Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

da abundância

 

Por estas alturas começam a aparecer os tomates maduros seja na horta, seja na praça, sejam os colegas a distribuir as suas colheitas.

E porque tudo fica bem melhor com um molho de tomate bem refogado, aqui fica uma sugestão.

 

Filetes com Tomate

 

20170812_123914.jpg

 (antes de ir ao lume)

 

4 filetes de pescada

Sumo de 1 limão

Sal q.b.

2 dentes de alho

1 alho-francês pequeno

1 talo de aipo

1 malagueta

1 tomate coração de boi, grande, maduro

¼ de pimento vermelho

Azeite q.b.

 

Temperar os filetes de pescada (pode ser ainda congelados) com sumo de limão e sal.

Numa frigideira pôr o alho picado, o alho-francês em rodelas, o aipo em rodelas, a malagueta cortada em quatro, o tomate em pedaços e o pimento em tiras finas.

Pôr os filetes por cima e regar com um fio de azeite. Levar ao fogão com o lume no máximo até levantar fervura e depois baixar o lume e deixar cozinhar tapado por vinte minutos virando os filetes a meio.

Servir com batatas e vagens cozidas.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quarta-feira, 16 de Agosto de 2017

boa ideia

 

Mais uma sugestão para gastar os peitos do frango de churrasco, que são uns mal amados. 

 

Salada de Frango

 

20170811_203708.jpg

 

1 peito de frango de churrasco desfiado

2 talos de aipo em rodelas

1 mão-cheia de tomates cherry vermelhos e amarelos cortados ao meio

1 mão-cheia de uvas brancas cortadas ao meio

1 cebola roxa cortada em meias luas

1 maçã descascada e cortada em quadradinhos

1 mão-cheia de nozes picadas

1 raminho de aneto picado

 

Molho:

Iogurte grego, mostarda, maionese em partes iguais

Sumo de ½ limão

1 colher de chá de mel

½ colher de chá de caril em pó

 

Misturar todos os ingredientes do molho e reservar.

Numa saladeira misturar os ingredientes da salada e servir com o molho à parte.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 14 de Agosto de 2017

ai a sério!

 

No sábado fui à praça e encontrei batata-doce roxa. Batata-doce roxa! Estão a ver bem?

Ali, naquela pracita onde ingredientes exóticos não são propriamente o que mais aparece. Ali, onde até há poucos anos as curgetes eram um ingrediente exótico…

Mas sim, encontrei e não deixei passar. E logo experimentei umas torradas que já por várias vezes tinha visto no Instagram. Aquilo é um mundo!

A sério, torradas de batata-doce???

 

Torradas de batata-doce

 

20170812_181259.jpg

 

Batata-doce

Manteiga de amendoim

Banana

Sementes de sésamo

 

Cortar a batata-doce em fatias com cerca de meio centímetro de espessura e pôr na torradeira na potência máxima. A minha torradeira faz saltar as torradas ao fim de um tempo e no caso da batata-doce voltei a torrar por mais duas vezes. A ‘torrada’ não fica com ar queimado, fica meio empolada mas quando se retira da torradeira e se deixa arrefecer um bocadinho fica lisinha.

Barra-se com manteiga de amendoim e por cima põem-se rodelas de banana que se salpicam com sementes de sésamo.

Esta foi a minha opção mas na ‘torrada’ pode-se pôr o que se quiser, queijo fresco, compotas, abacate, ovo escalfado, etc.!

É mesmo à escolha do freguês. Até dá para acompanhamento de refeições salgadas, fica pronto muito mais rápido do que ligar o forno.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Sexta-feira, 11 de Agosto de 2017

só vos digo...

 

Parece que vai estar quente no fim de semana por isso nada de fornos ligados nem nada que nos acrescente calor, apenas calorias! 

 

Cheesecake de Morangos e Ruibarbo

 

IMG_20170713_135119_947.jpg

 

300 grs de bolacha digestive ou torrada

100 grs de manteiga derretida

200 grs de queijo Mascarpone

250 grs de queijo Quark

250 grs de iogurte grego

50 grs de açúcar em pó

4 folhas de gelatina

150 grs de morangos

150 grs de ruibarbo

3 colheres de sopa de açúcar amarelo

½ colher de chá de extracto de baunilha

 

Num tachinho levar ao lume por cerca de dez minutos os morangos cortados em pedacinhos, o ruibarbo em rodelas, o açúcar e a baunilha mexendo de quando em quando. Reservar até estar frio e depois guardar no frigorífico até usar.

Triturar a bolacha e misturar com a manteiga derretida. Pôr no fundo de uma forma com fundo amovível.

Bater os queijos e iogurte com o açúcar em pó até ficar cremoso.

Demolhar as folhas de gelatina numa taça com água fria por cinco minutos. Escorrer e pôr numa tacinha com duas colheres de sopa de água a ferver. Mexer e deitar as folhas de gelatina derretidas na mistura dos queijos. Mexer bem e deitar sobre a bolacha ralada.

Levar ao frigorífico por umas horas.

Quando for para servir pôr a mistura de morangos e ruibarbo sobre o cheesecake e servir.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito (1)
|
Terça-feira, 8 de Agosto de 2017

receitas dos outros

 

Estas receitas, são estas receitas de gente que sabe o que está a fazer, que inventa, que não tem medo de surpreender, de arriscar.

Esta é talvez a melhor receita de curgete que já tive oportunidade de fazer.

Agradeço a quem tem o trabalho de as descobrir, inventar e testar para que, quando as fazemos, saiam uma maravilha.

Uma Maravilha!

 

Trouxas de Curgete e Três Queijos

  

20170729_191758.jpg

  (antes de ir ao forno)

 

1 tomate grande maduro, coração de boi

1 mão-cheia de tomates cherry

4 dentes de alho picados

2 colheres de sopa de azeite

2 colheres de sopa de vinagre balsâmico

2 ou 3 raminhos de manjericão

4 raminhos de tomilho

1 pitada de piripiri

1 pitada de sal e pimenta

2 curgetes médias

1 requeijão

100 grs de queijo Feta

1 queijo mozarela fresco

1 colher de chá de orégãos

Azeite q.b.

 

Num tabuleiro que possa ir ao forno e à mesa põe-se o tomate cortado em pedaços e os tomates cherry inteiros ou cortados ao meio. Junta-se o alho picado, o azeite, o vinagre, o manjericão, o tomilho, o piripiri e uma pitada de sal. Misturar ligeiramente para que tudo fique envolvido.

Com um descascador fazem-se tiras de curgete. Numa taça misturam-se o requeijão, o queijo Feta esfarelado, o queijo mozarela em pedacinhos e os orégãos. Temperar com sal e pimenta (atenção que o queijo Feta é bastante salgado).

Pôr quatro tiras de curgete desencontradas como se fosse uma estrela. No meio põe-se uma colherada da mistura de queijos e sobrepõem-se as pontas das curgetes como se fizéssemos um embrulho. Pôr sobre o tomate no tabuleiro com a união das pontas das curgetes para baixo. Repetir até acabar os ingredientes. Por cima de tudo pôr um pouco de sal e pimenta e regar com um fio de azeite.

Levar o tabuleiro ao forno por cerca de 30 minutos. Servir com bastante pão tostado para ensopar no molho.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito (1)
|
Segunda-feira, 7 de Agosto de 2017

sai uma de migas!

 

Ultimamente têm-me dado repolhos como se o mundo fosse acabar. Ele é brancos, roxos… E já nem sabia mais que fazer com eles além de saladas, chucrute, sopas e cozidos. Depois lembrei-me de experimentar uma versão aldrabada de migas e não é que ficaram mesmo boas?

 

Migas de Repolho

 

20170714_205337.jpg

 

¼ de couve branca

2 dentes de alho

50 ml de azeite

100 grs de feijão frade

100 grs de broa

Sal e pimenta q.b.

 

Cortar a couve com uma faca afiada em juliana.

Aquecer o azeite numa frigideira e saltear os alhos picados. Juntar a couve e deixar amolecer, mexendo de quando em quando.

(Eu prefiro fazer num wok porque como é largo e fundo, dá para fazer saltar os ingredientes de modo a que não seja preciso mexer com a colher de pau, assim como faz o Jamie Oliver dando um jeito ao pulso. Sou expert a fazer isso, só não consigo ainda dar a volta a panquecas J)

Quando a couve estiver molinha, depois de uns dez minutos, adiciona-se o feijão e a broa e tempera-se com sal e pimenta. Deixa-se misturar os sabores mexendo de vez em quando e deixa-se apurar por mais uns minutos.

Servir como acompanhamento de peixe frito ou carnes grelhadas.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Sexta-feira, 4 de Agosto de 2017

3! só 3 ingredientes

 

Ora cá está algo fresquinho para ajudar a passar os dias quentes.

Do melhor que há.

 

Gelado de Queijo Quark com Morangos 

  

20170723_221157.jpg

  

250 grs de queijo Quark

100 ml de leite condensado

3 colheres de sopa de morangos em conserva

 

Misturar o queijo e o leite condensado. De seguir juntar os morangos mas sem mexer muito, para que fique a parecer mármore.

Deitar numa taça e levar ao congelador por duas horas.

Servir em cone de bolacha ou em taças.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 3 de Agosto de 2017

de outras paragens

 

Há anos que não vou a um restaurante chinês. São como as lojas de chineses, aqui há uns anos era uma debaixo de cada pedra e agora parecem ter desparecido todas.

Mas continuo a gostar de alguns pratos que comia nos restaurantes sendo que o principal é mesmo galinha com amêndoas.

Não apreciava muito o frango agridoce porque o achava mais doce do que outra coisa mas quando vi esta receita apeteceu-me experimentar e realmente não tem nada a ver com o que me lembrava do que comia nos restaurantes chineses. Esta versão é muito melhor!

 

Frango agridoce

 

 20170728_204959.jpg

 

Ingredientes:

2 peitos de frango cortados em cubos

2 colheres de sopa de vinho branco

½ pimento verde cortado em quadradinhos

½ pimento vermelho cortado em quadradinhos

1 alho francês cortado ao meio e em pedaços

2 dentes de alho picados

100 ml de óleo de girassol

 

Polme:

4 colheres de sopa de farinha

2 colheres de sopa de farinha Maizena

½ copo de água

½ colher de chá de fermento em pó

 

Molho agridoce:

3 colheres de sopa de ketchup

3 colheres de sopa de molho picante (tabasco ou piripiri)

1 colher de sopa de molho de soja

½ colher de chá de molho Inglês

½ colher de chá de vinagre de arroz (ou de cidra)

½ colher de sopa de molho de ostra

3 colheres de sopa de água

½ colher de chá de farinha Maizena

2 colheres de sopa de óleo de amendoim (ou girassol)

 

Misturar o frango com o vinho e reservar enquanto se preparam os restantes ingredientes.

Numa taça misturar os ingredientes do polme e juntar os cubos de frango.

Noutra taça misturar os ingredientes do molho agridoce.

Num wok aquecer 100 ml de óleo e fritar os cubos de frango que estão no polme. Retirar para um prato com papel absorvente e reservar.

Deitar o excesso de óleo fora e deixar apenas duas colheres de sopa de óleo no wok. Adicionar o alho e saltear. De seguida juntar os pimentos e o alho francês. Dar uma volta ou duas com a colher de pau e adicionar a mistura de molho agridoce. Deixar ferver e juntar o frango. Envolver bem no molho (se estiver grosso demais juntar mais uma ou duas colheres de sopa de água).

Servir de imediato sobre arroz basmati.

 

Nota: pode ser feito com carne de porco

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 1 de Agosto de 2017

fresco e bom

 

Uma sugestão fresquinha para os dias quentes da época.

 

Salada Pera e Nozes

 

20170722_202233.jpg

 

Alface

Rúcula

Menta vietnamita

Aipo

Tomates amarelos

Tomates vermelhos

1 pera cortada em bocadinhos

Nozes em bocadinhos

1 queijo fresco de cabra cortado em quadradinhos

6 fatias de paio esfarrapadas em bocadinhos

 

Molho:

Mel, mostarda, vinagre, azeite e sal q.b

 

Pôr todos os ingredientes da salada numa taça.

Misturar os ingredientes do molho num frasco e agitar bem.

Deitar sobre a salada e servir.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 31 de Julho de 2017

antes e depois

 

Aqui há uns tempos uma das minhas gatas esteve muito indisposta e fartou-se de vomitar. Liguei para a veterinária que me (lhe) aconselhou um xarope e chá de camomila!

Pois, está-se mesmo a ver a gata a beber o chá de camomila. Se nem eu gosto!

Mas pronto, não fosse por isso! Lá fiz um chá de camomila que acabou por sobrar porque como eu sabia, ela não o ía beber mesmo misturando apenas uma colheres de chá na água.

Certo… sobrou chá de camomila? Faz-se uma sangria. Clarinha.

 

Sangria de Pêssego e Manjericão

 

IMG_20170621_182450_170.jpg

 

200 ml de sumo de pêssego

200 ml de chá de camomila ou cidreira

200 ml de vinho branco

400 ml de água tónica

2 pêssegos maduros descascados e cortados em cubinhos

Casca de ½ tangerina ou laranja

Bagas de zimbro q.b.

Folhas de manjericão q.b.          

Gelo q.b.

 

Misturar todos os ingredientes num jarro.

Se necessário adoçar com mel  ou açúcar (não o fiz).

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Sexta-feira, 28 de Julho de 2017

está quase (o fim de semana)

 

Aqui há uns tempo almocei num restaurante na Rua da Alegria, Porto, onde não ía há mais de dez anos, seguramente.

Servem daquela comida bem tradicional, com muita qualidade, e os filetes, sejam de polvo (sim!) ou de pescada (também!) são do melhor que já comi.

Na hora da sobremesa, sugeriram-nos, ou melhor, quase nos obrigaram, a experimentar uma salada de pêssegos. 

Não quisemos fazer a desfeita e lá experimentámos. Foi mesmo uma boa ideia porque foi das melhores saladas com fruta que já comi. O aroma e doçura dos pêssegos eram qualquer coisa!

Em casa, e porque o pessegueiro este ano também foi prolífico, experimentei uma versão que, se não igual, também ficou muito boa.

 

Salada de Pêssegos

 

20170715_124956.jpg

 

5 pêssegos maduros e sumarentos (podem ser variedades distintas)

5 folhas de limonete

1 colher de sopa de açúcar ou mel

5 colheres de sopa de água

Umas gotas de sumo de limão

 

Descascar e cortar miudamente os pêssegos para uma taça. Misturar os restantes ingredientes mexendo bem.

Deixar repousar por uma hora no frio de modo a criar calda.

Servir fresco sem estar muito gelado (o ideal é retirar do frio no início da refeição).

 

Nota: Restaurante Casa Nanda

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 27 de Julho de 2017

na cataplana

 

Uma refeição rapidinha para fazer num dia de semana sem muita inspiração.

Ficou bem melhor do que parecia ao ir para o lume!


Cataplana de Peru

 

20170715_203633.jpg

 

1 cebola

2 tomates maduros

2 bifes de peru

1 colher de chá de coentros em pó

1 colher de chá de piripiri

Sumo de 1 limão

Sal q.b.

½ pimento vermelho

1 curgete

6 cogumelos

Folhas de manjericão

1 copo de água

Azeite q.b.

 

Cortar o peru em tiras fininhas e temperar com coentros em pó, piripiri, sal e sumo de limão.

No fundo da cataplana põe-se a cebola em rodelas, o tomate também em rodelas, espalha-se as tirinhas de peru temperado sobre o tomate, põe-se pimento em tiras, a curgete cortada em rodelas e os cogumelos cortados em fatias. Por cima as folhas de manjericão, a água e o azeite.

Fecha-se a cataplana e leva-se ao lume, sem abrir, por 30 minutos. De vez em quando abana-se a cataplana para não pegar.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 25 de Julho de 2017

em modo compota #17

 

Começou a época que mais aprecio e que é aquela em que guardo para o resto do ano frutas e legumes, seja no congelador, em caldas, compotas, geleias, etc.

Adoro ver os frascos a acumularem, cada um da sua cor consoante o que está lá dentro. A cor desta geleia é uma das que mais aprecio.

 

Geleia de Amoras e Alfazema

 

IMG_20170721_194021_993.jpg

 

3 copos de amoras

2 copos de água

1 colher de sopa de flores de alfazema

Açúcar q.b.

 

Num tacho, cozer as amoras na água e a alfazema por cerca de 30 minutos.

Deitar a mistura numa gaze e deixar escorrer todo o líquido durante umas horas.

Medir o líquido resultante e por cada 600 ml juntar 350 a 400 grs de açúcar.

Levar a lume brando e deixar ferver até reduzir de volume e começar a aparecer no topo umas bolhinhas de espuma (cerca de uma hora mais ou menos).

Deitar em frascos esterilizados de imediato e fechar para criar vácuo.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Segunda-feira, 24 de Julho de 2017

dos começos...

 

Mais uma sugestão para os pequenos almoços, que se fazem de véspera e depois é só comer ou levar para o trabalho para um lanchinho.

Do melhor!

 

Aveia com Coco e Lima

 

20170711_072914.jpg

 

3 colheres de sopa de flocos de aveia

1 colher de sopa de sementes de girassol

100 ml de leite

2 colheres de sopa de iogurte grego

1 colher de sopa de xarope de ácer

Raspa de lima q.b.

1 colher de sopa de flocos de coco tostados

 

Na véspera misturam-se todos os ingredientes excepto os flocos de coco tostados.

Põe-se no frigorífico até ser necessário (pode-se fazer mais quantidade, que dê para duas ou três vezes).

Quando for para servir, polvilhar com os flocos de coco e um pouquinho mais de xarope de ácer.

  

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 18 de Julho de 2017

chinesices

 

Ando sempre a ver como posso embelezar os filetes de pescada que devem ser das coisas mais simples que há e de que gosto bastante.

Aqui há uns tempos dei com esta receita e decidi experimentar.

Gosto bastante de comida asiática e como tenho alguns dos ingredientes que leva (e que agora existem à venda em todos os supermercados, não há desculpa!) decidi experimentar e só posso dizer que foi bem apostado.

 

Peixe com Gengibre e Cebolinho

 

20170603_130533.jpg

 

Marinada:

1 colher de chá de farinha Maizena

1 colher de sopa de vinho branco

 

1 e ½ colheres de sopa de óleo de girassol

1 pedaço de gengibre descascado e cortado em rodelas finas

300 grs de filetes de pescada ou outro peixe

1 raminho de cebolinho

 

Molho:

1 colher de sopa de molho de soja

1 colher de sopa de molho de ostra

½ colher de chá de Maizena

½ colher de chá de óleo de sésamo

3 – 4 colheres de sopa de água

1 pitada de sal

  

Juntar os ingredientes da marinada e envolver no peixe cortado em quadradinhos por uns dez minutos.

Num wok, aquecer o óleo e deixar fritar as rodelas de gengibre por uns segundos e adicionar os pedacinhos de peixe. Fritar um minuto e adicionar o molho e continuar a fritar até o peixe estar cozido (mais cinco minutos devem chegar, são bocadinhos pequenos de peixe). Se secar ou engrossar demais, acrescentar mais umas colheres de sopa de água.

Adicionar o cebolinho picado e servir de imediato com arroz branco e couve chinesa (pak shoi) salteada.

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 17 de Julho de 2017

de outras paragens

 

A minha irmã esteve na Alemanha há uns dias e voltou rendida à Sauerkraut. Este tipo de couve fermentada é típico da culinária alemã.

Com a fermentação os lactobacilos encontrados na couve (como os que se encontram no iogurte) começam a transformar os açúcares presentes na couve em ácido láctico que mantêm a couve livre de bactérias nocivas. Confuso?

Eu também não percebo nada disto mas o que sei é que esta couve fermentada é boa para acompanhamento de carnes ou numa sanduiche.

E como me deram uns repolhos que nunca mais acabavam de se gastar, experimentei fazer.

 

Sauerkraut

 

20170712_075203.jpg

 

1 repolho (couve branca)

1 colher de sopa de sal

1 colher de chá de sementes de aneto ou nigella (opcional)

 

Cortar a couve finamente com uma faca bem afiada.

Pôr numa taça e adicionar o sal. Com as mãos amassar bem o sal na couve durante cerca de dez minutos. Fazemos como quando estamos a amassar pão. Misturar as sementes se usar.

Deitar a couve num frasco de boca larga de modo a que fique muito compacta. Pressionar duas ou três vezes por dia de modo a que continue compacta e se necessário adicionar água de modo a que a couve fique coberta por líquido. Tapar o frasco com um toalhete de papel e um elástico para o prender.

Deixar fermentar de três a dez dias. Ao fim desse tempo, tapar o frasco e guardar no frigorífico e começar a consumir.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Sexta-feira, 14 de Julho de 2017

olh'ó verão!

 

Porque estamos em meados de Julho e porque o verão pede gelados de todas as cores e feitios e porque alguns não nos fazem assim tão bem, aqui fica uma sugestão alternativa.

Não se deixem enganar pelos ingredientes mais saudáveis, isto fica um mimo!!!

 

Gelado de Banana e Tahini

 

20170618_175619.jpg

 

4 bananas congeladas em rodelas

1 colher de sopa de tahini (ou manteiga de amendoim ou de amêndoa)

½ colher de chá de extracto de baunilha

150 grs de doce de tâmaras

100 grs de chocolate negro

 

Retirar as bananas do congelador uns vinte minutos antes de preparar o gelado.

Num robot de cozinha, triturar as bananas com o tahini e o extracto de baunilha.

Quando estiver um creme macio, deita-se nas forminhas de gelado intercalado com colheradas de pasta de tâmaras.

Leva-se ao congelador por umas horas.

(Para desenformar, basta colocar as forminhas em água quente por uns segundos e o gelado sai facilmente).

Derreter o chocolate no micro-ondas e mergulhar a ponta dos gelados no chocolate derretido.

Comer logo logo!

 

Nota: O tahini é uma pasta de sésamo que se pode comprar em quase todos os supermercados ou em lojas de produtos naturais

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 13 de Julho de 2017

a aguardar o finde :)

 

Quando peço no talho para picarem carne, oferecem-se sempre para me vender o produto final (hambúrgueres, almondegas, rolos, etc).

Mas prefiro ser eu a fazer essas coisas em casa, com os meus temperos preferidos. No caso das almondegas, faço as minhas com uma mistura de carne de vitela e porco e uma pitada de sal, colorau e coentros em pó. Modelo as bolinhas e congelo, depois uso conforme apeteça.

Mas nesta receita podem-se usar almondegas de compra, o que vos der mais jeito.

 

Almondegas com molho de caril

 

20170603_200855.jpg

 

500 grs de almondegas

1 cebola grande picada

1 talo de aipo em rodelas

2 colheres de sopa de óleo de girassol

2 colhers de sopa de caril em pó

2 tomates maduros picados

1 copo de água

Piripiri

Sal

100 ml de leite de coco

Salsa picada

 

Aloura-se a cebola no óleo e junta-se o aipo. Deixa-se por mais um minuto, junta-se o pó de caril, mexe-se e junta-se o tomate. Deixa-se refogar um pouco até amolecer o tomate e de seguida adicionam-se as almondegas (as minhas estavam congeladas). Mexe-se e adiciona-se a água e tempera-se com sal e piripiri.

Deixa-se apurar por cerca de 30 minutos, junta-se o leite de coco, polvilha-se com a salsa picada e serve-se com arroz basmati.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 11 de Julho de 2017

de lado

 

Um prato que vai ao forno mas que do princípio ao fim leva menos de uma hora. E com ingredientes que estão normalmente à mão.

Fica mais esta sugestão para um dos meus peixes favoritos.

 

Pescada à posta no forno

 

20170506_130945.jpg

 

3 postas de pescada

1 ramo de cebolinho, salsa e coentros

1 pão seco (ou uma fatia)

1 cebola

2 dentes de alho

Sal e pimenta q.b.

4 batatas

Azeite q.b.

Descascar e cozer as batatas em rodelas finas por cerca de dez minutos. Escorrer e pôr num pyrex.

Temperar as postas de pescada com sal e pimenta.

Picar a cebola, os dentes de alho e as ervas aromáticas. Esfarelar o pão e misturar.

Pôr as postas sobre as batatas e por cima espalhar a mistura de pão, cebola, alhos e ervas aromáticas. Deitar um fio bem generoso de azeite sobre as postas de pescada e levar ao forno por 30 minutos.

 

Nota: estou a ter problemas a alojar as fotos... a ver se ultrapasso e endireito 

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Segunda-feira, 10 de Julho de 2017

alternativas

 

Um substituto natural a usar em receitas que peçam mel, açúcar ou qualquer outro xarope para adoçar.

Não digam que não vos quero bem 

 

Doce de Tâmaras

 

download.png

 

1 copo de tâmaras sem caroço (cerca de 15)

2/3 de copo de água (cerca de 165 ml)

 

Triturar as tâmaras com a água no robot de cozinha ou com a varinha mágica até ficar uma pasta que dê para barrar.

Guardar no frigorífico até três semanas.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Sexta-feira, 7 de Julho de 2017

Lollypop

 

Mais uma fornada, daqueles que são de comer e chorar por mais.

A receita encontrei-a aqui e posso garantir que vale a pena fazer e voltar a repetir!

 

Biscoitos de Aveia e Coco

 

IMG_20170702_153728_387.jpg

 

200 grs de manteiga (usei Becel Cozinha)

1 copo de açúcar amarelo

½ copo de açúcar

2 ovos

2 colheres de chá de extracto de baunilha

1 pitada de sal

1 colher de chá de fermento em pó

1 colher de chá de bicarbonato de sódio

2 e ½ copos de farinha

2 copos de flocos de aveia

1 copo de coco ralado

 

Numa taça bater a manteiga com os açúcares, ovos e baunilha.

Noutra taça misturar os ingredientes secos. Adicionar à mistura da manteiga e envolver bem.

Deitar colheradas da massa em tabuleiros forrados com papel de ir ao forno e espalmar ligeiramente.

Levar ao forno por cerca de 12 minutos (depende da capacidade do forno).

 

Nota: Podem-se acrescentar extras como arandos secos (que foi o que fiz em metade da massa, juntei uma mão cheia de arandos secos), pedacinhos de chocolate, passas, etc.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 6 de Julho de 2017

opções

 

Peito de frango não têm muito que se lhe diga. Mas se lhe juntarmos sumo de limão e umas ervitas, até parece que fica uma grande coisa.

Aqui acompanhado de vagens e cenouras cozidas e com um molho ligeiro.

A experimentar!

 

Bifinhos de Frango

 

20170617_204339.jpg

 

2 peitos de frango cortados em bifinhos pequenos

2 dentes de alho picados

Sumo de 1 limão

1 colher de café de chilli em pó (ou piripiri)

1 colher de sopa de ervas aromáticas secas *

2 colheres de sopa de azeite 

 

Temperar os bifinhos de frango com o sal, os alhos, o sumo de limão, o chilli e as ervas secas. Deixar repousar por uma hora.

Aquecer uma frigideira com duas colheres de sopa de azeite e fritar os bifinhos de ambos os lados. Juntar o resto da marinada se houver e deixar apurar.

Servir com vagens e cenouras cozidas e um molho feito com partes iguais de iogurte natural, mostarda e maionese.

 

*usei uma mistura de salva, orégãos, tomilho, menta e alecrim

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 4 de Julho de 2017

desmistificar

 

Não me canso das receitas do blogue Green Kitchen Stories, das mais antigas às mais recentes e da sua forma encantadora de demonstrar que as receitas vegetarianas não têm que parecer maços de cartão ou rolos de arame farpado (basicamente coisas que ninguém quer comer)!

Para pequenos-almoços ou lanches catitas, esta receita foi o mote para duas variações, cada qual a melhor!.

 

Batido de Leite e Morangos (duas versões)

 

download.png

 

250 ml de leite de aveia fresco

½ banana

1 colher de sopa de manteiga de amendoim

50 grs de morangos

Esmagar os morangos e pôr no fundo de um copo.

Bater o leite com a banana e a manteiga de amendoim (com a varinha mágica).

Deitar com cuidado sobre os morangos esmagados.

 

****************

 

250 ml de leite de amêndoa fresco

½ banana

1 colher de sopa de flocos de aveia

1 colher de chá de xarope de ácer (ou mel)

50 grs de morangos

Esmagar os morangos e pôr no fundo de um copo.

Bater o leite com a banana, os flocos de aveia e o xarope de ácer (com a varinha mágica).

Deitar com cuidado sobre os morangos esmagados.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Sexta-feira, 23 de Junho de 2017

minimalismos

 

Três ingredientes. Três e os restantes são para enfeitar.

Quem resiste?

 

Gelado de Banana e Chocolate

 

download.png

 

3 bananas congeladas

1 colher de sopa de cacau em pó

30 grs de chocolate negro em pedacinhos

Cobertura:

2 colheres de sopa de pistachos

30 grs de chocolate negro para derreter

 

 

Retirar as bananas do congelador uns vinte minutos antes. Triturar no robot de cozinha ou numa picadora, juntamente com o cacau em pó. Juntar o chocolate negro em pedacinhos e mexer.

Deitar nas formas de gelado e levar ao congelador por umas horas. Quando for para servir, retirar do congelador e desenformar.

Derreter o restante chocolate no micro-ondas. Depois de derretido pôr sobre o gelado em fio e salpicar com os pistachos picados.

 

Nota: encontrei a receita aqui.

 

IMG_20170611_191357_362.jpg

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 22 de Junho de 2017

petiscada

 

Continua a época dos Santos Populares e além da sardinha assada, os petiscos são reis nestas noitadas.

Deixo aqui uma sugestão de codornizes que é um petisco aprovado por muitos e facílimo de preparar.

 

Codornizes Fritas

 

20170610_195408.jpg

 

6 codornizes

1 colher de chá de paprika ou colorau

1 colher de chá de coentros em pó

Sal q.b.

½ copo de vinho branco

2 dentes de alho

Azeite q.b. para fritar

 

Limpar as codornizes e cortar ao meio. Misturar todos os ingredientes (excepto o azeite) e deixar repousar pelo menos duas horas.

Escorrer e fritar no azeite até alourar, de seguida adicionar a marinada e deixar fervilhar por cerca de 20 minutos.

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 20 de Junho de 2017

variante

 

Aqui fica mais uma variante desta receita que é tão prática e fica tão saborosa.

Se a broa for caseira (esta foi feita pelo meu irmão) ainda fica melhor!

 

Bacalhau com Grelos e Broa

 

20170305_133824.jpg

 

2 postas de bacalhau

6 batatas cozidas

1 cebola grande às rodelas

3 dentes de alho picados

Azeite q.b.

Vinagre q.b.

Grelos cozidos q.b.

250 grs de miolo de broa pequena

sal e pimenta moída na altura q.b.

 

Cozer o bacalhau por dez minutos, escorrer e separar em lascas.

Cozer as batatas com a pele, escorrer e cortar em rodelas.

Refogar a cebola em rodelas no azeite, quando estiver quase alourada juntar os dentes de alho picados e deixar alourar. Salpicar com um esguicho de vinagre e reservar.

Num tabuleiro põem-se as rodelas de batata no fundo, por cima as lascas de bacalhau e os grelos cozidos.

Deitar a cebolada por cima dos grelos e sobre a cebolada põe-se a broa esmigalhada.

Vai ao forno para alourar cerca de 20 minutos.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 19 de Junho de 2017

para retemperar

 

Nada como uma pratada disto para uma manhã de lavoura nonstop!

Baseada nesta receita que vi e que parecia boa demais para ser verdade.

Afinal é verdade, é bom demais 

 

Mousse de Abacate e Framboesas

 

IMG_20170615_120006_101.jpg

 

½ abacate

1 mão cheia de framboesas

6 tâmaras

1 colher de sopa de manteiga de amêndoa

Muesli q.b.

 

Triturar o abacate, as tâmaras e as framboesas no liquidificador ou com a varinha mágica.

Dividir a mistura por duas taças e por cima pôr uma colherada de manteiga de amêndoa e polvilhar com muesli (ou com amêndoas trituradas grosseiramente).

 

Nota: pode ser feito com morangos, amoras, cerejas, etc.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Sexta-feira, 16 de Junho de 2017

é um festival!

 

Para os que ficaram curiosos com a receita que fiz na passada sexta-feira no Showcooking do festival do Pão de Portugal em Albergaria, aqui fica a dita.

E não, Regueifa não é uma localidade (como uma colega do sul questionou) mas sim um pão doce, muito típico aqui da zona, nomeadamente de Albergaria, Estarreja, Oliveira de Azeméis, Aveiro, etc. onde é muito vulgar encontrar a Regueifa de Canela (que foi a que usei nesta receita)

 

Pudim de Regueifa e Vinho do Porto

 

20170607_072454.jpg

 

500 ml de leite

100 grs de regueifa de canela

150 grs de açúcar

100 ml de vinho do Porto

4 ovos

 

200 ml de Caramelo Líquido para a forma

 

Misturar todos os ingredientes e triturar com a varinha mágica.

Forrar uma forma de pudim com caramelo líquido (pode ser de compra) e deitar a massa na forma. Levar a cozer em banho-maria por uma hora no fogão.

Deixar arrefecer e guardar no frigorífico por umas horas ou até ao dia seguinte.

Desenformar e servir.

 

20170610_113952.jpg

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 13 de Junho de 2017

quem não estorva já ajuda...

 

Quando temos uma ‘ajudanta’ a ver o que é que vai sair dali… (não cheira a peixe, isso não é bom)

 

Tagliatelle com nozes

 

download (1).png

 

1 cebola grande picada

100 ml de azeite

1 punhado de nozes

Salsa picada

200 grs de massa tagliatelle de espinafres

Sal q.b.

 

Cozer a massa conforme indicação da embalagem.

Alourar a cebola no azeite, adicionar as nozes picadas, sal e um pouco de água de cozer a massa. Envolver a massa cozida e escorrida com a cebola e nozes e salpicar com a salsa picada.

 

download.png

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Segunda-feira, 12 de Junho de 2017

É só novidades!

 

Esta semana, com dois feriados em algumas zonas do país (noutras somos uns tristes e só temos um…) é uma semana excelente para fazer férias.

E para ter tempo para andar por aí e fazer coisas. Coisas como esta Granola que se faz de uma vez e pode-se usar ao longo de muitos dias.

 

Muesli com Tahini, Coco e Laranja

 

download.png

 

3 copos de flocos de aveia

1 copo de coco ralado

¾ de copo de amêndoas em pedaços (com casca)

½ copo de sementes de abóbora

½ copo de sementes de girassol

¼ de copo de sementes de sésamo

¼ de copo de óleo de coco

¼ de copo de mel

2 colheres de sopa de tahini

Sal q.b.

Raspa de uma laranja grande

 

Aquecer o forno.

Numa taça misturar os flocos de aveia com o coco, as amêndoas e as sementes.

Num fervedor levar ao lume o óleo de coco com o mel, o sal e o tahini, mexendo até ficar tudo líquido. Deitar sobre os flocos de aveia e mexer para envolver. Adicionar a raspa de laranja e pôr tudo num tabuleiro forrado com papel de ir ao forno.

Levar ao forno por cerca de 20 minutos mexendo de vez em quando para não queimar.

Deixar arrefecer e juntar as passas, bagas goji e/ou arandos secos.

Servir com iogurte e compota de fruta.

 

Nota: tahini é uma pasta de sésamo à venda nos supermercados ou lojas de produtos naturais

 

EXTRA! Deixo-vos aqui um breve registo da minha participação num Showcooking do festival Pão de Portugal, em Albergaria-a-Velha, a convite do Chef Emídio Concha de Almeida (fiz um pudim de Regueifa e Vinho do Porto, receita em breve)

 

IMG_5439.jpg

IMG_5447.jpg

IMG_5468.jpg

 

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Sexta-feira, 9 de Junho de 2017

festa de anos

 

Este blogue faz hoje onze anos e continuo a ‘deitar cá para fora’ 

Parabéns a quem tem tido paciência para vir até cá.

 

Esta receita veio mesmo a calhar para uma sobremesa ligeira. E se colocada em pequenas embalagens, até parece que não faz tão mal 

 

Copinhos de Pudim de Chocolate

 

20170528_111517.jpg

 

¼ de copo de farinha Maizena

1/3 de copo de açúcar (usei açúcar amarelo)

1 pitada de sal

750 ml de leite

150 grs de chocolate negro

1 colher de chá de extracto de baunilha (opcional)

 

Misturar a farinha Maizena com o açúcar e o sal e adicionar o leite aos poucos mexendo de modo a que não fiquem grumos de farinha.

Levar ao lume mexendo de quando em quando até começar a engrossar. De seguida adicionar o chocolate cortado em pedaços e mexer mais uns minutos até que esteja completamente derretido e o creme tenha engrossado e fique liso.

Retirar do lume e adicionar o extracto de baunilha.

Deitar em taças ou copos e deixar arrefecer no frio.

Servir fresco.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 8 de Junho de 2017

prato du jour

 

Vi esta receita e decidi experimentar já que é diferente da que costumo fazer e também porque gosto bastante de cozinhar com mostarda à antiga, daquela que tem os grãos, acho-a menos ‘agressiva’ do que a normal e costuma enriquecer os molhos.

Experimentem.

 

Strogonoff com Molho de Mostarda

 

20170528_131440.jpg

 

1 colher de sopa de azeite

1 colher de sopa de manteiga

1 cebola finamente picada

300 grs de cogumelos cortados em quartos

450 grs de bife de vaca, cortado em tiras

75 ml de brandy ou whiskey

Sal e pimenta q.b.

125 ml de água ou caldo de carne

1 folha de louro

1 colher de sopa de mostarda à antiga (com grão)

125 grs de natas

1 raminho de salsa picada

 

Aquecer o azeite numa frigideira e alourar a cebola. De seguida adicionar os cogumelos e deixar evaporar o líquido. Retirar da frigideira e reservar.

Na mesma frigideira põe-se a manteiga e fritam-se as tiras do bife por uns cinco minutos. Adiciona-se o brandy e deixa-se evaporar. Junta-se a mostarda, a folha de louro, a água ou caldo de carne e tempera-se tudo com sal e pimenta. Junta-se também os cogumelos e cebola, mexe-se, verifica-se o tempero e deixa-se apurar mais uns minutos. Se necessário acrescenta-se mais um pouco de líquido para ter molho suficiente.

Quando a carne estiver tenra adicionam-se as natas e a salsa e retira-se do lume. Serve-se com arroz branco ou puré de batata e uma salada.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 6 de Junho de 2017

lindeza!

 

Tão lindas! Que quase dá vontade de as levar na mão a fazer pendant com a vestimenta do dia 

 

Pochetes  de Espinafres

 

download.png

 

1 embalagem de massa folhada rectangular

300 grs de espinafres

1 dente de alho

Azeite

100 grs de queijo Feta

1 ovo (separado)

 

Estender a massa e cortar em três tiras ao alto e uma vez ao meio.

Saltear os espinafres no azeite com o alho picado. Escorrer o excesso de líquido e misturar aos espinafres o queijo Feta e a clara do ovo. Dividir esta mistura por metade dos rectângulos de massa folhada e tapar cada um com outro rectângulo. Com uma faca afiada fazer uns cortes na parte de cima.

Pincelar por fora com a gema de ovo batida e levar ao forno até estar dourado, cerca de 25 minutos.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 5 de Junho de 2017

mentirinha!

 

Só tenho uma palavra: micro-ondas (afinal são duas) 

Até aqui apenas usava para descongelar ou aquecer. Agora descobri-lhe um uso que se não me ponho a pau não como outra coisa.

É do melhor que pode haver e em menos de dez minutos uma pratada de batatas fritas (mentira!)

Crocantes, estaladiças, temperadas ao meu gosto (detesto que sejam excessivamente salgadas como são quase todas as de pacote) e prontas num instantinho, seja para acompanhar uma refeição ou para um petisco.

Experimentem!

 

Batata Doce Pala-Pala

 

20170603_130245.jpg

 

1 batata doce

1 colher de sopa de azeite

Sal q.b.

 

Lavar a batata e cortar em rodelas muito finas (usar o robot de cozinha ou uma faca muito afiada).

Temperar com sal e envolver no azeite com as mãos. Pode-se temperar com ervas aromáticas ou qualquer sal aromatizado, ao gosto de cada um.

Pôr papel vegetal no prato do micro-ondas e espalhar as rodelas de batata (não devem ficar sobrepostas, têm que ficar lado a lado).

Levar ao micro-ondas por 5 minutos. Verificar se já estão estaladiças (no meu demorou 8 minutos até estarem crocantes como as de pacote).

Retirar e repetir com as restantes rodelas.

 

Nota: O mesmo método pode ser usado com batatas sem serem das doces

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Sexta-feira, 2 de Junho de 2017

edição limitada

 

Agora para os que são alérgicos ou intolerantes ao glúten.

E para os que gostam de biscoitos, tenham farinha ou não.

E para os que gostam de aveia.

E para os que gostam de comer.

E para os que gostam de gostar.

 

Biscoitos de Aveia e Amêndoa (sem farinha)

 

20170510_195634.jpg

 

1 copo de flocos de aveia

1 copo de farinha de amêndoa

6 colheres de sopa de açúcar de coco (ou amarelo)

½ colher de chá de fermento em pó

½ colher de chá de bicarbonato de sódio

1 ovo grande

3 colheres de sopa de óleo de coco derretido

 

Aquecer o forno e forrar  um tabuleiro com papel de ir ao forno.

Numa taça misturar a aveia, a amêndoa, o açúcar, o fermento e bicarbonato. Adicionar o ovo e o óleo de coco e misturar bem.

Retirar bocados da massa com uma colher e rolar entre as mãos. Espalmar um pouco e pôr no tabuleiro afastado suns dos outros.

Levar ao forno por cerca de dez minutos (ou mais se necessário) até os biscoitos ficarem dourados). Retirar e deixar arrefecer.

 

Nota: Receita encontrada aqui

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Quinta-feira, 1 de Junho de 2017

escolhas

Mais uma receita que ‘roubei’ Maria Rodriguez, da sua página do Instagram.

Gosto imenso das receitas dela e se pudesse experimentava ainda mais… mas a oferta é muita e acabo por escolher aquelas receitas que acho que não posso mesmo deixar passar. Tinha razão, está é uma delas!

 

Lombinho com Mostarda à Antiga

 

download.png

 

1 lombinho de porco com cerca de ½ kg

Azeite q.b

1 cebola picada

3 dentes de alho picados

200 ml de vinho branco

2 colheres de sopa de mostarda à antiga

Sal, pimenta e 1 pitada de açúcar

 

Temperar o lombinho com sal e pimenta e alourar por todos os lados numa caçarola com o azeite bem quente. Quando estiver selado por todos os lados, retira-se e reserva-se. No mesmo tacho e com mais azeite se necessário, alouram-se as cebolas e os dentes de alho. Adiciona-se o vinho e deixa-se reduzir um pouco. De seguida junta-se a mostarda e uma pitada de açúcar (para retirar a acidez). Deixa-se apurar mais uns minutos (cerca de cinco) e depois põe-se o lombinho num refractário com o molho por cima. Leva-se a forno por cerca de meia hora (depende da grossura do lombinho e da preferência, se se prefere mais ou menos cozido). A meio da cozedura deitam-se colheradas de molho sobre o lombinho.

Servir com arroz de açafrão das Índias e vegetais salteados.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 30 de Maio de 2017

bom mesmo!

 

Quando as hortas começam a dar mais do que a conta ou quando as bancas da praça ficam cheias das novidades da época, nada melhor para os gastar já que de uma assentada se faz uma grande quantidade que se pode ir gastando ao longo da semana como acompanhamento ou até como prato principal, acompanhado de um belo ovo escalfado!

 

Vegetais Salteados

 

20170521_131932.jpg

 

Azeite

Cebola roxa

Alho francês

Tomate

Beterraba

Batata doce

Beringela

Curgete

Ervilhas tortas

Acelgas

Pimentos Padrón

Orégãos

Sal

 

Por esta ordem, numa frigideira com tampa, dar umas sacudidelas de vez em quando, coze por cerca de 20 minutos.

 

Nota: atenção que a beterraba é capaz de tingir… 

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 29 de Maio de 2017

Ton sur ton…

 

Não é certamente a coisa mai’linda de fotografar esta taça de flocos de aveia para o pequeno almoço. Mas é certamente uma delícia!

 

Aveia com Banana e Manteiga de Amendoim

 

download.png

 

½ copo de flocos de aveia

1 colher de sopa de sementes de linhaça em pó

½ copo de leite

½ banana em rodelas

1 colher de sopa de manteiga de amendoim

1 colher de chá de mel

Flocos de coco

Sementes de canhamos para pôr em cima

 

Misturar os flocos de aveia com a linhaça, o leite, a banana, o mel e a manteiga de amendoim. Mexer bem e deixar repousar por umas horas ou até ao dia seguinte.

Na altura de servir, enfeitar com flocos de coco e sementes de cânhamo.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Sexta-feira, 26 de Maio de 2017

tolaria :)

 

Fool, além de ‘tolo’ em inglês é também o nome de uma sobremesa inglesa cuja origem remonta a mil quinhentos e troca o passo. Basicamente é fruta ‘estufada’ que depois se envolve ligeiramente num creme de custarda (originalmente) ou em natas batidas (mais tarde).

Optei por usar queijo Quark e iogurte grego por conta das malditas das calorias em vez da custarda ou das natas e só posso garantir que fiquei fool com esta sobremesa J

 

Fool de Ruibarbo

 

download.png

 

200 grs de ruibarbo

100 grs de morangos

2 colheres de sopa de açúcar amarelo

1 colher de chá de extracto de baunilha

250 grs de queijo Quark

125 grs de iogurte grego

2 ou 3 colheres de sopa de xarope de ácer ou mel

 

Levar o ruibarbo e os morangos ao lume num tachinho com o açúcar e baunilha por dez minutos. Reservar até estar frio.

Bater o queijo Quark com o iogurte e o xarope de ácer. Envolver umas colheradas da calda de ruibarbo para ficar apenas meio misturado.

Deitar em taças e por cima pôr mais um pouco da calda.

Servir bem fresco.

 

Nota: a calda de ruibarbo pode ser feita apenas com morangos ou com outras bagas

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 25 de Maio de 2017

bons ventos

 

Vi esta receita que me inspirou a fazer também (ao estilo não posso é ver nada...)

Ficou excelente! Não custa nada a pôr ao forno e também não demora demais fazer e no fim parece mesmo que uma pessoa sabe o que é que anda a fazer 

 

Pescada no Forno com Batatas à Padeiro

 

20170428_204240.jpg

 

2 lombos de pescada com pele

6 batatas pequenas

1 cebola

10 espargos

Sal, pimenta e erva aromáticas q.b.

Azeite q.b.

 

Cortar a cebola em meias luas e as batatas descascadas em rodelas muito finas. Temperar com sal e pimenta.

Dividir por dois pratos fundos de ir ao forno e por cima deitar azeite q.b. Levar ao forno por cerca de 25 minutos.

Retirar do forno, dar a volta às batatas e por cima colocar os lombos de pescada com a pele virada para baixo. Temperar também a pescada com um pouco de sal e com as ervas aromáticas picadas (usei salsa e cebolinho).

À volta colocar os espargos e voltar a levar ao forno por mais uns quinze/vinte minutos até que a pescada esteja cozinhada.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 23 de Maio de 2017

Manitaropita??? OPA!

 

Recentemente veio a público um estudo da Organização Mundial de Saúde onde consta que a obesidade infantil/adolescente aumentou em países europeus como Grécia, Itália, Espanha, Malta e Portugal. Estes são países que de um modo ou de outro seguiam a Dieta Mediterrânica que se crê ser benéfica para a saúde e limita o aparecimento de doenças ligadas ao coração, entre outras.

É surpreendente que estes países, logo estes!, estejam a braços com um grave problema de obesidade infantil que se não for brevemente tratado vai com certeza acabar em adultos mais propensos a doenças.

Uma das explicações é a de que a crise que assolou alguns países europeus nos últimos anos acabou por alterar o estilo alimentar e passámos a comer mais comida processada e menos frutas e vegetais.

Ainda vamos a tempo de mudar e embora cada um saiba de si, a desculpa de que a fruta ou os vegetais são caros pode não ser toda a resposta, se pensarmos que muitos dos que dão essa desculpa fazem outras opções nas suas vidas em que não são tão avaros com os gastos (não generalizando, claro…)

Posto isto, vamos experimentar esta receita!

 

Empada Grega de Cogumelos (Manitaropita)

 

download.png

 

2 colheres de sopa de azeite

2 alhos franceses (usei pequenos)

450 grs de cogumelos (usei mistura de brancos e castanhos)

Sal e pimenta q.b.

2 dentes de alho

2 colheres de sopa de vinagre balsâmico

1 colher de sopa de aneto picado

100 grs de queijo Feta esfarelado

100 grs de requeijão

2 ovos

8 folhas de massa Filo

50 ml de azeite

 

Aquecer o azeite numa frigideira e alourar o alho francês cortado em rodelas finas. Adicionar os cogumelos cortados em fatias e temperar a gosto com sal e pimenta. Deixar alourar até perderem o líquido e juntar os alhos picados. Mexer e juntar o vinagre balsâmico deixando ao lume até evaporar.

Retirar do lume e adicionar o aneto, o queijo Feta, o requeijão e os ovos. Envolver bem e reservar.

Estender uma folha de massa Filo e pincelar de imediato com o azeite (as restantes devem ser tapadas com um pano de cozinha limpo, húmido). Pôr essa folha na forma (usei uma de 20 cms de fundo amovível) deixando o excesso de massa pendurado para fora da forma e repetir o procedimento com mais cinco. Deitar a mistura de cogumelos e queijo na forma e por cima pôr as duas restantes folhas de massa, também pinceladas de azeite. Com a massa que ficou pendurada virar para dentro da forma de modo a ficar com um rebordo mais grosso.

Levar ao forno cerca de 30 minutos ou até estar completamente dourado. Retirar e deixar arrefecer.

 

Nota: a massa Filo é muito frágil e deve estar tapada com um pano húmido a que não está a ser usada

 

Kali Orexi

καλή όρεξη

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 22 de Maio de 2017

de entrada

 

Aqui está uma salada excelente para acompanhamento de carnes frias, churrascos, croquetes, rissóis, etc.

É muito boa fria e até pode ir a piqueniques e almoços de praia ou rio.

O melhor é cozer as batatas de véspera.

 

Salada Fria de Batata e Picles

 

20170425_130344.jpg

 

6 batatas novas

1 cebola pequena picada (ou cebolinho)

2 colheres de sopa de picles picados

1 colher de sopa de aneto picado (usei congelado)

3 colheres de sopa de maionese

2 colheres de sopa de iogurte natural

1 colher de sopa do líquido dos picles

 

Cozer as batatas com a pele. Escorrer e retirar a pele. Salpicar com o líquido dos picles e deixar arrefecer.

Numa taça misturar a cebola e os picles picados, o aneto e a maionese e iogurte.

Depois de frias, cortar as batatas em quartos e novamente ao meio e envolver no molho.

Servir frio como acompanhamento.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Sexta-feira, 19 de Maio de 2017

há sempre uma 1ª vez :)

 

Nunca me tinha acontecido! Após centenas ou mesmo milhares de fotografias de comida, deixei cair o telemóvel na massa do bolo!!!

Ficou bem saboroso (o bolo) e o telemóvel continua a funcionar 

 

Bolo de Ruibarbo e Morango

 

20170516_201404.jpg

(antes de ir ao forno [e já sem o telemóvel]) 

 

2 copos e ½ de farinha com fermento

1 colher de chá de bicarbonato de sódio

½ colher de chá de gengibre em pó

1 copo de açúcar amarelo

1 copo de leite c/ 1 colher de sopa de vinagre

2 ovos

½ copo de óleo de girassol

 

Para a ‘compota’

200 grs de ruibarbo

100 grs de morangos

2 colheres de sopa de açúcar amarelo

1 colher de chá de extracto de baunilha

 

Levar o ruibarbo e os morangos ao lume num tachinho com o açúcar e baunilha por dez minutos. Reservar.

Untar uma forma de bolo.

Numa taça juntar a farinha com o bicarbonato, o gengibre e o açúcar amarelo.

Noutra taça misturar o leite e vinagre com os ovos e o óleo. Misturar o conteúdo das duas taças sem bater demais, apenas para que fique sem bocados de farinha.

Envolver as colheradas de ‘compota’ de ruibarbo e morango na massa do bolo de modo a que fique marmoreado.

Deitar na forma e levar ao forno por cerca de 45 minutos (experimentar com um palito após os 30 minutos já que varia de forno para forno).

Retirar do forno depois de cozido e deixar arrefecer na forma por uns dez minutos. De seguida desenformar e deixar arrefecer.

 

download.png

 

IMG_20170515_101029_835.jpg

 Nota: pode ser feito apenas com morangos

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 18 de Maio de 2017

afinal dá!

 

Gosto bastante de croquetes, rissóis, chamuças e essas comidas pequenas que tanto servem de aperitivo como podem ser uma refeição.

É raro fazer este tipo de iguarias porque são fritos e acabam por ficar muito gordurosos. Mas, nada que não tenha solução e ao fim de algum tempo a ouvir uma colega dizer que comprava uns croquetes que eram próprios para ir ao forno (só que bem mais caros do que os normais) decidi tirar a teima e ver se os croquetes normais também vão ao forno.

Vão e ficam ainda melhores! Mais tostados, mais crocantes, mais sequinhos.

Experimentem.

 

Croquetes no Forno

 

20170425_131003.jpg

 

1 colher de sopa de tempero

3 colheres de sopa de azeite

500 grs de sobras de carne picadas

1 colher de sopa de farinha

200 ml de leite

Noz moscada, pimenta, coentros em pó q.b.

1 colher de sopa de mostarda

Sumo de ½ limão

1 ovo batido

 

Para panar:

Farinha q.b.

Pão ralado q.b. (usei pão rijo que ralei)

2 ovos batidos

 

Usei uma mistura de bife, costeletas, vitela e cabrito assados. Tudo moído no robot de cozinha.

Num tacho alourar o tempero no azeite. Juntar a carne picada e mexer. De seguida polvilhar com a farinha e juntar o leite mexendo bem para envolver e não deixar pegar ao fundo do tacho. Temperar com noz moscada, pimenta e coentros em pó e sal se necessário. Adicionar uma colher de sopa de mostarda e o sumo de limão e continuar a mexer até descolar do fundo.

Fora do lume adicionar o ovo batido e mexer bem. Deitar num tabuleiro e levar ao frio para arrefecer e ficar uma massa mais moldável.

Formar os croquetes (molhar as mãos com água para não se agarrarem) e passar por farinha, ovo e pelo pão ralado. Pôr num tabuleiro forrado com papel de ir ao forno e levar a forno quente por cerca de meia hora, virando os croquetes a meio do tempo para que fiquem dourados por todo.

Servir com salada fria de batata.

 

Nota: pode-se substituir o tempero por uma cebola e um dente de alho picados

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (3) | favorito
|
Terça-feira, 16 de Maio de 2017

pequenas refeições

 

Não há novidade nenhuma numa salada. É uma salada, cada um faz ao seu gosto e nem se pode bem dizer que haja receitas para tal. É uma inspiração. Esta foi a do momento.

 

Salada com Grão e Espargos Brancos

 

20170414_131528.jpg

 

1 lata de atum

150 grs de grão de bico

1 alface pequena

1 mão-cheia de folhas de rúcula

1 raminho de salsa,

4 hastes de cebolinho

2 espargos brancos (de frasco)

4 rabanetes

10 azeitonas

Sementes de sésamo

1 ovo cozido

Azeite, vinagre e mostarda q.b.

 

Numa taça põe-se a alface, a rúcula, folhas de salsa, cebolinho cortado em bocados com cerca de três centímetros, os espargos cortados também com esse tamanho, os rabanetes cortados em rodelas fininhas e as azeitonas. Por cima espalhar lascas de atum.

Misturar o azeite, vinagre e mostarda num frasco de modo a fazer um molho espesso. Deitar sobre a salada.

Enfeitar com um ovo mal cozido (este era mega gigante por ser de pata!) e salpicar com as sementes de sésamo (usei pretas).

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 15 de Maio de 2017

hackers e o que interessa mesmo!

 

Quando vi esta receita, pensei logo que era o melhor de dois mundos (chá e aveia!), ou duas coisas boas só podem fazer uma coisa espectacular, ou vamos mas é experimentar que isto de conversas e hackers que atacam os computadores de todómundo está o pessoal cheio.

E pronto, é isto.

 

Papas de Aveia com chá Earl Grey

 

20170501_165625.jpg

 

1 saqueta de chá Earl Grey

½ copo de leite

2 colheres de sopa de flocos de aveia

1 colher de sopa de sementes de chia

1 colher de sopa de mel

1 pitada de sal

½ colher de chá de extracto de baunilha (opcional)

Mirtilos, flocos de coco e sementes de cânhamo 

 

Escaldar o leite e pôr o chá em infusão, juntamente com a aveia, a chia, o mel, o sal e o extracto de baunilha. Deixar ao lume por uns quatro minutos mexendo de vez em quando.

Deitar numa taça e deixar arrefecer (deixei para o dia seguinte). Enfeitar com fruta a gosto, podem ser usados vários tipos de fruta e sementes, até flores comestíveis!

 

Nota: se quando estiver frio ficar muito maçudo, pôr um pouco de leite para ficar uma papa mais fina

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Quinta-feira, 11 de Maio de 2017

em modo não me incomodem

 

Nada de complicado nesta fase da semana em que apenas conseguimos pensar que já é quase sexta-feira!

Ou como li algures: hoje é um daqueles dias em que até o meu café precisa de um café!!! 

 

Mistura de Frango para Sanduiches

 

20170422_211130.jpg

 

Peito de frango (usei de churrasco)

Aipo

Salsa

Cebolinha

Rabanetes

Mostarda

Iogurte

Maionese

Sal e pimenta

 

Esfiapar o peito de frango com dois garfos, adicionar aipo, salsa e a cebolinha picados, rabanetes cortados em rodelas fininhas e mostarda, maionese e iogurte. Temperar com sal e pimenta e mexer tudo muito bem de modo a ficar uma pasta que dê para barrar.

Para fazer as sanduiches, barrar esta pasta num dos lados do pão, por cima colocar rodelas de tomate e folhas de alface. Tapar com o restante pão e comer 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Terça-feira, 9 de Maio de 2017

que alhada!

 

No outro dia comprei raia no mercado, bem fresca. Encontrei esta receita e experimentei.

Não tive tempo de fotografar o repasto por isso ficam aqui com uma foto dos alhos usados para a confeccionar (alguns) 

 

Raia Alhada (à moda de Olhão)

  

IMG_20161126_141651.jpg

 

4 postas de raia

5 dentes de alho
1 molhinho de coentros
6 colheres de sopa de azeite
2 colher de vinagre
4 batatas
Sal q.b.

 

Lavar bem a raia em água corrente e vinagre. Temperar com sal e deixar durante 2 horas. Antes de pôr no tacho voltar a lavar a raia.
Pôr a raia num tacho com água a ferver e com uma pitada de sal.
Noutro tacho cozem-se as batatas.
Numa tigela pomos os alhos muito bem esmagados, o azeite, o vinagre e 3 colheres de sopa da água de cozer a raia.
Depois da raia cozida escorre-se a água da raia e das batatas, junta-se o preparado anterior e vai novamente ao fogo cerca de cinco minutos.
Serve-se de seguida.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
|
Segunda-feira, 8 de Maio de 2017

para o quente e para o frio

 

Nunca estive em Marrocos mas é um dos meus destinos de sonho.

Gosto bastante de tudo o que tenha a ver com a culinária marroquina e esta bebida é uma espécie de ex-libris não só de Marrocos mas de todo o Magrebe.

A hortelã que uso (Mentha spicata) cresce em minha casa por todo o lado, especialmente nos buracos de uns tijolos que tenho a fazer um pequeno murete. Todos os anos renascem como se aquele fosse o lugar ideal… não é mas já desisti de as arrancar. Cresçam para aí que eu faço chá!

 

Chá de Hortelã

 

download.png

 

1 colher de sopa de chá verde (ou uma saqueta)

4 raminhos de hortelã

500 ml de água

Adoçante a gosto (usei mel)

 

Ferver a água e deitar num recipiente sobre o chá e a hortelã. Deixar em infusão por cinco minutos, coar e adoçar.

Servir quente com raminhos da hortelã.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
|
Sexta-feira, 5 de Maio de 2017

Pecado de Chocolate!!!

 

A sério! Esta receita. Do melhor que há.

 

Tarte de Chocolate e Doce de Leite

 

IMG_20170430_140004_704.jpg

 

200 grs de bolachas (usei Maria Fibra)

60 grs de manteiga derretida

2 colheres de sopa de cacau em pó

100 grs de nozes, tostadas

1 lata de leite condensado cozido (doce de leite)

200 grs de chocolate negro (70% cacau)

200 grs de natas espessas

 

No robot de cozinha trituram-se as bolachas e adiciona-se a manteiga derretida e o cacau.

Põe-se esta massa numa tarteira (usei uma rectangular de 40x10 cms) e pressiona-se bem para não ficar solta.

Põe-se as nozes picadas e tostadas sobre a base da tarte. Por cima espalha-se o leite condensado cozido - deve-se aquecer ligeiramente para que fique mais maleável e espalhe melhor.

Derrete-se o chocolate juntamente com as natas no micro-ondas e mexe-se vigorosamente para que fique liso e brilhante. Deita-se sobre o leite condensado cozido e leva-se ao frigorífico por umas horas para que fique firme.

Retirar do frigorífico dez ou vinte minutos antes de servir.

 

Nota: para cortar usar uma faca aquecida (eu esqueci-me  )

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito (1)
|

mais sobre mim

cuscar

quantos são? quantos são?

HTML Hit Counter
pc computer components

digam qualquer coisa

coolinaria@sapo.pt

A Belita no Facebook!

My taste

mytaste.pt

armazém de receitas

tags

todas as tags

os meus livros de receitas, alguns...

blogs SAPO

subscrever feeds