Segunda-feira, 2 de Maio de 2016

almoços portáteis #14

 

Esta é a verdadeira salada portátil. Faz-se de véspera e de manhã é só pôr no saco térmico e levar para o trabalho. Faz cá uma vista que de certeza todos em redor vão olhar cheios de inveja

 

Salada no Frasco

 

D:\Documents and Settings\u015202\Desktop\salada.j

 

Grão-de-bico

Abacate em cubos

Beterraba cozida em cubos

Peito de frango de churrasco em cubos

Cebolinho

Azeitonas em rodelas

Rúcula

Queijo manchego em lascas

Molho de mostarda

 

Pôr os ingredientes em camada num frasco. Temperar com o molho (uma mistura de mostarda, azeite e vinagre) na altura de servir.

 

Nota: podem ser usados outros ingredientes

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito (1)
|
Segunda-feira, 15 de Junho de 2015

e o tempo???

 

Logo de manhã vejo pessoas na estação que parecem estar em continentes diferentes. Uns de sandálias, mangas curtas, calções, outros de sapatos ou sapatilhas, camisolas e lenços ao pescoço, outros ainda de gabardines, casacos grossos de malha, botas! Bem, costuma-se dizer que Deus dá a roupa consoante o frio…

E a minha horta dá beterrabas consoante as minhas necessidades 

 

Creme de Cenoura e Beterraba

 

20150528_205224.jpg

 

3 cenouras

1 beterraba

1 curgete

1 cebola

2 batatas

750 ml de água a ferver (ou caldo de vegetais)

Sal q.b.

Azeite q.b.

 

Descascar todos os ingredientes e cortar em pedaços.

Levar ao lume numa panela com azeite no fundo e ir mexendo para não pegar. Temperar de sal e adicionar a água a ferver. Tapar e deixar cozer por 20 minutos.

Passar com a varinha mágica e servir polvilhado com Za’hatar*.

  

* Za’atar caseiro

4 colheres de sopa de sementes de sésamo

1 colher de sopa de tomilho seco

Sal fino aromatizado com raspa de limão

Tostar as sementes de sésamo numa frigideira, com cuidado para não queimarem. Depois de frias misturam-se num almofariz com as folhas secas de tomilho e o sal aromatizado com raspa de limão. Esmaga-se com o pilão de modo a ficar um pó solto mas com algumas sementes de sésamo visíveis.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 14 de Maio de 2015

almoços portáteis #12

 

Como é que, tendo sempre tantos limões, ainda me dá para fazer limão em conserva? Pois, nem sei explicar. O que é certo é que uns não têm nada a ver com os outros, em termos de sabor.

Se por acaso tiverem alguns limões à mão, nem que seja só três ou quatro, experimentem fazer esta conserva que nem sequer implica usar o fogão. É só lavar e cortar os limões (pode ser em rodelas, quartos, metades, etc.) e pôr num frasco com sal, muito sal e sumo de mais limão. Deixa-se estar sossegadito (ou vai-se abanando de vez em quando) e ao fim de três semanas já se pode ir usando.

Vale a pena! Eu uso quer o limão (apenas a casca, normalmente deito fora a polpa) quer o líquido da salmoura para temperar carne ou peixe. Fica mesmo saboroso, diferente.

Não tendo, podem temperar estes bifes com raspa e sumo de limão, como de costume.

 

Bife de peru grelhado

 

IMG_4216.JPG

 

2 bifes de peru

1 malagueta

¼ de limão em conserva (ou sumo e raspa de um limão)

1 colher de chá do líquido da conserva (ou 1 colher de chá de sal)

 

Temperar os bifes de peru com o limão em conserva e a salmoura (ou com raspa e sumo de um limão e sal).

Deixar apurar por uma ou duas horas.

Grelhar no grelhador ou numa frigideira sem gordura.

Servir com molho de iogurte e hortelã, acompanhado de arroz de açafrão, beterraba e couve frita. Ou com outra coisa qualquer…

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 14 de Abril de 2015

das revistas

 

Esta receita estava na revista Good Food de março. Estava numa página de publicidade a uma espécie de mistura de manteiga e azeite que nem existe cá à venda (já agora a marca é a Lurpak, para quem quiser saber). Mas parecia mesmo boa e acabei por fazer, substituindo essa mistura por azeite que, diga-se, é o que faço quase sempre que uma receita que não seja doce pede por manteiga. Manias…

Mas gosto tanto de azeite (e o que uso até conheço quem o faz) que prefiro sem dúvida usá-lo na vez de outras gorduras.

Mas não se percam nestes considerandos. Experimentem esta receita porque vale mesmo a pena, é fácil de fazer e é cinco estrelas. Com azeite 

 

Rosti de batata com salmão defumado

 

IMG_4186.JPG

  

2 batatas grandes

40 ml de azeite

1 colher de sopa cheia de farinha

½ colher de chá de sementes de erva-doce (funcho)

Sal e pimenta q.b.

1 colher de chá de vinagre

2 ovos

4 cornichons fatiados

½ cebola roxa cortada em fatias finas

4 colheres de sopa de beterraba cozida, em cubinhos

2 fatias de salmão defumado

Cebolinho picado q.b.

2 colheres de sopa de iogurte grego

Raspa de meio limão

 

Ralar a batata e espremer o excesso de líquido.

Misturar com a farinha, sementes de funco, azeite e temperar com sal e pimenta.

Fritar esta mistura espalmada numa frigideira antiaderente em lume brando por 5 ou 6 minutos, depois vira-se para um prato e volta-se a pôr na frigideira para fritar do outro lado. Deve ficar bem tostado, entre o dourado e o castanho. Reserva-se.

Pôr um tachinho ao lume com água e o vinagre. Quando ferver escalfam-se os ovos por 3 ou 4 minutos. Retiram-se com uma escumadeira e reservam-se.

Dividir o rosti de batata por dois pratos. Por cima pôr uma fatia de salmão. Por cima do salmão, o ovo escalfado. À volta espalham-se as fatias de cornichon, as rodelas de cebola roxa e o cebolinho picado.

Põe-se a beterraba e uma colherada de iogurte grego na beira do prato. Salpica-se tudo com sal e pimenta e raspa de limão.

Serve-se.

 

Notas: pode-se substituir os cornichons por outros picles, a cebola roxa por cebola branca (foi o que fiz) e a beterraba por outra salada. Fica bom na mesma.

  

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 19 de Janeiro de 2015

começar bem

 

Não sei se este é detox como os sumos que estão na moda agora.

Sei que é bom, muito bom, e que é uma maneira excelente de começar o dia!

 

Sumo de Beterraba e Mirtilos

 

IMG_3953

 

1 rodela de beterraba cozida

1 mão-cheia de mirtilos (usei congelados)

1 colher de chá de gengibre fresco ralado

250 ml de sumo de tangerina (ou laranja)

3 colheres de sopa de iogurte grego

 

No liquidificador juntar todos os ingredientes e liquidificar até ficar um sumo espesso.

 

Nota: a beterraba também pode ser crua

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Segunda-feira, 30 de Junho de 2014

em tons de rosa

Há cerca de dois anos em Espanha comi uma ‘ensalada de remolacha con bonito’ (que é nada mais nada menos que salada de beterraba com atum) e gostei imenso. No outro dia, já com o calor a apertar, lembrei-me e lá tentei fazer, do que me lembrava. Saiu bem.

 

Salada de Beterraba com Atum 

 

 

1 beterraba grande cozida

1 cebola pequena

1 lata de atum

1 ovo cozido

200 ml de maionese

 

Cortar a beterraba, a cebola e o ovo cozido em bocadinhos pequeninos.

Misturar com o atum e a maionese envolvendo bem. Verificar o tempero e se necessário acrescentar um pouco de sal e pimenta.

Servir bem fresco.

 

Nota: usei daquelas beterrabas cozidas que são vendidas em vácuo

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 13 de Junho de 2013

os feriados dos outros :)

Hoje é feriado para muita gente, muita mesmo, dia de Santo António e feriado municipal em várias zonas do país.

Para quem está merecidamente a gozar este dia livre de trabalho, segue a sugestão de uma salada fresca, que se faz rápido e que fica muito saborosa.

 

Salada de massa colorida e frango

 

 

Lacinhos tricolores cozidos q.b.

Frango desfiado (cozido ou assado)

1 cebola pequena

1 raminho de cebolinhas

Beterraba cozida

Azeitonas

Queijo de cabra esfarelado (ou queijo Feta)

Pimenta preta moída

Molho:

1 colher de sopa de vinagre balsâmico

1 colher de sopa de vinagre de vinho tinto

1 colher de sopa de mostarda

4 colheres de sopa de azeite

 

Misturar todos os ingredientes, de preferência frios, e temperar com o molho (agitar num frasco os ingredientes do molho).

 

Nota: Estes ingredientes podem ser substituídos por outros mais à mão

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 3 de Junho de 2013

sopa vermelha

Aqui há uns dias tive que apanhar de empreitada umas dez beterrabas porque estavam todas a querer espigar e se as deixasse na terra, ficavam impróprias para consumo.

Assim, para além de um bolo de beterraba (sim!, receita em breve), de picles de beterraba e saladas com beterraba, também deu para fazer este creme que ficou delicioso.

 

Creme de Beterraba

 

 

2 alhos franceses pequenos

beterraba cozida (cerca de 300 grs) e cortada em pedaços

1 cenoura cortada em pedaços

3 batatas cortadas em pedaços

Azeite q.b.

1 litro de água

Sal q.b.

Queijo de cabra (opcional)

 

Alourar os alhos franceses em rodelas no azeite. Adicionar os restantes ingredientes excepto a água e mexer. Juntar a água e temperar a gosto com sal.

Deixar levantar fervura e baixar o lume. Cozer por 25 minutos e passar com a varinha mágica até parecer veludo. Juntar mais água a ferver se desejar que fique menos espesso.

Para complementar, pode-se servir com um pedacinho de queijo de cabra esfarelado. Combina muito bem!

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Domingo, 23 de Maio de 2010

picles

As minhas beterrabas produziram todas ao mesmo tempo! E como andar a comer beterraba todos os dias pode cansar, o melhor é guardá-las para outra altura em que apeteçam com mais fervor. Foi o que fiz com estas.

 

Picles de Beterraba

 

 

 

6 beterrabas médias

1/2 litro de vinagre de vinho branco

1 colher de sopa de açúcar amarelo

1/4 de copo de água

10 grãos de pimenta da Jamaica

4 cravinhos

1 folha de louro

 

Cozer as beterrabas inteiras, com casca, por cerca de 30 minutos após levantar fervura. Deixar arrefecer na água de cozer (pode ser feito de véspera).

Quando estiverem frias, tira-se a casca das beterrabas com as mãos, basta empurrar que a casca sai. As mãos ficam completamente vermelhas mas a cor sai em duas ou três passagens por água.

Num tachinho levar ao lume o vinagre, açúcar, água, pimenta, cravinho e louro. Deixar ferver dois minutos após levantar fervura.

Cortam-se as beterrabas em quadrados ou rodelas e põem-se num frasco de boca larga. Por cima deita-se o vinagre ainda quente. Fecha-se bem o frasco e põe-se no frigorífico. Conserva-se por bastante tempo no frio.

Quando as beterrabas acabarem, podemos sempre comprar daquelas que vêm embaladas em vácuo, já cozidas, e voltar a por no resto do vinagre.

publicado por belitaarainhadoscouratos às 16:35
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|

mais sobre mim

cuscar

quantos são? quantos são?

HTML Hit Counter
pc computer components

digam qualquer coisa

coolinaria@sapo.pt

A Belita no Facebook!

My taste

mytaste.pt

armazém de receitas

tags

todas as tags

os meus livros de receitas, alguns...

blogs SAPO

subscrever feeds