Terça-feira, 20 de Junho de 2017

variante

 

Aqui fica mais uma variante desta receita que é tão prática e fica tão saborosa.

Se a broa for caseira (esta foi feita pelo meu irmão) ainda fica melhor!

 

Bacalhau com Grelos e Broa

 

20170305_133824.jpg

 

2 postas de bacalhau

6 batatas cozidas

1 cebola grande às rodelas

3 dentes de alho picados

Azeite q.b.

Vinagre q.b.

Grelos cozidos q.b.

250 grs de miolo de broa pequena

sal e pimenta moída na altura q.b.

 

Cozer o bacalhau por dez minutos, escorrer e separar em lascas.

Cozer as batatas com a pele, escorrer e cortar em rodelas.

Refogar a cebola em rodelas no azeite, quando estiver quase alourada juntar os dentes de alho picados e deixar alourar. Salpicar com um esguicho de vinagre e reservar.

Num tabuleiro põem-se as rodelas de batata no fundo, por cima as lascas de bacalhau e os grelos cozidos.

Deitar a cebolada por cima dos grelos e sobre a cebolada põe-se a broa esmigalhada.

Vai ao forno para alourar cerca de 20 minutos.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 25 de Maio de 2017

bons ventos

 

Vi esta receita que me inspirou a fazer também (ao estilo não posso é ver nada...)

Ficou excelente! Não custa nada a pôr ao forno e também não demora demais fazer e no fim parece mesmo que uma pessoa sabe o que é que anda a fazer 

 

Pescada no Forno com Batatas à Padeiro

 

20170428_204240.jpg

 

2 lombos de pescada com pele

6 batatas pequenas

1 cebola

10 espargos

Sal, pimenta e erva aromáticas q.b.

Azeite q.b.

 

Cortar a cebola em meias luas e as batatas descascadas em rodelas muito finas. Temperar com sal e pimenta.

Dividir por dois pratos fundos de ir ao forno e por cima deitar azeite q.b. Levar ao forno por cerca de 25 minutos.

Retirar do forno, dar a volta às batatas e por cima colocar os lombos de pescada com a pele virada para baixo. Temperar também a pescada com um pouco de sal e com as ervas aromáticas picadas (usei salsa e cebolinho).

À volta colocar os espargos e voltar a levar ao forno por mais uns quinze/vinte minutos até que a pescada esteja cozinhada.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 22 de Maio de 2017

de entrada

 

Aqui está uma salada excelente para acompanhamento de carnes frias, churrascos, croquetes, rissóis, etc.

É muito boa fria e até pode ir a piqueniques e almoços de praia ou rio.

O melhor é cozer as batatas de véspera.

 

Salada Fria de Batata e Picles

 

20170425_130344.jpg

 

6 batatas novas

1 cebola pequena picada (ou cebolinho)

2 colheres de sopa de picles picados

1 colher de sopa de aneto picado (usei congelado)

3 colheres de sopa de maionese

2 colheres de sopa de iogurte natural

1 colher de sopa do líquido dos picles

 

Cozer as batatas com a pele. Escorrer e retirar a pele. Salpicar com o líquido dos picles e deixar arrefecer.

Numa taça misturar a cebola e os picles picados, o aneto e a maionese e iogurte.

Depois de frias, cortar as batatas em quartos e novamente ao meio e envolver no molho.

Servir frio como acompanhamento.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 4 de Maio de 2017

hoje há...

 

Aqui está uma sugestão fácil e rápida de fazer, em menos de uma hora está na mesa.

 

Costeletas no Tacho

 

20170413_202756.jpg

 

4 costeletas do cachaço

1 cebola picada

2 dentes de alho picados

Sal q.b.

Azeite q.b.

50 ml de vinho branco

2 colheres de sopa de molho Inglês

1 malagueta ou 1 colher de chá de piripiri

1 colher de chá de ervas aromáticas secas

100 ml de polpa de tomate

50 ml de água

6 batatas pequenas descascadas inteiras

 

Pôr todos os ingredientes num tacho. Tapar e levar ao lume até ferver. Baixar o lume e deixar cozer por 45 minutos abanando o tacho de quando em quando.

Servir com beterraba em picles.

 

Nota: para as ervas aromáticas secas usei uma mistura de orégãos, tomilho, alecrim e salva

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 2 de Fevereiro de 2017

mãos à obra!

 

Esta receita parece ser trabalhosa (até pode ser um bocadinho…) mas vale tanto, tanto a pena que nem sei que vos diga.

Sou suspeita: adoro lentilhas! E cogumelos! E batatas! Por isso neste prato estão três dos ingredientes de que muito gosto e neste caso o resultado é muito maior do que a soma das partes.

Atrevam-se!

 

Lentilhas com Cogumelos e Alecrim

 

20161209_203603.jpg

 

2 colheres de sopa de azeite

400 grs de cogumelos (usei marron)

Sal e pimenta moída de fresco q.b.

1 cebola picada

1 cenoura picada

1 talo de aipo em rodelas fininhas

1 alho-francês em rodelas fininhas

1 raminho de alecrim picado

4 dentes de alho picados

1 copo de lentilhas

1 colher de sopa de vinagre balsâmico

1 colher de sopa de molho de soja

4 copos de caldo de vegetais (ou água)

2 batatas grandes

 

Aquecer o forno. Descascar as batatas e cortar rodelas muito fininhas com uma faca ou um robot de cozinha.

Saltear os cogumelos numa colher de sopa de azeite e temperar de sal e pimenta. Reservar.

Na mesma frigideira põe-se mais uma colher de sopa de azeite e salteia-se a cebola, a cenoura, o aipo e o alho-francês por uns cinco minutos até a cebola amolecer. Junta-se o alecrim e os dentes de alho picados, e deixa-se apurar por mais um minuto. De seguida juntam-se as lentilhas, mexe-se e adiciona-se também o vinagre balsâmico e o molho de soja. A seguir adicionam-se 3 copos de caldo e deixa-se cozer as lentilhas até quase não restar líquido no fundo. Ajustar os temperos se necessário e retirar do lume.

Às lentilhas juntam-se os cogumelos salteados e o restante copo de caldo vegetal. Deita-se esta mistura num tabuleiro. Por cima espalham-se as rodelas de batatas e sobre estas deita-se um fio de azeite, sal e pimenta e alecrim.

Leva-se ao forno até as batatas ficarem lourinhas, uns 30 a 40 minutos.

 

Nota: vejam a receita original que ficou muito mais bonita do que a minha 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 31 de Janeiro de 2017

descomplicar

 

Esta é uma solução de recurso quando queremos um jantar que seja rápido de fazer e que não englobe muitos ingredientes, que às vezes só de pensar em carne e peixe perde-se a vontade toda de cozinhar… já batatas, para mim, são sempre uma aposta ganha!

 

Frittata de Batata e Batata Doce

 

20170107_202505.jpg

  

2 batatas

2 batatas doces

6 ovos

1 alho francês

Azeite q.b.

 

Cozer as batatas e as batatas doces às rodelas até estarem tenras (ou utilizar sobras de outra refeição, que foi o que fiz neste caso). Escorrer e reservar.

Numa taça grande bater os ovos e temperar com sal e pimenta ou outro condimento a gosto. Misturar as batatas no ovos e envolver bem.

Alourar o alho-francês em rodelas no azeite. Deitar a mistura de batatas e ovos na frigideira e tapar com um testo largo. Após uns minutos, quando a parte de baixo já estiver firme, vira-se o conteúdo da frigideira para um prato largo e desliza-se novamente para dentro da frigideira (a parte ‘crua’ fica agora por baixo). Deixar mais uns minutos até ficar firme e retirar do lume. Servir de imediato com uma salada.

 

Nota: pode ser feito apenas com batatas (sem serem doces)

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 16 de Junho de 2016

comidas com tempo

 

Comidas de forno, principalmente ao fim de semana, são muito jeitosas porque enquanto as coisas assam no forno podemos ir à nossa vida (e normalmente ir à minha vida ao domingo de manhã é andar pela horta a ver os estragos que os melros, demais pássaros, lagartas, caracóis e os meus cães [sim, até eles, os ingratos!] fizeram). Ou então ir ao café, ir ao pão, fazer uma sobremesa ou ficar apenas a aboborar com um livro na mão 

 

Coxas de Frango no forno com Batatas Novas e Espargos

 

frango.JPG

 

2 coxas e pernas de frango do campo, separadas em 4

Sal q.b.

Tomilho q.b.

3 cebolas pequenas, das novas

Batatas novas com pele, q.b.

2 batatas doces

½ copo de sumo de laranja

½ copo de vinho branco

¼ de copo de azeite

1 copo de água

1 molhinho de espargos

 

Temperar o frango com sal e tomilho.

Pôr no tabuleiro juntamente com os restantes ingredientes, excepto os espargos.

Levar o tabuleiro ao forno tapado com papel de alumínio por cerca de uma hora, uma hora e pouco. Retirar o papel de alumínio e pôr algum molho sobre as batatas e carne. Espalhar os espargos sobre os restantes ingredientes e levar novamente ao forno por mais uns 20 minutos.

 

Nota: Os espargos ficam crocantes

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 28 de Abril de 2016

parece bem

 

Isto nem sequer é uma receita, é apenas uma sugestão, mais de apresentação do que de outra coisa.

Às vezes fazemos saladas e misturamos tudo. Ficam boas na mesma mas não são tão apelativas. E como dizem que os olhos também comem, aqui fica uma versão de uma salada tipo salada Niçoise.

As quantidades são a gosto.

 

Salada Colorida

 

D:\Documents and Settings\u015202\Desktop\salada.j

 

Batatas

Ovos

Beterraba

Rúcula

Alface

Picles

Azeitonas

Cebolinho

Salsa

Atum

Molho de mostarda ou vinagrete

 

Dispôr artisticamente  e pôr o molho por cima.

Feito!

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Terça-feira, 19 de Abril de 2016

para acompanhar, ou não

 

Para mim, pode ser só com salada!

 

Batatas Gratinadas

 

D:\Documents and Settings\u015202\Desktop\gratinad

 

½ litro de leite

1 dente de alho

4 folhas de salva

1 raminho de tomilho

1 pitada de sal

1 batata-doce média

500 grs de batatas

150 grs de queijo mozarela ralado

30 grs de queijo parmesão ralado

 

Aquecer o forno. Ferver o leite com o dente de alho, a salva, o tomilho e sal. Reservar.

Cortar as batatas e a batata-doce em rodelas finas (com ou sem casca). Usar o robot de cozinha ou então uma faca bem afiada de modo a cortar rodelas mesmo finas.

Pôr uma camada de batatas num pyrex, por cima queijo ralado e voltar a repetir até esgotar os ingredientes. Por cima deitar o leite sem o alho e as ervas. Tapar com uma folha de papel de alumínio e levar ao forno por cerca de uma hora ou um pouco mais. Retirar o papel de alumínio e deixar alourar o queijo, mais uns dez minutos.

Servir como acompanhamento de carne ou peixe ou apenas com uma salada para um prato vegetariano.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
|
Quinta-feira, 18 de Fevereiro de 2016

minham...

 

Um prato com poucos ingredientes mas de sabor intenso!

Quem costuma ir para ‘a neve’ lá para os lados dos Alpes já se deve ter cruzado com este prato que é tradicional dessas regiões.

Eu nunca fui, não gosto de neve mas ‘deiam-me’ um prato disto que não me ouvem mais 

 

Tartiflette

 

download.png

 

400 grs de batatas

100 grs de carne defumada (bacon)

1 cebola picada

200 grs de queijo Reblochon (usei de queijo de Raclette)

4 colheres de sopa de vinho branco

4 colheres de sopa de natas

Sal & Pimenta q.b.

 

Cozer as batatas inteiras com a pele. Deixar arrefecer até poder retirar a pele e cortar as batatas em quadrados pequenos (eu deixei ficar a pele).

Numa sertã saltear a carne defumada cortada em quadradinhos. Quando estiver lourinha, adicionar a cebola picada e deixar também alourar. Juntar o vinho, mexer e deixar evaporar.

Pôr metade das batatas cortadas num tabuleiro pyrex, por cima espalhar metade da carne defumada e cebola e metade do queijo. De seguida volta a fazer-se o mesmo com os restantes ingredientes e espalhar as natas sobre tudo. Temperar a gosto com sal e pimenta e levar ao forno por 20 a 25 minutos, até o queijo estar completamente derretido.

Servir com verduras cozidas ou uma salada.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Terça-feira, 27 de Outubro de 2015

outras maneiras

 

Quando não se quer acender o forno mas apetece umas batatas diferentes para acompanhar um prato de carne grelhada, fazemos isto, que é rápido, fácil e muito saboroso.

 

Batatas em Camadas na Frigideira

 

18859381_qYpVi.jpeg

 

4 batatas médias

1 cebola

Azeite

Sal q.b.

Pimenta q.b.

Orégãos q.b.

 

Cortar as batatas e a cebola em rodelas muito finas (usar o robot para que fiquem mesmo finas).

No fundo de uma frigideira põe-se um fio de azeite. Espalham-se rodelas de batata e por cima uma camada de rodelas de cebola. Tempera-se de sal, pimenta e orégãos e põe-se mais um fio de azeite. Volta a repetir-se o processo até finalizar os ingredientes.

Leva-se a lume muito brando tapando a frigideira com uma tampa. Deixar cozer devagar por cerca de 25 a 30 minutos, até as batatas estarem tenras.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 25 de Junho de 2015

sem batota

 

Pronto, não são fritas! Que mania de olharem às ‘tecnicalidades’!!!

Mas são boas. E são doces. E são mesmo, mesmo boas! (já tinha dito?)

 

Batata Doce ‘Frita’ no Forno

 

IMG_4423.JPG

  

3 batatas doces

1 colher de sopa de farinha Maizena

Sal, pimenta q.b.

Ervas aromáticas q.b.(ervas da Provença, por exemplo)

Azeite q.b.

 

Lavar e cortar as batatas doces em palitos grossos (com a pele). Pôr numa bacia com água fria e deixar estar por meia ou uma hora.

Ao fim desse tempo escorrer bem e secar com um pano da louça... limpo… 

Num saco de plástico põe-se a farinha Maizena, o sal, pimenta e ervas aromáticas e os palitos de batata. Fecha-se o saco e sacode-se bem para que todos os palitos fiquem cobertos com a mistura. Sacudir o excesso e colocar os palitos de batata doce num tabuleiro previamente forrado com papel vegetal. Devem ficar afastados uns dos outros para que fiquem mais tostados.

Deitar um fio de azeite por cima das batatas e levar a forno bem quente por cerca de 45 minutos ou até estarem estaladiças.

Acompanhar com maionese misturada com abacate e chilli em pó ou outro picante a gosto (Molho de piripiri, Harissa, Tabasco, etc.).

 

Nota: usei batata-doce cor de laranja, cultivada em Portugal, comprada no Lidl.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Terça-feira, 16 de Junho de 2015

à Galega

 

Uma receita muito fácil e que apesar de parecer peixe cozido comum, fica bem diferente com a utilização deste molho.

A receita original leva ervilhas mas como tenho tido abundância de ervilhas tortas e como as prefiro às normais, usei as tortas.

De resto é comer e chorar por mais…

 

Pescada à Galega

 

IMG_4328.JPG

 

2 postas de pescada

4 batatas

1 mão-cheia de ervilhas tortas

½ cebola

2 dentes de alho

Azeite q.b.

Sal

1 colher de pimentão em pó

 

Cozer as batatas cortadas em rodelas grossas juntamente com a cebola. Quando estiverem quase cozidas, adicionar as postas de pescada e deixar levantar fervura. De seguida adicionam-se as ervilhas tortas e deixa-se acabar de cozer, cerca de cinco minutos ou um pouco mais, dependendo da grossura das postas de pescada.

Entretanto numa frigideira salteiam-se os alhos amachucados, com pele, no azeite apenas até dourar. Retira-se a frigideira do lume e retiram-se os alhos. Deixa-se arrefecer ligeiramente o azeite e adiciona-se o pimentão, mexendo. Deita-se esta mistura para uma taça para repousar o pimentão no fundo.

Escorre-se a água às batatas, ervilhas e pescada e servem-se com o molho de azeite e pimentão.

 

Nota: esta forma de cozinhar o peixe é muito usual na Galiza e pode-se usar, além de pescada, raia, bacalhau fresco, tamboril, etc.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito (1)
|
Quinta-feira, 11 de Junho de 2015

mais uma salada

 

Estamos no limbo no que às temperaturas diz respeito.

Tanto pode estar um dia em que quase não se pode respirar, abafado e com temperaturas altíssimas como no dia a seguir pode estar encoberto, temperaturas baixas e a ameaçar chuva durante todo o dia.

É o que há…

 

Salada de Bacalhau com Grão

 

IMG_4248.JPG

 

1 posta alta de bacalhau

6 batatas

1 mão-cheia de grão-de-bico

2 ovos

1 cebola

Azeite q.b.

Salsa picada

 

Cozer a posta de bacalhau, as batatas com a pele e os ovos.

Escorrer e retirar pele e espinhas ao bacalhau e separar em lascas, retirar a pele às batatas e a casca aos ovos.

Fazer uma cebolada com a cebola cortada em meias luas no azeite até estar dourada.

Cortar as batatas em rodelas.

Pôr batatas no fundo de uma taça ou pyrex e por cima as lascas do bacalhau, o grão e a cebolada. Polvilhar com salsa picada e enfeitar com os ovos cortados em quartos.

Servir quente ou frio.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 28 de Maio de 2015

colorida

 

Uma salada para os dias que já pedem frescura e pouco tempo na cozinha.

Fica bonita se for feita numa taça de vidro, conseguem ver-se as camadas. Só me lembrei disso depois de comer, é a história da minha vida… 

 

Salada em Camadas

 

IMG_4332.JPG

 

Mistura de alfaces

3 batatas cozidas com a pele, frias

Feijão verde cozido, frio

1 tomate maduro

Azeitonas

Ovo cozido

Atum em conserva desfiado

Azeite e vinagre q.b.

 

 

Numa taça põe-se a alface em pedacinhos, bem escorrida. Pode ser usada uma embalagem das pré-lavadas. Usei a da horta.

Retira-se a pele às batatas e cortam-se em cubos. Põem-se sobre a alface. Espalha-se também as vagens cozidas e o tomate cortado em cubos. Por cima o ovo cozido bem picado e as azeitonas. A última camada é de atum desfiado mas sem estar esfarelado.

Tempera-se com uma mistura de azeite e vinagre e serve-se frio.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Segunda-feira, 18 de Maio de 2015

experiências

 

Aqui há uns tempos comi uns medalhões de vegetais que estavam mesmo bons. Mas que sabiam muito a natas e manteiga… o que em termos de sabor é excelente mas em termos de, digamos, calorias, já não é lá assim tão bom…

Decidi experimentar em casa e reduzir as gorduras para ver se mesmo assim ficavam bem. E não é que ficaram???

  

Medalhões de Vegetais

 

IMG_4293.JPG

 

3 batatas

1 alho francês (apenas a parte branca)

100 grs de brócolos

100 grs de couve-flor

1 dente de alho

Sal q.b.

1 ovo

3 colheres de sopa de natas

 

Cozer as batatas descascadas e cortadas em cubos com o alho francês em rodelas, os brócolos, a couve-flor e o dente de alho em água temperada com sal.

Quando estiverem cozidos escorrer e esmagar deixando alguns bocados ainda inteiros (não é para ficar puré).

Misturar o ovo e as natas e mexer.

Deitar esta mistura em formas de queque bem untadas. Encher até 1/3 das formas.

Levar ao forno por 20 a 25 minutos até estar ligeiramente dourado.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
|
Terça-feira, 5 de Maio de 2015

bolsas...

 

Uma boa opção para aqueles filetes de pescada que não queremos fritar. Fica muito bom e, confessem, as batatas assim em forminhas de queque fazem um vistaço! (e ficam muito melhor do que batatas fritas).

 

Filetes em Bolsa com Batatas em Rodelas

 

IMG_4147.JPG

 

Para as batatas:

4 batatas

1 dente de alho ralado

Sal e pimenta q.b.

Azeite

 

Para os filetes:

2 filetes de pescada

1 dente de alho

2 colheres de chá de mostarda em grão

Sal e pimenta q.b.

Azeite

 

Aquecer o forno.

Lavar bem as batatas e cortar em rodelas bem finas com a pele. Ralar um dente de alho grande ou dois pequenos e com as mãos envolver nas batatas juntamente com o sal e pimenta ou outro tempero a gosto (ervas aromáticas) e um fio de azeite. Misturar bem e dividir por seis formas de queque previamente untadas com azeite.

Levar as batatas ao forno enquanto se preparam os filetes.

Estender um pedaço de papel de alumínio na bancada. No sítio onde se vai pôr o filete esfregar o dente de alho no alumínio e por cima espalhar uma colher de mostarda. Pôr o filete sobre a mostarda, esfregar com o dente de alho, temperar com sal e pimenta e um fio de azeite. Fechar bem o alumínio de forma a fazer uma bolsa estanque, para não sair o vapor. Fazer o mesmo para o outro filete.

Cerca de meia hora depois de as batatas estarem no forno, pôr as bolsas com os filetes também no forno.

Deixar por cerca de 20 minutos e depois retirar e servir com uma salada de agriões e rúcula ou alface.

 

Nota: parece mais trabalhoso do que na realidade é e combina muito bem

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 14 de Abril de 2015

das revistas

 

Esta receita estava na revista Good Food de março. Estava numa página de publicidade a uma espécie de mistura de manteiga e azeite que nem existe cá à venda (já agora a marca é a Lurpak, para quem quiser saber). Mas parecia mesmo boa e acabei por fazer, substituindo essa mistura por azeite que, diga-se, é o que faço quase sempre que uma receita que não seja doce pede por manteiga. Manias…

Mas gosto tanto de azeite (e o que uso até conheço quem o faz) que prefiro sem dúvida usá-lo na vez de outras gorduras.

Mas não se percam nestes considerandos. Experimentem esta receita porque vale mesmo a pena, é fácil de fazer e é cinco estrelas. Com azeite 

 

Rosti de batata com salmão defumado

 

IMG_4186.JPG

  

2 batatas grandes

40 ml de azeite

1 colher de sopa cheia de farinha

½ colher de chá de sementes de erva-doce (funcho)

Sal e pimenta q.b.

1 colher de chá de vinagre

2 ovos

4 cornichons fatiados

½ cebola roxa cortada em fatias finas

4 colheres de sopa de beterraba cozida, em cubinhos

2 fatias de salmão defumado

Cebolinho picado q.b.

2 colheres de sopa de iogurte grego

Raspa de meio limão

 

Ralar a batata e espremer o excesso de líquido.

Misturar com a farinha, sementes de funco, azeite e temperar com sal e pimenta.

Fritar esta mistura espalmada numa frigideira antiaderente em lume brando por 5 ou 6 minutos, depois vira-se para um prato e volta-se a pôr na frigideira para fritar do outro lado. Deve ficar bem tostado, entre o dourado e o castanho. Reserva-se.

Pôr um tachinho ao lume com água e o vinagre. Quando ferver escalfam-se os ovos por 3 ou 4 minutos. Retiram-se com uma escumadeira e reservam-se.

Dividir o rosti de batata por dois pratos. Por cima pôr uma fatia de salmão. Por cima do salmão, o ovo escalfado. À volta espalham-se as fatias de cornichon, as rodelas de cebola roxa e o cebolinho picado.

Põe-se a beterraba e uma colherada de iogurte grego na beira do prato. Salpica-se tudo com sal e pimenta e raspa de limão.

Serve-se.

 

Notas: pode-se substituir os cornichons por outros picles, a cebola roxa por cebola branca (foi o que fiz) e a beterraba por outra salada. Fica bom na mesma.

  

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 23 de Março de 2015

com a pele

 

Não há muito que saber para fazer estas batatas. São quase tão boas como as fritas sem terem aquelas carradas de óleo do costume. E com pele, adoro batatas com pele.

 

Batatinhas coradas

 

IMG_4009.JPG

 

 

20 batatas pequenas

2 alhos picados

Coentros

Sal

Azeite

 

Cozer as batatas em água temperada com sal até estarem bem cozidas.

Escorrer e dar um murro em cada batata para as espalmar (atenção para não queimar as mãos).

Aquecer um pouco de azeite numa frigideira e alourar os alhos. Saltear as batatas no azeite até estarem douradas e polvilhar com contros frescos.

Servir como acompanhamento de carnes grelhadas.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 17 de Março de 2015

outros peixes

 

Boa aposta!

 

Gratinado de Peixe-galo e Batatas

 

IMG_4014.JPG

2 filetes de peixe-galo
2 ou 3 batatas
1 cebola
100 ml de natas (usei de soja)
Pimenta preta q.b.
Sal q.b.
Azeite
Salsa picada para polvilhar

Ligar o forno. Untar um pyrex com azeite.
Lavar bem as batatas e cortar em rodelas muito finas (de preferência com o robot de cozinha).
Descascar a cebola e cortar em rodelas finas. Cortar os filetes em pedaços.
No fundo do pyrex coloca-se uma camada de batatas, tempera-se com sal e pimenta e de seguida põe-se metade da cebola. Dispõem-se os pedaços de filetes, novamente cebola e termina-se com outra camada de batatas. Temperar novamente com sal e pimenta e regar com as natas.
Levar ao forno até estar cozido. No meu forno, que não tem medidor de temperatura, levou cerca de 45 minutos.
Servir polvilhado com salsa picada (esqueci-me de usar).

Nota: a receita original leva filetes de rodovalho. Usei de peixe-galo (não confundir com peixe-gato (pangasius) porque não é a mesma coisa. Pode ser feito com quaisquer filetes

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 20 de Janeiro de 2015

diz que sim...

O bacalhau pode querer alho mas no meu entender, quer é azeite. Muito!

E se também houver broa caseira para finalizar, quem não quer?

Esta receita tem vários passos mas não é nada complicada de fazer.

Experimentem.

 

Bacalhau com Espargos

 

bacalhau.JPG

 

20 batatinhas pequenas

2 postas altas de bacalhau

1 molho de espargos

1 cebola bem grande

2 dentes de alho

Azeite

Sal e pimenta q.b.

50 grs de broa ralada ou esfarelada

 

Lavar e retirar alguma impureza das batatas mas sem as descascar, dar-lhes um golpe e cozer num tacho juntamente com as postas de bacalhau e sal, se necessário.

Como o bacalhau coze mais rápido, retirar mal esteja pronto e continuar a cozer as batatas que por estarem inteiras demoram um pouco mais.

Uns cinco minutos antes de as batatas estarem cozidas, juntar os espargos e deixar cozer.

Entretanto lasca-se o bacalhau, retirando peles e espinhas.

Cortar a cebola às rodelas e levar ao lume com bastante azeite para fazer uma cebolada. Quase no fim juntar o alho também em rodelas. Reservar.

Retirar os espargos do tacho. Retirar também as batatas, dar um murro em cada uma e colocar no fundo de um tabuleiro de cerâmica.

Por cima espalhar as lascas do bacalhau e sobre as lascas os espargos cortados ao meio no sentido do comprimento.

Deitar a cebolada sobre os espargos e polvilhar com a broa ralada e pimenta fresca.

Levar ao forno por cerca de meia hora a alourar.

 

Nota: em vez de espargos podem-se usar grelos

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Terça-feira, 28 de Janeiro de 2014

saladas dos outros

Quando vou até Espanha (fica mais perto de onde vivo do que Lisboa) adoro ‘tapear’ . Acho que temos petiscos maravilhosos mas os Espanhóis divulgam muito mais os deles nos seus cafés e bares do que nós.

Um dos meus preferidos, com uma cerveja bem geladinha, é a salada russa, à qual eles chamam ensaladilla.

Mesmo agora, que o tempo está de feição com a época (brrrrrr), é muito bom.

Experimentem lá estar à lareira com um cerveja bem fresca e esta salada e digam lá se isto não é boa vida!

 

Ensaladilla russa

 

 

3 ou 4 batatas

2 ovos

1 lata de atum

3 colheres de sopa de picles

4 colheres de sopa de maionese

Azeitonas

q.b.

 

Cozer as batas com a pele e os ovos. Reservar até estarem frios.

Pelar e descascar as batatas e os ovos e cortar em quadradinhos.

Escorrer o atum e picar os picles muito miudinhos.

Misturar tudo numa taça e com um garfo esmagar ligeiramente (não é para ficar em puré). Adicionar a maionese e misturar bem.

Pôr num prato para servir e enfeitar com as azeitonas.

 

Nota: A maionese pode ser caseira ou de compra

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 19 de Novembro de 2013

ao forno

Nas bancas do mercado o que mais se vê agora são batatas-doces. No outro dia trouxe algumas para experimentar uma receita que tinha guardada há muito mas que por uma ou outra razão, nunca tinha experimentado.

 

Batatas Alouradas

 

 

3 batatas brancas

1 batata doce

1 cebola

Azeite q.b.

Sal e pimenta preta

 

Cortar as batatas em rodelas muito finas com o robot de cozinha ou à mão.

Saltear a cebola picada num bocadinho de azeite apenas até amolecer.

Num tabuleiro forrado com papel vegetal dispõem-se rodelas de batata branca, salpicam-se de sal e põe-se uma rodada de rodelas de batata doce. Por cima metade da cebola salteada. Sobre a cebola, novamente rodelas de batata branca e de batata doce. A restante cebola e mais umas camadas de batatas brancas e doces. Por cima um pouco de azeite e sal e pimenta.

Leva-se ao forno por cerca de uma hora, até estar bem cozido.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 12 de Fevereiro de 2013

batatas

Estas batatas são mais uma das razões pelas quais eu não era capaz de embarcar em dietas livres de hidratos de carbono…!

É que são boas demais e embora sejam acompanhamento, por mim podiam ser o prato principal, são assim tão boas!!!

Adaptadas de uma receita que se chama "Batatas Hasselback". O nome é o do restaurante, em Estocolmo, na Suécia, onde primeiro apareceram, lá para os anos de 1700!!!

 

Batatas no Forno (Hasselback) 

 

 

8 batatas pequenas

1/3 de copo de azeite

Sumo de um limão

1 colher de sopa de mostarda

2 dentes de alho ralados

sal

Pimenta moída de fresco

 

Descascam-se e cortam-se as batatas (de preferência que sejam compridas, ovais). Para cortar as batatas com este efeito, corta-se um bocadinho para fazer uma base e depois põem-se duas colheres de pau, uma de cada lado da batata, e cortam-se em fatias. As colheres de pau impedem que se corte até ao fim e assim as batatas ficam inteirinhas.

Numa taça misturam-se o azeite, sumo de limão, mostarda, alho e sal.

Põem-se as batatas num tabuleiro e por cima deitam-se colheradas do molho e polvilha-se com pimenta. Levam-se ao forno até estarem bem douradinhas e cozidas (talvez uma hora, dependendo do tamanho das batatas). A meio pode-se pôr mais algum molho, se ainda houver de sobra, sobre as batatas.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 10 de Janeiro de 2013

reinventar receitas

Desde que experimentei esta receita, pensei logo que tinha muito potencial e que podia ser experimentada de outras formas.

E assim nasceu este prato, com as batatas cortadas em rodelas bem fininhas para assarem rápido e depois com os filetes por cima, mais um bocado no forno e uma refeição maravilhosa.

A repetir, sem dúvida!

 

Montinhos de Batata e Filetes

 

 

6 batatas

2 colheres de sopa de azeite

Sal e pimenta q.b.

4 filetes (pescada, solha, palmeta, etc.)

1 colher de sopa de orégãos

Raspa de limão

2 colheres de sopa de azeite

1 colher de sopa de manteiga

 

Cortar as batatas em rodelas muito finas, temperar com sal e pimenta e envolvê-las em duas colheres de sopa de azeite.

Colocar em oito montinhos mais ou menos rectangulares num tabuleiro forrado com papel de ir ao forno e levar a forno bem quente por meia-hora.

Misturar duas colheres de sopa de azeite com uma de manteiga, a raspa de limão e os orégãos.

Cortar os filetes em metades, salpicar de sal e pimenta e barrar com a pasta formada com o azeite e manteiga.  Colocar os filetes sobre os montinhos de batatas já meio cozidos e levar ao forno até acabar de assar, mais ou menos 20 minutos.

Retirar do forno e servir com esparregado ou uma salada.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Terça-feira, 18 de Dezembro de 2012

batatinhas

Gosto muito de acompanhamentos invulgares.

Estas batatas deixaram-me curiosa e acabei por as experimentar para acompanhar um bife de vitela com ovo estrelado.

Foram as estelas do jantar e era capaz de comer só batatas!

 

Batatas Picantes

 

 

4 batatas médias

1 cebola ralada

¼ de colher de chá de sementes de cominho

¼ de colher de chá de açafrão das Índias em pó

1 malagueta picada

óleo de girassol

Sal q.b.

 

Descascar e cortar as batatas em rodelas com cerca de meio centímetro.

Pisar as sementes de cominho num almofariz com o pilão. Misturar com a cebola ralada (ou pode ser picada e pisada também no almofariz).

Misturar esta pasta com as rodelas de batata juntamente com o açafrão, a malagueta e o sal. Deitar esta mistura numa frigideira com umas colheradas de óleo de girassol e um pouco de água, (umas três ou quatro colheres de sopa de água).

Tapar a frigideira e deixar fritar no mínimo, revolver de vez em quando. Quando as batatas estiverem cozinhadas, retira-se a tampa e deita-se mais um bocadinho de óleo e deixa-se fritar de modo a ficar tostadinho. No total demora cerca de meia hora a fazer.

 

Nota: a receita original era com sementes de funcho (erva-doce) só que eu, meio pitosga, em vez de pegar nessas peguei nas de cominhos que são parecidas à vista e acabou por ser com cominhos. Mas ainda hei-de experimentar a versão original e depois digo como ficou.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2012

pega na cesta...

Não podia deixar passar esta receita! É que não podia.

 

Cestinhas de Batata

 

 

3 colheres de sopa de azeite

Sal e pimenta q.b.

4 hastes de tomilho fresco

6 batatas médias

Azeite para untar as formas

 

Cortar as batatas às rodelas muito fininhas (o robot de cozinha é uma ajuda preciosa para fazer isto).

Envolver as rodelas de batata com o azeite, o sal e pimenta e o tomilho em pedacinhos.

Untar formas de queque com azeite e dividir as batatas pelas formas (a mim deu para fazer nove). Polvilhar com mais um pouquinho de pimenta e um fiozinho de azeite.

Levar ao forno tapado com papel de alumínio por cerca de 20 minutos, depois retira-se o papel e deixa-se acabar de cozinhar e alourar. No total cerca de meia hora ou pouco mais.

Quando estiver pronto, retira-se do forno e tiram-se as cestinhas das formas com a ajuda de uma colher ou garfo.

Servir com carne grelhada com um esparregado a acompanhar.

 

Nota: a camada de fora fica muito tostadinha e acaba por formar a cesta

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 28 de Agosto de 2012

outras tortilhas

Quando vi esta receita no blogue Outras Comidas soube que tinha mesmo que a experimentar. E ainda bem porque é uma versão rápida e saborosa da tortilha à espanhola.

Os ingredientes vão sem quantidades porque depende do que queremos fazer. Mas sigam a receita passo-a-passo que não falha de certeza.

 

Tortilha de Batata à Preguiçoso

 

 

1 cebola grande

Batata palha

Azeite

Ovos

Pimenta

 

Numa frigideira amolecer a cebola cortada em meias luas no azeite quente. Adicionar a batata palha (de compra – por isso é que é à preguiçoso…) e tapar com um testo até amolecer a batata.

Bater os ovos e temperar com pimenta. Juntar à frigideira e deixar fritar de um lado. Depois virar para o outro lado com a ajuda do testo [tampa] e voltar a meter na frigideira para fritar do outro lado.

Servir com uma salada e Pimentos de Padrón fritos em azeite.

 

Nota: não usei sal porque a batata frita já é bastante salgada

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 16 de Julho de 2012

salada batata

Obviamente descuidei-me a cozer as batatas e a salada de batatas mais parece uma salada de puré de batatas. No entanto, ficou deliciosa o que me leva a querer experimentar novamente. Só que da próxima vez ou uso batatas que não se desfaçam a cozer ou então tenho que pôr um despertador ao pé do fogão. Não é que eu adormeça, mas a fazer milhentas coisas ao mesmo tempo, alguma vai falhar…

 

Salada de Batata com Aipo, Aneto e Cebolinhas 

 

 

4 batatas grandes

sal

2 cebolinhas

1 talo de aipo

1 haste de aneto (endro)

Vinagre

Azeite

Mostarda

Pimenta

 

Cozer as batatas inteiras com a pele em água com sal. Depois de cozidas, escorrem-se e deita-se uns esguichos de vinagre nas batatas dentro to tacho onde cozeram. Abana-se o tacho.

Retiram-se as batatas e cortam-se em bocados, com ou sem a pele, conforme se gostar mais, eu prefiro com a pele. Estas ficaram um bocado cozidas demais porque são novas e muito farinhentas (ter cuidado com a cozedura para isto não acontecer).

Numa taça misturam-se as batatas com o aipo, cebolinha e aneto tudo picado. Envolve-se e tempera-se com um molho feito com azeite, vinagre e mostarda. Polvilha-se com pimenta moída.

Serve-se quente ou fria. Óptima para acompanhar rissóis, churrasco, etc.

 

 

(cebolinha, aipo e aneto)

 

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 28 de Junho de 2012

Olé!!!

Não os comemos mas podemos comer as comidas deles {#emotions_dlg.blink}

Aqui estão algumas receitas que quedaron muy ricas!!!

 

Polvo à Feira (Polbo a Feira)

 

 

1 polvo pequeno

Sal grosso

Azeite

Pimentão em pó

 

Cozer o polvo na panela de pressão com um pouco de água durante 25 minutos logo que comece a ferver.

Retirar da panela, escorrer e cortar em rodelas. Salpicar com uma pitada de sal grosso.

Temperar com azeite e polvilhar com pimentão em pó.

 

Batatas com molho Alioli (Patatas Alioli)

 

 

 

4 batatas

1 ovo

Sumo de 1 limão grande

1 dente de alho grande

Óleo de girassol

Cebolinho

 

Cozer as batatas em rodelas. Escorrer a água e reservar.

Num copo misturador faz-se o molho Alioli: põe-se o ovo, o dente de alho, o sumo de um limão e óleo. Com a varinha mágica emulsiona-se de modo a ficar um molho mais líquido do que a maionese. Se necessário junta-se mais sumo de limão.

Envolvem-se as batatas no molho e polvilham-se com cebolinho cortado às rodelas.

 

Pão com Tomate (Pa amb tomaquet)

 

 

 

1 baguete

1 dente de alho

Azeite q.b.

1 tomate

Orégãos

 

Retirar as sementes ao tomate e ralar para ficar uma polpa. Descartar a pele.

Cortar a baguete em fatias e torrar ligeiramente.

Raspar o dente de alho nas tostas.

Servir as tostas com o tomate polvilhadas com os orégãos.

 

Nota: Regar com Sangria!

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 4 de Junho de 2012

é o que apetece...

Às vezes apetece qualquer coisa leve ao jantar, que não seja tão leve como uma salada mas que também não seja tão complicada de fazer que nos tire a vontade. Esta receita de panquecas de batata foi o ideal, com umas ligeiras alterações e só tenho a dizer que para a próxima não faço só com duas batatas! Pois, era assim tão bom!

 

Pataniscas de Batatas

 

 

2 batatas grandes

Uma cebola pequena

1 dente de alho

1 pedacinho de gengibre (cerca de 2 cms)

1 ovo

Sal e pimenta

Ervas aromáticas

Óleo para fritar, pouco

 

Ralar as batatas e espremer o excesso de água. Deitar numa taça e juntar a cebola picada e o gengibre e alho também ralados. Adicionar o ovo e temperar com sal e pimenta.

Mexer bem e juntar as ervas escolhidas. Usei apenas endro mas pode ser com salsa, cebolinho, aipo, rosmaninho, tomilho, etc.

Aquecer óleo de girassol numa frigideira e fritar esta mistura às colheradas que se espalmam para parecer panquecas.

Servir quente ou frio com molho de iogurte.

 

Nota: para fazer o molho usei iogurte grego com raspa de limão e cebolinho picado.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quarta-feira, 16 de Maio de 2012

perishable thoughts

No inverno atirei uma batata meio podre para a horta, com preguiça de a ir meter na caixa de composto. Ficou ali caída debaixo do pessegueiro e passado pouco tempo já nem sequer se via.

Aqui há uns tempos comecei a ver uma rama de batata, muito frondosa, e como não estorvava, lá continuou.

No domingo passado, enquanto arrancava ervas daninhas, sem querer puxei a rama da batata e não é que com ela apareceram estas belezuras???

É como se costuma dizer, na natureza nada se perde...

 

Batatas Novas

 

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Segunda-feira, 23 de Abril de 2012

empadões

Há comidas que geram um ambiente de conforto, de caseiro, de familiar.

Gosto de empadões, dão-me esse sentimento de comida feliz

 

Empadão de peixe

 

 

4 postas de pescada

1 cebola

1 alho francês

Sal

Pimenta fresca

1 copo da água de cozer o peixe

1 copo de leite

3 colheres de sopa de azeite

2 colheres de sopa de farinha

2 ovos

1 molhinho de salsa picada

Azeitonas

 

Para o puré:

6 batatas, leite, manteiga e noz moscada

 

Cozer as postas de pescada com os ovos e as batatas em água temperada com sal.

Escorrer e reservar 1 copo de água da cozedura.

Retirar peles e espinhas à pescada e separar em lascas. Reservar.

Amolecer a cebola cortada em meias luas e o alho francês cortado em rodelas no azeite. Salpicar a farinha por cima mexendo bem e juntar a água de cozer a pescada e o leite. Mexer bem e temperar com pimenta acabada de moer. Deixar engrossar. Adicionar o peixe desfiado e a salsa picada.

Deitar esta mistura numa tarteira ou tabuleiro. Por cima põem-se os ovos cortados em rodelas e tapa-se tudo com o puré.

Levar ao forno enfeitado com as azeitonas por cerca de 20 minutos.

 

Para o puré:

Passar as batatas cozidas num passe-vite e adicionar leite e manteiga a gosto para fazer um puré leve. Temperar com noz moscada.

 

Nota: Pode ser usado outro peixe em vez da pescada

 

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 5 de Março de 2012

a pedido...

Aqui há uns tempos alguém me pediu uma receita de lulas recheadas. Não é prato que costume fazer mas ficou a vontade de experimentar. Como não tinha receita para seguir, aproveitei uma sobra de carne picada que tinha comprado para fazer uns hambúrgueres e fiz assim.

 

Lulas Recheadas em molho de fricassé 

 

 

10 lulas médias limpas

100 grs de carne picada

1 cebola picada

1 raminho de salsa picado

Os tentáculos das lulas picados

Sal

Pimenta

 

Juntar a carne picada (usei uma mistura de vitela, porco e peru) com a cebola, a salsa e os tentáculos das lulas. Temperar com sal e pimenta. Rechear as lulas com este preparado. Fechar as lulas com palitos. Reservar (podem ser congeladas nesta fase para usar mais tarde).

 

Para o molho de fricassé:

1 cebola picada

1 dl de azeite

2 tomates maduros picados

1 dl de vinho branco

sal

1 gema de ovo

1 colher de sopa de mostarda

sumo de um limão pequeno

 

Num tachinho alourar a cebola no azeite. Juntar os dois tomates picados sem pele e o vinho. Deixar refogar e se necessário juntar um pouco de água. Temperar de sal a gosto. Adicionar as lulas e deixar cozer por cerca de 20 minutos juntando um pouco mais de água se o molho se evaporar.

Numa tacinha bate-se a gema de ovo com a mostarda e o limão. Junta-se esta mistura ao molho de tomate e mexe-se bem, sem deixar ferver.

Serve-se com puré de batata.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 9 de Fevereiro de 2012

costeletas???

 

No outro dia fui ao talho e alguém que estava ser atendido pediu costeletas de peru. Fiquei logo de ‘orelhas no ar’ a ver o que aquilo ía dar pois não estava lá a ver muito bem o que seriam as costeletas…

A senhora do talho pegou numa coxa de peru e cortou-a em rodelas. Aquilo realmente ficou parecido com costeletas. Claro que tive que experimentar (sou uma copiona…)

 

Costeletas de Peru no Forno

 

 

1 coxa de peru cortada em rodelas

2 cebolas

10 dentes de alho

1 batata doce

4 batatas

1 limão

Sal

Orégãos

1 copo de vinho

1 copo de água

½ copo de sumo de laranja

2 dl de azeite

 

Num tabuleiro de ir ao forno dispõem-se as cebolas cortadas em meias luas e os alhos inteiros e com casca.

Por cima põem-se as batatas doces e batatas cortadas às rodelas. Não é preciso descascar, devem apenas ser bem lavadas.

Sobre as batatas dispõem-se as costeletas de peru e salpicam-se com sal e orégãos a gosto.

Corta-se o limão bem lavado às rodelas finas que se põem-se sobre os restantes ingredientes. 

Mistura-se o vinho, a água e o sumo de laranja e verte-se no tabuleiro. Por cima põem-se umas goladas de azeite.

Vai ao forno a cozer por cerca de hora e meia, na primeira hora tapado com uma folha de alumínio e nos restantes 30 minutos retira-se a folha de alumínio e deixa-se alourar.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:30
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Terça-feira, 13 de Dezembro de 2011

batata-doce

Mais uma sugestão: Quando temos que usar o forno, podemos aproveitar também para assar batatas-doces. Embrulham-se em papel de alumínio e põem-se dentro do forno até estarem assadas. Não tem manutenção nenhuma e podem depois ser comidas assim ou usadas noutras comidas, como esta.

 

Sopa de Batata-doce assada

 

 

1 alho francês

Azeite q.b.

2 batatas médias

1 curgete pequena

1 batata-doce assada

4 dentes de alho assados

750 ml de água

Sal q.b.

Sementes de abóbora

 

Numa panela salteia-se o alho francês em rodelas no azeite.

Juntam-se as batatas cortadas em pedaços, a curgete (sem casca) também cortada em pedaços, a batata-doce assada e sem pele e a polpa dos alhos assados. Mexe-se bem e junta-se a água. Tempera-se com sal a gosto e deixa-se cozer por 20 minutos.

Passa-se com a varinha mágica e serve-se com sementes de abóbora salteadas numa frigideira sem gordura (cuidado que saltam como se fossem pipocas…)

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:15
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 12 de Dezembro de 2011

é típico

É raríssimo fazer pratos que levem batatas fritas, como a carne de porco à alentejana ou o bacalhau com natas.

Por norma não fazia batatas fritas em casa, até ter descoberto uma maneira mais saudável de as fazer. E isso permite-me saborear alguns pratos tradicionais da nossa gastronomia, que são mesmo bons.

 

Carne de Porco à Portuguesa

 

 

400 grs de carne de porco cortada em quadrados

1 colher de sopa de massa de pimentão

1 dl de vinho branco

1 folha de louro

Sal

Pingue

Azeite

Batatas fritas em quadrados

Coentros

 

Pôr a carne com a massa de pimentão, o sal, o louro e o vinho branco a marinar por umas horas (pode ser de véspera).

Numa frigideira, põe-se uma colher de sopa bem cheia de pingue e duas colheres de azeite. Quando estiver quente, frita-se a carne. Vai-se mexendo para que a carne aloure por todos os lados. Se necessário vai-se acrescentando líquido da marinada para ficar com molho.

Juntam-se as batatas previamente fritas e envolve-se bem. Polvilha-se com coentros e serve-se com uma boa salada.

 

Nota: As batatas foram fritas usando este método.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 18 de Agosto de 2011

belas batatas

Vi esta receita aqui e logo tive que a experimentar, além de curiosa, tem uma história a acompanhar.

Já foi feita algumas vezes mas só agora documentada em foto.

Ficam tão boas que se eu tivesse fritadeira esta receita era a razão ideal para a reformar. Esta receita é maravilhosa, fácil e as batatas ficam espectaculares. A sério!

 

Batatas ‘Fritas’

 

 

2 batatas grandes

1 colher de chá de Adobo

2 colheres de sopa de azeite

3 colheres de sopa de água

 

Cortar as batatas em palitos grossos.

Polvilhar com o adobo (ou sal, pimenta, orégãos, tomilho, ervas de Provença, etc.)

Colocar numa frigideira larga de fundo antiaderente. Por cima põe-se o azeite e a água e leva-se ao lume. Tapa-se com uma tampa anti salpicos e deixa-se fritar em lume brando por dez minutos. Viram-se as batatas para tostar também do outro lado e deixam-se fritar por mais uns dez minutos. Quando estiverem lourinhas, estão prontas. 

 

Nota: O Adobo é um sal aromatizado com ervas aromáticas (passe a redundância...)

 

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 30 de Junho de 2011

bacalhuças & acelgas

É tão versátil o bacalhau, por mais receitas que façamos ou inventemos é sempre uma maravilha o resultado final.

Acho que à excepção de Bacalhau à Espanhola, um prato que era muito costume lá em casa quando eu era miúda, gosto de todos os pratos de bacalhau, conhecidos e por conhecer {#emotions_dlg.smile}

 

Bacalhau com Acelgas e Natas

 

 

1 cebola grande

4 dentes de alho

1 embalagem de migas de bacalhau

6 batatas médias

1 molho de acelgas (ou espinafres)

azeite

vinagre

pimenta preta

sal

1 dl de natas

 

Alourar a cebola e o alho cortados em rodelas em bastante azeite. Quando estiver louro salpica-se com vinagre e juntam-se as migas de bacalhau demolhadas e escorridas.

Mexe-se bem e adicionam-se as acelgas cortadas em juliana grossa (apenas as folhas ou então espinafre, também apenas as folhas) e tempera-se de sal e pimenta.

Entretanto cozem-se as batatas em rodelas médias e escorrem-se.

Num tabuleiro fazem-se camadas de cebolada com bacalhau e acelgas, batatas às rodelas, novamente a cebolada e por cima põem-se as natas. Leva-se ao forno o tempo suficiente para alourar.

 

Nota: Usei natas de soja do Pingo Doce

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 19 de Maio de 2011

à moda da minha Mãe

A minha Mãe é de uma freguesia que pertence a Sever do Vouga. Esta zona é muito afamada pela sua vitela assada e arroz de forno, normalmente feitos em forno de lenha (a minha Mãe tem um) onde também se coze a broa de milho.

Esta receita é à moda de lá, como já é feita há muitos anos e apesar da sua simplicidade, é excelente.

Não há festa ou ocasião especial que não tenha este prato à mesa.

Experimentem!

 

Vitela assada à Severense com Arroz de Forno

 

 

1 cebola cortada em quartos

1 tomate cortado em pedaços

1 folha de louro

1 naco de vitela

batatas descascadas com um golpe

vinho q.b.

água q.b.

azeite q.b.

pingue q.b.

sal

 

Arroz de Forno

1 copo de arroz

2 copos de água

sal

1 cebola pequena

1 pé de salsa

1 golpe de azeite

 

Para a Vitela:

Colocar os ingredientes num tabuleiro de barro pela ordem, temperar com sal grosso e levar ao forno bem quente por cerca de duas horas. A carne pode ser cortada em nacos grandes ou apenas numa peça. A meio da cozedura podem-se voltar as carnes e batatas para tostar por igual.

 

Para o Arroz:

Colocar os ingredientes numa caçarola de barro e levar ao forno. Fica seco e tostado.

 

Nota: Esta foi temperada pela minha Mãe {#emotions_dlg.orangeflower}

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:15
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (8) | favorito
|
Terça-feira, 3 de Maio de 2011

oh que bom

Já vos aconteceu andarem para experimentar uma receita há muito tempo e depois, quando finalmente a fazem, alteram tanto a dita que sai completamente diferente?

Esta receita era para ser com massa folhada a tapar o creme de peixe. Mas quando decidi experimentá-la, acabei por fazer antes um puré de batata e abóbora, ligeiramente inspirada numa receita do Rick Stein.

Se ficou melhor? Não sei. Mas lá que ficou uma maravilha, lá isso...

 

Pie de Peixe

 

 

Creme de peixe

4 postas de peixe branco

2 ovos

2 alhos franceses

Azeite q.b.

2 colheres de sopa de farinha

1 ½ copos de água de cozer o peixe

½ copo de leite

1 raminho de salsa e endro

Sal & pimenta

 

Puré

250 grs de abóbora

750 grs de batatas

Sal

1 colher de sopa de manteiga

½ copo de leite quente

Noz moscada

 

Cozer o peixe e os ovos em água temperada de sal (usei pescada e abrótea). Escorrer e reservar a água.

Retirar peles e espinhas ao peixe e reservar. Descascar os ovos e cortar em rodelas.

Num tachinho aloura-se o alho francês cortado em rodelas em azeite. Salpica-se com a farinha e adiciona-se líquido (água de cozer o peixe e leite) mexendo sempre de modo a ficar um creme não muito grosso. Adiciona-se o peixe em lascas e a salsa e o endro picadinhos. Tempera-se de sal e pimenta e reserva-se.

Entretanto prepara-se o puré. Coze-se a batata e a abóbora em água com sal. Escorrem-se e passam-se no passe-vite ou num aparelho de esmagar batatas para puré. Adiciona-se a manteiga e mexe-se bem. Junta-se o leite mexendo para ficar cremoso e leve e tempera-se com noz moscada.

 

Num tabuleiro ou forma refractária para tartes põe-se o creme de peixe no fundo, por cima espalham-se as rodelas de ovo cozido e sobre isto o puré.

Vai ao forno por cerca de 20 minutos até fervilhar.

Servir com legumes cozidos.

 

Nota: O endro também é conhecido por funcho fedorento, dada a sua parecença com o funcho embora o cheiro e sabor sejam completamente distintos.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 3 de Março de 2011

sabores mediterrânicos

Para aproveitar que o tempo ainda pede forno e cozinhas quentinhas, esta receita é ganhadora!

E deixa o tempo livre para cirandar pela casa, quintal ou até para não fazer nada.

 

Frango no forno com alecrim

 

 

1 alho francês

3 cenouras pequenas

8 batatas pequenas

6 dentes de alho

12 pimentos Padrón

1 limão pequeno

4 pernas e coxas de frango

1 haste de alecrim

1 dl de vinho branco

1 dl de água

1 dl de azeite

Sal

Pimenta fresca

 

Num tabuleiro grande põe-se o alho francês cortado ao alto e depois em quatro bocados. Por cima espalham-se as cenouras cortadas ao alto, as batatas, também cortadas na vertical, os dentes de alho sem descascar, os pimentos de Padrón (podem ser substituídos por pimento verde ou mesmo omitidos) e o limão com a casca cortado em quartos.

No meio do tabuleiro arranja-se espaço para as coxas e pernas de frango. Por cima do frango parte-se a haste de alecrim em bocados e tempera-se tudo com sal e pimenta moída na altura.

Deita-se o vinho, a água e o azeite sobre os ingredientes no tabuleiro e tapa-se com papel de alumínio.

Vai a forno bem quente por 40 minutos, altura em que se retira o papel de alumínio e volta-se a colocar no forno por mais 30 minutos, até estar bem dourado e o frango bem assado.

Servir com esparregado.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:30
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Terça-feira, 22 de Fevereiro de 2011

batatinhas forno

O que eu gosto de batatas!!! E de arroz!!! E de massa!!!

Mas estas batatas, feitas segundo uma receita de uma revista de supermercado inglesa (Safeway ou Somerfield, já não me lembro) são mesmo especiais.

Pronto, ficam com um ar de quem lhe correu mal alguma coisa mas são mesmo super saborosas. 

 

Batatinhas Tostadas no Forno

 

 

Batatas brancas

Sal

Azeite

 

Escolher batatas que sejam farinhentas.

Descascam-se cortam-se em bocados grandes. Cozem-se em água e sal por 8 minutos.

Entretanto põe-se um tabuleiro no forno quente com azeite no fundo para ir aquecendo.

Retirar as batatas do lume e escorrer. Ainda dentro do tacho, com a tampa, dá-se umas abanadelas ao tacho para que as batatas fiquem um bocadinho amassadas. Deitam-se sobre o azeite que já está bem quente no tabuleiro e vão ao forno por 30 minutos, retira-se o tabuleiro do forno, voltam-se as batatas para tostar do outro lado e levam-se novamente ao forno por mais 15 a 20 minutos.

Ficam criminosamente boas. Não se deixem enganar pelo aspecto...

Excelentes para acompanhar carnes.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Quinta-feira, 18 de Novembro de 2010

polvo

O polvo só tem, a meu ver, um senão: é muito caro e por isso não se faz tantas vezes como gostaria. Mas quando se faz é uma festa e tenta-se dar-lhe a melhor companhia. Aqui foi ao forno e ficou mesmo mesmo bom.

Excelente para variar de assados com carne.

 

Polvo Assado no Forno

 

 

Para cozer o polvo:

1 polvo com cerca de 1,5 kg

água q.b.

1 cebola pequena

 

Descasca-se a cebola e põe-se na panela de pressão juntamente com o polvo coberto de água. Vai ao lume e deixa-se cozer por 20 minutos após levantar fervura e a panela começar a largar o vapor.

 

Para o assado:

1 cebola grande em rodelas

2 tomates maduros em rodelas

10 pimentos de Padron

8 batatas cozidas com a pele

1 ramo de salsa

sal

pimenta

água de cozer o polvo

vinho

azeite

 

Num tabuleiro põe-se a cebola em rodelas, por cima o tomate e os pimentos e sobre esta cama dispõe-se o polvo previamente cozido. Ao lado põem-se as batatas, também cozidas e esmagadas ligeiramente com um murro. Por cima de tudo a salsa.

Tempera-se com sal e pimenta fresca. Rega-se com o azeite, umas boas goladas dele. O vinho, meio copo é suficiente e também um bocadinho da água de cozer o polvo, para ajudar a fazer o molho.

Vai ao forno bem quente em tabuleiro de barro por cerca de 30 a 40 minutos, até estar mesmo bem douradinho.

Para acompanhar muito pão, que este molho não se pode desperdiçar!

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Segunda-feira, 15 de Novembro de 2010

ramequins

Quando, por terem sobrado quatro batatas cozidas, se dá asas à imaginação...

 

Mini Empadões de Puré com Beringela, Fiambre e Queijo

 

 

4 batatas cozidas

1 gema de ovo

4 fatias de queijo

4 fatias de Fiambre de Peru

1 beringela

Pimenta fresca

Noz moscada

 

Cortar a beringela às rodelas e salpicar de sal. Deixar repousar por dez minutos. Passar por água, secar e grelhar numa frigideira quente, apenas pincelada com a zeite. Depois de grelhadas, reservar.

Esmagar as batatas e misturar a gema de ovo. Temperar com pimenta fresca e noz moscada.

No fundo de dois ramequins põe-se um bocado do puré de batata. Por cima dispõem-se rodelas de beringela, fatias de queijo e de peru, novamente rodelas de beringela e por cima de tudo o restante puré.

Vai ao forno a alourar por cerca de 20 minutos.

Acompanhar com uma salada ou legumes cozidos.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 14 de Outubro de 2010

acompanhamentos que viram a estrela da festa

Mais uma vez recorri ao blog J'en reprendrai bien un bout para me inspirar numa receita fabulosa!

A repetir, rapidamente.

 

Batatas com Cebolinho e Avelãs

 

 

Cobertura:

40 grs de manteiga fria

40 grs de queijo parmesão ralado

40 grs de avelãs em pó

100 grs de fécula de batata

1 pitada de açafrão em pó

 

Com as pontas dos dedos misturar os ingredientes acima de modo a ficar uma mistura em migalhas.

 

Base:

5 batatas médias em fatias muito finas

1 dl de leite

20 grs de manteiga amolecida

2 ovos

1 dente de alho ralado

1 pitada de sal

Pimenta fresca

70 grs de fécula de batata

1 colher de chá de fermento em pó

20 hastes de cebolinho finamente picadas

20 folhas de manjericão finamente picadas

1 raminho de salsa finamente picada

 

Numa taça mexem-se os ovos, o leite e a manteiga amolecida. Temperar de sal e pimenta e juntar a polpa do alho.

Adicionar a fécula de batata e o fermento e mexer bem para não ficar com grumos. Juntar o cebolinho, o manjericão e a salsa.

 

Com o robot de cozinha, ou à mão, cortam-se as batatas em rodelas muito finas e dispõem-se num pyrex previamente untado.

Sobre as batatas deita-se o preparado de leite e ovos de modo a cobrir bem todas as batatas.

Sobre este preparado polvilham-se as migalhas da cobertura e leva-se a forno bem quente por cerca de uma hora.

 

Deixar arrefecer ligeiramente antes de cortar em quadrados.

Servir como acompanhamento ou como refeição principal acompanhado de uma salada.

 

Notas: 

1. Fiz algumas alterações a esta receita: não usei queijo parmesão no topo, omiti o manjericão e substitui as avelãs por sementes de girassol.

2. Apesar de levar açafrão na cobertura, a cor bastante amarela do conjunto foi dada pelos 2 ovos que usei, caseiros!!!

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Terça-feira, 29 de Junho de 2010

mais festas populares

Desde que me lembro que conheço esta receita. Não sei de onde veio, talvez alguém a tenha dado à minha Mãe e nunca a vi escrita em lado nenhum.

Era costume fazê-la em aniversários lá em casa pois como éramos muitos este bolo dava para todos.

Já não a fazia há mesmo muito tempo. Desta vez foi para uma festa de S. João.

 

Bolo de Batata

 

 

 

400 grs de açúcar

5 ovos

250 grs de batata cozida e passada no passe-vite

Raspa de um limão

250 grs de farinha

1 colher de chá de fermento

 

Batem-se as gemas com o açúcar até ficar um creme bem volumoso e esbranquiçado. Mistura-se o puré de batata e a raspa do limão.

Batem-se as claras em castelo e misturam-se alternadamente com a farinha e o fermento no resto da massa.

Vai ao forno em foram redonda, sem buraco, untada e enfarinhada. Coze cerca de 40 a 50 minutos em forno médio. Verificar com um palito.

Desenforma-se e deixa-se arrefecer numa rede. Corta-se em duas rodelas, recheia-se com um creme a gosto, barra-se e enfeita-se.

Para este usei natas batidas e morangos.

 

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:30
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quarta-feira, 16 de Junho de 2010

favoritas de hoje

Gosto muito de batatas. Fritas então!!! Só que não frito em casa, o cheiro a fritos, a gordura em excesso, etc... ná, se é para isso não me convidem.

Mas, quem não tem cão caça com gato por isso 'inventei' estas belezuras. Super saborosas, não dão muito trabalho a fazer (condição 'sine qua non') e com ar de quem está mesmo a pedir que as comam

 

Batatas alouradas

 

 

4 batatas médias

água q.b.

sal q.b.

4 dentes de alho

2 colheres de sopa de azeite

orégãos

 

Lavam-se bem as batatas e cortam-se em rodelas de cerca de 1 cm (com casca e tudo).

Levam-se ao lume num tacho com água temperada com sal. Deixa-se levantar fervura e cozer por cerca de 12 minutos após ferver.

Escorrem-se da água.

Numa frigideira larga alouram-se os dentes de alho esmagados no azeite e juntam-se as rodelas de batatas. Deixam-se alourar e viram-se para alourar também do outro lado. Manusear com cuidado para ficarem direitinhas.

Depois de retirar da frigideira polvilham-se com orégãos ou outra aromática, ou mistura, à escolha.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:30
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Sábado, 1 de Maio de 2010

um bom dia

Mais uma novidade da época: as ervilhas tortas (ou ervilhas de quebrar). São muito tenrinhas e a sua época é bastante curta por isso o melhor é aproveitar enquanto há!

 

Bacalhau no forno com ervilhas tortas

 

 

 

2 postas grandes de bacalhau

8 batatas

250 grs de ervilhas tortas

2 ovos

2 cebolas

2 dentes de alho

1 haste de aipo

2 dl de azeite

1 colher de sopa de vinagre

12 azeitonas

 

Cozer o bacalhau por 20 minutos. Retirar da água e nessa mesma água cozer as batatas descascadas e cortadas em rodelas grossas. Quando levantar fervura, adicionam-se as ervilhas tortas e os ovos. Deixar cozer por 15 minutos e escorrer.

Descascar os ovos e limpar o bacalhau de peles e espinhas, separando em lascas grandes.

Entretanto prepara-se uma cebolada numa frigideira com as cebolas cortadas em rodelas fininhas, o aipo cortado também em rodelas e os dentes de alho picados. Deixa-se alourar e adiciona-se uma colher de sopa de vinagre.

Num tabuleiro deitam-se umas colheres de cebolada, por cima põe-se uma camada de batatas, ervilhas e ovos. Sobre esta camada põem-se as lascas do bacalhau e tempera-se de pimenta fresca. Mais uma camada de cebolada e novamente batatas, ervilhas e ovos. Por cima põe-se a restante cebolada e enfeita-se com azeitonas. Volta-se a polvilhar com pimenta.

Vai ao forno quente alourar por 20 minutos.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 15:06
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
|
Quarta-feira, 28 de Abril de 2010

acompanhantes

 

Estas batatas são excelentes para acompanhar carnes grelhadas.

Está mesmo na altura delas! Quando são novinhas são meio adocicadas e o sabor é muito diferente das batatas no resto do ano. O resultado final desta receita são umas batatas que ficam caramelizadas com os açúcares que libertam enquanto assam. 

Experimentem, que isto passa-lhes rápido!

 

Batatas novas no forno com funcho

 

 

1 kg de batatinhas novas

1 bolbo de funcho

1 cebola

ervas de provença q.b.

sal q.b

2 dl de azeite

 

Lavam-se as batatas muito bem para retirar toda a terra. Cortam-se ao alto mas sem separar as duas metades e põem-se num tabuleiro ou num pyrex para levar ao forno.

Descasca-se a cebola e corta-se grosseiramente em meias luas. Corta-se o funcho do mesmo modo e espalha-se a cebola e o funcho sobre as batatas.

Tempera-se com ervas de provença (ou outra escolha de ervas aromáticas) e sal. Por cima deita-se o azeite em fio.

Vai ao forno por cerca de uma hora. Convém ir abanando o tabuleiro para que não pegue ao fundo.

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 87 seguidores

cuscar

quantos são? quantos são?

HTML Hit Counter
pc computer components

digam qualquer coisa

coolinaria@sapo.pt

A Belita no Facebook!

My taste

mytaste.pt

armazém de receitas

tags

todas as tags

os meus livros de receitas, alguns...

blogs SAPO

subscrever feeds