Quinta-feira, 24 de Julho de 2014

não é chinês...

Este prato é muito simples de fazer e também bastante rápido se usarmos umas fatias de carne cortadas o mais fino possível (pode ser peru ou frango).

Parece refeição domingueira mas faz-se num instantinho! Encontrei a receita aqui.

 

Peru com Amêndoas

 

 

250 grs de peito de peru cortado em fatias finas

2 colheres de sopa de amêndoa laminada

1 limão

½ copo de vinho branco (cerca de 125 ml)

Sal

Pimenta

Azeite

 

Temperar as fatias de peru com sal, pimenta e sumo de limão. Deixar repousar por uns minutos.

Numa frigideira alourar as amêndoas em lume brando de modo a não queimarem. Reservar.

Na mesma frigideira põe-se azeite no fundo e salteia-se o peru, de modo a ficar lourinho. Adiciona-se o vinho e rectificam-se os temperos e deixa-se fervilhar até quase evaporar o líquido. Adicionam-se as amêndoas tostadas e serve-se com arroz branco e uma salada.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Quarta-feira, 23 de Julho de 2014

perishable thoughts...

É um fruto? É um legume? É o super-homem? Não, são beringelas!!! 

A beringela (Solanum melongena) é uma ‘baga’ oriunda do sudoeste asiático embora se possa encontrar por todo o lado já que é de fácil cultivo.

Tem um formato oval, daí o nome que lhe dão na américa do norte ser eggplant (planta ovo).

Dizem que são excelentes a ajudar a combater o colesterol, há muita gente que as põe de molho durante a noite e depois bebe aquela água e acha que o colesterol desaparece… não será bem assim embora tenha propriedades antioxidantes e costume dar uma corrida aos radicais livres que teimam em andar à solta na nossa corrente sanguínea.

É bastante rica em fibra, vitamina B1 e cobre. Além disso tem também muito manganésio, potássio e vitaminas B6 e K.

Muita gente não gosta de beringelas porque dizem ter um gosto amargo. A solução para isso é, antes de as usar, cortar às rodelas e salpicar com sal, deixar por uns 20 ou 30 minutos, passar por água, secar bem e usar normalmente. O gosto amargoso vai-se com o sal.

Estas são da minha horta, a combinar com uma dália da mesma cor {#emotions_dlg.tongue}

 

Beringelas

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Terça-feira, 22 de Julho de 2014

outras sandes

O pan bagnat é uma sandes típica da região de Nice, em França e quer dizer ‘pão molhado’. Pode-se fazer com alguma antecedência, é óptimo para um piquenique ou para um jantar de domingo.

Esta versão tem orégãos e queijo Feta, daí o nome à Grega… Pode ser feito com outros ingredientes, o pão não tem que ser de centeio, pode levar cornichons ou picles, pepino, usem a imaginação.

 

Pan Bagnat à Grega

 

 

Fatias de pão rústico de centeio

Atum

Queijo Feta em fatias finas

Orégãos

Cebola em rodelas finas

Ovo cozido cortado em rodelas

Azeitonas sem caroço

Tomate em rodelas sem sementes

Alface

Beldroegas ou rúcula

Azeite

 

Torrar as fatias de pão e deitar um fio de azeite sobre cada uma.

Sobre as fatias põem-se os ingredientes da forma desejada (alface, atum, tomate, queijo, ovo, cebola, azeitonas, beldroegas) polvilhando com orégãos sobre o queijo.

Por cima deita-se mais um fio de azeite. Tapa-se com mais fatias de pão torrado e embrulha-se em papel vegetal.

Põe-se algum peso sobre as sandes (usei uma lata de ananás e um quilo de arroz) e deixa-se ficar por uma hora com o peso em cima. Isto ajuda os sabores a misturarem.

Servir acompanhado de uma bebida fresca.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
Segunda-feira, 21 de Julho de 2014

da abundância

Com tantas amoras pretas me deram aproveitei para fazer um molho em vez de geleia. Já tenho geleia de framboesas pretas e não me apetecia estar a fazer também de amoras.

Este molho é excelente para usar em gelados, cheesecakes, panquecas, cocktails, ou mesmo à colherada {#emotions_dlg.drool}

 

Molho de Amoras

 

 

300 grs de amoras maduras

¼ de copo de açúcar

¼ de copo de água

Sumo de meio limão

 

Levar ao lume até ferver, baixar e deixar fervilhar por vinte minutos.

Virar para um coador e esmagar de modo a aproveitar o máximo da polpa, descartando as sementes.

Guardar no frigorífico.

 

 

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Sexta-feira, 18 de Julho de 2014

vai um bolinho?

Há cerca de um ano descobri por acaso o blog Green Kitchen Stories.

Fiquei encantada com a simplicidade das receitas e mais ainda com as fotografias, de quem realmente percebe do assunto, ao contrário de certas pessoas… como eu {#emotions_dlg.sarcastic}

Este bolo veio mesmo a calhar para gastar duas bananas para lá de maduras que tinha em casa. Em boa hora…

 

Bolo de Banana e Cacau

 

 

100 grs de farinha de amêndoa

100 grs de farinha de trigo

25 grs de cacau em pó

1 colher de chá de fermento em pó

1 pitada de sal

2 ovos

2 bananas maduras

80 ml de óleo de girassol

120 ml de mel

 

Aquecer o forno a 180ºC. Untar uma forma.

Misturar as farinhas, o cacau, o fermento e o sal numa taça.

Noutra taça bater os ovos por um minutos, adicionar as bananas esmagadas com um garfo, o óleo e o mel.

Misturar os ingredientes secos com a mistura dos ovos e envolver bem com um garfo ou com um batedor de varas.

Deitar a massa na forma untada e levar ao forno por cerca de 45 minutos (verificar com um palito a partir dos 30 pois depende dos fornos).

Retirar do forno quando estiver cozido, pôr sobre uma rede para arrefecer e quando frio desenformar.

Polvilhar com açúcar em pó (opcional).

 

Nota: A receita original levava apenas farinha de amêndoa mas eu só tinha 100 grs em casa por isso misturei farinha de trigo

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
Quinta-feira, 17 de Julho de 2014

Quem não tem cão…

 

O Za’atar é uma erva aromática do médio oriente da família da manjerona (Majorana syriaca ou Origanum syriacum), muito utilizada no Líbano e países próximos. Mas também é o nome de uma mistura pronta a usar que combina essa e outras ervas secas com sementes de sésamo e sumagre.

Ora o sumagre ( Rhus coriaria L.) embora não seja muito conhecido na nossa culinária era muito utilizado pelos Romanos antes do aparecimento dos limões na europa e já teve os seus tempos áureos na região de Trás-os-Montes e Alto Douro há uns séculos atrás. Não tanto pelo seu potencial culinário mas sim enquanto tintura para peles.

Foi em tempos um comércio mais valioso no nosso país do que o da vinha e ainda existe em lugares como S. João da Pesqueira, Vila Flôr e Foz-Coa.

Como eu não tenho nem za’atar nem sumagre, lá consegui dar a volta com algumas indicações lidas por aí: substituí a erva por tomilho, ao que parece tem um travo parecido e o sumagre foi substituído por sal aromatizado com raspa de limão, que eu tinha feito há uns tempos (e que é óptimo para temperar saladas).

 

Frango com Za’atar (à minha moda)

  

 

 

4 colheres de sopa de sementes de sésamo

1 colher de sopa de tomilho seco

Sal fino aromatizado com raspa de limão

 

2 peitos de frango

Sumo de limão

sal

azeite

 

Tostar as sementes de sésamo numa frigideira, com cuidado para não queimarem. Depois de frias misturam-se num almofariz com as folhas secas de tomilho e o sal aromatizado com raspa de limão. Esmaga-se com o pilão de modo a ficar um pós solto mas com algumas sementes de sésamo visíveis.

Temperar o frango (cortado em bifes) com sumo de limão e sal e fritar em pouco azeite.

Servir os bifes de frango polvilhados com o za’atar.

 

Nota: se sobrar za’atar, pode ser guardado num frasco por uma ou duas semanas

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Quarta-feira, 16 de Julho de 2014

pershable thoughts...

Há muitos anos, desde que me lembro, que as beldroegas (Portulaca olerácea L.) aparecem todos os anos espontaneamente no quintal, até no meio das pedras.

Se antigamente eram olhadas de lado pois eram mais uma erva para arrancar, de há alguns anos para cá, mais precisamente depois de ter vivido em Lisboa e de as ver em molhinhos no mercado, comecei a utilizá-las, quer em sopas quer em saladas.

São excelentes porque não têm manutenção nenhuma e aparecem pelo fim da primavera, quer se queira quer não!

E nutricionalmente, é só coisas boas: ricas em potássio e em ómega-3, vitaminas, magnésio, ferro e cálcio. 

Se as virem por aí, apanhem-nas e experimentem.

 

Beldroegas

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Terça-feira, 15 de Julho de 2014

bicicletas...

Em Espanha chamam bicicleta a uma colherada de salada russa com atum sobre uma rosquinha de gressino… e depois nós é que somos esquisitos…

 

Bicicletas

 

 

4 batatas

2 cenouras

2 ovos

1 lata de atum

Maionese q.b.

Salsa

Sal

Pimenta

Roscas de gressino ou tostinhas para servir

 

Cozer os ovos e as batatas com a pele.

Deixar esfriar, retirar a pele às batatas e esmagar com um garfo.

Ralar as cenouras. Descascar os ovos e picar.

Juntar as batatas esmagadas com a cenoura ralada (crua) e os ovos picados. Adicionar o atum escorrido e a salsa e temperar com sal e pimenta.

Deitar uma colherada desta mistura sobre cada rosquinha.

Servir bem fresco.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Segunda-feira, 14 de Julho de 2014

no aproveitar...

As pessoas às vezes dão-me fruta ou verduras porque sabem que vou fazer alguma coisa para as aproveitar. No outro dia foram cenouras, muitas cenouras, enormes e muito tenrinhas.

Quem mas deu estava a pensar numa compota (que eu nunca tinha feito) mas eram tantas que deram também para fazer isto.

 

Picles de Cenoura 

 

 

 

500 grs de cenouras

250 ml de vinagre de cidra

300 ml de água

30 grs de açúcar

2 dentes de alho

1 folha de louro

1 colher de chá de sementes de aneto ou funcho

1 pitada de sal

 

Descascar as cenouras e cortar em palitos do tamanho pretendido. Cozer por um minuto ou dois num tacho com água a ferver temperada com sal. Pôr num coador para escorrer e passar por água fria. Reservar.

No mesmo tacho leva-se ao lume o vinagre, a água, o açúcar, o alho esmagado, o louro e as sementes. Deixa-se levantar fervura e ferve por dois minutos.

Apaga-se o lume e põem-se os palitos de cenoura dentro do tacho mexendo para envolver bem. Deixa-se arrefecer no tacho e passam-se para frascos juntamente com o líquido.

Guardar no frigorífico por um mês.

 

Nota: Podem-se comer de imediato mas ficam melhor no dia seguinte

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
Sexta-feira, 11 de Julho de 2014

cheirinho bom!

O limoeiro está cheio de limões, a alfazema está cheia de flor, foi só pensar que as duas coisas juntas não deviam ficar nada mal e cá está!

 

Biscoitos de Limão e Alfazema

 

 

 

150 grs de farinha

100 grs de manteiga

50 grs de açúcar

1 colher de sopa de flores de alfazema secas

Raspa de um limão

 

Na picadora põe-se o açúcar e a alfazema e desfaz-se até que o açúcar fique mais ou menos em pó.

Junta-se a manteiga, a farinha e a raspa do limão e continua com o motor a trabalhar até ficar uma bola de massa (adicionar mais um pouco de farinha se necessário).

Retirar e estender a massa com um rolo sobre uma base enfarinhada, cortar biscoitos (esta receita deu 15) e levar ao forno num tabuleiro forrado com papel vegetal. Cozem por cerca de 20 minutos.

 

Nota: usei a alfazema do meu jardim, deixei secar por um dia antes de usar mas pode-se usar fresco.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (3) | favorito
Quinta-feira, 10 de Julho de 2014

que bons bolinhos

Quando cozo pescada para uma refeição (adoro pescada cozida!) aproveito para meter mais uma ou duas postas no tacho (normalmente são os mal amados rabos) e mais umas batatas para depois ter a desculpa de já ter meio caminho andado para fazer destas delícias!

 

Bolinhos de Peixe

  

 

2 batatas cozidas

2 postas de pescada cozidas

1 ovo

1 fatia de pão, ralado

1 cebola picada

1 molho de cebolinho

1 raminho de endro (aneto)

1 pitada de sal

1 malagueta

Sumo de um limão pequeno

Farinha q.b.

Azeite para fritar

 

Esmagar as batatas e desfiar o peixe cozido. Misturar com o ovo, a fatia de pão ralado, a cebola picada muito miudinha, o cebolinho e o endro picados, o sal, a malagueta picada e o sumo de limão. Misturar tudo bem e moldar uns bolos como se fossem hambúrgueres. Passam-se por farinha e fritam-se em pouco azeite, até ficarem dourados de ambos os lados.

 

Nota: pode-se substituir o endro por salsa picada

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Quarta-feira, 9 de Julho de 2014

ai, ai...

Vitaminas, para arrebitar que isto não está fácil…

 

Sumo Vermelho

 

 

 

100 grs de melancia

2 fatias de meloa cantaloupe

6 ameixas pequenas

1 pêssego-careca

10 mirtilos

4 folhas de limonete

1 copo de água (ou chá verde)

 

Misturar todos os ingredientes no liquidificador.

 

Nota: a meloa cantaloupe é a que tem cor de salmão

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Sexta-feira, 4 de Julho de 2014

fruta bem vestida

Está no tempo dos pêssegos, pêssegos-carecas, alperces, ameixas, fruta com caroço.

Qualquer uma serve para esta receita, neste caso fiz com pêssegos-carecas (nectarinas). É muito bom e fácil de fazer.

 

Pêssegos-carecas Grelhados com Caramelo

 

 

Fruta

2 pêssegos-carecas maduros

100 grs de queijo-creme

Mel q.b.

 

Caramelo

100 grs de açúcar

2 colheres de sopa de água

50 grs de natas espessas

 

Cortar a fruta ao meio e remover o caroço.

Grelhar numa frigideira em lume médio até estar tostada, cerca de 5 minutos.

Bater o queijo-creme com o mel (ou outro adoçante) e reservar.

Numa caçarola misturar o açúcar com a água e levar ao lume até estar em caramelo dourado. Adicionar as natas e mexer bem. Deixar arrefecer.

No espaço do caroço deita-se uma colherada de queijo-creme batido e por cima deita-se um pouco do caramelo.

 

Nota: Se sobrar caramelo pode ser usado com gelados ou outras sobremesas.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Quinta-feira, 3 de Julho de 2014

mas que bela açorda

No outro dia estavam a entrevistar o presidente da câmara do Porto, na televisão, no que me pareceu uma cozinha de hotel e fiquei curiosa com o que se passava. Ao que parece o senhor é um bom cozinheiro e até já trabalhou na restauração.

Quando lhe perguntaram qual era a receita pela qual era conhecido ele disse ‘Açorda de Alheira’.

Açorda de Alheira??? Nunca tinha ouvido falar mas fiquei curiosa e lá fui ao meu oráculo do são google que me remeteu para algumas receitas de açorda a acompanhar alheira… não era o que eu queria mas como não deve andar muito longe desta mistura, cá está!

 

Açorda de Alheira

 

 

1 pão de véspera, tipo de mafra ou alentejano

água a ferver

6 dentes de alho

1 alheira (usei de caça)

Azeite q.b.

1 ovo

Coentros picados

 

Partir o pão em pedaços e pôr de molho em água a ferver. Entretanto estalam-se os alhos no azeite sem deixar queimar e adiciona-se o pão escorrido e vai-se batendo com a colher de pau. Junta-se a alheira em pedaços sem a pele e continua a mexer-se para se misturar bem com o pão. Se necessário vai-se acrescentando água para não ficar muito grosso.

Retira-se do lume, junta-se o ovo e envolve-se bem.

Polvilha-se com coentros picados.

 

 

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Quarta-feira, 2 de Julho de 2014

cool gadgets

Mais uma geringonça que é muito prática, esta sim!

Metem-se os alhos descascados lá dentro, roda-se e ficam logo esmigalhadinhos. Uma maravilha!

Veio do Brasil, viu? e quem ma trouxe sabe do que eu gosto!

 

Esmagador de Alhos

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
Terça-feira, 1 de Julho de 2014

clap clap clap

Hoje é dia de festa mas para variar, o bolo é diferente!

 

Bolo de Melancia

 

 

 

Isto não tem receita. É mesmo uma sugestão que fica muito bonita e com certeza será motivo de conversa à mesa {#emotions_dlg.blink}

Retiramos a casca a uma melancia e damos-lhe o feitio de um bolo, se conseguirmos…

Por cima barramos com queijo creme (ou iogurte grego, ou leite de coco, ou natas) batido com mel.

Enfeita-se com frutas. Usei mirtilos, morangos e cerejas que era o que tinha mas pode ser com quivis, framboesas, manga, o que apetecer.

Servir fresquinho.

 

Nota: enquanto se prepara, pode-se pôr papel de cozinha a toda a volta do ‘bolo’ para ir absorvendo a água que a melancia larga.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 12:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (5) | favorito
Segunda-feira, 30 de Junho de 2014

em tons de rosa

Há cerca de dois anos em Espanha comi uma ‘ensalada de remolacha con bonito’ (que é nada mais nada menos que salada de beterraba com atum) e gostei imenso. No outro dia, já com o calor a apertar, lembrei-me e lá tentei fazer, do que me lembrava. Saiu bem.

 

Salada de Beterraba com Atum 

 

 

1 beterraba grande cozida

1 cebola pequena

1 lata de atum

1 ovo cozido

200 ml de maionese

 

Cortar a beterraba, a cebola e o ovo cozido em bocadinhos pequeninos.

Misturar com o atum e a maionese envolvendo bem. Verificar o tempero e se necessário acrescentar um pouco de sal e pimenta.

Servir bem fresco.

 

Nota: usei daquelas beterrabas cozidas que são vendidas em vácuo

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito

Obrigada Sapo!

Anda uma pessoa distraída a passar o fim de semana e o Sapo, pronto, é isto, dá-nos um destaque!

Já agora vão lá ver a receita que eles escolheram.

 

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 09:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
Sexta-feira, 27 de Junho de 2014

para repor os níveis de açúcar!

Uma amiga veio a minha casa buscar uma sacada de limões (que o meu limoeiro não pára!!!) e disse que quando chegasse a casa ía fazer esta tarte, que era facílima.

É sabido que não posso ver nada (ou ouvir) e fui logo para a cozinha fazer a receita também!

 

Tarte Fresca de Limão

 

 

1 pacote de bolacha torrada

75 grs de manteiga

1 embalagem de leite condensado

1 embalagem de queijo-creme

1 colher de sopa de água a ferver

Sumo e raspa de um limão grande

3 folhas de gelatina

 

Triturar as bolachas e misturar com a manteiga derretida. Pôr na base de uma tarteira.

Pôr as folhas de gelatina de molho em água fria por cinco minutos.

Numa taça misturar o leite condensado com o queijo-creme, o sumo e raspa de limão.

Escorrer as folhas de gelatina e juntar a colher de sopa de água a ferver para derreter. Juntar ao preparado anterior e deitar sobre a base da tarte.

Levar ao frigorífico até solidificar, por cerca de duas horas.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (6) | favorito
Quinta-feira, 26 de Junho de 2014

clubismos à parte

A Club Sandwich ao que parece apareceu nos idos anos de 1894 num clube de jogo exclusivo para ‘gentlemen ‘ em Saratoga Springs, Nova York.

A primeira receita para esta sandes foi publicada num livro em 1903. Já tem uns aninhos mas nem por isso deixa de ser uma maravilha.

Para fazer esta sandes, é mais o aparato do que o trabalho que dá. E fica uma beleza, além de muito saborosa.

Uma excelente alternativa para jantares domingueiros.

 

Club Sandwich

 

 

6 fatias de pão de forma grande

1 bife fino de frango (ou peru)

4 fatias de bacon

4 fatias de fiambre de frango (ou peru)

4 fatias de queijo

Folhas de alface

Rodelas de tomate

Maionese

 

Torrar as fatias de pão de forma.

Fritar o bife de frango temperado de sal e pimenta num pouquinho de azeite.

Fritar o bacon numa sertã sem gordura (ou então entre duas folhas de papel de cozinha no micro-ondas por cerca de um minuto e meio, esta dica é top!).

Cortar as rodelas de tomate, retirar as pevides e enxugar para retirar o excesso de água. Lavar as folhas de alface, secar e envolvê-las em alguma maionese.

 

Barra-se uma fatia de pão de forma torrada com maionese, põe-se o frango e tapa-se com outra fatia torrada. Por cima maionese,  o tomate e volta-se a pôr outra fatia por cima. Sobre esta fatia, põe-se o bacon, volta-se a tapar com nova fatia de pão e por cima põe-se a alface que já está envolta em maionese. Mais uma fatia em cima, o fiambre e o queijo juntos e tapa-se com nova fatia.

Uff!

Barrar ou não com maionese todas as fatias de pão é ao gosto de cada um, não achei necessário.

Cortar a ‘torre’ em quatro triângulos (o ideal é primeiro segurar de alto a baixo com paus de espetada para a ‘torre’ não se desfazer).

Servir com batatas fritas e cervejas bem frescas.

 

Nota: esta deu para duas pessoas

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
Quarta-feira, 25 de Junho de 2014

perishable thoughts...

Apenas há pouco tempo conheci o serpão. Uma colega perguntou-me se queria um pezinho e eu fiquei: Serpão??? Pezinho???

Então ela explicou-me que o serpão é uma erva da família do tomilho e que é muito usada na culinária da Beira Baixa. E eu, que penso que conheço muito sobre coisas de cozinha, fico a saber que sou uma ignorante {#emotions_dlg.sarcastic}

Aqui está o vasinho com o serpão. Ao que parece, é usado em pratos de carne, principalmente nos que vão ao forno. Eu ainda não usei nesses pratos mas já espalhei umas folhinhas sobre broa frita e também em saladas e só vos digo que é do melhor! Não é tão pungente como o tomilho, é mais aromático e é mesmo bom.

Se souberem de alguém que tenha aproveitem porque pelos vistos não é comercializada.

 

Serpão

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Terça-feira, 24 de Junho de 2014

vai dar raia...

Tenho um colega de trabalho que é instrutor de vela e pescador nas horas vagas. No outro dia deu-me uma receita que disse ser infalível, e que era muito boa para fazer com robalo ou dourada.

Sinceramente, não são os meus peixes de eleição e como torci o nariz ele disse: e raia, gostas de raia? Gosto. Então faz com raia que não te arrependes.

Não me arrependi mesmo!

 

Raia com cerveja

 

 

1 cebola grande

2 dentes de alho

1 folha de louro

1 malagueta

Azeite q.b.

1 cerveja mini

sal

4 postas de raia (podem ser congeladas)

Coentros picados

Sumo de ½ limão

 

Forrar o fundo do tacho com uma boa camada de cebola às rodelas, os dentes de alho picados, a folha de louro e a malagueta. Por cima colocar as postas de raia e temperar com sal. Rega-se tudo com azeite e com a cerveja mini e leva-se ao lume.

Quando começar a fervilhar, baixa-se o lume e tapa-se o tacho, deixando cozer por cerca de 35 minutos.

Estando pronto, espreme-se meio limão sobre a raia e salpica-se com coentros picados.

Serve-se sobre fatias de pão torrado (ou então com batatas cozidas).

 

Nota: A receita original também levava ameijoas no fim, mas como não tinha fiz assim e não achei que lá fizessem falta.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Segunda-feira, 23 de Junho de 2014

é uns atrás dos outros...

 

Ah, os tremoços… Havia tanto a dizer sobre os tremoços…

Por exemplo que aqui na zona de Aveiro, quando são servidos juntamente com azeitonas e amendoins a isso chama-se ‘Empalhada’, sabiam?

E que são pouco calóricos??? Importantíssimo! E que tem proteínas, fibra, gordura da boa e minerais como cálcio, ferro, zinco e também vitaminas?

E que são o companheiro perfeito para cervejas bem geladas, e que é preciso técnica para os mandar direitinhos para dentro da boca?

Muito havia a dizer, ficamo-nos por uma sugestão para os servir.

 

Tremoços

 

 

Tremoços q.b.

1 dente de alho ralado

1 colher de chá de orégãos

 

Misturar bem, deixar tomar gosto por um bocadinho e comer…

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:34
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
Sexta-feira, 20 de Junho de 2014

tartitas geladas

Sou só eu ou às vezes apetece fazer uma receita que parece muito complicada, com muitos passos e que tem que ser pensada com alguma antecedência mas que depois se faz num instante?

Bem me queria parecer… estou sozinha… não sabem o que perdem!

 

Mini Tartes Geladas de Banana

  

 

Para a base:

½ copo de nozes

½ copo de tâmaras descaroçadas e demolhadas por uma hora

 

Para o recheio I:

2 bananas grandes

 

Para o recheio II:

200 ml de creme de côco

2 colheres de sopa de mel

 

Para a cobertura:

100 grs de chocolate negro

 

Primeiro:

Pôr uma lata de leite de côco no frigorífico de um dia para o outro.

Segundo:

Cortar as bananas em rodelas e congelar por uma hora.

Terceiro:

Derreter o chocolate no micro-ondas.

 

Na picadora picar as nozes com as tâmaras. Untar seis forminhas de queques com manteiga e pôr no fundo este preparado.

Picar as rodelas de banana congeladas na picadora até ficar uma espécie de gelado. Põe-se sobre a base das tartes.

Pôr chocolate derretido (ligeiramente arrefecido) sobre o gelado de banana (sobra algum chocolate, reserva-se para o fim).

Abre-se a lata de leite de côco e retira-se a parte que fica ao de cima, que é muito cremosa (o líquido fica na base da lata e não o queremos usar nesta receita). Misturar o creme de côco com o mel e pôr sobre o chocolate.

Levar ao congelador até estar firme.

Quando for para servir, retirar do congelador uns 20 minutos antes e remover das forminhas com a ajuda de uma faca.

Derreter novamente o restante chocolate no micro-ondas e deitar em fio sobre as tartes geladas.

 

Nota: A inspiração veio daqui.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Quinta-feira, 19 de Junho de 2014

vê lá se te decides, sim???

Em dois dias as temperaturas por aqui baixaram mais de dez graus (e hoje de manhã morrinhou).

Ó tempo, estás mesmo bipolar!

Forno, é a tua deixa…

 

Rojões de Porco Assados

 

 

500 grs de carne para rojões

4 dentes de alho

1 folha de louro

1 malagueta

1 colher de chá de colorau

1 colher de chá de coentros em pó

Sal q.b.

6 raminhos de tomilho

150 ml de vinho branco

100 ml de água

50 ml de azeite

 

Misturar a carne com o alho picado, a folha de louro, a malagueta cortada em pedacinhos, o colorau e os coentros e o sal. Deixar repousar por uma hora e depois pôr numa caçarola de barro.

Por cima deita-se o vinho, a água e o azeite e os raminhos de tomilho. Vai ao forno por uma hora e meia.

Se necessário acrescentar mais um pouquinho de água ou vinho, deve ficar com molho.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
Quarta-feira, 18 de Junho de 2014

arco-íris

As acelgas são pouco conhecidas por cá embora em Espanha se encontrem em todo o lado, seja frescas, congeladas ou mesmo em conserva (os talos). Em inglês chamam-se ‘Swiss Chard’ e aparecem em imensas receitas por essa net fora.

Agora já se encontram à venda, se não nos supermercados prontas a consumir, pelo menos nos hortos, prontas a plantar. Eu costumo plantá-las na minha horta e embora tenha começado pelas tradicionais, há alguns anos, este ano consegui arranjar pé dos mais coloridos e digam lá se não apetece cozinhar com elas???

Estas, tão lindinhas, foram salteadas em azeite e alho. Recomendo!

 

Acelgas

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
Terça-feira, 17 de Junho de 2014

ufa, que caloraça!

Aqui está uma sugestão que ficou muito saborosa para um jantar bem levezinho, que é o que apetece com este calor.

E cerveja. Bem fresca!

 

Salada com Croutons 

 

 

Salada:

1 embalagem de mistura para saladas

Pão rijo cortado em cubinhos e tostado em azeite com orégãos

1 mão-cheia de pistachos

2 colheres de sopa de bagas goji

6 hastes de cebolinho

 

Molho:

1 colher de sopa de Tahini (pasta de sésamo)

Azeite

Vinagre de vinho tinto

2 filetes de anchovas

Sal e pimenta preta q.b.

 

Misturam-se os ingredientes da salada numa taça.

Para fazer o molho, misturam-se todos os ingredientes e trituram-se com a varinha mágica.

Deitam-se sobre a salada e serve-se.

 

Nota: O Tahini pode ser encontrado à venda em lojas de produtos naturais mas se não tiverem, podem usar manteiga de amendoim em substituição

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Segunda-feira, 16 de Junho de 2014

para matar a sede

Agora encontram-se à venda vários tipos de água de sabores (framboesa, meloa, coco, entre outras). Na maioria têm aditivos e são caras para serem aquilo que são: água com aditivos.

Mais vale fazer em casa, com o que houver à mão.

 

Água de Sabores

 

 

1 litro de água

Rodelas de limão

Ramos de menta

 

Pôr as rodelas de limão e a menta dentro de um frasco ou garrafa, adicionar a água e deixar no frigorífico por cerca de uma hora.

Retirar as rodelas e a menta e servir a água bem fresca.

 

Nota: quem gostar de um sabor mais adocicado, pode adoçar com mel. Pode ser feita com outros sabores, é só escolher!

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Sexta-feira, 13 de Junho de 2014

perfeito!

Assim de repente, quando apetece um doce para a sobremesa e não queremos nem forno nem fogão?

Fácil, ora confiram.

 

Parfaits de Morango 

 

 

2 iogurtes gregos naturais (adoçados com mel)

2 saquetas de bolachas de aveia e cacau

Compota de morango q.b. (ou de frutos vermelhos)

 

Esfarelam-se metade das bolachas para dentro de taças ou copos, por cima deitam-se umas colheradas de iogurte e por cima do iogurte põe-se compota de morango.

Repete-se com os restantes ingredientes e leva-se ao frigorífico por uma ou duas horas.

 

Nota: usei bolachas de aveia, cacau e pepitas de chocolate, daquelas que vêm em saquetas de quatro e que supostamente são para o pequeno-almoço. Ha! Belo pequeno-almoço…

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Quinta-feira, 12 de Junho de 2014

é hoje?

Agora que vai estar quase tudo colado às televisões a ver jogos e mais jogos do mundial do Brasil, são bem vindas as sugestões para comer bem sem passar horas ao fogão. E comidas portáteis que se levam para a frente do televisor sem perder pitada.

Eu dispenso os jogos mas não dispenso comer coisas boas {#emotions_dlg.blink}

 

Sandochas

 

 

2 febras de porco cortadas em tirinhas

1 pitada de sal

2 dentes de alho

2 colheres de sopa de Molho Inglês

1 colher de chá de orégãos

Piripiri q.b.

Azeite q.b.

 

Saltear as tirinhas de febra temperadas com sal no azeite com alho picado, piripiri e molho inglês, até estarem bem fritas e sequinhas. Polvilhar com os orégãos e reservar.

Tostar fatias de pão de centeio e pôr uma camada de alface, as tirinhas de febra, cebola em rodelas finas e por cima de tudo uma mistura de maionese com mostarda.

 

Notas:

Pode ser feito com tirinhas de frango ou peru.

Pode usar-se pão pita em vez de pão de centeio.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Quarta-feira, 11 de Junho de 2014

cool gadget

No ano passado descobri este pequeno apetrecho que é uma maravilha!

Há muitos ‘cool gadgets’ que tenho ou porque me oferecem, ou porque são engraçados, baratos, funcionais. Alguns nunca são usados, outros nunca gastaria dinheiro com eles, outros só ocupam espaço. Este, mal começa a estação das vagens, é usado vezes sem conta porque é mesmo prático.

Comprei-o no ano passado num supermercado, custou cerca de dois euros e já se pagou não sei quantas vezes com o tempo que me poupou a cortar vagens.

Já o recomendei vezes sem conta e até já seguiram uns exemplares na mala de uns primos meus ingleses que adoraram e nunca por lá tinham visto tal coisa.

Já sabem, se gostam de vagens e se querem poupar tempo, este é o utensílio ideal.

 

Cortador de Vagens

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
Segunda-feira, 9 de Junho de 2014

uma salva de palmas!

Hoje, assim do nada, este blogue faz oito anos. Oito!

E eu que pensei que isto era para ser lido por mim, myself and I, vejo que afinal há duas amigas minhas, três sobrinhos, um colega de trabalho e alguém que não sei quem é que também lêem…

Obrigada a todos!

 

Se tivesse que escolher um tipo de comida (além do nosso) escolheria a comida Grega. Sou mesmo apaixonada por quase tudo o que são receitas gregas e costumo fazer algumas delas ou dar uma volta às nossas para ficar mais ao estilo grego.

Há uma coisa que se come pelos restaurantes na Grécia e que aos turistas dizem que são ‘Greens’ (verdes).

Na realidade, chama-se Horta (digo eu em grego) e é uma mistura de ervas cozidas que depois são temperadas com azeite do bom e sumo de limão. Comem-se quentes ou frias e são mesmo saborosas.

Quando perguntei quais eram as verduras, disseram-me que eram as das montanhas e das beiras dos caminhos.

Ok, fiquei esclarecida. Não!

Mas depois pesquisei e graças ao São Google lá descobri que essas ervinhas até em minha casa crescem, eu é que não sabia que eram boas. Agora já sei e se me virem por aí de faca na mão e saco de plástico, nas bermas da estrada a apanhar ervas, já sabem, ando aos ‘Greens’…

 

Verduras Cozidas

 

 

1 molho de dentes-de-leão

1 molho de serralha

1 mão-cheia de acelgas

1 mão-cheia de espinafres

 

Cozer em água temperada com sal por cerca de 20 minutos.

Escorrer e temperar com azeite e sumo de limão.

 

Nota: aqui está uma amostra das plantas que podem ser usadas

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (18) | favorito
Sexta-feira, 30 de Maio de 2014

choque de chocolate

Há dias em que o chocolate é que nos salva. Ámen!

 

Bolo de Chocolate

 

 

 

2 copos de açúcar

1 e ¾ de copos de farinha

¾ de copos de cacau em pó

2 colheres de chá de bicarbonato de sódio

1 colher de chá de fermento em pó

1 pitada de sal

2 ovos

1 copo de leite c/ 1 colher de sopa de vinagre

½ copo de óleo de girassol (ou outro óleo vegetal)

1 colher de chá de extracto de baunilha

1 copo de café forte, bem quente

 

Aquecer o forno no médio (cerca de 180ºC) e untar duas formas sem buraco com 20 cms. Forrar o fundo das formas com papel vegetal e voltar a untar.

Numa taça misturar o açúcar, a farinha, cacau, bicarbonato, fermento e sal.

Juntar os ovos, leite com vinagre, óleo e baunilha e mexer. Adicionar o café quente e mexer até envolver, sem mexer demais.

Dividir a massa pelas duas formas e levar ao lume por cerca de 35 a 40 minutos (verificar se está cozido com um palito).

Retirar do forno e deixar arrefecer nas formas por meia hora e depois desenformar e deixar arrefecer completamente.

 

Para recheio e cobertura, usei uma tablete de chocolate negro que derreti e à qual juntei 100 ml de natas mas podem usar o que mais vos agradar.

 

Nota: A receita original é esta (obviamente com muito melhor ar do que o meu {#emotions_dlg.sarcastic} )

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Quinta-feira, 29 de Maio de 2014

ai gordon, gordon...

Não tenho muita paciência para ver os programas do Gordon Ramsay, é muita histeria e pouca culinária. E não tem nada a ver com o fucking vocabulary porque eu consigo ser mais carroceira do que ele!

No entanto, gosto muito das suas receitas, são simples, descomplicadas, e fáceis de fazer. Esta pareceu-me sempre uma tentação até que um dia destes lá a experimentei com algumas alterações.

Aprovadíssima!

 

Barquinhos de Alface 

 

 

6 folhas de alface ‘Bola de Manteiga’

250 grs de carne picada (usei de porco)

1 colher de sopa de óleo de sésamo

1 colher de sopa de azeite picante

1 pedacinho de gengibre

2 dentes de alho

1 colher de sopa de molho de soja

1 colher de sopa de ‘molho de peixe’

Sumo de uma lima pequena

Coentros e cebolinho picados

6 colheres de sopa de batata palha

 

Aquecer o óleo de sésamo e o azeite picante numa frigideira e fritar a carne picada. Adicionar o gengibre e os dentes de alho ralados, o molho de soja e o molho de peixe (se não tiver molho de peixe usar duas colheres de sopa de molho de soja). Mexer bem e deixar cozer a carne por uns 15 minutos.

Espremer a lima sobre a carne e mexer.

No fundo das folhas de alface (que devem ser das do coração) põe-se a batata palha e por cima da batata palha a carne picada frita.

Polvilha-se com os coentros e cebolinho picados e serve-se com mais lima para quem pretender um sabor mais ácido.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
Terça-feira, 27 de Maio de 2014

um outro grão

Num mercado semanal onde a minha irmã vai, há uma banca que vende leguminosas e grãos avulso. Aqui há uns tempos trouxe-me um saco com cevadinha, que era muito boa para usar na sopa.

Depois de experimentar na sopa, achei que aquilo tinha maior potencial e por isso pus-me à procura de outras sugestões. Encontrei esta receita, que adaptei ao meu jeito e saiu uma maravilha e que além disso deu para gastar mais um pouco da minha produção de cogumelos.

Ora vá!

 

Risotto de Cevadinha

 

 

6 cogumelos secos (usei shiitake)

1 copo de água a ferver

3 colheres de sopa de azeite

1 cebola

1 dente de alho

1 copo de cevadinha em grão

¼ de copo de vinho branco

1 litro de caldo de carne ou água a ferver

Sal q.b.

Ramos de tomilho

1 colher de sopa de manteiga (usei Becel Cozinha)

250 grs de cogumelos pleurotos salteados em alho e azeite

 

Pôr os cogumelos secos a demolhar no copo de água a ferver por uns 20 minutos.

Retirar os cogumelos da água (guardar a água) e cortar em pedacinhos.

Num tacho aquecer o azeite e alourar a cebola, juntar o dente de alho e os raminhos de tomilho e deixar fritar ligeiramente. Adicionar a cevadinha e mexer para não pegar. Juntar o vinho branco e deixar evaporar. Adicionar metade da água de amolecer os cogumelos secos, mexer e deixar absorver, adicionar a restante água dos cogumelos e novamente deixar absorver, mexendo. Daqui para a frente, usa-se caldo de carne ou água, aos poucos, deixando absorver cada adição e mexendo para que não agarre ao fundo do tacho. Demorou cerca de 45 minutos até estar no ponto. Junta-se uma colher de sopa de manteiga e mexe-se.

Serve-se com os cogumelos salteados e mais um raminho de tomilho.

 

Nota: pode-se fazer o verdadeiro risotto substituindo a cevadinha por arroz arborio.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Segunda-feira, 26 de Maio de 2014

vavum!

Estas compotas super-hiper-mega-ultra rápidas e que nem vão ao lume dão mesmo jeito! E pode-se fazer pouquinho de cada vez (até porque aguentam apenas cerca de uma semana no frigorífico).

O bom é que não levam açúcar (ou só um bocadinho se a fruta não for muito doce) e podem servir para acompanhar o iogurte, fazer sobremesas ou barrar nas torradas.

 

Compota de Morango

 

 

 

1 copo de morangos

1 colher de sopa de sementes de chia

1 colher de sopa de mel (opcional)

 

Triturar todos os ingredientes no robot de cozinha ou liquidificador.

Deitar para um frasco esterilizado e deixar repousar por uma hora no frio.

 

Nota: Conserva-se uma semana no frigorífico.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:31
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
Sexta-feira, 23 de Maio de 2014

bolo, que o tempo ainda apetece forno...

Encontrei esta receita em tempos e agora não consigo descobrir em que sítio foi. As minhas desculpas ao dono.

É mesmo boa, não muito doce e acaba por ser também útil para aqueles que não podem consumir ovos porque este bolo não leva ovos.

 

Bolo de Gengibre e Chocolate

 

 

1 e ½ copos de farinha de trigo integral

2 colheres de sopa de cacau em pó

1 colher de chá de gengibre em pó

1 colher de chá de canela em pó

1 pitada de cravinho em pó

¼ de copo de óleo de girassol

1 copo de água

½ copo de açúcar

1 pitada de sal

1 colher de sopa de mel

1 e ½ colheres de sopa de vinagre

2 colheres de sopa de leite

 

Numa taça misturar os ingredientes secos incluindo as especiarias e o mel. Fazer dois buracos nesta mistura e num deitar o vinagre e noutro o leite. Por cima deita-se a água e mexe-se tudo com um garfo para envolver bem os ingredientes e ficar uma massa homogénea.

Deitar em formas untadas (usei quatro das pequenas) e levar ao forno - cerca de 180ºC – por volta de 30 minutos. Se usar apenas uma forma grande, leva uns 50 minutos a cozer.

Verificar com um palito e retirar do forno. Deixar arrefecer nas formas por uns dez minutos e depois desenformar.

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 14:05
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
Quinta-feira, 22 de Maio de 2014

olé!

Muito boa, esta receita de um ‘kiosko merendero’ em Aranjuez, perto de Madrid.

Pode ser feita com frango para quem for sensível à fofice dos coelhinhos {#emotions_dlg.sarcastic}

 

Coelho al ajillo

 

 

½ coelho cortado em bocados

5 dentes de alho

1 folha de louro

½ copo de azeite

1 malagueta

1 copo de vinho branco

1 copo de água

5 hastes de tomilho

Sal

 

Aquecer o azeite num tacho com os dentes de alho inteiros e com casca, a malagueta inteira e o louro, alourar os pedaços de coelho e temperar com sal.

Juntar o vinho e deixar ferver para evaporar um bocado. Adicionar a água e as hastes de tomilho e tapar o tacho. Deixar apurar em fogo lento até que o coelho esteja bem tenro. Se necessário acrescentar mais um pouco de água para ter molho.

Servir com batatas cozidas às rodelas e salteadas em azeite e com uma salada.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
Quarta-feira, 21 de Maio de 2014

perishable thoughts...

Eu sei que os diospiros são da colecção outono/inverno, mas confessem lá, com este tempinho não é o que apetece?

Pois é, e para quem foi previdente e congelou diospiros na sua época, agora pode-se deliciar! Como eu.

Eu depois lembro-vos, lá para o Outono {#emotions_dlg.tongue}

 

 

Diospiro Descongelado

 

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Terça-feira, 20 de Maio de 2014

inventora, ou não

Depois de ter visto a dica no blogue Casal Mistério, fui ver o original e são mesmo muitas as ideias para preparar esparguete. 19, nem mais.

Tantas que achei logo que uma seria sem dúvida a minha cara. Mas devo ser muito esquisitinha porque com tanta opção, nem assim fui capaz de seguir uma à risca.

Lá me pus a inventar e o que saiu foi isto, que bem poderia ser a 20ª maneira de preparar esparguete.

Experimentem e se gostam de massa, este post é para vocês!

 

Esparguete com tomates secos ao sol 

 

 

1 cebola picada

1 talo de aipo em rodelas finas

Azeite q.b.

5 filetes de anchova

6 metades de tomate seco ao sol

Piripiri q.b.

Esparguete cozido

 

Saltear a cebola no azeite juntamente com as rodelas de aipo. Quando a cebola estiver translucida, adicionam-se os filetes de anchova e esmagam-se com a colher de pau.

Juntam-se os tomates secos ao sol picados e o piripiri e envolve-se. Adiciona-se o esparguete cozido e um bocadinho da água de cozer, se necessário.

 

Nota: Usei tomate seco ao sol que pus num frasco com azeite. Para esta receita usei também o azeite do frasco

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Segunda-feira, 19 de Maio de 2014

aiquebom!

Nada mais simples para um belo começo de dia.

 

Taça de Pequeno-Almoço

 

 

Iogurte grego

1 colher de sobremesa de mel

3 colheres de sopa de Granola ou outros cereais

Frutas (opcional)

 

E para acompanhar, um chá, um café, um batido, o que apetecer.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Sexta-feira, 16 de Maio de 2014

desinspirado?

Fácil de fazer, esta sobremesa é como o Melhoral: não faz bem nem faz mal {#emotions_dlg.smile}

 

Pudim Instantâneo com bolachas

 

 

1 litro de leite

2 embalagens de pudim instantâneo (do chinês – el mandarim)

Açúcar de acordo com o necessário para os pudins

1 embalagem de bolacha torrada rectangular

1 copo de leite morno

1 cálice de licor de café

 

Preparar o pudim de acordo com as instruções da embalagem.

Numa taça misturar o copo de leite morno e o licor de café.

Passar algumas bolachas nesta mistura e pôr no fundo de um tabuleiro ou taça rectangular.

Por cima deita-se o pudim. Por cima do pudim põem-se as restantes bolachas passadas pela mistura de leite e licor.

Deixar arrefecer e guardar no frigorífico até servir.

 

Nota: na receita original põe-se uma capa de chocolate derretido com natas sobre as bolachas mas eu optei por uma versão mais simples.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
Quinta-feira, 15 de Maio de 2014

Quais Almondegas do Ikea???

Depois de ter experimentado uma versão de almondegas ‘à la Ikea’ muito melhor do que as originais, achei difícil encontrar outra que fosse ainda melhor. E realmente não encontrei, mas esta é tão boa como a anterior.

Confusos? Experimentem as duas!

 

Almondegas à Sueca 

 

 

2 colheres de sopa de azeite

1 cebola picada

500 grs de carne de porco picada

½ copo de pão fresco ralado

1 ovo

Sal, pimenta, pimenta da Jamaica e noz moscada, q.b.

 

Molho:

50 grs de manteiga

2 colheres de sopa de farinha

2 copos de caldo de carne

½ copo de natas

Sal e pimenta, q.b.

Salsa picada

 

Alourar a cebola bem picada numa colher de sopa de azeite. Misturar numa taça com a carne picada, o pão ralado, o ovo e os temperos. Formar almondegas do tamanho desejado.

Com a outra colher de sopa de azeite, levar a mesma frigideira onde se alourou a cebola ao lume e fritar as almondegas por uns cinco minutos (vão acabar de cozer depois).

Para fazer o molho, numa caçarola derrete-se a manteiga e adiciona-se a farinha, mexendo sempre, Junta-se o caldo de carne e mexe-se sempre até engrossar. Adicionam-se as natas e tempera-se a gosto. Juntam-se as almondegas a este molho e deixam-se cozer por mais quinze minutos, com cuidado para o molho não engrossar demais, se necessário adicionar umas colheres de sopa de caldo de carne para diluir.

Servir polvilhado com salsa picada.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Quarta-feira, 14 de Maio de 2014

perishable thoughts...

Costumo enviar semanalmente uma receita para um jornal da minha terra e por isso de vez em quando alguém no supermercado ou na rua me fala sobre essas receitas.

Aqui há uns tempos, o dono de um café onde vou às vezes disse-me: gosto muito de ler as suas receitas mas às vezes usa ingredientes estranhos. E eu: acha? Quais, por exemplo. E ele: sei lá, olhe, aquelas coisas, curgetes. E eu: Oh Senhor M.!!!! Curgetes???? Isso há em todo o lado, até na praça {#emotions_dlg.lol}

Isto para dizer que o cardamomo não se encontra na praça mas já há à venda nos hipermercados. Yey!!!!

 

Cardamomo 

 

 

O cardamomo - Elettaria cardamomum - é uma especiaria que pode ser usada em pratos doces ou salgados, pães, café, bolos, gelados, licores, etc. É uma das minhas favoritas e é muito usada em receitas indianas e tailandesas.

Existe na versão cardamomo verde e cardamomo preto. São da família do gengibre mas não nascem na mesma planta, estes dois, embora deem pelo mesmo nome.

O cardamomo verde é mais suave, embora um pouco picante e com algum toque de mentol. O preto é defumado e tem um sabor e cheiro muito mais intensos pelo que é muito bom usado, com parcimónia, em estufados ou pratos que cozinhem por algumas horas.

Também tem propriedades medicinais e é um excelente digestivo, estimulante, alivia a fadiga, as dores de cabeça, é diurético e, tchanan, é afrodisíaco!

Se encontrarem à venda, usem e abusem porque não é à toa que é conhecido como Rainha das Especiarias!

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (3) | favorito
Terça-feira, 13 de Maio de 2014

tocam os sinos...

 

Não há muito mais a dizer sobre esta receita a não ser que é muito boa. E tem uma história lindíssima a acompanhar, por isso vão ver e experimentem. Vale a pena!

 

Bacalhau à Noiva

 

 

3 postas de bacalhau

1 cebola grande

2 dentes de alho

Vinagre

Azeite

2 cenouras

250 grs de feijão-verde

2 ovos cozidos (usei os dos folares)

Sal e pimenta q.b.

1 ovo batido

 

Puré:

Batatas

Leite

Manteiga

Noz-moscada

 

Cozer as cenouras cortadas em fatias finas e o feijão-verde também cortado em tiras finas. Aproveitar para cozer também os ovos se necessário.

Noutro tacho cozer o bacalhau por uns dez minutos. Retirar e na mesma água cozer as batatas para o puré.

Desfiar o bacalhau e descartar peles e espinhas.

Numa frigideira levar ao lume a alourar a cebola cortada em rodelas bem como o alho picado finamente. Adicionar o bacalhau desfiado e um esguicho de vinagre e reservar.

No fundo de um tabuleiro põem-se as cenouras e vagens cozidas. Por cima dispõe-se o bacalhau com a cebola e por cima os ovos em rodelas.

Com as batatas cozidas faz-se um puré a que se junta leite e manteiga e se tempera com noz-moscada. Espalhar o puré sobre o preparado do tabuleiro e pincelar com um ovo batido.

Levar ao forno por 20 minutos a dourar o ovo.

Servir com salada de beterraba e azeitonas.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
Sexta-feira, 9 de Maio de 2014

em maio canta o gaio, o melro ou quem quiser

Os meus pés de ruibarbo estão a acordar para a primavera (ainda a medo, é certo…) e embora não deem tanto que possa ir cozinhar para um batalhão, dão mesmo à certa para fazer umas sobremesas em tamanho ligeiro. Por isso quando vi esta receita, juntei os vários ingredientes e cá está! 

 

Crocante de Frutas (e um vegetal)

 

 

200 grs de ruibarbo

200 grs de morangos

200 grs de mirtilos (usei congelados)

1 maçã

½ copo de açúcar amarelo

1 colher de sopa de farinha Maizena

1 copo de flocos de aveia

½ copo de nozes

2 colheres de sopa de gérmen de trigo

1 pitada de canela

1 pitada de sal

3 colheres de sopa de óleo de girassol

 

Numa taça juntar o ruibarbo cortado em cubos, os morangos cortados em pedacinhos, os mirtilos e a maçã cortada em cubos. Adicionar metade do açúcar e a farinha Maizena e misturar bem. Deitar esta mistura num pyrex e reservar.

Numa outra taça misturar os flocos de aveia, as nozes, o restante açúcar, o gérmen de trigo, a canela e o sal. Juntar o óleo e misturar bem. Deitar esta mistura sobre as frutas e levar ao forno por cerca de 30 a 45 minutos, dependendo se se quer mais ou menos crocante.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Quinta-feira, 8 de Maio de 2014

até espantalhos...

Aproveitar que estão na época, já se veem nos mercados, verdinhas e todas tortas, prontas a utilizar em muitas receitas.

As minhas, da horta, ainda estão pequenas e tenho tido que arranjar maneira de as proteger dos pássaros e até um espantalho fiz para ajudar, além de plásticos pendurados em paus, à laia de bidonville

 

Frango com Ervilhas Tortas 

 

 

½ frango caseiro

1 cebola picada

2 dentes de alho picados

1 malagueta

Azeite q.b.

½ copo de vinho branco

1 copo de água

1 mão–cheia de ervilhas tortas

 

Alourar a cebola picada e o alho no azeite, juntar a malagueta e o frango partido em pedaços e refogar. Quando o frango tiver perdido a cor crua, adicionar o vinho e mexer. Tapar o tacho e deixar refogar em lume brando e ir adicionando água pouco a pouco para manter molho. Quando o frango estiver tenro adicionam-se as ervilhas tortas e deixam-se cozer por uns cinco minutos.

Servir com arroz branco.

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
Sexta-feira, 2 de Maio de 2014

mais miniaturas

São tartes, senhor, são tartes…

 

Mini Tartes de Lima 

 

 

1 pacote de 200 grs de bolachas (usei Maria Fibra)

50 grs de manteiga (usei Becel Cozinha)

1 lata de leite condensado

3 ovos

100 grs de iogurte grego natural

Sumo e raspa de uma lima

 

Forrar forminhas de queque com formas de papel plissado.

Moer as bolachas e misturar com a manteiga derretida.

Pôr uma colher desta mistura no fundo de uma forminha de papel plissado e com a ajuda de um copo pressionar para que a mistura fique compacta.

Numa taça bater o leite condensado com os ovos, o iogurte e o sumo e raspa da lima.

Deitar esta mistura nas forminhas sobre a bolacha. Levar a forno médio por cerca de 15 minutos.

Retirar do forno e deixar arrefecer. Retirar as forminhas de papel e levar as tartes ao frigorífico.

Rendeu 18 mini tartes.

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (1) | favorito
Quarta-feira, 30 de Abril de 2014

que mimos

E porque as bananas estão em alta…

 

Bananas Caramelizadas

 

 

2 bananas

1 colher de sopa de açúcar amarelo

1 colher de sopa de manteiga

 

Cortar as bananas em pedaços e passar pelo açúcar.

Aquecer a manteiga numa frigideira e alourar as bananas, abanando a frigideira de vez em quando, até ficarem caramelizadas.

Servir frio com uma bola de gelado.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
Terça-feira, 29 de Abril de 2014

oh jamie!

No outro dia estava a ver um programa do Jamie Oliver chamado ‘Save with Jamie’ onde ele mostra como se podem ‘esticar’ algumas refeições com um produto base, que no caso desse episódio era uma pá de porco assada.

Uma das coisas que fez ali num instantinho, deixou-me mesmo com vontade de experimentar porque a) tinha sobras de lombinho de porco assado congeladas; b) tinha um cesto de bambu para cozer a vapor aí há uns cinco anos que nunca tive desculpa para usar e c) porque não posso ver nada, ou como se costuma dizer: sou como o Zé da Carriça, tudo o que vê, tudo cobiça…

Basicamente por isso, fiz esta receita para um jantar de domingo!

 

Bolinhos de Porco (Pork Dumplings)

 

 

Sobras de carne assada (cerca de 250 grs)

1 malagueta fresca

Cebolinho

Coentros

300 grs de farinha

200 ml de leite

Sementes de sésamo (opcional)

Molho de soja

Molho de ostras

 

No robot de cozinha fazer uma massa com a farinha e o leite. Bastam uns segundos a rodar e fica a massa feita.

Polvilhar a bancada com farinha e dar uma ou duas amassadelas à massa (passe a redundância). Dividir em oito pedaços.

Numa taça misturar a carne desfiada (usei carne de porco assada) a malagueta picada sem as sementes, o cebolinho picado (ou uma cebola pequena em substituição), os coentros picados e uma colherada de molho de soja.

Pegar num dos bocados de massa e com as mãos estender de modo a ficar uma rodela larga, rechear com a mistura da carne e fechar a rodela da massa de modo a formar um bolinho, unindo as pontas. Fazer o mesmo com a restante massa e recheio.

Pôr um wok ou frigideira larga ao lume com água a ferver com um cesto de cozer a vapor, pôr os pãezinhos lá dentro e tapar. Deixar cozer por cerca de 15 minutos e polvilhar com as sementes de sésamo.

Servir com os molhos de ostra e de soja e com umas folhas de alface, de coentros, rúcula, etc.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito

mais sobre mim

cuscar

quantos são? quantos são?

HTML Hit Counter
pc computer components

os meus amigos também têm blogs

digam qualquer coisa

coolinaria@sapo.pt

A Belita no Facebook!

novidades

não é chinês...

perishable thoughts...

outras sandes

da abundância

vai um bolinho?

Quem não tem cão…

pershable thoughts...

bicicletas...

no aproveitar...

cheirinho bom!

que bons bolinhos

ai, ai...

fruta bem vestida

mas que bela açorda

cool gadgets

armazém de receitas

tags

todas as tags

os meus livros de receitas, alguns...

blogs SAPO

subscrever feeds