azeite

Sal e pimenta q.b.

1 embalagem de massa folhada

1 queijo mozarela fresco

1 colher de sopa de orégãos

3 ovos grandes

100 ml de natas de soja

 

Saltear os cogumelos cortados em quartos ou fatias no azeite com os alhos picados. Temperar a gosto com sal e pimenta.

Estender a massa na forma. Cortar o queijo em pedaços e dispor sobre a massa. Polvilhar com os orégãos e por cima pôr os cogumelos salteados.

Numa taça bater os ovos com as natas e temperar com sal a gosto se necessário. Deitar na tarteira e por cima salpicar com pimenta moída na altura.

Levar a forno médio por 20 a 30 minutos.

 

Nota: Se sobrar um pouco de massa, podem-se fazer enfeites na tarte

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 29 de Setembro de 2016

inspirações

 

Esta salada foi inspirada nesta receita. Muito ligeiramente inspirada já que acabei por não fazer quase nada igual. Mas é para isso que servem os milhões de receitas que encontramos por aí, são ideias que usamos para por à prova a nossa criatividade. E funciona (na maioria das vezes…) 

Como qualquer salada, é muito versátil e podem ser usados outros ingredientes e mesmo assim ficar tão maravilhosa como esta ficou.

E apesar de ser uma salada, com frango grelhado, tem um ar perfeitamente outonal, ora digam lá.

 

Salada de Frango Mediterrânica

 

20160911_131633

 

Peitos de frango grelhados

Legumes salteados

Macarrão cozido

Molho

 

Temperar os peitos de frango com sal, mistura de ervas aromáticas secas e sumo de limão. Grelhar de modo a que fique bastante tostado por fora (grelhei numa frigideira antiaderente sem gordura).

Pôr azeite no fundo de uma frigideira e adicionar: cebola roxa em meias-luas, beringela em rodelas, curgete em rodelas (também usei flores de curgetes!), cogumelos fatiados, pimento vermelho em tiras, sal e pimenta q.b.

Levar ao lume, tapado, de modo a refogar esta mistura de vegetais por cerca de meia hora.

Fazer o molho misturando uma colher de sopa de tahini com uma colher de sopa de mostarda à antiga (daquela com grãos), uma colher de sobremesa de mel e vinagre de vinho tinto e azeite q.b.

Põe-se o macarrão cozido e escorrido numa taça grande e por cima dispõem-se os vegetais refogados e rega-se com o molho.

Cortar o frango grelhado em fatias e dispor sobre a salada.

 

Notas:

a mistura de ervas aromáticas pode ser de compra ou feita em casa (ex: orégãos, tomilho, salsa, etc); podem ser usadas Ervas da Provença

O tahini é uma pasta de sésamo que já existe à venda na maioria dos supermercados. Pode ser substituída por manteiga de amendoim ou de amêndoas

 

download

 flores de curgete e mini curgetes

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 22 de Agosto de 2016

na calma...

 

Mesmo de verão, com muito ou pouco calor, não deixo de comer sopa, principalmente ao jantar.

São nutritivas, aconchegantes (em dias frios são o mesmo que um cobertor à nossa volta ) e ajudam a deixar menos espaço livre para as outras coisas gordalhufas. Só vantagens, como se vê…

 

Creme de Cogumelos

 

20160726_202259.jpg

 

1 cebola

1 curgete grande

1 nabo

10 cogumelos pequenos

2 batatas

750 ml água a ferver

Sal q.b.

Azeite q.b.

Orégãos ou za’atar, q.b.

 

Cortar a cebola em pedaços e alourar ligeiramente no azeite. Juntar os restantes ingredientes e a água a ferver, temperar com o sal e de seguida deixar cozer por cerca de 20 minutos. Triturar com a varinha mágica e servir polvilhado com orégãos ou za’atar.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:29
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 13 de Junho de 2016

nos feriados dos outros

 

De repente, uma refeição na mesa. Nada complicada, o maior trabalho é picar os recheios em tamanhos pequenos. E com a particularidade de não ter que ir ao forno.

Provado e aprovado!

 

Cogumelos Recheados

 

cogus.jpg

 

6 cogumelos brancos, grandes

2 fatias de presunto, picadas

Azeitonas q.b. em rodelas

Eravas aromáticas frescas, picadas

Queijo mozarela ou outro que derreta, picado

Pimenta q.b. para polvilhar

Azeite q.b.

 

Retirar os pés aos cogumelos (podem ser usados noutra receita ou em sopa).

Rechear os cogumelos com o presunto picado, as ervas aromáticas (usei um talo de aipo e coentros vietnamitas mas pode ser feito com salsa, cebolinho, orégãos, etc.), as azeitonas e o queijo. Amontoar bem e por cima salpicar com pimenta, não é necessário sal porque o presunto e o queijo já são salgaditos.

Pôr azeite no fundo de uma frigideira (umas três ou quatro colheres de sopa) e dispor os cogumelos de modo a ficarem direitinhos. Tapar com uma tampa e levar a lume brando por cerca de dez minutos, um pouco mais se os cogumelos forem muito grandes, até o queijo estar derretido e os cogumelos cozinhados.

Servir com uma salada de tomate polvilhado com orégãos.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 12 de Abril de 2016

receitas dos outros

 

Por altura da Páscoa tive uns amigos a passar uns dias em minha casa. Foi casa cheia! Até uma Bimby ocupou espaço na minha bancada

Alguém se lembrou de fazer uma sopa tailandesa (no fogão!!!) e com mais isto e mais aquilo (que bom ir ao quintal e trazer um pé de erva-príncipe) a sopa veio para a mesa, a fazer concorrência com uma canja.

Eu que não sou lá grande apreciadora de canja optei pela sopa tailandesa. Estava excelente (podia ser ainda mais picante) e um dia destes lá experimentei a minha versão. A deles estava melhor, esteve a apurar mais tempo. Para a próxima já sei!

 

Sopa Tailandesa com Leite de Coco

 

 

D:\Documents and Settings\u015202\Desktop\thai2.jp

 

1 colher de sopa de óleo de girassol

1 colher de sopa de óleo de sésamo

1 cebola picada

1 dente de alho picado

1 talo de erva-príncipe

1 pedaço de gengibre em rodelas

1 malagueta

1 colher de chá de caril em pó

1 colher de chá de açafrão das Índias

1 embalagem de cogumelos

½ cenoura

½ curgete

¼ de pimento vermelho picado

1 colher de sopa de molho de peixe

1 colher de sopa de molho inglês

Água (cerca de 600 ml)

200 ml de leite de coco

Sumo de ½ lima

1 raminho de coentros

Sal q.b.

 

Num tacho fazer suar a cebola, alho, erva-príncipe e gengibre sem deixar alourar. Adicionar a malagueta, o caril e o açafrão das Índias mexendo para não pegar. Juntar os cogumelos cortados em quartos, a cenoura picadinha, a curgete também picadinha (com ou sem casca) e o pimento vermelho também em quadradinhos. Juntar os molhos de peixe e inglês e deixar refogar em lume brando. Adicionar água, o leite de coco e o sumo de lima, juntar também os coentros picados e deixar apurar a sopa por cerca de 20 ou 30 minutos. Verificar os temperos, se necessário rectificar com sal.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 31 de Março de 2016

das memórias

 

Quando vivia em Lisboa, este era um prato que era muito vulgar ser servido em restaurantes. Não sei se ainda é porque agora quando lá vou é normalmente em trabalho e acabo por comer qualquer coisa rápida numa praça da alimentação de qualquer centro comercial (eu acabei de escrever isto? A sério???)

Mas pronto, no outro dia lembrei-me deste prato e cá está ele.

Não é o mais fotogénico, mas soube mesmo bem!

 

Escalopes de Vitela com Cogumelos e Natas

 

escalopes.jpg

 

4 escalopes de vitela

1 embalagem de cogumelos

2 colheres de sopa de azeite

2 colheres de sopa de manteiga

1 colher de chá de mostarda em pó

1 golada de vinho do Porto

100 ml de natas

Sal q.b.

Pimenta preta q.b.

 

Salpicar os bifinhos com sal e pimenta preta moída na hora.

Saltear os cogumelos numa frigideira com 1 colher de sopa de azeite. Reservar.

Na mesma frigideira, aquecer o restante azeite e manteiga e fritar os escalopes, são muito finos pelo que é só uma passagem de cada lado. Reservar num prato.

Na mesma frigideira adicionar o vinho do Porto e a mostarda (pode ser da outra se não houver em pó) e quando levantar fervura adicionar as natas, rever os temperos e juntar os bifinhos e os cogumelos.

Mexer tudo e servir com arroz e legumes cozidos.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Quinta-feira, 17 de Março de 2016

a aquecer

 

Uma receita simples e muito saborosa. Para os dias em que ainda apetece ligar o forno.

 

Bifinhos de Frango no Forno com Cogumelos

 

francogs.JPG

 

2 peitos de frango

Sumo de 1 limão

1 cebola

2 dentes de alho

Raminhos de tomilho

1 embalagem de cogumelos (250 grs)

Sal, pimenta e noz moscada q.b.

100 ml de natas

100 ml de caldo de galinha

Azeite q.b.

 

Uma ou duas horas antes de começar a cozinhar cortar os peitos de frango em bifes pequenos, temperar com sal e sumo de limão. Reservar.

No fundo de um tabuleiro dispõem-se a cebola cortada em meias-luas e os dentes de alhos cortados em rodelas finas. Cobre-se o fundo do tabuleiro com azeite e por cima da cebola põem-se os bifes de frango e o tomilho.

Salteiam-se os cogumelos cortados em fatias num pouquinho de azeite, apenas 3 ou 4 minutos. Temperam-se com sal, pimenta e noz moscada.

Deitam-se os cogumelos sobre o frango e por cima põem-se as natas e o caldo de galinha (ou água). Leva-se a forno médio por cerca de 30 minutos.

Serve-se com arroz e espigos cozidos ou esparregado.

 

Nota: podem ser natas de soja, usei normais

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 25 de Janeiro de 2016

nas calmas

 

Mexer, mexer, mexer. E quando já estivermos fartos de mexer, continuamos a mexer. É assim com o risotto.

Bem, para falar a verdade, este não é bem um risotto porque lhe falta o queijo mas sinceramente, embora eu adore quase todos os tipos de queijo, acho que no risotto acaba por estragar o aroma e sabor subtil dos cogumelos. Prefiro não usar o queijo (parmesão, neste caso).

E por acaso, tenho um frasquinho mínimo de óleo de trufas que me ofereceram e nem sabia onde o gastar (ou seja, gastar três gotas dele…) e acabei por usar algum aqui. Muito bom!

 

Risotto de Cogumelos

 

download (1).png

 

3 colheres de sopa de azeite

1 cebola picada

1 copo de arroz arborio

¼ de copo de vinho branco

1 embalagem de cogumelos (cerca de 200 grs)

1 colher de sopa de vinagre balsâmico

Salsa picada q.b.

Azeite aromatizado com trufas q.b.

Sal q.b.

1 litro de água a ferver (ou caldo de carne, de legumes, de frango)

 

Saltear os cogumelos fatiados numa colher de sopa de azeite. Temperar com um pouco de sal e deixar evaporar o líquido que formam. Quando estiverem sequinhos, adicionar uma colher de sopa de vinagre balsâmico, deixar evaporar por um minuto e reservar.

Alourar a cebola picada nas restantes duas colheres de azeite. Quando estiver amolecida, adiciona-se o arroz e mexe-se deixando absorver o refogado por um ou dois minutos. Deita-se o vinho sobre o arroz e mexe-se, até o vinho ser absorbido pelo arroz. A partir daqui vai-se adicionando a água a ferver (ou caldo de carne, de legumes, etc), cerca de uma concha de cada vez, tendo o cuidado de manter o líquido sempre perto da fervura para não encruar o arroz e estando a mexer continuamente.

À medida que a água no arroz tacho vai desaparecendo, vai-se acrescentando mais uma concha, até o arroz estar no ponto desejado e cremoso. Adicionam-se os cogumelos, mexe-se e serve-se com umas gotas de azeite de trufas (ou salpica-se com salsa picada).

 

Notas:

o arroz arborio é um arroz próprio para risotto, há à venda em todos os supermercados, até de marca própria;

o azeite aromatizado com trufas é usado em muito pequenas quantidades, umas gotas apenas;

a receita original veio daqui.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 26 de Novembro de 2015

estilo hasselback

 

Já tinha esta receita há mais de um ano para experimentar e acabou por ir ficando para trás sem nunca mais me lembrar dela. No outro dia reencontrei-a e decidi que agora era a hora. E em boa hora foi porque é mesmo uma maravilha de prato.

Se quiserem impressionar alguém sem terem muito trabalho já sabem, façam esta receita!

  

Peito de Frango Hasselback

 

IMG_4820.JPG

 (antes de ir ao forno)

 

2 peitos de frango do campo

4 tiras de bacon

4 fatias de queijo (usei Gouda)

Sal e pimenta q.b.

150 grs de cogumelos Portobello

6 raminhos de tomilho (ou alecrim)

1 cebola cortada em meias-luas

Azeite q.b.

 

No fundo de um pyrex ou outro tabuleiro que vá ao forno e à mesa põe-se um pouco de azeite e a cebola cortada em meias luas.

Cortam-se os peitos de frango com seis ou sete golpes mas sem chegar ao fundo, corta-se apenas até dois terços (se for necessário, põem-se duas colheres de pau, uma de cada lado do peito de frango, assim quando a faca chegar às colheres de pau não corta mais ficando como se pretende.)

Em cada golpe põe-se um bocado de bacon e de queijo, tenta-se gastar tudo mas se for demais, põe-se apenas o necessário. Pôr os peitos de frango sobre a cebola e os cogumelos cortados em fatias grossas espalhados à volta.

Tempera-se tudo com sal e pimenta, espalham-se os raminhos de tomilho e rega-se com um fio de azeite. Leva-se ao forno por cerca de meia hora, atenção se forem peitos de frango de aviário podem cozer mais rápido.

Retira-se do forno e serve-se com arroz branco e uma salada.

 

Nota: adaptada ligeiramente do original (na realidade esqueci-me de pôr as natas e o caril )

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (3) | favorito
|
Segunda-feira, 23 de Novembro de 2015

do melhor

 

Não há melhor para os jantares descontraídos de domingo. E feito desta maneira nem vale a pena acender o forno, faz-se tudo no fogão.

Mais fácil não há!

 

Tostas de Cogumelos e Queijo

 

IMG_4811.JPG

 

200 grs cogumelos brancos

1 dente de alho

1 colher de sopa de azeite

1 colher de chá de orégãos

100 grs de queijo mozarela ralado

Salsa picada

 

Numa frigideira salteiam-se os cogumelos fatiados no azeite com o alho picado. Temperam-se com os orégãos e retiram-se da frigideira.

Na mesma frigideira põem-se quatro fatias de pão de centeio ou de mistura, por cima espalham-se os cogumelos e  salpicam-se com o queijo ralado. Tapa-se e leva-se a lume baixo até o queijo estar derretido.

Polvilhar com a salsa picada.

Servir quente.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
|
Quinta-feira, 5 de Novembro de 2015

conforto

 

Há comidas que nos remetem para um imaginário de mantas de malha quentinhas, meias grossas, vagar, um bom copo de vinho e não tarda, uma lareira acesa…

  

Costeletas de Porco com Salva

 

IMG_4817.JPG

 

Costeletas:

2 costeletas

8 folhas de salva

2 colheres de sopa de azeite

2 colheres de sopa de manteiga

Sumo de ½ limão

½ copo de vinho branco

Sal e pimenta fresca e noz-moscada q.b.

Cogumelos:

200 grs de cogumelos (usei Shiitake e Portobello)

2 dentes de alho picados

2 colheres de sopa de azeite

Sal e pimenta fresca q.b.

1 colher de sopa de manteiga

150 grs de massa tagliatelle de espinafres

 

Temperar as costeletas com sal e pimenta.

Cozer a massa conforme indicações da embalagem (pode ser feito com outro tipo de massa).

Numa frigideira aquecer o azeite e fritar as costeletas dos dois lados, apenas para alourar. Retiras da frigideira e reservar. Adicionar ao líquido que está na frigideira a manteiga e a salva. Juntar o sumo de limão e o vinho branco, temperar com noz-moscada, deixar ferver e voltar a pôr as costeletas neste líquido, baixando para o mínimo para cozerem lentamente, mantendo molho.

Entretanto salteiam-se os cogumelos em azeite e alho noutra frigideira. Deixam-se perder o líquido e temperam-se a gosto com sal e pimenta. Põem-se para um dos lados da frigideira e no espaço livre põe-se a massa escorrida juntamente com a colher de sopa de manteiga e envolve-se tudo muito bem.

Serve-se a massa com os cogumelos e a costeleta com folhas de salva e molho.

 

Nota: Receita muito adaptada desta (na calha para experimentar tal e qual como ela é)

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
|
Segunda-feira, 2 de Novembro de 2015

a aproveitar

 

No fim do verão, início de outono, as curgetes continuam a dar mas agora, talvez pela falta de calor, dão umas miniaturas que se não se forem retirando da planta acabam por apodrecer.

Eu lá as vou aproveitando só que em vez de uma tenho que usar umas quatro ou cinco. Mas enquanto forem dando, gasto-as.

As beringelas, essas, são mesmo de variedade mini.

 

Cogumelos e Beringelas com Poejos

 

IMG_4779.JPG

  

200 grs de cogumelos

4 beringelas pequenas (ou uma média)

4 curgetes pequenas (ou uma média)

1 cebola roxa

1 dente de alho

Sal q.b.

Azeite q.b.

1 raminho de poejos

 

Pôr azeite no fundo de uma frigideira. Quando quente adicionar a cebola e o alho picados e os cogumelos, beringelas e curgetes cortados em quadradinhos pequenos. Temperar com sal e os poejos e deixar cozer em lume brando dando uma abanadela à frigideira de vez em quando ou mexendo com uma colher de pau. Coze por cerca de 20 minutos.

Servir como acompanhamento ou mesmo refeição principal com um ovo escalfado.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Quinta-feira, 22 de Outubro de 2015

coisas simples

 

Este é o tipo de refeição que mais me agrada. Ir ao frigorífico em modo raide e ver o que por lá anda. Começar a imaginar associações, se calhar põe-se também disto, não que tem um sabor muito forte, o melhor é mesmo usar aquilo, ah e que tal também uma pitada de coiso???  Olha que boa ideia. Cá está!

 

Cogumelos Recheados

 

 

download (1).png

 (antes de ir ao forno)

 

4 cogumelos grandes

2 ovos pequenos

1 mão cheia de espinafres

1 dente de alho bem pequeno

2 rodelas de paio York

2 colheres de sopa de queijo mozarela ralado

Adobo q.b. (ou sal e pimenta ou outro sal aromatizado)

Azeite q.b.

 

Retirar os pés aos cogumelos (usar noutra receita ou em sopa).

Pincelar o interior dos cogumelos com azeite. Picar os espinafres, o dente de alho e o paio York.

Dividem-se os espinafres e o dente de alho por dois dos cogumelos e tempera-se com Adobo ou com sal e pimenta a gosto. Por cima põe-se os ovos com cuidado para não cair clara fora do cogumelo (o melhor é abrir um ovo de cada vez numa tacinha e com uma colher retirar apenas o que se pretende já que a clara inteira pode ser demais para rechear o cogumelo).

Nos outros dois põe-se o paio picado e o queijo mozarela por cima. Não é necessário temperar estes pois o paio já tem sal suficiente.

Põe-se num tabuleiro forrado com papel de ir ao forno e com um fio de azeite no fundo.

Vão a forno médio até o queijo estar alourado e os ovos cozidos.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Terça-feira, 22 de Setembro de 2015

piscos

 

Daquelas receitas que não têm grande figura mas que ficam muito saborosas.

E são rápidas e fáceis de fazer, põem-se na mesa num piscar de olhos.

E para quem gosta de atum (gostar é minimizar a coisa, no meu caso ) não podia calhar melhor!

 

Massa com Cogumelos e Atum

 

20150818_194925.jpg

  

250 grs de laços coloridos

1 cebola picada

1 malagueta sem as sementes

2 dentes de alho picados

300 grs de cogumelos pequenos

3 tomates bem maduros, picados

12 azeitonas sem caroço em rodelas

¼ de copo de vinho branco

Água de cozer a massa q.b.

2 latas de atum em azeite

Sal

Orégãos

 

Cozer a massa em água abundante temperada de sal.

Numa frigideira alourar a cebola num bocado do azeite das latas de atum. Adicionar a malagueta e os alhos. De seguida juntar os cogumelos cortados em quartos, o tomate picado, as azeitonas e o vinho. Deixar refogar até o tomate estar desfeito e os cogumelos cozinhados. Adicionar alguma água de cozer a massa (uma concha ou duas) e também o atum. Temperar com sal e com os orégãos e adicionar a massa entretanto escorrida. Envolver bem, rectificar os temperos se necessário e servir.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (6) | favorito
|
Terça-feira, 26 de Maio de 2015

ingredientes menos comuns

 

Hoje em dia é fácil ter acesso a alguns ingredientes que ainda há bem poucos anos não fazíamos ideia do que eram e para que serviam (e algumas pessoas nem hoje sabem!).

Com a facilidade da internet, dos programas de culinária nas televisões por cabo e até das viagens, alguns ingredientes passaram rapidamente a fazer parte do nosso dia-a-dia.

O molho de soja é um deles. E outros de cariz asiático como o óleo de sésamo, o molho de ostras, e o molho de peixe. Todos entram nesta receita e são eles, apesar de entrarem em pequenas quantidades, que transformam um ‘monte de hortaliças’ num prato de sabor invulgar.

Para quem tem dificuldade em encontrá-los, a maioria existe à venda esporadicamente no Lidl e também em hipermercadoscomo o Jumbo. Podem parecer carotes mas se pensarmos que a sua utilização se resume a uma ou duas colheres de sopa por receita, valem o custo pois rendem bastante.

  

Mistura de Vegetais com Molho Asiático

 

vegetais.png

 

1 cebola

8 cogumelos

1 couve bok choy (ou meia couve chinesa)

1 cenoura

¼ de pimento vermelho

½ alho francês

1 pedaço de gengibre

1 colher de sopa de óleo de sésamo

1 colher de sopa de óleo de girassol

2 colheres de sopa de molho de soja

 

Molho:

1 colher de sopa de óleo de sésamo

2 colher de sopa de molho de soja

1 colher de sopa de molho de ostras

1 colher de sopa de molho de peixe

 

Cortar a cebola em meias luas e os restantes ingredientes (os cogumelos, o alho francês, o pimento, a cenoura e o gengibre) em fatias finas e a couve em quartos.

Aquecer no wok ou frigideira larga os óleos de sésamo e de girassol. Alourar a cebola e juntar o gengibre, restantes vegetais e molho de soja. Deixar cozinhar por uns cinco minutos (não é para ficar cozido demais)

Numa taça misturar os ingredientes para o molho. Deitar sobre os vegetais e mexer, deixar apurar mais uns dois minutos.

Servir com arroz basmati.

 

Nota: em tempos falei de alguns destes ingredientes menos conhecidos, aqui.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Segunda-feira, 25 de Maio de 2015

a tostar

 

Para ser a verdadeira ‘tosta mística’ só falta os cogumelos serem ‘alucinaeugénios’ 

 

Tostas Grelhadas com Cogumelos

 

IMG_4315.JPG

  

10 cogumelos

1 colher de sopa de azeite

1 pitada de orégãos

4 fatias de pão rústico

4 fatias de queijo

Manteiga q.b.

 

Fatiar os cogumelos e saltear no azeite por uns cinco minutos. Temperar com sal e orégãos.

Dividir os cogumelos sobre duas fatias de pão, por cima põem-se as fatias de queijo (ou queijo ralado) e cobre-se com as restantes fatias de pão. Barra-se o topo do pão com manteiga e leva-se à máquina de fazer tostas mistas até estar com o queijo derretido.

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Segunda-feira, 2 de Março de 2015

nada a declarar

 

Cogumelos… podia comer a todas as refeições que decerto demorava a cansar-me.

E ovos, bem, dos ovos não há mais nada a dizer a não ser que se tivesse que escolher apenas um ingrediente entre todos os que existem, seriam os ovos.

Estamos esclarecidos quanto ao que eu gosto de ovos, portanto 

 

Tostas com Cogumelos e Ovo

 

20150218_202641.jpg

  

200 grs de cogumelos

1 colher de sopa de azeite

1 dente de alho

Sal e pimenta preta q.b.

2 fatias de pão de centeio

 2 ovos

 

Saltear os cogumelos no azeite com o alho. Temperar com sal e pimenta. Reservar.

Torrar ligeiramente o pão.

Escalfar os ovos em água a ferver com um bocadinho de vinagre.

Servir os cogumelos sobre as tostas e por cima o ovo. Salpicar com sal e pimenta.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 26 de Fevereiro de 2015

caixinhas...

 

Esta receita parece complicada pois tem vários passos mas não é mesmo nada difícil de fazer.

Requer um pouquinho de perícia mas até eu que sou bastante trapalhona consegui por isso experimentem que toda a gente consegue. E vale mesmo a pena!

 

Crepes com alho-francês, cogumelos e ovo

 

IMG_4021.JPG

  

Para os crepes:

½ copo de farinha

¾ de copo de leite

1 ovo

1 colher de sopa de manteiga derretida

 

Bater tudo com a varinha mágica.

Numa frigideira levemente untada com manteiga (apenas para o primeiro crepe) e quente deita-se um pouco de massa e espalha-se por toda a frigideira. Deixa-se cozer de um lado por cerca de 2 minutos, depois vira-se e coze mais um minuto. Repete-se até acabar a massa (deu para seis crepes com cerca de 20 cms).

 

Para o alho-francês:

2 alhos franceses pequenos (ou 1 grande)

2 colheres de sopa de azeite

Sal e pimenta q.b.

50 ml de natas

 

Cortar os alhos-franceses em rodelas finas e levar ao lume a saltear numa frigideira com azeite. Temperar de sal e pimenta e quando estiverem moles juntar as natas e envolver bem. Reservar.

 

Para os cogumelos:

150 grs de cogumelos

2 colheres de sopa de azeite

 

Saltear os cogumelos cortados em rodelas no azeite por dois ou três minutos. Reservar.

 

Para finalizar os crepes:

2 ovos

Pimenta q.b.

50 grs de queijo ralado (usei Cheddar e da Ilha)

 

Num tabuleiro forrado com papel de ir ao forno colocam-se lado a lado dois crepes.

Dividem-se os cogumelos sobre o centro dos crepes. Por cima põe-se os alhos-franceses cremosos. Faz-se um buraco no meio para deitar o ovo. Polvilha-se com pimenta e com o queijo ralado e unem-se as pontas dos crepes de modo a fazer uma caixa, prende-se cada ponta com palitos.

Vai ao forno até o ovo estar cozido mas sem estar muito passado, cerca de 20 minutos.

Servir com uma salada.

 

Nota: A receita foi adaptada desta.

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 13 de Novembro de 2014

salva-se quem puder...

É raro usar salva, que tenho aos montes na horta.

Primeiro, porque quase nunca me lembro dela quando faço mentalmente a lista das ervas que podia usar numa certa receita;

Segundo, porque acho que tem um sabor um bocado forte demais e que, se não temos cuidado, pode arruinar uma receita.

É um bocado como o louro. Para mim, meia folhinha já é mais do que suficiente das poucas vezes que uso mas vejo receitas com três e quatro folhas de louro! Impensável, para mim.

 

Lombinho com Natas e Salva

 IMG_3730.JPG

1 lombinho de porco

2 dentes de alho

1 lima

Sal e pimenta preta q.b.

3 colheres de sopa de azeite

1 colher de sopa de manteiga

1 colher de chá de chili em pó ou piripiri

6 folhas de salva

150 grs de cogumelos

1 colher de sopa de farinha

½ copo de vinho Moscatel

½ copo de caldo de carne ou água

1 dl de natas

 

Cortar a carne em medalhões e temperar com sal, chili, alho picado e sumo de lima ou limão.

Numa frigideira aquecer o azeite e manteiga e fritar os medalhões, de um lado e de outro, com as folhas de salva. Retirar a carne da sertã e na gordura que ficou fritar os cogumelos fatiados. Polvilhar com a farinha e adicionar o vinho Moscatel (pode ser do Porto ou branco). Mexer bem e adicionar a água para ficar um molho menos espesso.

Voltar a pôr os medalhões na sertã juntamente com algum líquido que se tenha formado. Rectificar os temperos e deixar acabar de cozinhar a carne. Adicionar as natas, mexer e deixar engrossar.

Servir com arroz solto.

 

Nota: pode ser feito com peitos de frango

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Segunda-feira, 29 de Setembro de 2014

desculpas...

Todas as desculpas para comer cogumelos me servem. E também as desculpas para comer queijo Feta.

Agora arranjar um desculpa para as duas coisas, isso é de mestre!

 

Tostas de cogumelos e queijo Feta

 

 

Duas fatias de pão rústico

Cogumelos salteados

Queijo Feta

Salsa

Tomates cereja

 

Torrar ligeiramente as fatias de pão.

Por cima dispor os cogumelos (que foram salteados em azeite e cebola, por uns minutos).

Polvilhar com salsa picada e com o queijo Feta esfarelado.

Servir com tomates cereja.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 27 de Maio de 2014

um outro grão

Num mercado semanal onde a minha irmã vai, há uma banca que vende leguminosas e grãos avulso. Aqui há uns tempos trouxe-me um saco com cevadinha, que era muito boa para usar na sopa.

Depois de experimentar na sopa, achei que aquilo tinha maior potencial e por isso pus-me à procura de outras sugestões. Encontrei esta receita, que adaptei ao meu jeito e saiu uma maravilha e que além disso deu para gastar mais um pouco da minha produção de cogumelos.

Ora vá!

 

Risotto de Cevadinha

 

 

6 cogumelos secos (usei shiitake)

1 copo de água a ferver

3 colheres de sopa de azeite

1 cebola

1 dente de alho

1 copo de cevadinha em grão

¼ de copo de vinho branco

1 litro de caldo de carne ou água a ferver

Sal q.b.

Ramos de tomilho

1 colher de sopa de manteiga (usei Becel Cozinha)

250 grs de cogumelos pleurotos salteados em alho e azeite

 

Pôr os cogumelos secos a demolhar no copo de água a ferver por uns 20 minutos.

Retirar os cogumelos da água (guardar a água) e cortar em pedacinhos.

Num tacho aquecer o azeite e alourar a cebola, juntar o dente de alho e os raminhos de tomilho e deixar fritar ligeiramente. Adicionar a cevadinha e mexer para não pegar. Juntar o vinho branco e deixar evaporar. Adicionar metade da água de amolecer os cogumelos secos, mexer e deixar absorver, adicionar a restante água dos cogumelos e novamente deixar absorver, mexendo. Daqui para a frente, usa-se caldo de carne ou água, aos poucos, deixando absorver cada adição e mexendo para que não agarre ao fundo do tacho. Demorou cerca de 45 minutos até estar no ponto. Junta-se uma colher de sopa de manteiga e mexe-se.

Serve-se com os cogumelos salteados e mais um raminho de tomilho.

 

Nota: pode-se fazer o verdadeiro risotto substituindo a cevadinha por arroz arborio.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 15 de Abril de 2014

viva caribe

Agora que sou uma orgulhosa produtora de cogumelos para consumo caseiro, não me param!

Para fazer este prato usei um pó de caril que me deram e que é da Jamaica. {#emotions_dlg.wasted}

Aquando da abolição da escravatura pelos ingleses nas suas colónias começaram a chegar como mão-de-obra barata muitos Indianos a estas paragens. Com eles trouxeram os caris que foram adaptando a estas latitudes e especiarias.

Embora diferente do meu preferido de sempre, o caril Indiano, este também é muito bom.

 

Caril das Caraíbas com Cogumelos

 

1 cebola grande

2 dentes de alho

3 colheres de sopa de óleo de girassol

1 malagueta (opcional)

2 colheres de sopa de pó de caril

½ pimento vermelho

250 grs de cogumelos pleurotos

Água q.b.

 

Picar a cebola e os dentes de alho muito miudinhos (em alternativa picar na picadora para formar uma pasta).

Levar um tacho ao lume com o óleo e quando estiver quente adicionar a cebola e os alhos e alourar. Juntar o caril em pó e mexer.

Adicionar os cogumelos e o pimento e a malagueta cortados em quadradinhos, temperar de sal e deixar apurar. Juntar um pouco de água se não tiver molho nenhum (embora os cogumelos libertem bastante líquido).

Ao fim de quinze minutos a apurar está pronto a servir.

Servir com arroz basmati.

 

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quarta-feira, 9 de Abril de 2014

de trazer por casa...

Adoro cogumelos. Não é novidade, muitas das receitas daqui são com cogumelos.

Por isso nada melhor do que ter a minha própria produção dos ditos!

Foi através de uma colega que soube que era possível comprar estas coisas. Quando chegaram pousei o fardo sobre a lenha debaixo de um telheiro e esqueci-me, literalmente, deles.

Ao fim de três semanas já tinha uns pequeninos a espreitar e passados mais uns dias já estavam prontos a cortar, o primeiro cacho que tirei foi este com 906 gramas!

 

Cogumelos Pleurotus

 

no início era assim 

 

 

ao fim de 3 semanas

 

ao fim de um mês e três dias!

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (5) | favorito
|
Terça-feira, 21 de Janeiro de 2014

conforto às garfadas

Um prato vegetariano mas muito satisfatório, pelo menos para mim que adoro cogumelos de toda a maneira.

Aqui usei cogumelos brancos mas podem usar os que mais vos agradarem.

 

Arroz de Cogumelos

 

 

2 copos de arroz cozido (usei basmati)

1 cebola cortada em meias luas

1 talo de aipo cortado em rodelas finas

¼ de pimento vermelho

1 embalagem de cogumelos cortados em fatias

3 colheres de sopa de óleo de girassol

Grãos de cominhos e de coentros

Sal q.b.

1 pitada de caril

1 pitada de açafrão das Índias

1 raminho de salsa picada

 

Saltear a cebola no óleo e juntar os grãos de coentros e cominhos (uns dez de cada). Adicionar os cogumelos e o pimento cortado em quadradinhos. Saltear até estarem cozinhados, cerca de 4 minutos. Temperar com sal, caril e açafrão. Adicionar o arroz e envolver deixando que o arroz aqueça. Salpicar com a salsa e servir.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 21 de Novembro de 2013

para desenjoar

Esta é uma espécie de caril vegetariano, neste caso com cogumelos.

Para mim os cogumelos são um dos ingredientes favoritos e troco sem qualquer pesar carne ou peixe por cogumelos. Neste caso, com um arroz basmati, não precisou de mais nada para ser excelente!

 

Cogumelos Makhani

 

  

1 embalagem de cogumelos brancos

1 pitada de sementes de cominhos

1 cebola grande cortada em meias luas

1 colher de sopa de gengibre ralado

1 colher de sopa de alho ralado

1 malagueta picada

1 colher de café de açafrão das Índias

1 colher de café de coentros em pó

1 colher de café de garam masala (opcional)

1 tomate sem peles e sementes picado

2 colheres de sopa de caju ralado

1 copo de água

3 colheres de sopa de óleo de girassol (separadas)

 

Aquecer duas colheres de sopa de óleo numa frigideira larga e fritar as sementes de cominhos até estalarem. Adicionar a cebola, o gengibre e o alho e deixar alourar em lume médio. Juntar a malagueta, açafrão, coentros e garam masala (se usar) bem como duas ou três colheres de sopa de água. Apurar por uns minutos e adicionar o tomate picado e o caju ralado. Retirar esta pasta da frigideira e reservar.

Na mesma frigideira saltear os cogumelos numa colher de sopa de óleo. Adicionar a pasta feita anteriormente e água, cerca de um copo. Deixar ferver e cozinhar por cerca de dez minutos, verificando se o molho se mantém. Se necessário, adicionar mais água.

Servir com arroz basmati.

 

Nota: Receita inspirada nesta

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 17 de Outubro de 2013

receitas d'amigos

Uma amiga deu-me esta receita: que fazia muito sucesso lá em casa, que era excelente para quem não gostava muito de peixe e por aí.

Eu, para quem pescada cozida é um manjar, não liguei lá muito e passaram-se meses sem experimentar. Até que um destes dias, com todos os ingredientes à mão e o papelinho onde tinha escrito a receita sempre a aparecer como quem diz: faz-me!, lá me decidi.

RE.CO.MEN.DO!!!

 

Filetes no Forno

 

 

4 filetes

Sumo de um limão

200 ml de leite

1 cebola

2 dentes de alho

Tomilho (opcional)

1 embalagem de cogumelos

Sal

Pimenta

Noz moscada

150 ml de natas

Azeite

 

Uma ou duas horas antes de começar a cozinhar temperar os filetes com sal, sumo de limão e cobrir com o leite. Reservar.

No fundo de um tabuleiro dispõem-se a cebola e os dentes de alhos cortados em rodelas finas. Cobre-se o fundo do tabuleiro de azeite e por cima da cebola põem-se os filetes escorridos da marinada e o tomilho.

Salteiam-se os cogumelos cortados em fatias num pouquinho de azeite, apenas 3 ou 4 minutos. Temperam-se com sal, pimenta e noz moscada. Adicionam-se as natas e duas ou 3 colheradas do líquido da marinada e mexe-se. Deita-se este preparado sobre os filetes e leva-se a forno médio por cerca de 30 minutos.

Serve-se com arroz e brócolos cozidos ou esparregado.

 

Nota: usei filetes de maruca mas qualquer tipo de filetes serve

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 15 de Outubro de 2013

hmmm...

Lá porque o verão acabou, não quer dizer que as saladas tenham sido banidas da nossa alimentação, nada disso!

Só que agora sabem melhor se forem quentinhas e com ingredientes mais outonais.

 

Salada Quente de Arroz

  

 

Arroz basmati cozido

4 cogumelos

½ cebola

1 colher de sopa de pinhões

1 colher de sopa de passas

1 omelete feita com um ovo

2 colheres de sopa de molho de soja

1 colher de sopa de vinagre de arroz (ou de cidra)

2 colheres de sopa de molho de peixe (opcional)

2 colheres de sopa de óleo de sésamo ou de girassol

 

Fazer a omelete com um ovo e cortar em tirinhas. Reservar.

Saltear a cebola e os cogumelos no óleo até amolecerem, adicionar os pinhões e as passas e mexer. Juntar o arroz e envolver mexendo até o arroz estar quente. Temperar com o molho de soja, com o vinagre de arroz e com o molho de peixe, juntar as tirinhas de omelete e servir.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 26 de Setembro de 2013

estrangeirices

Uma versão rápida de um clássico da cozinha russa que data do século dezanove!

Muito fácil de fazer e excelente para servir grande quantidade de pessoas em tempos de crise...

 

Strogonoff

 

(pronto, a foto não é a melhor...)

 

1 malagueta

3 dentes de alho

1 raminho de aipo (sem as folhas)

¼ de copo de vinho tinto

200 grs de vitela cortada em tirinhas

200 grs de cogumelos cortados em quartos

1 tomate grande picado (bem maduro, sem pele nem sementes)

1 colher de sopa de molho inglês

50 ml de natas

Sal q.b.

Azeite q.b.

 

Numa frigideira larga saltear o alho picado juntamente com o aipo e a malagueta no azeite. Juntar a carne e o molho inglês e deixar alourar. Adicionar o vinho e o tomate deixando fervilhar por uns minutos.

Juntar os cogumelos e temperar com sal a gosto. Deixar cozinhar por mais 10 a 15 minutos, até a carne estar tenra. Se necessário adicionar uns goles de água para manter molho.

Antes de servir, juntar as natas à carne, mexer e servir com arroz branco.

 

Nota: Pode-se substituir o aipo por salsa picada.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 29 de Agosto de 2013

e para acompanhar...

Este prato foi feito quase sem pensar e ficou tão bom que tive que fazer novamente no dia seguinte para ver se ainda me lembrava de como tinha feito e tomar nota da receita.

Faz um acompanhamento bestial para grelhados e não dá mesmo trabalho nenhum a fazer.

Ah, e dá para praticarmos aquela coisa de pegar na frigideira e fazer saltar os legumes no ar como os verdadeiros Chef’s!

Lindo!

 

Legumes Salteados

 

(antes de ir ao lume) 

 

1 cebola

1 dente de alho

1 talo de aipo

1 malagueta verde

¼ de pimento vermelho

2 tomates médios

1 curgete

250 grs de cogumelos

1 raminho de tomilho

Sal

Azeite

 

Cortar a cebola em meias luas e o  dente de alho, o aipo e a malagueta em rodelas finas.

Cortar o pimento em tiras muito finas, o tomate em meias luas e a curgete e os cogumelos em quartos.

Pôr tudo numa frigideira larga, temperar com sal e espalhar o tomilho sobre os legumes. Pôr um pouco de azeite sobre tudo e levar ao lume.

Abanar a frigideira de vez em quando para misturar os ingredientes e retirar do lume enquanto estiver ainda rijinho (não se pretende espapaçar esta mistura).

 

Nota: acrescentei alguns tomatinhos pequeninos cortados ao meio.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 18 de Março de 2013

para entrada

Esta receita é facílima de fazer e nem sequer é preciso ter forno. Fica excelente feita no fogão e além de rápida é muito nutritiva.

Experimentem!

 

Cogumelos Portobello Recheados 

 

 

4 cogumelos Portobello médios

1 cebola picada

4 colheres de sopa de azeite

Salsa picada

1 colher de sopa de sultanas douradas

1 colher de sopa de miolo de avelã

4 colheres de sopa de miolo de pão fresco ralado

Pimenta moída

75 grs de queijo cabra Palhais

 

Retirar os pés aos cogumelos e picar.

Numa frigideira saltear a cebola com o azeite. Juntar os pés dos cogumelos picados, a salsa, as sultanas, o miolo de avelã e o miolo de pão e temperar com pimenta fresca moída.

Rechear os cogumelos com esta mistura e por cima espalhar o queijo esfarelado.

Colocar os cogumelos recheados na frigideira (pode ser a mesma) e levar a lume brando, tapado com folha de alumínio por 15 a 20 minutos.

Servir como entrada ou prato principal, acompanhado de legumes salteados.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Segunda-feira, 25 de Fevereiro de 2013

outra variante

Gosto muito de caju e embora não seja o fruto seco que mais aprecio (talvez seja a avelã, a amêndoa, não sei…) é sempre bem vindo. Desta vez usei um pouco de cajus numa receita recorrente de cogumelos, apenas para variar e porque estavam mesmo à mão.

 

Cogumelos com Caju 

  

 

1 embalagem de cogumelos brancos

1 cebola fatiada em meias luas

2 dentes de alho picados

3 colheres de sopa de azeite

½ cubo de caldo de galinha

½ copo de água a ferver

100 ml de natas de soja

3 colheres de sopa de cajus picados

 

Cortar os cogumelos em fatias grossas.

Saltear a cebola e o alho no azeite numa frigideira larga. Juntar os cogumelos e mexer.

Dissolver o caldo de galinha na água a ferver e adicionar aos cogumelos. Deixar ferver por uns cinco minutos e adicionar as natas envolvendo bem. Rectificar os temperos (atenção ao sal porque o caldo de galinha já tem sal) e juntar os cajus picados.

Servir com massa ou arroz branco.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 21 de Janeiro de 2013

ao forno

 

Cogumelos, mas desta vez numa estreia: assados no forno.

Ma.ra.vi.lha!

 

Cogumelos Assados

 

 

1 embalagem de cogumelos pleurotus

2 colheres de sopa de azeite

Tempero a gosto

 

Num tabuleiro põem-se os cogumelos cortados em pedaços grandes. Salpicam-se com um fio de azeite e com sal e pimenta ou outro tempero. Usei Adobo, uma mistura de sal com especiarias à venda nos supermercados.

Levar ao forno por cerca de 25 minutos, até os cogumelos estarem com um ar douradinho.

Serve de acompanhamento a carnes grelhadas.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Terça-feira, 8 de Janeiro de 2013

caril

Não cozinho muito com leite de coco por isso quando se abre uma embalagem, há que encontrar duas ou três receitas que precisem deste ingrediente para que não acabe por se estragar.

Se há coisa que abomino é desperdiçar, comida principalmente, por isso enquanto houver um bocado de leite de coco para gastar lá se vão inventando maneiras…

 

Caril de Cogumelos

 

 

1 cebola picada

3 colheres de sopa de óleo de girassol

1 colher de sopa de caril em pó

2 colheres de sopa de molho de peixe (nam pla)

250 grs de cogumelos Portobello frescos

Sal q.b.

100 ml de leite de coco

200 grs de macarrão colorido

Água de cozer a massa q.b.

 

Cozer o macarrão em água abundante temperada de sal.

Saltear a cebola picada no óleo e quando começar a alourar juntar o caril em pó e o molho de peixe.

Adicionar os cogumelos cortados em quartos e temperar com sal se necessário.

Deixar amolecer os cogumelos por dois ou três minutos mexendo bem e juntar o leite de coco. Adicionar um pouco de água de cozer a massa para que o molho não fique muito grosso e rectificar os temperos.

Servir com a massa cozida.

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quarta-feira, 21 de Novembro de 2012

trálálá...

Enquanto entusiasta da comida e das coisas relacionadas com a gastronomia há uma coisa que me deixa grande pena que é não conhecer os cogumelos.

Aliás, conheço alguns. Aqueles que estão nas prateleiras dos supermercados e se chamam Pleurothus, Portobello, Chanterelle, Shiitake, Champignon, etc.

Mas esses são de ‘aviário’ e a minha pena de não conhecer os cogumelos tem a ver com aqueles que todos os outonos rebentam da terra após as primeiras chuvas.

Estes, uma ínfima amostra dos que vi, estão a menos de dois quilómetros de minha casa, num pinhal onde costumamos ir passear os cães.

Têm todo o ar de ser letais, mas são tão bonitos…

 

 

  

 

 

  

 

 

 

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Terça-feira, 2 de Outubro de 2012

outras paragens

Nas férias, para além do descanso, aprendem-se novas coisas, lugares, histórias e gentes.

Quando temos a sorte de visitar outro país, nem que seja a Espanha aqui ao lado, podemos provar iguarias diferentes. Se forem como eu, depois tentam reproduzi-las em casa.

É o caso desta salada, que comi algures em Santiago de Compostela e que me soube tão bem que depois quis experimentar. A de lá tinha também arroz selvagem (que eu não tinha) e em vez das passas eram pedaços de ananás.

 

Salada tépida de Arroz com Cogumelos

 

 

2 copos de arroz Basmati cozido

1 embalagem de cogumelos pleutotus

4 dentes de alho em palitos

Azeite q.b.

Tempero a gosto

2 colheres de sopa de uvas passas

 

Saltear os cogumelos com os dentes de alho em azeite. Temperar a gosto, com sal e pimenta ou com alguma mistura de sal aromatizado. Quando estiverem prontos (cerca de 8 minutos é suficiente) junta-se o arroz cozido e as passas e envolve-se bem até aquecer um pouco.

 

Nota: Pode ser usado outro arroz de grão longo

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Terça-feira, 22 de Maio de 2012

no fogão também dá...

Estes cogumelos foram parar a uma mesa de petiscos e como estava muito calor não apeteceu ligar o forno que ainda ia aquecer mais a casa.

Não há problema, faz-se no fogão que vale quase o mesmo!

A sério, isto é para mostrar que não devemos deixar de fazer algo que nos apetece, porque há sempre maneira de dar a volta ao tema.

 

Cogumelos Recheados

 

 

4 cogumelos grandes

4 fatias de bacon

Espinafres salteados

Queijo feta

Azeite

 

Retirar os pés dos cogumelos e reservar para outro uso (numa sopa, por exemplo).

Cortar o bacon em quadradinhos e saltear numa frigideira anti-aderente até alourar.

Cortar os espinafres previamente salteados numa colher de sopa de azeite até diminuírem de volume.

Dividir os espinafres pelos quatro cogumelos, por cima põe-se o bacon e sobre o bacon o queijo esfarelado.

Colocar os cogumelos na frigideira onde se salteou o bacon e regar com um fiozinho de azeite. Tapar com uma folha de alumínio e levar a lume médio/brando por cerca de 20 minutos.

 

Nota: pode ser feito no forno mas esta opção de fazer no fogão também fica muito bem e é mais prática

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quarta-feira, 11 de Abril de 2012

e mais uma...

Sempre que anda por casa uma base de massa folhada (sinceramente nunca tive coragem de a fazer e estão sempre tão à mão e tão baratas nos supermercados que acho que nem pelo trabalho…) acaba por ir ficando no frigorifico quase até à data limite (às vezes até passa…). E depois lá vem uma solução de recurso, normalmente a meio da semana, para o jantar, e que não  dê muito trabalho nem demore muito tempo.

 

Tarte Gratinada de Cogumelos

 

 

1 base de massa folhada

400 grs de cogumelos

3 dentes de alho em palitos

Azeite

Sal e pimenta (ou outro tempero)

Orégãos

50 grs de queijo da Ilha ralado

 

Cortar os cogumelos em fatias com cerca de meio centímetro. Saltear por cinco minutos numa frigideira com alho e azeite e temperar a gosto (usei adobo e orégãos).

Estender a massa na tarteira. Por cima espalham-se os cogumelos e alhos que se polvilham com o queijo ralado no momento.

Leva-se ao forno até a massa estar dourada e o queijo bem derretido.

 

Nota: Pode-se usar uma mistura de queijos para gratinar

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 6 de Março de 2012

boa mesa

Quando temos convidados para jantar e estamos a fazer várias coisas ao mesmo tempo, nem sempre nos lembramos de tudo, nomeadamente de fotografar a comida que vai para a mesa, tal é a excitação (ou a atrapalhação)…

Por isso, e apesar de estes bifinhos terem ficado uma maravilha, fica aqui o registo da mesa posta para os receber, e às visitas.

 

Bifinhos com Cogumelos e Natas

 

 

8 escalopes de vitela

4 dentes de alho

2 colheres de sopa de azeite

2 colheres de sopa de manteiga

300 grs de cogumelos

Sal

Pimenta

150 ml de natas

 

Saltear os cogumelos fatiados numa frigideira com umas gotas de azeite até amolecerem. Reservar.

Numa frigideira derreter a manteiga juntamente com o azeite. Juntar os alhos cortados em lascas ao alto e os bifinhos de vitela.

Tapar com uma tampa anti salpicos e deixar cozinhar por cerca de 5 minutos em lume médio.

Retirar a tampa, virar os escalopes e temperar com sal e pimenta fresca de moinho. Deixar fritar mais uns dois minutos e adicionar os cogumelos e as natas. Envolver bem deixando fervilhar em lume baixo. Se o molho estiver muito grosso deve-se juntar umas colheradas de água.

Servir com arroz de grelos.

 

Nota: usei margarina Becel Cozinha em vez de manteiga

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:30
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 28 de Fevereiro de 2012

saem sempre bem

Com as bases de tartes prontas a usar é bastante rápido pôr uma refeição na mesa ao jantar. Acompanhadas de uma salada ou para complementar uma sopa mais leve, as tartes salgadas ou quiches são excelentes. Normalmente a usar aqueles ingredientes que até já andam lá por casa. E os que não andam, substituem-se!

 

Tarte de Cogumelos e Nozes 

 

 

200 grs de cogumelos Portobello

2 colheres de sopa de azeite

Sal e pimenta

 

1 base de massa folhada

50 grs de queijo da Ilha

6 nozes picadas grosseiramente

2 ovos

2 dl de leite

Sal e pimenta

 

Saltear os cogumelos no azeite cortados em fatias muito finas. Temperar com sal e pimenta ou outro tempero à escolha (usei Adobo). Reservar.

Estender a massa na forma. Aproveitar o papel que vem a enrolar a massa de compra porque assim não é necessário untar a forma.

Ralar metade do queijo e pôr na base da tarte. Por cima espalham-se os cogumelos e salpicam-se com as nozes.

Batem-se os ovos e o leite e temperam-se com sal e pimenta. Vertem-se sobre os cogumelos e leva-se a tarte ao forno até alourar, cerca de 30 minutos.

 

Nota: Podem ser usados outros tipos de cogumelos

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 2 de Fevereiro de 2012

cogumelos

Embora goste muito de sopa do género à lavrador, consistentes e cheias de ‘entulho’, adoro as sopas que são em creme, pela rapidez da sua confecção e pelo sabor forte de um ingrediente que normalmente se sobrepõe aos outros. Como gosto muito de cogumelos, desta vez experimentei desta maneira. Excelente!

 

Creme de cogumelos

 

 

1 cebola

Azeite

1 chuchu pequeno

1 curgete pequena

3 batatas médias

Duas mão cheias de cogumelos (cerca de 250 grs)

Sal

1 litro de água ou caldo de galinha

 

Amolecer a cebola em azeite e juntar os restantes ingredientes. Deixar cozer por 20 minutos após levantar fervura.

Passar com a varinha mágica

 

Nota: quanto mais escuros forem os cogumelos, mais escura fica a sopa. Os que usei eram dos branquinhos.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:15
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Quarta-feira, 18 de Janeiro de 2012

a biblia da cozinha da Nigella

Baseado na receita Mushroom Risotto, do livro How to Eat, da Nigella Lawson.

Este é um dos meus livros de cozinha favoritos. Tem quinhentas e tal páginas e apenas meia dúzia de fotografias. No entanto tem histórias associadas às receitas que são muito interessantes de ler e na sua maioria fazem-nos ter vontade de experimentar aquelas receitas todas. Um dia… 

 

Risotto de Cogumelos

 

 

1 cebola picada

1 colher de sopa de manteiga

120 grs de arroz

½ copo de vinho branco

150 grs de cogumelos

750 ml de líquido (água ou caldo de galinha)

sal

salsa picada (opcional)

 

Saltear os cogumelos numa frigideira, apenas para mingarem.

Alourar a cebola na manteiga. Juntar o arroz, de preferência especial para risotto (usei da marca Caçarola). Adicionar o vinho e deixar evaporar mexendo sempre.

Ir adicionando água o caldo de galinha que deve estar a ferver. Uma boa maneira é ir juntando uma concha de líquido de cada vez e quando esse líquido desaparecer, adicionar mais. Mais ou menos ao fim de dez minutos, juntar os cogumelos e temperar com sal. Continuar a juntar o líquido até o arroz estar no ponto, deve estar ligeiramente duro e o molho bem cremoso.

Servir enfeitado com salsa picada.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:30
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Segunda-feira, 21 de Novembro de 2011

transformações

Mais uma opção para aproveitar arroz que sobrou de outra refeição.

Esta é a altura para transformar, reinventar, aproveitar, já que se para uns as dificuldades vão agora começar a aparecer, para outros elas vão-se agravar bastante.

 

Empadão de Cogumelos

 

 

1 embalagem de cogumelos brancos fechados

4 tiras de bacon

5 dentes de alho

Azeite

Sal&Pimenta

2 colheres de sopa de vinho do Porto

1 colher de sopa de molho Inglês

½ copo de nozes picadas

50 grs de quijo mozarela ralado

Arroz cozido (solto)

Azeitonas

 

Saltear o bacon em bocados numa frigideira sem gordura e reservar.

Na mesma frigideira alouram-se os alhos esmagados no azeite, juntam-se os cogumelos cortados em fatias e tempera-se com sal e pimenta.

Junta-se o vinho do Porto (ou Moscatel) e o molho Inglês. Deixar apurar e juntar as nozes picadas.

Num pyrex ou outro tabuleiro refractário põe-se metade do arroz, por cima espalham-se os cogumelos e o bacon, o restante arroz e o queijo ralado por cima. Enfeita-se com azeitonas e leva-se a forno quente até alourar.

 

Nota:

Este prato pode bem ser transformado num prato vegetariano, basta omitir o bacon.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|

mais sobre mim

cuscar

quantos são? quantos são?

HTML Hit Counter
pc computer components

digam qualquer coisa

coolinaria@sapo.pt

A Belita no Facebook!

My taste

mytaste.pt

armazém de receitas

tags

todas as tags

os meus livros de receitas, alguns...

blogs SAPO

subscrever feeds