Sexta-feira, 29 de Agosto de 2014

see you!

Em modo ‘mortinha por ir de férias’ deixo esta receita para gastar algumas das curgetes que teimam em aparecer, quer nas hortas, quer nos supermercados a bom preço.

E uma sobremesa que leve um vegetal só pode ser comida saudável!!!

Fiquem bem (e vão espreitando o Facebook, pode ser que haja coisas boas).

 

Brownies de Curgete

 

 

2 copos de farinha

½ copo de cacau em pó

1 colher de chá de bicarbonato de sódio

1 colher de chá de fermento em pó

1 pitada de sal (opcional)

2 ovos

1 copo de açúcar

½ copo de óleo de girassol

1 colher de chá de baunilha

2 copos de curgete ralada com a casca (1 curgete media)

 

Aquecer o forno e barrar um tabuleiro com margarina.

Numa taça misturar o açúcar com o óleo e a baunilha. Adicionar os ovos e bater bem. Juntar a farinha, o cacau, o bicarbonato, o fermento e o sal e mexer, adicionando também a curgete ralada.

Deitar a massa no tabuleiro e levar ao forno por cerca de 25 a 30 minutos, convém verificar a partir dos 20 minutos pois depende do forno.

Retirar do forno e deixar arrefecer. Cortar em quadrados e servir.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Quinta-feira, 28 de Agosto de 2014

azares ou nem por isso

Já fiz várias vezes panna cotta mas nunca me tinha acontecido de ficar em duas camadas separadas.

O que sei é que se quisesse fazer esta receita em duas camadas separadas, não era capaz…

Tirando isso, ficou muito bom!

 

Panna Cotta de Alfazema

  

 

250 grs de natas

250 grs de leite

50 grs de açúcar

1 colher de chá de alfazema

4 folhas de gelatina

 

Aquecer as natas e o leite com o açúcar e a alfazema. Quando estiver bem quente retirar do lume e reservar.

Entretanto demolham-se as folhas de gelatina em água fria por uns dez minutos. Escorrem-se bem e adicionam-se às natas mexendo bem para dissolver. Coar esta mistura e deitar em tacinhas.

Levar ao frigorífico por umas horas antes de servir.

 

Nota: Se for para servir nas taças basta usar 3 folhas de gelatina

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Quarta-feira, 27 de Agosto de 2014

fruuuuta

As peras já estão mesmo no fim. Pelo caminho enchi alguns frascos com esta receita, prontos a comer lá para o inverno quando apetecer qualquer coisinha mais encorpada (se lá chegarem…)

 

Peras em Calda

 

 

 

1 kg de peras

1 litro de água

500 grs de açúcar

1 vagem de baunilha

2 bagas de pimenta da Jamaica

2 vagens de cardamomo

 

Descascar e cortar as peras em quartos, retirando o caroço.

Num tacho põem-se os ingredientes da calda ao lume até ferver, põem-se as peras dentro do tacho e deixa-se fervilhar por uns dez minutos.

Deitar em frascos esterilizados e fechar de imediato.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Terça-feira, 26 de Agosto de 2014

do efémero...

Nos breves momentos em que fui proprietária de uma máquina de fazer gelados, além do gelado de banana e nozes, também fiz um de ameixas. A ideia era fazer gelados mais saudáveis do que aqueles de compra que vêm carregadinhos de seiláoquê e mais alguma coisa.

Este ficou muito bom, as ameixas eram bem docinhas e no geral ficou um sabor bem exótico.

Maravilha!

 

Gelado de Ameixa

 

 

300 grs de ameixas vermelhas descaroçadas

80 grs de açúcar

1 vagem de baunilha

2 folhas de Erva Príncipe

250 grs de queijo Quark

150 grs de iogurte grego natural

 

Levar ao lume as ameixas, o açúcar a baunilha e a erva príncipe num tachinho por cerca de 20 minutos.

Esmagar as ameixas e coar descartando cascas, vagem de baunilha e erva príncipe.

Deixar arrefecer o molho de ameixas e depois de frio misturar com o iogurte grego e o queijo quark. Adoçar com um pouco de mel ou açúcar se ainda acharem necessário.

Deitar este preparado na máquina de fazer gelados de acordo com as instruções do fabricante.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Segunda-feira, 25 de Agosto de 2014

em modo 'a ansiar pelas férias'...

Esta semana apetecem-me coisas doces… Espero que a vocês também porque cheira-me que vai ser a semana toda nisto…

 

Biscoitos Shortbread de Cacau

 

 

50 grs de açúcar em pó

100 grs de manteiga

175 grs de farinha

25 grs de cacau em pó

50 grs de nozes picadas

 

Bater o açúcar com a manteiga e misturar a farinha e o cacau neste preparado. Adicionar as nozes picadas e enrolar a massa num rolo de onde depois se vão cortar os biscoitos. Enrolar este rolo em película aderente e levar ao frigorífico por umas horas.

Cortar os biscoitos da largura desejada e levar ao forno por cerca de 12 a 15 minutos.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
Sexta-feira, 22 de Agosto de 2014

só coisas boas

Depois da safra dos pêssegos, vieram as peras.

Feitas em calda, comidas ao natural, em bolos, teve que ser bem rapidinho porque as ‘visitas’ que tinham lá por dentro não as deixavam esperar…

E também quase não conseguia o registo em imagem, tal foi a rapidez com que este bolo desapareceu. Ai as visitas!!!

 

Bolo de Pera e Chocolate

 

 

2 copos de farinha de trigo

¾ de copo de açúcar amarelo

1 colher de chá de fermento em pó

1 colher de chá de bicarbonato em pó

½ colher de chá de canela em pó

1 copo de leite com 1 colher de sopa de vinagre

2 ovos

½ copo de óleo de girassol

2 peras descascadas e picadas

100 grs de chocolate negro picado

 

Numa taça misturar a farinha com o açúcar, o fermento, o bicarbonato e a canela.

Noutra taça misturar o leite com vinagre com os ovos e o óleo. Mexer bem e envolver na mistura da farinha.

Adicionar as peras e o chocolate picados.

Deitar numa forma de bolo inglês untada e levar ao forno por cerca de 50 minutos, até estar bem cozido (tapar com papel de alumínio se começar a queimar o topo).

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
Quinta-feira, 21 de Agosto de 2014

saboroso...

Bom para piqueniques, para o jardim, piscina, ou mesmo para a mesa lá de casa (que nem todos estão de férias…).

 

Coelho Frito

 

 

½ coelho cortado em bocadinhos pequenos

½ copo de vinho branco

1 rama de alecrim

Piripiri q.b.

Sal q.b.

Azeite

 

Temperar o coelho com todos os ingredientes e deixar marinar por uma hora.

Aquecer o azeite numa frigideira e fritar os pedacinhos do coelho em lume brando, até estarem tenrinhos.

 

 

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
Quarta-feira, 20 de Agosto de 2014

perishable thoughts...

Sei que é apenas uma migalha mas enquanto puder contrariar as pretensões da Monsanto, hei-de plantar o que me apetecer, como me apetecer, hei-de comprar sementes às senhoras na praça, hei-de trocar sementes com amigos e colegas e até trocá-las com amigos no outro lado do mundo!

Sim, porque acho que ninguém é dono da natureza e apesar de provavelmente já ser tarde, quero comer aquilo que planto e do qual guardo sementes de um ano para o outro…

Este pepino (sim, é um pepino!) já foi provavelmente inventado em laboratório mas para o ano, se conseguir, há-de dar na minha horta, das minhas sementes.

 

Pepino Maçã

 

 

Nota: eu nem sequer sou muito fã de pepino mas se se chama pepino maçã, tem toda a minha atenção!

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
Terça-feira, 19 de Agosto de 2014

coisas...

De repente um jantar que se queria leve e sem muita imaginação ou ingredientes à mão. Deu isto…

 

Salada de Camarão

 

 

Mistura de alface, rúcula, coentros, capuchinhas, espinafres e cebolinho

Cebola roxa

Tomate

Nozes

Bagas goji

½ limão

100 grs de camarão congelado

Azeite, alho e piripiri

 

Saltear os camarões no azeite com alho e piripiri até estarem rosados. Reservar.

Numa taça pôr a mistura de alface, a cebola cortada em meias-luas, o tomate, as nozes e as bagas goji. Por cima pôr o camarão e o molho onde fritou. Espremer meio limão sobre a salada e servir.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Segunda-feira, 18 de Agosto de 2014

não foi desta...

Pelo menos no fim de semana ele andou por cá, o verão, quer dizer. Hoje é outra história, sumiu-se novamente e para já sem data de regresso. Fiquemo-nos pelas bebidas, então…

 

Sangria Branca de Pêssegos

 

 

 

500 ml de vinho branco

1 cálice de Triple Sec

200 ml de ginger ale

200 ml de água tónica

2 pêssegos

½ limão

Menta

Gelo

 

Misturar o vinho com o licor, o ginger ale e a água tónica. Mexer bem e adicionar rodelas fininhas de limão e o pêssego descascado e cortado em meias-luas.

Adicionar o gelo e a menta e servir bem fresco.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
Quinta-feira, 14 de Agosto de 2014

e o verão, esse sacana?

Aqui há uns tempos andei cismada em ter uma máquina de fazer gelados. Não sei porquê, até porque diga-se em abono da verdade que não sou por aí além fã de gelados. Mas queria. E lá comprei uma que estava em promoção, muito em conta e tudo.

Experimentada por três vezes, foi devolvida à procedência, ainda nos 14 dias de lei, porque simplesmente não acho que valha o esforço [e vai-se a ver havia muito mais gente que tinha devolvido a dita…].

Seja como for, fiz gelados. E este foi o que saiu melhor.

 

Gelado de Banana e Nozes

 

 

2 bananas cortadas às rodelas

2 colheres de sopa de açúcar amarelo

250 grs de queijo Mascarpone

150 grs de iogurte grego natural

Mel q.b.

2 colheres de sopa de nozes tostadas

 

Numa pequena frigideira caramelizam-se as bananas com o açúcar amarelo. Deixar arrefecer.

Bater o queijo com o iogurte e adoçar com mel. Adicionar as bananas caramelizadas e as nozes tostadas.

Deitar este preparado na cuba da máquina de fazer gelados e pôr a trabalhar de acordo com as instruções por cerca de 35 minutos ou até estar com a consistência desejada.

 

Nota: fiz uma versão igual mas em vez de queijo Mascarpone usei queijo Quark

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Quarta-feira, 13 de Agosto de 2014

outras saladas

Até serve para levar para a praia ou campo (para os sortudos que estão de férias…)

 

Salada de Cuscuz com Peru

 

 

2 bifes de peru

2 alhos picados

Sumo de ½ limão

Sal q.b.

1 copo de cuscuz

1 copo de água a ferver

1 cebola picada

1 colher de sopa de amêndoas laminadas

1 colher de sopa de uvas passas

1 raminho de ervas picadas*

Azeite

 

Temperam-se os bifes de peru com alho e sal e sumo de limão e fritam-se num bocadinho de azeite. Reservam-se.

Num tachinho aloura-se em azeite a cebola bem picada. Junta-se a amêndoa laminada e as passas, mexe-se e adiciona-se os cuscuz. Junta-se a água a ferver, tempera-se de sal e mexe-se bem. Tapa-se o tacho e desliga-se o lume. Passados cinco minutos remexe-se com um garfo para soltar os grãos e juntam-se as ervas picadas.

Cortam-se os bifes em bocadinhos e misturam-se com os cuscuz. Serve-se quente ou frio.

 

Nota: usei salsa, orégãos e menta

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Terça-feira, 12 de Agosto de 2014

da cor...

Há um cantinho na minha horta que parece um arco-íris!

As acelgas são tão coloridas que dá mesmo gosto ver e até já pensei foi em apanhar uma mão-cheia delas e meter numa jarra!

Mas depois pensei melhor e ná… isto é bem melhor.

 

Massa com Acelgas e Ovo 

 

 

Azeite q.b.

1 cebola

2 dentes de alho

1 ramo de acelgas

Sal e pimenta

2 ovos

Esparguete

 

Cozer o esparguete.

Numa frigideira aquecer o azeite e alourar a cebola. Juntar o alho picado e deixar estalar. Adicionar primeiro os talos das acelgas, por serem mais duros do que as folhas demoram um pouco mais a ficarem tenros. Vai-se remexendo de modo a não queimar, se necessário acrescenta-se um pouco da água de cozer o esparguete. Adicionam-se as folhas cortadas grosseiramente e deixam-se amolecer.

Entretanto estrelam-se dois ovos.

Mistura-se o esparguete cozido às acelgas e envolve-se bem. Servir a massa e por cima pôr um ovo estrelado.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Segunda-feira, 11 de Agosto de 2014

“Chuva de agosto, apanhá-la com gosto”

Enquanto for chovendo, por pior que seja para os veraneantes, vai permitindo que tudo cresça na horta sem eu ter que regar.

E há diferença entre a rega e a chuva, que o digam os espinafres (!) que quando chove ficam logo muito mais viçosos e já se sabe, quanto mais se apanharem, mais dão. E as curgetes também agradecem a chuva.

 

Tartes de Curgete e de Espinafres

 

 

1 base de massa folhada para tarte

Curgetes

Espinafres

4 alhos

Azeite

4 ovos

250 ml de leite

100 ml de natas

Sal e pimenta q.b.

Pistachos

Avelãs

 

Numa frigideira aquece-se um pouco de azeite com 2 alhos picados e salteiam-se os espinafres ligeiramente temperados com sal e pimenta. Escorrer o excesso de líquido e reservar.

Na mesma frigideira põe-se mais um pouquinho de azeite com mais dois alhos picados e salteiam-se as curgetes às rodelas (usei duas pequenas) também ligeiramente temperadas. Reservam-se.

Bater os ovos com o leite e as natas e temperar com sal e pimenta.

Estender a massa e forrar uma forma rectangular e duas formas de tartelettes.

Na forma rectangular põem-se as curgetes e nas outras duas põem-se os espinafres. Por cima das curgetes põem-se pistachos picados e sobre os espinafres avelãs picadas. Distribui-se os ovos batidos com o leite e natas sobre as formas.

Levam-se ao forno por cerca de 30 minutos, até estarem douradas.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Sexta-feira, 8 de Agosto de 2014

semana dos pêssegos! #4

Para acabar em beleza esta semana em que o tema são os pêssegos, nada melhor do que uma tarte. E uma tarte rústica, nem mais.

São as que eu mais gosto já que assim a minha falta de jeito para fazer coisas muito lindinhas é desculpada com o nome ‘rústica’.

E rústica, toda a gente sabe, é assim uma coisa torta, como esta tarte :)

 

Tarte rústica de pêssegos

 

 

1 base de massa quebrada para tarte

5 pêssegos

Sumo de um limão

½ copo de farinha

1 copo de açúcar

½ colher de chá de canela

1 colher de sopa de leite

1 colher de sopa de açúcar

 

Ligar o forno. Num tabuleiro largo, desenrolar a base de massa sobre o papel que traz.

Descascar os pêssegos e cortar em gomos. Misturar com o sumo de limão.

Numa taça misturar a farinha, o  açúcar e a canela. Envolver os pêssegos e deitar sobre a massa da tarte deixando espaço livre a toda a volta para fazer o rebordo da tarte. Virar a borda da massa para cima dos pêssegos fazendo umas pregas de onde em onde. Pincelar com o leite e polvilhar com açúcar.

Levar ao forno por cerca de 45 minutos ou até estar bem tostadinho.

Servir simples ou com uma bola de gelado.

 

Nota: A receita original está aqui.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Quinta-feira, 7 de Agosto de 2014

semana dos pêssegos! #3

Uma excelente sugestão, que li num blogue que visito com assiduidade e não podia deixar passar porque há pêssegos, estão madurinhos e têm que se gastar.

E, muito, importante, não podia ser mais fácil de fazer!!!

 

Sobremesa Fria de Pêssegos

 

 

5 pêssegos bem maduros

3 colheres de sopa de açúcar amarelo

Sumo de meio limão

Folhas de limonete (tomilho na receita original)

 

Descascar os pêssegos e reservar um.

Pôr os restantes no liquidificador juntamente com o açúcar e o sumo de limão e triturar.

Deitar numa taça, por cima pôr o restante pêssego bem picadinho e umas folhinhas de limonete.

Levar ao frigorífico por umas horas até estar bem gelado.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
Quarta-feira, 6 de Agosto de 2014

perishable thoughts...

O quê? Já fartos de pêssegos? 

Então fiquem com um retrato de um tomate cheio de personalidade da minha horta {#emotions_dlg.happy}

 

 

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:21
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
Terça-feira, 5 de Agosto de 2014

semana dos pêssegos! #2

Fui a Tui pela primeira vez tinha aí uns 16 anos e o costume era ir de excursão para quem não tinha carro, que era o caso em minha casa.

Essas excursões serviam para comprar coisas que havia em Espanha mas que cá ou não havia ou eram muito caras. Lembro-me perfeitamente das latas de pêssegos em calda ‘melocotón en almíbar’.

O que eu adorava dizer isso: ‘melocotón en almíbar’, até parecia estrangeira…

E agora faço (e tenho carro)!

 

Pêssegos em Calda 

 

 

1,2 kgs de pêssegos limpos de pele e caroços

1 litro de água

700 grs de açúcar

½ vagem de baunilha

 

Levar a água ao lume com o açúcar e a vagem de baunilha até ferver. Deitar os pêssegos em metades ou quartos na água e deixar cozer por uns dez minutos (ou menos se os pêssegos estiverem bem maduros). Retirar a vagem de baunilha.

Deitar imediatamente em frascos esterilizados e fechar bem.

 

Nota: sobrou um bocado do líquido, guardei e ando a misturar com água fresca para fazer uns refrescos.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Segunda-feira, 4 de Agosto de 2014

semana dos pêssegos! #1

Estão na moda as semanas temáticas (até o Lidl tem uma ‘semana Ibérica’ mas não se devem ter apercebido bem que esta península também engloba Portugal, já que todos os artigos em destaque são… espanhóis).

Por isso decidi dedicar uma semana aos pêssegos. Tenho um pessegueiro que, não tendo produzido muito, ainda assim deu para andar a gastar pêssegos de empreitada, até porque como não levam tratamento e até os bichinhos gostam, alguns estavam em modo ‘estou bichado’.

 

Para gastar aquela meia-dúzia de pêssegos que teimaram em amadurecer num instantinho ou até já estão a querer ficar tocados, num instante faz-se isto. Excelente para acompanhar o iogurte pela manhã.

 

Pêssegos com erva-príncipe

 

 

Alguns pêssegos descascados e cortados em bocados

1 colher de sopa de açúcar amarelo

1 haste de erva-príncipe

1 dl de água

 

Levar todos os ingredientes ao lume num tachinho e deixar ferver por uns minutos, até os pêssegos estarem molinhos.

Deixar arrefecer e servir sobre iogurte, ou com gelado de baunilha.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Sexta-feira, 1 de Agosto de 2014

entra agosto!

Este ano há curgetes diferentes na horta da minha irmã. Estas têm a casca quase branca, de resto são iguaizinhas às outras e ficam excelentes de muitas maneiras, esta então é top!

 

Bolo de Curgete Branca

 

 

3 copos de farinha

2 copos de açúcar

1 e ½ colheres de chá de canela

1 e ½ colheres de chá de fermento em pó

1 colher de chá de bicarbonato de sódio

1 pitada de sal

3 copos de curgete picada com a casca

4 ovos

1 copo de óleo vegetal

½ copo de leite

1 colher de chá de extracto de baunilha

 

No robot de cozinha picar a curgete com a casca e reservar num coador (em alternativa pode-se ralar à mão).

Numa taça misturar a farinha, o açúcar, canela, fermento, bicarbonato e sal.

Noutra taça misturam-se os ovos, óleo, leite e baunilha. Adicionar a esta mistura a curgete espremida do excesso de líquido. Mexer bem e juntar à taça da farinha, envolvendo bem com um garfo ou colher de pau.

Deitar esta massa num tabuleiro bem untado e levar a forno médio por cerca de 45 minutos.

Retirar do forno depois de cozido (verificar com um palito) e deixar repousar uns dz minutos na forma. Depois corta-se em quadrados e serve-se.

 

Nota: é um bolo muito grande por isso o melhor é congelar alguns dos quadrados para ir tirando do congelador e estar sempre macio e fofo.

Receita encontrada aqui.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Quinta-feira, 31 de Julho de 2014

olha o calor

Isto, frio, nestes dias quentes, é do melhor!

 

Macarrão com molho de atum

 

 

Molho:

1 lata de atum em azeite

3 filetes de anchova

1 colher de sopa de alcaparras

1 colher de sopa de maionese

2 colheres de sopa de iogurte natural

 

Macarrão cozido

Salsa picada 

 

Triturar os ingredientes do molho no liquidificador ou robot de cozinha e envolver em macarrão cozido frio. Salpicar com salsa.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Quarta-feira, 30 de Julho de 2014

perishable thoughts...

Já não me lembro há quantos anos deixei de comprar iogurtes de aromas, sabores, pedaços, etc. Não são a minha onda por melhor aspecto que tenham as embalagens. Sou fã incondicional de iogurte natural, se for tipo grego, ainda melhor.

É muito versátil para usar em vez das natas em certas receitas e também gosto de o embelezar com mel, com frutas, cereais, compotas, frutos secos, o que apetecer (ao estilo: queres ir a uma festa à Parede? Encosta-te à parede que eu faço a festa…) eu faço uma festa com iogurte natural!

Por isso decidi ser eu a fazer o meu iogurte natural. E não, não tenho nem iogurteira nem máquinas de cozinhar tipo Bimby, Yammi e afins.

E como é que faço, perguntam vocês? Apenas dois ingredientes, nem mais! Só leite e iogurte. Nada de leite em pó nem de outros extras.

A primeira vez fiz com um litro de leite meio gordo de marca branca e 100 grs de iogurte natural grego, do Lidl. Deixei repousar por 12 horas durante a noite e de manhã lá estava ele, esplendoroso.

Da segunda vez fiz novamente com um litro de leite meio gordo (Mimosa) e 100 grs do iogurte que eu tinha feito. Deixei repousar 8 horas, durante o dia.

A diferença foi que este segundo ficou ainda mais cremoso, quase dava para cortar com uma faca.

A espécie de alquimista que há em mim atribui isso ao facto de durante o dia a temperatura ser mais elevada e fazer lá a sua mágica com mais facilidade.

Das duas vezes ficou embrulhado numa mantinha polar na despensa.

 

Iogurte Natural Caseiro

 

 

1 litro de leite

100 grs de iogurte

 

Aquecer o leite até estar quase a ferver. Desligar o lume e deixar arrefecer até estar morno (cerca de 46ºC se tiverem um termómetro, senão experimentem com um dedo para ver se está morno como eu fiz)

Quando estiver morno mistura-se bem o iogurte com uma vara de arames. Deita-se a mistura num recipiente plástico (usei aqueles baldes do iogurte grego do Lidl, que dão para um quilo) e embrulha-se numa manta polar ou num cobertor e deixa-se estar por pelo menos seis horas num ambiente agradável, sem estar fresco. Não espreitar!

Quando estiver pronto, põe-se no frigorífico por umas horas e usa-se.

 

Nota: o segundo iogurte criou mais soro ao longo da semana do que o primeiro, não sei se tem a ver com o leite usado ou com ter usado iogurte já feito por mim ou mesmo por ter sido feito com uma temperatura ambiente mais elevada. Novas experiências se aguardam!

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
Terça-feira, 29 de Julho de 2014

outros usos

Os países PIGS* (Portugal, Italy, Greece & Spain) alguma coisa têm em comum, além das dívidas. E uma delas é o facto de por terem tido ao longo dos tempos economias frágeis e mesmo pobres, terem aprendido a aproveitar o pão rijo para enriquecer a sua alimentação.

Não é à toa que no Alentejo o pão rijo se tem usado muito como aproveitamento para elaborar refeições como as Açordas e as Migas, os Espanhóis usam-no pra fazer Torrijas, os gregos fazem uma salada chamada Paximadi Dakos, e os Italianos têm a Panzanella.

E é da Panzanella que vos deixo aqui uma receita. Muito simples e saborosa, agora que o calor (cóf, cóf…) pede distância do fogão.

 

Panzanella

 

 

1 pão de mistura, rijo

6 tomates cherry

1 cebola roxa pequena

1 raminho de salsa

Pimenta

Vinagre balsâmico

Azeite

 

Cortar o tomate em quartos e a cebola em quadrados pequenos. Adicionar a salsa grosseiramente picada e temperar generosamente com pimenta moída no momento, vinagre balsâmico e azeite. Mexer para misturar e deixar por uns dez minutos.

Entretanto, cortar o pão rijo em quadrados e misturar com a restante salada envolvendo bem.

Servir assim mesmo como entrada ou prato ligeiro.

 

Nota: podem acrescentar ingredientes (pepino ou pimento, por exemplo), substituir o vinagre balsâmico por vinagre normal, manjericão pela salsa, etc…

 

*Por vezes também entra a Irlanda neste acrónimo (PIIGS), que muito devemos agradecer às agências de ratting… grrrrr

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Segunda-feira, 28 de Julho de 2014

em modo compota #8

Na senda dos quilos de cenoura que deram para dar e dar, quer no formato original quer transformadas, ainda deu para fazer esta compota ou doce de cenoura.

Ficou muito boa, é parecida com a da abóbora na cor mas tem um sabor ainda mais doce.

 

Compota de Cenoura

 

 

1,5 kgs de cenouras

Água

800 grs de açúcar

Casca de um limão

3 estrelas de anis

 

Cozer as cenouras descascadas e cortadas às rodelas tapadas com água, por cerca de 20 minutos.

Escorrer bem a água e misturar 800 grs de açúcar às rodelas de cenoura bem como a casca do limão em tiras e as estrelas de anis.

Leva-se a lume muito brando para que o açúcar derreta, depois sobe-se o lume e deixa-se fervilhar por mais uma meia hora.

Retiram-se as cascas do limão e as estrelas de anis e passam-se as cenouras com a varinha mágica para ficar uniforme ou esmagam-se com o esmagador de batatas.

Deitar em frascos e fechar bem.

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Sexta-feira, 25 de Julho de 2014

está quase... o fim de semana

Este ano foi uma desgraça. Nem um pêssego-careca vingou e parece-me que a árvore tem a sina lida…

Mas há quem tenha tido e alguns chegaram-me às mãos. Cá está o resultado.

 

Bolo de Pêssegos-careca e Gengibre

 

 

1 e ½ copos de farinha

2 colheres de chá de fermento em pó

½ colher de chá de canela em pó

1 colher de chá de gengibre em pó

80 grs de manteiga

¾ de copo de açúcar amarelo

2 ovos

1/3 de copo de óleo de girassol

Raspa de uma laranja

3 pêssegos-careca (ou pêssegos)

 

Aquecer o forno e untar uma forma.

Numa taça misturar a farinha com o fermento, a canela e o gengibre.

Bater a manteiga e o açúcar. Adicionar os ovos um a um e depois juntar o óleo e a raspa de laranja.

Adicionar a mistura de farinha, devagar de modo a envolver bem.

Deitar na forma e por cima dispor gomos largos de pêssegos-careca, empurrando ligeiramente para dentro da massa.

Levar ao forno até estar cozido (cerca de 35 minutos no meu forno). Retirar do forno e deixar arrefecer.

Polvilhar com açúcar em pó (opcional).

 

Nota: receita encontrada aqui.

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Quinta-feira, 24 de Julho de 2014

não é chinês...

Este prato é muito simples de fazer e também bastante rápido se usarmos umas fatias de carne cortadas o mais fino possível (pode ser peru ou frango).

Parece refeição domingueira mas faz-se num instantinho! Encontrei a receita aqui.

 

Peru com Amêndoas

 

 

250 grs de peito de peru cortado em fatias finas

2 colheres de sopa de amêndoa laminada

1 limão

½ copo de vinho branco (cerca de 125 ml)

Sal

Pimenta

Azeite

 

Temperar as fatias de peru com sal, pimenta e sumo de limão. Deixar repousar por uns minutos.

Numa frigideira alourar as amêndoas em lume brando de modo a não queimarem. Reservar.

Na mesma frigideira põe-se azeite no fundo e salteia-se o peru, de modo a ficar lourinho. Adiciona-se o vinho e rectificam-se os temperos e deixa-se fervilhar até quase evaporar o líquido. Adicionam-se as amêndoas tostadas e serve-se com arroz branco e uma salada.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Quarta-feira, 23 de Julho de 2014

perishable thoughts...

É um fruto? É um legume? É o super-homem? Não, são beringelas!!! 

A beringela (Solanum melongena) é uma ‘baga’ oriunda do sudoeste asiático embora se possa encontrar por todo o lado já que é de fácil cultivo.

Tem um formato oval, daí o nome que lhe dão na américa do norte ser eggplant (planta ovo).

Dizem que são excelentes a ajudar a combater o colesterol, há muita gente que as põe de molho durante a noite e depois bebe aquela água e acha que o colesterol desaparece… não será bem assim embora tenha propriedades antioxidantes e costume dar uma corrida aos radicais livres que teimam em andar à solta na nossa corrente sanguínea.

É bastante rica em fibra, vitamina B1 e cobre. Além disso tem também muito manganésio, potássio e vitaminas B6 e K.

Muita gente não gosta de beringelas porque dizem ter um gosto amargo. A solução para isso é, antes de as usar, cortar às rodelas e salpicar com sal, deixar por uns 20 ou 30 minutos, passar por água, secar bem e usar normalmente. O gosto amargoso vai-se com o sal.

Estas são da minha horta, a combinar com uma dália da mesma cor {#emotions_dlg.tongue}

 

Beringelas

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Terça-feira, 22 de Julho de 2014

outras sandes

O pan bagnat é uma sandes típica da região de Nice, em França e quer dizer ‘pão molhado’. Pode-se fazer com alguma antecedência, é óptimo para um piquenique ou para um jantar de domingo.

Esta versão tem orégãos e queijo Feta, daí o nome à Grega… Pode ser feito com outros ingredientes, o pão não tem que ser de centeio, pode levar cornichons ou picles, pepino, usem a imaginação.

 

Pan Bagnat à Grega

 

 

Fatias de pão rústico de centeio

Atum

Queijo Feta em fatias finas

Orégãos

Cebola em rodelas finas

Ovo cozido cortado em rodelas

Azeitonas sem caroço

Tomate em rodelas sem sementes

Alface

Beldroegas ou rúcula

Azeite

 

Torrar as fatias de pão e deitar um fio de azeite sobre cada uma.

Sobre as fatias põem-se os ingredientes da forma desejada (alface, atum, tomate, queijo, ovo, cebola, azeitonas, beldroegas) polvilhando com orégãos sobre o queijo.

Por cima deita-se mais um fio de azeite. Tapa-se com mais fatias de pão torrado e embrulha-se em papel vegetal.

Põe-se algum peso sobre as sandes (usei uma lata de ananás e um quilo de arroz) e deixa-se ficar por uma hora com o peso em cima. Isto ajuda os sabores a misturarem.

Servir acompanhado de uma bebida fresca.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
Segunda-feira, 21 de Julho de 2014

da abundância

Com tantas amoras pretas me deram aproveitei para fazer um molho em vez de geleia. Já tenho geleia de framboesas pretas e não me apetecia estar a fazer também de amoras.

Este molho é excelente para usar em gelados, cheesecakes, panquecas, cocktails, ou mesmo à colherada {#emotions_dlg.drool}

 

Molho de Amoras

 

 

300 grs de amoras maduras

¼ de copo de açúcar

¼ de copo de água

Sumo de meio limão

 

Levar ao lume até ferver, baixar e deixar fervilhar por vinte minutos.

Virar para um coador e esmagar de modo a aproveitar o máximo da polpa, descartando as sementes.

Guardar no frigorífico.

 

 

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Sexta-feira, 18 de Julho de 2014

vai um bolinho?

Há cerca de um ano descobri por acaso o blog Green Kitchen Stories.

Fiquei encantada com a simplicidade das receitas e mais ainda com as fotografias, de quem realmente percebe do assunto, ao contrário de certas pessoas… como eu {#emotions_dlg.sarcastic}

Este bolo veio mesmo a calhar para gastar duas bananas para lá de maduras que tinha em casa. Em boa hora…

 

Bolo de Banana e Cacau

 

 

100 grs de farinha de amêndoa

100 grs de farinha de trigo

25 grs de cacau em pó

1 colher de chá de fermento em pó

1 pitada de sal

2 ovos

2 bananas maduras

80 ml de óleo de girassol

120 ml de mel

 

Aquecer o forno a 180ºC. Untar uma forma.

Misturar as farinhas, o cacau, o fermento e o sal numa taça.

Noutra taça bater os ovos por um minutos, adicionar as bananas esmagadas com um garfo, o óleo e o mel.

Misturar os ingredientes secos com a mistura dos ovos e envolver bem com um garfo ou com um batedor de varas.

Deitar a massa na forma untada e levar ao forno por cerca de 45 minutos (verificar com um palito a partir dos 30 pois depende dos fornos).

Retirar do forno quando estiver cozido, pôr sobre uma rede para arrefecer e quando frio desenformar.

Polvilhar com açúcar em pó (opcional).

 

Nota: A receita original levava apenas farinha de amêndoa mas eu só tinha 100 grs em casa por isso misturei farinha de trigo

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
Quinta-feira, 17 de Julho de 2014

Quem não tem cão…

 

O Za’atar é uma erva aromática do médio oriente da família da manjerona (Majorana syriaca ou Origanum syriacum), muito utilizada no Líbano e países próximos. Mas também é o nome de uma mistura pronta a usar que combina essa e outras ervas secas com sementes de sésamo e sumagre.

Ora o sumagre ( Rhus coriaria L.) embora não seja muito conhecido na nossa culinária era muito utilizado pelos Romanos antes do aparecimento dos limões na europa e já teve os seus tempos áureos na região de Trás-os-Montes e Alto Douro há uns séculos atrás. Não tanto pelo seu potencial culinário mas sim enquanto tintura para peles.

Foi em tempos um comércio mais valioso no nosso país do que o da vinha e ainda existe em lugares como S. João da Pesqueira, Vila Flôr e Foz-Coa.

Como eu não tenho nem za’atar nem sumagre, lá consegui dar a volta com algumas indicações lidas por aí: substituí a erva por tomilho, ao que parece tem um travo parecido e o sumagre foi substituído por sal aromatizado com raspa de limão, que eu tinha feito há uns tempos (e que é óptimo para temperar saladas).

 

Frango com Za’atar (à minha moda)

  

 

 

4 colheres de sopa de sementes de sésamo

1 colher de sopa de tomilho seco

Sal fino aromatizado com raspa de limão

 

2 peitos de frango

Sumo de limão

sal

azeite

 

Tostar as sementes de sésamo numa frigideira, com cuidado para não queimarem. Depois de frias misturam-se num almofariz com as folhas secas de tomilho e o sal aromatizado com raspa de limão. Esmaga-se com o pilão de modo a ficar um pós solto mas com algumas sementes de sésamo visíveis.

Temperar o frango (cortado em bifes) com sumo de limão e sal e fritar em pouco azeite.

Servir os bifes de frango polvilhados com o za’atar.

 

Nota: se sobrar za’atar, pode ser guardado num frasco por uma ou duas semanas

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Quarta-feira, 16 de Julho de 2014

pershable thoughts...

Há muitos anos, desde que me lembro, que as beldroegas (Portulaca olerácea L.) aparecem todos os anos espontaneamente no quintal, até no meio das pedras.

Se antigamente eram olhadas de lado pois eram mais uma erva para arrancar, de há alguns anos para cá, mais precisamente depois de ter vivido em Lisboa e de as ver em molhinhos no mercado, comecei a utilizá-las, quer em sopas quer em saladas.

São excelentes porque não têm manutenção nenhuma e aparecem pelo fim da primavera, quer se queira quer não!

E nutricionalmente, é só coisas boas: ricas em potássio e em ómega-3, vitaminas, magnésio, ferro e cálcio. 

Se as virem por aí, apanhem-nas e experimentem.

 

Beldroegas

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Terça-feira, 15 de Julho de 2014

bicicletas...

Em Espanha chamam bicicleta a uma colherada de salada russa com atum sobre uma rosquinha de gressino… e depois nós é que somos esquisitos…

 

Bicicletas

 

 

4 batatas

2 cenouras

2 ovos

1 lata de atum

Maionese q.b.

Salsa

Sal

Pimenta

Roscas de gressino ou tostinhas para servir

 

Cozer os ovos e as batatas com a pele.

Deixar esfriar, retirar a pele às batatas e esmagar com um garfo.

Ralar as cenouras. Descascar os ovos e picar.

Juntar as batatas esmagadas com a cenoura ralada (crua) e os ovos picados. Adicionar o atum escorrido e a salsa e temperar com sal e pimenta.

Deitar uma colherada desta mistura sobre cada rosquinha.

Servir bem fresco.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Segunda-feira, 14 de Julho de 2014

no aproveitar...

As pessoas às vezes dão-me fruta ou verduras porque sabem que vou fazer alguma coisa para as aproveitar. No outro dia foram cenouras, muitas cenouras, enormes e muito tenrinhas.

Quem mas deu estava a pensar numa compota (que eu nunca tinha feito) mas eram tantas que deram também para fazer isto.

 

Picles de Cenoura 

 

 

 

500 grs de cenouras

250 ml de vinagre de cidra

300 ml de água

30 grs de açúcar

2 dentes de alho

1 folha de louro

1 colher de chá de sementes de aneto ou funcho

1 pitada de sal

 

Descascar as cenouras e cortar em palitos do tamanho pretendido. Cozer por um minuto ou dois num tacho com água a ferver temperada com sal. Pôr num coador para escorrer e passar por água fria. Reservar.

No mesmo tacho leva-se ao lume o vinagre, a água, o açúcar, o alho esmagado, o louro e as sementes. Deixa-se levantar fervura e ferve por dois minutos.

Apaga-se o lume e põem-se os palitos de cenoura dentro do tacho mexendo para envolver bem. Deixa-se arrefecer no tacho e passam-se para frascos juntamente com o líquido.

Guardar no frigorífico por um mês.

 

Nota: Podem-se comer de imediato mas ficam melhor no dia seguinte

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
Sexta-feira, 11 de Julho de 2014

cheirinho bom!

O limoeiro está cheio de limões, a alfazema está cheia de flor, foi só pensar que as duas coisas juntas não deviam ficar nada mal e cá está!

 

Biscoitos de Limão e Alfazema

 

 

 

150 grs de farinha

100 grs de manteiga

50 grs de açúcar

1 colher de sopa de flores de alfazema secas

Raspa de um limão

 

Na picadora põe-se o açúcar e a alfazema e desfaz-se até que o açúcar fique mais ou menos em pó.

Junta-se a manteiga, a farinha e a raspa do limão e continua com o motor a trabalhar até ficar uma bola de massa (adicionar mais um pouco de farinha se necessário).

Retirar e estender a massa com um rolo sobre uma base enfarinhada, cortar biscoitos (esta receita deu 15) e levar ao forno num tabuleiro forrado com papel vegetal. Cozem por cerca de 20 minutos.

 

Nota: usei a alfazema do meu jardim, deixei secar por um dia antes de usar mas pode-se usar fresco.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (3) | favorito
Quinta-feira, 10 de Julho de 2014

que bons bolinhos

Quando cozo pescada para uma refeição (adoro pescada cozida!) aproveito para meter mais uma ou duas postas no tacho (normalmente são os mal amados rabos) e mais umas batatas para depois ter a desculpa de já ter meio caminho andado para fazer destas delícias!

 

Bolinhos de Peixe

  

 

2 batatas cozidas

2 postas de pescada cozidas

1 ovo

1 fatia de pão, ralado

1 cebola picada

1 molho de cebolinho

1 raminho de endro (aneto)

1 pitada de sal

1 malagueta

Sumo de um limão pequeno

Farinha q.b.

Azeite para fritar

 

Esmagar as batatas e desfiar o peixe cozido. Misturar com o ovo, a fatia de pão ralado, a cebola picada muito miudinha, o cebolinho e o endro picados, o sal, a malagueta picada e o sumo de limão. Misturar tudo bem e moldar uns bolos como se fossem hambúrgueres. Passam-se por farinha e fritam-se em pouco azeite, até ficarem dourados de ambos os lados.

 

Nota: pode-se substituir o endro por salsa picada

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Quarta-feira, 9 de Julho de 2014

ai, ai...

Vitaminas, para arrebitar que isto não está fácil…

 

Sumo Vermelho

 

 

 

100 grs de melancia

2 fatias de meloa cantaloupe

6 ameixas pequenas

1 pêssego-careca

10 mirtilos

4 folhas de limonete

1 copo de água (ou chá verde)

 

Misturar todos os ingredientes no liquidificador.

 

Nota: a meloa cantaloupe é a que tem cor de salmão

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Sexta-feira, 4 de Julho de 2014

fruta bem vestida

Está no tempo dos pêssegos, pêssegos-carecas, alperces, ameixas, fruta com caroço.

Qualquer uma serve para esta receita, neste caso fiz com pêssegos-carecas (nectarinas). É muito bom e fácil de fazer.

 

Pêssegos-carecas Grelhados com Caramelo

 

 

Fruta

2 pêssegos-carecas maduros

100 grs de queijo-creme

Mel q.b.

 

Caramelo

100 grs de açúcar

2 colheres de sopa de água

50 grs de natas espessas

 

Cortar a fruta ao meio e remover o caroço.

Grelhar numa frigideira em lume médio até estar tostada, cerca de 5 minutos.

Bater o queijo-creme com o mel (ou outro adoçante) e reservar.

Numa caçarola misturar o açúcar com a água e levar ao lume até estar em caramelo dourado. Adicionar as natas e mexer bem. Deixar arrefecer.

No espaço do caroço deita-se uma colherada de queijo-creme batido e por cima deita-se um pouco do caramelo.

 

Nota: Se sobrar caramelo pode ser usado com gelados ou outras sobremesas.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Quinta-feira, 3 de Julho de 2014

mas que bela açorda

No outro dia estavam a entrevistar o presidente da câmara do Porto, na televisão, no que me pareceu uma cozinha de hotel e fiquei curiosa com o que se passava. Ao que parece o senhor é um bom cozinheiro e até já trabalhou na restauração.

Quando lhe perguntaram qual era a receita pela qual era conhecido ele disse ‘Açorda de Alheira’.

Açorda de Alheira??? Nunca tinha ouvido falar mas fiquei curiosa e lá fui ao meu oráculo do são google que me remeteu para algumas receitas de açorda a acompanhar alheira… não era o que eu queria mas como não deve andar muito longe desta mistura, cá está!

 

Açorda de Alheira

 

 

1 pão de véspera, tipo de mafra ou alentejano

água a ferver

6 dentes de alho

1 alheira (usei de caça)

Azeite q.b.

1 ovo

Coentros picados

 

Partir o pão em pedaços e pôr de molho em água a ferver. Entretanto estalam-se os alhos no azeite sem deixar queimar e adiciona-se o pão escorrido e vai-se batendo com a colher de pau. Junta-se a alheira em pedaços sem a pele e continua a mexer-se para se misturar bem com o pão. Se necessário vai-se acrescentando água para não ficar muito grosso.

Retira-se do lume, junta-se o ovo e envolve-se bem.

Polvilha-se com coentros picados.

 

 

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Quarta-feira, 2 de Julho de 2014

cool gadgets

Mais uma geringonça que é muito prática, esta sim!

Metem-se os alhos descascados lá dentro, roda-se e ficam logo esmigalhadinhos. Uma maravilha!

Veio do Brasil, viu? e quem ma trouxe sabe do que eu gosto!

 

Esmagador de Alhos

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
Terça-feira, 1 de Julho de 2014

clap clap clap

Hoje é dia de festa mas para variar, o bolo é diferente!

 

Bolo de Melancia

 

 

 

Isto não tem receita. É mesmo uma sugestão que fica muito bonita e com certeza será motivo de conversa à mesa {#emotions_dlg.blink}

Retiramos a casca a uma melancia e damos-lhe o feitio de um bolo, se conseguirmos…

Por cima barramos com queijo creme (ou iogurte grego, ou leite de coco, ou natas) batido com mel.

Enfeita-se com frutas. Usei mirtilos, morangos e cerejas que era o que tinha mas pode ser com quivis, framboesas, manga, o que apetecer.

Servir fresquinho.

 

Nota: enquanto se prepara, pode-se pôr papel de cozinha a toda a volta do ‘bolo’ para ir absorvendo a água que a melancia larga.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 12:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (5) | favorito
Segunda-feira, 30 de Junho de 2014

em tons de rosa

Há cerca de dois anos em Espanha comi uma ‘ensalada de remolacha con bonito’ (que é nada mais nada menos que salada de beterraba com atum) e gostei imenso. No outro dia, já com o calor a apertar, lembrei-me e lá tentei fazer, do que me lembrava. Saiu bem.

 

Salada de Beterraba com Atum 

 

 

1 beterraba grande cozida

1 cebola pequena

1 lata de atum

1 ovo cozido

200 ml de maionese

 

Cortar a beterraba, a cebola e o ovo cozido em bocadinhos pequeninos.

Misturar com o atum e a maionese envolvendo bem. Verificar o tempero e se necessário acrescentar um pouco de sal e pimenta.

Servir bem fresco.

 

Nota: usei daquelas beterrabas cozidas que são vendidas em vácuo

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito

Obrigada Sapo!

Anda uma pessoa distraída a passar o fim de semana e o Sapo, pronto, é isto, dá-nos um destaque!

Já agora vão lá ver a receita que eles escolheram.

 

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 09:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
Sexta-feira, 27 de Junho de 2014

para repor os níveis de açúcar!

Uma amiga veio a minha casa buscar uma sacada de limões (que o meu limoeiro não pára!!!) e disse que quando chegasse a casa ía fazer esta tarte, que era facílima.

É sabido que não posso ver nada (ou ouvir) e fui logo para a cozinha fazer a receita também!

 

Tarte Fresca de Limão

 

 

1 pacote de bolacha torrada

75 grs de manteiga

1 embalagem de leite condensado

1 embalagem de queijo-creme

1 colher de sopa de água a ferver

Sumo e raspa de um limão grande

3 folhas de gelatina

 

Triturar as bolachas e misturar com a manteiga derretida. Pôr na base de uma tarteira.

Pôr as folhas de gelatina de molho em água fria por cinco minutos.

Numa taça misturar o leite condensado com o queijo-creme, o sumo e raspa de limão.

Escorrer as folhas de gelatina e juntar a colher de sopa de água a ferver para derreter. Juntar ao preparado anterior e deitar sobre a base da tarte.

Levar ao frigorífico até solidificar, por cerca de duas horas.

 

tags: ,
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (6) | favorito
Quinta-feira, 26 de Junho de 2014

clubismos à parte

A Club Sandwich ao que parece apareceu nos idos anos de 1894 num clube de jogo exclusivo para ‘gentlemen ‘ em Saratoga Springs, Nova York.

A primeira receita para esta sandes foi publicada num livro em 1903. Já tem uns aninhos mas nem por isso deixa de ser uma maravilha.

Para fazer esta sandes, é mais o aparato do que o trabalho que dá. E fica uma beleza, além de muito saborosa.

Uma excelente alternativa para jantares domingueiros.

 

Club Sandwich

 

 

6 fatias de pão de forma grande

1 bife fino de frango (ou peru)

4 fatias de bacon

4 fatias de fiambre de frango (ou peru)

4 fatias de queijo

Folhas de alface

Rodelas de tomate

Maionese

 

Torrar as fatias de pão de forma.

Fritar o bife de frango temperado de sal e pimenta num pouquinho de azeite.

Fritar o bacon numa sertã sem gordura (ou então entre duas folhas de papel de cozinha no micro-ondas por cerca de um minuto e meio, esta dica é top!).

Cortar as rodelas de tomate, retirar as pevides e enxugar para retirar o excesso de água. Lavar as folhas de alface, secar e envolvê-las em alguma maionese.

 

Barra-se uma fatia de pão de forma torrada com maionese, põe-se o frango e tapa-se com outra fatia torrada. Por cima maionese,  o tomate e volta-se a pôr outra fatia por cima. Sobre esta fatia, põe-se o bacon, volta-se a tapar com nova fatia de pão e por cima põe-se a alface que já está envolta em maionese. Mais uma fatia em cima, o fiambre e o queijo juntos e tapa-se com nova fatia.

Uff!

Barrar ou não com maionese todas as fatias de pão é ao gosto de cada um, não achei necessário.

Cortar a ‘torre’ em quatro triângulos (o ideal é primeiro segurar de alto a baixo com paus de espetada para a ‘torre’ não se desfazer).

Servir com batatas fritas e cervejas bem frescas.

 

Nota: esta deu para duas pessoas

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito
Quarta-feira, 25 de Junho de 2014

perishable thoughts...

Apenas há pouco tempo conheci o serpão. Uma colega perguntou-me se queria um pezinho e eu fiquei: Serpão??? Pezinho???

Então ela explicou-me que o serpão é uma erva da família do tomilho e que é muito usada na culinária da Beira Baixa. E eu, que penso que conheço muito sobre coisas de cozinha, fico a saber que sou uma ignorante {#emotions_dlg.sarcastic}

Aqui está o vasinho com o serpão. Ao que parece, é usado em pratos de carne, principalmente nos que vão ao forno. Eu ainda não usei nesses pratos mas já espalhei umas folhinhas sobre broa frita e também em saladas e só vos digo que é do melhor! Não é tão pungente como o tomilho, é mais aromático e é mesmo bom.

Se souberem de alguém que tenha aproveitem porque pelos vistos não é comercializada.

 

Serpão

 

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Terça-feira, 24 de Junho de 2014

vai dar raia...

Tenho um colega de trabalho que é instrutor de vela e pescador nas horas vagas. No outro dia deu-me uma receita que disse ser infalível, e que era muito boa para fazer com robalo ou dourada.

Sinceramente, não são os meus peixes de eleição e como torci o nariz ele disse: e raia, gostas de raia? Gosto. Então faz com raia que não te arrependes.

Não me arrependi mesmo!

 

Raia com cerveja

 

 

1 cebola grande

2 dentes de alho

1 folha de louro

1 malagueta

Azeite q.b.

1 cerveja mini

sal

4 postas de raia (podem ser congeladas)

Coentros picados

Sumo de ½ limão

 

Forrar o fundo do tacho com uma boa camada de cebola às rodelas, os dentes de alho picados, a folha de louro e a malagueta. Por cima colocar as postas de raia e temperar com sal. Rega-se tudo com azeite e com a cerveja mini e leva-se ao lume.

Quando começar a fervilhar, baixa-se o lume e tapa-se o tacho, deixando cozer por cerca de 35 minutos.

Estando pronto, espreme-se meio limão sobre a raia e salpica-se com coentros picados.

Serve-se sobre fatias de pão torrado (ou então com batatas cozidas).

 

Nota: A receita original também levava ameijoas no fim, mas como não tinha fiz assim e não achei que lá fizessem falta.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Segunda-feira, 23 de Junho de 2014

é uns atrás dos outros...

 

Ah, os tremoços… Havia tanto a dizer sobre os tremoços…

Por exemplo que aqui na zona de Aveiro, quando são servidos juntamente com azeitonas e amendoins a isso chama-se ‘Empalhada’, sabiam?

E que são pouco calóricos??? Importantíssimo! E que tem proteínas, fibra, gordura da boa e minerais como cálcio, ferro, zinco e também vitaminas?

E que são o companheiro perfeito para cervejas bem geladas, e que é preciso técnica para os mandar direitinhos para dentro da boca?

Muito havia a dizer, ficamo-nos por uma sugestão para os servir.

 

Tremoços

 

 

Tremoços q.b.

1 dente de alho ralado

1 colher de chá de orégãos

 

Misturar bem, deixar tomar gosto por um bocadinho e comer…

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:34
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (4) | favorito
Sexta-feira, 20 de Junho de 2014

tartitas geladas

Sou só eu ou às vezes apetece fazer uma receita que parece muito complicada, com muitos passos e que tem que ser pensada com alguma antecedência mas que depois se faz num instante?

Bem me queria parecer… estou sozinha… não sabem o que perdem!

 

Mini Tartes Geladas de Banana

  

 

Para a base:

½ copo de nozes

½ copo de tâmaras descaroçadas e demolhadas por uma hora

 

Para o recheio I:

2 bananas grandes

 

Para o recheio II:

200 ml de creme de côco

2 colheres de sopa de mel

 

Para a cobertura:

100 grs de chocolate negro

 

Primeiro:

Pôr uma lata de leite de côco no frigorífico de um dia para o outro.

Segundo:

Cortar as bananas em rodelas e congelar por uma hora.

Terceiro:

Derreter o chocolate no micro-ondas.

 

Na picadora picar as nozes com as tâmaras. Untar seis forminhas de queques com manteiga e pôr no fundo este preparado.

Picar as rodelas de banana congeladas na picadora até ficar uma espécie de gelado. Põe-se sobre a base das tartes.

Pôr chocolate derretido (ligeiramente arrefecido) sobre o gelado de banana (sobra algum chocolate, reserva-se para o fim).

Abre-se a lata de leite de côco e retira-se a parte que fica ao de cima, que é muito cremosa (o líquido fica na base da lata e não o queremos usar nesta receita). Misturar o creme de côco com o mel e pôr sobre o chocolate.

Levar ao congelador até estar firme.

Quando for para servir, retirar do congelador uns 20 minutos antes e remover das forminhas com a ajuda de uma faca.

Derreter novamente o restante chocolate no micro-ondas e deitar em fio sobre as tartes geladas.

 

Nota: A inspiração veio daqui.

 

tags:
publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | favorito
Quinta-feira, 19 de Junho de 2014

vê lá se te decides, sim???

Em dois dias as temperaturas por aqui baixaram mais de dez graus (e hoje de manhã morrinhou).

Ó tempo, estás mesmo bipolar!

Forno, é a tua deixa…

 

Rojões de Porco Assados

 

 

500 grs de carne para rojões

4 dentes de alho

1 folha de louro

1 malagueta

1 colher de chá de colorau

1 colher de chá de coentros em pó

Sal q.b.

6 raminhos de tomilho

150 ml de vinho branco

100 ml de água

50 ml de azeite

 

Misturar a carne com o alho picado, a folha de louro, a malagueta cortada em pedacinhos, o colorau e os coentros e o sal. Deixar repousar por uma hora e depois pôr numa caçarola de barro.

Por cima deita-se o vinho, a água e o azeite e os raminhos de tomilho. Vai ao forno por uma hora e meia.

Se necessário acrescentar mais um pouquinho de água ou vinho, deve ficar com molho.

 

publicado por belitaarainhadoscouratos às 13:00
link do post | mandar uns bitaites | ver bitaites (2) | favorito

mais sobre mim

cuscar

quantos são? quantos são?

HTML Hit Counter
pc computer components

os meus amigos também têm blogs

digam qualquer coisa

coolinaria@sapo.pt

A Belita no Facebook!

novidades

see you!

azares ou nem por isso

fruuuuta

do efémero...

em modo 'a ansiar pelas f...

só coisas boas

saboroso...

perishable thoughts...

coisas...

não foi desta...

e o verão, esse sacana?

outras saladas

da cor...

“Chuva de agosto, apanhá-...

semana dos pêssegos! #4

armazém de receitas

tags

todas as tags

os meus livros de receitas, alguns...

blogs SAPO

subscrever feeds