Segunda-feira, 8 de Fevereiro de 2016

a aquecer

 

Para aquecer o corpo daqueles que não vão em desfiles carnavalescos, aqui está uma bela sopa para dias chuvosos.

 

Creme de Couve-Flor e Açafrão das Índias

 

sopa.jpg

 

1 cebola

1 couve-flor pequena

1 cenoura

1 batata doce

1 nabo pequeno

3 batatas

1 colher de chá de açafrão das Índias

Sal a gosto

2 colheres de sopa de azeite

1 litro de água a ferver

 

No fundo de uma panela põe-se o azeite, a cebola, a couve flor cortada em pedaços, a cenoura, a batata doce, o nabo e as batatas também cortados em pedaços. Polvilha-se com o açafrão das Índias e tempera-se com sal. Leva-se ao lume por dois minutos mexendo uma vez e depois adiciona-se a água a ferver. Deixa-se cozinhar por 20 minutos e tritura-se com a varinha mágica até ficar um creme espesso e aveludado.

Serve-se bem quente.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Sexta-feira, 5 de Fevereiro de 2016

resolve-se já!

 

Nenhuma receita de bolo de maçã este ano que já vai no segundo mês????

Não pode ser!

 

Bolo de Maçã e Canela

 

bolmac.jpg

 

1 copo de farinha de trigo

1 copo de farinha de trigo integral

1 copo de açúcar amarelo

1 colher de chá de fermento em pó

2 colheres de chá de canela

1 ovo

1 copo de leite

½ copo de óleo

1 maçã grande ralada (ou duas médias)

 

Numa taça misturar as farinhas com o açúcar, o fermento e a canela.

Noutra taça bater o ovo com o copo de leite e o óleo. Juntar à farinha, envolver e adicionar a maçã ralada, sem bater muito.

Deitar numa forma untada (usei uma de cartão, não necessita ser untada) e levar ao forno a cozer por uns 40 minutos. Verificar com um palito no meio, deve sair seco.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:38
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 4 de Fevereiro de 2016

party!!!!

 

Tenho uma amiga que deve ser a maior admiradora/campeã/divulgadora/vendedora da Bimby. Da Bimby, não das imitações. Mas, por melhores amigas que sejamos, e somos, não me consegue convencer a querer uma. Não consegue, sabe disso, e gosta de mim na mesma 

Mas de vez em quando, insidiosa, lá me oferece um livro de receitas da Bimby. E não é que algumas receitas são mesmo boas? E melhor, porque antes de haver essas máquinas já há milénios se dominava a arte de cozinhar, essas receitas dão para fazer de forma convencional.

Esta é uma das melhores receitas que pude experimentar nos últimos tempos. Tem um nome que lhe cai mesmo a jeito, é verdadeiramente de Festa!

É do livro ‘Velocidade Colher’, da autora do blogue No soup for you e deixou-me rendida. À receita!

 

Pescada de Festa

 

pescada.JPG

 

Cobertura:
2 fatias de pão integral seco
1 mão-cheia de coentros
2 dentes de alho
raspa de 1/2 limão
Recheio:
4 lombos de pescada (usei congelada)
sumo de 1 limão
sal e pimenta preta  q.b.

2 cebolas
2 dentes de alho
1 raminho de salsa
3 cenouras
azeite q.b.
200 grs de batata frita palha (usei de compra)
Molho Béchamel:
600 ml de leite
2 colheres de sopa de farinha de trigo
2 colheres de sopa de manteiga (usei Becel Cozinha)
sal e noz moscada q.b.

 

Temperar o peixe com sumo de limão, sal e pimenta. Reservar

No robot de cozinha ou picadora triturar o pão com os coentros, o dente de alho e a raspa de meio limão. Reservar.

Fazer o molho bechamel derretendo a manteiga numa caçarola e adicionando a farinha. Mexer com uma vara de arames e adicionar o leite tendo o cuidado de continuar a mexer para não fazer grumos. Quando começar a engrossar, tempera-se com sal e noz-moscada a gosto. Reservar.

Num tacho largo alourar no azeite a cebola cortada em meias-luas, os alhos picados e a cenoura ralada. Deixar amolecer um pouco e acrescentar os lombos de pescada. Tapar e deixar cozinhar uns minutos. Com a colher de pau partir grosseiramente os lombos de pescada e adicionar a batata palha e a salsa picada. Envolver com mais de metade do molho bechamel. Deitar esta mistura num tabuleiro, cobrir com o restante molho bechamel e polvilhar com a mistura de pão que se triturou.

Levar ao forno até estar lourinho, cerca de 25 minutos.

Servir com verduras cozidas.

 

Notas:

Adaptei ligeiramente a receita original;

Atenção ao sal porque as batatas palha já são salgadas;

Não usei mas penso que pode ser usado molho bechamel de compra;

A receita original refere que este prato pode ser feito com carne, bacalhau ou outros tipos de peixe

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 2 de Fevereiro de 2016

cá ideias...

 

Descobri esta receita e achei que era uma das boas para os jantares das sextas-feiras. O único senão, para mim, era pimento a mais. Muito pimento a mais.

Mas como isto das receitas é como os conselhos que os outros nos dão, nós registamos mas depois escolhemos apenas o que nos convém (até porque se os conselhos servissem para alguma coisa, não os davam, vendiam-nos!), escolhi alterar esta de modo a ficar ao meu agrado.

E muito ao meu agrado!

  

Massa com Queijo no Forno

 

massa.png

 

200 grs de esparguete fino

5 colheres de sopa de azeite

1 dente de alho grande ralado

1 colher de sopa de orégãos

1 raminho de salsa picada

1 colher de sopa de piripiri

12 azeitonas

5 metades de tomate seco em azeite

½ pimento vermelho

100 grs de queijo mozarela ralado

25 grs de queijo parmesão em lascas ou ralado

 

Cozer o esparguete em água temperada com sal até estar quase cozido. Escorrer (reservar um pouco da água)

No fundo de um pyrex ou outro tipo de tabuleiro de ir ao forno e à mesa põe-se azeite, até cobrir o fundo. Juntar o dente de alho ralado e os orégãos, salsa e o piripiri.

Retirar os caroços às azeitonas e picar, cortar o pimento e os tomates secos em quadradinhos. Pôr as azeitonas, tomates, pimento e queijo mozarela no tabuleiro e adicionar a massa cozida e um pouco da água de cozer, duas ou três colheres. Com dois garfos envolver tudo muito bem e polvilhar com o queijo parmesão.

Levar ao forno por 20 minutos, até o queijo estar derretido. Servir com pão estaladiço e vinho tinto ou cerveja fresca.

 

Nota: pode acrescentar-se quadrados de salpicão, bacon, frango, etc. para uma versão não vegetariana.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Segunda-feira, 1 de Fevereiro de 2016

recomecemos

 

Esta sopa é boa mesmo para os que dizem que não gostam de peixe. Eu sei, eu também costumava sofrer desse mal 

 

Sopa de Peixe com Ovo e Coentros

 

sopapeixe.png

 

1 cebola picada

¼ de pimento vermelho

3 tomates

2 colheres de sopa de massa de tomate (daquela que vem numa bisnaga)

1 posta de maruca

1 posta de tintureira

Sal q.b.

1 colher de chá de colorau

1 colher de chá de açafrão da Índias

1 colher de chá de chilli em pó

½ copo de vinho branco

2 colheres de sopa de azeite

 

1 litro de água

100 grs de cotovelinhos

1 ovo cozido

Coentros frescos

 

Numa panela larga põem-se a cebola grosseiramente picada, o pimento, os tomates em pedaços, a massa de tomate e o peixe. Tempera-se com sal, colorau, açafrão das Índias e chilli em pó (ou piripiri) e por cima deita-se o vinho e o azeite.

Leva-se ao lume e quando ferver põe-se em lume brando e deixa-se refogar por 20 minutos.

Retiram-se as postas de peixe e passa-se o restante com a varinha mágica.

Desfia-se o peixe, retirando peles e espinhas.

Volta-se a pôr a panela ao lume, junta-se água e deixa-se levantar fervura. Adiciona-se o peixe desfiado e a massa. Rectificam-se os temperos e deixa-se fervilhar até a massa estar cozida (cerca de 12 a 15 minutos).

Serve-se com o ovo e os coentros picados.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Sexta-feira, 29 de Janeiro de 2016

das boas!

 

Esta receita estreou no Natal e já foi feita mais vezes desde então.

Também já foi dada, distribuída, comentada, agradecida.

Fica aqui no original, com a permissão da ‘dona’ e porque em equipa ganhadora não se mexe, como se costuma dizer 

E não me agradeçam, agradeçam à Mar

 

Tarte de Amêndoa e Caramelo

 

tarteamendoa.jpg

  

Para a base:

150 g de açúcar + 150 g de manteiga (tem que ser manteiga) + 2 ovos inteiros + 100 g de farinha + leite e sal q.b. 

 

Para a cobertura:

 150 g de açúcar + 1 pacote de natas + 150 g de amêndoas (costumo usar laminadas) + uma pitada de sal. 

 

Bate-se o açúcar com a manteiga e com os dois ovos durante 5 minutos. Entretanto, junta-se a farinha e continua a bater-se, reduzindo a velocidade da batedeira, para harmonizar melhor. A seguir, acrescenta-se um pouco de leite (menos de metade de um copo será o suficiente, mas é melhor avaliar-se no momento, que a quantidade pode variar consoante o tamanho dos ovos, por exemplo). Bate-se mais um pouco (cerca de três minutos) e leva-se ao forno a 180º C, durante cerca de 10 minutos (na dúvida, faz-se o teste do palito), numa forma redonda com fundo amovível.

Enquanto a base está no forno, leva-se ao lume o açúcar numa caçarola, até começar a fazer caramelo. Mexe-se continuamente, até ficar dourado-claro (não importa se houver alguns "grumos"). A seguir, acrescenta-se o pacote de natas. Ultrapassada a efervescência natural, mexe-se de imediato, para que as natas se integrem bem no caramelo. Vai formar-se uma espécie de torrão, mas não há problema. É inevitável. Basta tentar dissolver o que pudermos e retirar da caçarola o que restar desse torrão. Por fim, as amêndoas e um pouco de sal. Mantém-se ao lume durante mais dois minutos, mexendo sempre. A seguir, retira-se. Com alguma sorte, estes dois tempos vão coincidir e vai ser só cobrir a tarte com este caramelo delicioso e deixar arrefecer.

 

Notas minhas: 

  • Usei uma forma de tarte com fundo amovível mas forrei-a por fora com papel de alumínio para não passar nada para fora e queimar no forno
  • A minha base demorou cerca de 15 minutos a cozer
  • Usei amêndoas palitadas
  • O caramelo com as natas fica a parecer uma bola mas vai-se mexendo que acaba por se dissolver quase todo (o que ficar agarrado à colher de pau basta pôr de molho que sai)
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (6) | favorito
|
Quinta-feira, 28 de Janeiro de 2016

alimenta uns quantos...

 

Para quem ainda tem sobras das festas ou para quem quiser fazer a preceito.

Este prato não é difícil de fazer e dá para uma multidão! Sim, deu para andar três ou quatro dias a alimentar alguns por altura do fim de ano. E ainda bem, que o ânimo para andar à volta dos tachos no pós-festas não era lá muito 

 

Arroz de Peru no Forno

 

download (1).png

 

Para a carne:

1 perna e coxa de peru

150 grs de toucinho defumado

1 chouriço de vinho, picante

1 cebola

1 raminho de salsa

6 bagas de pimenta da Jamaica

Sal q.b.

 

Levar uma panela com água ao lume e cozer a perna e coxa de peru juntamente com os restantes ingredientes. Depois de bem cozido, retirar, deixar arrefecer e desfiar a carne e reservar o toucinho e o chouriço. Levar a água ao frigorífico por umas horas para solidificar a gordura ao de cima. Descartar a gordura.

 

Para o arroz:

Azeite q.b.

1 cebola

2 chávenas de arroz estufado

4 a 5 copos de água de cozer o peru aquecida

Noz-moscada q.b.

 

Fazer um estrugido com a cebola bem picadinha e azeite num tacho largo.

Adicionar o arroz para fritar ligeiramente e de seguida a água de cozer o peru a ferver. Mexer e temperar com umas raspas de noz-moscada e deixar cozer por cerca de dez minutos, até os bagos começarem a encher.

Pôr metade do arroz num tabuleiro, por cima espalhar a  carne desfiada e o toucinho defumado cortado em tiras. Tapar com o restante arroz, pôr o chouriço em rodelas por cima e levar ao forno até estar dourado e ter finalizado a cozedura.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quarta-feira, 27 de Janeiro de 2016

cool gadgets

 

Lá está, as coisas que nos oferecem, seja porque é época de presentes ou apenas porque apetece dar alguma coisa a alguém.

No dia-a-dia, ou melhor, ao pequeno almoço o meu chá é feito com saquetas. Sim, de manhã é o mais prático e o que me convém. Mas à noite, quando faço chá, aproveito para fazer o de folha solta e também para utilizar alguns ‘cool gadgets’ que tenho ao serviço do chá. Este tubinho é um deles.

Enche-se com chá e põe-se dentro de uma caneca com água fervida. Tanto serve para libertar o aroma do chá como para mexer.

É mesmo giro, não o conhecia e agora está lá junto dos outros acessórios que quem me conhece me tem vindo a oferecer 

 

Tubinho para Chá

 

tea.png

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Terça-feira, 26 de Janeiro de 2016

hoje há bacalhau

 

Agora que já está tudo mais ou menos desenfastiado do bacalhau das festas, está na hora de voltar a pôr o dito na mesa.

Esta receita é fácil de fazer e fica muito boa. Embora também possa ser feita com broa, acho que fica melhor com pão de centeio pois é mais macio. Em vez das nabiças podem ser usados grelos mas nabiças é o que tenho agora na horta. E urtigas (que já deram um belo esparregado!) 

 

Bacalhau com Nabiças

 

bacalhau.png

 

2 postas de bacalhau alto demolhado

5 batatas

1 molho médio de nabiças

1 cebola

2 dentes de alho

3 fatias de pão de centeio da véspera, esfarelado

Azeite q.b.

 

Cozer o bacalhau e as batatas às rodelas grossas.

Cozer as nabiças em vapor.

Separar o bacalhau em lascas retirando peles e espinhas.

Fazer uma cebolada com a cebola cortada em meias-luas, os dentes de alho picados e o azeite.

No fundo de um tabuleiro põe-se as rodelas da batata, por cima as lascas do bacalhau e por cima as nabiças cortadas grosseiramente.

Pôr a cebola sobre as nabiças e por cima espalhar o pão esfarelado. Regar com o azeite da cebolada e levar a forno quente por cerca de 20 minutos, até tostar o pão.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Segunda-feira, 25 de Janeiro de 2016

nas calmas

 

Mexer, mexer, mexer. E quando já estivermos fartos de mexer, continuamos a mexer. É assim com o risotto.

Bem, para falar a verdade, este não é bem um risotto porque lhe falta o queijo mas sinceramente, embora eu adore quase todos os tipos de queijo, acho que no risotto acaba por estragar o aroma e sabor subtil dos cogumelos. Prefiro não usar o queijo (parmesão, neste caso).

E por acaso, tenho um frasquinho mínimo de óleo de trufas que me ofereceram e nem sabia onde o gastar (ou seja, gastar três gotas dele…) e acabei por usar algum aqui. Muito bom!

 

Risotto de Cogumelos

 

download (1).png

 

3 colheres de sopa de azeite

1 cebola picada

1 copo de arroz arborio

¼ de copo de vinho branco

1 embalagem de cogumelos (cerca de 200 grs)

1 colher de sopa de vinagre balsâmico

Salsa picada q.b.

Azeite aromatizado com trufas q.b.

Sal q.b.

1 litro de água a ferver (ou caldo de carne, de legumes, de frango)

 

Saltear os cogumelos fatiados numa colher de sopa de azeite. Temperar com um pouco de sal e deixar evaporar o líquido que formam. Quando estiverem sequinhos, adicionar uma colher de sopa de vinagre balsâmico, deixar evaporar por um minuto e reservar.

Alourar a cebola picada nas restantes duas colheres de azeite. Quando estiver amolecida, adiciona-se o arroz e mexe-se deixando absorver o refogado por um ou dois minutos. Deita-se o vinho sobre o arroz e mexe-se, até o vinho ser absorbido pelo arroz. A partir daqui vai-se adicionando a água a ferver (ou caldo de carne, de legumes, etc), cerca de uma concha de cada vez, tendo o cuidado de manter o líquido sempre perto da fervura para não encruar o arroz e estando a mexer continuamente.

À medida que a água no arroz tacho vai desaparecendo, vai-se acrescentando mais uma concha, até o arroz estar no ponto desejado e cremoso. Adicionam-se os cogumelos, mexe-se e serve-se com umas gotas de azeite de trufas (ou salpica-se com salsa picada).

 

Notas:

o arroz arborio é um arroz próprio para risotto, há à venda em todos os supermercados, até de marca própria;

o azeite aromatizado com trufas é usado em muito pequenas quantidades, umas gotas apenas;

a receita original veio daqui.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 21 de Janeiro de 2016

báláber...

 

Há que tempos que andava para fazer rolo de carne. Parece um daqueles pratos que entrou em desuso mas de vez em quando sabe bem, além de que as sobras acabam por dar muito jeito se as congelarmos, dão para mais tarde experimentar umas sandes grandiosas 

Neste caso não foi bem rolo porque achei mais prático meter a massa numa forma de bolo inglês (estas formas são muito versáteis, dão para tudo, acho que a única coisa que nunca lá fiz foi… bolo inglês  )

 

Rolo de Carne

 

rolo.png

 

500 grs de carne picada (usei mistura de vitela, porco e peru)

1 ovo

2 fatias de pão

½ copo de leite morno

1 colher de chá de orégãos

1 colher de sopa de salsa picada

2 colheres de sopa de molho Inglês

Sal q.b.

1 cebola

2 colheres de sopa de azeite + + 1 para untar a forma + 1 para pôr por cima

 

Picar a cebola e fritar no azeite, apenas para amolecer. Deixar arrefecer.

Pôr o pão esfarelado numa tigela com o leite e esmigalhar com um garfo.

Misturar todos os ingredientes numa taça grande, de preferência com as mãos mas sem mexer demais, apenas para misturar.

Untar uma forma de bolo Inglês com azeite e deitar a mistura da carne dentro da forma. Alisar e deitar um fio de azeite por cima (cerca de uma colher de sopa).

Levar a forno bem quente por cerca de 45 minutos (o melhor é colocar a forma num tabuleiro porque se salpicar ou deitar molho fora, não suja o fogão).

Retirar do forno quando cozido e se tiver algum molho vertê-lo para uma tacinha.

Servir com arroz e legumes salteados. O molho pode servir para pôr sobre as fatias do rolo.

 

Nota: a carne picada que usei comprei no talho e pedi para picarem, em separado, depois fiz eu a mistura

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quarta-feira, 20 de Janeiro de 2016

cool gadgets

 

A época do Natal é useira e vezeira em presentes e lembranças nas quais normalmente não pensaríamos em gastar dinheiro. Mas de vez em quando lá aparecem umas belas surpresas. É o caso destes marcadores de copos.

Quem já foi a alguma festa em casa de alguém, daquelas onde o pessoal vai deambulando pela sala, cozinha, etc. sabe da dificuldade em reconhecer o seu copo depois de o pousar sobre uma cristaleira, na mesa, ou por cima da lareira.

Já todos perguntámos: este é o meu copo? E já ouvimos por resposta: o meu é o que está mais cheio (aproveitadores  ).

Ora com este presente que me deram nas últimas festas, isso não volta a acontecer. E já foi posto à prova e resultou. Cada um escolhe uma cor, põe no seu copinho e, desde que se lembre qual foi a cor escolhida (ao fim da festa já se torna mais complicado eheheh) não perde mais o seu copo.

Claro que antes de ter estes marcadores já tínhamos engendrado uma solução que também resultou: elásticos do cabelo, daqueles que vêm numa sequência de cores. Pode não ser tão elegante mas cumpriu a sua função.

Agora já sabem, ou com uns marcadores destes todos catitas (não sei onde há à venda) ou então elásticos do cabelo coloridos (novos, se faz favor!), a festa está garantida!

 

Marcadores de copos

 

copos.JPG

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (3) | favorito
|
Terça-feira, 19 de Janeiro de 2016

de outro modo

 

Estes filetes ficaram uma maravilha. Se não tiverem sementes de linhaça não faz mal, o pão de sementes já tem bastantes. E se não houver avelãs à mão, podem usar nozes, amêndoas ou outro fruto seco. Não é essencial mas dá um toque extra ao prato. E assim, uns *míseros* filetes de pescada transformam-se num prato cinco estrelas!

 

Filetes de Pescada panados no forno

 

filetes.JPG

 

2 filetes de pescada grandes (cortar ao meio)

1 limão pequeno

1 dente de alho

1 colher de chá de orégãos

Sal q.b.

1 fatia grande de pão de sementes

1 colher de sopa de sementes de linhaça raladas

1 colher de sopa de avelãs raladas

1 ovo batido

2 colheres de sopa de azeite

 

Temperar os filetes com o dente de alho em rodelas, sal, orégãos e sumo de limão e deixar por uma hora.

Ralar a fatia de pão e misturar com a linhaça e as avelãs também raladas.

Passar os filetes pelo ovo e de seguida passar pela mistura de pão.

No fundo do tabuleiro espalhar o azeite e pôr os filetes panados.

Levar ao forno por cerca de 20 minutos, até estar tostado.

Servir com couve portuguesa salteada e batatas no forno.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
|
Segunda-feira, 18 de Janeiro de 2016

guardar o sol...

 

Agora que está mesmo na época dos citrinos, esta é uma boa maneira de guardar um pouco da bela cor que têm.

Esta compota é muito fácil de fazer, não tem que estar horas ao lume para criar ponto, é rápida e faz-se em pouca quantidade para se gastar depressa e não se encher de bolor. Nem comer à exagerada!

A receita veio daqui.

 

Compota de Clementinas

 

jam.jpg

 

1 kg de clementinas (ou marroquinos ou tangerinas)

1 copo de açúcar

Sumo de 2 limões

 

Descascar as clementinas e cortar ao meio para retirar algumas pevides que possam ter. Triturar num robot de cozinha e pôr a polpa num tacho juntamente com o açúcar e o sumo de limão.

Levar ao lume até levantar fervura. Mexer e baixar o lume, deixando fervilhar por cerca de 40 minutos até engrossar. Não tapar o tacho.

Deve-se mexer de vez em quando para não pegar e quando perder quase todo o líquido deita-se em frascos.

 

Nota: esta compota deve ser guardada no frigorífico

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Sexta-feira, 15 de Janeiro de 2016

lá vem ela...

 

Consegui chegar ao décimo quinto dia de um novo ano sem vos aterrorizar com mais uma receita de biscoitos…

sintam-se agradecidos, foram quinze dias abençoados 

 

Biscoitos de Chinese Five-Spice

 

IMG_4880.JPG

 

175 grs de manteiga ou margarina

½ copo de açúcar granulado

1 copo de açúcar amarelo

2 ovos

2 copos de flocos de aveia

1 e ½ copos de farinha de trigo

1 copo de farinha de amêndoa

1 e ½ colheres de chá de ‘cinco especiarias chinesas

1 colher de chá de canela em pó

1 colher de chá de fermento em pó

1 pitada de sal

 

Numa taça bater a manteiga com os açúcares. Adicionar os ovos e bater bem. Juntar a aveia, farinha, farinha de amêndoa, especiarias, canela, fermento e sal e amassar bem para que fique tudo bem misturado.

Forrar um tabuleiro com papel de ir ao forno. Deitar colheradas de massa no tabuleiro ou fazer bolas com as mãos e pôr no tabuleiro (quanto mais redondinhas forem, mais perfeitos ficam os biscoitos). Levar ao forno bem quente de 12 a 15 minutos, conforme se prefere mais mole ou mais tostado. Retirar do forno e deixar arrefecer.

 

Nota: esta mistura de especiarias compra-se em lojas de especialidade (ou pedem-se a amigos ou familiares que vão ao estrangeiro). Também se podem fazer em casa: misturar em partes iguais pimenta-de-Sichuan, sementes de funcho, canela, anis-estrelado e cravinho, todos moídos.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quarta-feira, 13 de Janeiro de 2016

não é do chinoca

 

Embora seja feito com massa este prato é bastante leve.

Além disso dá para gastar aquelas miudezas que andam lá pelo frigorífico ou pela arca, um bocadito de pimento vermelho, um restito de brócolos, três ou quatro cogumelos e por aí fora.

Eu sei que leva ingredientes pouco comuns como o molho de ostras, o molho de peixe ou mesmo o óleo de sésamo. Mas se querem a minha opinião, vale a pena comprar um frasco de cada um destes molhos, não são caros e como se usa só um bocadinho de cada vez, duram um ano ou mais. É um investimento que vale a pena fazer e sempre ajuda a variar o sabor da comida que fazemos. E estão à venda nos supermercados ou lojas de produtos naturais.

 

Massa chinesa com vegetais

 

chines.JPG

 

Quanto baste de:

Cebola, cenoura, pimento vermelho, brócolos, couve portuguesa, cogumelos e curgete

Molho:

3 colheres de sopa de molho de soja

1 colher de sopa de molho de peixe

2 colheres de sopa de molho de ostras

1 colher de chá de vinagre chinês (ou de cidra)

1 colher de chá de manteiga de amendoim

2 colheres de sopa de óleo de girassol

1 colher de sopa de óleo de sésamo

1 colher de chá de azeite picante (ou uma malagueta)

150 grs de massa chinesa

Folhas de coentros

 

Cortar a cebola em meias-luas. Cortar a cenoura em lâminas com o descascador de vegetais. Cortar o pimento vermelho em tiras finas, os cogumelos e curgete em fatias e os brócolos em raminhos pequeninos. A couve (usei apenas as folhas pequenas de dentro) não precisa de ser cortada, apenas se corta o talo ao alto para cozer mais rápido.

Cozer a massa (coze muito rápido).

Numa taça misturar a soja, molho de peixe, molho de ostras, vinagre e manteiga de amendoim. Adicionar um pouco da água de cozer a massa, bem quente, para amolecer a manteiga de amendoim.

Num wok ou frigideira larga, aquece-se o óleo de sésamo com o de girassol e o azeite picante. Salteia-se a cebola e adicionam-se os restantes vegetais. Vai-se mexendo e ao fim de uns minutos adiciona-se o molho. Mexe-se novamente e deixa-se apurar, adiciona-se a massa cozida e escorrida e mistura-se mais um pouco da água de cozer a massa, se necessário. Apura por mais um minuto e serve-se de imediato, salpicado com folhas de coentros.

Serve-se com mais molho de soja para quem desejar.

 

Nota: estes vegetais querem-se crocantes e não demasiado cozidos, por isso este é um prato rápido de fazer a partir do momento que vai ao lume.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Segunda-feira, 11 de Janeiro de 2016

outras bolas

 

Podia escrever um tratado de 25 linhas a dizer quão maravilhosa é esta bola de queijo para barrar. Podia, mas não o vou fazer.

Quem provou, sabe do que falo. Quem não provou, o melhor é fazer . E aviso já: se levarem esta bola de queijo para um encontro/jantar/convívio, todos vão querer ser vossos amigos. Prometo.

 

Bola de Queijo para barrar

 

bola.png

 

150 grs de queijo Feta

200 grs de quijo-creme (tipo Philadelphia)

6 tâmaras

Avelãs q.b.

 

Demolhar as tâmaras sem caroços por dez minutos em água quente. Escorrer e cortar em quadradinhos.

Pôr o queijo Feta, o queijo–creme e as tâmaras na picadora ou robot de cozinha e triturar até ficar um creme homogéneo.

Pôr esta mistura num bocado de película aderente e formar uma bola que se leva ao frigorífico por umas horas ou mesmo dias.

Quando for para servir, retirar da película e rolar em avelãs tostadas finamente picadas.

Servir com uma selecção de bolachas de água e sal, gressinos e tostinhas

 

Nota: em vez das avelãs, pode-se enrolar em nozes, sementes de sésamo ou mesmo em ervas picadas

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Sexta-feira, 8 de Janeiro de 2016

das resoluções

 

Já está na hora de dar uma dentada nas resoluções do ano novo: detox, dietas, correr, ginásio, deixar de fumar e essas coisas cheias de significado e boa vontade…

Se conseguiram chegar até hoje a manter essas resoluções, e já lá vai uma semana de um ano novinho a estrear, merecem um mimo. Se não conseguiram, mal por mal, mais vale uma coisa boa. Como este salame.

 

Salame de Chocolate

 

salame.png

 

150 grs de chocolate de leite

200 grs de chocolate negro (70% cacau)

100 grs de manteiga

1 colher de chá de café granulado

1 pitada de sal

1 lata de leite condensado

50 grs de avelãs tostadas

300 grs de bolachas Digestive

Açúcar em pó q.b.

 

Partir as bolachas em pedaços, esmigalhando alguns.

Numa caçarola põe-se a manteiga, os chocolates em pedaços e o sal. Leva-se a lume baixo e mexe-se até derreter.

Retira-se do lume e adiciona-se o leite condensado e o café. Mexe-se bem até ficar liso.

Juntam-se as bolachas e as avelãs ao creme de chocolate e mexe-se para envolver bem. Deita-se a mistura em colheradas numa folha de papel vegetal de modo a formar um rolo e leva-se ao frigorífico por umas horas ou até ao dia seguinte.

Quando for para servir, retirar o papel que envolve o rolo e polvilhar com açúcar em pó.

Servir em fatias finas porque é muito guloso!!!   

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 7 de Janeiro de 2016

da época... ou não

 

Gosto de usar os produtos da época. Não é época de tomates-cereja (nem dos outros) embora se vejam por todos os supermercados. Quando é época, congelo tudo aquilo que posso, desde vagens a curgetes, amoras, etc. Depois vou usando ao longo do ano.

Para esta receita, usei uns tomatitos que tinha congelado. Em alternativa, podem ser usados frescos já que não são difíceis de encontrar.

 

Bifinhos de peru com tomates-cereja

 

20151121_131200.jpg

 

2 bifes de peru

2 dentes de alho esmagados

1 malagueta

Sal q.b.

2 colheres de sopa de azeite

1 mão cheia de tomates-cereja

1 raminho de tomilho

100 ml de natas

 

Cortar os bifes de peru em tiras fininhas. Alourar numa frigideira com azeite e alho. Temperar com sal e juntar a malagueta e o tomilho. Mexer e deixar fritar. Juntar os tomates cherry cortados ao meio e deixar fritar mais uns dois ou três minutos. Adicionar as natas e mexer.

Servir com arroz branco.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quarta-feira, 6 de Janeiro de 2016

perishable thoughts...

 

Dia de Reis.

Manda a tradição que se comam romãs neste dia. Para boa fortuna.

Nada contra 

 

roma.jpg

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Terça-feira, 5 de Janeiro de 2016

sugestão

 

Para aquele bocado de abóbora cozida que ainda anda por ali depois de já terem sido feitos todos os bilharacos da época, aqui está uma sugestão, ligeiramente adaptada desta receita.

É rápida, faz apenas dois frascos e além disso não leva muito açúcar. Convém ser gasta com brevidade (por isso o melhor é darem um frasco a alguém, até vos fica bem e podem logo riscar uma das resoluções do ano novo: ser mais generoso ).

Ah, e é boa, experimentem lá.

 

Compota de Abóbora

 

compota.JPG

 

600 grs de abóbora em puré

100 grs de açúcar amarelo

100 ml de maple syrup (xarope de ácer)

1 colher de chá de canela em pó

1 colher de chá de extracto de baunilha

1 pitada de sal

2 colheres de chá de sumo de limão

 

Pôr o puré de abóbora (abóbora cozida, bem escorrida e triturada com a varinha mágica) num tacho juntamente com os restantes ingredientes. Mexer e levar a lume médio mexendo ocasionalmente. Quando começar a ferver e a fazer bolhas, tapar o tacho com o testo e baixar o lume para o mínimo. Deixar apurar por cerca de meia-hora mexendo de vez em quando. O creme vai ficando mais escuro e engrossa também um pouco. Quando estiver com a cor desejada (parece caramelo) retirar do lume e pôr em frascos esterilizados. Deixar arrefecer e guardar no frio.

 

Nota: esta compota, como leva pouco açúcar não cria o ponto que normalmente permite que as compotas fiquem a  aguardar bem fechadas em frascos esterilizados por cerca de um ano. Esta é de consumo mais rápido, o que não é difícil já que é pouca quantidade.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Segunda-feira, 4 de Janeiro de 2016

Bom Ano!

 

Nada como começar de mansinho, sem grandes reviravoltas ou dietas, que isto foram umas semanas de excessos e não se pode passar do oito ao oitenta.

Na minha humilde opinião, que não percebo nada disto, o que se quer é regra. Ou seja, comer de tudo, mas com parcimónia.

E nada como começar com uma sopa que ajuda a aconchegar e preenche deixando assim menos espaço para folestrias ou exageros.

Vão por mim 

 

Sopa de Agriões

 

sopa.jpg

 

1 cebola

1 cenoura

1 batata-doce

1 nabo

1 xuxu

2 batatas

1 litro de água a ferver

1 molhinho de agriões

Azeite q.b.

Sal q.b.

 

Descascar e cortar a cebola, cenoura, batata-doce, nabo, xuxu (ou curgete) e batatas e pôr numa panela com o azeite no fundo. Levar ao lume e deixar estalar por uma ou dois minutos, mexendo. Deitar a água a ferver na panela e temperar com sal. Deixar e cozer por 20 minutos e triturar com a varinha mágica. Levar novamente ao lume e adicionar os agriões escolhidos. Deixar levantar fervura e cozer por cerca de cinco minutos.

Servir bem quente com broa de milho.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 24 de Dezembro de 2015

Boas Festas!

 

com ternura...

 

canvas.png

 

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 16:35
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
|
Quarta-feira, 23 de Dezembro de 2015

sem tempo a perder

 

Eu sou pela simplicidade. A sério.

 

Arroz de Frango no Forno

 

arroz.JPG

 

½ frango do campo

1 cebola

1 cenoura

2 pés de salsa

4 cravinhos

4 bagas de pimenta da Jamaica

Sal q.b.

 

1 cebola

1 copo de arroz

2 colheres de sopa de passas

3 colheres de sopa de amêndoas palitadas

2 e ½ copo de água de cozer o frango

 

Pôr o frango cortado em pedaços numa panela com uma cebola descascada inteira, uma cenoura descascada inteira, a salsa, o cravinho, a pimenta da Jamaica e o sal. Cobrir com água e deixar cozer até a carne estar tenra.

Retirar a carne da panela e deixar arrefecer até se poder desfiar. Cortar a cenoura em rodelas finas.

No fundo de um tabuleiro ou pyrex põe-se a outra cebola cortada em meias luas. Por cima a carne do frango desfiada, o arroz, a cenoura em rodelas, as passas e as amêndoas.

Põe-se a água de cozer o frango sobre tudo, remexe-se um pouco com um garfo para que tudo fique envolvido pela água e leva-se ao forno por cerca de 45 minutos.

 

Nota: Com a restante água de cozer o frango pode-se fazer uma canja

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Terça-feira, 22 de Dezembro de 2015

brilharete!

 

Esta receita tem uma bela apresentação e no entanto é facílima de fazer. Encontrei-a aqui e podem ver o vídeo que é muito explicativo. Eu aligeirei a preparação e mesmo assim ficou excelente!

 

Folhado de Salmão com Espinafres e Pinhões

 

salmao.jpg

 

1 placa de massa folhada rectangular

2 tranches de  salmão

200 grs de espinafres

2 colheres de sopa de pinhões

sal e pimenta q.b.

1 ovo

2 colheres de sopa de azeite

 

Cortar a massa ao meio.

Numa frigideira aquecer uma colher de azeite e saltear os espinafres temperados com uma pitada de sal. Retirar e na mesma frigideira passar os pinhões de modo a tostarem ligeiramente.

Temperar o salmão com sal e pimenta e alourar dos dois lados na frigideira untada com uma colher de azeite. Pôr cada tranche sobre a massa folhada e por cima põe-se os espinafres e os pinhões.

Dobrar a massa de modo a formar um embrulho e juntar bem as extremidades de modo a ficar bem fechado. Com uma faca fazer uns cortes no topo para ventilar.

Pincelar com o ovo batido e levar ao forno por cerca de 25 minutos, até a massa estar douradinha.

Servir com uma salada.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Segunda-feira, 21 de Dezembro de 2015

Moose

 

Desde há bastantes anos que faço por altura do Natal biscoitos dos mais variados tipo, de aveia, de canela, de gengibre, de chocolate, etc. Os que mais gosto de fazer são os que se cortam com feitios alusivos à época, árvores de natal, estrelas, sinos, etc.

Aqui há uns tempos uma sobrinha minha ofereceu-me uma forminha que trouxe da Suécia. É mesmo mimosa e faz uns biscoitos muito lindos. Eu sei que por cá os alces não são tradição mas alces lembram-me a Lapónia e isso lembra-me o Natal e por isso isto anda tudo ligado 

  

Biscoitos de Especiarias

 

moose.JPG

 

1 copo de margarina amolecida (cerca de 200 grs)

1 e ½ copos de açúcar (uso amarelo)

1 ovo

2 colheres de sopa de melaço

1 e ½ colheres de raspa de laranja (usei raspa de uma laranja)

1 colher de sopa de sumo de laranja

3 e ½ copos de farinha

2 colheres de chá de bicarbonato de sódio

2 colheres de chá de canela em pó

2 colheres de chá de gengibre em pó

¼ de colher de cravinho moído (opcional)

¼ de colher de chá de sal

 

Bater bem a manteiga com o açúcar. Adicionar o ovo e mexer bem. Juntar o melaço, a raspa e sumo de laranja e bater.

Juntar todos os ingredientes secos e adicionar à mistura anterior, amassando com as mãos até ter uma bola de massa que não se pegue às mãos (usar mais um pouco de farinha se necessário).

Dividir a massa em três partes, espalmar e embrulhar cada uma em película aderente e deixar no frigorífico por uma hora ou mesmo até ao dia seguinte.

Quando for para fazer os biscoitos, retira-se uma parte de massa do frio, amassa-se novamente para ficar mais maleável e estendem-se pedaços de massa para cortar os biscoitos do formato desejado.

Colocar os biscoitos num tabuleiro forrado com papel de ir ao forno e levar a cozer em forno quente por cerca de 10 a 12 minutos. Retirar e deixar repousar na forma por um minuto, depois passar os biscoitos para uma rede para acabarem de arrefecer.

 

Nota: estes biscoitos podem ser guardados em latas ou caixas herméticas por algumas semanas. Vão apurando o sabor a gengibre ao longo do tempo.

 

moosegift.JPG

 

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito (1)
|
Sexta-feira, 18 de Dezembro de 2015

sucesso portátil

 

Para quem não quiser ir de mãos a abanar para as festas de Natal que se avizinham, que tal levar um pudim destes?

Tem uma mais-valia (além de ser tão bom!): é que é super fácil de transportar.

E tem outra: é tão fácil de fazer que pode ser feito mesmo por quem não percebe nada disto 

 

Pudim de Café

 

pud.JPG

 

1 lata de leite condensado

1 medida da lata de leite

4 ovos

1 chávena de café forte (tamanho da bica)

[o café pode ser feito com café instantâneo]

Caramelo líquido (usei de compra)

 

Misturar os ingredientes do pudim com uma vara de arames.

Forrar a forma com caramelo e deitar a mistura do pudim na forma.

Levar a cozer no fogão em banho-maria por uma hora num tacho largo com tampa, com água até cerca de meio da forma.

Retirar depois de cozido e deixar arrefecer. Depois de frio pôr no frigorífico até desenformar.

Para desenformar basta virar a forma para um prato fundo e abanar com cuidado até o pudim desprender.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
|
Quinta-feira, 17 de Dezembro de 2015

às bolinhas

 

Vão ser precisas, com a azáfama que se avizinha!!!!

 

Bolinhas de Energia

 

IMG_4917.JPG

 

1 copo de tâmaras

100 grs amêndoa em pó

1 colher de sopa de manteiga de amêndoa

Raspa de ½ laranja

2 colheres de sopa de cacau em pó

2 colheres de sopa de coco ralado

Bagas goji (opcional)

 

Retirar os caroços às tâmaras e cortá-las em pedacinhos. Por no robot de cozinha e triturar até ficar uma pasta. Adicionar a amêndoa em pó, a manteiga de amêndoa e a raspa de laranja. Triturar novamente para ficar bem envolvido.

Moldar bolinhas com as mãos (se tivermos as mãos molhadas não se pega) e passar umas em cacau em pó e outras em coco ralado misturado com bagas goji picadas. Pôr no frigorífico até servir.

 

Nota: duram cerca de uma semana no frigorífico.

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Terça-feira, 15 de Dezembro de 2015

venham elas!

 

Nada melhor para experimentar a massa de ontem do que esta receita, tão prática e fácil.

E faz um vistaço!

 

Tarteletes de Pescada e Pinhões

 

download (1).png

 

1 receita desta massa
3 filetes pequenos de pescada
1 cebola picada
2 colheres de sopa de pinhões
1 colher de sopa de raspa de limão
1 colher de sopa de salsa picada

1 colher de sopa de cebolinho picado
1 ovo

3 colheres de sopa de natas (usei de soja)
sal e pimenta q.b.

Azeite q.b.

Divide-se a massa da tarte em quatro e forram-se as formas de tarteletes.
Numa taça põem-se os filetes de pescada cortados aos bocadinhos pequeninos, tipo dados minúsculos. Junta-se a cebola picada, os pinhões, a raspa de limão, a salsa e o cebolinho picados, o ovo, as natas, o sal e a pimenta. Mexe-se bem e distribui-se pelas formas. 
Salpica-se cada uma com um fiozinho de azeite e levam-se ao forno cerca de meia hora até ficarem douradinhas.


Nota: Esta receita é muito versátil e dá para modificar os ingredientes, se não houver pinhões, usam-se nozes, amêndoas, cajus, etc. Se não houver cebolinho, põe-se apenas salsa, etc. Como em tudo o resto na cozinha, a imaginação de quem está a cozinhar e o estado de espírito é que ditam o que entra na receita.

 

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito (1)
|
Segunda-feira, 14 de Dezembro de 2015

rápido e bem

 

As massas de tarte prontas a usar à venda nos supermercados são mesmo úteis, estão ali tão à mão que por vezes pensamos que fazer a nossa massa nem merece o trabalho.

Pois  não é bem assim, há massas que se fazem em tão pouco tempo quanto levamos a retirar da embalagem e desenrolar uma de compra… além de que levam incomparavelmente menos gordura e ingredientes de que não sabemos dizer o nome sem ser a ler com muita atenção!

 

Massa de Azeite para Tarte

 

massa.jpg

 

250 grs de farinha (usei metade normal, metade integral)

1 pitada de sal

1 pitada de ervas aromáticas secas (opcional)

60 ml de azeite extra virgem

120 ml de água fria

 

Numa taça misturar a farinha o sal e as ervas aromáticas (usei tomilho).

No meio deitar o azeite e misturar com um garfo, de seguida a água (deve estar bem fria) e continuar a mexer com o garfo até envolver e depois mexer com a mão mas sem amassar demais. Formar uma bola e estender com o rolo da massa numa superfície lisa enfarinhada. Forrar a forma que se vai usar e reservar no frigorífico enquanto se prepara o recheio.

 

Nota: pode-se usar farinha de trigo normal, de espelta, mistura de centeio, etc.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
|
Sexta-feira, 11 de Dezembro de 2015

mais ideias

 

Uma amiga ofereceu-me um ‘carimbo’ para biscoitos pelo natal do ano passado. Na altura já não o pude experimentar pois a época já ía avançada e já estava fartinha de fazer biscoitos.

No outro dia lembrei-me do carimbo e lá pus as mãos na massa. Usei uma receita básica de Shortbread.

Cá estão eles, maravilhosos 

 

Biscoitos Home Made

 

homemade.jpg

 

100 grs de açúcar

200 grs de manteiga fria

300 grs de farinha

 

Misturar o açúcar e a farinha numa taça e adicionar a manteiga cortada em cubos. Com a ponta dos dedos ou duas facas, misturar a manteiga com a farinha e açúcar. Primeiro fica a parecer migalhas mas continuamos a amassar com a mão e depois passa a uma bola de massa.

Pôr esta massa no frigorífico por uma hora ou mais. Estender com o rolo da massa e estampar com o molde. De seguida cortar com um aro.

Pôr num tabuleiro forrado com papel de ir ao forno e levar ao forno por cerca de doze a quinze minutos.

Retirar e deixar arrefecer um pouco na forma. Depois retirar para uma rede para acabar de arrefecer.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 10 de Dezembro de 2015

ideias

 

Para quem está à procura de ideias para os presentes de Natal, aqui está uma bem simples e fácil de fazer. E deliciosa.

O problema é chegar a presente...

 

Licor tipo Baileys Irish Cream 

 

download (1).png

 

1 lata de leite condensado
1 medida da lata de whiskey
1 colher de chá de café solúvel
1 colher de chá de chocolate em pó
1 colher de chá de extracto de baunilha (opcional)

Misturar muito bem todos os ingredientes usando uma batedeira em velocidade baixa (ou bater à mão).

Deitar a mistura em garrafinhas.

 

Nota: esta receita dá cerca de 500 ml.

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quarta-feira, 9 de Dezembro de 2015

Felicidade em pó...

 

Quando pensamos que uma receita não pode melhorar, lá está, aparece o Jamie Oliver e transforma uma coisa mesmo boa numa outra ainda melhor! Foi o que fez com a bela da Granola, de que sou fã incondicional desde que experimentei pela primeira vez.

E agora isto! Qualquer dia até dá para ‘snifar’ 

 

Granola em Pó do Jamie Oliver

 

download (1).png

 

500 grs de flocos de aveia integrais

125 grs de frutos secos (amêndoas, cajus e nozes)

100 grs de sementes (abóbora, sésamo, girassol, linhaça e chia)

125 grs de frutos desidratados (tâmaras e passas)

1 colher de sopa de café em pó

1 colher de sopa de cacau em pó

raspa de 1 laranja pequena

 

Misturar os flocos de aveia com os frutos secos e as sementes. Espalhar num tabuleiro e levar ao forno por cerca de 20 minutos mexendo a meio.

Retirar do forno e adicionar as frutos desidratados, o café em pó e o cacau em pó. Juntar também a raspa de laranja.

Triturar tudo num robot de cozinha ou picadora de modo a ficar com a consistência desejada (ou completamente em pó ou com alguns pedacinhos).

Servir com iogurte, em salada de frutas, comer à colher, em batidos, etc.

 

Notas: Podem-se usar outras frutas secas e/ou desidratadas (castanhas do maranhão, pistachos, macadâmia, arandos, bagas goji, figos secos, alperces, etc.)

Receita original no livro Everyday Super Food. Ou ver aqui.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
|
Sexta-feira, 4 de Dezembro de 2015

hoje temos...

 

O pudim é uma sobremesa que é rápida de fazer, não requer a atenção de um bolo quando está a cozer e só temos é que pensar em fazê-lo na véspera pois ganha se ficar de um dia para o outro no frigorífico.

E depois é muito bom para transportar, se temos que levar uma sobremesa para qualquer lado, não desmancha porque vai dentro da forma e ao desenformar tem sempre (ou quase, de vez em quando há uns desastres) um excelente aspecto!

 

Pudim de Pão e Vinho do Porto

 

pudim.jpg

 

1 pão seco (carcaça)

500 ml de leite

1 cálice de Vinho do porto

4 ovos

10 colheres de sopa de açúcar (ou mais, a gosto)

Caramelo líquido q.b. para a forma

 

Pôr o pão de molho no leite e no vinho do Porto. Juntar os ovos e o açúcar e bater com a varinha mágica até estar o pão todo moído.

Forrar uma forma de pudim com caramelo líquido (usei de compra) e deitar a mistura na forma. Tapar e levar a cozer num tacho largo com tampa, em banho-maria, por cerca de uma hora.

Retirar do tacho e deixar arrefecer. Pôr no frigorífico por umas horas até desenformar.

Para desenformar basta virar a forma para um prato fundo e abanar com cuidado até o pudim desprender.

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 3 de Dezembro de 2015

bons sabores

 

Uma receita de ‘pulled pork’ ou seja, uma carne que se assa ou estufa até quase se desfazer e que depois se desfia com a ajuda de dois garfos. Receita muito conhecida lá para as os países de língua inglesa onde normalmente esta carne é usada para rechear umas sandes.

A receita deu-me uma sobrinha que a viu aqui. Eu alterei tanto que já nem se pode dizer que tenha alguma coisa a ver com a original mas mesmo assim ficou excelente!

Servi com puré e nabiças salteadas.

 

Cachaço de Porco no Forno (Pulled Pork)

 

IMG_4862.JPG

 

1 quilo de cachaço de porco

Sal e pimenta q.b.

50 ml de azeite

2 colheres de sopa de molho inglês

1 folha de louro

1 haste de aipo

1 raminho de tomilho

½ laranja com casca

1 copo de vinho

2 copos de água ou caldo de carne

 

Pôr os ingredientes num tabuleiro e tapar com folha de alumínio. Levar ao forno por duas horas. Retirar o papel de alumínio e deixar mais meia hora no forno. Retirar a carne do tabuleiro e deixar repousar uns dez minutos antes de a desfiar com dois garfos (estará tão cozida que se desfaz sem qualquer problema).

Se o molho estiver muito líquido, ferver para engrossar enquanto se espera que a carne repouse.

Servir com puré de batata e verduras cozidas

  

Nota: as sobras são excelentes em sanduiches

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
|
Terça-feira, 1 de Dezembro de 2015

eggcellent

 

Para aqueles jantares em que apetece só sopa e mais qualquer coisinha…

 

Broa Frita com Ovos mexidos

 

20151118_201728.jpg

 

4 fatias de broa cortadas finas

2 ovos

1 pitada de sal

2 colheres de sopa de azeite

Orégãos q.b.

Sementes de sésamo q.b.

 

Numa sertã aquecer o azeite e fritar as fatias de broa dos dois lados.

Retirar a broa e na mesma sertã mexer os ovos até estarem ao gosto, com uma pitada de sal

Pôr sobre as fatias de broa e polvilhar com orégãos ou outra erva a gosto.

 

Nota: usei za’atar para polvilhar

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Segunda-feira, 30 de Novembro de 2015

fast food...

 

Isto são autênticos pequenos-almoços ‘de lorde’!

E o melhor é que dão para deixar feitos no frigorífico e ‘pegar e andar’ quando forem necessários.

  

Pudim de Chia com Frutas

 

IMG_20151123_134913.jpg

 

120 grs de iogurte

1 colher de sobremesa de sementes de chia

3 tâmaras

3 colheres de água a ferver

3 colheres de sopa de granola

Fruta a gosto

 

Misturar o iogurte com as sementes de chia e reservar no frigorífico.

Retirar o caroço às tâmaras e cortá-las em, pedacinhos. Pôr junto com a água a ferver numa tacinha e deixar arrefecer. Esmagar com um garfo.

Depois de frias, misturar as tâmaras e o líquido ao iogurte e chia. Mexer bem.

Quando for para servir, pôr a granola sobre o pudim de iogurte e por cima da granola fruta a gosto (usei banana e mirtilos).

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
|
Sexta-feira, 27 de Novembro de 2015

e para hoje temos...

 

Estes biscoitos NÃO se aguentam numa lata de biscoitos por uma semana.

Quer-se dizer, até são capazes de se aguentar mas ainda não se conseguiu provar essa tese pois acabam sempre em dois ou três dias…

 

Biscoitos de Gengibre

 

download (1).png

 

2 e ½ copos de farinha

1 colher de chá de bicarbonato de sódio

3 colheres de chá de gengibre em pó

1 colher de chá de canela em pó

1 pitada de cravinho em pó

1 pitada de sal

150 grs de manteiga ou margarina derretida

1 copo de açúcar (usei amarelo)

1 ovo

1 colher de sopa de água

2 colheres de sopa de melaço

q.b. de açúcar mascavado para rolar os biscoitos

 

Aquecer o forno a 180ºC. Forrar um ou dois tabuleiros com papel de ir ao forno.

Peneirar juntamente a farinha, bicarbonato, gengibre, canela, cravinho e sal para uma taça.

Numa taça maior bater a manteiga com o açúcar até ficar cremoso. Adicionar o ovo e bater. Juntar também a água e o  melaço. Adicionar a mistura da farinha e envolver tudo muito bem.

Pôr açúcar mascavado num pratinho e retirar bocados de massa do tamanho de uma noz e envolver no açúcar. Pôr as bolinhas no tabuleiro sem estarem muito juntas e espalmar com a base de um copo. Levar ao forno de dez a quinze minutos, dependendo se se quer mais ou menos cozido. Eu prefiro-os bem estaladiços por isso deixo mais tempo.

Retirar do forno e deixar uns minutos no tabuleiro e depois passar para uma rede para arrefecerem completamente.

 

Nota: a receita veio daqui

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
|
Quinta-feira, 26 de Novembro de 2015

estilo hasselback

 

Já tinha esta receita há mais de um ano para experimentar e acabou por ir ficando para trás sem nunca mais me lembrar dela. No outro dia reencontrei-a e decidi que agora era a hora. E em boa hora foi porque é mesmo uma maravilha de prato.

Se quiserem impressionar alguém sem terem muito trabalho já sabem, façam esta receita!

  

Peito de Frango Hasselback

 

IMG_4820.JPG

 (antes de ir ao forno)

 

2 peitos de frango do campo

4 tiras de bacon

4 fatias de queijo (usei Gouda)

Sal e pimenta q.b.

150 grs de cogumelos Portobello

6 raminhos de tomilho (ou alecrim)

1 cebola cortada em meias-luas

Azeite q.b.

 

No fundo de um pyrex ou outro tabuleiro que vá ao forno e à mesa põe-se um pouco de azeite e a cebola cortada em meias luas.

Cortam-se os peitos de frango com seis ou sete golpes mas sem chegar ao fundo, corta-se apenas até dois terços (se for necessário, põem-se duas colheres de pau, uma de cada lado do peito de frango, assim quando a faca chegar às colheres de pau não corta mais ficando como se pretende.)

Em cada golpe põe-se um bocado de bacon e de queijo, tenta-se gastar tudo mas se for demais, põe-se apenas o necessário. Pôr os peitos de frango sobre a cebola e os cogumelos cortados em fatias grossas espalhados à volta.

Tempera-se tudo com sal e pimenta, espalham-se os raminhos de tomilho e rega-se com um fio de azeite. Leva-se ao forno por cerca de meia hora, atenção se forem peitos de frango de aviário podem cozer mais rápido.

Retira-se do forno e serve-se com arroz branco e uma salada.

 

Nota: adaptada ligeiramente do original (na realidade esqueci-me de pôr as natas e o caril )

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (3) | favorito
|
Quarta-feira, 25 de Novembro de 2015

perishable thoughts...

 

E isto, alguém me sabe dizer o que se pode fazer com isto, com tanto disto???

 

Alfarroba

 

20151011_175613.jpg

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
|
Terça-feira, 24 de Novembro de 2015

porque sim

 

Este é um prato recorrente para aqueles dias em que é preciso algo na mesa super rápido e super saboroso.

Escolho normalmente fazer isto com esparguete integral, não porque precise de usar essa variedade de esparguete devido a questões de saúde mas por ser a minha favorita. Quem já comeu esparguete integral sabe que tem um sabor mais rico, como se soubesse a frutos secos.

Experimentem!

 

Esparguete Integral com Pinhões

 

pinhoes.jpg

 

200 grs de esparguete integral

1 cebola grande picada

3 colheres de sopa de azeite

3 colheres de sopa de pinhões

Sal & pimenta q.b.

Salsa picada

Queijo parmesão q.b.

 

Cozer a massa até estar no ponto desejado. Escorrer, reservando um pouco da água de cozer.

Entretanto aloura-se a cebola muito bem picada no azeite e quando estiver a dourar juntam-se os pinhões e tempera-se com sal e pimenta a gosto.

Junta-se o esparguete cozido à frigideira, mexe-se bem e se necessário junta-se um pouquinho da água de o cozer. Salpica-se com salsa picada e serve-se.

Por cima ralar algum queijo parmesão.

 

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (5) | favorito
|
Segunda-feira, 23 de Novembro de 2015

do melhor

 

Não há melhor para os jantares descontraídos de domingo. E feito desta maneira nem vale a pena acender o forno, faz-se tudo no fogão.

Mais fácil não há!

 

Tostas de Cogumelos e Queijo

 

IMG_4811.JPG

 

200 grs cogumelos brancos

1 dente de alho

1 colher de sopa de azeite

1 colher de chá de orégãos

100 grs de queijo mozarela ralado

Salsa picada

 

Numa frigideira salteiam-se os cogumelos fatiados no azeite com o alho picado. Temperam-se com os orégãos e retiram-se da frigideira.

Na mesma frigideira põem-se quatro fatias de pão de centeio ou de mistura, por cima espalham-se os cogumelos e  salpicam-se com o queijo ralado. Tapa-se e leva-se a lume baixo até o queijo estar derretido.

Polvilhar com a salsa picada.

Servir quente.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
|
Sexta-feira, 20 de Novembro de 2015

e para hoje...

 

Este ano as feijoas da minha árvore têm dado como se o mundo fosse acabar. Decerto para compensar o ano passado em que apenas deu aí umas vinte…

Como tal, para além das sacadas que têm andado de mão-em-mão, da compota e das que se comem ao natural, experimentei fazer uns queques. E que bons que ficaram!

 

Queques de Feijoa

 

queques.JPG

 

1 e ½ copos de feijoas descascadas e cortadas em pedacinhos

2 colheres de sopa de açúcar amarelo

1 colher de chá de extracto de baunilha

125 grs de manteiga amolecida

¾ de copo de açúcar amarelo

2 ovos

1 e ½  copos de farinha de trigo

1 colher de chá de fermento em pó

1 colher de chá de bicarbonato de sódio

½ copo de leite com uma colher de chá de vinagre (ou sumo de limão)

100 grs de chocolate negro em pepitas ou pedacinhos

 

Aquecer o forno.

Untar 12 formas de queques (se usar das de cartão não é necessário).

Numa taça misturar a farinha com o fermento e o bicarbonato.

Numa tigela misturar as feijoas picadas com 2 colheres de sopa de açúcar e a colher de chá de extracto de baunilha e reservar.

Numa taça bater a manteiga com o açúcar até ficar esbranquiçado e adicionar os ovos, um a um. Adicionar a farinha alternando com o leite com vinagre. Juntar também as feijoas e o chocolate. Mexer para envolver tendo o cuidado de não mexer demais a massa.

Deitar a massa às colheradas nas formas e levar ao forno por cerca de 30 a 40 minutos (verificar com um palito, os fornos diferem uns dos outros).

 

Nota: as feijoas, que nem toda a gente tem, podem perfeitamente ser substituídas por peras maduras, a textura é idêntica, um pouco granulosa, embora o sabor seja bem diferente.

 

feijoa.jpg

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 12:44
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (7) | favorito
|
Quinta-feira, 19 de Novembro de 2015

O Jack...

 

O Jack é o pai de uma das minhas cunhadas. É americano, vive no Massachussets e gosta de cozinhar.

A única vez que fui aos Estados Unidos gostei muito de um prato feito pela minha cunhada e cuja receita lhe tinha sido dada pelo pai.

Mais de vinte anos depois, encontrei o cartãozinho onde estava a receita e tive que a fazer. Cá está mais ou menos como explicado.

 

Costeletas no forno à moda do Jack

 

costel.JPG

 

2 costeletas de porco, grossas

Sal e pimenta q.b.

Sumo de 1 limão pequeno

Azeite q.b.

1 copo de arroz (usei vaporizado)

2 copos de água ou caldo de carne

1 cebola roxa (ou branca)

3 dentes de alho

¼ de pimento vermelho

Brócolos a gosto (usei congelados)

 

Aquecer o forno.

Temperar as costeletas com sal, pimenta e sumo de limão e alourar em azeite, numa frigideira.

Num tabuleiro de ir ao forno, ou pyrex, põe-se o arroz no fundo e por cima põe-se a água ou caldo de carne. Se se usar água deve-se temperar o arroz com uma pitada de sal, com o caldo de carne não será necessário pois já tem sal.

Espalha-se a cebola cortada em meias-luas, os dentes de alho picados, o pimento cortado em tirinhas e os brócolos sobre o arroz e ajeitam-se as costeletas sobre tudo bem como o líquido que está nas frigideira de as alourar.

Leva-se ao forno até o arroz estar cozido, não tomei nota do tempo mas penso que rondou os 40 minutos.

 

Nota: A receita original levava milho, ervilhas e calda de tomate. Usei o que tinha à mão por isso fiz antes com brócolos. Isto para dizer que este prato é do mais versátil que há e pode ser feito com imensas alterações, cogumelos, cenouras, curgetes, frango, etc.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Terça-feira, 17 de Novembro de 2015

Mais uma...

 

Mais uma variação da granola que costumo fazer. Encontrei esta receita aqui e achei que era de experimentar. Acho que foi a leiteirinha azul que me cativou 

 

Granola de Tâmaras

 

granola.JPG

 

3 copos de flocos de aveia

½ copo de amêndoas em lascas

½ copo de sementes de sésamo

1 pitada de sal

1 colher de chá de canela em pó

¼ de copo de açúcar amarelo

¼ de copo de golden syrup ou mel

½ copo de óleo de coco ou azeite extra virgem

1 copo de coco ralado

1 copo de tâmaras

 

Aquecer o forno e forrar um tabuleiro com papel de ir ao forno.

Numa taça misturar os flocos de aveia com as lascas de amêndoa e as sementes de sésamo, o sal e a canela.

Num tachinho levar ao lume o óleo de coco (ou azeite) com o açúcar amarelo e o golden syrup (ou mel) até o açúcar dissolver. Deitar esta mistura sobre os flocos de aveia e misturar bem.

Espalhar tudo no tabuleiro e levar ao forno por cerca de 30 minutos. Deve-se dar uma mexedela a meio. Ao fim dos 30 minutos mistura-se o coco ralado e volta ao forno por mais uns 10 minutos. Atenção para não deixar queimar.

Retirar do forno e misturar as tâmaras cortadas em bocadinhos.

Deixar arrefecer e guardar.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (5) | favorito
|
Segunda-feira, 16 de Novembro de 2015

sai uma salada

 

Para aproveitar umas sobras de frango assado e com algumas das coisas que andam sempre pela cozinha, mesmo em fim de época que é o que acontece com os tomates cherry, acho que desta foram mesmo os últimos deste ano…

 

Salada de Frango com Quinoa 

 

IMG_4736.JPG

 

Quinoa

Frango desfiado

Tomates cherry

Rúcula

Nozes

Passas

Cebolinho

Salsa

 

Vinagre balsâmico

Sumo de limão

Azeite

 

Passar a quinoa por água e cozer - 1 copo de quinoa para 2 copos de água com sal - (ou conforme instruções da embalagem). Está cozida quando se puder ver um ‘rabinho’ em cada semente. Depois de cozida, deixar arrefecer.

Fazer um molho a gosto com o vinagre balsâmico, sumo de limão e azeite (usei azeite picante).

Numa taça misturar a quinoa fria com os restantes ingredientes.

Deitar sobre a salada e mexer bem.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
|
Sexta-feira, 13 de Novembro de 2015

ufa! estava a ver que nunca mais era fim de semana...

 

Se eu gosto tanto de banana com manteiga de amendoim, só podia gostar deste bolo de banana com manteiga de amendoim!

Adaptei a receita original ao meu gosto e cá está, ficou muito bem e embora seja mais um bolo de banana, é mais um bolo de banana bem bom!

 

Bolo de Banana e Manteiga de Amendoim

 

bolobanana.JPG

 

½ copo de manteiga

1 copo de açúcar amarelo

2 colheres de chá de extracto de baunilha

2 ovos

3 bananas esmagadas

3 colheres de sopa de manteiga de amendoim

2 copos de farinha

2 colheres de chá de fermento em pó

1 colher de chá de bicarbonato de sódio

 

Aquecer o forno e untar uma forma de bolo inglês.

Numa taça bater a manteiga com o açúcar e a baunilha até ficar cremoso e esbranquiçado. Adicionar os ovos e bater bem. De seguida adicionar a banana esmagada, a manteiga de amendoim, a farinha, fermento e bicarbonato e mexer até envolver tudo sem mexer demais. Deitar a massa na forma untada e levar ao forno por perto de 45 minutos (verificar com um palito, os fornos não são todos iguais).

Retirar do forno e deixar na forma por cerca de 15 minutos e depois desenformar e deixar arrefecer.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
|
Segunda-feira, 9 de Novembro de 2015

conforto imediato

Esta sopa é feita quase exclusivamente com ingredientes que crescem debaixo da terra. Uma maravilha!

 

Creme de Cenoura, Batata-Doce e Gengibre

 

download (1).png

 

1 cebola média cortada em quartos

4 cenouras grandes

1 batata-doce grande

4 batatas médias

1 pedaço de gengibre descascado

Azeite q.b.

Sal q.b.

Coentros picados (opcional)

 

Pôr um fundo de azeite numa panela e alourar ligeiramente a cebola. Adicionar os restantes ingredientes descascados e cortados em pedaços e o gengibre. Mexer bem e juntar um litro de água a ferver. Temperar de sal a gosto e deixar ferver por uns vinte minutos.

Retirar o bocado de gengibre e passar a sopa com a varinha mágica até estar cremoso. Quando parecer que já está, insistimos com a varinha mágica mais uns dois ou três minutos de modo a que fique um creme tipo veludo e sem qualquer grumo à vista.

Servir com coentros picados.

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
|
Sexta-feira, 6 de Novembro de 2015

do jeito, ou da falta dele

 

Eu não tenho jeito para fotografar as comidas que faço. Às vezes até sai uma coisa em modos mas na maioria sei que as minhas fotografias deixam muito a desejar. Mesmo quando a comida é fotogénica.

Neste caso juntou-se a fome à vontade de comer e nem uma coisa nem outra, nem eu fotografei bem, nem o doce é fotogénico, o que eu costumo chamar de ‘só se estraga uma casa’…

Mas não se deixem abater pelo aspecto, é uma sobremesa excelente e não custa nada a fazer.

E tem álcool!!!

 

Delícia de Chocolate com Molho

 

IMG_4798.JPG

  

250 grs de farinha

140 grs de açúcar amarelo

50 grs de cacau em pó

1 colher de chá de fermento em pó

1 pitada de sal

100 grs de manteiga derretida

3 ovos grandes

200 ml de licor Baileys (ou outro do género)

50 ml de leite

100 grs de chocolate negro cortado em pedacinhos

 

300 ml de água a ferver

150 grs de açúcar mascavado (ou amarelo)

25 grs de cacau em pó

 

Aquecer o forno a 180ºC. Untar um pyrex (ou outro tipo de forma) e reservar. Pôr a água a ferver.

Numa taça misturar a farinha, o açúcar, o cacau, o fermento e o sal.

Noutra taça misturar a manteiga derretida, os ovos, o licor e o leite. Deitar esta mistura na taça da farinha e envolver até não ter grumos. Adicionar os pedacinhos de chocolate e deitar na forma untada. A massa fica muito grossa.

De seguida misturar numa taça a água a ferver com o restante açúcar (150 grs) e cacau. Deitar sobre a massa e levar ao forno. Não se deixar abater pelo mau aspecto da coisa, é mesmo assim! 

Levar ao forno por cerca de 30 minutos até a superfície do bolo parecer firme e elevada (atenção, o melhor é pôr um papel de alumínio ou de ir ao forno por baixo da forma porque pode deitar alguma coisa por fora).

Retirar do forno e servir ainda quente acompanhado de uma bola de gelado (e mais Baileys!). 

Embora por cima pareça um bolo, na base forma um molho bastante cremoso, é como se fossem duas sobremesas.

 

Nota: A receita encontrei-a no site da BBC

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 5 de Novembro de 2015

conforto

 

Há comidas que nos remetem para um imaginário de mantas de malha quentinhas, meias grossas, vagar, um bom copo de vinho e não tarda, uma lareira acesa…

  

Costeletas de Porco com Salva

 

IMG_4817.JPG

 

Costeletas:

2 costeletas

8 folhas de salva

2 colheres de sopa de azeite

2 colheres de sopa de manteiga

Sumo de ½ limão

½ copo de vinho branco

Sal e pimenta fresca e noz-moscada q.b.

Cogumelos:

200 grs de cogumelos (usei Shiitake e Portobello)

2 dentes de alho picados

2 colheres de sopa de azeite

Sal e pimenta fresca q.b.

1 colher de sopa de manteiga

150 grs de massa tagliatelle de espinafres

 

Temperar as costeletas com sal e pimenta.

Cozer a massa conforme indicações da embalagem (pode ser feito com outro tipo de massa).

Numa frigideira aquecer o azeite e fritar as costeletas dos dois lados, apenas para alourar. Retiras da frigideira e reservar. Adicionar ao líquido que está na frigideira a manteiga e a salva. Juntar o sumo de limão e o vinho branco, temperar com noz-moscada, deixar ferver e voltar a pôr as costeletas neste líquido, baixando para o mínimo para cozerem lentamente, mantendo molho.

Entretanto salteiam-se os cogumelos em azeite e alho noutra frigideira. Deixam-se perder o líquido e temperam-se a gosto com sal e pimenta. Põem-se para um dos lados da frigideira e no espaço livre põe-se a massa escorrida juntamente com a colher de sopa de manteiga e envolve-se tudo muito bem.

Serve-se a massa com os cogumelos e a costeleta com folhas de salva e molho.

 

Nota: Receita muito adaptada desta (na calha para experimentar tal e qual como ela é)

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
|

mais sobre mim

cuscar

quantos são? quantos são?

HTML Hit Counter
pc computer components

digam qualquer coisa

coolinaria@sapo.pt

A Belita no Facebook!

My taste

mytaste.pt

armazém de receitas

tags

todas as tags

os meus livros de receitas, alguns...

blogs SAPO

subscrever feeds