Terça-feira, 16 de Fevereiro de 2016

de outras paragens

 

Quando vi esta receita decidi logo que a ía experimentar. Só fui uma vez à Noélia (em Cabanas de Tavira), já foi há uns anos valentes e do que me lembro é de um arroz de coentros como nunca tinha comido.

Além disso, tenho encontrado na praça uns belos robalos do mar e nada melhor para esta receita do que um robalo a sério.

Pedi à peixeira para separar os filetes e após algumas explicações (é como se estivesse a escalar o peixe, só que é dos dois lados… é para separar os lombos da espinha…) lá fui ao resto das compras passando novamente na banca do peixe à saída para pagar e levar a minha encomenda.

Quando cheguei a casa ia-me dando um treco porque ela tinha deitado fora as espinhas!!!! Oh minha senhora, desse peixe só não quero as escamas e as tripas! O resto levo tudo, logo vejo o que lhe faço!!! Vou ter que ter uma conversinha com ela 

Mas pronto, lá me safei com a cabeça, o rabo e a parte da barriga para fazer um caldo.

Experimentem, nem que seja com um robalito de ‘aviário’. Esta receita vale mesmo a pena!

 

Arroz de Limão com Robalo

 

robalo.jpg

 

6 colheres de sopa de azeite

1 ou 2 dentes de alho picados

1 cebola picada

1 copo de arroz carolino

3 copos de caldo de cozer o peixe

1 limão

1 vagem de cardamomo

1 molho de coentros

1 robalo

 

Pedir na peixaria para retirarem os filetes ao robalo e aproveitar a cabeça e espinhas para fazer um bom caldo (com 1 folha de louro, sal). Cortar os filetes em bocados grandes e temperar com umas pedras de sal.

Aquecer o azeite num tacho e adicionar os alhos picados, deixar alourar, juntar a cebola e continuar a  estrugir. Adicionar o arroz, mexer para não pegar e juntar também o caldo de peixe, o sumo do limão, um bocado da casca do limão e o cardamomo. Deixar levantar fervura e baixar o lume, mexendo de vez em quando para ir envolvendo bem o azeite no arroz.

Quando já faltar pouco, adicionam-se os bocados de peixe (eu pus com a pele) e uma mão-cheia de coentros picados grosseiramente. Mexe-se e deixa-se acabar de cozinhar. Deve ficar um arroz caldoso. Serve-se com mais coentros.

 

Nota: A receita original também leva ameijoas e com certeza fica ainda melhor com elas mas eu não tinha e recuso-me a usar daquela praga vietnamita que anda por aí…

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
2 comentários:
De João Pedro a 17 de Fevereiro de 2016 às 15:46
Gosto sempre de saber que sou lido e após a leitura pode-se fazer/comer o que eu escrevi. E viva a Noélia!
De belitaarainhadoscouratos a 18 de Fevereiro de 2016 às 09:12
com pratos destes, só pode!!! :)

Comentar post

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 87 seguidores

cuscar

quantos são? quantos são?

HTML Hit Counter
pc computer components

digam qualquer coisa

coolinaria@sapo.pt

A Belita no Facebook!

My taste

mytaste.pt

armazém de receitas

tags

todas as tags

os meus livros de receitas, alguns...

blogs SAPO

subscrever feeds